Ribeirão do Tempo Resumo | Personagens | Trilha Sonora

Confira o resumo da novela Ribeirão do Tempo desde o primeiro capítulo. Além do resumo você terá informações sobre a história, personagens e trilha sonora. Fique por dentro das novidades das novelas, aqui você encontra o resumo completo de Ribeirão do Tempo e de todas as novelas exibidas na Record.

Sobre a Novela Ribeirão do Tempo

◘ Período de exibição original: 18/05/2010 a 02/05/2011
◘ Horário: 22h15
◘ Nº de capítulos: 250
◘ Autoria: Marcílio Moraes
◘ Direção: Edgard Miranda, Vicente Barcellos, Daniel Ghivelder e Guto Arruda Botelho
◘ Emissora/Produtora: Rede Record

A combinação entre humor e política sempre rende boas gargalhadas e importantes reflexões. É esse o caminho que vai seguir Marcilio Moraes, autor de Ribeirão do Tempo. Tudo isso, é claro, recheado com grandes emoções e crimes misteriosos. Edgard Miranda assina a direção geral da novela, que aborda temas universais como democracia, ditadura e preservação histórica e do meio ambiente.

Na trama, o público vai acompanhar as histórias dos moradores e visitantes da cidadezinha de Ribeirão do Tempo, como Eleonora Durrel (Jacqueline Laurence), Arminda (Bianca Rinaldi), Joca (Caio Junqueira), Tito (Ângelo Paes Leme), Karina (Juliana Baroni), Filomena (Liliana Castro) e Querêncio (Taumaturgo Ferreira), entre outros.

Já no começo, vários acontecimentos transformam a vida dos habitantes de Ribeirão, cidade que conta com uma bela natureza além de ter um centro histórico.

Calmaria e tranquilidade cedem espaço para dias agitados. De um lado está a multinacional presidida por Madame Durrel, que investe pesado na cidade. De outro, estão os esportes radicais, que invadem o dia-a-dia do local e atraem turistas de todas as partes. Para completar, uma série de crimes bárbaros aterrorizam todos, sem que ninguém consiga prender os criminosos nem entender o porquê daquilo.

Resumo de Todos os Capítulos da Novela Ribeirão do Tempo

Resumo da novela Ribeirão do Tempo conforme divulgado pela Record no período de exibição entre 18/05/2010 a 02/05/2011 (total de 250 capítulos).

  1. Capítulo

  2. 18/05: Arminda e Eleonora chegam de limusine ao centro histórico da cidade. Joca guia turistas pela cidade de Ribeirão do Tempo. Tito desce o rio com vários aventureiros a bordo. Arminda recebe Eleonora, que acaba de chegar ao Brasil. Diana come pitangas sentada à margem do Ribeirão. Bill a observa. Diana pressente a presença de Bill e sai correndo. Embriagado, Querêncio diz a Romeu e a dois cachaceiros que as águas do Ribeirão do Tempo são curativas. Alfredo, dono do bar “Já Era”, e frequentadores do local debocham de Querêncio. Querêncio sai trôpego, decidido a provar que o rio vai curar sua bebedeira. Romeu tenta impedi-lo. Nicolau e Nasinho riem de Querêncio. Arminda diz a Eleonora que há muita gente que se opõe à construção do resort. Arminda ressalta que Dr. Flores é o maior problema, pois entrou com uma representação na Justiça contra a empresa. Dirce apressa Flores para a solenidade. Lincon conta a Ellen que se publicar mais alguma coisa contra o resort, seu jornal está acabado. Ele fala que o senador Érico sempre o pressiona para dar sociedade a ele no jornal e confessa que não sabe quanto tempo a “Folha da Corredeira” vai circular. Arminda e Eleonora chegam de limusine ao centro histórico da cidade. Arminda mostra a Praça do Enforcado para Eleonora. Joca olha para Arminda, vidrado. Diana, vestida de menino, pergunta a Arminda se há algum serviço que ela possa fazer. Joca afasta Diana de Arminda e Eleonora. Ele puxa assunto com Arminda, mas é ignorado. Eleonora revela a Arminda que nasceu em Ribeirão do Tempo e pede que ela não conte isso a ninguém. Ari ensaia o que vai dizer na solenidade em que Flores será homenageado. Virgínia dá palpite sobre o que Ari deve falar. Filomena chega para ajudar o pai, mas ele já está na água. Querêncio é arrastado pela correnteza. Tito vê a movimentação e percebe que há alguém se afogando. Eleonora aprova a reforma que Arminda fez em sua casa. Eleonora apresenta Teixeira, seu advogado, a Arminda. Ela convida Teixeira para se hospedar em sua casa. Joca pede para uma turista mandar a foto que tirou dele ao lado de Arminda.

  3. Capítulo

  4. 19/05: Dois policiais agarram André e o levam até Ajuricaba. Um remador tenta puxar Querêncio, mas acaba indo para água. Tito salva Querêncio. Tito consola Filomena. Karina chega com Newton e reage ao ver Tito abraçado Filomena. Karina olha com superioridade para Filomena e sai abraçada com Tito. Sílvio conta para Tito que liberaram a pista de pouso e que se eles pagarem a dívida antiga que têm, podem trazer o avião imediatamente. Ari discursa. Bruno percebe que Ari não está falando o que ele escreveu. Flores fica pasmo com as sandices que Ari fala. Érico discursa. Jovens invadem o salão municipal e gritam a favor da preservação de Ribeirão do Tempo. Eleonora afirma a Arminda que elas têm que convencer o povo de que todos só vão lucrar com o resort. Eleonora revela a Arminda que abandonou seu filho quando saiu de Ribeirão há 50 anos e nunca mais teve notícias dele. Ela conta que o objetivo de sua viagem é descobrir quem é seu herdeiro. André joga ovo na cara de Ajuricaba. Policiais partem com cassetes para cima dos amigos do rapaz. Em seu discurso, Flores afirma que os corruptos continuam os mesmos da época da ditadura, mas garante que um novo tempo está por vir em Ribeirão. Flores e Érico se encaram em meio a aplausos. Continua a correria e confusão na praça. Dois policiais agarram André e o levam até Ajuricaba. Diana, vestida como menino e adotando o nome de Tião, pede para dormir na casa de Guilherme e Carlos, que estranham a atitude. Bruno convida Dr. Flores pra conhecer de perto o projeto do empreendimento de Eleonora Durrel e garante ao professor que os desastres que ele teme não vão acontecer. Cínico, Érico parabeniza Flores e diz que o discurso dele foi vibrante. Carmem avisa a Lincon que o delegado Ajuricaba prendeu André. Eleonora conta a Arminda que não quer reencontrar seu filho, mas sim dar a ele a oportunidade de saber, de fato, quem é e de botar a mão no que é dele. Virgílio apresenta Clorís a Flores. Dirce diz a Flores que está cansada e volta para casa. Léia, Romeu, Sancha e Querêncio atacam a bandeja de canapés de um garçom e bebem bastante. Nicolau e Nasinho debocham de Joca, que finge levar na esportiva a brincadeira. Ari afirma que a posição da prefeitura sempre foi a favor da obra. Nicolau agarra o nariz de Ari e o arrasta pela sala, para o espanto de todos. Flores olha a cena com interesse. Érico tenta fazer o filho soltar o prefeito e o manda embora. Nicolau sai rindo. Dirce diz a Ellen que Flores não está mais na idade de fazer discursos provocadores. Lincon pede para Ajuricaba soltar André e dois outros jovens. Ajuricaba conta que André tacou um ovo em seu rosto e afirma que vai comunicar ao Juiz o ato de infração. Lincon fala pra Ajuricaba que não vai permitir que ele repita com seu filho o que fez com ele 30 anos atrás. Dirce chega a sua casa e ouve um ruído. Depois, nota que o computador está ligado e se surpreende ao ver escrito na tela em letras garrafais: “Comando Invisível”. Dirce acende as luzes que foram apagadas e toma um susto.

  5. Capítulo

  6. 20/05: Karina afirma que Tito é apaixonado por ela. Nicolau e Nasinho tomam chope no Agito Colonial. Tito conta a Karina e a Filomena que daqui uns dias o centro de para-quedismo vai estar em funcionamento. Diana/Tião diz a Carlos que sua mãe trabalha muito e não tem tempo para cuidar dela/dele. Carlos apresenta Tião (Diana) pra sua mãe, Zuleide, que estranha o fato de o amiguinho de seu filho não morar em Ribeirão. Érico fala pra Beatriz que Nicolau é um louco e que não é possível desculpar o que ele fez com Ari Jumento. Ele afirma que o filho precisa fazer um tratamento. Beatriz fica arrasada. Depois da solenidade, Flores vai com Virgílio e Clorís ao Agito Colonial. Zuleide desconfia de que Tião não esteja lhe contando a verdade. Diana/Tião sai rapidamente, antes que Zuleide a impeça. Filomena aproveita que Karina está sozinha tomando chope e pede desculpas por ter abraçado Tito em agradecimento ao que ele fez por Querêncio. Karina afirma que Tito é apaixonado por ela e que, por isso, não tem cabimento ter ciúmes dele. Patrícia chega de viagem e fica sabendo que o filho foi detido por ter tacado um ovo em Ajuricaba e fica estarrecida. Érico recrimina Nicolau pelo que ele fez e o jovem debocha do pai. Érico diz ao filho que ele precisa de um tratamento. Diana/Tião dorme na calçada, embaixo de uma marquise. Flores chega a sua casa, com Virgílio, Clorís e Ari e se assusta com o que vê. Eleonora garante a Teixeira que ninguém vai descobrir o segredo dele e afirma que ele não precisa se envolver pessoalmente. Léia conta a Joca que Dona Dirce foi assassinada. Joca diz à mãe que vai oferecer seus serviços como detetive particular para o professor. Arminda pergunta sobre o crime que aconteceu para Joca. Os dois seguem para casa de Flores. Dois PMS montam guarda na entrada da casa do professor. Há sangue nas paredes da sala e parte do corpo de Dirce está escondido atrás do sofá. Ajuricaba pergunta a Flores se ele tem ideia de quem possa ter cometido o crime.

  7. Capítulo

  8. 21/05: Filomena chora desesperada. Ajuricaba pergunta a Dr. Flores se ele tem algum suspeito. O professor diz que o crime foi uma resposta ao discurso que pronunciou na câmara municipal. Joca acompanha Arminda até a casa de Eleonora. A perícia chega e Ajuricaba decide tomar o depoimento de Flores em outra hora. Ellen convida Flores para passar a noite na casa dela. Joca contempla Arminda. Arminda conta a Eleonora que mataram a mulher do Dr. Flores. Eleonora teme que o crime prejudique seus negócios. A perícia trabalha. Ajuricaba diz a Marta que se não houve intenção de roubar, o caso fica ainda mais complicado. Lincon entra na casa de Dr. Flores, com a permissão dele, depois de quase ter sido impedido por guardas. Lincon entrevista Marta. Flores chega com Ellen à casa dela. Sílvio cumprimenta Flores, com pesar. Sancha diz a Léia que Dona Dirce pode ter sido assassinada por um amante. Joca se lembra de Arminda. Lincon e Carmem pensam numa manchete para o jornal do dia seguinte. Tito, Newton, Sílvio e Iara seguem pro Rio de Janeiro para pegarem o avião. Nasinho diz a Filomena que ela e o pai têm três dias para desocupar a casa e ressalta que o juiz já decretou o despejo deles. Filomena chora desesperada. Nasinho, mal intencionado, fala pra Filomena que dá mais 15 dias para ela e Querêncio desocuparem a casa, se ela o fizer ver estrelas. Filomena zomba de Nasinho e o expulsa. Karina diz a Tito que depois que ele implantar o centro de paraquedismo, vai querer casar. Eleonora contempla o prédio, onde fica a Patrimônio Eterno, a sede de sua empresa. Joca vê Arminda e acena pra ela, que o ignora. Arminda apresenta Bruno, engenheiro responsável pela obra da Patrimônio Eterno, a Eleonora. Eleonora examina o ambiente e parabeniza Bruno e Arminda. Eleonora diz a Bruno e a Arminda que eles precisam manifestar solidariedade a Dr. Flores. Joca se aproxima de um PM e pede para falar com Dr. Flores. Ajuricaba diz a Flores que está fazendo um levantamento de todas as pessoas que frequentaram a casa dele nos últimos meses. Flores deixa Joca entrar em sua casa. Flores pede licença aos figurões com quem estava conversando e leva o jovem à biblioteca. Flores confessa a Joca que não se lembra dele. Depois de Joca recordar histórias dele e de um colega de classe, Flores diz que lembra que os dois eram muito burros. Joca oferece seus serviços para Flores e diz que atua independente da polícia. Flores gosta da ideia e deixa claro para Joca que ele terá que trabalhar de acordo com o que ele determinar. Joca custa a acreditar que foi contratado. Ajuricaba fica furioso com as acusações que Lincon publicou em seu jornal. Lincon conta a Carmem que o jornal não vai dar folga às autoridades em relação ao assassinato de Dirce. Ele explica que a manchete “Quem matou Dona Dirce?” vai ser publicada repetidas vezes, como uma cobrança. Érico garante a Ari que Nicolau vai lhe pedir desculpas formalmente e ressalta que o que aconteceu pegou mal pra ele também. Ari vê Nicolau chegando a cavalo de um passeio e entra rapidamente em seu carro, amedrontado. Beatriz pede pra Érico ser compreensivo com Nicolau. Érico diz a Nicolau que quer que ele renuncie. Sílvio faz sinal de ok e Tito, Newton e Iara saltam.

  9. Capítulo

  10. 24/05: Querêncio chega bêbado em casa. Sereno conta a Flores que Ajuricaba o chamou para depor. Flores diz ao amigo que ele só precisa dizer o que estava fazendo na hora do crime. Ellen avisa a Flores que o corpo de Dirce foi liberado pelo IML. Érico exige que Nicolau renuncie ao mandato de suplente. Nicolau debocha do pai e afirma que não vai renunciar. Érico fica furioso e avisa a Nicolau que ele não terá mais acesso a dinheiro nenhum. Érico diz a Beatriz que Nicolau não vai se convencer de que precisa de tratamento se ela continuar passando a mão na cabeça dele. Karina, Virgílio, Carlos e Guilherme assistem aos paraquedistas pousando. Todos comemoram a inauguração do centro de paraquedismo.. Amigos e conhecidos cumprimentam Flores no velório de Dona Dirce. Joca conta a Léia que o professor contratou seus serviços e mostra a ela o dinheiro que recebeu para começar as investigações. Ele deixa bem claro para mãe que é um trabalho sigiloso. Bruno, Arminda e Eleonora visitam as obras da Patrimônio Eterno. Eleonora fica preocupada com o atraso das obras em relação ao cronograma original. Arminda explica que a obra foi interrompida duas vezes pelo Instituto do Meio Ambiente e que agora Dr. Flores está encabeçando uma ação contra o empreendimento. Flores recebe os cumprimentos de Nicolau e diz ao jovem que gostaria de conversar com ele. Querêncio chega bêbado em casa. Filomena diz ao pai que Nasinho deu poucos dias para eles saírem de casa. Ela manda Querêncio procurar Romeu e perguntar se ele pode ajudá-los. Querêncio sai de casa e vai beber cachaça no botequim Já Era. Tito fala pra Iara, Newton e Sílvio que eles precisam atrair gente para área de salto. Diana/Tião conta a Carlos e Guilherme que sua mãe fez uma viagem pra muito longe. Os dois desconfiam da história de Diana/Tião, mas prometem ajudar. Arminda chega com Bruno ao enterro de Dirce e Joca sorri entusiasmado para ela. Nicolau implica com Sereno. Ari discursa e fala besteira, como sempre. Nicolau e Nasinho dão força para Querêncio falar em nome do povo. Querêncio, que já está bêbado, fala e acaba caindo dentro da tumba. Diana pede para Carlos e Guilherme não contarem para ninguém que ela está perdida ou podem mandar prendê-la. Guilherme fala pra Diana/Tião que pode emprestar uma barraca velha do pai para o amigo acampar. Diana/Tião fica animada com a ideia. Karina fala pra Tito que eles têm que marcar logo a data do casamento. Tito afirma que não tem cabeça para pensar em nada que não seja a empresa dele. Karina diz que seus pais ficam perguntando sobre o casamento o tempo todo. Tito fala que eles podem começar a tratar dos papéis para o casamento. Eleonora e Teixeira vão embora do enterro sem cumprimentarem Dr. Flores. Joca observa os dois, intrigado. Virgílio diz a Iara que ela se confundiu com as reservas da pousada. Ele afirma que acha difícil ela ser instrutora de esportes e administradora da pousada ao mesmo tempo. Iara explica que precisa de dinheiro e garante que não vai cometer mais erros. Virgílio dá em cima de Iara, que corta. Clorís chama Tito, quando ele ainda está deitado com Karina. Karina fica irritada e diz ao noivo que tem a impressão que a sogra a odeia. Filomena pergunta a Romeu se ela e o pai podem ficar uns dias na casa dele. Romeu diz que por ele não tem problema, mas precisa falar com Sancha. Clorís fala pra Tito que ele garantiu que não assumiria compromisso com nenhuma mulher enquanto não saldasse a dívida que tem com ela. Carlos, Guilherme e Diana/Tião chegam numa pequena clareira, no meio do mato, e começam armar a barraca. Joca entra pelos fundos da casa de Flores para manter discrição em relação a seu trabalho. Joca fala para Flores que seguiu Eleonora. Flores mostra pra Joca a tela do seu computador, onde está escrito “Comando Invisível”. Ele explica para o detetive que na noite em que Dirce foi morta, isso apareceu na tela e afirma que eles precisam descobrir o que significa.

  11. Capítulo

  12. 25/05: Léia chama o filho de louco. Flores revela a Joca que não acredita que Ajuricaba seja capaz de desvendar algum crime. O professor conta a Joca que dias antes do crime recebeu uma mensagem do “Comando Invisível” pela internet dizendo que ele ia ser atacado pela conspiração. Arminda conta a Eleonora que o povo de Ribeirão do Tempo está inventando histórias assustadoras sobre ela. Arminda diz a Eleonora que vai organizar uma recepção para apresentá-la formalmente à sociedade local. Joca explica a Flores que desconfia de Eleonora, pois ela chegou à cidade no dia do crime. Flores fala que Eleonora tem motivos para odiá-lo, já que ele moveu uma ação contra a obra do resort. Joca decide começar a investigação por Eleonora. Flores concorda. Guilherme, Carlos e Diana/Tião terminam de montar a barraca. Carlos mente pra Zuleide que Diana/Tião está na casa de uma tia em Ribeirão. Diana/Tião dorme dentro da barraca. Bill observa a barraca, mas vai embora tranquilamente. Joca sai da casa de Flores e para diante da mansão de Eleonora, sem que seja percebido pelo segurança. Arminda fica irritada por lembrar-se de Joca. Guilherme sai de casa bem cedo e diz pra mãe que combinou com o pessoal de fazer trabalho antes de ir para o colégio. Guilherme leva comida pra Diana. Filomena arruma as coisas para a mudança e manda Querêncio ir à casa de Romeu saber se eles vão poder ficar lá alguns dias. Sancha não concorda de primeira em dar abrigo a Filomena e Querêncio. Marta diz a Filomena que o delegado não quer pedir força policial pra fazer o despejo, como Nasinho queria. Karina sai de casa decidida a saltar de paraquedas. Clorís avisa a Tito e Virgílio que vai visitar Dr. Flores. Virgílio se oferece pra ir com ela, mas Clorís afirma que vai sozinha. Bruno diz a Karina que casamento é um compromisso pesado. Ele admite para filha que não casou com Célia por amor. Joca revela a Léia que vai grampear o telefone de Madame Durrel. Léia chama o filho de louco, mas promete não contar nada a ninguém. Ari para o que está fazendo para receber Arminda. O prefeito diz a Arminda que é muito requisitado e que é uma honra recebê-la. Arminda convida o prefeito para a recepção que Madame Durrel vai fazer para se apresentar. Ari fala que apoia a construção do resort e confirma presença no evento. Érico fica sabendo que saiu uma nota em Brasília sobre o que Nicolau fez com o prefeito. Beatriz tenta convencer Nicolau a viajar por uns tempos. Karina diz a Tito que quer que ele a leve para um salto. Tito fica feliz. Karina quase desiste, mas Tito não deixa. Sancha deixa claro para Filomena que não esqueceu o que ela fez quando a mãe dela morreu, mas concorda em dar abrigo a ela e ao pai. Flores, muito gentil, recebe Clorís em sua casa. Os dois se encaram um tempo e Clorís desvia o olhar. Karina fala pra Tito que está passando mal, mas ele insiste e os dois saltam.

  13. Capítulo

  14. 26/05: O Juiz interroga André. Tito e Karina caem em queda livre. Diana/Tião assiste ao salto, maravilhada. Ajuricaba fala para Marta que quer que o juiz aplique a pena de regime de semi-liberdade para André. Marta diz a Ajuricaba que ele está exagerando. Patrícia pede para André e Lincon se controlarem. Joca observa o solar e percebe que o segurança não sai de seu posto. Arminda conta a Eleonora que, se for preciso, elas podem dar propina ao prefeito para conseguirem autorização para construir o resort na cidade. Arminda sai da mansão para fazer outra visita. Guilherme revela a Carlos que não acredita no que Tião/Diana diz. Os dois acham que Tião/Diana esconde algum segredo. Tião/Diana pede pra saltar com Tito e ele diz que ele/a precisa da autorização dos pais. Beatriz recebe Arminda, que fica encantada com a fazenda do senador Érico. Arminda convida o senador para recepção que Madame Durrel vai oferecer à sociedade. Joca testa gravador. Filomena, Querêncio, Romeu e Sancha fazem a mudança. Karina fala sobre seu casamento com Tito para Clorís, que não gosta do que ouve. Juiz interroga André. Juiz manda Lincon e Ajuricaba se retirarem da sala, pois os dois não param de discutir. Nasinho zomba de Sereno. Sereno vai à delegacia e fala pra Ajuricaba que Nasinho está dizendo que o delegado é pai dele. Lincon explica para Carmem que André vai ter que ajudar a limpar um galinheiro durante quatro fins de semana e levar titica de galinha para um asilo para ajudar idosos a adubarem a horta. Carmem, André e Lincon não conseguem se conter e caem na gargalhada. Bruno vai ao solar mostrar à Madame Durrel novas plantas do projeto e é recebido por Teixeira, que o deixa bem à vontade. Joca explica para Léia seu plano de grampear os telefones da mansão de Durrel. Léia se aproxima do segurança do solar e pede uma informação, enquanto Joca observa a mansão. Ajuricaba toma depoimento de Sereno sobre a morte de Dona Dirce. Ellen conta a Flores que a obra do resort segue a todo vapor e que a última esperança é a ação que ele moveu. Léia conversa com segurança, que se distrai. Joca caminha pelo telhado do solar. Madame Durrel diz a Bruno que acha o projeto excelente, mas ressalta que quer mais rapidez. Teixeira diz à Madame Durrel e à Arminda que achou Bruno simpático. Teixeira mostra para Madame Durrel a lista dos homens que podem ser seu filho. Joca olha pela clarabóia e vê Arminda tomando banho, deslumbrante. Ele fica surpreso, mas continua admirando a executiva.

  15. Capítulo

  16. 27/05: Flores pede para Nicolau não contar a ninguém sobre os encontros deles. Joca se debruça para poder ver mais detalhes. A clarabóia se desloca e Joca cai diante de Arminda no chuveiro. Ela leva um tremendo susto e ele diz que pode explicar tudo. Eleonora ouve o estrondo e pede para Teixeira checar o que houve. Joca explica para Arminda que é curioso demais e ressalta que não queria fazer mal a ninguém. Teixeira pergunta a Arminda se ela precisa de alguma ajuda e a executiva diz que a clarabóia se desprendeu, mas que já está tudo bem. Joca agradece Arminda por não tê-lo entregado e vai embora. Tito fala para Filomena aparecer na pousada quando tiver uma folga. Iara conta a Tito que quatro pessoas reservaram a pousada para experimentar a área e treinar. Ellen convida Tito, Karina, Newton e Iara para um jantar na casa dela. Eleonora pergunta a Arminda se havia alguém no telhado. Arminda diz que não viu ninguém. O segurança bate papo com Léia e Teixeira o chama. Guilherme vai até a barraca de Diana/Tião e Bill observa. Karina pede para Tito ir até a loja dela porque quer fazer uma surpresa. Guilherme pede para Diana contar a verdade sobre a vida dela. Diana/Tião fica chateada e manda o amigo ir embora. Newton visita Carlos e Zuleide reclama por ele não ter avisado que iria até a casa dela. Zuleide acusa Newton de encher a cabeça do filho para saltar de paraquedas. Os dois discutem e Zuleide diz que não sabe se vai deixar Carlos jantar com ele. Léia diz a Joca que Arminda vai acabar o denunciando e ele fica amedrontado. Arminda fala pra Eleonora que não acha necessário chamar a polícia. Clorís deixa claro para Tito que ele precisa dizer para Karina que só vai se casar depois que pagar as dívidas. Nicolau vai até a casa de Dr. Flores. O professor diz que quer conhecê-lo melhor. Flores diz a Nicolau que o que ele fez com o prefeito mostrou que não aceita o mundinho que as pessoas tanto prezam. Nicolau não entende bem o que o professor quer com ele. Flores explica que se interessa por pessoas que não se conformam com a realidade que vivem e ressalta que tem grandes planos. Flores pede para Nicolau não contar a ninguém sobre os encontros deles. Os dois combinam de conversar mais vezes. Filomena coloca a mesa do café da manhã, mas Sancha não gosta. Tito encontra Ajuricaba na Praça do Enforcado e pergunta se há novidades sobre o assassinato de Dirce. Ajuricaba afirma que não há pista alguma. Tito visita Karina na loja dela. Karina entrega um envelope com seus documentos para Tito, que afirma que eles precisam ter uma conversa séria. Iara entrega o convite enviado por Madame Durrel para Clorís. Clorís afirma que, embora seu nome não esteja no convite, vai ao evento. Tito explica para Karina que não pode se casar enquanto não quitar a dívida que tem com a mãe dele. Eleonora manda Arminda convidar Lincon, Patrícia e Dr. Flores para recepção. Joca vai para casa de Dr. Flores disfarçado para não ser reconhecido pelas ruas. Nicolau anda a cavalo na fazenda de seu pai. Joca caminha para a casa de Flores e vê Arminda no sentido contrário. Os dois se olham tensos.

  17. Capítulo

  18. 28/05: Joca vê Arminda saindo da casa de Flores. Joca tenta falar com Arminda, mas ela se afasta rapidamente e ele não o acompanha. Sílvio e Tito entram no avião para fazer uma decolagem e Nicolau invade a pista e cavalga por ela. Tito vai até Nicolau e pede que ele se retire da pista. Nicolau afirma que a propriedade onde está é de sua família e deixa claro que o processo judicial ainda não acabou. Karina conta a Zuleide que o problema dela é Clorís. Zuleide aconselha Karina a não aceitar essa história de promessa feita para mãe e ir à luta. O avião passa próximo à cabeça de Nicolau e levanta vôo. Flores recebe Arminda em sua casa. Arminda convida o professor em nome de Madame Durrel para recepção que ela vai oferecer. Flores diz a Arminda que se estiver se sentindo bem no dia do evento, vai aparecer por lá. Lincon diz a Ellen que vai à recepção, pois, como jornalista, não pode perder a oportunidade de conhecer Madame Durrel. Ellen fica revoltada com a decisão do jornalista. Ajuricaba fala para Virgínia que não tem nenhuma pista sobre o assassinato de Dirce. Sônia diz a Ajuricaba que precisa fazer um trabalho de casa junto com André. Joca vê Arminda saindo da casa de Flores. Em discurso, Érico afirma que tudo o que está sendo falado sobre Nicolau é para desmoralizá-lo. Nicolau beija Lílian, que se desvencilha para evitar que Beatriz os veja. Arminda conta a Eleonora e Teixeira que se surpreendeu com a educação e elegância de Dr. Flores. Joca conta ao professor que tentou grampear o telefone de Madame Durrel, mas por conta de um acidente não conseguiu. Clorís fala para Tito que, pensando bem, acha que o resort não é algo tão ruim pra Ribeirão. Tito afirma que não vai à recepção. Clorís avisa ao filho que vai ao evento. Teixeira explica a Eleonora que um operário lhe disse que não entende como a clarabóia quebrou sem peso sobre ela. O advogado avisa Eleonora que está tudo pronto para eles executarem o plano. Diana/Tião guia turistas pela Praça do Enforcado. Ari diz a Filomena que quer dar um quadro com a figura do enforcado pintado por Querêncio para Madame Durrel. Guilherme fala pra Carlos que vai dar um jeito de descobrir a verdade sobre Diana/Tião. Diana/Tião compra três sanduíches no Agito Colonial com o dinheiro que ganhou dos turistas. Lílian e Nicolau transam. Nicolau conta a Lílian que sua ex-mulher o odeia e faz de tudo para afastá-lo do filho. Carmem fala para Filomena que não conseguiu entrevistar o delegado. Romeu sai do botequim Já Era, mas Querêncio continua bebendo. Joca liga para Arminda e pede desculpas pelo acidente. Arminda, furiosa, o manda se afastar. Ao voltar para casa, Romeu é raptado por dois mascarados. Romeu é trancado num carro, encapuzado, e levado pra um galpão. Uma voz o instrui a tirar as calças.

  19. Capítulo

  20. 31/05: Ajuricaba fala que vai investigar o caso. Atordoado, Romeu diz que não vai tirar as calças, alegando que macho não faz isso. Joca confere a gravação da ligação que fez para Arminda. Joca conta a Léia que deixou um gravador no quadro do escritório da Patrimônio Eterno. Karina e Tito discutem por causa de casamento. Beatriz aconselha Nicolau a agir como um homem galante em vez de pedir desculpas a Érico. Sereno conta a Flores que Ajuricaba o interrogou. Romeu, com o olhar assustado, diz a Querêncio que precisa falar com ele. Romeu diz a Sancha e a Querêncio que não pode explicar o que aconteceu e afirma que o melhor que pode fazer é ficar calado.. Querêncio e Sancha ficam preocupados. Karina chora por seu casamento ter sido adiado indefinidamente e Célia a consola. Karina revela a mãe que vai lutar por Tito. Tito e Filomena dividem um chope. Os dois sorriem. Filomena chega e vê Querêncio com uma garrafa de cachaça que encontrou na casa de Sancha e Romeu. Filomena fala pra Querêncio que Ari ofereceu uma boa quantia para ele pintar um quadro com o enforcado. Romeu conta a Sancha o que houve e ela insiste para que o marido dê queixa. Joca ouve a conversa que teve com Arminda. Léia diz ao filho que ele está apaixonado pela mulher que pode ser a assassina. Diana/Tião assiste Tito, Newton e Iara praticando kitesurf. Guilherme pega um pedaço de bolo para levar pra Diana/Tião. Ajuricaba fica furioso ao ler na Folha da Corredeira uma manchete dizendo que a polícia continua sem pistas sobre o crime. Filomena acompanha Querêncio até o ateliê de seu Artur. Filomena lembra o pai de que ele não deve falar para ninguém a história que Romeu contou. Romeu conta a Ajuricaba que foi levado para um lugar muito escuro por alguns homens que tiraram suas calças e o largaram perto da Praça do Enforcado. Romeu confessa que não estava bêbado e que não conseguiu ver os homens, pois estavam encapuzados. Ajuricaba fala que vai investigar o caso. Léia encontra Dr. Flores na Praça do Enforcado e fica animada. Joca ouve Bruno ao telefone dando ordens. Joca ouve Arminda e Eleonora conversando sobre os preparativos da festa. Lincon diz a Flores que está cutucando o delegado para ver se consegue uma substituição. O jornalista pede ao professor para acompanhá-lo até a delegacia, como amigo. Diana/Tião chega à barraca e encontra a sacola com o bolo pendurada. Ela/ele come, se certifica de que não há ninguém por perto e vai tomar banho no rio. Guilherme observa tudo de longe. Diana/Tião tira a roupa e Guilherme vê que Diana/Tião é uma menina.

  21. Capítulo

  22. 01/06: Karina recebe flores de Tito. Surpreso após descobrir que Tião é uma menina, Guilherme a observa tomar banho no rio. Érico comunica a Nicolau que o destituiu dos cargos que ocupava nas empresas da família. Nicolau diz ao pai que vai pedir desculpas a Ari Jumento para que a ideia de sua destituição e renúncia seja esquecida. Érico afirma que ele pode voltar a ocupar os cargos de diretor nas empresas, mas precisa renunciar à suplência de senador. Nicolau fica furioso e avisa ao pai que ele perdeu uma oportunidade de acordo. Ajuricaba não gosta de saber que Lincon veio acompanhando Flores à delegacia. Romeu conta a Querêncio que a polícia duvidou de sua história. Ari experimenta um paletó novo. Ajuricaba recepciona Flores e afirma que como Lincon não é seu advogado não poderá estar presente em seu depoimento. Larissa, meia irmã de Beatriz, chega à fazenda de Érico. Beatriz apresenta Larissa a Lílian e conta à irmã que a jovem é amante de Nicolau. Flores, em depoimento, afirma ao delegado que a única hipótese sobre a morte de Dirce é a de que ela foi vítima de um crime político, alegando que alguém que queria atingi-lo resolveu matar sua mulher. Joca substitui a fita do gravador que instalou no quadro de telefones. Arminda sugere a Bruno que os responsáveis pelos atrasos da obra sejam demitidos. Karina recebe flores de Tito. Diana observa paraquedistas saindo do avião. Guilherme mente a Carlos que não conseguiu descobrir o segredo de Tião. Joca manda Léia ouvir a fita e anotar tudo o que for suspeito. Flores conta a Lincon que em seu depoimento inverteu a situação, porque fez perguntas e não respondeu as que foram feitas a ele. Impaciente, Sônia aguarda André no Agito Colonial. Os dois começam a discutir por causa dos pais, mas se dão conta de que precisam fazer o trabalho e se concentram. André elogia Sônia, que fica desconcertada. Os olhares dos dois se cruzam, mas logo eles desviam, com vergonha. Querêncio mostra o quadro que pintou a Ari. Ari paga Querêncio e o agradece. Querêncio vai ao Já Era, fala pra Alfredo que vai pagar o que está devendo e diz a todos que estão no botequim que hoje a bebida é por sua conta. Querêncio conta o que aconteceu com Romeu e pede pra ninguém comentar o caso. Joca pede para Léia ir à casa de Sancha para descobrir sobre o sequestro de Romeu. Romeu pergunta a Léia como o povo ficou sabendo de sua história. Sônia e André não terminam o trabalho e acabam discutindo. Lincon manda Carmem apurar o caso de Romeu. Célia aconselha Karina a se arrumar e ir à recepção sem Tito. Arminda se lembra do dia em que Joca caiu em seu banheiro. Arminda, Teixeira e Eleonora, muito elegantes, aguardam os convidados.

  23. Capítulo

  24. 02/06: Arminda apresenta Flores a Eleonora. Tio entra no quarto de Karina. Ela diz que não se sente a vontade pra ir à casa de Ellen e Sílvio, porque todos achavam que eles iam casar em breve. Karina diz a Tito que ficaria feliz se o namorado convencesse a mãe dele a oferecer um jantar à sua família, mas pede para ele não deixar Clorís saber que isso foi ideia dela. Bruno apresenta Célia a Eleonora e a Teixeira. O olhar entre Célia e Teixeira indica um discreto interesse. Marisa dança na boate, enquanto Querêncio caminha trôpego e atrapalha os outros clientes do bordel. Sancha aconselha Romeu a falar com Carmem, pois ela garantiu que vai publicar o que ele disser. Eleonora comenta com Arminda que elas podiam fazer um convênio com a empresa de Tito. Eleonora cumprimenta Érico, que afirma que seu empreendimento é a salvação de Ribeirão do Tempo. Joca observa a movimentação do Solar de longe.Romeu aceita dar entrevista para Carmem a fim de esclarecer os fatos. Marisa vai até Querêncio e dá uma bronca nele. Ela fala que o artesão havia prometido não aparecer mais na boate bêbado. Arminda apresenta Ari a Eleonora. Ari anuncia a todos da festa que trouxe uma lembrança para Madame Durrel. Ele afirma que todos conhecem a história do enforcado, mas ninguém sabe como é o rosto dele. Eleonora rasga o papel e todos vêem as feições do enforcado pintados num quadro. Nicolau afirma que a figura do enforcado lembra Nasinho. Querêncio explica a Marisa que pensou no sujeito mais safado da cidade pra pintar o enforcado. Nasinho fica furioso com as gozações. Arminda diz aos convidados que em breve Ribeirão vai ter o maior resort do Brasil. Flores chega à recepção. Tião/Diana vê Bill andando pela floresta e fica amedrontada. Carlos diz a Guilherme que eles têm que descobrir qual é o segredo de Tião/Diana. Newton fala para Ellen que devia ter casado com ela. Ellen fica pensativa. Tito, Sílvio, Newton e Iara conversam sobre a instalação do resort na cidade. Arminda apresenta Flores a Eleonora. Flores deixa claro para Eleonora que vai fazer o possível para que ela não consiga realizar seus objetivos, mas ressalta que não é nada pessoal. Joca explica a Léia que o professor foi à recepção, porque, certamente, tem algum plano. Ele revela à mãe que Flores está recebendo mensagens misteriosas. Carmem escreve uma matéria sobre o sequestro de Romeu. Querêncio insiste em dormir com Marisa, mas ela afirma que nada vai acontecer com ele bêbado. Marisa liga pra Filomena e avisa que Querêncio está querendo gastar todo o dinheiro que ganhou. Clorís e Flores conversam, entrosados. Nicolau diz a Arminda que quer jantar com ela. Nicolau avisa a Flores que vai à casa dele. Érico diz a Ari que vai apoiar sua candidatura. Nicolau pergunta a Ari se ele tem tempo para uma conversa.

  25. Capítulo

  26. 03/06: Ellen fica desconfiada por Guilherme ter saído cedo de casa. Nicolau pede desculpas a Ari, que abre um grande sorriso e diz que o perdoa. Vírgilio se insinua para Clorís, que dá um fora elegante nele. Nicolau conta a Nasinho que Arminda deu em cima dele. Nasinho ameaça Querêncio e diz que ele vai pagar pela brincadeira que fez. Nasinho e Nicolau tentam tirar Querêncio da boate a força. Há confusão generalizada. Joca sonha que dois homens com capuzes agarram Arminda, mas ele chega a tempo e a salva. No sonho, Joca leva Arminda até sua casa pra tomar banho e, de repente, surge alguém de tolha com capuz em seu quarto. O detetive vê que não é Arminda e sim Romeu e acorda assustado. Guilherme vai até a barraca de Diana/Tião e a desafia, a mandando tirar o boné. Ele a segura e afirma que sabe que ela não é homem. Diana não resiste chora. Guilherme fica confuso, sem saber o que fazer. Ellen fica desconfiada por Guilherme ter saído cedo de casa. Diana revela seu verdadeiro nome pra Guilherme e garante que um dia vai contar toda sua história pra ele. Beatriz e Érico se desentendem ao falarem sobre Nicolau. Beatriz percebe o machucado no rosto de Nicolau, que conta que se meteu numa confusão na boate. Érico diz a Nicolau que ele não tem vocação para política e afirma que não o quer mais como seu suplente. Nicolau afirma que não vai renunciar. Beatriz pede para Érico esquecer essa história e joga na cara do marido que no início da carreira ele se valeu da herança de seu pai. Beatriz diz a Érico que se ele não parar com a perseguição contra Nicolau vai se dar muito mal. Eleonora fala para Arminda que um namorado ia fazer muito bem a ela. Romeu fica furioso com a matéria publicada sobre seu sequestro na Folha da Corredeira, que tem um título irônico. Sônia liga para André e fala que acha que eles não devem se influenciar pelo clima ruim que existe entre seus pais. Os dois marcam para terminar o trabalho no Agito Colonial. Clorís não aceita dar um jantar para Karina e seus pais. Ajuricaba se surpreende ao ver Joca na casa de Flores e pergunta o que ele está fazendo lá.

  27. Capítulo

  28. 04/06: Rola um clima e André beija Sônia. Joca explica a Ajuricaba que visita o professor de vez em quando como amigo. Ajuricaba avisa que investigação é trabalho da polícia. Flores diz a Ajuricaba que Joca está apenas lhe ajudando a organizar alguns assuntos particulares. Flores conta para o delegado que é o único herdeiro dos bens de Dirce. Ajuricaba diz ao professor que o mais intrigante no assassinato de Dirce é não ser possível identificar um motivo para o crime. Carlos desconfia de Guilherme, que finge não ligar para Tião/Diana. Guilherme fala para Diana que a qualquer hora a prefeitura vai invocar com o fato de ela se passar por guia turístico. Guilherme chama Diana pra lanchar no Agito Colonial. Carlos vê os dois e quase briga com Diana/Tião. Flores fala para Joca que eles precisam ficar atentos a possíveis suspeitos. Ajuricaba pede para Marta descobrir alguma ilegalidade na vida de Joca. Lincon manda Carmem ficar em cima do delegado para conseguir uma entrevista. Ellen e Patrícia conversam sobre a poluição que as obras do resort estão trazendo para a cidade. Arminda lembra do dia em que Joca caiu em seu banheiro. Ela, afinal, se resolve, pega um papel e escreve um bilhete. Joca recebe o bilhete em que ela pede para ele ir a seu escritório depois do expediente. Arminda pede a demissão sumária de dez pessoas da equipe de Bruno e alega que essa é a única forma dos prazos serem cumpridos.Tito confessa a Sílvio que tem medo de perder Karina. Clorís diz a Vírgilo que as projeções que ele e Tito lhe apresentaram eram muito diferentes da realidade da empresa. Karina fala a Zuleide que vai se impor. Sônia conta para a mãe que vai fazer trabalho com André e pede para ela não contar a Ajuricaba. André propõe a Sônia que eles estudem na beira do rio, porque o Agito Colonial é muito barulhento. André e Sônia terminam o trabalho. Ambos admitem que o outro é bem diferente do que imaginavam. Rola um clima e André beija Sônia, que se afasta e vai embora. Joca dá mais fitas para Léia transcrever. Marisa conta a Heleninha que a confusão na boate vai lhe custar caro. Heleninha aconselha Marisa a se envolver com homens bacanas e que tenham dinheiro. Lílian se insinua para Nicolau, que afirma que tem um compromisso político. Sereno vê Nicolau entrando na casa do professor. Flores diz a Nicolau que vê um futuro brilhante pra ele. Nicolau conta que refletiu sobre a questão do abismo, que leva ao futuro. Flores explica ao filho do senador que se algo não for feito, a humanidade vai desaparecer e o mundo vai acabar. O professor fala que as pessoas inconformadas com a realidade vão fazer uma revolução. Ele dá a entender a Nicolau que, se for preciso, ele deve se livrar de Érico. Joca pede, mais uma vez, desculpas a Arminda, que acaba não resistindo e o beijando.

  29. Capítulo

  30. 07/06: André elogia Sônia. Surpreso após descobrir que Tião é uma menina, Guilherme a observa tomar banho no rio. Érico comunica a Nicolau que o destituiu dos cargos que ocupava nas empresas da família. Nicolau diz ao pai que vai pedir desculpas a Ari Jumento para que a ideia de sua destituição e renúncia seja esquecida. Érico afirma que ele pode voltar a ocupar os cargos de diretor nas empresas, mas precisa renunciar à suplência de senador.. Nicolau fica furioso e avisa ao pai que ele perdeu uma oportunidade de acordo. Ajuricaba não gosta de saber que Lincon veio acompanhando Flores à delegacia. Romeu conta a Querêncio que a polícia duvidou de sua história. Ari experimenta um paletó novo. Ajuricaba recepciona Flores e afirma que como Lincon não é seu advogado não poderá estar presente em seu depoimento. Larissa, meia irmã de Beatriz, chega à fazenda de Érico. Beatriz apresenta Larissa a Lílian e conta à irmã que a jovem é amante de Nicolau. Flores, em depoimento, afirma ao delegado que a única hipótese sobre a morte de Dirce é a de que ela foi vítima de um crime político, alegando que alguém que queria atingi-lo resolveu matar sua mulher. Joca substitui a fita do gravador que instalou no quadro de telefones. Arminda sugere a Bruno que os responsáveis pelos atrasos da obra sejam demitidos. Karina recebe flores de Tito. Diana observa paraquedistas saindo do avião. Guilherme mente a Carlos que não conseguiu descobrir o segredo de Tião. Joca manda Léia ouvir a fita e anotar tudo o que for suspeito. Flores conta a Lincon que em seu depoimento inverteu a situação, porque fez perguntas e não respondeu as que foram feitas a ele. Impaciente, Sônia aguarda André no Agito Colonial. Os dois começam a discutir por causa dos pais, mas se dão conta de que precisam fazer o trabalho e se concentram. André elogia Sônia, que fica desconcertada. Os olhares dos dois se cruzam, mas logo eles desviam, com vergonha. Querêncio mostra o quadro que pintou a Ari. Ari paga Querêncio e o agradece. Querêncio vai ao Já Era, fala pra Alfredo que vai pagar o que está devendo e diz a todos que estão no botequim que hoje a bebida é por sua conta. Querêncio conta o que aconteceu com Romeu e pede pra ninguém comentar o caso. Joca pede para Léia ir à casa de Sancha para descobrir sobre o sequestro de Romeu. Romeu pergunta a Léia como o povo ficou sabendo de sua história. Sônia e André não terminam o trabalho e acabam discutindo. Lincon manda Carmem apurar o caso de Romeu. Célia aconselha Karina a se arrumar e ir à recepção sem Tito. Arminda se lembra do dia em que Joca caiu em seu banheiro. Arminda, Teixeira e Eleonora, muito elegantes, aguardam os convidados.

  31. Capítulo

  32. 08/06: Arminda apresenta Ari a Eleonora. Tio entra no quarto de Karina. Ela diz que não se sente a vontade pra ir à casa de Ellen e Sílvio, porque todos achavam que eles iam casar em breve. Karina diz a Tito que ficaria feliz se o namorado convencesse a mãe dele a oferecer um jantar à sua família, mas pede para ele não deixar Clorís saber que isso foi ideia dela.. Bruno apresenta Célia a Eleonora e a Teixeira. O olhar entre Célia e Teixeira indica um discreto interesse. Marisa dança na boate, enquanto Querêncio caminha trôpego e atrapalha os outros clientes do bordel. Sancha aconselha Romeu a falar com Carmem, pois ela garantiu que vai publicar o que ele disser. Eleonora comenta com Arminda que elas podiam fazer um convênio com a empresa de Tito. Eleonora cumprimenta Érico, que afirma que seu empreendimento é a salvação de Ribeirão do Tempo. Joca observa a movimentação do Solar de longe. Romeu aceita dar entrevista para Carmem a fim de esclarecer os fatos. Marisa vai até Querêncio e dá uma bronca nele. Ela fala que o artesão havia prometido não aparecer mais na boate bêbado. Arminda apresenta Ari a Eleonora. Ari anuncia a todos da festa que trouxe uma lembrança para Madame Durrel. Ele afirma que todos conhecem a história do enforcado, mas ninguém sabe como é o rosto dele. Eleonora rasga o papel e todos vêem as feições do enforcado pintados num quadro. Nicolau afirma que a figura do enforcado lembra Nasinho. Querêncio explica a Marisa que pensou no sujeito mais safado da cidade pra pintar o enforcado. Nasinho fica furioso com as gozações. Arminda diz aos convidados que em breve Ribeirão vai ter o maior resort do Brasil. Flores chega à recepção. Tião/Diana vê Bill andando pela floresta e fica amedrontada. Carlos diz a Guilherme que eles têm que descobrir qual é o segredo de Tião/Diana. Newton fala para Ellen que devia ter casado com ela. Ellen fica pensativa. Tito, Sílvio, Newton e Iara conversam sobre a instalação do resort na cidade. Arminda apresenta Flores a Eleonora. Flores deixa claro para Eleonora que vai fazer o possível para que ela não consiga realizar seus objetivos, mas ressalta que não é nada pessoal. Joca explica a Léia que o professor foi à recepção, porque, certamente, tem algum plano. Ele revela à mãe que Flores está recebendo mensagens misteriosas. Carmem escreve uma matéria sobre o sequestro de Romeu. Querêncio insiste em dormir com Marisa, mas ela afirma que nada vai acontecer com ele bêbado. Marisa liga pra Filomena e avisa que Querêncio está querendo gastar todo o dinheiro que ganhou. Clorís e Flores conversam, entrosados. Nicolau diz a Arminda que quer jantar com ela. Nicolau avisa a Flores que vai à casa dele. Érico diz a Ari que vai apoiar sua candidatura. Nicolau pergunta a Ari se ele tem tempo para uma conversa.

  33. Capítulo

  34. 09/06: Nicolau afirma que não vai renunciar. Nicolau pede desculpas a Ari, que abre um grande sorriso e diz que o perdoa. Vírgilio se insinua para Clorís, que dá um fora elegante nele. Nicolau conta a Nasinho que Arminda deu em cima dele. Nasinho ameaça Querêncio e diz que ele vai pagar pela brincadeira que fez. Nasinho e Nicolau tentam tirar Querêncio da boate a força. Há confusão generalizada. Joca sonha que dois homens com capuzes agarram Arminda, mas ele chega a tempo e a salva. No sonho, Joca leva Arminda até sua casa pra tomar banho e, de repente, surge alguém de tolha com capuz em seu quarto. O detetive vê que não é Arminda e sim Romeu e acorda assustado. Guilherme vai até a barraca de Diana/Tião e a desafia, a mandando tirar o boné. Ele a segura e afirma que sabe que ela não é homem. Diana não resiste chora. Guilherme fica confuso, sem saber o que fazer. Ellen fica desconfiada por Guilherme ter saído cedo de casa. Diana revela seu verdadeiro nome pra Guilherme e garante que um dia vai contar toda sua história pra ele. Beatriz e Érico se desentendem ao falarem sobre Nicolau. Beatriz percebe o machucado no rosto de Nicolau, que conta que se meteu numa confusão na boate. Érico diz a Nicolau que ele não tem vocação para política e afirma que não o quer mais como seu suplente. Nicolau afirma que não vai renunciar. Beatriz pede para Érico esquecer essa história e joga na cara do marido que no início da carreira ele se valeu da herança de seu pai. Beatriz diz a Érico que se ele não parar com a perseguição contra Nicolau vai se dar muito mal. Eleonora fala para Arminda que um namorado ia fazer muito bem a ela. Romeu fica furioso com a matéria publicada sobre seu sequestro na Folha da Corredeira, que tem um título irônico. Sônia liga para André e fala que acha que eles não devem se influenciar pelo clima ruim que existe entre seus pais. Os dois marcam para terminar o trabalho no Agito Colonial. Clorís não aceita dar um jantar para Karina e seus pais. Ajuricaba se surpreende ao ver Joca na casa de Flores e pergunta o que ele está fazendo lá.

  35. Capítulo

  36. 10/06: Tito confessa a Sílvio que tem medo de perder Karina. Joca explica a Ajuricaba que visita o professor de vez em quando como amigo. Ajuricaba avisa que investigação é trabalho da polícia. Flores diz a Ajuricaba que Joca está apenas lhe ajudando a organizar alguns assuntos particulares. Flores conta para o delegado que é o único herdeiro dos bens de Dirce. Ajuricaba diz ao professor que o mais intrigante no assassinato de Dirce é não ser possível identificar um motivo para o crime. Carlos desconfia de Guilherme, que finge não ligar para Tião/Diana. Guilherme fala para Diana que a qualquer hora a prefeitura vai invocar com o fato de ela se passar por guia turístico. Guilherme chama Diana pra lanchar no Agito Colonial. Carlos vê os dois e quase briga com Diana/Tião. Flores fala para Joca que eles precisam ficar atentos a possíveis suspeitos. Ajuricaba pede para Marta descobrir alguma ilegalidade na vida de Joca. Lincon manda Carmem ficar em cima do delegado para conseguir uma entrevista. Ellen e Patrícia conversam sobre a poluição que as obras do resort estão trazendo para a cidade. Arminda lembra do dia em que Joca caiu em seu banheiro. Ela, afinal, se resolve, pega um papel e escreve um bilhete. Joca recebe o bilhete em que ela pede para ele ir a seu escritório depois do expediente. Arminda pede a demissão sumária de dez pessoas da equipe de Bruno e alega que essa é a única forma dos prazos serem cumpridos. Tito confessa a Sílvio que tem medo de perder Karina. Clorís diz a Vírgilo que as projeções que ele e Tito lhe apresentaram eram muito diferentes da realidade da empresa. Karina fala a Zuleide que vai se impor. Sônia conta para a mãe que vai fazer trabalho com André e pede para ela não contar a Ajuricaba. André propõe a Sônia que eles estudem na beira do rio, porque o Agito Colonial é muito barulhento. André e Sônia terminam o trabalho. Ambos admitem que o outro é bem diferente do que imaginavam. Rola um clima e André beija Sônia, que se afasta e vai embora. Joca dá mais fitas para Léia transcrever. Marisa conta a Heleninha que a confusão na boate vai lhe custar caro. Heleninha aconselha Marisa a se envolver com homens bacanas e que tenham dinheiro. Lílian se insinua para Nicolau, que afirma que tem um compromisso político. Sereno vê Nicolau entrando na casa do professor. Flores diz a Nicolau que vê um futuro brilhante pra ele. Nicolau conta que refletiu sobre a questão do abismo, que leva ao futuro. Flores explica ao filho do senador que se algo não for feito, a humanidade vai desaparecer e o mundo vai acabar. O professor fala que as pessoas inconformadas com a realidade vão fazer uma revolução. Ele dá a entender a Nicolau que, se for preciso, ele deve se livrar de Érico. Joca pede, mais uma vez, desculpas a Arminda, que acaba não resistindo e o beijando.

  37. Capítulo

  38. 11/06: Ajuricaba conta a Marta que quer se aposentar. Heleninha se despede de Érico, com discrição. Ela pergunta por que ele não lhe dá a casa onde eles se encontram, já que o imóvel está vazio. Érico garante que vai dar a casa a ela. Flores fala ao telefone que vai provar que, na prática, o movimento é possível. Arminda demora a acreditar que ela e Joca transaram e, quando se dá conta do que aconteceu, manda o detetive embora. Arminda pede para Joca esquecer o que aconteceu entre eles. Karina conta para Célia que acha que Clorís recusou o pedido de Tito de organizar um jantar para ela e sua família. Karina liga para a pousada e Tito manda Iara dizer que ele saiu. Nicolau transa com Lílian e deixa claro que eles partilham a cama, não a vida. Flores digita no computador um texto em que afirma que a revolução está em curso e ninguém vai ser capaz de detê-la. Léia, Sancha, Romeu e Querêncio jogam cartas. Arminda confessa a Eleonora que está preocupada com a ação que Dr. Flores está movendo contra a empresa. Teixeira diz que se a liminar sair, é possível recorrer. Clorís encontra Flores na praça e o cumprimenta sorridente. Flores a convida para passar em sua casa no fim da tarde. Beatriz conta a Larissa que vai tomar partido de Nicolau. Nicolau diz a Érico que está disposto a renunciar e deixa o pai surpreso. Bruno explica a Célia que Arminda exigiu que ele demitisse alguns funcionários e ressalta que se indispor com ela é correr um grande risco profissional. Célia aconselha o marido a falar com Teixeira. Bruno diz a Teixeira que Célia o convidou para jantar. Bruno conta a Teixeira sobre a ordem que Arminda o mandou cumprir. A manchete “Quem matou Dona Dirce?” estampa a primeira página de mais uma edição da Folha da Corredeira. André liga para Sônia e, quando os dois estão marcando de se encontrar, Ajuricaba chama a filha, que se assusta e desliga o telefone. Furioso, Ajuricaba diz a Carmem que não vai dar entrevista. Lincon afirma que vai continuar insistindo, até o delegado perder o controle. Ajuricaba conta a Marta que quer se aposentar o quanto antes. Eleonora pede para Bruno expor seus argumentos sobre a decisão de Arminda. Joca vai até a casa de Romeu para saber sobre o sequestro, mas Romeu fica furioso e obriga o detetive a ir embora. Arminda chega ao escritório da Patrimônio Eterno e fica surpresa ao ver Eleonora, Teixeira e Bruno reunidos. Eleonora explica que Bruno lhe apresentou argumentos consistentes para não demitir seus funcionários. Arminda fala que há um cronograma a ser cumprido e não há tempo para sentimentalismos. Tito vai até a loja de Karina e explica que o jantar não vai acontecer. Karina diz ao noivo que talvez seja melhor cada um deles seguir o seu caminho. Clorís vai à casa de Flores. Ela se dá conta de que ele colocou a mão em seu joelho e fica surpresa.

  39. Capítulo

  40. 14/06: Clorís vai à casa de Flores. Heleninha se despede de Érico com discrição. Ela pergunta por que ele não dá a casa onde eles se encontram pra ela, já que vive vazia. Érico garante que vai dar uma casa a ela. Flores fala ao telefone que vai provar que, na prática, o movimento é possível. Arminda demora a acreditar que ela e Joca transaram e quando se dá conta do que aconteceu manda o detetive ir embora. Arminda pede pra Joca esquecer o que aconteceu entre eles.. Karina conta para Célia que acha que Clorís recusou o pedido de Tito. Karina liga para a pousada e Tito manda Iara dizer que ele teve que sair. Nicolau transa com Lílian e deixa claro que eles partilham a cama, não a vida. Flores digita no computador um texto em que afirma que a revolução está em curso e ninguém vai ser capaz de detê-la. Léia, Sancha, Romeu e Querêncio jogam cartas. Arminda confessa a Eleonora que está preocupada com a ação que Dr. Flores está movendo contra a empresa. Teixeira diz que se a liminar sair é possível recorrer. Clorís encontra Flores na praça e o cumprimenta sorridente. Flores a convida para passar em sua casa no fim da tarde. Beatriz conta pra Larissa que vai tomar partido de Nicolau. Nicolau diz a Érico que está disposto a renunciar e deixa o pai surpreso. Bruno explica para Célia que Arminda exigiu que ele demitisse alguns funcionários e ressalta que se indispor com ela é correr um grande risco. Célia aconselha o marido a falar com Teixeira. Bruno diz a Teixeira que Célia o convidou pra jantar qualquer noite dessas. Ele fala também, sobre a ordem que Arminda mandou ele cumprir. A manchete “Quem matou Dona Dirce?” estampa a primeira página de mais uma edição da Folha da Corredeira. André liga pra Sônia e quando os dois estão marcando de se encontrar, Ajuricaba chama a filha, que se assusta e desliga o telefone. Furioso, Ajuricaba diz a Carmem que não vai dar entrevista nenhuma. Lincon afirma que vai continuar insistindo, até o delegado perder o controle. Ajuricaba conta para Marta que quer se aposentar o quanto antes. Eleonora pede pra Bruno expor seus argumentos sobre a decisão de Arminda. Joca vai até a casa de Romeu para saber sobre o sequestro, mas Romeu fica furioso e obriga o detetive a ir embora. Arminda chega ao escritório da Patrimônio Eterno e fica surpresa ao ver Eleonora, Teixeira e Bruno reunidos. Eleonora explica que Bruno lhe apresentou argumentos consistentes pra não demitir seus funcionários. Arminda fala que há um cronograma a ser cumprido e não há tempo pra sentimentalismos. Tito vai até a loja de Karina e explica que o jantar não vai acontecer. Karina fala para o noivo que talvez seja melhor cada um deles seguir o seu caminho. Clorís vai à casa de Flores. Ela se dá conta de que ele colocou a mão em seu joelho e fica surpresa.

  41. Capítulo

  42. 15/06: Carlos provoca Tião/Diana. Clorís aceita tomar vinho com Flores. Tito briga com Karina, que afirma que não vai continuar noiva dele sem saber quando será o casamento. Tito chama Karina de prepotente. Os dois discutem muito e uma cliente sai da loja de Karina sem comprar nada. Ambos dizem, um para o outro, que não suportam mais a situação. Karina diz a Tito que se ele for embora, não deve procurá-la mais. Tito sai. Clorís e Flores brindam. Flores seduz Clorís, que fica retraída. Flores tenta agarrar Clorís, mas ela se esquiva. Clorís diz a Flores que não está preparada para se envolver com alguém. O professor afirma que não vai desistir dela. Zuleide fala a Karina que tem certeza de que Tito vai voltar atrás. Sereno vai visitar Flores e vê Clorís saindo do casarão. Arminda fica furiosa por ter sido desautorizada a demitir funcionários e logo confessa que entendeu por que Eleonora ficou do lado de Bruno. Eleonora admite que ficou com medo da possibilidade de demitir seu próprio filho. Marta manda Joca tomar cuidado, porque Ajuricaba está irritado com ele. Arminda passa de braços dados com Teixeira em frente a Joca e o despreza. Joca observa frustrado. Ele ainda tenta ser percebido, mas Arminda o ignora. Guilherme chama Diana para ir até sua casa. Virgílio observa Clorís se banhar na piscina e puxa assunto com ela, que o trata com indiferença. André vai até a casa de Sônia, percebe que ela está sozinha e pula a janela. De início, Sônia fica desesperada, mas os dois acabam se beijando. Ari pede para Virgínia trabalhar até mais tarde, mas ela alega que tem família e não pode. Carlos vai até a casa de Guilherme e desconfia quando o amigo diz que Tião está tomando banho e prefere que ninguém entre no quarto. Carlos provoca Tião/Diana. Célia diz a Bruno que ele tem que se aproximar de Teixeira, pois foi o advogado quem convenceu Madame Durrel a ficar do lado dele. Arminda diz a Teixeira que não gostou de ele ter intermediado a conversa entre Bruno e Eleonora. Teixeira deixa claro que é advogado particular de Madame Durrel e só deve satisfações a ela. Célia liga pra Teixeira e o convida para jantar em sua casa. Tito diz a Clorís que, por causa dela, Karina rompeu com ele. Virgínia chega em casa e Sônia e André estão no maior amasso no quarto. André se esconde embaixo da cama de Sônia. Começa a chover forte em Ribeirão do Tempo. Pessoas que estão dentro de um carro observam Ari atravessar a praça. Tito convida Filomena para tomar um chope com ele. Um carro se aproxima de Ari e dois homens encapuzados o agarram. Ari pede socorro, mas é arrastado para dentro do carro.

  43. Capítulo

  44. 16/06: Diana troca um olhar preocupado com Guilherme. Ari tenta convencer os dois homens a soltarem ele. Os bandidos entram com Ari em um galpão. Ari é obrigado a arriar as calças. Ele tira as calças e deixa cair maços de notas que estavam escondidos em sua cueca. Tito bebe caipirinha e Filomena, um chope. Os dois conversam. Tito oferece uma carona a Filomena, que não tem como recusar. André continua embaixo da cama, sem saber o que fazer. Ajuricaba chega e cumprimenta a filha e a esposa, sem paciência. Ajuricaba vai pegar um casaco para Sônia, que não para de espirrar. André, que já estava abrindo a janela pra ir embora, corre e se esconde debaixo da cama de novo. Sônia tenta controlar o nervosismo. Sílvio diz a Diana/ Tião que se a chuva não parar, ele a/o leva em casa. Diana troca um olhar preocupado com Guilherme. Célia diz a Karina que ela pode acabar perdendo Tito de vez. Tito e Filomena batem papo. Os bandidos tiram o capuz de Ari e o jogam para fora do carro, em uma rua deserta. Joca passa de carro e dá carona a Ari. Joca leva Ari à delegacia e pergunta a Marta que providências a polícia vai tomar. Preocupada com a demora do filho, Patrícia liga para André. O telefone de André toca e Ajuricaba comenta com Sônia que ouviu um barulho vindo do quarto dela. Ajuricaba está indo para o quarto da filha, quando seu telefone toca na sala. Ele volta para atender. Marta conta o que aconteceu com Ari e Ajuricaba segue para a delegacia. Bruno fica preocupado ao ouvir de Karina que ela e Tito ainda vão ser muito felizes juntos. Tito e Filomena se olham. Tito a puxa para si e a beija. Antes de ir embora, André diz a Sônia que a ama. Os dois se beijam. Ajuricaba obriga Joca a ir embora da delegacia. Ellen conta a Sílvio que Flores está quase conseguindo a liminar interrompendo as obras do resort. Guilherme avisa aos pais que Tião/Diana vai dormir lá por causa da chuva. Tito para o carro em um lugar deserto. Ele diz a Filomena que eles devem que viver o momento, sem pensar no futuro. Os dois se beijam e ele começa a tirar a blusa dela. Ari presta depoimento. Joca conta sobre o sequestro de Ari para Lincon. Logo depois de acabar de transar com Filomena, Tito se mostra distante. Filomena fica decepcionada.

  45. Capítulo

  46. 17/06: Bill surge diante de Diana. Lincon manda o diagramador abrir espaço para duas fotos na primeira página. Sílvio e Ellen dizem que acham Diana/Tião estranho. Guilherme pede para Diana tirar o boné para ele ver como ela é de verdade. Carmem fotografa Ari saindo da delegacia. Ajuricaba tenta pegar a câmera de Carmem, mas ela consegue escapar. Léia conta a Joca que Arminda queria demitir funcionários da equipe de Bruno, mas não conseguiu. Querêncio está muito nervoso, porque já é tarde e Filomena não chegou em casa. Filomena chega toda feliz e o tranquiliza. Diana sai sem se despedir de Guilherme, que ainda dorme. Bill surge diante de Diana, que leva um susto. Ela dá uma ameixa para ele e corre para sua barraca. Karina fala para Célia que teve um sonho ruim com Tito e que ele não lhe telefonou. A patricinha pede para a mãe ficar na loja, porque ela precisa resolver assuntos pessoais. Ajuricaba fica furioso ao ler a manchete do jornal de Lincon. Ari mostra ao senador Érico a foto dele ao lado de Ajuricaba estampada no jornal. Érico comenta com o prefeito que dá para ver nitidamente que ele estava com a cueca cheia de dinheiro. O senador afirma que os bandidos tem um objetivo político. Clorís e Karina se cumprimentam e disfarçam a antipatia. Clorís pergunta a Karina se a conversa dela e de Tito na noite da tempestade foi produtiva. Karina fica intrigada. Karina abraça e beija Tito mesmo assim. Filomena conta a Carmem sobre o que aconteceu entre ela e Tito. Ari fala ao senador Érico que vai juntar o pessoal assim que chegar à prefeitura. Flores recebe uma ligação misteriosa e combina um encontro. Karina pergunta para Tito onde ele foi na noite anterior. Nicolau encontra Flores no meio de uma floresta e confessa ao professor que decidiu matar o pai, o senador Érico. .

  47. Capítulo

  48. 18/06: André vê Sônia no colégio e diz que está com saudades. Karina insiste em saber onde Tito foi na noite anterior. Tito enrola para responder e acaba dizendo que saiu com Sílvio. Tito diz a Karina que o rompimento mexeu com ele e que, por isso, prefere não transar com ela. Filomena, ainda sem acreditar no que aconteceu entre ela e Tito, conta a Carmem que está apaixonada. Carmem aconselha a amiga a ir com calma. Flores fala para Nicolau que ele não é uma pessoa comum e que só homens fortes podem tomar a decisão de matar o pai. O professor deixa claro que, se Nicolau quiser mesmo ajudá-lo em seus planos, tem que se comprometer com ele. Flores afirma que vale qualquer sacrifício para fazer uma revolução. Nicolau se diz surpreso com a imagem de intelectual sensato que Flores mantém. Érico diz a Beatriz que ainda não está convencido de que Nicolau mudou. Ari fica furioso ao ver que o caso do sequestro já está na internet. Érico diz, diante de vários correligionários, que a cidade de Ribeirão do Tempo não vai se deixar humilhar. Bruno propõe que seja redigida uma nota de protesto contra a violência dos sequestradores. Teixeira fala para Eleonora que os sequestros estão tendo uma enorme repercussão. O advogado tenta convencer Eleonora a repensar as estratégias, mas ela afirma que vai prosseguir, aconteça o que acontecer. André vê Sônia no colégio e diz que está com saudades. Mais tarde, os dois se encontram no beco onde Joca coloca suas escutas e são flagrados pelo detetive. Os dois vão embora assustados. Tito revela a Sílvio que transou com Filomena e teve a certeza de que Karina é a mulher de sua vida. Flores vai até a casa de Joca e Léia o recebe. O professor conta que Joca tem se mostrado um profissional muito competente e pede para Léia avisar ao filho para ir ao seu casarão no dia seguinte. Joca pede para Diana/Tião entregar uma edição da Folha da Corredeira para Arminda e, em troca, oferece um trocado a ela. Arminda lê a notícia do sequestro e vê o nome de Joca grifado em vermelho. Ela olha da janela e vê Joca na praça, acenando. Joca liga para Arminda e pergunta se ela se convenceu de que ele não é um “joão ninguém”. Ela bate com o telefone na cara do detetive. Flores diz a Nicolau que ele tem que agir com cuidado, pois vai cometer um crime. Marisa aconselha Heleninha a fazer greve de sexo até o senador dar o que prometeu a ela: uma casa. Nicolau conta a Flores que o senador mantém um caso com Heleninha há um bom tempo. Diana conta a Guilherme que encontrou Bill na floresta e ficou com medo. Lincon comemora a vendagem do jornal. Nicolau vai até o escritório de Arminda e a convida pra jantar.

  49. Capítulo

  50. 21/06: Flores vai até a casa de Joca e Léia o recebe. Karina insiste em saber onde Tito foi na noite anterior. Tito enrola para responder e acaba dizendo que saiu com Sílvio. Tito diz a Karina que o rompimento mexeu com ele e que, por isso, prefere não transar com ela. Filomena, ainda sem acreditar no que aconteceu entre ela e Tito, conta a Carmem que está apaixonada. Carmem aconselha a amiga a ir com calma. Flores fala para Nicolau que ele não é uma pessoa comum e que só homens fortes podem tomar a decisão de matar o pai.. O professor deixa claro que, se Nicolau quiser mesmo ajudá-lo em seus planos, tem que se comprometer com ele. Flores afirma que vale qualquer sacrifício para fazer uma revolução. Nicolau se diz surpreso com a imagem de intelectual sensato que Flores mantém. Érico diz a Beatriz que ainda não está convencido de que Nicolau mudou. Ari fica furioso ao ver que o caso do sequestro já está na internet. Érico diz, diante de vários correligionários, que a cidade de Ribeirão do Tempo não vai se deixar humilhar. Bruno propõe que seja redigida uma nota de protesto contra a violência dos sequestradores. Teixeira fala para Eleonora que os sequestros estão tendo uma enorme repercussão. O advogado tenta convencer Eleonora a repensar as estratégias, mas ela afirma que vai prosseguir, aconteça o que acontecer. André vê Sônia no colégio e diz que está com saudades. Mais tarde, os dois se encontram no beco onde Joca coloca suas escutas e são flagrados pelo detetive. Os dois vão embora assustados. Tito revela a Sílvio que transou com Filomena e teve a certeza de que Karina é a mulher de sua vida. Flores vai até a casa de Joca e Léia o recebe. O professor conta que Joca tem se mostrado um profissional muito competente e pede para Léia avisar ao filho para ir ao seu casarão no dia seguinte. Joca pede para Diana/Tião entregar uma edição da Folha da Corredeira para Arminda e, em troca, oferece um trocado a ela. Arminda lê a notícia do sequestro e vê o nome de Joca grifado em vermelho. Ela olha da janela e vê Joca na praça, acenando. Joca liga para Arminda e pergunta se ela se convenceu de que ele não é um “joão ninguém”. Ela bate com o telefone na cara do detetive. Flores diz a Nicolau que ele tem que agir com cuidado, pois vai cometer um crime. Marisa aconselha Heleninha a fazer greve de sexo até o senador dar o que prometeu a ela: uma casa. Nicolau conta a Flores que o senador mantém um caso com Heleninha há um bom tempo. Diana conta a Guilherme que encontrou Bill na floresta e ficou com medo. Lincon comemora a vendagem do jornal. Nicolau vai até o escritório de Arminda e a convida pra jantar.

  51. Capítulo

  52. 22/06: Capítulo não disponível.

  53. Capítulo

  54. 23/06: Joca vê Arminda e Nicolau saindo do Solar. Nicolau convida Arminda para jantar. Ela aceita. Flores escreve no computador que a conversa com Nicolau o levou ao delírio. Flores diz a Sereno que precisa que ele faça programa com Heleninha. Sereno fica radiante. Clorís pergunta a Tito sobre a mulher com quem ele esteve na noite do temporal. Os dois acabam discutindo. Clorís liga para Flores e se surpreende com as palavras intensas do professor. Eleonora diz a Teixeira que a única pista que tem para descobrir quem é seu filho é a marca que ele tem nas nádegas. Ela revela a seu advogado que seu filho deve se parecer com o pai, embora não saiba de quem engravidou. Érico encontra com Ajuricaba na prefeitura e afirma que a população e o partido estão cobrando uma solução para o caso dos caça-cuecas. Érico fala para Ari que eles têm que fazer alguma coisa para abafar o avanço oportunista da oposição. Nicolau diz a Teixeira e a Eleonora que está convencido de que o resort vai mudar a vida de Ribeirão. Nicolau elogia Arminda e os dois saem para jantar. Eleonora fala para Teixeira que seria muito bom para os negócios se Arminda e Nicolau se entendessem. Joca vê Arminda e Nicolau saindo do Solar. Guilherme diz a Ellen que vai dormir e sai de casa pela janela. Sílvio chega, vê o filho e o manda voltar e pedir a mãe para sair. Ellen releva a atitude de Guilherme, que desiste de visitar Diana/Tião. Nervosa, Filomena serve Karina e Zuleide. Ela não resiste e pergunta por Tito. Karina não gosta da pergunta. Joca observa, sem ser visto, Arminda e Nicolau no restaurante. Nicolau revela a Arminda que vai largar a política, mas garante que seu pai vai defender a construção do resort. Arminda olha pela janela, vê Joca e se assusta. Sereno vai até a boate e fala para Heleninha que está a fim de um programa. Heleninha não dá bola para Sereno. Carlos vai até a barraca de Diana/Tião. Nicolau conta histórias de sua juventude em Ribeirão a Arminda, que não presta muita atenção. Nicolau chama Arminda para passar a noite com ele em um hotel, mas ela diz que ainda é cedo para um programa desses. Sereno fala para Heleninha que tem muito dinheiro e ela fica interessada. Furioso, Joca segue o carro de Nicolau. Ao se despedir, Nicolau beija Arminda na boca. Joca vê e fica arrasado. Léia, Sancha, Querêncio e Romeu jogam carteado. Arminda sonha que Joca a ameaça quando a vê jantando com Nicolau. Tito vai até a loja de Karina e diz que eles precisam conversar.

  55. Capítulo

  56. 24/06: Eleonora elogia a inteligência de Arminda. Karina percebe que Tito está estranho e fica preocupada. Sereno chega ao casarão do professor e fala para Fátima que vai aguardá-lo na biblioteca. Ellen fala para Sílvio que está achando Guilherme esquisito, mas o marido a tranquiliza. Sílvio conta a Ellen que o movimento está fraco na pousada. Diana conta a Guilherme que Carlos foi visitá-la na noite passada. Guilherme aconselha a amiga a se encontrar com Carlos somente quando ele estiver junto. Diana afirma que não precisa de ninguém para controlar sua vida. Triste, Filomena se lembra da noite que passou com Tito. Sancha percebe que Filomena está desanimada e fala para Querêncio conversar com ela. Filomena não dá trela para o pai. Tito pede para Karina prometer não cobrar nada de ninguém que não seja ele, depois da revelação que fizer. Tito confessa a Karina que transou com Filomena. Beatriz diz a Érico que está tudo organizado para a recepção do prefeito. Érico pede para Lílian convocar a imprensa. O senador conta que no dia do evento vai lançar a candidatura de Ari à reeleição. Ari diz a Virgínia que sua popularidade está em alta por conta do sequestro. Arminda pergunta a Eleonora se ela tem a ver com o caso dos caça-cuecas. Eleonora elogia a inteligência de Arminda, mas pede para ela se concentrar apenas nos negócios do resort. Tito diz a Karina que ele é o culpado pela crise que aconteceu entre eles e afirma que não vai permitir que Filomena seja alvo de vingança. Fora de si, Karina fala que Filomena tem que morrer. Filomena pergunta para Carmem se ela acha que Tito voltou para Karina. Tito diz a Karina que eles se amam e não podem deixar nada atrapalhar a relação. Sereno conta a Flores que foi difícil, mas conseguiu transar com Heleninha. Sereno garante que cumpriu a missão que lhe foi incumbida. Joca liga para Arminda e diz que se a encontrar com Nicolau mais uma vez vai fazer uma besteira. Arminda ameaça chamar a polícia e Joca diz que não quer mais saber dela. Nicolau conta a Nasinho que tem certeza que Arminda vai ceder. Guilherme diz a Carlos que ele não tinha que ter ido visitar Tião sem falar com ele. Carlos estranha a atitude do amigo. Um garoto entrega uma corbelha de flores a Arminda, que lê o cartão escrito por Nicolau e as joga num canto, indiferente. Joca manda Diana descobrir para quem eram as flores que o garoto foi entregar. Diana revela que foi Nicolau quem as mandou. Karina conta para Zuleide sobre seu papo com Tito. Ari chega à recepção e é recebido por correligionários de Érico. Tito vai até o Agito Colonial e pergunta se Filomena tem um tempinho para eles conversarem. Filomena abre um sorriso e diz que sim.

  57. Capítulo

  58. 25/06: Érico lança Ari como candidato a reeleição. Nicolau faz um discurso a favor de Ari e pede para o povo saudar o prefeito. Todos aplaudem e gritam. Karina fala para Zuleide que precisa se vingar de Filomena. Tito diz a Filomena que o que aconteceu entre eles foi um erro e confessa que ama Karina. Filomena tenta segurar o choro e afirma a Tito que vai ficar bem. Joca conta a Flores que tem gravado muitas conversas do pessoal do resort, mas até agora nada indica que o crime é armação de algum deles. Flores revela a Joca que recebeu outra mensagem misteriosa do comando invisível e que ficou claro que eles vão atacar de novo. Érico afirma a Lincon que se eles não virarem sócios da Folha da Corredeira, ele vai abrir outro jornal na cidade para competir com o do jornalista. Tito conta a Silvio que Filomena não fez escândalo algum durante a conversa e isso o comoveu. Filomena está arrasada, mas promete para si mesma que vai aguentar. Érico lança Ari como candidato a reeleição. Um jornalista da capital entrevista o senador. Teixeira avisa Eleonora que está tudo encaminhado para o próximo homem ser capturado. Virgínia conta a Ajuricaba e Marta que o prefeito propôs uma passeata contra os caça-cuecas. Patrícia vai até a redação do jornal e vê Lincon e Carmem conversando muito animados. Ela cumprimenta os dois, que ficam constrangidos. Lincon conta à esposa que o senador continua insistindo na ideia da sociedade. Patrícia examina Carmem, disfarçadamente. Virgílio conduz Iara para o escritório e revela que descobriu todas as falcatruas dela. Zuleide conta a Célia que Tito transou com Filomena. Carmem consola Filomena e diz que espera nunca se meter com homem de outra mulher. Clorís visita Flores e ele a beija. André sai de casa super arrumado e diz à mãe que vai jogar sinuca com amigos. Sônia diz aos pais que vai ao aniversário de uma amiga. Ajuricaba fica encucado. Iara explica para Virgílio que viu a mãe desesperada e acabou desviando dinheiro da pousada, mas afirma que nunca tinha feito isso antes. Virgílio diz a Iara que tem como ajeitar as coisas sem que ninguém perceba mas, para isso, eles têm que se envolver. Diana debocha de Joca, que é ignorado por Arminda.

  59. Capítulo

  60. 28/06: Tito diz a Karina que a ama e os dois se beijam. Arminda conta a Eleonora que Nicolau não a atrai e que prefere trabalhar a namorar. Joca entra em casa revoltado por Nicolau estar investindo em Arminda. Beatriz comenta com Larissa, Lílian e Érico que Nicolau mudou radicalmente. Heleninha conta a Érico que achou uma casa linda. Érico promete que da próxima vez que saírem, eles verão a casa.Flores fala para Nicolau que, socialmente, é importante ter uma namorada.. Nicolau diz a Flores que eles têm que esperar o momento certo para agirem. Bruno fala para Célia que está na cara que Tito não quer casar com Karina. Célia fica furiosa com o marido. Sônia e André trocam juras de amor. Carmem vê os dois no amasso e reage, sem saber o que fazer. Patrícia conta a Lincon que acha que André arrumou uma namoradinha. Patrícia demonstra ter ciúmes de Carmem. Ela e Lincon acabam discutindo. Carmem finge que não tinha visto Sônia e André. Os dois disfarçam e falam que estão procurando uma chave.Querêncio vê Filomena triste e exige que Ari peça desculpas a filha. Filomena observa tudo nervosa e tenta impedir o pai de fazer escândalo. Romeu tira Querêncio do bar. Flores lembra Nicolau que ele tem que preparar um álibi convincente. O professor explica que, para o crime, eles vão usar uma arma guardada há anos que não tem registro. Érico, Beatriz e Larissa tomam champanhe para comemorar a mudança de postura de Nicolau. Ajuricaba pergunta a Sônia se ela está namorando e ressalta que precisa saber com quem ela anda. Karina reclama da demora de Tito, que explica que a conversa com Filomena foi constrangedora. Tito diz a Karina que a ama e os dois se beijam. Karina e Tito jantam com Célia e Bruno. Tito pergunta a Bruno se ele pode conversar com Érico sobre as terras pelas quais os dois estão brigando na justiça. Bruno diz que não, mas Karina e Célia forçam a barra e ele promete que vai falar com o senador. Nicolau vai até a boate. Heleninha e Marisa estranham. Iara lembra da conversa que teve com Virgílio e toma uma decisão. Iara vai até o quarto de Virgílio. Ele a obriga a se soltar. Iara começa a tirar a roupa e Virgílio fica cada vez mais fascinado.

  61. Capítulo

  62. 29/06: Guilherme diz a Diana que quer ajudá-la. Ajuricaba fica possesso ao ler mais uma manchete do Folha da Corredeira cobrando respostas ao assassinato de Dirce. Lincon conta a Ellen que quer a destituição de Ajuricaba da delegacia. Ellen sugere que Lincon lance uma campanha de abaixo-assinado da população pedindo para colocarem o delegado para fora. Sereno diz a Patrícia que quer um livro do Dostoievski. Ajuricaba explica a Marta que na época da ditadura prendeu Lincon cumprindo um mandato que recebeu, mas garante que não o torturou. Larissa diz a Nicolau que está feliz com a reconciliação dele com Érico. Nicolau ouve Érico falando ao telefone com Heleninha. Érico e Heleninha marcam de se encontrar. Sílvio percebe que Iara está angustiada. Zuleide diz a Karina que, enquanto ela não se vingar, vai continuar agoniada. Lincon conta a Carmem que Patrícia disse que ela está perigosamente linda e ele não pôde discordar. Guilherme diz a Carmem que precisa fazer uma pesquisa sobre menores infratores para o colégio. Carmem explica ao sobrinho que todo adolescente que comete uma infração responde pelo crime no Juizado da Infância e Juventude. Eleonora, Arminda e Teixeira dão entrevista a um repórter. Eleonora diz ao jornalista que falta inteligência aos opositores ao progresso da cidade. Guilherme diz a Diana que quer ajudá-la. Ele pergunta para a amiga se ela já foi presa. Érico conta a Nicolau, Beatriz, Larissa e Lílian que seu nome vai ser indicado para a presidência do partido. Nicolau faz um brinde a seu pai. O senador fala para Beatriz que não vai poder ir às bodas de ouro da amiga dela pois tem uma reunião do partido. Nicolau liga para Flores e diz que o grande momento chegou. Marta mostra algumas fotos de procurados para Ajuricaba, que vê Diana e afirma que ela tem cara de anjinho, mas é uma fugitiva. Guilherme pergunta a Diana se ela não quer morar na casa dele. Ela recusa e ele diz que acha que ela tem rolo com a polícia. Heleninha experimenta alguns vestidos na loja de Karina. Karina pergunta a Zuleide se ela tirou as etiquetas das roupas, pois mentiu dizendo que as peças vieram de Paris. Nicolau fala para Lílian que quer passar a noite com ela, mas ela avisa que vai a São Paulo resolver um problema de família. O repórter diz a Eleonora que ficou impressionado com o investimento que está sendo feito em Ribeirão. Arminda impede o motorista de ajudar Joca, que está parado no acostamento com o carro enguiçado. Joca fica revoltado com a atitude da executiva. Lílian fala pra Nicolau que desmarcou o compromisso e que vai ficar com ele à noite. Flores pergunta a Sereno se ele está lembrado das instruções que ele deu. O professor diz a Sereno que na hora que ele tiver que agir, vai ligar.

  63. Capítulo

  64. 30/06: Heleninha mostra a casa para Érico. Na prefeitura, Virgínia se irrita com as ligações de reclamações que recebe. Virgínia fala para a filha que ela e Ajuricaba têm o direito de saber quem é o cara que ela está namorando. Sônia diz que não está namorando, mas mesmo se estivesse não contaria. André vai até a redação do jornal conversar com Carmem, que garante que não vai contar nada a Lincon sobre a relação dele com Sônia. Érico sai de casa e Nicolau avisa a Flores. Flores pega o revólver e o contempla. Eleonora pergunta pra Arminda o que está acontecendo com ela. Arminda diz que anda preocupada com as obras, mas não convence Eleonora. Joca chega à Praça do Enforcado com seu carro rebocado pelo carro de Sílvio. O detetive agradece a ajuda e dá seu cartão para Sílvio. Arminda liga para Nicolau pra chamá-lo pra jantar, mas ele diz que está se sentindo mal. Heleninha diz a Marisa que está feliz por saber que vai ver a casa com Érico. Clorís diz a Tito que vai continuar falando sobre o avião que ele comprou, pois acha que ele fez um péssimo negócio. Karina chega, ouve a discussão, mas disfarça, procurando ser simpática com Clorís. Joca confessa a Filomena que, além do problema com o carro, está com o coração despedaçado. Filomena conta ao detetive que também anda triste por causa de assuntos do coração. Heleninha encontra Érico em um local mal iluminado. Nicolau transa com Lílian. Heleninha mostra a casa para Érico, que garante que seu advogado vai cuidar da compra. Tito e Karina começam a se beijar, mas ela se lembra da traição e se afasta. Tito se declara apaixonado por Karina, que depois se entrega. Joca revela a Filomena que transou com Arminda. Iara fala para Clorís que já foi casada, mas hoje está sozinha. Virgílio interrompe a conversa das duas e deixa Iara constrangida. Érico e Heleninha fazem um brinde na casa onde costumam se encontrar. Depois da transa, Nicolau dispensa Lílian e finge estar dormindo. Nicolau sai de casa sem ser visto e encontra com Flores. Léia escuta Caetano dizer pra Bruno que eles podem continuar despejando aterro, pois ele comprou o fiscal do município. Léia liga pra Joca e diz que não quer mais ficar ouvindo as conversas. Arminda não consegue tirar Joca de sua cabeça. Aflito, Sereno olha o relógio a toda hora e anda de um lado pro outro na Praça do Enforcado. Flores e Nicolau chegam a casa, onde Érico e Heleninha estão. Flores liga para Sereno e pergunta se ele se lembra de tudo o que tem que fazer. Joca encontra Sereno e tenta puxar papo, mas ele diz que não tem tempo e sai correndo. Beatriz chega à fazenda e pergunta a Lílian onde está Nicolau. Lílian diz que ele foi dormir. Érico e Heleninha estão conversando, quando Nicolau entra no quarto com o revólver em punho. Assustado, Érico pergunta ao filho o que ele está fazendo. Nicolau dispara a arma seis vezes. Do carro, Flores ouve tiros e murmura que o primeiro passo foi dado.

  65. Capítulo

  66. 01/07: Alfredo conta para Sancha que Érico desapareceu. Virgílio dá um tapa no rosto de Iara e fala que da próxima vez que ela aprontar, ele vai arrebentá-la. Ele deixa claro que Iara não deve se opor a ele. Nicolau sai da casa, alucinado, com luvas e plásticos envoltos nos pés. Flores coloca a arma e os outros objetos num saco e diz a Nicolau que vai dar fim em tudo. Flores afirma que o caminho está aberto. Joca, bêbado, chega em casa amparado por Filomena. Léia ajuda Joca a ir para o quarto e aconselha o filho a esquecer Arminda. Joca liga para casa do professor, mas ninguém atende. Nicolau entra em seu quarto pela janela e vomita no chão. Flores joga o revólver e as tralhas de Nicolau no rio. O professor digita no computador que foi dada a largada para a revolução. Sereno diz a Flores que cumpriu todas as tarefas. Beatriz acorda Nicolau e diz que está preocupada com o sumiço de Érico. Lílian liga para alguns políticos para se informar sobre a suposta reunião, mas ninguém sabe de nada. Nicolau manda Lílian ligar para polícia. Marta liga para Ajuricaba e diz que o senador Érico desapareceu. Nicolau tenta acalmar Beatriz, que está tensa. Ari diz a Lílian que não sabe de reunião nenhuma. Beatriz e Larissa vão até a delegacia. Carmem liga pra Lincon e conta que o senador está desaparecido. Beatriz exige que Ajuricaba tome providências para localizar Érico. Alfredo encontra Ari na Praça do Enforcado e fala sobre a multa que lhe foi cobrada. Ari fala para Alfredo que está com um assunto gravíssimo pra resolver – o sumiço do senador – e afirma que não é bom que o povo saiba disso. Alfredo conta para Sancha que Érico desapareceu. Beatriz fala pra Ajuricaba que ele tem que pedir reforços da capital. Ajuricaba pede licença a Beatriz e conversa em particular com o prefeito. Beatriz fica ainda mais irritada. Ari conta a Ajuricaba que quando ficou sabendo do desaparecimento do senador foi até a casa onde ele costumava se encontrar com a amante e viu o carro dele estacionado, mas bateu na porta e ninguém atendeu. Léia conta a Joca que o senador desapareceu. Ajuricaba pede para Marta distrair Beatriz até ele dar a notícia. Lincon interrompe Ari e Ajuricaba. Ari tenta conversar com o jornalista, mas Ajuricaba o destrata e fala que tem um assunto urgente pra resolver. Ari e Ajuricaba chegam a casa onde Érico e Heleninha tinham encontros. .

  67. Capítulo

  68. 02/07: Flores aconselha Joca a investigar Heleninha. Lincon pega uma câmera fotográfica e caminha devagar em direção à casa. Alfredo Lorota conta para moradores que foi o prefeito quem descobriu o desaparecimento do senador. Ajuricaba e Ari entram no quarto, onde estão os corpos de Érico e Heleninha. Lincon entra no quarto e fica perplexo com o que vê. Por fim, o jornalista fotografa a cena. Ajuricaba tenta pegar a câmera de Lincon, mas não consegue. Ajuricaba e Ari vão à fazenda dar a notícia do assassinato de Érico à família dele. Lincon conta ao pessoal do jornal que o senador Érico foi assassinado. Furiosa, Beatriz acusa Ari de estar envolvida no assassinato do marido. Beatriz diz ao delegado que quer ir ao local do crime. Ajuricaba pede para Nicolau tentar impedir a mãe de ver a cena do crime, mas ele afirma que quando Beatriz cisma não tem jeito. Léia fala para Joca que Lincon deve ter alguma notícia quente, pois entrou com tudo na redação do jornal. Lincon mostra para todos, inclusive a Joca, as fotos de Érico e Heleninha mortos. Iara diz a Virgílio que não vai tolerar mais a violência dele. Virgílio fica irritado e a chantageia. Sílvio conta a Iara, Tito, Clorís, Newton e Virgílio que Érico foi assassinado. Tito afirma que esse crime afeta diretamente a pousada e lembra que com a morte do senador, Nicolau vai ficar a frente dos negócios da fazenda. Arminda fala para Teixeira e Eleonora que o assassinato do senador pode afetar a imagem do resort. Flores conta a Joca que não tem a menor dúvida de que foram os envolvidos na conspiração que mataram o senador. Flores aconselha Joca a investigar Heleninha, já que ninguém vai fazer isso. Nicolau conta a Beatriz que Érico estava com uma mulher, que também foi encontrada morta. Beatriz não tem qualquer reação. Beatriz olha a fachada da casa e conta a Nicolau que o imóvel pertenceu à irmã de Érico. Zuleide convida Karina para um chope em comemoração à separação dela e de Newton. Beatriz desmaia ao ver Érico e Heleninha mortos. Peritos trabalham no local. Lílian liga para Ari e diz que Beatriz quer que ele vá até a casa dela.

  69. Capítulo

  70. 05/07: Flores aconselha Joca a investigar Heleninha. Lincon pega uma câmera fotográfica e caminha devagar em direção à casa. Alfredo Lorota conta para moradores que foi o prefeito quem descobriu o desaparecimento do senador. Ajuricaba e Ari entram no quarto, onde estão os corpos de Érico e Heleninha. Lincon entra no quarto e fica perplexo com o que vê. Por fim, o jornalista fotografa a cena. Ajuricaba tenta pegar a câmera de Lincon, mas não consegue. Ajuricaba e Ari vão à fazenda dar a notícia do assassinato de Érico à família dele. Lincon conta ao pessoal do jornal que o senador Érico foi assassinado. Furiosa, Beatriz acusa Ari de estar envolvida no assassinato do marido. Beatriz diz ao delegado que quer ir ao local do crime. Ajuricaba pede para Nicolau tentar impedir a mãe de ver a cena do crime, mas ele afirma que quando Beatriz cisma não tem jeito. Léia fala para Joca que Lincon deve ter alguma notícia quente, pois entrou com tudo na redação do jornal. Lincon mostra para todos, inclusive a Joca, as fotos de Érico e Heleninha mortos. Iara diz a Virgílio que não vai tolerar mais a violência dele. Virgílio fica irritado e a chantageia. Sílvio conta a Iara, Tito, Clorís, Newton e Virgílio que Érico foi assassinado. Tito afirma que esse crime afeta diretamente a pousada e lembra que com a morte do senador, Nicolau vai ficar a frente dos negócios da fazenda. Arminda fala para Teixeira e Eleonora que o assassinato do senador pode afetar a imagem do resort. Flores conta a Joca que não tem a menor dúvida de que foram os envolvidos na conspiração que mataram o senador. Flores aconselha Joca a investigar Heleninha, já que ninguém vai fazer isso. Nicolau conta a Beatriz que Érico estava com uma mulher, que também foi encontrada morta. Beatriz não tem qualquer reação. Beatriz olha a fachada da casa e conta a Nicolau que o imóvel pertenceu à irmã de Érico. Zuleide convida Karina para um chope em comemoração à separação dela e de Newton. Beatriz desmaia ao ver Érico e Heleninha mortos. Peritos trabalham no local. Lílian liga para Ari e diz que Beatriz quer que ele vá até a casa dela.

  71. Capítulo

  72. 06/07: Sônia vai até a casa de André e os dois se beijam. Querêncio, Marisa e Esculápio pedem para ver Heleninha, mas Marta afirma que não é possível, pois a perícia está trabalhando. Nicolau liga para Flores e diz que está tenso. Flores afirma que nenhum sentimento será capaz de destruir o que ele fizeram. Lincon mostra ao pessoal do jornal a primeira página da Folha da Corredeira em que está estampada a foto de Érico e Heleninha mortos. Beatriz diz a Ari que quer que ele proíba que Heleninha seja enterrada em Ribeirão do Tempo. Ari fala para Beatriz que tem que cumprir a lei. Arminda vê a movimentação na praça e pergunta a Joca o que está acontecendo. Ele a chama de louca e afirma que vai descobrir quem está por trás dos crimes. Ari manda Virgínia convocar uma reunião imediatamente. Lílian pede para Nicolau convencer Beatriz de que o que ela pediu é impossível. Diana vende exemplares da Folha da Corredeira pela Praça do Enforcado. Joca conta a Léia que Flores o contratou pra investigar a morte do senador. Sônia e André marcam de se encontrar na casa dele mais tarde, pois Patrícia e Lincon vão trabalhar. Ari, reunido com o comitê do partido, explica que Beatriz não quer que Heleninha seja enterrada em Ribeirão. Eleonora encerra o expediente devido ao assassinato do senador. Sônia vai até a casa de André e os dois se beijam apaixonados. Bruno fala que o melhor a fazer é convencer as pessoas ligadas a Heleninha a enterrá-la em Cabreira. Ari vai à boate e convence Marisa a enterrar o corpo de Heleninha em outra cidade. Karina provoca Filomena e força uma barra para ela comemorar as bodas de descasamento de Zuleide. Newton espera Sílvio e Tito na casa do piloto e acaba se declarando para Ellen. Teixeira diz a Eleonora que com toda essa confusão a busca deles terá que esperar. Eleonora revela ao advogado que foi garota de programa. Ela conta toda sua história para Teixeira. Joca oferece seus serviços de detetive a Marisa, que afirma que não tem como pagá-lo. Joca diz que ela só precisa ajudá-lo no que for preciso. Marisa dá o endereço e as chaves da casa de Heleninha para Joca. Querêncio fala para Marisa que eles têm que convocar o povo para reivindicar a ordem de Beatriz. Karina propõe que Filomena brinde com ela ao amor verdadeiro. Filó fica constrangida. O povo se reúne na praça pra ouvir o que Querêncio tem a dizer.

  73. Capítulo

  74. 07/07: Nasinho fica irritado e promete se vingar de Tião/Diana. Karina joga indiretas para Filomena, que fica constrangida. Filomena vai ao banheiro chorar e Karina fala para ela não chegar perto de Tito. Sônia e André estão no maior amasso, quando Sérgio – um amigo de André – liga. Sérgio avisa que está tendo um comício na praça e André sai. Ajuricaba liga para Nicolau para tentar fazer um acordo com ele, mas nada consegue. Querêncio discursa e o povo aplaude. Ajuricaba chega à praça com um guarda. O delegado manda prender Querêncio. Flores pergunta a Ajuricaba se os tempos da ditadura voltaram. André puxa a palavra de ordem e é seguido por todos. Joca entra na casa de Heleninha, enquanto Léia fica vigiando do lado de fora. Ajuricaba solta Querêncio e encara André, que continua protestando. A Comissão do Senado vai até a fazenda de Érico prestar solidariedade. Nicolau, falsamente, contém a ira. Doutor Branquinho, representante do Governo do Estado, afirma a Nicolau que o crime não vai ficar impune. Joca examina tudo o que encontra na casa de Heleninha. Nicolau agradece a todos os políticos o apoio. Beatriz diz a Branquinho que Érico morreu sozinho. Ajuricaba liga para Nicolau, fala que está difícil conter o povo e ressalta que Doutor Flores fez um discurso apoiando a manifestação. Nicolau disfarça a surpresa. Ajuricaba diz a Nicolau que não será possível satisfazer a vontade de Beatriz. Comandados por André, estudantes protestam. Zuleide vê Carlos no meio da multidão e o obriga a ir para casa. Ela vê Tião e pergunta onde está a mãe dele, mas Diana/Tião não responde e sai. Nasinho vê Bill e vai atrás dele com dois amigos. Bill foge. Nasinho persegue o ermitão e é detido por Diana, que coloca um cabo de vassoura no caminho e o faz tropeçar. Nasinho fica irritado e promete se vingar de Tião/Diana. Bill some no escuro. Marta fala para Ajuricaba que eles têm que botar foco em cima da investigação. Marta diz ao delegado que eles precisam dar uma olhada na casa de Heleninha. De início, Ajuricaba não concorda, mas depois conclui que é preciso investigar o lado da dançarina. Joca está examinando o computador, quando surge uma tela, em que se lê “Conspiração Azul – Morte aos Traidores”. Joca copia o arquivo num pen drive. Nicolau explica a Beatriz que não foi possível impedir que o corpo de Heleninha seja enterrado em Ribeirão, pois o povo se manifestou a favor da prostituta. Léia vê um carro da polícia se aproximando, mas quando vai ligar para Joca percebe que a bateria do celular acabou. Marta e o guarda vêem a luz da lanterna de Joca dentro da casa de Heleninha. Ajuricaba pega um revólver e avisa a Marta e ao guarda que vai entrar no local. Léia assiste a tudo, sem ter o que fazer.

  75. Capítulo

  76. 08/07: O delegado manda o guarda levar Joca para cadeia. Joca se assusta ao ouvir ruído da porta se abrindo. Ajuricaba entra de arma em punho, e encara o detetive. Joca tenta fugir, mas é detido por um guarda. Ele explica que estava trabalhando, mas Ajuricaba afirma que ele está preso e que vai indiciá-lo por assassinato. Léia vê o filho sendo levado, sem poder fazer nada. Patrícia pede para Lincon ajudá-la a tirar André da manifestação, pois não quer ver o filho sendo preso. Lincon diz que o filho age por conta própria. André se recusa a ir para casa e Patrícia resolve ficar lá também. Arminda sonha com Joca e acorda assustada. Lincon chega à redação e observa Carmem, que acabou pegando no sono. Ajuricaba pergunta a Joca o que ele estava fazendo na casa de Heleninha. O detetive conta que estava investigando. O delegado manda o guarda levar Joca para cadeia. Léia conta a Sancha e Filomena que Joca foi preso. Flores explica a Nicolau que está saindo tudo como o planejado. Léia e Sancha vão até a delegacia, mas Marta diz que elas não podem ver Joca. Léia consegue falar com o filho pela janela da cela, onde ele está preso. Joca pede para Léia avisar a Doutor Flores que ele fez importantes descobertas. Bill deixa uma cesta com frutas e flores em frente à barraca de Diana/Tião. Ela olha para a floresta, não vê ninguém e pega a cesta, feliz. Morrendo de sono, Patrícia pede para André ir para casa. Marisa avisa ao povo que Heleninha será enterrada no mesmo cemitério que o senador. Flores manda Léia contar a Lincon o que está acontecendo com Joca. Léia vai com Lincon até à janela da cela, onde Joca está. Joca entrega o pendrive para o jornalista e fala para ele prestar atenção no remetente da mensagem. Uma equipe de TV grava o velório do senador. Beatriz chega ao salão e começa a soar uma marcha fúnebre orquestral. O povo presta homenagem a Heleninha na Praça do enforcado. Sancha conta a Romeu que Joca foi preso. Filó diz a Carmem que vai se vingar de Karina. Carmem conta a amiga que está a fim de Lincon. Lincon pluga o pendrive no computador e lê um texto assinado pela Conspiração azul. Ele fica atônito.

  77. Capítulo

  78. 09/07: Flores aconselha Lincon a publicar o manifesto. Eleonora pede para Arminda representá-la no velório do senador. Lincon pede para Ellen encontrá-lo na Folha da Corredeira. Sílvio diz a Guilherme que Zuleide ligou para dizer que ele estava na praça com Tião. Guilherme fala para o pai que Tião/Diana não tem nada demais. Três mulheres choram muito diante do caixão do senador. Beatriz fica irritada e pergunta a Nicolau quem são as mulheres. Lincon conta a Ellen que uma mensagem foi enviada da Secretaria de Segurança do Estado, ameaçando o senador de morte. Lincon mostra a Carmem e a Ellen o manifesto no computador. O jornalista explica que provavelmente foi um policial de alta patente que mandou a mensagem. Ajuricaba interroga Joca, que afirma que descobriu coisas importantes, mas ressalta que só pode revelar a seu cliente. O delegado pergunta a Joca o que ele fez na noite em que Heleninha e Érico foram mortos. Léia diz a Ventania que precisa da ajuda dele para tirar Joca da cadeia. Lincon e Ellen mostram o manifesto ao professor Flores e dizem que quem o descobriu foi Joca. Flores aconselha Lincon a publicar o manifesto, esclarecendo as circunstâncias em que foi obtido. Arminda conversa com Nicolau e Lílian fica furiosa. Teixeira e Célia trocam discretos sorrisos no velório do senador. O guarda conta a Alfredo que o assassino do senador foi pego em flagrante. Alfredo fica chocado ao ouvir que foi Joca quem matou o senador e espalha a notícia pela cidade. Marisa fica preocupada, pois foi ela quem deu a chave da casa de Heleninha para Joca. Joca conta a Ajuricaba que na noite do crime estava com dor de cotovelo no Agito Colonial e que Filomena é testemunha disso. Ventania diz a Ajuricaba que não há nada que o impeça de falar com Joca. Léia e Ventania conseguem falar com Joca. O advogado afirma que vai entrar com um pedido de habeas corpus. Em discurso, Nicolau diz que exige que a polícia cumpra seu dever. Lincon fala pra Ellen que a foto que fez do crime correu o Brasil. Eleonora vai até o local, onde está o túmulo de Heleninha, e joga um ramo de flores para o espanto geral. Lincon pede para Ajuricaba apresentar o suspeito à imprensa. Célia convida Teixeira para jantar em sua casa. Uma das três viúvas explode em pranto. Beatriz joga um buquê em cima da viúva e as três vão embora, apavoradas. Arminda pergunta a Tião/Diana se Joca foi mesmo preso. Diana/Tião diz que sim e ressalta que Joca gosta muito de Arminda.

  79. Capítulo

  80. 12/07: Sílvio chega em casa e não dá muita atenção a Ellen. Ajuricaba apresenta Joca à imprensa como suspeito de ter assassinado Érico para evitar especulações. Lincon faz uma pergunta a Joca e o delegado dá ordens para o guarda levar o detetive de volta para a cela. Newton pede a Zuleide para liberar Carlos para fazer trilha com ele no fim de semana. Os dois discutem e Zuleide diz ao ex-marido que agora percebe que ele se casou com ela para esquecer Ellen. Iara conta a Tito que dois grupos suspenderam as reservas na pousada.. Tito fica preocupado. Célia arruma a mesa do jantar. Clorís diz a Tito que ele tem demorado a pagar as parcelas da dívida. Os dois discutem. Sílvio chega em casa e não dá muita atenção a Ellen, que fica frustrada. Teixeira propõe um brinde à beleza das mulheres de Ribeirão. Ele e Célia trocam olhares discretos. Bruno vai atender um telefonema do prefeito enquanto rola um clima entre Célia e Teixeira. Flores fala com um amigo ao telefone que não está traindo os ideais deles e o convida para uma conversa em sua casa. Lincon diz a Carmem que ela está mudada. Marta leva um exemplar da Folha da Corredeira para Ajuricaba, que fica furioso. Teixeira lê para Arminda as manchetes do jornal, que dizem que o senador foi vítima de uma conspiração descoberta por um detetive particular. Ajuricaba vai até a casa de Lincon e pergunta como ele conseguiu todas as informações que publicou. O jornalista não conta, alegando sigilo profissional. Nicolau fala para Beatriz, Larissa e Lílian que esse papo de conspiração política é para desviar atenção e livrar a cara de Joca. Diana/Tião diz a Arminda que Joca é um herói. Arminda escreve com batom uma palavra em um lenço de papel e pede pra Tião/Diana entregar a Joca. Diana/Tião pede a Guilherme para entregar o bilhete para Joca e afirma que não faz o serviço porque quer distância da delegacia.

  81. Capítulo

  82. 13/07: Eleonora pede para Teixeira retomar a busca ao seu filho. Arminda lembra da noite em que transou com Joca e fica irritada. O chefe da polícia liga para Ajuricaba e cobra providências dele. Sílvio comenta com Newton que sentiu cheiro de queimado dentro da aeronave. Newton diz que deu uma geral no equipamento e viu que está tudo perfeito. Carmem pergunta a Ellen até que ponto uma mulher deve ir para conquistar um homem. Ellen estranha a pergunta e revela que seu casamento está um marasmo. Ajuricaba conta para Marta que estão achando que foi ele quem deixou vazar o manifesto. Ajuricaba manda Marta verificar a mensagem que Guilherme quer entregar para Joca. Marta avisa que não há nada perigoso. Joca recebe o bilhete e lê o que está escrito: “ parabéns “. O detetive fica feliz ao saber que foi Arminda que mandou. Arminda se arrepende da atitude que teve. Eleonora conta a Teixeira que vai ser feita uma audiência pública sobre o impacto de seu empreendimento na cidade. Teixeira explica para Eleonora que em sua investigação concluiu que o filho dela, se for vivo, está em Ribeirão do Tempo. Querêncio consola Marisa, que está abatida com a morte de Heleninha. Querêncio pergunta a Marisa se ela quer se casar com ele. Ela afirma que no dia em que ele parar de beber, ela aceita o pedido. Eleonora pede para Teixeira retomar a busca ao seu filho. Célia conta a Karina que o jantar foi ótimo. Virgílio pergunta a Iara se ela já fez a retirada do dinheiro para ele. Tito pede para Virgílio resolver algumas pendências burocráticas. André e Sônia se encontram em uma rua pouco movimentada. Sônia diz a André que se o pai dela descobrir que eles estão juntos vai ser um desastre. André afirma que não vai desistir dela nunca. Patrícia conta ao filho que vai à São Paulo resolver alguns assuntos. Sereno explica a Flores que foi fácil invadir a rede da secretaria de segurança e disparar a mensagem. Joca liga para Arminda e diz que ficou feliz por ter recebido o bilhete dela. Ele fala com intimidade com ela, que o corta. Virgílio vai ao cartório e revela a Nasinho que se Tito o ouvisse, a pousada iria melhor. Nasinho vê Diana, corre atrás dela, mas ela consegue fugir. Arminda pergunta para Diana se ela estuda e onde ela mora. Diana não responde e sai apressada.

  83. Capítulo

  84. 14/07: Guilherme acompanha Diana até a barraca. Teixeira liga para Célia, agradece pelo jantar e confessa que queria ouvir a voz dela. Célia diz que ele pode ligar quando quiser, pois à tarde Bruno está sempre trabalhando. Joca esclarece diante de Ajuricaba, Marta, Ventania e do promotor que passou o pendrive para Lincon através de uma brecha que havia na tela da grade da cela. Flores vai até a casa de Joca e pergunta à Léia se ela está precisando de alguma ajuda financeira. O professor deixa parte dos honorários de Joca com ela. Léia e Flores tomam café. De repente, o professor tasca um beijo na viúva. Léia fica atordoada e pede para o professor ir embora. Eleonora, Arminda, Bruno, Teixeira e dois advogados reúnem-se pra discutir sobre a ação que Flores está movendo contra o resort. Arminda afirma que vai pensar em alguma medida para calar a secretária do meio ambiente, Ellen. Páraquedistas saltam do avião e Diana olha maravilhada. Guilherme explica a Diana que dizem que Bill descobriu um segredo que pode acabar com a cidade de Ribeirão do Tempo. Nasinho conta a Nicolau que percebeu que Virgílio não gosta de Tito. Nicolau pede para Nasinho se aproximar de Virgílio. André liga para Sônia e avisa que sua mãe foi para São Paulo e seu pai vai trabalhar até tarde. Sônia confessa que acha arriscado ir para a casa dele. Ajuricaba conta a Léia que a Polícia Federal vai investigar o caso de Joca. O detetive tranquiliza a mãe e afirma que Ventania garantiu que o habbeas corpus está prestes a sair. André recebe Sônia animadíssimo. Lincon mostra para Carmem o e-mail que um jornalista inglês enviou o parabenizando pela reportagem. Lincon e Carmem vão ao Agito Colonial para comemorar. André e Sônia transam. Guilherme convida Diana para jantar em sua casa. Zuleide diz a Carlos que não vai liberá-lo para ir com o pai fazer a caminhada. Carlos afirma que se um juiz lhe perguntasse com quem ele gostaria de ficar, ele pediria para ficar com o pai. Zuleide fica nervosa. Carmem e Lincon brindam e bebem chope. Léia revela a Sancha que levou uma cantada do professor Flores. No computador, Flores continua escrevendo seu diário revolucionário. Guilherme acompanha Diana até a barraca. Rola um clima de carinho entre os dois. Guilherme a beija suavemente.

  85. Capítulo

  86. 15/07: Teixeira e Eleonora observam Lincon. Diana chama Guilherme de maluco. Guilherme confessa que faz tempo que está a fim dela. Diana o manda embora. Lincon leva Carmem em casa. O jornalista diz à estagiária que ela está fazendo com que ele reviva emoções antigas da juventude. Marta avisa a Joca que há visita para ele. Ajuricaba conta a Joca que Ventania está bêbado e, por isso, não estará presente na conversa dele com os dois homens do Serviço Secreto. Lincon chega em casa e Sônia e André acordam. André tenta distrair o pai, que fala sem parar sobre a felicidade de ver Ajuricaba se enrolando nas investigações. Sônia liga para Virgínia e diz que está na casa de uma amiga terminando de fazer um trabalho. Ajuricaba fala para Virgínia que Sônia está escondendo alguma coisa deles. Sônia chega, diz aos pais que estava fazendo trabalho na casa de uma amiga e fica enfurecida por Ajuricaba estar desconfiando dela. Nicolau entra na casa de Flores pelos fundos para evitar que alguém o veja. O professor explica a Nicolau que ele deve se posicionar a favor de Joca e contra a conspiração. Diana sonha que está vestida de menina, andando de mãos dadas com Guilherme e é reconhecida por um guarda. Ela acorda assustada. Guilherme pergunta a Ellen como dá para saber se uma mulher está afim de um cara. Ela responde que é uma questão complexa, mas garante que dá para saber ao olhar nos olhos dela. Flores convida Clorís para ir à sua casa à tarde. Carmem conta para Filomena que Lincon demonstrou claramente que está afim dela. Em entrevista à Folha da Corredeira, Joca revela que os homens do Serviço Secreto acreditam que o manifesto foi inventado por alguém e por um hacker. Lincon diz a Joca que vai lançar uma campanha nacional pela libertação dele. Arminda pede para Ellen dar a oportunidade de ela mostrar que o resort vai trazer benefícios para a cidade. Ellen afirma que para não haver mal-entendidos acha melhor elas exporem suas posições na audiência pública. Teixeira e Eleonora observam Lincon caminhando pela praça e planejam o sequestro dele.

  87. Capítulo

  88. 16/07: Arminda procura Ari para conversar. Ellen conta a Lincon que Arminda tentou suborná-la. Ela explica que a executiva fez insinuações, mas não deixou nada muito claro. Eleonora confidencia a Teixeira que Lincon lembra alguém muito familiar. Nicolau diz aos correligionários que vai lutar pelos interesses da população de Ribeirão do Tempo. Arminda fala para Virgínia que precisa conversar com o prefeito. Joca escreve uma carta para Arminda. Ventania avisa Joca que o habbeas corpus foi negado injustamente, mas garante que já entrou com recurso contra a decisão do juiz. Nasinho entrega as certidões que faltavam para Virgílio. Os dois conversam e bebem um chope. Clorís vai até a casa de Flores. Os dois beijam-se. Sereno vê Léia na praça e pergunta por Joca. Léia se assusta e não dá muita ideia para Sereno. Joca pede para Léia fazer uma carta chegar à Arminda. Ellen conta a Patrícia que Arminda tentou suborná-la. Arminda procura Ari para conversar sobre a posição dele a respeito da audiência pública que vai discutir o impacto ambiental do resort. Léia entrega a carta de Joca para Diana e pede para ela entregar para Arminda. Arminda fala para o prefeito que a Patrimônio Eterno tem interesse em apoiar a candidatura dele, mas ressalta que isso depende da permanência da empresa na cidade. Guilherme encontra com Diana e pergunta se ela ainda está zangada com o beijo que ele roubou dela. Diana desconversa. Arminda sorri ao ler a carta de Joca. José Mario liga para Flores e avisa que está indo para Ribeirão. Eleonora diz a Arminda que deve haver um jeito de fazer com que Ellen abandone seus princípios. Lincon diz a todos os funcionários da Folha da Corredeira que vai lançar uma campanha pela libertação de Joca. Arminda liga para Nicolau e deseja que ele tenha um ótimo mandato. Eleonora e Teixeira colocam capas pretas e capuzes. Lincon é sequestrado por dois brutamontes.

  89. Capítulo

  90. 19/07: Joca pede para Léia fazer uma carta chegar à Arminda. Ellen conta a Lincon que Arminda tentou suborná-la. Ela explica que a executiva fez insinuações, mas não deixou nada muito claro. Eleonora confidencia a Teixeira que Lincon lembra alguém muito familiar. Nicolau diz aos correligionários que vai lutar pelos interesses da população de Ribeirão do Tempo. Arminda fala para Virgínia que precisa conversar com o prefeito. Joca escreve uma carta para Arminda.. Ventania avisa Joca que o habbeas corpus foi negado injustamente, mas garante que já entrou com recurso contra a decisão do juiz. Nasinho entrega as certidões que faltavam para Virgílio. Os dois conversam e bebem um chope. Clorís vai até a casa de Flores. Os dois beijam-se. Sereno vê Léia na praça e pergunta por Joca. Léia se assusta e não dá muita ideia para Sereno. Joca pede para Léia fazer uma carta chegar à Arminda. Ellen conta a Patrícia que Arminda tentou suborná-la. Arminda procura Ari para conversar sobre a posição dele a respeito da audiência pública que vai discutir o impacto ambiental do resort. Léia entrega a carta de Joca para Diana e pede para ela entregar para Arminda. Arminda fala para o prefeito que a Patrimônio Eterno tem interesse em apoiar a candidatura dele, mas ressalta que isso depende da permanência da empresa na cidade. Guilherme encontra com Diana e pergunta se ela ainda está zangada com o beijo que ele roubou dela. Diana desconversa. Arminda sorri ao ler a carta de Joca. José Mario liga para Flores e avisa que está indo para Ribeirão. Eleonora diz a Arminda que deve haver um jeito de fazer com que Ellen abandone seus princípios. Lincon diz a todos os funcionários da Folha da Corredeira que vai lançar uma campanha pela libertação de Joca. Arminda liga para Nicolau e deseja que ele tenha um ótimo mandato. Eleonora e Teixeira colocam capas pretas e capuzes. Lincon é sequestrado por dois brutamontes.

  91. Capítulo

  92. 20/07: Virgílio diz a Iara que foi humilhado por Clorís. Guilherme leva torta de chocolate para Diana na barraca. Ellen fala para Silvio que acha que Guilherme está escondendo alguma coisa deles. Patrícia cansa de esperar por Lincon e vai até a Folha da Corredeira. Os brutamontes conduzem Lincon até o centro do galpão. O jornalista tira a calça e sai correndo. Um dos mascarados pega uma arma para atirar em Lincon, mas Teixeira o impede. Ao tentar se livrar dos mascarados, Lincon é atropelado. Virgílio pergunta a Clorís onde ela esteve a tarde toda. Clorís afirma que ele não tem nada a ver com a vida dela e Virgílio se cala. Virgílio diz a Iara que foi humilhado por Clorís e que a partir de agora vai jogar pesado. Lincon é socorrido pelo atropelador. Bruno conta a Célia que tem a impressão de que Teixeira não vai muito com a cara de Arminda. Ellen está aflita, porque Guilherme ainda não voltou para casa. Guilherme confessa a Diana que gosta dela de verdade. Teixeira diz a Eleonora que Lincon não tem nenhuma marca de nascença. Patrícia fala para André que acha que Lincon tem uma amante. André e Patrícia ficam sabendo que Lincon foi atropelado e correm para o hospital. Lincon explica para Patrícia que os caça-cuecas têm a ver com a conspiração que matou o senador. Larissa diz a Beatriz que ela devia estar presente na posse de Nicolau. Em seu discurso, Nicolau afirma que o povo pode contar com ele na luta pelo bem da nação. Querêncio conta para Romeu, Alfredo e Esculápio que vai juntar o pessoal para protestar a favor da libertação de Joca. Arminda não resiste e contempla a foto de Joca na Folha da Corredeira. Ela se lembra de quando o beijou. O povo se manifesta próximo à delegacia. Flores recebe Zé Mario. O professor diz ao amigo que vai convencê-lo de que a revolução está a caminho.

  93. Capítulo

  94. 21/07: Ajuricaba vai até o hospital pegar o depoimento de Lincon. Zé Mário conta a Flores que deixou o carro longe de Ribeirão para que ninguém saiba que ele está na cidade e revela que recuperou uma identidade falsa que usava nos tempos da ditadura. Viriato tenta conter a manifestação, mas não consegue. Marta diz para Viriato deixar o povo gritar e Ajuricaba concorda. Lincon conta a Ellen que Nicolau parecia outra pessoa em seu discurso. Vrgínia sugere que o prefeito mande um telegrama parabenizando Nicolau. Bruno confessa que Nicolau o surpreendeu no discurso de posse. Joca consegue falar com o povo de dentro da cela, mas Marta o interrompe e o manda se comportar. Ventania vai até a casa de Léia e pega alguns eletrodomésticos para quitar a dívida. Léia garante que vai pagá-lo e o advogado decide esperar mais alguns dias. Flores e Zé Mário relembram os tempos da juventude deles. Zuleide fala para Karina que se Nicolau desse ideia para ela, ela investiria nele. Sílvio garante a Tito que o avião está em ótimo estado. Sílvio conta a Newton que Tito vai fazer um salto duplo com Guilherme. Newton explica que Zuleide não deixa Carlos saltar. Na frente de Carlos, Guilherme tenta disfarçar seu olhar para Diana. Ajuricaba vai até o hospital pegar o depoimento de Lincon, que conta que enquanto corria dos mascarados havia uma arma apontada para a cabeça dele. Eleonora diz a Teixeira que vai suspender as buscas, pois não quer ser responsável por nenhuma desgraça. Célia liga para Teixeira e diz que gostaria de conversar com ele sobre a casa de chá que pretende montar. O advogado explica que está enrolado com o trabalho, mas garante que vai ligar quando estiver livre. Ajuricaba desconfia de alguns relatos de Lincon e os dois discutem. Zé Mário diz a Flores que não concorda com os métodos que ele propõe. Sem jeito, Léia liga para Flores e conta que Ventania a pressionou. Ele pede que ela vá até sua casa pegar a grana. José Mário vai dar uma volta na cidade para deixar Flores receber Léia sozinho. Filomena atende Célia e Karina no Agito Colonial. A patricinha diz a Filó que é uma pena ela não ter um namorado. Tito pede para Clorís ter cuidado com o que diz, pois ele precisa de Virgílio para os negócios. Clorís revela a Tito que passou a tarde na casa de Flores. Flores insiste para que Léia aceite tomar um vinho com ele. Os dois brindam.

  95. Capítulo

  96. 22/07: Karina e Clorís discutem na frente de Tito. Marta vai até a fazenda de Nicolau e Beatriz presta depoimento. Flores beija Léia. Diana diz a Guilherme que enquanto não resolver algumas pendências não pode deixar de se vestir de menino. Marta conta para Ajuricaba que todos da família do senador parecem ter álibis convincentes. Teixeira diz a Arminda que Eleonora vai voltar para Europa. Eleonora explica que a busca pelo filho dela acabou. Querêncio chama Romeu para ir com ele até a boate. Romeu hesita, pois sabe que se Sancha descobrir vai fazer um escarcéu, mas decide ir. Arminda fala para Eleonora que a presença dela pode ser decisiva na audiência pública sobre o resort. André conta a Lincon que ele e Sérgio vão passar um abaixo-assassinado na cidade pedindo a libertação de Joca. Lincon afirma que vai publicar uma nota no jornal para dar uma força. Lincon lembra de Carmem, mas logo sai do devaneio e troca carinhos com Patrícia. Ellen e Carmem dão força para Filó, que está chateada com a forma com que Karina a vem tratando. Karina comenta com Tito que está pensando em promover um desfile de modas em Ribeirão. Karina e Clorís discutem na frente de Tito. Tito fala para a noiva que se não gostasse tanto dela, terminava o relacionamento, pois já não aguenta mais vê-la discutindo com a mãe dele. Bruno, Ari e alguns correligionários bebem e veem Marisa dançando. Beatriz diz a Larissa que Nicolau parece outra pessoa. Querêncio fala para Romeu que Marisa é a mulher da vida dele. Guilherme fica feliz ao saber que vai saltar de páraquedas com Tito. Carlos pede para Zuleide para saltar também, mas ela não deixa. Carlos fica revoltado e diz que em breve vai morar com o pai. Marisa diz a Querêncio que vai visitar uma tia em Cabreira. Querêncio vê Marisa entrando no carro de Ari e fica arrasado. Ajuricaba explica para Marta que os secretas de Brasília dizem que a mensagem com a ameaça ao Senador foi coisa de hackers. Zé Mário explica para Fores que a forma com que ele pretende chegar ao poder o preocupa. Zé Mário pergunta ao professor em que medida ele está envolvido nos crimes que vêm assombrando Ribeirão.

  97. Capítulo

  98. 23/07: Joca fica revoltado ao saber que Ventania cobrou Léia. Eleonora manda Teixeira destruir tudo o que tiver relação com a busca que eles fizeram para encontrar o filho desaparecido dela. Ela revela ao advogado que a mancha que seu filho tem nas nádegas tem a forma parecida com o mapa do Brasil. Filomena chega e vê Querêncio bêbado. Querêncio quebra a taça que estava escondendo da filha e acaba se machucando. Sancha pede para Querêncio arriar as calças para tratar a ferida e repara que ele tem uma macha de nascença no bumbum. Flores revela a Zé Mário que foi Nicolau quem matou o senador. O professor explica que o jovem é seu aliado e vai prestar grandes serviços para ele. Zé Mário fica perplexo com o que escuta. Sereno utiliza um computador de uma lan house, demonstrando muita intimidade com a máquina. Diana confessa a Guilherme que não vai vê-lo saltar, porque vai ficar nervosa. Beatriz e Larissa recepcionam Nicolau e o parabenizam pelo discurso. Newton fala para Sílvio que a manutenção do avião está em dia. Iara salta com um turista. Tito salta com Guilherme. Flores diz a Nicolau que ele o surpreendeu com o discurso. Querêncio pinta um auto-retrato. Arminda pede para Bruno ajudá-la a fazer uma lista das pessoas populares de Ribeirão, pois pretende convidá-las para um evento. Bruno afirma que Querêncio talvez seja o mais popular. Diana tenta conversar com Bill, mas ele foge. Joca fica revoltado ao saber que Ventania cobrou Léia. Léia mente para Joca: diz que grande parte da grana que Flores lhe deu foi para pagar Ventania. André e Sérgio agitam o movimento pela libertação de Joca. André conta para Carmem que já foram arrecadadas quase trinta assinaturas para o abaixo-assassinado. Tito deixa claro para Virgílio que ele não vai propor sociedade para ele. Virgílio afirma que está bem na posição que está e os dois parecem se entender. Guilherme conta como foi o salto para Diana, que o parabeniza. André e Sérgio recolhem assinaturas para o abaixo-assinado. Arminda assina o abaixo-assinado. Marisa fala para Querêncio que ele sabe a vida que ela leva, mas garante que gosta dele. Arminda vai até o ateliê e diz a Querêncio que quer contratar os serviços dele.

  99. Capítulo

  100. 26/07: Marisa presta depoimento. Arminda diz a Querêncio que quer que ele pinte um quadro de Madame Durrel. A executiva conta que a Patrimônio Eterno quer incentivar as atividades artísticas locais. O pintor explica que precisa pensar, pois não quer ser apontado pelo povo como um traidor. Sancha fala para Filomena que ela precisa procurar um lugar para morar com Querêncio. Filó pede para Sancha ter calma e afirma que vai resolver o problema.. Teixeira pede para Célia lhe apresentar alguns pontos turísticos da cidade. Eles combinam de se encontrar fora da cidade para evitar comentários. Querêncio diz a Romeu e a Alfredo que não sabe se vai aceitar a proposta de Arminda, porque acha que há segundas intenções. Querêncio conta para Filó que Arminda quer contratá-lo para pintar um quadro. Célia e Teixeira se encontram e caminham por uma trilha. Arminda e Bruno começam a explicar a Eleonora a ideia que tiveram para que a Patrimônio caia no gosto do povo. Célia e Teixeira param num trecho da floresta e um confessa ao outro que desde que se viram pela primeira vez se sentiram atraídos. Os dois se beijam. Eleonora diz a Arminda e a Bruno que acha a ideia de ter um retrato dela pintado por um artista de Ribeirão ridícula, mas garante que vai pensar na proposta. Flores afirma a Zé Mário que grande parte do grupo deles apoia a posição dele. Nicolau fala na frente de três populares que vai ficar de olho nas repartições públicas de Ribeirão para defender o povo. Marisa presta depoimento. Em depoimento, Nicolau afirma que Tito teria interesse em matar Érico. O senador revela que Érico vinha sofrendo ameaças. Filó visita Joca na cadeia. Nicolau vê Joca na delegacia, o parabeniza pela atitude heróica e diz a Ajuricaba que é uma injustiça o detetive continuar preso. Nicolau afirma que vai batalhar pela libertação de Joca. Sereno observa Guilherme e Diana caminhando pela floresta. Guilherme fala para Diana que quer namorar com ela. Eles se beijam. Bruno pergunta a Célia onde ela passou a tarde. Ela mente que foi conversar com uma amiga. Teixeira gosta da ideia de Arminda e Bruno e aconselha Eleonora a ficar em Ribeirão por mais um tempo. Marisa fala para Querêncio aceitar a proposta de Arminda. Virgínia ouve Sônia falando ao telefone e pergunta quem ela está namorando. Sônia afirma que não está namorando. Querêncio diz a Arminda que topa pintar o quadro e avisa que quer metade do pagamento à vista. Nasinho e um amigo veem Diana e correm para pegá-la. Sereno observa de longe o que acontece.

  101. Capítulo

  102. 27/07: Carmem joga charme para Lincon. Diana se esconde por trás da mureta da varanda de uma casa. Nasinho fica furioso e diz ao amigo que o dia de Tião/Diana vai chegar. Arminda apresenta Querêncio a Eleonora. Os dois se olham com desconfiança. Eleonora pergunta a Querêncio se ele já fez algum curso e ele diz que não. Querêncio responde às perguntas da madame sem cerimônia. Aflita, Diana conta para Guilherme que quase foi pega por Nasinho. Flores explica a Zé Mário que Nicolau vai ser muito útil em seu plano, pois ele vai fazer o mal e, dessa forma, as pessoas vão perder a esperança na política. O professor fala que se destruir Ribeirão, vai ficar provado que é possível destruir a ordem do Brasil. Nicolau liga para Arminda e os dois combinam de jantar juntos. Joca tenta fazer um poema para Arminda. Marta conta para Léia que a Polícia Federal solicitou a transferência de Joca para um presídio em São Paulo. Léia fica revoltada. Carmem joga charme para Lincon, que percebe, mas se segura. Joca manda Léia procurar Ventania e depois o professor Flores. Querêncio diz a Alfredo que não vai fazer quadro nenhum para Madame Durrel, porque ela não vai dar valor. Eleonora diz a Arminda e a Teixeira que Querêncio não entende nada de pintura. Diana revela a Guilherme que está fugindo da polícia. Ela explica que fugiu de um lugar barra pesada e que se a polícia pegá-la vai mandá-la de volta para lá. Clorís liga para Flores e pergunta se pode lhe fazer uma visita. A pedido de Flores, Zé Mário vai dar uma volta na praça. Zé Mário assina o abaixo-assinado. Flores e Clorís tomam vinho e beijam-se. Eleonora fala para Arminda e Teixeira que Querêncio está contratado. Arminda liga para Filó e pede para avisar a Querêncio que ele foi contratado. Eleonora posa para Querêncio, que afirma que não vai usar referência de nenhum pintor. Em troca de grana, Sereno leva Nasinho até a barraca de Diana. Guilherme diz a Diana que não pode ficar longe dela. Os dois beijam-se e Nasinho, dois amigos e Sereno veem.

  103. Capítulo

  104. 28/07: Nasinho conta a Ellen que pegou Guilherme beijando Tião/Diana. Guilherme e Diana saem correndo. Guilherme enfrenta um dos amigos de Nasinho, que o segura, enquanto o outro amigo e o escrevente perseguem Diana. Bill ajuda Diana a se livrar dos dois, que acabam desistindo de correr atrás dela. Bill e Diana caminham pelo mato. Filomena confessa a Marisa que está pensando em ir embora de Ribeirão. Querêncio, pronto para começar a pintar, examina Eleonora. Ele manda a madame ficar quieta e começa a dar os primeiros traços. Nasinho diz a um dos seus amigos que vai descobrir quem é o pai de Guilherme e contar que o filho dele estava beijando outro menino. Bill e Diana chegam a uma caverna pequena. Nasinho fala para Guilherme que vai entregá-lo para os pais dele. Flores está deitado com Clorís em sua cama quando Léia toca a campanhia e ninguém atende. Ela liga para o professor, que não vê outra opção a não ser recebê-la. Léia conta a Flores que estão querendo transferir Joca para São Paulo. Querêncio sente dores na coluna por ficar muito tempo em pé e Eleonora diz que vai chamar um médico. Os dois acabam discutindo. Arminda conta a Bruno que vai colocar um anúncio no jornal sobre o projeto de apoio de valorização da cultura de Ribeirão. Sereno fala para Alfredo que Guilherme foi pego beijando outro menino. Nasinho conta a Ellen que pegou Guilherme beijando Tião/Diana. Ellen fica confusa e pede para Nasinho e o amigo dele irem embora. Diana desabafa com Bill, que nada fala. Guilherme diz aos pais que Nasinho está mentindo. Sílvio vai até o cartório conversar com Nasinho. O escrevente diz alguma gracinha e Sílvio parte para cima dele. Eleonora diz a Arminda que posar para Querêncio foi uma tortura. Nicolau e Arminda saem para jantar. Tito e Karina também. Zuleide conta para Carlos o boato que está rolando sobre Guilherme e Tião. Tito e Karina vão para o mesmo restaurante que Nicolau e Arminda. Tito e Nicolau se encaram.

  105. Capítulo

  106. 29/07: Zuleide e Newton discutem. Virgílio diz a Newton que está rolando um boato de que Guilherme foi pego beijando Tião. Newton não dá atenção a Virgílio. Iara fala para Virgílio que eles desviaram muito dinheiro do faturamento e que Tito vai acabar percebendo. Iara afirma que não quer continuar a fazer falcatrua. Virgílio responde que ela já foi longe demais para desistir. Nicolau conta a Arminda que Tito se apropriou das terras que são da família dele. O senador oferece champanhe a Tito e Karina. A contragosto, Tito ergue a taça para Nicolau. Karina bebe a champanhe com prazer. Eleonora pergunta a Teixeira se ele quer voltar com ela para a Europa. Ele afirma que mesmo estando com outra identidade prefere não arriscar. Tito vai até a mesa de Nicolau e lhe agradece pelo champanhe. Os dois se estranham, mas fingem que está tudo bem. Zé Mário diz a Flores que jamais vai concordar com ele. Flores diz ao amigo que ele virou um burguesinho acomodado. Arminda conta a Nicolau que pretende presidir a empresa quando madame Durrel se afastar. Arminda e Nicolau vão para o motel e ela se força a se entregar. Arminda chega em casa e fica irritada ao pensar em Joca. Lílian exige que Nicolau lhe conte com quem passou a noite. Nicolau responde que foi com Arminda. Diana acorda, agradece a Bill pela ajuda e dá um cordão de lembrança para ele. Carlos conta a Newton que Tião mora no meio do mato e afirma que a história do beijo é mentira. Zuleide e Newton discutem. Ellen diz a Sílvio que se a história do beijo for verdade o ideal é continuar tentando conversar com Guilherme. Zuleide liga para Ellen, que corta logo o papo. Sílvio e Ellen dizem a Guilherme que acham melhor ele não ir à escola até a poeira baixar. Diana vê Carlos indo para o colégio e pede para ele ajudá-la. Carmem mostra o anúncio da Patrimônio Eterno para Filomena. Querêncio chega para mais uma sessão de pintura e acaba discutindo com Eleonora. Nasinho dá queixa contra Sílvio na delegacia. Diana vai até a sala de Arminda e pede ajuda para a executiva.

  107. Capítulo

  108. 30/07: Arminda fala para Diana que não tem nenhum interesse em Joca. Diana fala para Arminda que está perdida e revela sua verdadeira identidade. Diana explica para a executiva a confusão com a história do beijo. Patrícia diz a Lincon que está se sentindo sozinha. Lincon fala que foi ela quem optou pela solidão. Lincon vê André conversando com Sônia de longe e pergunta ao filho quem é a moça. André diz que é uma chata reacionária. Diana revela a Arminda que vai contar que é menina para todo mundo para livrar a cara de Guilherme. Querêncio pede para madame Durrel fazer uma cara mais simpática. Diana acaba de contar sua história para Arminda, que promete ajudá-la. Diana liga para Guilherme e afirma que vai denunciar Nasinho à polícia. Karina conta para Zuleide que Nicolau ficou olhando para ela. Arminda pede para Bruno representá-la na reunião dos empreiteiros. Eleonora convida Querêncio para almoçar na casa dela, mas ele diz que não está acostumado com comida de rico. Ajuricaba sente-se honrado com a presença de Arminda na delegacia. Diana conta ao delegado que fugiu de casa porque se aborreceu com a tia com quem morava e que passou a ser vestir de menino por que o preconceito é menor. Querêncio almoça e bebe uns copos de cachaça no Já Era. Teixeira diz a Eleonora que, pela idade, Querêncio pode ser o filho perdido dela. Arminda se compromete a ficar com Diana até ela voltar a morar com a tia. Diana caminha pelo Centro Histórico de Ribeirão sem boné. Arminda fala para Diana que não tem nenhum interesse em Joca. Diana encontra Carlos, assume que é menina e pede para ele avisar Guilherme que ela vai embora de Ribeirão. Zé Mário diz a Flores que vai falar para os companheiros que ele precisa ser detido, pois se tornou um fascista disfarçado. Diana agradece Arminda pela ajuda. Querêncio pega no sono, enquanto Eleonora vai ao banheiro. Eleonora vê Querêncio dormindo no sofá e manda-o sair de lá.

  109. Capítulo

  110. 02/08: Arminda fala para Diana que não tem interesse em Joca. Diana fala para Arminda que está perdida e revela sua verdadeira identidade. Diana explica para a executiva a confusão que deu a história do beijo em Guilherme. Patrícia diz a Lincon que está se sentindo muito sozinha. Lincon fala que foi ela quem optou pela solidão. Lincon vê André conversando com Sônia de longe e pergunta ao filho quem é a moça. André diz que é uma reacionária. Diana revela a Arminda que vai contar que é menina para todo mundo para livrar a cara de Guilherme.. Querêncio pede para madame Durrel fazer uma cara mais simpática. Após ouvir a história de Diana, Arminda promete que vai ajudá-la. Diana liga para Guilherme e afirma que vai denunciar Nasinho na polícia. Karina conta para Zuleide que Nicolau ficou olhando para ela. Arminda pede para Bruno representá-la na reunião dos empreiteiros. Eleonora convida Querêncio para almoçar na casa dela, mas ele diz que não está acostumado com comida de rico. Ajuricaba sente-se honrado com a presença de Arminda na delegacia. Diana conta ao delegado que fugiu de casa, porque se aborreceu com a tia com quem morava e passou a ser vestir de menino, pois o preconceito é menor. Querêncio almoça e bebe cachaça no Já Era. Teixeira diz a Eleonora que, pela idade, Querêncio pode ser o filho perdido dela. Arminda se compromete a ficar com Diana até ela voltar a morar com a tia. Diana caminha pelo Centro Histórico de Ribeirão sem boné. Arminda fala para Diana que não tem interesse em Joca. Diana encontra Carlos, assume que é menina e pede que ele avise a Guilherme que ela vai embora de Ribeirão. Zé Mário diz a Flores que vai falar para os companheiros que ele precisa ser detido, pois se tornou um fascista disfarçado. Diana agradece Arminda pela ajuda. Querêncio acaba pegando no sono, enquanto Eleonora vai ao banheiro. Eleonora vê Querêncio dormindo no sofá e manda-o se levantar.

  111. Capítulo

  112. 03/08: Flores confessa a Zé Mário que não matou Dirce. Eleonora pega um guarda-chuva e cutuca o bumbum de Querêncio, que acorda com um grito de dor. Eleonora manda o pintor tirar a calça para ela e Elza o examinarem. Ele não permite e a Madame o manda embora. Joca grita que quer sair da prisão. Ventania chega à delegacia com um oficial de justiça que traz o alvará de soltura de Joca. Bruno diz a Arminda que a reunião com os empreiteiros foi produtiva. Carlos encontra Guilherme e avisa que Diana falou que vai voltar para casa, mas pediu para agradecer pela força que ele deu para ela. Diana recolhe seus objetos pessoais e os coloca em sua mochila. Ela deixa o boné que usava junto à barraca e vai embora. Querêncio chega à casa de Romeu e Sancha bufando. Sancha perde a paciência com ele e diz que vai dar um prazo para o artesão sair de sua casa. Eleonora diz a Teixeira que Querêncio a deixou irritadíssima e pede para seu advogado ver a passagem dela para a Europa. Guilherme procura Arminda e pergunta onde está Diana. Arminda afirma que ela ficou de pegar o telefone da tia com quem morava e prometeu que voltaria em breve. Ajuricaba fica furioso ao ver Joca livre. Joca agradece aos jovens que lutaram por sua libertação. Guilherme e Carlos veem a barraca vazia. Guilherme pega o boné que Diana deixou para ele. Diana conta a Bill que a vida dela não tem conserto. Sancha deixa claro para Filomena que ela e Querêncio têm um prazo para saírem de sua casa. Léia faz uma festa para comemorar a libertação de Joca. Guilherme liga para Arminda e diz que não achou Diana. Arminda fica furiosa. Marta revela a Ajuricaba que o rosto de Diana não lhe é estranho. Flores confessa a Zé Mário que não matou Dirce. O professor pede para o amigo ficar ao lado dele. Beatriz fala para Nicolau que gostaria de oferecer um jantar para Arminda. Lincon entrevista Joca, que afirma que pretende se dedicar às investigações agora que está solto. Marta mostra a foto de Diana para o delegado e diz que ela fugiu da Casa de Internação. Marta fala para Arminda que é de responsabilidade dela encontrar Diana. Filomena diz a Querêncio que ele terá que terminar de pintar o quadro da Madame Durrel. Joca liga para Arminda, que diz que vai contratar os serviços dele. Os dois se encontram e Arminda explica para Joca que ele precisa encontrar Diana. A executiva ressalta para Joca que ele vai ser bem pago. O detetive aceita o serviço.

  113. Capítulo

  114. 04/08: Joca consegue uma carona para ir atrás do caminhão. Joca procura Guilherme para conversar sobre Diana. Joca diz a Guilherme que Bill pode saber onde Diana está, já que ela o ajudou. Joca encontra Léia e avisa que eles vão procurar uma menina na floresta. Eleonora diz a Filomena que aturou mais do que devia e que não pretende recontratar Querêncio. Newton e Sílvio admitem terem ficado aliviados ao saber que Tião é, na verdade, uma menina. Zuleide diz a Carlos que quer que ele se afaste de Guilherme. Léia entra atrás de Joca na mata. Filomena conta sua história para Eleonora, que lembra de seu próprio passado em Ribeirão. Filó convence a madame a permitir que Querêncio termine de pintar o quadro. Léia quebra o salto e desiste de ajudar Joca a procurar Bill. Marta liga para Arminda e avisa que se Diana não aparecer até o fim do dia vai abrir um inquérito. Joca vê Bill e pergunta por Diana. Bill faz sinal para ele segui-lo. Filomena fala para Querêncio que se ele não terminar de pintar o quadro da madame Durrel, ela vai embora de Ribeirão. Bill aponta uma direção e indica a Joca que Diana pediu carona numa rodovia. Joca fala com um verdureiro, que conta que viu um menino pegar carona num caminhão. O caminhoneiro pergunta para Diana para onde ela está indo e acaba a prendendo na caçamba do caminhão. Diana fica assustada. Joca consegue uma carona para ir atrás do caminhão. Karina e Tito tomam sorvete no Agito Colonial. Filomena os serve, um tanto constrangida. Tito acusa Karina de ter ido ao Agito por pura maldade. Querêncio e Eleonora discutem mais uma vez. Teixeira tenta contornar a situação. Sancha diz a Léia que o professor Flores a usou e a dispensou, mas aconselha a amiga a se insinuar caso queira mesmo fisgar Flores. Zé Mário fala para Flores que já está na hora de partir. Joca vê o caminhão que está procurando, olha para o interior e percebe que não há ninguém. Diana está dentro da carroceria, desesperada.

  115. Capítulo

  116. 05/08: Virgílio liga para Nasinho e os dois marcam um encontro. Diana grita de dentro da carroceria e Joca, finalmente, ouve. Joca tenta abrir a porta de trás, que está trancada com cadeado. O caminhoneiro se aproxima. Joca e o caminhoneiro lutam. Joca dá com a chave de roda na cabeça do homem, que cai, desacordado. Joca pega as chaves no bolso do caminhoneiro e salva Diana. Os dois pegam um ônibus e partem. Diana diz a Joca que não pode voltar para Ribeirão. Joca afirma que prometeu para Arminda que a levaria de volta. Arminda deixa claro para Bruno que se ele não conseguir recuperar o tempo perdido em relação às obras, ela vai ter que intervir na área dele. Teixeira vai até a loja de Karina e convida Célia para um passeio. Joca vai com Diana até o escritório de Arminda. Ele conta para executiva o perigo que enfrentou para trazer Diana. Zé Mário fala para Flores que não aceita assassinatos como forma de luta, mas garante que vai organizar uma reunião com os companheiros deles. Zé Mário parte. Flores lembra de Dirce e afirma que nunca vai esquecê-la. Diana tenta convencer Arminda a deixá-la fugir. Joca pede para Diana contar para ele e para Arminda a verdadeira história dela. Joca tenta encorajar Diana, dizendo que não vai deixar ninguém fazer mal a ela. Zuleide conta a Karina que Célia ficou conversando com um cara boa pinta e saiu. Tito fala para Virgílio que o movimento na pousada está ótimo, mas o faturamento está ruim. Virgílio afirma que vai melhorar. Virgílio liga para Nasinho e os dois marcam um encontro. Marta explica para Arminda que Diana fugiu da casa onde morava com uma tia algumas vezes e começou a andar com outros menores. A investigadora diz que a menina cometeu infrações e fugiu da casa de internação para onde havia sido encaminhada. Arminda pede para Ajuricaba mantê-la informada sobre o destino de Diana. Zé Mário sente um mal-estar. Joca vai até a sala de Arminda e pergunta como ficou a história de Diana. Arminda começa a chorar e Joca tenta consolá-la. Depois de transarem, Célia diz a Teixeira que vai pedir a separação. Arminda, que estava aninhada nos braços de Joca, de repente faz um cheque, dá ao detetive e o expulsa de seu escritório. Eleonora conta a Arminda que agora vai posar calada e Querêncio também vai permanecer em silêncio para evitar atritos. Joca entra em casa alheio, dá o cheque que recebeu para Léia e pede para a mãe descontá-lo. Flores diz a Nicolau que eles podem se encontrar assim que ele tiver se livrado de Zé Mário. Zé Mário sente dor ao dirigir e acaba batendo de frente contra um caminhão.

  117. Capítulo

  118. 06/08: Querêncio se assusta ao ver a madame e o advogado na boate. Flores lembra de Zé Mário e se emociona. O carro de Zé Mário está em chamas no meio da estrada. Nasinho fala para Virgílio que tem uma boate interessante em Ribeirão do Tempo. Virgílio e Nasinho chegam na Mico Leão. Sônia e André conversam ao telefone, muito apaixonados. Ajuricaba ouve a conversa da filha e diz a Virgínia que acha que Sônia está ao telefone com um namorado. Sônia fica furiosa com a atitude do pai e os dois discutem. Célia sai do carro de Teixeira preocupada. Karina pergunta para Célia quem é o homem que esteve na loja. Célia responde que é Teixeira e afirma que ele só foi dar um oi. Eleonora diz a Teixeira que quer dar uma volta na cidade. Virgílio conta a Nasinho que bate em mulher. Os dois conversam cada vez mais cafajestes. Nicolau chega à boate e Nasinho o apresenta a Virgílio. Nasinho afirma que vai providenciar um encontro entre Virgílio e Nicolau em um lugar discreto para que Tito não fique sabendo. Eleonora convence Teixeira a entrar com ela na boate. Nicolau cumprimenta a madame e o advogado. Guilherme está abatido em seu quarto. Sílvio garante para o filho que vai acompanhar o caso de Diana. Ellen pergunta a Sílvio se ele quer conversar um pouco, mas o piloto afirma que está cansado. Ellen fica triste, frustrada. Querêncio se assusta ao ver a madame e o advogado na boate. Querêncio e Eleonora discutem mais uma vez. Nicolau conta a Flores que Arminda é ambiciosa e pretende substituir madame Durrel nas empresas. Flores diz a Nicolau que tem planos de transformá-lo em Presidente do Brasil. O professor manda Nicolau se aproximar de Arminda enquanto eles pensam em uma maneira de acabar com Eleonora. Nicolau fala para Beatriz que quer oferecer um jantar para Arminda. Joca vai até a delegacia para saber sobre Diana e Ajuricaba o trata mal. Marta fala para o detetive que a menina foi encaminhada para uma casa de internação de menores. Joca conta para Arminda onde Diana está. A executiva se faz de durona, mas no final pede para Joca ligar para ela caso tenha notícias da menina. Eleonora vai ao Agito Colonial e pede para conversar com Filomena. Newton dá carona para Ellen. O aventureiro pergunta a Ellen se ela é feliz no casamento e a beija. Querêncio aguarda Eleonora, que chega depois do horário combinado.

  119. Capítulo

  120. 09/08: Joca conta para Arminda onde Diana está. Flores lembra de Zé Mário e se emociona. O carro de Zé Mário está em chamas no meio da estrada. Nasinho fala para Virgílio que tem uma boate interessante em Ribeirão do Tempo. Virgílio e Nasinho chegam na Mico Leão. Sônia e André conversam ao telefone, muito apaixonados. Ajuricaba ouve a conversa da filha e diz a Virgínia que acha que Sônia está ao telefone com um namorado. Sônia fica furiosa com a atitude do pai e os dois discutem. Célia sai do carro de Teixeira preocupada. Karina pergunta para Célia quem é o homem que esteve na loja. Célia responde que é Teixeira e afirma que ele só foi dar um oi. Eleonora diz a Teixeira que quer dar uma volta na cidade. Virgílio conta a Nasinho que bate em mulher. Os dois conversam cada vez mais cafajestes. Nicolau chega à boate e Nasinho o apresenta a Virgílio. Nasinho afirma que vai providenciar um encontro entre Virgílio e Nicolau em um lugar discreto para que Tito não fique sabendo. Eleonora convence Teixeira a entrar com ela na boate. Nicolau cumprimenta a madame e o advogado. Guilherme está abatido em seu quarto. Sílvio garante para o filho que vai acompanhar o caso de Diana. Ellen pergunta a Sílvio se ele quer conversar um pouco, mas o piloto afirma que está cansado. Ellen fica triste. Querêncio se assusta ao ver a madame e o advogado na boate. Querêncio e Eleonora discutem mais uma vez. Nicolau conta a Flores que Arminda é ambiciosa e pretende substituir madame Durrel nas empresas. Flores diz a Nicolau que tem planos de transformá-lo em Presidente do Brasil. O professor manda Nicolau se aproximar de Arminda enquanto eles pensam em uma maneira de acabar com Eleonora. Nicolau fala para Beatriz que quer oferecer um jantar para Arminda. Joca vai até a delegacia para saber sobre Diana e Ajuricaba o trata mal. Marta fala para o detetive que a menina foi encaminhada para uma casa de internação de menores. Joca conta para Arminda onde Diana está. A executiva se faz de durona, mas no final pede para Joca ligar para ela caso tenha notícias da menina. Eleonora vai ao Agito Colonial e pede para conversar com Filomena. Newton dá carona para Ellen. O aventureiro pergunta a Ellen se ela é feliz no casamento e a beija. Querêncio aguarda Eleonora, que chega depois do horário combinado.

  121. Capítulo

  122. 10/08: Zuleide diz a amiga que o senador está a fim dela. Querêncio diz a Eleonora que jurou que não ia mais discutir com ela. Ellen fica meio perturbada com o beijo que Newton lhe deu. Newton chega à pousada e Sílvio e Iara perguntam por que ele se atrasou. Ele desconversa. Filomena confessa a Carmem que fica nervosa quando vê Tito. Eleonora pergunta para Querêncio se ele não pensa no futuro de Filomena. Querêncio fica furioso e vai embora. Léia dá um pote com doce em calda para Joca presentear o professor. Flores diz a Joca que ele ainda vai ter a oportunidade de descobrir todas as imundices da conspiração. O professor aconselha Joca a esperar a poeira baixar para voltar às investigações. Nicolau diz a Nasinho que Virgílio vai ajudá-los a acabar com Tito. Iara fica intrigada ao ouvir Nasinho falando cheio de mistério ao telefone. Diana fica feliz ao ver Joca. Ela pede para Joca ajudá-la. Flores escreve ao computador que Nicolau tornou-se em um grande líder. Sereno confessa ao professor que não gosta de Nicolau. Flores afirma a Sereno que o senador é seu aliado e garante que ele vai deixá-lo em paz. Flores mostra a Lincon um artigo que redigiu sobre Nicolau. Lincon fica assustado com artigo, em que o professor exalta Nicolau, mas deixa a entender que vai publicá-lo. Joca diz a Léia que vai trazer Diana para a casa deles. Léia deixa claro que não vai ser possível. Guilherme fica triste ao lembrar de Diana e diz a Carlos que ainda vai encontrar com ela. Teixeira explica a Célia que ela não deve pedir a separação agora. Karina e Zuleide encontram Nicolau na praça. Zuleide diz a amiga que o senador está a fim dela. Joca conta a Arminda que Diana disse que eles são as únicas pessoas que se importam com ela. Arminda e Joca combinam de visitar Diana juntos. Nasinho fala para Virgílio que seguiu o conselho dele: bateu em uma mulher com quem se envolveu e acabou com um galo na cabeça. Nicolau diz a Virgílio que quer que ele convença Tito a vender as terras para ele. Virgílio não aceita a proposta de primeira, mas os dois conversam para encontrar um jeito de persuadir Tito. Karina revela a Zuleide que se sente atraída por Nicolau. A patricinha elogia o apartamento de Zuleide. Ellen propõe a Sílvio que eles passem a noite juntos, como uma mini lua-de-mel, mas ele afirma que precisa estudar para o concurso. Ellen revela que está insatisfeita com o casamento. Newton recebe documentos que precisam ser atualizados para regularizar o avião. A sós com Nasinho, Nicolau diz ao amigo que como o avião é a coisa mais importante da pousada o jeito de acabar com Tito é armar um acidente. Nasinho garante ao senador que se Virgílio for bem pago ajuda a destruir o avião.

  123. Capítulo

  124. 11/08: Arminda se entrega a Joca e assume que o quer. Teixeira e Arminda estranham a paciência que Eleonora está tendo com Querêncio. Querêncio fala para Romeu e para Sancha que vai terminar o quadro, pois não vai jogar fora todo o tempo que dedicou a ele. Virgílio agride Iara, que fica perturbada. Iara regulariza os documentos do avião. Virgílio deixa claro para a aventureira que se ela resolver cair fora ele conta todas as falcatruas dela para Tito e Clorís. Iara e Virgílio transam. Beatriz fala para Nicolau que Arminda é uma das poucas mulheres que o merecem. Lílian escuta e sente-se humilhada. Beatriz garante a Larissa que vai cuidar do jantar e, portanto, não vai ser preciso contratar um bufê. Lílian fala para Nicolau que ele não pode humilhá-la. Ele a agarra e ela acaba correspondendo. Arminda convence Eleonora a aceitar o convite de Beatriz e Nicolau. O carro de Arminda para e Joca entra. Joca tenta beijar Arminda, mas ela reage de forma seca, como sempre. Diana abraça Arminda, que corresponde emocionada. Diana pede para Arminda ficar com ela. Joca fala para Diana que Arminda vai pensar e entrega bombons para ela. Ajuricaba quase vê Sônia e André juntos. Ajuricaba conta a Marta que ficou intrigado com o artigo do professor que foi publicado na Folha da Corredeira. Teixeira diz a Eleonora que a audiência pública sobre o resort foi marcada. A madame revela ao advogado que não consegue explicar como aguenta Querêncio. Querêncio bebe cachaça no Já Era. O pintor diz a Eleonora que se ela não permitir que ele termine de pintar o quadro ele vai até a praça e diz ao povo ribeirense que ela chamou todos da cidade de infelizes. Querêncio bebe enquanto pinta. Arminda manda Joca dirigir o carro dela e levá-la a um motel. Arminda se entrega a Joca e assume que o quer. André diz a Sônia que vai visitá-la no horário em que os pais dela estão trabalhando. Arminda deixa claro para Joca que entre eles só existe sexo. Joca explica a Arminda que ela tem como cuidar de Diana. Querêncio tenta não perder a paciência diante das provocações de Eleonora. André e Sônia transam no quarto dela. Virgínia comenta com Ajuricaba que Sônia ligou querendo saber a hora que ela ia sair do trabalho. O delegado fica desconfiado e resolve ir até a casa deles conferir. Virgílio e Nasinho marcam um encontro para conversar. Ajuricaba entra em casa gritando. Sônia e André ficam desesperados. André sai pela janela com apenas um pé calçado. Sônia abre a porta para o pai enrolada num lençol. Ajuricaba pega o tênis de André e sacode na cara de Sônia, que fica em pânico.

  125. Capítulo

  126. 12/08: Sônia liga para André e diz que a barra está muito pesada. Sônia vê que não há como mentir. Ela diz ao pai que estava estudando com um namoradinho e que depois os dois resolveram descansar. Sônia faz um teatro e Ajuricaba combina de conversar com ela depois. O delegado fica com um pé do tênis. Joca conta a Guilherme que esteve com Diana. Arminda pergunta para Eleonora como foi a convivência dela com o filho. A madame afirma que a separação foi dolorosa. Guilherme fica triste ao saber que Diana vai continuar na casa de internação ou vai voltar a morar com a tia. Arminda fica perturbada ao lembrar da visita que fez a Diana. Sérgio empresta uma sandália para André. Ajuricaba liga para Virgínia e pede para ela voltar para casa o quanto antes. Sônia confessa a Virgínia que estava estudando com um amigo e os dois acabaram transando. A jovem cai no choro, enquanto Ajuricaba reage furioso ao que ouviu. Virgílio deixa claro para Nasinho que se tiver dinheiro no lance, ele topa. Nicolau vê uns remédios em cima de uma mesinha e pergunta a Elza se madame Durrel tem algum problema de saúde. Elza responde que não sabe muito bem. Nasinho explica a Virgílio que se houver um acidente com o avião, a pousada vai à falência e Tito não vai ter outra saída senão vender a terra. Newton vai até o Instituto do Meio Ambiente e revela a Ellen que depois do beijo que aconteceu entre eles a vida dele virou uma aflição. Ellen resiste a princípio, mas acaba se entregando a Newton. Ellen e Newton estão transando quando Sílvio liga. Ellen não atende e confessa a Newton que está se sentindo uma canalha. Beatriz recebe Eleonora e Arminda com muito gosto. Bruno leva Teixeira para tomar um drinque em sua casa. Célia e o advogado ficam embaraçados. Lílian cumprimenta a todos e Nicolau a apresenta a Arminda e Eleonora como sua secretária. Nicolau garante a Eleonora que vai conversar com Lincon e convencê-lo a não se opor ao resort. Sônia liga para André e diz que a barra está muito pesada. Ele conta que teve uma ideia que pode ajudá-los. Newton se atrasa para reunião na pousada. Tito deixa claro para Sílvio, Newton e Iara que eles vão saltar com craques e que precisam ficar com uma ótima imagem da “Toque dos Extremos”. Nicolau fala para Arminda que Beatriz e Larissa querem que eles se casem. Sônia diz aos pais que o amigo que esteve com ela está vindo até a casa deles. Sônia abre a porta e Sérgio entra.

  127. Capítulo

  128. 13/08: Virgílio aceita ajudar Nicolau a levar a pousada à falência. Sérgio tenta se explicar diante de Ajuricaba, Virgínia e Sônia e acaba se enrolando. Antes que Sérgio vá embora, Ajuricaba exige que ele calce o tênis. André conta a Carmem sobre a enrascada que ele e Sônia se meteram. Com muito esforço, Sérgio consegue calçar o tênis. Arminda pede para Querêncio terminar o quadro o mais rápido possível. Filomena diz a Sancha que já está procurando uma casinha para ela e para Querêncio e que em breve eles vão deixá-la em paz. Querêncio afirma a Eleonora que só falta captar a alma dela para terminar de pintar o quadro. Arminda encontra Marta, que revela que Diana deve continuar na casa de internação, pois a tia dela não quer ficar com ela. Marta explica a Arminda que se uma pessoa como ela pedir a guarda da menina é bem provável que o juiz dê. Diana liga para Arminda, que hesita em atender. Diana pede para Arminda cuidar dela, mas a executiva explica que não pode. Iara ouve Virgílio ao telefone combinando um encontro com Nasinho. Escondida, Iara observa o encontro de Virgílio com Nasinho e Nicolau. Virgílio aceita ajudar Nicolau a levar a pousada à falência. O senador explica que conhece uma pessoa que pode derrubar a aeronave. Ajuricaba diz a Sérgio que vai querer conhecer a família dele. O delegado deixa claro que não é uma pessoa violenta, mas afirma que se fosse o filho do jornalista que estivesse com Sônia, certamente, Lincon colocaria no jornal que o filho havia sido espancado por ele. André pede para Sérgio continuar dando cobertura para ele e para Sônia. A pedido de Arminda, a secretária tenta ligar para Joca, mas não consegue. Joca fala para Léia que o celular dele pifou. Ellen pergunta a Guilherme se Carlos lida bem com a separação dos pais. Guilherme responde, mas não dá muita atenção à mãe. Ellen liga para Newton e os dois marcam de se encontrarem. Eleonora diz a Querêncio que está cansada e que acabou o encontro. Querêncio pede para ela aguardar, pois falta pouco. Os dois não conseguem se entender e Querêncio vai embora com o quadro. Eleonora fica surpresa. Querêncio conta a Alfredo e a Romeu que tem umas ideias sobre o que fazer com o quadro. Nervosíssima, Eleonora pede para Teixeira agilizar tudo para que ela possa voltar para a Europa. Iara procura Virgílio e tenta encontrar alguma pista do que deseja descobrir, mas não acha nada. Nicolau manda Nasinho procurar Ferrolho, sujeito que foi preso porque pilotava avião para contrabandista. Karina vê Newton e Ellen juntos e fica intrigada. Arminda vai até a casa de Joca e Léia se espanta ao vê-la. Arminda entra na casa de Léia e olha tudo com ar superior. Ela diz a Léia que vai esperar por Joca.

  129. Capítulo

  130. 16/08: Arminda desdenha de Joca. Léia diz a Arminda que se o assunto é profissional,elas podem ir adiantando o expediente, pois ela é assistente de Joca. Arminda afirma que não costuma tratar com subordinados. Ellen fala para Newton que vai contar o que está acontecendo entre eles para Sílvio. Iara explica para Sílvio que as despesas da pousada são muito maiores do que o faturamento. Sílvio estranha. Arminda está indo embora quando Joca chega. A executiva revela ao detetive que pretende pedir a guarda de Diana até encontrar uma solução para o caso dela. Joca promete ajudá-la se for preciso. Como sempre, Arminda desdenha de Joca. Léia diz a Joca que ele não deveria aturar as grosserias de Arminda. Karina conta para Tito que viu Ellen entrando no carro de Newton. Tito pede para Karina não comentar isso com ninguém. Sílvio nota que Ellen está aflita e pergunta o que está acontecendo. Ela diz que está preocupada com a audiência pública. Arminda convence Eleonora a ir embora depois de resolver o caso do quadro. Nicolau deixa claro para Lílian que ele é quem sabe se vai ou não se casar com Arminda. Nicolau conta a Flores que está quase noivo de Arminda. Eleonora fala para Teixeira que embora ache uma bobagem acreditar em premonição, sentiu que se não for embora logo, jamais vai sair de Ribeirão. Como quem não quer nada, Virgílio pergunta a Newton e a Sílvio se eles guardam o avião sempre no mesmo local. Beatriz pede para Nasinho estimular Nicolau a investir em Arminda. Nicolau ressalta para Nasinho que Ferrolho não pode imaginar que ele está por trás do lance do avião. Filomena fica desesperada ao saber que Querêncio não terminou o quadro e afirma que vai embora de Ribeirão. Eleonora propõe a Filomena que elas tentem conscientizar Querêncio da responsabilidade que ele assumiu. Filomena e Eleonora tentam convencer Querêncio a entregar o quadro, mas ele foge com a pintura. Diana liga para Guilherme, que diz que vai tentar visitá-la. Arminda pede conselhos a Teixeira sobre a guarda de Diana. Teixeira fala para Arminda que é preciso entrar com um pedido de guarda junto ao Juiz. Karina pergunta a Zuleide se Newton já foi namorado de Ellen. Zuleide fica grilada com a pergunta de Karina. Ellen confessa a Carmem que está pensando em se separar de Sílvio. Carmem apóia a irmã. Eleonora fala para Arminda que tentou recuperar o quadro, mas Querêncio não o entregou a ela. A milionária afirma que já solicitou um jatinho para buscá-la. Querêncio fala para Marisa que vai vender o quadro de Madame Durrel na praça.

  131. Capítulo

  132. 17/08: Eleonora fica em pânico ao ver o sinal. Marisa perde a paciência com Querêncio, que afirma que vai vender o quadro para algum gringo e virar artista internacional. Filomena diz a Ari que vai embora de Ribeirão. Querêncio coloca o quadro para vender na Praça do Enforcado. Um grupo de turistas se aproxima e fica olhando o quadro. Teixeira avisa Eleonora que o jatinho já está a caminho para buscá-la. Iara compra roupas na loja de Karina, que acaba contando que viu Newton e Ellen juntos numa atitude para lá de suspeita. Iara conta a fofoca para Virgílio, que conta para Clorís. Célia vê o quadro de Querêncio exposto e faz um elogio ao artista. Célia conta para Bruno que o quadro está à venda na praça. Uma americana tenta negociar com Querêncio por intermédio de Sérgio. Arminda se aproxima e cobre a oferta da americana, que não entende a confusão e acaba desistindo de comprar a obra. Teixeira conta a Eleonora que Arminda resolveu pedir a guarda de Diana. Bruno tenta convencer Querêncio a desistir de vender o quadro. Sônia explica para André e Sérgio que Ajuricaba insiste em perguntar onde está o namorado dela. Eleonora afirma que vai até a praça resolver o problema com Querêncio. Ela oferece a Querêncio dez mil dólares pelo quadro, mas ele não aceita. Eleonora pega o quadro e sai. Os dois puxam a tela, tipo cabo de guerra. Teixeira consegue segurar Querêncio e o leva à força até o chafariz. Querêncio fica debruçado no chafariz e parte do bumbum dele fica à mostra. Eleonora fica em pânico ao ver o sinal e desmaia. Teixeira também vê o sinal. Nasinho vai até a casa de Ferrolho e diz que ele precisa derrubar um avião. Teixeira entra no solar com Eleonora no colo. Arminda chama um médico. Filomena, muito triste, avisa a Querêncio que vai embora de Ribeirão e que ele vai ter de se virar sozinho. Eleonora, já acordada, pede para ficar a sós com Teixeira. Aflita, ela diz a seu advogado que não sabe o que fazer.

  133. Capítulo

  134. 18/08: Filomena mostra o Agito Colonial para Rosa. Arminda torna a ligar para o médico. Teixeira tenta tranquilzar Eleonora. Nasinho fala para Ferrolho que eles precisam tomar muito cuidado com a operação, pois a polícia não pode pegá-los. Sílvio revela a Newton que Ellen está estranha com ele. Newton fica constrangido. Clorís comenta com Tito que está correndo um boato de que Newton está de caso com Ellen. Tito fica furioso. Doutor Brandão examina Eleonora. Filomena revela a Carmem que não aguenta mais sofrer por Tito e que Querêncio está a levando à loucura. Ari diz a Filó que sua sobrinha vai ficar no lugar dela. Brandão deixa claro para Arminda e Teixeira que madame Durrel não se encontra em condições de viajar e os aconselha a internarem Eleonora. Nicolau fala para Nasinho que vai dar uma grana para ele negociar com Ferrolho e Virgílio. O senador manda o amigo cuidar de toda a operação. Ellen explica para Newton que vai propor a separação a Sílvio. Newton confessa a Ellen que também está angustiado com a relação deles. Tito, furioso, acusa Karina de ter espalhado a fofoca. Ela diz ao noivo que outra pessoa pode ter visto Newton e Ellen juntos e espalhado o boato. Ellen fala para Sílvio que a relação deles foi se desgastando nos últimos anos e afirma que quer se separar. Sílvio pergunta à esposa se ela conheceu outro cara, mas ela desconversa. Madame Durrel confessa a Teixeira que não vai viajar depois de ter descoberto seu filho. Filomena mostra o Agito Colonial para Rosa e explica o trabalho dela. Eleonora confessa a Teixeira que não sabe se vai revelar a Querêncio que ele é seu filho. Arminda sugere a Teixeira a contratação de uma enfermeira para cuidar de Eleonora. Teixeira diz a Arminda que já deu entrada numa ação pedindo a guarda de Diana. Guilherme pede para Carlos ir com ele visitar Diana. Ellen pede para Sílvio não tornar as coisas ainda mais difíceis. Os dois estão quase discutindo quando Guilherme chega com Carlos. Teixeira fala para Brandão que Eleonora quer que ele retire uma mostra do sangue dela para um teste de DNA. O advogado ressalta para o médico que o assunto é sigiloso. Filomena explica para Rosa como funciona o sistema de comandas do bar. Filó e Ari vão ao escritório dele para fechar as contas. Brandão recolhe o sangue de Eleonora. Eleonora revela a Teixeira que vai contar a verdade para Filomena. Filomena se despede de Sancha e avisa que não vai conseguir se despedir do pai. Teixeira vê Filomena saindo de casa com uma mala na mão e diz que Eleonora tem um assunto muito importante para falar com ela.

  135. Capítulo

  136. 19/08: Sílvio conta a Tito que Ellen está querendo a separação. Filomena decide acompanhar Teixeira. Eleonora lembra de uma das discussões que teve com Querêncio. Filomena entra no quarto de Eleonora, intimidada. Aflita, Eleonora revela a Filomena que abandonou seu filho há 50 anos e só lembra que ele tem um sinal grande com o formato do mapa do Brasil na nádega. Filomena fica pasma com a revelação. Querêncio acorda e sai desesperado atrás de Filó. Filomena custa a acreditar no que ouviu. Madame Durrel diz à neta que pretende fazer um exame de DNA para não restar qualquer dúvida. Guilherme conta a Carlos que vai até Cabreira para tentar visitar Diana. Ellen fala mais uma vez para Sílvio que quer a separação. Sílvio pede para ela ter paciência e garante que a relação deles vai melhorar. O piloto não aceita o pedido de Ellen. Iara ouve Virgílio falando ao telefone com Nasinho. Eleonora deixa claro para Filomena que por enquanto o assunto deve ser mantido em sigilo. O inspetor da casa de internação permite que Guilherme fale com Diana por cinco minutos. Guilherme e Diana conversam encantados. Sílvio conta a Tito que Ellen está querendo a separação, mas diz que acredita que eles vão acabar se entendendo. Tito fica angustiado por não poder contar ao amigo os boatos que correm. Iara observa Virgílio cumprimentando Nasinho e Ferrolho e fotografa a cena. Karina e Zuleide ficam surpresas ao saberem que Filomena não trabalha mais no Agito. Brandão recolhe o sangue de Filomena e afirma que o resultado do exame sai em poucos dias. Ferrolho explica para Nasinho e Virgílio que pode morrer gente na operação. Karina vê Filomena caminhado pela praça e pergunta o que ela está fazendo em Ribeirão.

  137. Capítulo

  138. 20/08: Nicolau entrega vários maços de dinheiro a Nasinho. Karina provoca Filomena dizendo que em outra cidade, longe de Querêncio, fica mais fácil para ela arranjar um namorado. Filomena toma coragem e diz a Karina que gosta de Tito e que quando eles transaram o aventureiro estava solteiro. Karina fica sem ação, perplexa. Filomena fala para Sancha e Romeu que resolveu adiar a viagem para poder conversar com calma com o pai. Nicolau combina com Arminda de passar no Solar para visitar Eleonora. Iara passa as fotos que tirou de Virgílio, Nasinho e Ferrolho para o computador. Iara pergunta a Virgílio se ele está escondendo alguma coisa dela, mas ele nega. Romeu conta a Querêncio que Filomena não viajou porque ficou com pena de deixá-lo sozinho. Querêncio encontra Filomena e fica aliviado pela filha não ter ido embora. Filomena fala para Querêncio que vai passar uns dias na casa de Ellen e Carmem. Newton vai até a Secretaria do Meio Ambiente. Ele e Ellen se abraçam, preocupados. Tito comenta com Clorís e Karina que Sílvio está abatido. Tito explica para Virgílio que eles vão ter saltos quase todos os dias até o final do mês. Nicolau entrega vários maços de dinheiro a Nasinho para serem distribuídos para ele, Virgílio e Ferrolho. Sílvio vai até a Secretaria pegar Ellen e vê Newton. Sílvio fica furioso e exige que Ellen lhe explique porque Newton está lá. Sílvio dá um soco em Newton e Ellen tenta apartar a briga. Carmem e Filomena chegam. Nicolau visita Eleonora, que pergunta a ele e a Arminda quando vai ser o casório. Nicolau tenta agarrar Arminda, que se desvencilha dele e deixa claro que o casamento deles é apenas uma hipótese. Joca vai até o casarão de Flores e diz ao professor que anda aflito, pois está há muito tempo sem trabalhar. O professor aconselha o detetive a se recolher por mais algum tempo. Nicolau entra com cuidado no casarão de Flores para que ninguém o veja. Flores revela ao senador que Joca não lhe é mais útil e por isso tem que pensar em alguma maneira de se livrar dele. Virgílio pede para Iara representar a pousada em uma audiência trabalhista, pois ele vai precisar resolver um problema que surgiu de última hora. Nasinho entrega metade da grana para Ferrolho e avisa que a outra metade vai ser entregue depois do serviço pronto. Virgílio e Ferrolho chegam ao hangar. Ferrolho começa a fazer o serviço, sob o olhar de Virgílio. Iara pede para Newton saltar no lugar dela.

  139. Capítulo

  140. 23/08: Iara ouve Virgílio falando ao telefone com Nasinho. Filomena decide acompanhar Teixeira. Eleonora lembra de uma das discussões que teve com Querêncio. Filomena entra no quarto de Eleonora, intimidada. Aflita, Eleonora revela a Filomena que abandonou seu filho há 50 anos e só lembra que ele tem um sinal grande com o formato do mapa do Brasil na nádega. Filomena fica pasma com a revelação. Querêncio acorda e sai desesperado atrás de Filó. Filomena custa a acreditar no que ouviu. Madame Durrel diz à neta que pretende fazer um exame de DNA para não restar qualquer dúvida. Guilherme conta a Carlos que vai até Cabreira para tentar visitar Diana. Ellen fala mais uma vez para Sílvio que quer a separação. Sílvio pede para ela ter paciência e garante que a relação deles vai melhorar. O piloto não aceita o pedido de Ellen. Iara ouve Virgílio falando ao telefone com Nasinho. Eleonora deixa claro para Filomena que por enquanto o assunto deve ser mantido em sigilo. O inspetor da casa de internação permite que Guilherme fale com Diana por cinco minutos. Guilherme e Diana conversam encantados. Sílvio conta a Tito que Ellen está querendo a separação, mas diz que acredita que eles vão acabar se entendendo. Tito fica angustiado por não poder contar ao amigo os boatos que correm. Iara observa Virgílio cumprimentando Nasinho e Ferrolho e fotografa a cena. Karina e Zuleide ficam surpresas ao saberem que Filomena não trabalha mais no Agito. Brandão recolhe o sangue de Filomena e afirma que o resultado do exame sai em poucos dias. Ferrolho explica para Nasinho e Virgílio que pode morrer gente na operação. Karina vê Filomena caminhado pela praça e pergunta o que ela está fazendo em Ribeirão.

  141. Capítulo

  142. 24/08: Tito comenta com Clorís e Karina que Sílvio está abatido. Karina provoca Filomena dizendo que em outra cidade, longe de Querêncio, fica mais fácil para ela arranjar um namorado. Filomena toma coragem e diz a Karina que gosta de Tito e que quando eles transaram o aventureiro estava solteiro. Karina fica sem ação, perplexa. Filomena fala para Sancha e Romeu que resolveu adiar a viagem para poder conversar com calma com o pai. Nicolau combina com Arminda de passar no Solar para visitar Eleonora. Iara passa as fotos que tirou de Virgílio, Nasinho e Ferrolho para o computador. Iara pergunta a Virgílio se ele está escondendo alguma coisa dela, mas ele nega. Romeu conta a Querêncio que Filomena não viajou porque ficou com pena de deixá-lo sozinho. Querêncio encontra Filomena e fica aliviado pela filha não ter ido embora. Filomena fala para Querêncio que vai passar uns dias na casa de Ellen e Carmem. Newton vai até a Secretaria do Meio Ambiente. Ele e Ellen se abraçam, preocupados. Tito comenta com Clorís e Karina que Sílvio está abatido. Tito explica para Virgílio que eles vão ter saltos quase todos os dias até o final do mês. Nicolau entrega vários maços de dinheiro a Nasinho para serem distribuídos para ele, Virgílio e Ferrolho. Sílvio vai até a Secretaria pegar Ellen e vê Newton. Sílvio fica furioso e exige que Ellen lhe explique por que Newton está lá. Sílvio dá um soco em Newton e Ellen tenta apartar a briga. Carmem e Filomena chegam. Nicolau visita Eleonora, que pergunta a ele e a Arminda quando será o casório. Nicolau tenta agarrar Arminda, que se desvencilha dele e deixa claro que o casamento deles é apenas uma hipótese. Joca vai até o casarão de Flores e diz ao professor que anda aflito, pois está há muito tempo sem trabalhar. O professor aconselha o detetive a se recolher por mais algum tempo. Nicolau entra com cuidado no casarão de Flores para que ninguém o veja. Flores revela ao senador que Joca não lhe é mais útil e por isso tem que pensar em alguma maneira de se livrar dele. Virgílio pede para Iara representar a pousada em uma audiência trabalhista, pois ele vai precisar resolver um problema que surgiu de última hora. Nasinho entrega metade da grana para Ferrolho e avisa que a outra metade será entregue depois do serviço pronto. Virgílio e Ferrolho chegam ao hangar. Ferrolho começa a fazer o serviço, sob o olhar de Virgílio. Iara pede para Newton saltar no lugar dela. .

  143. Capítulo

  144. 25/08: Eleonora diz que não vai receber Querêncio. Newton cumprimenta Sílvio, que não corresponde. Iara diz a Virgílio que vai saltar no lugar de Newton, pois ele e Sílvio não estão se entendendo. Virgílio, irritadíssimo, diz a Iara que ela precisa ir à Junta do Trabalho. Guilherme percebe um clima estranho e pergunta a Carmem o que está acontecendo. Ela desconversa. Sílvio garante a Tito e a Virgílio que não pretende prejudicar o trabalho com seus problemas pessoais. Filomena conta a Carmem que percebeu que estava desistindo de tudo muito rápido. Ellen explica a Carmem e a Filomena que Sílvio acabou descobrindo a verdade da pior maneira. Os paraquedistas embarcam no avião. Os hóspedes ficam tensos. O avião decola. Ellen conversa com Filomena sobre sua história com Newton. Começa a sair fumaça do avião e todos ficam apavorados. Tito e Newton saltam com os hóspedes. O avião cai entre árvores pegando fogo. Tito e Newton saem correndo para ver Sílvio e constatam que o piloto não conseguiu se salvar. Newton e Tito choram desesperados. Querêncio fala para Elza avisar Madame Durrel que ele quer devolver o quadro. Eleonora diz que não vai receber Querêncio. O pintor deixa o quadro no Solar e vai embora. Arminda recebe a assistente social e responde às perguntas que ela faz. Policiais e bombeiros estão próximos ao avião. Nasinho avisa a Nicolau que o serviço foi feito. Tito conta a Ellen sobre o acidente. Ellen fica aterrorizada.

  145. Capítulo

  146. 26/08: Carmem fala para Filomena que Sílvio morreu. Ellen demora a acreditar no que Tito lhe contou e tem uma crise de choro. Beatriz fica sabendo do acidente com o avião e fica indignada com a forma com que Nicolau fala do acidente. Newton diz a Iara que não consegue entender como aconteceu o acidente, pois estava tudo certo com o avião. Marta faz algumas perguntas a Virgílio, que se faz de consternado. Iara examina as fotos que tirou do encontro entre Nasinho, Virgílio e Ferrolho e conclui que foi Virgílio quem armou o acidente. Ela imprime cópias das fotos e as coloca em um envelope junto com o pendrive. Carmem fala para Filomena que Sílvio morreu e pede para a amiga cuidar de sua irmã. Filomena não consegue conter o choro ao saber do acidente e Eleonora a consola. Lincon entrevista Virgílio. Filomena e Carmem consolam Ellen e Guilherme. Arminda vai até a casa de Joca e entra no quarto dele sem avisar, deixando Léia irritada. Arminda confessa a Joca que está com medo que o juiz negue o pedido da guarda de Diana. A executiva agarra Joca. Sérgio vai buscar Sônia para sair e Ajuricaba fica conversando com o jovem durante muito tempo. André aguarda Sônia e Sérgio, agoniado. Lincon fica intrigado com a visita de Nicolau ao seu jornal. Nicolau mostra um projeto de um novo jornal em Ribeirão do Tempo e diz ao jornalista que só não vai tocar o projeto se ele fechar sociedade com ele. Teixeira mostra o quadro que Querêncio pintou e Eleonora gosta do resultado. A madame se emociona com a pintura e afirma ao advogado que talvez Querêncio não seja uma pessoa tão ruim assim. Iara olha fixo para Virgílio, que pergunta para ela o que houve.

  147. Capítulo

  148. 27/08: Flores fala para Nicolau que ele precisa ir ao velório. Tito afirma que resolveu velar o corpo de Sílvio na pousada. Clorís pergunta a Virgílio o que o acidente significa para as finanças da pousada. Virgílio afirma que a situação da pousada está extremamente complicada. Karina consola Tito, arrasado com a morte de Sílvio. Eleonora pede para Teixeira examinar o testamento dela e verificar se há mudanças a serem realizadas caso Querêncio seja mesmo seu filho. Lincon conta a André que Nicolau quer fazer sociedade com ele e afirma que não vê outra alternativa a não ser aceitar. Flores diz a Nicolau que a sociedade do jornal vai ser muito útil para os planos deles. Tito e Ellen se abraçam fortemente. Karina fica tensa ao ver Filomena no velório de Sílvio. Ari cumprimenta Ellen e discursa, deixando todos constrangidos. Flores fala para Nicolau que ele precisa ir ao velório. Newton abraça Ellen e os dois choram. Tito não gosta de ver Nicolau no velório do amigo, mas o cumprimenta. Ari tenta discursar mais uma vez, mas Ellen pede que ele fique em silêncio. Brandão entrega o resultado do exame a Eleonora, que mostra que há total compatibilidade entre o DNA dela e o de Filomena. Filomena conta a Joca que percebeu que talvez a vida dela mude mesmo sem sair de Ribeirão. Joca fica intrigado. Eleonora pede para Teixeira trazer Filomena até ela. Clorís avisa a Tito que os peritos já estão no local do acidente. Dois peritos trabalham no local e um deles explica os procedimentos técnicos da investigação para Tito. Nasinho explica a Nicolau que, provavelmente, haverá suspeitas de que o avião foi sabotado. Chagas, perito da aeronáutica, diz a Tito que descobriu uma mangueira de óleo, que pode ter sido responsável pelo fogo. Eleonora revela a Filomena que tudo indica que ela é sua neta. As duas se abraçam, emocionadas. Eleonora fala para Filomena que Querêncio precisa saber de toda a verdade.

  149. Capítulo

  150. 30/08: Nicolau visita Karina em sua loja. Eleonora diz a Filomena que elas precisam convencer Querêncio a fazer o teste de DNA. Madame fala para Filó que gostaria de conversar com ela e Querêncio ao mesmo tempo, como uma família de verdade. Querêncio vai até a casa de Ellen procurar Filomena e fica sabendo que ela saiu com Teixeira. Eleonora se recusa a falar com Lincon. O jornalista insiste em falar com a madame e Teixeira afirma que não vai ser possível.Lincon vai embora do Solar injuriado. Newton cumprimenta os peritos, que pedem para conversar com ele a sós. Newton diz que está à disposição. Chagas diz a Tito e a Newton que tudo indica que houve sabotagem. Filomena consegue convencer Querêncio, depois de muito insistir, a ir com ela conversar com Eleonora. Eleonora conta sua história para Querêncio, que permanece calado. Madame deixa claro que o chamou para que ele faça um teste de DNA. Querêncio nada fala e vai embora. Nicolau visita Karina em sua loja. Ele agarra a patricinha subitamente e lhe dá um beijo. Karina fecha a loja e os dois transam no provador. Lincon conta a Carmem que tentou falar com madame Durrel, mas não conseguiu e ressalta que achou estranha a maneira como foi dispensado. Lincon tenta descobrir a verdade sobre Eleonora, mas Brandão afirma apenas que ela não está com nenhuma doença grave. uerêncio bebe no “Já Era” e paga a conta, para espanto de Alfredo. Chagas deixa claro para Ajuricaba que há suspeita de sabotagem no acidente e afirma que vai ser necessário abrir um inquérito policial. Karina chega feliz da vida na pousada e cuida de Tito toda amorosa. Newton vai até a casa de Ellen e revela a ela que está sendo acusado de ser o responsável pelo acidente que matou Sílvio.

  151. Capítulo

  152. 31/08: Ellen confessa a Newton que acredita nele. Mais um grupo suspende reserva na pousada. Iara desafia Virgílio, que afirma que acaba com ela se quiser. Newton conta para Ellen que os peritos descobriram que o avião tinha uma mangueira fora dos padrões, que pode ter causado o acidente. Ele fala que essa história está esquisita e garante que nunca seria capaz de colocar qualquer peça no avião que não estivesse dentro dos padrões. Iara mostra para Virgílio as fotos que tirou dele. Ellen confessa a Newton que acredita nele, mas deixa claro que depois do que aconteceu não pode existir nada entre os dois. Newton diz que não vai desistir dela. Iara dá uma bofetada no rosto de Virgílio, que vai revidar, mas desiste ao saber que Iara já deixou uma pessoa a par da situação dos dois. Virgílio perde o controle enquanto Iara sorri, dona da situação. Filomena tenta conversar com Querêncio, que não reage. Marta vai até a pousada e pede para pegar depoimentos. Karina comenta com Zuleide que Newton pode ter querido se livrar de Sílvio para ficar com Ellen. A sós com Tito, Marta pergunta se ele acha mais provável Newton estar mentindo ou outra pessoa ter colocado a peça para provocar o acidente. Virgílio oferece uma grana para Iara e afirma que as fotos que ela tem não provam nada. Iara pensa e acaba aceitando. Filomena procura por Querêncio, preocupada. Querêncio senta em uma pedra no meio da floresta, diante de Bill. O pintor conta ao ermitão que ninguém é capaz de controlar a própria vida. Virgílio presta depoimento a Marta e revela que Newton tinha um caso com a esposa de Sílvio. Marta diz a Newton que precisa voltar para delegacia e pede para ele ir até lá mais tarde para prestar depoimento. Diana vê Arminda e a abraça, cheia de saudade. Arminda e Diana conversam sob o olhar da assistente social. Arminda promete a Diana que não vai abandoná-la. Querêncio diz a Eleonora que resolveu fazer o teste de DNA. Querêncio pergunta para Filó se ela já pensou no que vai acontecer com eles se for comprovado que ele é mesmo filho de Madame Durrel.

  153. Capítulo

  154. 01/09: Nicolau conta a Nasinho que transou com Karina. Newton começa a prestar depoimento ao delegado. Querêncio confessa a Filomena que está com medo. Ele revela à filha que desde a primeira vez que viu Madame Durrel sentiu uma coisa estranha. Arminda diz a Eleonora e a Teixeira que está determinada a ficar com Diana e revela que teve uma infância difícil. Joca liga para Arminda para saber notícias de Diana e ela o trata mal. Newton afirma a Ajuricaba que não estava tendo um caso com Ellen. Ajuricaba levanta a hipótese de Newton ter sabotado o avião e o instrutor deixa claro que não tinha interesse nenhum em matar Sílvio. Virgílio conta a Nasinho que a situação da pousada é catastrófica. Nasinho pede para Virgílio avisar quando for um bom momento para Nicolau propor a Tito que ele venda a pousada. Newton pede para Ellen mentir, pois ele confessou a polícia que eles não estavam tendo um caso. Newton revela a Tito que ele e Sílvio brigaram porque o piloto o viu junto com Ellen. Tito fala para o amigo que confia nele. Guilherme fala para Ellen que acha que Nasinho quis se vingar de Sílvio. Nicolau conta a Nasinho que transou com Karina. Célia visita Eleonora, que vê Teixeira pegando a mão da ex-modelo. Alfredo e Romeu comentam que alguma coisa muito estranha está acontecendo com Querêncio. Alfredo conta para Romeu que parece que o mecânico do avião sabotou a aeronave, porque estava de caso com a mulher do piloto. Marta interroga Ellen. Zuleide conta a Carlos que estão desconfiando de que Newton sabotou o avião, pois estava de caso com Ellen. Carlos fica revoltado e grita com a mãe. Ellen confessa a Marta que se envolveu com Newton e afirma que o mecânico jamais seria capaz de matar Sílvio. A ambientalista fala para a investigadora que Sílvio brigou com Nasinho para defender Guilherme. Sancha pergunta a Filomena o que está acontecendo com ela e Querêncio, mas Filó afirma que é um assunto pessoal. Eleonora comenta com Teixeira que percebeu o interesse dele por Célia. O resultado do exame de DNA dá positivo. Eleonora, Querêncio e Filomena se emocionam. Eleonora admite que sentiu muita falta de seu filho e que faltou com seu dever de mãe. Nasinho presta depoimento a Marta e afirma que não é homem de guardar rancor. Ajuricaba fala para Marta que para ele o acidente já está praticamente esclarecido. Ellen revela a Newton que contou a Marta que eles se envolveram.

  155. Capítulo

  156. 02/09: Newton fica irritado e agride Zuleide. Karina pergunta a Filomena até quando ela vai adiar a partida. Filomena se faz de cínica e fala para Karina que foi muito idiota de pensar que tinha alguma chance com Tito. Karina humilha Filomena e dá dinheiro para que ela possa ir embora de Ribeirão. Teixeira explica para Eleonora que Arminda quer ocupar a presidência da empresa e pode se tornar perigosa ao saber que há outra pessoa com poder. Ellen fala para Newton que o ama e que não adianta mais esconder isso de ninguém. Patrícia entra na sala de Ellen e fica sem graça ao ver Newton. Filomena tem uma crise de choro e Sancha tenta consolá-la. Eleonora conta a Arminda que Querêncio é seu filho desaparecido. Angustiado, Teixeira revela a Célia que vai acontecer uma revolução em Ribeirão do Tempo e afirma que está contando isso a ela por medo de perdê-la. Eleonora explica para Arminda que agora tem um herdeiro e desmaia. Uma ambulância segue em direção ao solar e o povo fica em alvoroço. O médico diz a Arminda que o estado de Eleonora é preocupante. Nicolau liga para Arminda, que conta que Eleonora teve um desmaio. Ellen conta a Patrícia que vai assumir o amor que existe entre ela e Newton. Patrícia pede a Lincon para dar força a Ellen. Carmem diz a Lincon que Madame Durrel teve um desmaio. Carlos pergunta a Guilherme se está tudo bem entre eles. Zuleide fala para Newton que confia no profissionalismo dele, mas ressalta que não pode dizer o mesmo do seu caráter. Newton fica irritado e agride Zuleide. Arminda diz a Lincon que ainda não se sabe a causa do desmaio de Eleonora. Ele pergunta à executiva se Madame Durrel tem herdeiros e ela deixa claro que não está autorizada a falar da vida pessoal de sua chefe. Teixeira redige um documento que passa a presidência da empresa para Arminda caso Eleonora morra. Flores fala para Nicolau que Eleonora está no melhor lugar e que eles não podem perder a oportunidade. Querêncio visita Eleonora, que pega a garrafa de cachaça do filho e dá um gole. Flores guarda umas ampolas de injeção e uma seringa no bolso e sai. Eleonora reúne Filomena, Querêncio, Teixeira e Arminda e diz aos quatro que eles são as pessoas mais importantes de sua vida. Newton conta a Carlos que ele e Ellen estão apaixonados e pede para o filho ficar ao lado dele. Marta explica para Ajuricaba que foi confirmado que a mangueira fora dos parâmetros causou o acidente. O delegado diz que vai ao juiz pedir a prisão provisória do mecânico.

  157. Capítulo

  158. 03/09: Madame Durrel morre. Flores estaciona o carro num lugar sombrio e fica observando a movimentação. Eleonora revela a Arminda que está em paz e realizada. Arminda fala para Querêncio e Filomena que eles são da família e devem se sentir donos do solar. Arminda explica aos dois que acha que eles devem esconder o máximo de tempo possível que são filho e neta de Eleonora. Em reunião convocada por Tito, Virgílio deixa claro que em breve a pousada vai ter de fechar as portas. O administrador da pousada afirma que vai ser preciso demitir todos os funcionários e que os pagamentos da dívida que Tito tem com a Clorís vão ser suspensos. Ajuricaba fala para Marta que o juiz concedeu o mandado de prisão provisória de Newton. Tito diz a Newton e a Iara que precisa deles na pousada. Tito tenta tranquilizar Clorís, dizendo que a situação da pousada vai melhorar. Iara confessa a Virgílio que não sabe se vai aguentar ver Newton pagar pelo que não fez. Flores veste um jaleco de enfermeiro e um gorro e caminha cuidadosamente pelo estacionamento do hospital. Nicolau pergunta a Arminda se ela se sente preparada para substituir Eleonora. Arminda fica tensa. Flores consegue entrar no quarto de Eleonora, que está dormindo. O professor injeta uma seringa no tubo de soro, Madame Durrel acorda e se assusta ao vê-lo. Flores sorri e vai embora. Madame Durrel morre. Brandão explica a Arminda que a causa da morte de Eleonora foi uma parada cardíaca. Arminda, Teixeira e Bruno ficam muito abalados. Ajuricaba vai até a pousada com um mandato de prisão para Newton. Arminda conta a verdade a Bruno e Célia sobre o filho de Madame Durrel. Arminda diz a Teixeira que é melhor ela dar a notícia da morte de Eleonora para Querêncio e Filomena. A executiva conta a Filomena que Eleonora morreu. Filó chora. Newton é encarcerado na cela por Marta. Querêncio fica sabendo da morte da mãe por Arminda e Filó. Lincon tenta descobrir mais detalhes sobre a morte de Eleonora, mas Brandão afirma apenas que ela teve uma parada cardíaca. Lincon conta a Carmem que conseguiu ver as fichas de Madame Durrel e descobriu que ela fez exames de DNA há pouco tempo. Joca liga para Arminda para saber notícias de Eleonora e a executiva pede para ele encontrá-la na Patrimônio Eterno.

  159. Capítulo

  160. 06/09: Newton é encarcerado na cela por Marta. Flores estaciona o carro num lugar sombrio e fica observando a movimentação. Eleonora revela a Arminda que está em paz e realizada. Arminda fala para Querêncio e Filomena que eles são da família e devem se sentir donos do solar. Arminda explica aos dois que acha que eles devem esconder o máximo de tempo possível que são filho e neta de Eleonora. Em reunião convocada por Tito, Virgílio deixa claro que em breve a pousada vai ter de fechar as portas. O administrador da pousada afirma que vai ser preciso demitir todos os funcionários e que os pagamentos da dívida que Tito tem com a Clorís vão ser suspensos. Ajuricaba fala para Marta que o juiz concedeu o mandado de prisão provisória de Newton. Tito diz a Newton e a Iara que precisa deles na pousada. Tito tenta tranquilizar Clorís, dizendo que a situação da pousada vai melhorar. Iara confessa a Virgílio que não sabe se vai aguentar ver Newton pagar pelo que não fez. Flores veste um jaleco de enfermeiro e um gorro e caminha cuidadosamente pelo estacionamento do hospital. Nicolau pergunta a Arminda se ela se sente preparada para substituir Eleonora. Arminda fica tensa. Flores consegue entrar no quarto de Eleonora, que está dormindo. O professor injeta uma seringa no tubo de soro, Madame Durrel acorda e se assusta ao vê-lo. Flores sorri e vai embora. Madame Durrel morre. Brandão explica a Arminda que a causa da morte de Eleonora foi uma parada cardíaca. Arminda, Teixeira e Bruno ficam muito abalados. Ajuricaba vai até a pousada com um mandato de prisão para Newton. Arminda conta a verdade a Bruno e Célia sobre o filho de Madame Durrel. Arminda diz a Teixeira que é melhor ela dar a notícia da morte de Eleonora para Querêncio e Filomena. A executiva conta a Filomena que Eleonora morreu. Filó chora. Newton é encarcerado na cela por Marta. Querêncio fica sabendo da morte da mãe por Arminda e Filó. Lincon tenta descobrir mais detalhes sobre a morte de Eleonora, mas Brandão afirma apenas que ela teve uma parada cardíaca. Lincon conta a Carmem que conseguiu ver as fichas de Madame Durrel e descobriu que ela fez exames de DNA há pouco tempo. Joca liga para Arminda para saber notícias de Eleonora e a executiva pede para ele encontrá-la na Patrimônio Eterno. .

  161. Capítulo

  162. 07/09: Tito conversa com Carlos e o leva para visitar Newton. Alfredo conta a Romeu que Madame Durrel morreu. Arminda revela a Joca que Madame Durrel deixou um filho. Lincon mostra a seus funcionários a manchete da Folha da Corredeira: “Será que Madame Durrel deixou um filho em Ribeirão?”. Joca espanta-se ao saber que Querêncio é filho da milionária. Joca dá força para Arminda e deixa claro que está ao lado dela. Marta mostra a Folha da Corredeira para Ajuricaba. Clorís e Virgílio criticam a atitude de Tito de pagar um advogado para Newton. Virgílio aconselha Clorís a convencer Tito a fechar a pousada. Tito pergunta a Iara se ela também acha errado ele pagar um advogado para Newton e ela diz que não. Tito diz a Iara que a adora e ela fica confusa. Karina fala para Zuleide que vai tentar descobrir quem é o herdeiro de Madame Durrel. Querêncio confessa a Filomena que está decepcionado por ter tido tão pouco tempo para ficar com sua mãe de verdade. Célia revela a Karina que Querêncio é o herdeiro da fortuna de Madame Durrel. Karina fica pálida e logo se dá conta de que Filomena é neta da milionária. Tito conversa com Carlos e o leva para visitar Newton. O mecânico fica emocionado ao ver o filho, que garante ao pai que sabe que ele é inocente. Newton agradece a Tito pela força. Nicolau fala para Larissa e Beatriz que acha que Lincon inventou a história do filho de Eleonora para vender mais e afirma que, em breve, vai comandar o jornal da cidade. Flores explica para Sereno que não sabe se o herdeiro de Madame Durrel pode atrapalhar seus planos. Bruno explica a Ari que Madame Durrel deixou ordens para ser removida para Europa e cremada lá. O prefeito não consegue entender o pedido da milionária e afirma que ela devia ser enterrada em Ribeirão do Tempo. Flores diz a Nicolau que ele deve propor casamento a Arminda o quanto antes. Teixeira explica a Arminda e a Bruno a situação legal relativa à herança de Madame Durrel. Ellen confessa a Filomena que está com medo e cheia de dúvidas. Arminda diz a Teixeira e a Bruno que acha que eles devem comunicar a todos da cidade que Querêncio é herdeiro de Madame Durrel. Os dois concordam com a executiva. .

  163. Capítulo

  164. 08/09: Arminda liga para a casa de Joca no meio da noite. Filomena tenta consolar Ellen e revela a amiga que não tem dúvidas sobre a inocência de Newton. Filó explica a ambientalista que acha que ela e Newton não devem se afastar agora, no momento em que mais precisam um do outro. Marta leva um café para Newton, que afirma mais uma vez que é inocente. Ellen conta a Guilherme que não amava mais Sílvio e que está gostando de Newton. Guilherme fica muito chateado e pede para ficar sozinho. Léia insiste para que Joca conte quem é o filho de Madame Durrel, mas ele diz que não sabe. Arminda, Teixeira e Bruno decidem conversar com Querêncio e Filomena para saber se eles concordam que a verdade deve ser revelada num evento que reúna as figuras ilustres de Ribeirão do Tempo. Querêncio fala para Marisa que precisa conversar com ela com urgência. O pintor revela à namorada que é o filho de Madame Durrel. Querêncio vê Ari dando em cima de Marisa e tenta agredi-lo. Lincon procura Nicolau e fala que achou interessante a proposta que ele lhe fez. O jornalista deixa claro para o senador que o controle editorial pode ficar na mão dele, mas ressalta que gostaria de ter liberdade de publicar o que achar melhor. Os dois fecham negócio. Querêncio chega à casa de Romeu e Sancha, trôpego, fazendo o maior barulho. Romeu leva o amigo para a cama. Arminda liga para a casa de Joca no meio da noite. Léia acorda o filho, que vai atender ao telefone imediatamente. A executiva fala para o detetive que precisa falar com ele com urgência. Joca entra no solar sem ser visto e Arminda vai com ele para seu quarto. Arminda diz a Joca que quer contratar seus serviços de detetive e avisa que precisa que ele vá à reunião em que vai ser anunciado quem é o filho de Madame Durrel. Os dois são interrompidos por Teixeira, que bate na porta do quarto de Arminda. Joca se esconde no armário. O advogado entra no quarto da executiva e pede para ela ler a nota que vai enviar para a diretoria da empresa. Arminda disfarça o nervosismo e lê o documento, enquanto Joca está quase sem respiração dentro do armário. Teixeira vai embora e Joca e Arminda acabam transando. Ao amanhecer, Arminda expulsa Joca do solar. Joca chega em casa cantarolando, feliz da vida. .

  165. Capítulo

  166. 09/09: Newton fica muito feliz ao ver Ellen na cadeia. Elza diz a Arminda que a camareira encontrou um caderninho no armário dela. Arminda disfarça o nervosismo e conta que não o tinha encontrado em lugar nenhum. Léia pergunta a Joca qual é a novidade que vai deixar a cidade de ponta cabeça. Ele fala que não pode revelar. Teixeira vai até a casa de Sancha para falar com Querêncio. Arminda vai até a casa de Ellen para conversar com Filomena e a ambientalista a trata com frieza. Teixeira conta a Querêncio que como não tinha pistas sobre o filho desaparecido de Madame Durrel, armou a operação que ficou conhecida como “caça-cuecas”. Arminda explica a Filó que ela e o pai precisam estar a par das decisões que vão ser tomadas a partir de agora. Ari conta a Virgínia que Querêncio o pegou pelo colarinho. Virgínia fala para o prefeito que uma figura pública não tem que frequentar boates. Ari diz a sua secretária que vai dar parte de Querêncio à polícia. Carlos tenta conversar com Guilherme, que não dá atenção ao amigo. Alguns colegas da escola olham para Carlos e fazem comentários. Marta pergunta a Ellen se ela quer mesmo visitar Newton. Convicta, Ellen diz que se esconder num momento desses só vai levantar mais suspeitas. Newton fica muito feliz ao ver Ellen na cadeia. Iara pergunta a Virgílio o que Nicolau tem a ver com a armação dele. Virgílio hesita, mas revela que o senador quer comprar as terras e a pousada de Tito, por isso provocou o acidente. Ellen e Newton se declaram um para o outro e prometem superar as dificuldades juntos. Querêncio e Filomena concordam em contar a todos que são herdeiros da fortuna de Madame Durrel. Ari fala para Ajuricaba que faz questão de registrar queixa contra Querêncio. Arminda, Bruno e Teixeira fazem a lista de convidados para a reunião. O pintor faz questão de convidar alguns amigos. A sós com Filomena, Querêncio diz à filha que eles estão podres de rico. Filomena afirma que eles têm que manter os pés no chão. André fica revoltado ao saber que o senador agora é sócio do pai. Nicolau conta a Nasinho que tem grandes planos para a nova Folha da Corredeira. Lincon comunica à redação que agora Nicolau é seu sócio. Há uma consternação geral no jornal. Carmem, revoltada, fala para Lincon que não precisa da “nova Folha”. Ajuricaba diz a Querêncio que se ele não for prestar depoimento na delegacia vai ser preso. Querêncio fica irritado com a injustiça e diz que não vai comparecer. .

  167. Capítulo

  168. 10/09: Carmem chega em casa chorando muito. Karina está inconformada com o fato de Filomena ser a filha do novo patrão de seu pai. Beatriz, Nicolau, Tito e Clorís são convidados para a reunião no solar. Karina conta a Tito que Querêncio é o herdeiro da fortuna e deixa claro para o noivo que não quer que ele vá ao evento. Diana liga para Guilherme e o consola. Eles dizem um ao outro que estão sentindo saudades. Querêncio diz a Marisa que faz questão que ela vá à reunião. Ellen tenta falar com Guilherme, que não dá brecha nenhuma para conversa. Filomena conta a Ellen que é neta de Madame Durrel. Zuleide chega em casa com um novo corte de cabelo. Carlos aprova o visual da mãe. Teixeira revela a Bruno e Célia que Madame Durrel deixou um documento nomeando Arminda como sua substituta na presidência das empresas. O advogado confessa ao casal que quer destruir o documento. Tanto Bruno quanto Célia dizem que acham que Arminda não tem condição de presidir uma empresa de grande porte. Teixeira explica a Bruno e a Célia que, se destruir o documento, ele pode tentar colocar o engenheiro como presidente da Patrimônio Eterno no Brasil. O advogado deixa claro que não vai ser fácil, afinal Arminda é muito inteligente, mas garante que se traçar uma boa estratégia eles conseguem o querem. Carmem conta a Filomena que ficou arrasada ao saber que o senador se tornou sócio da Folha da Corredeira. Teixeira queima o documento e brinda com Bruno e Célia. Carmem diz a Filomena que vai dizer para Lincon que está a fim dele. Carmem toma coragem e, a sós com Lincon, diz ao jornalista que está a fim dele e que sabe que ele a deseja. Carmem fica só de sutiã na frente de Lincon. O telefone toca, a jovem atende e diz a Patrícia que ela está tendo uma conversa importante com Lincon e que, por isso, ele não pode atendê-la. Patrícia ameaça ir à redação do jornal, mas André a convence a ficar em casa. Furioso, Lincon manda Carmem se vestir e demite a estagiária. Carmem chega em casa chorando muito. Lincon pede desculpas à esposa pelo mal-entendido e conta que demitiu Carmem. Tito busca Karina para ir à reunião. Ela hesita, mas resolve ir, depois da insistência do noivo. Querêncio e Filomena decidem só aparecer na hora da leitura. Ari fica nervoso ao ver Marisa no evento. Beatriz pergunta a Nicolau o que a dançarina está fazendo na reunião.

  169. Capítulo

  170. 13/09: Lincon pede desculpas à esposa pelo mal-entendido. Karina está inconformada com o fato de Filomena ser a filha do novo patrão de seu pai. Beatriz, Nicolau, Tito e Clorís são convidados para a reunião no solar.. Karina conta a Tito que Querêncio é o herdeiro da fortuna e deixa claro para o noivo que não quer que ele vá ao evento. Diana liga para Guilherme e o consola. Eles dizem um ao outro que estão sentindo saudades. Querêncio diz a Marisa que faz questão que ela vá à reunião. Ellen tenta falar com Guilherme, que não dá brecha nenhuma para conversa. Filomena conta a Ellen que é neta de Madame Durrel. Zuleide chega em casa com um novo corte de cabelo. Carlos aprova o visual da mãe. Teixeira revela a Bruno e Célia que Madame Durrel deixou um documento nomeando Arminda como sua substituta na presidência das empresas. O advogado confessa ao casal que quer destruir o documento. Tanto Bruno quanto Célia dizem que acham que Arminda não tem condição de presidir uma empresa de grande porte. Teixeira explica a Bruno e a Célia que, se destruir o documento, ele pode tentar colocar o engenheiro como presidente da Patrimônio Eterno no Brasil. O advogado deixa claro que não vai ser fácil, afinal Arminda é muito inteligente, mas garante que se traçar uma boa estratégia eles conseguem o querem. Carmem conta a Filomena que ficou arrasada ao saber que o senador se tornou sócio da Folha da Corredeira. Teixeira queima o documento e brinda com Bruno e Célia. Carmem diz a Filomena que vai dizer para Lincon que está a fim dele. Carmem toma coragem e, a sós com Lincon, diz ao jornalista que está a fim dele e que sabe que ele a deseja. Carmem fica só de sutiã na frente de Lincon. O telefone toca, a jovem atende e diz a Patrícia que ela está tendo uma conversa importante com Lincon e que, por isso, ele não pode atendê-la. Patrícia ameaça ir à redação do jornal, mas André a convence a ficar em casa. Furioso, Lincon manda Carmem se vestir e demite a estagiária. Carmem chega em casa chorando muito. Lincon pede desculpas à esposa pelo mal-entendido e conta que demitiu Carmem. Tito busca Karina para ir à reunião. Ela hesita, mas resolve ir, depois da insistência do noivo. Querêncio e Filomena decidem só aparecer na hora da leitura. Ari fica nervoso ao ver Marisa no evento. Beatriz pergunta a Nicolau o que a dançarina está fazendo na reunião.

  171. Capítulo

  172. 14/09: Karina liga para o senador e diz que quer vê-lo. Flores encontra Clorís e vai junto com ela à reunião no solar. Tito vê Nicoalu e se afasta, enquanto Karina troca um olhar cheio de intenções com o senador. Marta agradece, discretamente, a Virgílio pelas informações. Arminda fala para todos os presentes que Teixeira vai ler o testamento redigido por Madame Durrel. Virgílio visita Newton na cadeia e conta que a situação da pousada é crítica. Virgílio diz a Newton que tem certeza de que ele e Ellen nada têm a ver com acidente. Ellen pede desculpas a Patrícia pela atitude inconsequente de Carmem e revela que a irmã bebeu além da conta. Patrícia aceita as desculpas e abraça a amiga. Antes que Teixeira comece a ler o testamento, Querêncio e Filomena entram na sala, acompanhados por Arminda. Teixeira lê a parte em que Madame Durrel declara Querêncio como seu filho. Todos se espantam. Querêncio fala para todos que ainda está desnorteado com a notícia. Romeu e Sancha abraçam o pintor. Ari vai embora sem cumprimentar Querêncio. Tito parabeniza Filomena e Karina vai embora. Perturbado, Ari chega à prefeitura e diz a Virgínia que não consegue acreditar no que ouviu na reunião. Querêncio se declara para Marisa na frente de todos. Ari pede para Ajuricaba retirar a queixa que prestou contra Querêncio e fala para Virgínia mandar flores para os novos milionários da cidade. Irritadíssima, Karina conta para Zuleide que Tito a deixou de lado para cumprimentar Filomena. Para se vingar de Tito, Karina liga para o senador e diz que quer vê-lo. A patricinha conta para Zuleide que transou com o senador. Maliciosa, Marta diz a Ajuricaba que a delegacia nunca esteve tão interessante. O delegado fica furioso. Tito revela a Newton que Karina está com bronca de Filomena. Newton explica para Tito que o único jeito de se safar da acusação é descobrir quem sabotou o avião. Joca diz a Querêncio que ficou feliz ao saber que ele é o herdeiro de Madame Durrel. Arminda leva Joca até a porta e diz que só quis que ele comparecesse à reunião por medo do que poderia acontecer. Sancha fala para Léia e Romeu que o objetivo da operação “caça-cuecas” era descobrir o herdeiro de Madame Durrel. Teixeira explica para Bruno e Célia que agora só lhes resta aguardar o resultado da reunião da diretoria da Patrimônio Eterno. Os três brindam.

  173. Capítulo

  174. 15/09: Diana lembra de Guilherme e se emociona. Arminda fala para Filomena que vai precisar da ajuda dela para impedir que as pessoas se aproximem de Querêncio de olho grande na fortuna dele. A executiva explica para a jovem que ela não joga do mesmo lado que Teixeira e Bruno. Teixeira diz a Bruno e a Célia que já acionou contatos para fomentar a resistência ao nome da Arminda na Europa e lançou o de Bruno para assumir o comando da patrimônio Eterno em Ribeirão. Lincon diz a Patrícia que pediu para Nicolau indicar uma pessoa para o cargo que era de Carmem. Virgílio explica a Tito que ele precisa vender a empresa, mas o aventureiro afirma que está pensando em reabrir a pousada. Célia explica para Karina o plano de Teixeira e Bruno para tirar Arminda da presidência da empresa. Arminda fica sabendo que Bruno ligou procurando Querêncio. Arminda liga para Joca e pede que ele fique atrás de Querêncio. Teixeira e Bruno vão à boate para conversar com Querêncio. Clorís visita Flores e pergunta para Fátima se o professor recebe muitas visitas. Flores chega e vai com Clorís para a biblioteca. Léia briga com Joca e fala para ele não contar mais com a ajuda dela. Teixeira explica a Querêncio que é bom que ele esteja a par de todos os detalhes que envolvem a empresa. Guilherme procura Arminda para saber novidades sobre Diana. Diana lembra de Guilherme e se emociona. Clorís fala para Flores que está muito tensa com a situação da pousada. Léia vai até a casa do professor e diz que quer conversar. Clorís interrompe a conversa dos dois e Flores apresenta as duas. Teixeira fala para Querêncio que a única pessoa em quem madame Durrel confiava inteiramente era ele e diz que Arminda é muito perigosa. Joca entra na boate e observa os três conversando. Flores toma café com Léia e Clorís. As duas trocam algumas “farpas” e Flores tenta contornar a situação. O professor consegue despachá-las, fingindo que tem que atender a um telefonema urgente. Léia diz a Sancha que Clorís não imagina o que vai encontrar pela frente. Clorís diz a Tito que vai se casar com Flores e vai acabar com quem se meter em seu caminho. Arminda fica desconcertada ao ser informada por Teixeira que está havendo reunião da diretoria na Europa. Arminda diz ao advogado que ele tinha obrigação de deixá-la a par da reunião e ressalta que se descobrir que ele andou armando para cima dela ele vai se dar mal.

  175. Capítulo

  176. 16/09: Célia diz a Teixeira que devia pedir a separação. Filó explica para Ellen que Arminda insistiu para ela e Querêncio se mudarem para o solar. Ellen aconselha a amiga a tomar cuidado e afirma que Arminda lhe parece uma pessoa perigosa. Querêncio tenta conversar com a filha, mas acaba dormindo. Joca relata para Arminda que Bruno e Teixeira estavam conversando com Querêncio na boate. Léia chega em casa mal-humorada e Joca fica assustado com a fúria da mãe. Ari procura Bruno para ajudá-lo a desfazer o mal-entendido com Querêncio. Querêncio conta para Filomena que Teixeira e Bruno disseram que Arminda é perigosa. Ari confessa a Nicolau que está preocupado por ter brigado com Querêncio, mas o senador afirma que quem manda na empresa é Arminda, com quem ele tem as melhores relações. Nicolau diz ao prefeito que quem estiver ao lado dele vai se dar bem. Filomena explica para Querêncio que Arminda falou para ela alertá-lo que Teixeira e Bruno são perigosos. Querêncio fala para filha que o professor Flores pode orientá-los. Filomena recebe flores de Ari em nome da cidade de Ribeirão do Tempo. Teixeira explica para Bruno e Célia que a reunião da diretoria não foi conclusiva. Com a ajuda de Elza, Filomena coloca o quadro que Querêncio pintou de Madame Durrel na sala do solar. A jovem coloca as flores que ganhou perto do quadro. Célia diz a Teixeira que devia pedir a separação, mas ele deixa claro que o momento não é adequado para isso. Bruno vai conversar com Arminda, que o acusa de estar tramando contra ela. Ele se faz de ofendido e a executiva afirma que ainda não sabe o que ficou decidido na reunião. André vai até a redação da Folha da Corredeira e diz ao pai que é melhor ele fechar o jornal a ser sócio de Nicolau. Lincon explica que não teve opção. Pai e filho discutem e Nicolau entra na sala de Lincon. André cumprimenta o senador, friamente, e vai embora. André pede para Sérgio pegar Sônia na casa dela e ressalta que essa vai ser a última vez que ele vai precisar ajudá-lo. Autoritário, Nicolau afirma a Lincon que quer o acidente do avião na primeira página da Folha da Corredeira. Newton explica a Ajuricaba que Nicolau tinha interesse em acabar com o negócio de Tito. O delegado afirma que essa suspeita é absurda. Ari deixa para seu trabalho para atender Filomena. Filó agradece ao prefeito pelas flores e ele diz que se a jovem quiser entrar para a política, garante um lugar para ela. O prefeito avisa ainda que vai programar uma homenagem para Querêncio. Alfredo e um várias pessoas vão até a casa de Romeu com duas garrafas de cachaça para comemorar com Querêncio a nova fase da vida dele.

  177. Capítulo

  178. 17/09: Beatriz fica atônita com a frieza do filho. Ellen explica para Ajuricaba que ela e Newton nada têm a ver com o acidente. Ajuricaba diz que não tem cabimento ele suspeitar do senador. O delegado permite que Ellen veja Newton. Carlos chama Guilherme para jogar videogame, mas Guilherme ignora. Nicolau diz a Arminda que eles são praticamente noivos. Arminda deixa claro que eles ainda têm muito tempo pela frente antes de tomar uma decisão. Sérgio busca Sônia em casa. Ajuricaba chega e oferece cachaça para o jovem, que não tem como recusar. Virgínia ajuda Sérgio a se livrar da conversa com Ajuricaba e diz que vai fazer um almoço para comemorar o aniversário do marido, avisando que faz questão que ele e os pais compareçam. Sérgio diz a André que não vai poder continuar o ajudando. André e Sônia namoram e esquecem dos problemas. Ajuricaba comenta com Virgínia que Sônia e Sérgio estão sempre afastados um do outro. O delegado fala que vai ficar de olho para ver se Sérgio vai levar Sônia em casa. Arminda e Teixeira se cumprimentam, num clima frio. Querêncio fala para todos que nunca vai abandonar seus companheiros. Ele e seus amigos brindam. Arminda, com ódio contido, diz a Teixeira que os diretores da empresa decidiram constituir uma comissão para presidir a empresa, até que o inventário de Madame Durrel seja concluído. Arminda fala para o advogado que houve resistência ao nome dela e ressalta que sabe que ele ajudou na articulação. Os dois conversam em tom de discussão. Nicolau explica para Beatriz que Arminda calha direitinho com os planos dele. Beatriz fica atônita com a frieza do filho, mas deixa claro que o ama muito. André fala para Sônia que se for preciso vai enfrentar o pai dela. André passa de carro com Sônia em frente à casa de Ajuricaba. O delegado observa o carro, mas Sônia consegue se abaixar antes que seu pai a veja. Lincon diz a Patrícia que se André estivesse namorando alguma garota comum ele não esconderia o namoro. Sônia chega em casa com Carmem e empresta um livro de receitas para ela. Ajuricaba fica muito desconfiado. Querêncio vai até o casarão de Flores e diz a ele que precisa de um conselho. Joca conta para Arminda que Querêncio está na casa do professor. Querêncio explica para o professor que pensou em usar a fortuna que herdou para consertar o mundo. Flores fica surpreso com a revelação e diz ao pintor que ele pode contar com sua ajuda. O professor deixa claro para Querêncio que eles devem manter suas conversas em segredo.

  179. Capítulo

  180. 20/09: André e Sônia namoram e esquecem dos problemas. Ellen explica para Ajuricaba que ela e Newton nada têm a ver com o acidente. Ajuricaba diz que não tem cabimento ele suspeitar do senador. O delegado permite que Ellen veja Newton. Carlos chama Guilherme para jogar videogame, mas Guilherme ignora. Nicolau diz a Arminda que eles são praticamente noivos. Arminda deixa claro que eles ainda têm muito tempo pela frente antes de tomar uma decisão. Sérgio busca Sônia em casa. Ajuricaba chega e oferece cachaça para o jovem, que não tem como recusar. Virgínia ajuda Sérgio a se livrar da conversa com Ajuricaba e diz que vai fazer um almoço para comemorar o aniversário do marido, avisando que faz questão que ele e os pais compareçam. Sérgio diz a André que não vai poder continuar o ajudando. André e Sônia namoram e esquecem dos problemas. Ajuricaba comenta com Virgínia que Sônia e Sérgio estão sempre afastados um do outro. O delegado fala que vai ficar de olho para ver se Sérgio vai levar Sônia em casa. Arminda e Teixeira se cumprimentam, num clima frio. Querêncio fala para todos que nunca vai abandonar seus companheiros. Ele e seus amigos brindam. Arminda, com ódio contido, diz a Teixeira que os diretores da empresa decidiram constituir uma comissão para presidir a empresa, até que o inventário de Madame Durrel seja concluído. Arminda fala para o advogado que houve resistência ao nome dela e ressalta que sabe que ele ajudou na articulação. Os dois conversam em tom de discussão. Nicolau explica para Beatriz que Arminda calha direitinho com os planos dele. Beatriz fica atônita com a frieza do filho, mas deixa claro que o ama muito. André fala para Sônia que se for preciso vai enfrentar o pai dela. André passa de carro com Sônia em frente à casa de Ajuricaba. O delegado observa o carro, mas Sônia consegue se abaixar antes que seu pai a veja. Lincon diz a Patrícia que se André estivesse namorando alguma garota comum ele não esconderia o namoro. Sônia chega em casa com Carmem e empresta um livro de receitas para ela. Ajuricaba fica muito desconfiado. Querêncio vai até o casarão de Flores e diz a ele que precisa de um conselho. Joca conta para Arminda que Querêncio está na casa do professor. Querêncio explica para o professor que pensou em usar a fortuna que herdou para consertar o mundo. Flores fica surpreso com a revelação e diz ao pintor que ele pode contar com sua ajuda. O professor deixa claro para Querêncio que eles devem manter suas conversas em segredo.

  181. Capítulo

  182. 21/09: Diana fica feliz ao ver Arminda e Joca. Romeu diz a Sancha que está preocupado com o que pode acontecer com Querêncio agora que ele está milionário. Sancha afirma que não há motivos para se preocupar, afinal o que traz problemas é a falta de dinheiro e não o excesso. Flores aconselha Querêncio a não se comprometer com ninguém por enquanto e a se fazer de ingênuo. Fátima pede autógrafo para Querêncio. Joca vê Querêncio saindo da casa do professor. Arminda fala para Teixeira que ele conseguiu prejudicá-la. Os dois trocam palavras ameaçadoras.. Tito aceita dar entrevista a Lincon e ressalta que é preciso deixar claro que ele pretende dar a volta por cima. Arminda vai até a casa de Joca e o acorda, deixando Léia irritada. A executiva remexe o armário do detetive à procura de uma roupa mais formal e pede para Léia passar uma blusa para ele. Joca diz a Arminda que Querêncio ficou um bom tempo na casa do professor e depois foi para a casa de Marisa. Diana fica feliz ao ver Arminda e Joca. Ellen dá força para Guilherme, que está aflito com a audiência de Diana. Guilherme diz à mãe que só vai voltar a falar com Carlos quando a polícia apontar outro suspeito. Joca e Arminda aguardam ansiosos a decisão do juiz. Carlos pede para Zuleide levá-lo para visitar o pai. Ela hesita, mas aceita levá-lo. Carlos conta a Newton que Guilherme não fala mais com ele. Newton garante ao filho que vai descobrir quem matou Sílvio. A assistente explica para Arminda que o juiz não decidiu nada sobre a guarda nem sobre a medida sócio-educativa, mas ressalta que não vê motivo para o pedido ser negado. Diana se despede de Arminda e Joca, que dão esperança para ela. Joca fala para Arminda que quando Diana entrar na vida dela de vez não vai adiantar vir com papo de empresária ocupada. Arminda dá ordens para Joca descer do carro em uma rua próxima à cidade, pois não quer ser vista com ele. Teixeira conta para Bruno e Célia que a diretoria decidiu que o engenheiro vai controlar todos os passos de Arminda a partir de agora. O advogado pede para Bruno nomeá-lo como seu assessor. Nicolau vai até a loja de Karina e a beija. Joca vai até a casa do professor. Tito caminha em direção à loja da noiva, Zuleide vê e fica sem saber o que fazer.

  183. Capítulo

  184. 22/09: Virgílio explica a Nasinho que a situação da pousada. Arminda liga para Filomena e diz que precisa conversar com ela e com Querêncio. Zuleide cruza com Tito e resolve ir com ele até à loja. Zuleide entra gritando e Karina e Nicolau se afastam, sem que Tito os veja. Tito vê Nicolau na boutique e estranha, mas Karina explica que o senador está procurando um presente para a tia dele. Joca pergunta a Flores se ele tem alguma missão para ele e o professor responde que é melhor o detetive se recolher para evitar que a polícia o indicie pela morte do senador Érico. Joca tenta descobrir o que Flores conversou com Querêncio, mas o professor mente que só esteve com o pintor no dia em que o testamento foi lido.. Nicolau conta a Nasinho que por pouco Tito não o pegou no maior amasso com Karina. Nicolau manda Nasinho sondar se já é possível fazer a proposta ao Tito. Tito fala para Karina que não gostou de vê-la simpática com o senador. Teixeira entrega uma lista de documentos para Querêncio e avisa que precisa dar andamento no processo de herança. Em nome de Bruno, Teixeira convida Filomena e Querêncio para jantar na casa do engenheiro e da esposa dele. Filó chega e diz ao pai que Arminda também os convidou para jantar. Beatriz liga para Arminda e a convida para jantar. A executiva afirma que está com coisas para resolver, mas diz que elas podem marcar em outro momento. Beatriz confessa a Larissa que não sabe se Nicolau está preparado para casar. Virgílio explica a Nasinho que a situação da pousada está crítica e ressalta que se Clorís ouvir a proposta do senador não vai ter erro, afinal ela é a maior interessada na venda da pousada. Lincon conta a Ellen que será obrigado a publicar uma matéria de capa na Folha da Corredeira sobre o problema na pousada, mas afirma que vai ouvir Newton. Célia diz a Karina que Tito ficou chateado com ela com razão. Lincon conversa com Newton. Tito fala para Karina que ficou grilado porque Zuleide tomou a sua frente para avisar que ele estava chegando na loja. Nasinho aconselha Nicolau a mandar a proposta para Tito sem se identificar. Querêncio e Filó ficam impressionados com a mesa requintada do jantar. Arminda explica como está a atual situação da empresa para Querêncio e Filomena. Filomena liga para Célia e avisa que ela e o pai não vão até a casa dela porque Querêncio não está se sentindo bem. Flores pede para Nicolau ir até a casa dele. Arminda conta a Joca que Bruno e Teixeira estão querendo derrubá-la. Arminda fica sabendo que o juiz lhe deu a guarda de Diana. Arminda e Joca vão buscar Diana na casa de internação.

  185. Capítulo

  186. 23/09: Diana fica deslumbrada com o solar. Lincon vai até a fazenda de Nicolau e diz a Beatriz que é uma honra se associar à família dela. Nicolau diz a Lincon que a reportagem sobre a pousada ficou muito boa. O senador pede para o jornalista escrever um editorial de apoio ao governo do Estado e avisa que os políticos da região vão destinar uma boa verba de publicidade para a Folha da Corredeira. A assistente social fala para Diana se comportar para não trazer problemas para Arminda. Teixeira explica para Bruno que para eles é bom que Arminda esteja ocupada com assuntos pessoais. Diana fica encantada com o fato de ter um quarto só para ela e poder convidar amigos para visitá-la. Clorís vai conversar com Tito para saber se está tudo bem com ele, mas os dois discutem. Karina fala para Zuleide que está aflita e não sabe o que fazer para melhorar a situação com Tito. Filomena vai até a casa de Sancha e Romeu e manda Querêncio se arrumar rápido, pois eles precisam ir até a casa de Bruno. Arminda para o carro para Joca saltar e Diana pergunta por que ele não vai com elas até a cidade. Arminda explica que não fica bem ser vista ao lado do detetive. Bruno explica para Filomena e para Querêncio que vai fiscalizar tudo o que Arminda fizer dentro da empresa, porque os diretores não confiam nela. Teixeira e Bruno dizem que Madame Durrel confiava apenas na capacidade profissional de Arminda e afirmam que a executiva tem uma ambição sem limites. Diana fica deslumbrada com o solar. Bruno fala para Querêncio e Filomena que o gerente do banco quer oferecer a eles um crédito ilimitado. Tito visita Newton na cadeia e diz mais uma vez que está do lado dele. Tito revela ao amigo que o advogado acha que pode tirá-lo da prisão em breve. Karina liga para Nicolau e diz que a visita dele provocou um problema em seu namoro com Tito. Ela manda o senador não procurá-la mais, mas ele afirma que Karina não vai conseguir esquecê-lo. Elza mostra a casa para Diana. Nasinho liga para Tito e diz que precisa conversar com ele e com Clorís sobre um assunto importante. Bruno exige que Arminda marque uma reunião com ele. Virgílio pede para Iara dar força à proposta de Nasinho. Nicolau explica a Beatriz que vai comprar as terras de Tito. O senador pede para a mãe apoiá-lo. Léia diz a Joca que não entende como Arminda será capaz de cuidar de uma criança. Diana liga para Guilherme e conta que está morando no solar. Ela pergunta se o amigo quer visitá-la.

  187. Capítulo

  188. 24/09: Clorís e Tito discutem por conta da proposta de Nasinho. Lílian fica irritada ao ouvir Beatriz e Larissa conversando sobre o jantar que vão oferecer para Arminda. Beatriz confessa à irmã que anda com maus pressentimentos. Flores pede para Sereno ir embora, pois Nicolau vai visitá-lo a qualquer momento. O professor explica que o senador é seu aliado, mas ressalta que algum dia ele vai se tornar uma pedra no caminho. Beatriz diz a Larissa que anda preocupada porque está desconfiando de que Nicolau esteja envolvido com a sabotagem do avião de Silvio, afinal isso é propício para os planos dele. Arminda diz a Diana que ela terá que obedecer algumas regras e a manda ir para o banho. Arminda apresenta Diana a Teixeira. Guilherme fala para Ellen que está feliz por saber que Diana saiu da casa de internação. Arminda ensina Diana a comer da maneira correta. Teixeira conta a Arminda que foi convidado por Bruno para fazer parte da diretoria da empresa. Flores explica a Nicolau que agora tem na mão um bêbado milionário que quer consertar o mundo. Querêncio afirma a Alfredo que herdou a fortuna de Madame Durrel, mas ainda não colocou a mão no dinheiro. O professor revela a Nicolau que eles podem ajudar Querêncio a mudar o mundo lançando a candidatura do pintor para prefeito de Ribeirão do Tempo. Querêncio diz a Marisa que está pensando em morar no solar, mas só vai se ela o acompanhar. A dançarina responde que, por enquanto, é melhor deixar tudo como está. O professor explica ao senador que Joca está se tornando inconveniente e pede para ele providenciar uma matéria na Folha da Corredeira que trate o detetive como herói. Arminda coloca Diana para dormir e confessa à menina que às vezes sente-se muito sozinha. Arminda liga para Joca para dar notícias sobre Diana. Tito e Clorís recebem Nasinho na pousada. O escrevente explica que representa uma pessoa que tem interesse em comprar a propriedade. Tito pede para Nasinho avisar ao interessado que não fará negócio. Clorís e Tito discutem por conta da proposta de Nasinho. Virgílio interrompe a discussão e ressalta que a oferta é excelente, mas Tito diz que não pretende vender a pousada. Arminda vai com Diana até a escola para matriculá-la. Nicolau deixa claro para Lincon que Joca foi o único que levantou uma pista sobre o assassinato do senador Érico e, por isso, deve ser exaltado na reportagem. Nicolau preside uma reunião com Ari, Bruno e dois correligionários e afirma que tem dúvidas quanto à candidatura de Ari.

  189. Capítulo

  190. 27/09: Bruno e Arminda discutem. Flores explica a Sereno que quer fazer de Querêncio o futuro prefeito de Ribeirão do Tempo. Nicolau fala para Ari que talvez seja melhor ele se lançar como deputado.. Ari fica desnorteado com a declaração do senador e fala para Bruno que quer conversar com ele. Arminda se abre com Joca e diz que está se sentindo isolada. Joca promete a Arminda que vai conversar com Filomena para tentar ajudá-la. Bruno vê Joca saindo da sala de Arminda e estranha. Bruno e Arminda discutem e o engenheiro pergunta que tipo de relação ela tem com o detetive. Guilherme vê Diana e fica muito feliz. Diana diz a Guilherme que não acha certo ele ignorar Carlos. Nasinho fala para Nicolau que Clorís vai acabar convencendo Tito a vender a pousada. O senador revela ao escrevente que a população de Ribeirão do Tempoterá uma surpresa em breve. Tito deixa claro para Clorís que não vai vender seu empreendimento e conta que o advogado de Newton disse que ele deve sair da cadeia logo. Joca liga para Filomena e diz que precisa conversar com ela. Arminda vai à delegacia com Diana para avisar ao delegado que o juiz lhe deu a guarda da menina. Arminda leva Diana para fazer compras na boutique de Karina e escolhe roupas caretas para a menina. Nicolau fica eufórico quando Lílian diz que achou a ficha de Querêncio entre as fichas de inscrição dos filiados do partido. Nicolau diz a Flores que o caminho está aberto para convencer Querêncio a se candidatar. Flores vai até o bar Já Era e diz a Querêncio que quer conversar com ele. Diana gosta de diversos tênis descolados, mas Arminda lhe compra sapatos antiquados. Arminda compra um computador para Diana. Flores diz a Querêncio que a vontade que ele tem de consertar o mundo só pode ser realizada na política. O professor aconselha o pintor a se candidatar a prefeito da cidade. Iara conta a Tito que o advogado de Newton conseguiu o habbeas corpus. Newton sai da cela e é recebido por Tito. Joca fala para Filomena que Arminda é uma boa pessoa. Diana liga para Joca, que vai encontrá-la. Tito vai ao Agito Colonial e encontra Filomena, que fica instável ao vê-lo.

  191. Capítulo

  192. 28/09: Newton é recebido com alegria na pousada. Carlos fica alegre ao ver o pai. Newton explica para o filho que a polícia continua a acusá-lo, mas ressalta que ele vai poder responder o processo em liberdade.. Tito fala para Filomena que não esperava encontrá-la no Agito. O aventureiro convida Filó para sentar e beber alguma coisa. Ela hesita, mas aceita. Zuleide afirma a Newton que a pousada não tem mais jeito. Arminda avisa a Elza que não quer que Diana fique com maus hábitos na alimentação. Diana aparece para jantar com uma combinação estranha de roupas e Arminda a recrimina. A menina diz à executiva que convidou Joca para jantar com elas. Arminda pede para Elza dispensar Joca quando ele chegar. Diana fica triste. Joca liga para Diana, que conta que Arminda ficou brava por ela tê-lo convidado para jantar com elas. Joca aconselha Diana a fazer o que Arminda mandar para evitar conflitos. Tito conta a Filó que a situação da pousada é grave e ela tenta lhe dar esperança. Newton afirma a Tito que qualquer um percebe que Filomena gosta dele. Tito diz que ela não faz o tipo dele. Arminda dá diversas dicas para Diana se comportar como uma mocinha elegante. Confuso, Querêncio pergunta a Marisa se ela acha que o destino dele e o do Brasil estão cruzados. Agoniado, Ari revela a Virgínia que se impedirem a candidatura dele, ele se mata. Ajuricaba aconselha Ari a ir até a fazenda de Nicolau e perguntar quem ele pretender lançar como candidato a prefeito. Nicolau vai até a casa de Zuleide e pede para ela falar para Karina encontrá-lo no apartamento dela. Zuleide liga para a amiga e diz que o senador tem um assunto para tratar com ela. Newton é recebido com alegria na pousada. Filomena conta a Carmem que está preocupada com Tito. Zuleide sai de seu apartamento e Nicolau agarra Karina, que acaba não resiste à tentação. Clorís diz a Virgílio que precisa descobrir quem fez a proposta para Tito. Ari vai à fazenda de Nicolau e aguarda pelo senador, que está dormindo. Clorís fala para Nasinho que precisa saber quem fez a proposta para evitar que Tito detone a negociação. O escrevente aconselha Clorís a não falar nada antes da hora e revela que Nicolau é o proponente. Ari pede para Beatriz ajudá-lo a se lançar candidato a prefeito de Ribeirão. Nicolau chega à sala e pede para o prefeito acompanhá-lo até o escritório. .

  193. Capítulo

  194. 29/09: Clorís compra uma cachaça fina para Flores. Karina fala para Zuleide que precisa parar de pensar no senador. Nicolau deixa claro para Ari que quem toma decisões é o partido e que não descartou a candidatura dele à reeleição. Ari afirma que sempre aceitou as decisões do partido. Léia fica orgulhosa ao ler a matéria sobre Joca na Folha da Corredeira. Flores explica para Sereno que o Brasil está precisando de heróis como Joca. Ari pergunta a Lincon se foi Nicolau quem mandou colocar a foto de Joca na primeira página do jornal. O prefeito explica para o jornalista que o senador disse que precisa analisar outros nomes à candidatura a prefeito de Ribeirão do Tempo. Lincon fica intrigado. Clorís conta a Iara e a Virgílio que quem fez a oferta para Tito foi Nicolau. Karina liga para Tito, que pede para Iara dizer que ele não está. Clorís resolve abrir o jogo com Tito e revela que o proponente que quer comprar a fazenda é Nicolau. Tito diz que acha que foi Nicolau quem armou o acidente e ressalta que não vai vender sua propriedade. Beatriz conversa com Nicolau sobre a candidatura de Ari e o senador afirma que pode haver candidatos mais interessantes no partido. Beatriz fica angustiada. Clorís compra uma cachaça fina para Flores. Ela chega ao casarão do professor um pouco depois de Léia ter saído. Léia conta a Sancha que pelo andar da carruagem ela e Flores vão acabar casando. Ela revela que comprou uma cachaça caríssima para ele. Flores confessa a Clorís que não existe nenhuma outra mulher na vida dele. Tito pede para Virgílio não tocar mais no assunto da compra de suas terras para evitar que eles briguem. Arminda nomeia Bruno como o novo controlador, que por sua vez nomeia Teixeira como seu assessor. Diana encontra Joca, que pede para ela mostrar a Folha da Corredeira para Arminda. Ari diz a Virgínia que se o senador tiver outro candidato, ele entra para a oposição. Tito vai até o Instituto do Meio Ambiente e diz a Ellen que está procurando Filomena. .

  195. Capítulo

  196. 30/09: Filomena vai até o solar conversar com Arminda. Clorís confessa a Iara que está prensando em casar de novo e acha o professor o homem ideal. Flores manda Fátima evitar que Clorís e Léia se encontrem e diz a ela que se alguma das duas ouvir a voz dele é para ela falar que é o irmão dele. A pedido de Tito, Ellen liga para Filomena e marca um encontro dos dois. Arminda se reúne com Bruno e Teixeira em um clima tenso. Diana mostra o jornal com a foto de Joca para Arminda, que faz pouco caso. Filó, muito ansiosa, recebe Tito na casa de Ellen. Tito está nervoso. Tito conta a Filomena que Nicolau quer comprar a fazenda e que não duvida nada de que tenha sido ele o responsável pelo acidente. O aventureiro toma coragem e pergunta a Filó se ela poderia tentar um empréstimo no banco para ajudá-lo. Filomena diz a Tito que está confusa, mas ressalta que se puder vai ajudá-lo. Ari fala para Bruno que tem certeza de que Nicolau tem outro candidato. O prefeito afirma que decidiu que vai para a oposição. Flores explica a Nicolau que diante da urgência vai conversar com Querêncio o quanto antes. Filomena vai até o solar conversar com Arminda. Nasinho conta a Tito que resolveu abrir o jogo com Clorís porque ela estava mais inclinada a vender a propriedade. Filomena pergunta a Arminda se é possível ela ser avalista de um empréstimo. A executiva diz que sim, mas ressalta que fica preocupada de a pessoa querer se aproveitar da ingenuidade de Filomena. Arminda pergunta a Filomena se ela confia em Tito. Karina vai até a pousada visitar Tito.

  197. Capítulo

  198. 01/10: Célia aconselha Karina a acabar com o noivado. Flores vai até a Mico Leão e diz a Querêncio que ele já tem dois eleitores de peso: ele e o senador. Nicolau fala para Nasinho procurar Tito de novo e colocá-lo na parede. Tito pergunta a Karina se ela sabia da proposta de Nicolau, e ela nega. Karina tenta beijar o noivo, que se desvencilha e diz que precisa de tempo. Após pressão de Flores, Querêncio aceita a proposta. O professor pede para o pintor não dizer nada para ninguém por enquanto e conta que vai marcar um encontro com o senador. Filó prefere não contar a Carmem e a Ellen o que Tito queria com ela. Newton liga para Ellen, que diz que eles devem continuar afastados até as coisas esfriarem. Arminda coloca Diana para dormir e diz que está orgulhosa dela. Tito revela a Newton que pediu ajuda a Filó. Karina chega em casa e cai no choro. Célia e Bruno abraçam a filha, preocupados. Célia aconselha Karina a acabar com o noivado. Arminda vai até a casa de Joca e ela e Léia se estranham. Arminda diz a Joca que está com medo de Nasinho implicar com Diana. Arminda e Joca beijam-se. Léia ouve ruídos e gemidos vindos do quarto de Joca e fica irritadíssima. Filomena sonha que está se casando. Clorís insiste para Tito conversar com Nasinho. O escrevente diz ao aventureiro que o senador pediu para avisar que a proposta tem prazo de validade. Tito deixa claro que tem uma saída. Clorís avisa que se ele não apresentar a solução até o dia seguinte, eles vão vender a pousada para Nicolau. Diana conta a Guilherme que Arminda é legal, mas acha que sabe tudo. Filomena liga para Tito e diz que vai tentar conseguir o empréstimo. Tito fala para ela que faz o que ela quiser se ela o ajudar. Filomena revela a Arminda que resolveu ajudar Tito.

  199. Capítulo

  200. 04/10: Tito revela a Newton que pediu ajuda a Filó. Flores vai até a Mico Leão e diz a Querêncio que ele já tem dois eleitores de peso: ele e o senador. Nicolau fala para Nasinho procurar Tito de novo e colocá-lo na parede. Tito pergunta a Karina se ela sabia da proposta de Nicolau, e ela nega. Karina tenta beijar o noivo, que se desvencilha e diz que precisa de tempo. Após pressão de Flores, Querêncio aceita a proposta. O professor pede para o pintor não dizer nada para ninguém por enquanto e conta que vai marcar um encontro com o senador. Filó prefere não contar a Carmem e a Ellen o que Tito queria com ela. Newton liga para Ellen, que diz que eles devem continuar afastados até as coisas esfriarem. Arminda coloca Diana para dormir e diz que está orgulhosa dela. Tito revela a Newton que pediu ajuda a Filó. Karina chega em casa e cai no choro. Célia e Bruno abraçam a filha, preocupados. Célia aconselha Karina a acabar com o noivado. Arminda vai até a casa de Joca e ela e Léia se estranham. Arminda diz a Joca que está com medo de Nasinho implicar com Diana. Arminda e Joca beijam-se. Léia ouve ruídos e gemidos vindos do quarto de Joca e fica irritadíssima. Filomena sonha que está se casando. Clorís insiste para Tito conversar com Nasinho. O escrevente diz ao aventureiro que o senador pediu para avisar que a proposta tem prazo de validade. Tito deixa claro que tem uma saída. Clorís avisa que se ele não apresentar a solução até o dia seguinte, eles vão vender a pousada para Nicolau. Diana conta a Guilherme que Arminda é legal, mas acha que sabe tudo. Filomena liga para Tito e diz que vai tentar conseguir o empréstimo. Tito fala para Filó que faz o que ela quiser se ela o ajudar. Filomena revela a Arminda que resolveu ajudar Tito.

  201. Capítulo

  202. 05/10: Ari ensaia um discurso político. Flores conta a Nicolau que convenceu Querêncio de que depois da morte do senador Érico, ele mudou. O professor diz que vai armar um encontro entre ele, Nicolau e o pintor. Querêncio revela à Marisa que está pensando em se candidatar a prefeito de Ribeirão e que o professor Flores o apoia. Marisa diz que se isso for mesmo verdade o mundo enlouqueceu de vez. Tito conta a Newton que está aguardando Filomena entrar em contato. Arminda fala para Filomena que acha arriscada a atitude que ela tomou e a aconselha a não misturar amor com negócios. Ari ensaia um discurso político. Nicolau diz a Bruno e aos correligionários que na conjuntura atual o partido precisa de Ari como deputado. Nicolau fala que em breve vai propor outro candidato. Filó diz a Querêncio que vai tomar uma decisão importante e precisa saber se ele vai apoiá-la. O pintor afirma que está do lado da filha. Beatriz confessa a Nicolau que fica aflita ao ver que ele mudou tanto. Ari fica furioso ao saber que Nicolau, realmente, tem outro candidato. Ari desconfia de que o candidato do senador seja Joca. Querêncio pergunta para Romeu se ele votaria nele caso ele se candidatasse. Romeu diz que sim. Filomena pergunta a Arminda se há algum problema em convidar Tito para conversar no solar. Virgílio diz a Iara que assim que Tito vender a pousada eles colocam a mão na grana. Iara conta que deu entrada na compra de uma casa para a mãe dela. Karina fala para Zuleide que Filomena agora a encara. Filomena revela a Tito que as pessoas que consultou acharam loucura arriscar o dinheiro dela dessa forma. Filomena diz a Tito que se ele se casar com ela, ela avaliza o empréstimo. Tito diz que precisa pensar e sai do solar atordoado. Tito pergunta ao gerente se o banco aceitaria o aval de uma pessoa.

  203. Capítulo

  204. 06/10: Diana pergunta a Arminda se ela não gosta de Joca. Tito passa na loja de Karina para dar um oi e a patricinha pergunta se ele ainda a ama. Tito afirma que só amor não basta e vai embora. Virgílio conta a Clorís e a Newton, falsamente animado, que um grupo de turistas fez reservas para o fim de semana. Tito fala para Newton que Filomena aceita avalizar o empréstimo se eles se casarem. Sem saber o que está acontecendo com Filomena, Sancha a aconchega e diz que pode contar com ela. Tito revela a Newton que não sabe o que fazer e ressalta que não tem certeza se ama Karina. Diana pergunta a Arminda se ela não gosta de Joca. Arminda diz que vai se casar com Nicolau e pede para Diana não contar a ninguém. Mesmo sem saber o que está acontecendo entre Filomena e Tito, Joca aconselha a amiga a seguir seu coração. Arminda liga para a casa de Joca e Léia diz que vai ver se o detetive pode atender, já que está no quarto com uma mulher. Joca atende o telefone e Arminda o xinga, com ciúmes. Nicolau cumprimenta Querêncio e diz que é um novo homem. O senador explica para o pintor que a missão deles é mudar o partido para depois mudar o país. Querêncio permite que Nicolau anuncie seu nome a candidato à prefeitura. Arminda liga para Joca e exige que ele vá até o solar. A executiva fala para o detetive que ele deveria estar seguindo Querêncio. Ela resiste, mas acaba se entregando a Joca. .

  205. Capítulo

  206. 07/10: Nasinho aguarda Tito impaciente. Joca encontra Tito e lhe oferece seus serviços. Célia fala para Karina que Tito está querendo se aproximar dela e aconselha a filha a ter calma. Tito fala para Filomena que não pode aceitar a proposta dela, pois não a ama. Filomena luta para não demonstrar sua dor e deixa claro para Tito que não está pedindo para ele se apaixonar por ela. Ela ressalta que não precisa ser para sempre e que o casamento é um sonho para ela. Após acordar com Filó que o casamento vai durar de seis a oito meses, Tito aceita a proposta. Filomena pede para Tito não revelar a ninguém o trato que eles fizeram. Ari conta a Ajuricaba e a alguns correligionários que foi para a oposição. Larissa vai falar com Nicolau no instante em que ele e Lílian estão se beijando e fica constrangida. Virgínia avisa a Ari que o senador quer a presença dele na reunião que vai convocar. Tito fala para Karina que precisa levar um papo sério com ela. Nasinho aguarda Tito impaciente. Tito liga para Clorís e avisa que não vai vender a pousada. Nasinho disfarça a raiva que sente ao saber que o aventureiro não aceitou a proposta de Nicolau. Filó conta a Ellen e a Carmem que Tito a pediu em casamento. Tito fala para Karina que vai se casar com Filomena. Karina fica perplexa. Diana convida Guilherme para conhecer o solar mesmo sem a autorização de Arminda, que está em reunião. Guilherme fica encantado com a mansão. Querêncio conta a Marisa que vai mesmo se candidatar a prefeito de Ribeirão. Tito liga para Filomena e diz que está tudo certo.

  207. Capítulo

  208. 08/10: Filó conta a Romeu e Sancha que vai se casar. Nicolau anuncia ao partido que sugere Querêncio como candidato à prefeitura de Ribeirão. Todos ficam pasmos e Ari fica em estado de choque. Querêncio explica para Marisa que confia no professor Flores. Marisa afirma que há algo de estranho na história. Nicolau fala para todos que Querêncio deixou claro que quer usar sua fortuna para o bem do povo. Tito vai até a boate conversar com Querêncio. Nicolau diz a Ari que ele deve se candidatar a deputado e ressalta que o apoio popular a Querêncio é quase uma unanimidade. Furioso, Ari anuncia que está saindo do partido. Ajuricaba se pronuncia a favor de Ari. Ari vai embora e Ajuricaba vai atrás. Descontrolada, Karina chora e diz a Célia que não tem a menor lógica acreditar que Filomena pode ter seduzido Tito. Tito pede a mão de Filomena em casamento para Querêncio. Marisa pergunta a Filomena se ela tem certeza de que quer se casar. Querêncio e Filomena combinam de conversar antes de tomar a decisão final. Filó pede para Tito não tratá-la como uma boboca que está sendo levada na conversa. Marisa fala para Querêncio que Tito pode estar interessado na fortuna que ele herdou. Arminda entra no quarto de Diana e vê a menina e Guilherme deitados na cama conversando. Arminda briga com Diana e diz que ela a desobedeceu. Ajuricaba chega em casa acompanhado de Ari e cumprimenta Sérgio rapidamente. Preocupada, Beatriz diz a Nicolau que se pergunta se Érico não tinha razão quando pediu que ele renunciasse ao mandato. Filó conta a Romeu e Sancha que vai se casar. Tito revela a Clorís que vai se casar com Filomena e que ela vai ser sua avalista. Arminda deixa claro para Diana que ela deve dar satisfação de tudo o que fizer. Nicolau conta a Lincon que Querêncio vai se candidatar a prefeito. Sérgio fala para André e Sônia que vai parar de ajudá-los antes do aniversário do delegado. Nasinho fala para Nicolau que Tito não aceitou a proposta.

  209. Capítulo

  210. 11/10: Tito pede a mão de Filomena em casamento. Nicolau anuncia ao partido que sugere Querêncio como candidato à prefeitura de Ribeirão. Todos ficam pasmos e Ari fica em estado de choque. Querêncio explica para Marisa que confia no professor Flores. Marisa afirma que há algo de estranho na história. Nicolau fala para todos que Querêncio deixou claro que quer usar sua fortuna para o bem do povo. Tito vai até a boate conversar com Querêncio. Nicolau diz a Ari que ele deve se candidatar a deputado e ressalta que o apoio popular a Querêncio é quase uma unanimidade. Furioso, Ari anuncia que está saindo do partido. Ajuricaba se pronuncia a favor de Ari. Ari vai embora e Ajuricaba vai atrás. Descontrolada, Karina chora e diz a Célia que não tem a menor lógica acreditar que Filomena pode ter seduzido Tito. Tito pede a mão de Filomena em casamento para Querêncio. Marisa pergunta a Filomena se ela tem certeza de que quer se casar. Querêncio e Filomena combinam de conversar antes de tomar a decisão final. Filó pede para Tito não tratá-la como uma boboca que está sendo levada na conversa. Marisa fala para Querêncio que Tito pode estar interessado na fortuna que ele herdou. Arminda entra no quarto de Diana e vê a menina e Guilherme deitados na cama conversando. Arminda briga com Diana e diz que ela a desobedeceu. Ajuricaba chega em casa acompanhado de Ari e cumprimenta Sérgio rapidamente. Preocupada, Beatriz diz a Nicolau que se pergunta se Érico não tinha razão quando pediu que ele renunciasse ao mandato. Filó conta a Romeu e Sancha que vai se casar. Tito revela a Clorís que vai se casar com Filomena e que ela vai ser sua avalista. Arminda deixa claro para Diana que ela deve dar satisfação de tudo o que fizer. Nicolau conta a Lincon que Querêncio vai se candidatar a prefeito. Sérgio fala para André e Sônia que vai parar de ajudá-los antes do aniversário do delegado. Nasinho fala para Nicolau que Tito não aceitou a proposta.

  211. Capítulo

  212. 12/10: Karina decide lutar por Tito. Tito conta a Clorís, Virgílio, Iara e Newton que vai se casar com Filomena e que ela vai avalizar um empréstimo para que ele reerga a pousada. Virgílio diz que pode ser que o banco não aceite o aval. Querêncio diz a Filomena que é estranho Tito tê-la pedido em casamento depois de saber que ela vai herdar uma fortuna. Filó diz ao pai, a Sancha e a Romeu que ela e Tito se amam. Querêncio afirma que quer ver a filha feliz e que está de acordo com o casamento. Karina decide lutar por Tito. Irritadíssimo, Virgílio diz a Iara que eles precisam melar o casamento de Tito e Filomena. Iara deixa claro para Virgílio que ele vai ter que se virar para conseguir o dinheiro dela. Arminda liga para Beatriz e as duas marcam o jantar. Arminda fala para Diana que em breve ela será apresentada ao senador. Beatriz fala para Larissa que está sentindo que o casamento de Arminda e Nicolau vai sair. André fala para Sônia que eles têm que achar uma solução, afinal Sérgio vai cair fora. Lincon explica a Patrícia que vai descobrir o que há por trás da candidatura de Querêncio. Tito liga para Filó e os dois combinam de se encontrar para resolver as pendências burocráticas. Tito e Newton calculam o valor do empréstimo necessário para reerguer a pousada. Sancha conta a Léia e a Joca que Filomena vai se casar com Tito. Karina pede para Clorís ajudá-la a convencer Tito a desistir do casamento. Clorís afirma que também precisa de ajuda e conta que já pediu para Tito vender a pousada. Karina fala para Tito que não vai se conformar com esse casamento louco e deixa claro que um dia ele ainda vai procurá-la pedindo perdão. Joca diz a Filomena que o povo vai falar que Tito só está de olho no dinheiro dela, mas apoia a amiga. Léia visita Flores. O professor conta a Léia que tem um irmão parecido com ele. Clorís vai até o casarão de Flores e Fátima diz a ela que quem está em casa é o irmão do professor. Carlos cumprimenta Guilherme, que o ignora. Carlos perde a paciência e acaba agredindo Guilherme. Diana tenta controlar os dois, mas é o inspetor da escola que separa a briga. Diana leva Guilherme para o solar e cuida dele. Carlos fala para Zuleide que quem chamar o pai dele de assassino vai apanhar. Carlos chora, desolado. .

  213. Capítulo

  214. 13/10: Ellen fica sabendo que Guilherme brigou com Carlos. Flores pede para Léia manter o relacionamento deles em segredo. O professor liga para Clorís e explica que tem uma relação difícil com o irmão, mas conta que ele insiste em visitá-lo. Sancha e Romeu avisam a Tito que eles vão querer saber se ele está fazendo Filó feliz. Virgílio conta a Nasinho que Tito recusou a proposta por que vai se casar com uma milionária. Ellen fica sabendo que Guilherme brigou com Carlos e se preocupa. Filomena e Tito vão ao banco para resolver a questão do empréstimo. Bruno fala para Teixeira que ele tem que fazer alguma coisa para impedir o casamento de Filó e Tito e a candidatura de Querêncio. Nasinho diz a Nicolau que ele precisa impedir o casamento de Tito. O gerente do banco exige um documento com a concordância expressa de Querêncio para autorizar o empréstimo. Flores fala para Nicolau que vai tentar convencer Querêncio a não aceitar o casamento da filha. Diana conta a Joca que Arminda vai se casar com o senador. O detetive fica arrasado. Filomena garante a Tito que Querêncio não vai se negar a aceitar o documento. Nicolau convida Querêncio oficialmente para candidatar-se a prefeito de Ribeirão. Nicolau avisa a Querêncio que Flores quer conversar com ele e aconselha o pintor a não falar com ninguém antes de ter esse papo com o professor. Ari vai até o Já Era e desafia Querêncio. Arminda fala para Joca não ir mais na empresa sem ser convidado.

  215. Capítulo

  216. 14/10: Diana pede para Joca não desistir de Arminda. Ari e Querêncio implicam um com o outro na boate Mico Leão. Querêncio afasta Ari de Marisa e o sacode pelo colarinho com violência. Os correligionários levam Ari embora. Joca pergunta a Arminda se é verdade que ela vai se casar com Nicolau. Arminda explica que vai se casar porque lhe é conveniente. Joca diz à executiva que ela não suporta a ideia de amar um cara que não tem grana. Arminda fica atordoada. Diana pede para Joca não desistir de Arminda. O detetive fala para Diana ficar de olho em Arminda e contar tudo para ele. Querêncio diz a Marisa que tem compromissos políticos e, por isso, não vai poder encontrar Filó. Arrasado, Joca bebe cachaça no Já Era. Zuleide chega em casa e manda Newton ir embora. Guilherme pede para Ellen nunca mais ver Newton. Teixeira diz a Filomena que está à disposição para tirar dúvidas sobre as questões burocráticas do casamento. Querêncio pede para Flores lhe aconselhar sobre o casamento da filha. Arminda briga com Diana por ela ter contado sobre casamento para Joca. Joca chega em casa de porre e Léia fica preocupada. Arminda se emociona ao se dar conta do que sente por Joca. Flores fala para Querêncio que para o bem de Filomena ele deve impedir o casamento da filha. Nicolau chega ao casarão de Flores e brinda com o professor e com Querêncio. Filomena fala com Querêncio sobre o aval e ele afirma que acha o casamento dela uma furada. Querêncio diz que não vai concordar com o que Filó pretende fazer. Nicolau diz a Bruno que ele não pode deixar o casamento de Tito e Filomena acontecer. Léia acorda Joca e manda que ele lhe conte o que aconteceu. Tito pergunta a Filomena se Querêncio concordou em assinar o documento.

  217. Capítulo

  218. 15/10: Guilherme vê Diana e Carlos conversando. Flores fala para Clorís que seu irmão é um sujeito muito esquisito. Léia pede para Joca lhe contar o que houve e fica com raiva ao perceber que Arminda está fazendo o filho sofrer. Filomena conta a Tito que a conversa que teve com Querêncio foi muito dura, mas promete que vai virar o jogo. Querêncio confessa a Marisa que está mal por ter brigado com Filó, mas a dançarina diz que ele agiu certo em não ter concordado com o casamento. Célia fala para Teixeira que está angustiada com a situação deles. Teixeira tenta acalmá-la. Bruno conta a Célia e a Teixeira que Nicolau o procurou para falar do casamento de Tito e Filomena. O engenheiro explica que o senador deu a entender que o casamento impede a venda da pousada. Flores fala para Clorís que Tito não vai conseguir o empréstimo. Guilherme vê Diana e Carlos conversando e não fala com nenhum dos dois. Ellen conta a Newton que Guilherme pediu para ela se afastar dele. Guilherme diz a Diana que ela não precisa falar com ele se continuar de papo com Carlos. Filomena procura Teixeira para conversar. Clorís procura Beatriz e explica sobre a situação complicada que está vivendo. Teixeira fala para Filomena que não vai ajudá-la a convencer Querêncio a assinar o documento. Tito fica irritado ao saber que Clorís procurou Nicolau. Clorís conta que Beatriz se comprometeu a aumentar em trinta por cento a oferta. Tito fica ainda mais furioso. Filomena desabafa com Joca, que afirma que vai investigar a história do acidente. Joca promete a Filó que vai falar com Arminda para convencer Querêncio a ajudá-la. Teixeira e Bruno procuram Querêncio e o aconselham a impedir o casamento de Filomena. Joca liga para Arminda e pede que ela ajudar Filó. Arminda diz a Querêncio que acha que ele deve fazer o que Filomena está pedindo. Querêncio vai até o solar para conversar com a filha.

  219. Capítulo

  220. 18/10: Joca diz a Flores que está preocupado com Nicolau. Lincon entrevista Ari. Querêncio conta a Filomena que Arminda o procurou para dar força para ele concordar com o aval do empréstimo. Ele diz à filha que vai fazer o que ela pediu, mas ressalta que para isso ela não vai tocar mais em herança nenhuma. Os dois vão ao banco. Querêncio assina o documento. Filó liga para Joca e agradece pela ajuda. Ari deixa claro para Lincon que tem certeza de que vai ser reeleito. Ajuricaba e Lincon se encontram na prefeitura e trocam farpas. Bruno conta a Karina que ele e Teixeira convenceram Querêncio a se opor ao casamento de Filomena. Filó vai até a pousada e diz a Tito que o pai dela assinou o documento. Tito fica eufórico. Joca diz a Flores que está preocupado com Nicolau. Tito apresenta Filomena a Clorís e ao pessoal da pousada. Clorís a trata friamente. Querêncio fala para Romeu e para Sancha que está com ódio de Tito. Flores explica para Joca que Nicolau é um homem consciente e aconselha o detetive a se manter afastado das investigações. Beatriz conta a Nicolau que Clorís esteve na fazenda. Ele ri, satisfeito.

  221. Capítulo

  222. 19/10: Filó pede para Marisa amansar Querêncio. Tito faz uma reunião na pousada e pede para todos da equipe voltarem ao batente. Newton aconselha Tito a mandar flores para Filomena. Nasinho conta a Nicolau que Tito vai conseguir o empréstimo para reerguer a pousada. O senador fica furioso. Joca explica para Filomena que pessoas importantes o aconselharam a não investigar a sabotagem do avião, mas ressalta que não acredita na inocência de Nicolau. O senador liga para Bruno e fala para ele tentar impedir que o empréstimo saia. Querêncio conta a Bruno e a Teixeira que Arminda o aconselhou a fazer o que Filomena estava pedindo. O advogado afirma que Arminda não poderia lhe dar esse tipo de conselho. Iara fala para Virgílio que estava contando com a grana da venda da pousada e o manda se virar para pagá-la. O gerente fala para Bruno que a direção do banco se mostrou favorável ao empréstimo e sugere que Arminda entre em contato com a direção do banco e exponha os motivos dela. Teixeira diz a Filomena que Arminda não é bem vista pela diretoria internacional da empresa. Filó agradece Arminda pela ajuda. Arminda diz a Filomena que acha ótima a ideia de realizar o casamento no solar. Karina liga para Tito e diz que precisa conversar com ele. Filó pede para Marisa amansar Querêncio, mas a dançarina afirma que prefere não se meter. Teixeira e Bruno dizem a Arminda que querem que ela entre em contato com a presidência do banco e peça para que o empréstimo seja suspenso. Flores pede para Sereno lhe explicar o esquema que ele armou para liberar a mensagem do Comando Invisível. Karina cumprimenta Tito com um rápido beijo na boca e Diana vê a cena.

  223. Capítulo

  224. 20/10: Filomena fica feliz ao receber flores de Tito. Filomena fala para Querêncio que gostaria que ele entrasse ao lado dela na cerimônia do casamento. Querêncio agradece o convite, mas afirma que não vai ser possível. Karina pede para Tito lhe beijar. Ele se nega e ela afirma que agora tem certeza de que o casamento dele é uma loucura. Karina fala para o ex-noivo que ele não vai esquecê-la. Sereno explica para Flores como vai hackear um computador e fazer com que ninguém descubra que são eles que estão por trás do movimento. Joca procura Ellen e fala que quer investigar o acidente por conta própria. Filomena fica feliz ao receber flores de Tito. Diana conta à Filó que Tito deu carona para Karina. Filomena fica perturbada. Tito não conta à Filomena que esteve com Karina. Filó conversa com Tito sobre algumas ideias que teve sobre o casamento. Flores diz a Sereno que vai escrever um manifesto em reação a mais um crime da Conspiração e revela que Joca será eliminado. Newton dá algumas informações para que Joca consiga investigar o acidente. Lílian entra no quarto de Nicolau, que lhe bate com muita violência. Arminda escolhe a roupa para Diana ir ao jantar na casa do senador. Larissa vê o rosto de Lílian todo machucado e fica horrorizada. Sereno liga para Flores e conta que Joca está conversando com Newton. Beatriz confessa a Larissa que no fundo Érico estava certo quando dizia que Nicolau é doente. Beatriz fala para Nicolau que não quer Lílian na casa dela. O senador diz que precisa de Lílian e ressalta que é ele quem manda na casa. Bruno conta a Teixeira e à Célia que fez um relatório das atitudes de Arminda, enfatizando que ela não está protegendo os herdeiros, e enviou para a diretoria da Europa. Filó diz a Carmem que ficou chateada porque Tito não contou que encontrou Karina. Sérgio fala para Ajuricaba que seus pais vão ao almoço de aniversário dele. Arminda e Diana chegam à fazenda e são recebidas por Beatriz e Larissa. .

  225. Capítulo

  226. 21/10: Flores chega em casa e é recebido por Fátima. Karina fala para a mãe que acha que o rompimento dela com Tito foi bom, afinal ele é cheio de dívidas. Diana fala para Beatriz que a fazenda dela é muito interessante. Karina liga para Nicolau e ele finge que está falando com uma senadora. Ajuricaba diz a Virgínia que o almoço do seu aniversário será também um evento político. Sônia e André resolvem contar a verdade para seus pais sobre o namoro deles. Nicolau diz à Arminda que o casamento deles é interessante para os dois. Arminda concorda. Romeu conta a Querêncio que Sancha topou fazer o bolo do casamento de Filó e o pintor diz que não quer saber nada sobre o evento. Beatriz faz um brinde à felicidade de Nicolau e Arminda. Arminda diz a Nicolau que prefere pensar um pouco antes de tomar uma decisão. Bruno e Teixeira dizem a Querêncio que Arminda não é de confiança. Diana devora a sobremesa e Arminda chama a atenção dela. Diana vai ao banheiro e se assusta ao ver Lílian toda machucada. Virgínia aconselha Ajuricaba a convidar Nicolau para o almoço. Diana conta a Arminda que viu uma moça de olhos claros toda machucada quando saiu do banheiro. Beatriz diz a Nicolau que talvez só Arminda possa salvá-lo. Sônia chega em casa muito tarde e Virgínia diz que não conseguiu dormir esperando por ela. Flores chega em casa e é recebido por Fátima. Fátima vai pegar o violão que ele trouxe, mas o professor a contém, enérgico. Flores abre a caixa do violão, tira a arma e mostra para Sereno. O professor liga para Léia e marca de encontrá-la. Bruno conta a Nicolau que Arminda deu força para Querêncio concordar com o casamento de Filomena. Arminda fica irritada por ter sido chamada atenção pelos diretores da empresa, pois sabe que houve interferência de Teixeira e Bruno. Joca recebe uma carta com um pedido de ajuda, marcando um encontro às margens do Ribeirão, e fica pensativo.

  227. Capítulo

  228. 22/10: Joca aguarda a chegada do informante misterioso. Tito acerta com Clorís como vai pagar sua dívida. Ela ironiza, mas aceita os termos dele e aproveita para provocá-lo, debochando do seu casamento com Filomena. Arminda desabafa com Filomena sobre os problemas da empresa na Europa e conta que decidiu que a Patrimônio Eterno irá bancar o casamento. Nicolau liga para Flores e os dois discutem a possibilidade de ele desistir do casamento com Arminda como manobra política. Beatriz pede para Lílian tirar os óculos escuros e fica horrorizada com o estado dela. A viúva a aconselha a sair da casa. Lílian procura Nicolau para perguntar se ele quer que ela continue morando com ele. Irritado, ele diz que é indiferente e a ameaça mais uma vez. Diana vai encontrar Joca e conhece Léia. Flores pega o fuzil que está escondido em uma caixa de violão e checa a munição. Ari se prepara para receber os correligionários. Querêncio diz a Bruno que só vai fazer a convenção do partido se puder realizá-la na boate. Flores entra de carro em uma rua deserta para encontrar Sereno. Joca, tenso, estaciona em um local ermo e frio, sai do carro e se embrenha na floresta. Flores tira a caixa do porta-malas e entra em uma trilha com Sereno. Filomena, Arminda e Diana discutem os detalhes do casamento. Tito vai ao solar para encontrar Filomena. Na sala, enquanto espera, folheia uma revista e se lembra das promessas de amor de Karina. Joca aguarda a chegada do informante misterioso. Sereno e Flores escondidos em um ponto relativamente distante de Joca se preparam para atirar. Flores coloca Joca na mira telescópica do fuzil.

  229. Capítulo

  230. 25/10: Flores escreve o manifesto do Comando Invisível. Filomena convida Diana para ser dama de honra de seu casamento. A menina aceita o convite, mas pede para ajudá-la a escolher seu vestido. Diana conta a Arminda que foi visitar Joca e a executiva dá uma bronca na adolescente. Flores aponta a arma para Joca, que não pára quieto. Flores atira e Joca se assusta. Joca corre, mas é atingido na barriga. Ele se joga no rio. Flores e Sereno procuram por Joca, mas não o acham e concluem que ele morreu. Animado, Tito conta a Filó sobre os próximos passos para reerguer a pousada. Diana reclama com Arminda de que ela reprova tudo o que ela faz. Tito diz a Filomena que acha importante eles fazerem um acordo pré-nupcial. Flores e Sereno voltam para a casa. Filomena convida Tito para jantar com ela, mas ele recusa, gentilmente. Karina diz a Nicolau que quer destruir Tito e Filomena. O senador fica interessado e os dois beijam-se, violentamente. Filomena fala para Arminda que quer que todos os preparativos para o casamento sejam feitos em Ribeirão para dar oportunidade para o povo da cidade. Flores escreve o manifesto do Comando Invisível. Léia fala para Sancha que está preocupada com Joca, pois ele não voltou para casa. Ari conta a Ajuricaba que o trataram como um príncipe no novo partido. Bruno diz a Nicolau que Querêncio só vai participar da convenção se a mesma acontecer na boate. Célia sugere a Nicolau e a Bruno que eles aceitem a proposta de Querêncio e façam uma campanha com a cara do pintor. Léia pergunta a Filomena se ela sabe onde Joca está. Léia se cansa de esperar Arminda recebê-la e vai embora. Léia pede ajuda a Flores para encontrar Joca. O professor abraça Léia, protetor. .

  231. Capítulo

  232. 26/10: André pede para Sônia se encontrar com ele. Arminda liga para Joca, mas não consegue falar. Flores aconselha Léia a procurar a polícia como se não soubesse de nada. Querêncio conta para Sancha e Romeu que a convenção será na boate. Beatriz reclama com Nicolau por saber que a convenção vai ser na boate e ele deixa escapar suas pretensões de ser presidente do Brasil. Larissa e Beatriz se espantam com o tom de Nicolau. Flores finaliza seu manifesto e o lê para Sereno, que fica entusiasmado. Léia finalmente consegue falar com Arminda e conta que Joca sumiu. Filomena conta para Tito que Arminda quer financiar a festa de casamento. Léia vai à delegacia registrar o sumiço de Joca. Ajuricaba faz pouco caso, mas diz vai procurar o detetive mesmo assim. André e Sônia estão ao telefone quando ele recebe um e-mail com o manifesto do Comando Invisível. André pede para Sônia se encontrar com ele e com Sérgio. Ellen também recebe o e-mail e o lê para Carmem. Arminda procura Diana para saber se ela tem notícias de Joca. Diana também não sabe de nada. Léia procura Lincon. O jornalista conta para a viúva que o e-mail do Comando Invisível pode ter a ver com o desaparecimento de Joca. Filomena diz para Diana e Arminda que Joca estava investigando o acidente com o avião. Ari e seus correligionários fazem festa na convenção do novo partido do prefeito.

  233. Capítulo

  234. 27/10: Léia entra em pânico e Marta tenta acalmá-la. Marta e Viriato encontram o carro de Joca abandonado na estrada e procuram por pistas. Sereno espiona a convenção do partido de Ari. Flores conta a Ellen que a conspiração é real e ela fica perplexa. Com a boate vazia, Querêncio chama Marisa para beber com ele e com Esculápio. Marta e o policial acham uma pista e a seguem pela mata. Os dois gritam por Joca. Ellen desconfia da ligação do desaparecimento de Joca com o Comando Invisível e pergunta a Flores se ele está envolvido na Conspiração Azul. Flores afirma simpatia ao movimento. Marta e Carlos acham uma garrafa quebrada no local em que Flores disparou o fuzil. Eles chegam até a margem do rio, mas desistem da busca e vão embora. Querêncio começa a ficar ansioso e, em seguida, Sereno anuncia a chegada de uma multidão. Célia, Bruno e Nicolau comemoram a presença da multidão. Marta encontra Léia para contar o que descobriu. Léia entra em pânico e Marta tenta acalmá-la. Ari incita a multidão contra Querêncio e convoca todos para uma marcha até a praça do Enforcado. Nicolau fica sabendo do comício de Ari e convoca todos da boate para irem para a praça. Sereno conta a Flores sobre o comício e segue com a multidão. Querêncio e Ari se estranham e a briga começa. Arminda fica seriamente preocupada com o sumiço de Joca. Na caverna de Bill, Joca começa a retomar a consciência e reconhece o ermitão.

  235. Capítulo

  236. 28/10: O delegado manda a investigadora soltar todo mundo. Arminda e Diana se abraçam tristes pelo sumiço de Joca. Bill serve sopa para Joca, que está enfraquecido. Alguns populares ainda brigam e os policiais os contêm. Célia sente dor nas costas, depois de ter levado uma pancada durante a confusão. Joca acorda e Bill conta a ele que o encontrou desmaiado na margem do rio. Joca afirma que não se lembra de nada. Marta diz a Léia que o carro de Joca foi rebocado e que não tem mais nenhuma notícia. Léia fica irritada e diz que a polícia de Ribeirão não vale um centavo dos impostos que o povo paga. Sancha e Romeu tentam acalmar Léia. Joca se lembra do que aconteceu e agradece a Bill por tê-lo ajudado. Marta fala para Ajuricaba que a carceragem está lotada e é preciso providenciar comida para todos. O delegado manda a investigadora soltar todo mundo. Ajuricaba diz a Marta que Joca deve ter se metido com traficantes. Joca tenta pegar carona para voltar para Ribeirão. Tito mostra para dois operários o que deve ser consertado no quarto que vai ser dele e de Filomena. Clorís diz a Tito que não consegue entender como um casamento pode ser feito de forma tão insana. Tito liga para Filó e conta que está reformando o quarto. Joca, finalmente, consegue carona com um caminhoneiro. Joca vai até a delegacia e de lá liga para Léia e a tranquiliza. Joca conta a Ajuricaba que sofreu um atentado e que Bill o ajudou. O detetive explica que o atentado contra ele tem a ver com o assassinato do senador e exige que o caso seja investigado. A secretária mostra a foto de Joca no jornal para Arminda e diz que ele está desaparecido. Joca chega em casa e Léia o recebe, chorando.

  237. Capítulo

  238. 29/10: Léia pede para Joca sair da cidade. Joca acalma sua mãe e diz que se não fosse Bill ele estaria morto. Léia conta a Joca como ficou preocupada e pede para ele deixar de ser detetive particular. Ajuricaba diz a Marta que não acredita no depoimento de Joca. Ela tem dúvidas. Flores pergunta a Sereno se ele ouviu algum boato sobre Joca. Os dois comemoram o impacto causado pelo manifesto do Comando Invisível. Filomena vai à casa de Joca, que lhe conta sobre o atentado. Nicolau procura Nasinho e os dois concordam em tentar impedir o casamento de Filomena e Tito. Filomena fica chocada com o que aconteceu com Joca. Léia pede para Joca sair da cidade. Ele diz que não quer. Querêncio conversa com seus eleitores e diz que não vai se aliar a políticos ladrões. Joca defende Bill quando Léia implica com o ermitão. Querêncio distribui autógrafos no bar Já Era. Joca pergunta à mãe se Arminda ficou preocupada. Léia diz que ela se preocupou como todo mundo. Querêncio diz a Romeu e à Sancha que sentiu uma emoção muito forte junto ao povo de Ribeirão e afirma que não vai levar mais a candidatura na brincadeira. Ari comenta com Ajuricaba que Querêncio é uma ameaça a sua candidatura. Joca vai até a casa de Flores e é recebido com espanto por Fátima. Flores disfarça a surpresa e oferece uma bebida a Joca. Filomena encontra Tito e comenta que Arminda acha elegante se ele for de fraque. Ele concorda de forma displicente. Flores conversa com Joca e o faz ligar a sabotagem do avião à Conspiração Azul. Querêncio fala com Bruno e Teixeira para incrementar sua campanha e acabar com Ari. Joca conta a Lincon tudo o que aconteceu. Flores e Nicolau conversam ao telefone sobre o fracasso do atentado. Filomena se sente insegura com o casamento e pede o apoio e carinho de Carmem. Tito conversa com Newton e se questiona se é justo casar-se com Filomena.

  239. Capítulo

  240. 01/11: Sancha e Romeu tentam acalmar Léia. Arminda e Diana se abraçam tristes pelo sumiço de Joca. Bill serve sopa para Joca, que está enfraquecido. Alguns populares ainda brigam e os policiais os contêm. Célia sente dor nas costas, depois de ter levado uma pancada durante a confusão. Joca acorda e Bill conta a ele que o encontrou desmaiado na margem do rio. Joca afirma que não se lembra de nada. Marta diz a Léia que o carro de Joca foi rebocado e que não tem mais nenhuma notícia. Léia fica irritada e diz que a polícia de Ribeirão não vale um centavo dos impostos que o povo paga. Sancha e Romeu tentam acalmar Léia. Joca se lembra do que aconteceu e agradece a Bill por tê-lo ajudado. Marta fala para Ajuricaba que a carceragem está lotada e é preciso providenciar comida para todos. O delegado manda a investigadora soltar todo mundo. Ajuricaba diz a Marta que Joca deve ter se metido com traficantes. Joca tenta pegar carona para voltar para Ribeirão. Tito mostra para dois operários o que deve ser consertado no quarto que vai ser dele e de Filomena. Clorís diz a Tito que não consegue entender como um casamento pode ser feito de forma tão insana. Tito liga para Filó e conta que está reformando o quarto. Joca, finalmente, consegue carona com um caminhoneiro. Joca vai até a delegacia e de lá liga para Léia e a tranquiliza. Joca conta a Ajuricaba que sofreu um atentado e que Bill o ajudou. O detetive explica que o atentado contra ele tem a ver com o assassinato do senador e exige que o caso seja investigado. A secretária mostra a foto de Joca no jornal para Arminda e diz que ele está desaparecido. Joca chega em casa e Léia o recebe, chorando.

  241. Capítulo

  242. 02/11: Léia pede para Joca sair da cidade. Joca acalma sua mãe e diz que se não fosse Bill, ele estaria morto. Léia conta a Joca como ficou preocupada e pede para ele deixar de ser detetive particular. Ajuricaba diz a Marta que não acredita no depoimento de Joca. Ela tem dúvidas. Flores pergunta a Sereno se ele ouviu algum boato sobre Joca. Os dois comemoram o impacto causado pelo manifesto do Comando Invisível. Filomena vai à casa de Joca, que lhe conta sobre o atentado. Nicolau procura Nasinho e os dois concordam em tentar impedir o casamento de Filomena e Tito. Filomena fica chocada com o que aconteceu com Joca. Léia pede para Joca sair da cidade. Ele diz que não quer. Querêncio conversa com seus eleitores e diz que não vai se aliar a políticos ladrões. Joca defende Bill quando Léia implica com o ermitão. Querêncio distribui autógrafos no bar Já Era. Joca pergunta à mãe se Arminda ficou preocupada. Léia diz que ela se preocupou como todo mundo. Querêncio diz a Romeu e à Sancha que sentiu uma emoção forte junto ao povo de Ribeirão e afirma que não vai levar mais a candidatura na brincadeira. Ari comenta com Ajuricaba que Querêncio é uma ameaça a sua candidatura. Joca vai até a casa de Flores e é recebido com espanto por Fátima. Flores disfarça a surpresa e oferece uma bebida a Joca. Filomena encontra Tito e comenta que Arminda acha elegante se ele for de fraque. Ele concorda de forma displicente. Flores conversa com Joca e o faz ligar a sabotagem do avião à Conspiração Azul. Querêncio fala com Bruno e Teixeira para incrementar sua campanha e acabar com Ari. Joca conta a Lincon tudo o que aconteceu. Flores e Nicolau conversam ao telefone sobre o fracasso do atentado. Filomena se sente insegura com o casamento e pede o apoio e carinho de Carmem. Tito conversa com Newton e se questiona se é justo casar-se com Filomena.

  243. Capítulo

  244. 03/11: Joca e Arminda se beijam. Arminda diz a Diana que está contente com a volta de Joca, afinal não quer o mal de ninguém. Lílian diz a Nicolau que a situação dela na fazenda está insustentável. Ele afirma que tem uma ideia que resolve o problema. Ajuricaba diz a Virgínia que convidou Nicolau, a mãe e a tia para o seu aniversário. Sônia fala para André que Sérgio confirmou a presença dos pais dele no almoço. André fica preocupado. Irônico, Sérgio diz que o jeito é deixar Sônia para ele. Querêncio explica para Marisa que terá poder e dinheiro para colocar a cidade para funcionar e diz que quer que ela o ajude em sua missão. Ari recebe vários jumentinhos de barro, que encomendou para distribuir para o povo. Joca está pronto para sair, mas Léia o impede. Joca sai rapidamente pela porta. Ele vai até o solar e conta a Arminda como foi o atentado. Joca e Arminda se beijam. Joca e Marta chegam ao local em que ele foi alvejado. Os dois tentam achar alguma evidência do crime, mas não encontram. Joca leva Marta até a caverna de Bill, mas o ermitão não está lá. Marta e Joca vão embora da floresta sem encontrar nenhuma pista do atentado. O detetive afirma que vai provar que está falando a verdade. Ari chega muito cedo à casa de Ajuricaba e lhe dá uma garrafa de cachaça de presente. O prefeito mostra os jumentinhos para Virgínia e Ajuricaba. O costureiro mostra o vestido de noiva para Filomena e ela fica deslumbrada. Animados, Tito, Iara e Newton descem o rio de caiaques. Joca pergunta a um homem se ele viu algum outro carro perto da floresta e ele responde que sim. O homem leva o detetive até o local onde o carro estava e diz que era um jipe. Filó experimenta o vestido e Diana e Elza ficam encantadas.

  245. Capítulo

  246. 04/11: Nicolau vai à festa de Ajuricaba. O homem diz a Joca que o lugar estava cheio de lama e que o carro deve ter saído de lá bem sujo. Joca pensa que a única pessoa que tem um carro como o que descrito é Flores. Joca lembra da feição estranha de Flores ao vê-lo e fica encafifado. Ari bebe caipirinha na comemoração pelo aniversário do delegado e diz que não tem medo das urnas eleitorais. Marta dá um par de chinelos para Ajuricaba e ele adora. Ela diz ao delegado que Joca não lhe mostrou nada convincente. Sérgio diz a André que não aguenta mais fingir ser namorado de Sônia. Filomena agradece ao costureiro pelos ajustes que fez no vestido de noiva. Diana liga para Guilherme e o convida para visitá-la no solar. Sérgio chega ao aniversário e diz ao “sogro” que seu pai sofreu um pequeno acidente e teve que ficar em casa de repouso sob os cuidados da mãe dele. Ajuricaba apresenta Sérgio aos amigos como seu futuro genro. Joca vê o carro de Flores, percebe que os pneus estão sujos de lama e arranca um pouco do barro, já ressecado. André faz-se passar por pai de Sérgio e deseja felicidades ao delegado por telefone. Virgínia conversa com Carmem, que finge ser mãe de Sérgio. Flores explica para Sereno que o Comando Invisível vai denunciar o ataque da Conspiração e diz que talvez eles tentem matar o detetive de novo. Joca lembra de algumas conversas que teve com Flores e não consegue acreditar em suas suspeitas. Elza liga para Arminda e conta que Diana matou aula para ver o vestido de Filomena e convidou Guilherme para ficar com ela no solar, sem pedir autorização. Nicolau vai à festa de Ajuricaba, para a surpresa de todos. André conta a Carmem que a solução é ele e Sônia fugirem de Ribeirão. Tito pede para Newton ir com ele até São Paulo para resolver o negócio do avião. Tito confessa ao amigo que não sente nada por Filomena. Joca vê Sereno saindo do casarão de Flores, liga para Arminda e diz que precisa falar com ela, urgentemente.

  247. Capítulo

  248. 05/11: Filomena vai embora triste. Sérgio diz a Sônia que não consegue acreditar que está vivendo essa loucura. Ajuricaba diz aos poucos convidados que ainda estão na sua festa que o problema da polícia é a falta de condições. Ajuricaba obriga Sérgio a beijar Sônia na sua frente. Ele dá um selinho nela e consegue ir embora. Guilherme e Diana se divertem no computador, quando Arminda chega e dá uma bronca na estudante. Nicolau e Karina se encontram e se beijam. Tito conta a Newton, Clorís, Virgílio e Iara que o empréstimo vai estar disponível no dia seguinte. Virgílio tenta disfarçar a frustração. Arminda fica irritada ao ver Diana tomando suco na sala, enquanto ela a esperava para conversar. Diana deixa Arminda falando sozinha e, sarcástica, diz que tem tarefas para cumprir. Arminda deixa claro para Diana que ela está de castigo e que Elza vai levá-la e buscá-la no colégio. Sérgio conta a André que foi obrigado a beijar Sônia. Ajuricaba diz a Virgínia que vai descobrir o que há de errado no namoro de Sônia e Sérgio. Nicolau e Karina transam no motel. Karina diz a Nicolau que o casamento de Tito e Filomena vai ficar abalado se uma matéria sobre o golpe do baú sair no jornal. Querêncio diz a Filomena que não vai desenhar os convites, pois não concorda com o casamento. Filomena vai embora triste. Joca revela a Arminda que tudo indica que quem tentou matá-lo foi o professor Flores. Joca afirma que sabe o que vai fazer e beija Arminda. Diana liga para Guilherme e ele diz que ela tem que obedecer Arminda. Léia chega em casa, vê Arminda e as duas trocam farpas. Iara afirma a Virgílio que precisa de dinheiro para pagar a parcela da casa que comprou para a mãe. Ele afirma que também se ferrou com o casamento de Tito e ameaça bater nela. Joca vai até a casa de Mário, um antigo amigo que mora na favela.

  249. Capítulo

  250. 08/11: Ari pede a Flores apoio para sua candidatura. Mário e Joca lembram das travessuras que aprontavam quando eram estudantes. Joca diz ao amigo que está precisando de uma arma. Léia fala para Flores que está aflita, pois estão querendo matar Joca. Flores explica a Léia que ela tem que procurar saber quais são os planos de Joca e a consola. O detetive atrapalhado explica para Mário que quer a arma para se defender, pois tem gente querendo matá-lo. Mário dá ao amigo uma arma que não é legalizada. Lílian diz a Nicolau que a hora que quiser pode tirar a licença. Nicolau garante a Beatriz e a Larissa que Lílian vai sair da fazenda em breve. Em reunião com Bruno, Teixeira e mais três executivos, Arminda avisa que foi marcada a audiência pública para a discussão do resort. Ellen explica a Patrícia que a Secretaria do Meio Ambiente se opõe a algumas partes do projeto. Tito passa a lista dos credores que devem receber para Iara. Beatriz pergunta a secretária de Arminda como é a vida profissional da executiva. Nicolau diz a Lincon que não tem tempo para cuidar do jornal, então vai colocar Lílian para trabalhar como sua representante. Beatriz fala para Arminda que Nicolau precisa dela, pois é muito sozinho e a aconselha a casar-se logo com ele. Ari faz campanha eleitoral na praça. Ari pede a Flores apoio para sua candidatura. Querêncio pinta uma tela, concentrado. Flores explica a Ari que precisa ouvir os dois lados antes de decidir qual vai ser o voto dele. Ari conversa insinuante com Fátima. Tito conta à Filomena que está tudo certo no banco. Passam-se alguns dias. Karina vê o convite de casamento de Tito e Filomena e briga com a mãe por ela ter escondido o convite.

  251. Capítulo

  252. 09/11: Tito convida Iara para ser madrinha de seu casamento. Filó confessa a Arminda que está nervosa com o casamento e a agradece pela ajuda na organização da festa. Karina diz a Célia que o casamento de Tito e Filomena é uma farsa. Nicolau apresenta Lílian aos funcionários da Folha e a Lincon, que a recebe gentilmente. Nicolau diz a Lincon que quer a matéria sobre o casamento de Tito e Filó na primeira página do jornal. Querêncio, finalmente, aceita entrar com Filó na igreja no grande dia. Joca exige que a polícia lhe dê informações sobre as investigações do atentado. Ajuricaba manda que ele traga Bill para depor. Irritado com a incompetência da polícia, o detetive afirma que vai descobrir quem é o assassino. Léia liga para Flores e pede para ele acompanhá-la no casamento de Tito e Filomena. Sem ter como recusar, ele aceita. Filomena vê os funcionários arrumando o salão para a cerimônia e fica maravilhada. Tito chega de São Paulo com Newton e conta a Virgílio que contratou o avião. Tito convida Iara para ser madrinha de seu casamento e ela aceita. Clorís pede para Flores acompanhá-la no casamento de Tito. Querêncio pega seu quadro misterioso no ateliê e sai com ele. Flores sai da biblioteca com Clorís e os dois cumprimentam Querêncio, que está na sala. A sós com o professor, Querêncio diz a ele que pintou a tela depois de ter uma visão e pede para deixá-la na casa do amigo. O pintor mostra sua obra: trata-se da figura de um homem fardado, com barba, segurando um pincel em vez de uma espada. Filomena e Diana ensaiam a entrada até o altar. Newton fala para Tito para eles comemorarem o casamento, mas o empresário diz que não há nada para festejar. Filó faz uma despedida de solteira no Agito e leva Diana. Filó ganha um chá de lingerie das amigas. Marisa explica a Querêncio que não vai ao casamento, pois é uma mulher marcada e não pode ir a certos lugares. Querêncio insiste para a namorada acompanhá-lo, mas ela afirma que não vai. Motivado pelo manifesto do Comando Invisível, André fala para Sérgio para eles convocarem uma manifestação na praça no dia da audiência. Diana cumprimenta André e Sérgio e comenta com Filó que acha o filho de Lincon um gato. Filomena fica espantada com a lingerie que ganhou de Carmem. Clorís fica assustada ao ver a primeira página do jornal. Filomena, já maquiada e com o cabelo pronto, se prepara para colocar o vestido.

  253. Capítulo

  254. 10/11: Tito fica assustado ao ver Karina. Iara lê o jornal, que traz na primeira página a manchete “Conto de fadas ou golpe do baú?”. Clorís mostra a Folha da Corredeira para Tito, que fica furioso. Joca diz a Arminda que vai falar com Lincon sobre a reportagem. Ellen e Carmem ficam encantadas ao verem Filó arrumada. Beatriz fala para Nicolau que a reportagem que a Folha publicou é um desrespeito. Ele diz que o jornal é um negócio como outro qualquer e que precisa vender. Bruno sugere a Teixeira que eles traduzam o artigo e enviem para a Europa para a diretoria ver o que Arminda vem apoiando. Zuleide aconselha Karina a não ir ao casamento de Filomena e Tito. Karina confessa a amiga que convenceu Nicolau a dar uma manchete maldosa sobre o casamento. Bruno e Célia chegam e são recepcionados por Arminda. Ajuricaba pede para Marta mandar o investigador Cardoso encontrá-lo na esquina de sua casa. Guilherme fala para Diana que ela está linda. Joca elogia Arminda, que se afasta dele. Sancha ajuda Querêncio a se arrumar. Cardoso entra no carro de Ajuricaba, que dá ordens para ele seguir os passos de Sônia. Léia espera por Flores ansiosamente. Nicolau chega ao solar e beija Arminda, que evita um beijo mais ardente. Querêncio chega à casa de Ellen e diz a Filó que ela está linda. Tito fica assustado ao ver Karina. Arminda fala para Carmem que o motorista ligou dizendo que o pneu furou, mas contou que já está trocando. Fátima entrega um bilhete de Flores para Léia, em que o professor diz que não vai poder ficar ao lado dela, mas fala que depois explica o porquê. Flores encontra Clorís próximo ao solar e vai com ela ao casamento. Sônia sai de casa e Cardoso a segue. Querêncio e Filomena entram no solar e param diante da juíza.

  255. Capítulo

  256. 11/11: Ari discursa na festa de casamento. Filomena e Tito estão diante da juíza, que fala sobre a importância do casamento. Marisa explica para Esculápio que não foi ao casamento, pois o solar não é lugar para ela. Filomena lê um poema romântico. Ela e Tito colocam as alianças um no outro. André e Sérgio estão reunidos na praça com um grupo de jovens discutindo sobre a última mensagem do Comando Invisível quando Sônia chega e beija o namorado. Cardoso chega um pouco depois e fica observando os jovens. A juíza declara Filó e Tito casados. Karina esbarra numa jarra de vinho e chama a atenção de todos. Cardoso liga para Ajuricaba e diz que Sônia está com uns amigos conversando em uma praça. Léia cumprimenta Clorís e Flores e dá uma alfinetada neles. Nicolau cumprimenta Tito e Filó. Tito fica irritado. Ari discursa na festa de casamento. Ajuricaba dispensa Cardoso e vai atrás da filha. Sônia está abraçada com André, que se esconde assim que vê o delegado. Nicolau avisa aos convidados que o futuro prefeito de Ribeirão vai falar. Querêncio diz algumas palavras bonitas. Sérgio explica a Ajuricaba que eles estão organizando uma homenagem surpresa ao diretor do colégio. Lílian vai até a Folha da Corredeira e diz a Lincon que está preocupada com a função dela no jornal. Karina faz um brinde ao casal, elegante, mas venenosa. Ajuricaba conta a Virgínia que montou uma campana para vigiar Sônia. André propõe a Sônia que eles abram o jogo com Ajuricaba. Lílian conta a Lincon que se sentiria útil se pudesse ser secretária dele. O jornalista gosta da ideia. Filó percebe que Ellen está triste e diz a ela que logo o pesadelo vai passar. Marisa chega ao casamento no final da festa. Zuleide ampara Karina que não se contém e explode num choro. Arminda pega o buquê de Filomena e sorri sem jeito. Nicolau se empolga e anuncia que em breve vai se casar com a executiva. Joca quase desmaia.

  257. Capítulo

  258. 12/11: Arminda pede para o senador ir embora. Virgílio explica a Nasinho que o empréstimo não resolve todos os problemas da pousada. O escrevente propõe que eles pensem em uma forma de fazer os hóspedes detestarem a pousada e saírem falando mal. Joca vai embora da festa chateado. Tito e Filó entram no carro sob uma chuva de arroz. Filomena revela ao marido que está muito feliz. Sônia diz a André que precisa de tempo para enfrentar o pai. Os dois se beijam com paixão. Joca vai para o “Já Era” e enche a cara de cachaça. Querêncio diz a Marisa que ficou feliz por ela ter ido ao casamento. Léia conta a Sancha que não engoliu a história de Flores ter sido obrigado a fazer companhia para Clorís. A festa acabou e Nicolau está recostado no sofá. Arminda pede para o senador ir embora. Bruno confessa a Célia que Arminda vai ficar mais poderosa se casar com Nicolau. Ajuricaba fala para Sônia que achou estranha a reunião dela e dos amigos e os dois discutem. André fica radiante ao saber que os pais vão entrar de férias. Filó pede para Tito levá-la no colo até o quarto. Tito explica para Filomena que resolveu colocar duas camas de solteiro no quarto para deixá-la mais à vontade. Ela disfarça a frustração. Arminda lembra de Nicolau anunciando o casamento deles e joga um objeto contra a parede, assustando Diana. A jovem vai conversar com a executiva e as duas se abraçam. Filomena veste uma camisola sensual e se depara com Tito dormindo. Joca, bêbado, afirma que não vai amar nunca mais. Romeu e Alfredo levam Joca em casa. Léia coloca o filho para dormir. Filomena tem um pesadelo com Karina e quando acorda vê a cama de Tito vazia.

  259. Capítulo

  260. 15/11: Tito e Filó entram no carro sob uma chuva de arroz. Virgílio explica a Nasinho que o empréstimo não resolve todos os problemas da pousada. O escrevente propõe que eles pensem em uma forma de fazer os hóspedes detestarem a pousada e saírem falando mal. Joca vai embora da festa chateado. Tito e Filó entram no carro sob uma chuva de arroz. Filomena revela ao marido que está muito feliz. Sônia diz a André que precisa de tempo para enfrentar o pai. Os dois se beijam com paixão. Joca vai para o “Já Era” e enche a cara de cachaça. Querêncio diz a Marisa que ficou feliz por ela ter ido ao casamento. Léia conta a Sancha que não engoliu a história de Flores ter sido obrigado a fazer companhia para Clorís. A festa acabou e Nicolau está recostado no sofá. Arminda pede para o senador ir embora. Bruno confessa a Célia que Arminda vai ficar mais poderosa se casar com Nicolau. Ajuricaba fala para Sônia que achou estranha a reunião dela e dos amigos e os dois discutem. André fica radiante ao saber que os pais vão entrar de férias. Filó pede para Tito levá-la no colo até o quarto. Tito explica para Filomena que resolveu colocar duas camas de solteiro no quarto para deixá-la mais à vontade. Ela disfarça a frustração. Arminda lembra de Nicolau anunciando o casamento deles e joga um objeto contra a parede, assustando Diana. A jovem vai conversar com a executiva e as duas se abraçam. Filomena veste uma camisola sensual e se depara com Tito dormindo. Joca, bêbado, afirma que não vai amar nunca mais. Romeu e Alfredo levam Joca em casa. Léia coloca o filho para dormir. Filomena tem um pesadelo com Karina e quando acorda vê a cama de Tito vazia.

  261. Capítulo

  262. 16/11: Filomena sente-se sozinha. Joca acorda de ressaca. Clorís pergunta à Filomena se ela dormiu bem e ela mente que sim. Joca verifica o equipamento de escuta e diz a Léia que vai investigar o atentado contra ele. Ellen mostra à Patrícia um convite do Comando Invisível para uma manifestação contra o resort. Patrícia aconselha a amiga a falar com o professor Flores. Sereno conta a Flores que um grupo de operários respondeu a mensagem do Comando Invisível dizendo que vai participar da manifestação. Os dois comemoram. Filomena liga para Tito para saber se ele vai demorar. Ele diz que não sabe e ela desliga o telefone frustrada. Iara diz a Virgílio que achou uma solução menos sórdida para pagar a casa que comprou para sua mãe. Joca entra sem ser visto no casarão de Flores e grampeia os fios da caixa de telefonia. Filomena sente-se sozinha. Patrícia adianta para Flores que ela e Ellen estão preocupadas com o Comando Invisível. Joca diz a Lincon que achou um desrespeito a matéria sobre o casamento. Lincon fica irritado e pede para o detetive ir embora da redação. Arminda recebe flores de Beatriz e fica irritada. Beatriz diz a Larissa que Arminda é a salvação de Nicolau e que pretende fazer uma festa para a futura nora. Flores fala para Patrícia que a tendência dele é apoiar o Comando Invisível, mas ressalta que esse assunto tem de ficar em sigilo. Sereno diz à Marta que ela é a mulher mais linda de Ribeirão. Bruno liga para Nicolau e diz que ele e Teixeira precisam falar com ele. Eles marcam um encontro na boate. Diana conta a Joca que viu Arminda chorando e afirma que no fundo é dele que a executiva gosta. Filomena se produz e se olha no espelho, gostando do que vê. Ela avisa à Clorís que vai esperar Tito para jantar. André conta a Sônia que os pais dele vão viajar e os dois comemoram. Tito chega e diz à Filó que está muito cansado. Ele a beija friamente, embora a elogie.

  263. Capítulo

  264. 17/11: Filomena olha Tito com desejo. Léia diz a Sancha que não vai perder Flores para Clorís. Clorís diz a Iara que para ficar com Flores precisa eliminar a concorrência. Filomena olha Tito com desejo, mas ele não percebe a emoção dela. Karina chora ao lembrar que Tito está casado com Filomena. A patricinha liga para o senador e os dois marcam de se encontrar. Newton explica a Filó sobre uma caminhada que eles vão fazer. Ela faz algumas perguntas e Tito aparenta impaciência. Bruno confessa a Nicolau que ele e Teixeira ficaram preocupados com o anúncio do casamento dele, pois eles e Arminda têm algumas diferenças. O senador diz aos dois que vai pedir à Arminda para não criar atritos com eles. Diana diz a Arminda que contou para Joca que ela ficou triste depois do casamento. Arminda coloca a adolescente de castigo. Filomena tenta conversar com Tito, mas ele afirma que está muito cansado e precisa dormir. Patrícia e Lincon planejam uma viagem de carro. Carmem visita Filó, que mente que a vida de casada está maravilhosa. Em reunião, Arminda, Bruno e Teixeira explicam a Querêncio sobre a audiência pública. Filomena pede para fazer a caminhada com Tito, Newton e Iara, mas Tito diz que é melhor ela não ir, pois não tem experiência. Arminda explica a Querêncio que se as obras do resort forem paralisadas vai ser um baque para a empresa e para muitas famílias que dependem dos empregos. Flores explica a Nicolau que Querêncio precisa ser ao mesmo tempo contra e a favor do resort. Tito acaba concordando que Filomena participe da caminhada. Virgílio manda Iara observar se vai rolar alguma coisa entre Tito e Filó enquanto eles estiverem acampados. Os quatro começam a trilha. Ajuricaba aconselha Ari a continuar a favor do resort mesmo sabendo que Querêncio é o dono. Filomena pára de caminhar, exausta. Tito fala para ela descansar um pouco. Filomena vê Iara fazendo rapel, fica apavorada e chora, dizendo que não vai conseguir.

  265. Capítulo

  266. 18/11: Lílian diz a Nicolau que não aguenta mais ser maltratada. Nicolau manda Lincon fazer uma matéria sobre o noivado dele com Arminda. Tito resolve seguir por outro caminho com Filomena, enquanto Newton e Iara continuam a trilha depois do rapel. Filó fica constrangida por não estar acompanhando o ritmo. Virgílio conta a Clorís que o movimento da pousada ainda não é ideal, mas já é alguma coisa e revela que já foi casado. Lílian diz a Nicolau que não aguenta mais ser maltratada por ele. O senador a agarra na sala de Lincon. Larissa fala para Arminda que ela e Beatriz vão dar uma festa na fazenda em sua homenagem. Filomena pisa em falso algumas vezes e Tito a ajuda. Filomena e Tito chegam só à noite ao lugar onde vão acampar. Querêncio confessa à Marisa e a Esculápio que está preocupado com Filó, por ela ter ido fazer trilha. Patrícia e Lincon realizam os preparativos para a viagem. Indisposta, Arminda não consegue jantar. Diana liga para Joca e conta que Arminda não está legal. Filomena acorda e percebe que Tito já não está mais a seu lado. Ela grita pelo marido, que aparece e diz que acha melhor ela descansar mais um pouco para aguentar a volta. Arminda vê a matéria sobre o noivado na Folha da Corredeira e fica perplexa. Filomena sente dor no pé e fica preocupada. Patrícia e Lincon se despedem de André e partem. Tito carrega a mochila de Filomena para ela acelerar o ritmo. Tito e Iara seguem caminhando. Exausta, Filomena senta e diz a Newton que não consegue mais continuar. Ele vê os ferimentos no pé dela e fica preocupado.

  267. Capítulo

  268. 19/11: Tito chega na pousada carregando Filomena. Fátima fica entusiasmada ao receber Querêncio. Flores diz a Querêncio que a tela que pintou mostra que ele previu sua missão de libertar o povo sofrido de Ribeirão. Iara começa a tratar o pé de Filomena e empresta uma meia grossa para ela. Tito se mostra impaciente. Filomena continua a caminhada. Querêncio explica ao professor que não sabe o que fazer, pois agora é dono do resort, do qual sempre foi contra. O professor aconselha Querêncio a prometer ao povo que se for eleito vai fazer um plebiscito na cidade para que todos decidam se querem ou não o resort. Ari diz a Arminda que sempre foi a favor do resort, mas agora está confuso, pois seu adversário é dono do empreendimento. O prefeito fala para a executiva que pode continuar a favor do resort se a empresa der uma grana para a campanha dele. André conta a Sônia e a Sérgio que está sozinho em casa. Sérgio fica irritado e diz que quer sair dessa história o quanto antes. Sônia liga para Ajuricaba e diz que vai passar na casa de uma amiga. Querêncio diz aos seus amigos que o povo é quem vai decidir, afinal a voz do povo é a voz de Deus. Ninguém entende nada. Filó caminha apoiada em Tito e depois em Newton. Sônia chega na casa de André e os dois se curtem. Ajuricaba encontra Sérgio na praça e ele diz que deixou Sônia no colégio. O delegado percebe a mentira. Tito chega na pousada carregando Filomena. Clorís e Virgílio se assustam ao verem o pé de Filó todo machucado. Diana conta a Arminda que tirou ótimas notas nas provas, mas a executiva não lhe dá muita atenção, pois está preocupada. Arminda liga para Joca, que não atende, mas depois acaba cedendo. Filomena pede desculpas a Tito por ter atrapalhado a caminhada deles. Querêncio sonha com Eleonora e acorda assustado. Arminda revela a Joca que o prefeito lhe pediu propina e diz que não sabe o que fazer. Sônia diz a Virgínia que tem aula o dia todo. Ela sai de casa e é seguida por Cardoso.

  269. Capítulo

  270. 22/11: Joca ouve a gravação de Flores ao telefone. Diana acorda atrasada e diz à Arminda que custou a pegar no sono, porque ouviu uns barulhos estranhos. Arminda desconversa e se zanga quando a adolescente pergunta o que aconteceu para ela estar tão animada. Ari manda Virgínia avisá-lo quando Arminda chegar. Cardoso observa Sônia no ônibus e, depois, entrando na casa de Lincon. Cardoso liga para o delegado, que está tomando um depoimento. Ajuricaba pede para Marta avisar Cardoso que assim que puder vai ligar para ele. Sônia e André ficam sozinhos na casa dele, na maior felicidade. Joca pega o gravador que tinha colocado na caixa de telefone da casa de Flores e substitui por outro. A pedido de Ari, Virgínia liga para Arminda, que pede para sua secretária avisar que ela não pode atendê-lo. Cardoso explica a Ajuricaba que Sônia entrou de forma suspeita numa casa e passa o endereço para ele. O delegado não acredita no que ouve e vai até o local. Iara incentiva Filomena a saltar de pára-quedas com Tito. Tito encontra Karina por acaso e os dois se falam, educadamente. Karina diz ao ex-noivo que sente pena dele e de Filomena. Ari vai até o solar conversar com Arminda, que deixa claro que a empresa não pode se arriscar cometendo um ato antiético. O prefeito vai embora furioso. Sônia faz um macarrão grudento para André, que finge que está ótimo. Ajuricaba chega e pergunta a Cardoso se Sônia entrou mesmo na casa de Lincon. Cardoso diz que sim e o delegado fala que vai invadir a casa. Joca ouve a gravação de Flores ao telefone e fica surpreso. Sônia e André estão no maior romance, quando Ajuricaba bate na porta e os manda abri-la. Sônia se esconde e André abre a porta, apavorado.

  271. Capítulo

  272. 23/11: Ajuricaba leva André algemado para a delegacia. Marta conta a Virgínia que Ajuricaba saiu da delegacia muito perturbado e as duas ficam preocupadas. Com a arma apontada para André, Ajuricaba insiste para o jovem dizer onde Sônia e Sérgio estão. Escondida, Sônia observa tudo. Ajuricaba manda Cardoso revistar a casa. Sônia aparece enrolada numa toalha. Ajuricaba manda Cardoso algemar André. Sônia fala para Ajuricaba que se André for algemado vai ficar nua. Cardoso algema André e Ajuricaba diz ao jovem que ele vai ser preso por pedofilia. Sônia deixa claro que está ali porque quer e chama o pai de ditador. Sônia pede para o pai soltar o namorado. Virgínia liga para o celular de Cardoso e insiste em falar com o marido. Ajuricaba diz que não vai falar e deixa Virgínia muito preocupada. Patrícia e Lincon seguem pela estrada, felizes. Ajuricaba leva André algemado para a delegacia. Ajuricaba liga para Virgínia e diz que Sônia estava na casa de Lincon. Ajuricaba chega à delegacia e manda Virgínia ir para casa com Sônia. Joca ouve mais uma vez a gravação em que Flores conversa com o general e diz que a revolução está avançando. Arminda liga para Joca e pede para ele ir até a empresa. Sônia revela a Virgínia que sempre namorou André e que Sérgio os ajudava a se livrar da perseguição de Ajuricaba. Marta fala para Ajuricaba que a prisão de André é ilegal. Possesso, o delegado afirma que assume os riscos. Filomena pergunta a Tito se ele quer que ela vá com ele para São Paulo. Ele diz que vai ser uma viagem rápida e que ela não precisa ir. Marta dá o telefone para André, que liga para os pais. André conta a Patrícia que Ajuricaba o prendeu e ainda colocou uma arma na cabeça dele. Furioso, Lincon segue em direção a Ribeirão. Arminda conta a Joca que acha que Ari vai se vingar, pois ela não cedeu ao pedido dele. Joca explica a Arminda que grampeou o telefone de Flores e revela que tem quase certeza de que quem tentou matá-lo foi o professor. Cardoso diz a Ajuricaba que fez o exame de corpo delito em André. O delegado manda Cardoso levá-lo para sua sala para prestar depoimento.

  273. Capítulo

  274. 24/11: Virgínia impede que Ajuricaba fale com Sônia. Arminda diz a Joca que não dá para levar a sério a desconfiança dele em relação ao professor. Joca mostra a arma que carrega e explica que é para protegê-lo. Arminda se assusta. A secretária anuncia Nicolau e Arminda fica atrapalhada. Carmem fala para Sônia que vai avisar Sérgio que André foi preso. Sônia explica a Virgínia que não foi fácil ficar mentindo, mas ressalta que só fez isso porque sabia que seu pai não iria aceitar a verdade. Em depoimento, André diz que se apaixonou por Sônia e ela por ele. Ajuricaba fica possesso. Arminda fala para Joca ir embora naturalmente e cumprimentar o senador. Nicolau vê o detetive e fica invocado. Rui, advogado contratado por Lincon, chega à delegacia para representar André. Rui avisa Ajuricaba que vai entrar com uma representação contra ele na Corregedoria. Sérgio diz à Carmem que está desesperado. Patrícia pede para Lincon dirigir mais devagar. Arminda explica a Nicolau que Joca foi contratado pela empresa para investigar um roubo de materiais na obra. O senador fica desconfiado. Filomena mente para Sancha e Romeu que ela e Tito estão muito felizes. Virgílio liga para Karina e conta que todo mundo percebe que o casamento de Tito e Filomena é uma farsa. Marta diz à Ajuricaba que ele está abusando de autoridade. Virgínia impede que Ajuricaba fale com Sônia. Sônia se arruma como uma prostituta e diz aos pais que escolheu o que quer da vida. O delegado fica pasmo e irritado. Ari vai até a casa do delegado para saber o que está acontecendo e Sônia grita de dentro do quarto que é uma refém. Lincon chega à delegacia, furioso. Nicolau vai até a boutique de Karina e a beija. Patrícia e Lincon ficam chocados ao verem André na cela. Lincon pede para André explicar o que houve.

  275. Capítulo

  276. 25/11: Carmem pede para Sérgio falar com Sônia. Virgínia pede para Sônia ter calma, mas ela afirma que a paciência dela já acabou. Ari conta a Ajuricaba que agora é contra o resort. O prefeito finge que não está ouvindo os gritos de Sônia. Lincon pergunta a André se ele começou a namorar a filha de Ajuricaba para provocá-lo. André fica furioso. Lincon tira duas fotos de André e vai embora. Depois de transar com Nicolau, Karina pergunta o que ele quer dela. Ele diz apenas que reservou um grande destino para ela. Diana fala para Arminda que um dos sonhos mais bonitos que tem é o casamento dela com Joca. Lincon vai até a redação, manda substituírem a primeira página do jornal e explica a Lílian que André está sendo vítima de uma injustiça. Bruno e Célia comentam a felicidade que Karina está esbanjando. Com um ar inocente, ela diz que ainda está de luto. Beatriz confessa a Larissa que não está vendo mais sentido no casamento de Nicolau e Arminda, pois seu filho não é um ser humano normal. Ela diz ainda que achou estranha a forma como Érico morreu. Joca diz à Léia que curtiu com a cara de Nicolau. Sônia se arruma sem fazer barulho e sai de casa. Rui avisa a Lincon que está com o alvará de soltura de André. Lincon sai feliz com André da delegacia. Ajuricaba chama Sônia, que não responde. Ele arromba a porta do quarto e vê que a filha não está. Sônia toma café na casa de Ellen, que aconselha a jovem a conversar com os pais dela. Ellen liga para a delegacia e fica sabendo que André foi solto. Sônia fica feliz com a notícia. Tito chega eufórico e pede para Iara convocar uma reunião. Tito conta a todos que encontrou Rodrigo Faro em São Paulo, que é seu amigo dos tempos de escola, e que ele topou participar de uma trilha ecológica. Lincon fala para André que o amor dele e de Sônia é impossível. Carmem liga para André e passa o telefone para Sônia, que conversa com o namorado. Ellen vai até a delegacia e diz a Ajuricaba que Sônia pediu para avisar que vai voltar para casa quando as coisas se normalizarem. Carmem pede para Sérgio falar com Sônia. Sônia explica ao amigo que o chamou para eles procurarem um jeito de resolver a situação. Nicolau fica furioso ao ver a manchete da Folha da Corredeira e destrata Larissa.

  277. Capítulo

  278. 26/11: Flores vê o grampo que Joca fez na caixa do telefone. Ajuricaba fica furioso ao ler a matéria na Folha da Corredeira. Marta tenta acalmar o delegado. Larissa conta a Beatriz que ficou muito assustada com a fúria de Nicolau ao ver a manchete do jornal e revela que o sobrinho ameaçou bater nela. Beatriz fica horrorizada. Nicolau diz a Nasinho que Lincon vai pagar caro por ter mudado a manchete do jornal. Flores liga para Lincon e diz que ficou estarrecido com os fatos. Filomena fala para Iara que quer participar da caminhada com Rodrigo Faro e pede para ela lhe dar algumas dicas. Iara diz a Filó que ela podia dar uma modernizada no visual. Tito combina alguns detalhes da caminhada com Virgílio e Newton. Nicolau demonstra raiva a Lincon por ter tido uma ordem sua desobedecida. O senador afirma que vai deixar passar dessa vez, mas dá ordens para o jornalista não deixar de consultá-lo antes de mudar uma ordem dele. Fátima vê Joca perto do casarão de Flores. Ele tenta se esconder, mas não dá tempo e inventa que está esperando uma namorada. Fátima conta a Flores que encontrou Joca próximo ao casarão e o professor fica grilado. Flores vê o grampo que Joca fez na caixa do telefone e fica espantado. Nicolau pede ajuda a Nasinho para bolar algum plano para se vingar de Lincon. Nasinho sugere que eles coloquem Lincon e Ajuricaba para se falarem e para isso leva o senador até uma telefonista. Lincon e Ajuricaba reconhecem a voz um do outro e começam a discutir e a se xingar pelo telefone. Marta e Cardoso conseguem impedir Ajuricaba de sair armado da delegacia. André e Sônia trocam juras de amor por telefone. Sérgio, com seu disfarce de chapéu e óculos escuros, vê Ajuricaba do outro lado da praça e foge assustado. Lincon e Ajuricaba se encaram com ódio, mas dois homens os afastam antes que haja briga. Iara conta a Tito que vai sair o patrocínio. Rodrigo Faro chega à pousada. Tito apresenta Rodrigo à Filomena. Sereno explica a Flores que houve muito retorno à mobilização do Comando Invisível. Nicolau liga para o professor, que pede para Fátima dizer que ele não está.

  279. Capítulo

  280. 29/11: Lincon e Ajuricaba se encaram com ódio. Ajuricaba fica furioso ao ler a matéria na Folha da Corredeira. Marta tenta acalmar o delegado. Larissa conta a Beatriz que ficou muito assustada com a fúria de Nicolau ao ver a manchete do jornal e revela que o sobrinho ameaçou bater nela. Beatriz fica horrorizada. Nicolau diz a Nasinho que Lincon vai pagar caro por ter mudado a manchete do jornal. Flores liga para Lincon e diz que ficou estarrecido com os fatos. Filomena fala para Iara que quer participar da caminhada com o Rodrigo Faro e pede para ela lhe dar algumas dicas. Iara diz a Filó que ela podia dar uma modernizada no visual. Tito combina alguns detalhes da caminhada com Virgílio e Newton. Nicolau demonstra sua raiva por ter tido uma ordem sua desobedecida. O senador afirma que vai deixar passar dessa vez, mas dá ordens para o jornalista não deixar de consultá-lo antes de mudar uma ordem dele. Fátima vê Joca perto do casarão de Flores. Ele tenta se esconder, mas não dá tempo e acaba inventando que está esperando uma namorada. Fátima conta a Flores que encontrou Joca bem próximo ao casarão e o professor fica grilado. Flores vê o grampo que Joca fez em sua caixa do telefone e fica espantado. Nicolau pede ajuda a Nasinho para bolar algum plano para deixar Lincon furioso. Nasinho sugere que eles coloquem Lincon e Ajuricaba para se falarem e para isso leva o senador até uma telefonista. Lincon e Ajuricaba reconhecem a voz um do outro e começam a discutir e a se xingar pelo telefone. Marta e Cardosso conseguem impedir Ajuricaba de sair armado da delegacia. André e Sônia trocam juras de amor por telefone. Sérgio, com seu disfarce de chapéu e óculos escuros, vê Ajuricaba do outro lado da praça e foge assustado. Lincon e Ajuricaba se encaram com ódio, mas dois homens os afastam antes que haja briga. Iara conta a Tito que vai sair o patrocínio. Rodrigo Faro chega à pousada. Tito apresenta Rodrigo à Filomena. Sereno explica a Flores que houve muitos retornos à mobilização do Comando Invisível. Nicolau liga para o professor, que pede para Fátima dizer que ele não está.

  281. Capítulo

  282. 30/11: Sérgio confessa a André que está apavorado. Sônia deixa claro para Virgínia que ama André. Virgínia pede para filha voltar com ela para casa. Carmem chega da rua e conta que Ajuricaba e Lincon quase saíram no braço. Nicolau e Nasinho riem ao lembrarem do que aconteceu na praça. Sérgio confessa a André que está apavorado. Joca encontra Ellen no Agito e ela fala que está querendo saber a opinião dele sobre a manifestação contra o resort. Flores conta a Nicolau que seu telefone está grampeado. O professor explica que não tirou o grampo, porque é melhor que o grampeador ache que o está monitorando. Ele afirma que sabe que foi Joca quem fez isso. Joca fala para Ellen que não tem uma ideia formada sobre o Comando Invisível, revela que está investigando tudo e a aconselha a tomar muito cuidado. Flores explica a Nicolau que pretende incriminar Joca pela morte do presidente do Brasil, que vai estar em Ribeirão no aniversário de 250 anos da cidade. Ari aconselha Ajuricaba a ser mais cauteloso. Nicolau fala com Beatriz sem nenhum respeito e a deixa ainda mais chocada. Lincon pede para André esquecer Sônia e o jovem fica possesso. Ajuricaba diz à Virgínia que Sônia nunca vai ficar com André. Nicolau pede desculpas a Larissa e diz que quer conversar com ela. Teixeira diz a Bruno que se a obra for interrompida por dois meses já seria tempo suficiente para eles derrubarem Arminda. Clorís diz a Virgílio que não imaginava ver a pousada movimentada outra vez. Filomena mostra seu tênis novo para Tito e garante que não vai atrapalhar a caminhada. Filó diz ao marido que está muito animada, mas Tito não se empolga. Larissa vai até o quarto de Nicolau para conversar com ele. O senador agarra o pescoço da tia e fala que ela não tem ideia do que ele é capaz de fazer. Nicolau deixa claro para Larissa que é bom ela não contar para Beatriz sobre a conversinha que eles tiveram. Larissa sai do quarto de Nicolau trêmula. Beatriz pergunta a Larissa se Nicolau pediu desculpas a ela. Larissa responde que sim, mas diz que não está se sentindo bem e sai.

  283. Capítulo

  284. 01/12: Karina fala para Zuleide que não pensa mais em Tito. Sereno vai até a delegacia e dá um livro de presente para Marta. Ele diz que ela é a mulher mais bonita de Ribeirão. Tito acorda e Filomena já está arrumando a mochila dele para a caminhada. Virgílio diz a Tito que vai à audiência pública sobre o resort. Rodrigo Faro toma café da manhã na pousada e elogia o local. Tito agradece ao amigo e diz que sem o prestígio dele, eles não descolariam patrocínio tão rápido. Filomena recebe Sancha e Romeu com alegria. Sônia diz à Carmem que vai à manifestação, porque além de ser contra o resort, quer ver André. Ellen fala para Sônia que prometeu para Ajuricaba que ela não iria se encontrar com André enquanto estivesse hospedada em sua casa. Ajuricaba tenta entender a movimentação na praça. Newton dá algumas instruções para os caminhantes. Uma menina pede autógrafo a Rodrigo. Sancha comenta com Romeu que Tito não está nem aí para Filó. Karina fala para Zuleide que não pensa mais em Tito, pois está em outra. Ela confessa à amiga que está pensando em um jeito de tirar Arminda do caminho dela. Beatriz percebe que Larissa está estranha e pergunta o que houve. Larissa afirma que está meio adoentada, mas não convence a irmã. Ajuricaba diz a Marta que vai entrar com uma ação contra Lincon. Arminda lembra do dia em que disse a Ari que não iria ajudá-lo com a campanha eleitoral. Ari ensaia um improviso. Filomena fica para trás e Tito pergunta a ela se está tudo bem. Filó fala que estava tão ansiosa que não conseguiu comer nada. Sem paciência, Tito pega uma banana (ou barra de cereal) e dá a ela. Patrícia liga para Virgínia e diz que elas precisam conversar. Lincon redige um artigo pedindo a demissão imediata do delegado. A audiência pública é iniciada. Querêncio fala para Teixeira, Bruno e Célia que não vai dizer nada, afinal não é a favor nem contra o resort. Arminda apresenta o projeto da Patrimônio Eterno. Diversos grupos fazem manifestação na praça contra o resort. Os caminhantes chegam ao final da caminhada. Filomena, muito cansada, diz a Sancha que não queria decepcionar Tito outra vez. Arminda afirma que após três anos de funcionamento do resort, Ribeirão vai ser reconhecida como um vantajoso pólo de investimentos, sem comprometer a natureza local. Marta diz a Ajuricaba que o movimento contra o resort está crescendo e a situação pode sair do controle.

  285. Capítulo

  286. 02/12: Policiais chegam à praça com cassetetes e escudos. Filomena pergunta para Clorís se Tito já chegou. Clorís diz que ele foi levar Rodrigo até o aeroporto. Sancha fala para Romeu que ficou com pena de Filó, porque percebeu que Tito quase não falou com ela. Alguns estudantes cercam André e Sônia, que se beijam. Sereno começa a gritar “Comando Invisível” e outros manifestantes aderem. Flores pergunta a Arminda se os responsáveis pelo resort têm consciência de que vão destruir parte significativa da natureza de Ribeirão. Arminda responde um pouco perturbada, mas mantendo a firmeza. Sereno diz aos manifestantes que eles devem invadir a audiência. Ajuricaba fica furioso com a demora do batalhão de choque, que não chega para conter os manifestantes. Marta e Cardoso conseguem convencer Ajuricaba a não ir para a praça. As pessoas que estão na audiência ouvem os gritos de Comando Invisível. André discursa na praça contra o resort. Policiais chegam à praça com cassetetes e escudos. Tito entra no quarto e pergunta a Filomena, que está somente de toalha, como ela está. Ele pega o pé dela e passa uma pomada suavemente. Rola um clima de excitação entre os dois. Tito se controla e quebra o clima, dizendo que precisa resolver umas coisas. Elza procura por Diana. Ajuricaba fica sabendo que André está discursando na praça e fica furioso. O delegado recebe um documento que o destitui do cargo e fica arrasado. Tito revela a Newton que ele e Filó não transam. Newton diz que não faz sentido ele se segurar se tiver vontade. Filomena chora sozinha no quarto. Virgínia vai até a livraria para conversar com Patrícia. Ari discursa contra o resort e Arminda pergunta por que ele mudou de posição tão radicalmente. Manifestantes invadem o recinto. Sônia e Carmem vão embora. Diana corre atrás de André. Guilherme a segue. O presidente encerra a audiência. Flores olha Joca e Arminda no meio da confusão com estranhamento. Chateado, André comenta com Sérgio, Diana e Guilherme que não deu para entrar. O celular de Diana toca mais uma vez e ela não atende. Joca fala para Arminda que Diana estava na confusão e ela fica invocada. Ari conta a Virgínia que Ajuricaba não estava na audiência e ela fica preocupada.

  287. Capítulo

  288. 03/12: Ajuricaba pede para Sônia se afastar de André. Arminda manda Diana ir logo para casa, mas a adolescente afirma que vai resolver umas coisas. Cardoso arromba a porta da sala de Ajuricaba e encontra o delegado desacordado. Marta chama a ambulância. Ajuricaba acorda e diz que está com uma dor no peito. A pedido de Virgínia, Ellen avisa a Sônia que Ajuricaba teve um enfarte, mas já está melhor. Diana fala com André que foi muito legal a manifestação. Guilherme chama Diana para ir embora. Joca fala para Arminda que ela precisa ter mais paciência com Diana. Teixeira diz a Célia e a Bruno que o pessoal da Europa ficou preocupado depois que ele contou o que houve na audiência. Os três comentam que a manifestação foi armada com muita competência. Querêncio conta a Marisa que agora está mais a favor do resort. Diana explica a Guilherme que participou do protesto porque acha André um cara legal. Guilherme fica enciumado. Tito, já meio de pileque, bebe mais uma dose de uísque. Filomena liga para Querêncio e diz que está tudo bem. Querêncio comenta com Marisa que achou Filó esquisita. Ajuricaba pede para Sônia se afastar de André. Arminda dá uma bronca em Diana e fala para ela nunca mais aprontar. Joca observa Nicolau. Nicolau parabeniza Flores pela atuação na audiência. O senador diz ao professor que o resort já era. Diana conta a Arminda que gosta de Guilherme, mas revela que ultimamente tem pensado muito em André. Lincon chega em casa feliz por saber que Ajuricaba está internado. Virgínia explica a Sônia que o médico disse que Ajuricaba não enfartou e deve ter alta em breve. Virgínia diz para Sônia e Patrícia para André que se os dois se comprometerem a se afastar por algumas semanas para que elas façam a cabeça dos maridos para aceitarem o namoro. Beatriz pergunta a Nicolau se ele está disposto a fazer a festa para Arminda. Ele responde grosseiramente que sim. Mateus, que está pilotando o novo avião da pousada, e Tito são recebidos por Iara e Newton. Tito apresenta Mateus a Filomena.

  289. Capítulo

  290. 06/12: Beatriz convida Lincon para a festa. Larissa insiste em dizer para Beatriz que está tudo bem. As duas começam a cuidar dos detalhes da festa. Sem alternativa, Arminda confirma presença na festa. Arminda pede para Elza ficar de olho em Diana, pois está preocupada com ela. Filomena e Mateus conversam com entrosamento e simpatia. Filomena conta que nunca saltou de paraquedas e ele diz que ela ainda vai dar muitos saltos. Marta conta a Cardoso que arquivou o inquérito de André. Ajuricaba confessa a Ari que dói muito ser afastado da delegacia. André conta a Sérgio que ele e Sônia resolveram dar um tempo. Diana fala com André e Sérgio. Sérgio comenta que o amigo está meio melancólico, porque terminou o namoro. Célia confirma presença na festa em homenagem à Arminda. Teixeira diz a Célia que por enquanto eles devem manter a relação em segredo. Os dois se beijam. Larissa vai até a loja de Karina e convida a patricinha e Zuleide para a festa. Filomena conta a Tito que Mateus achou que ela era paraquedista. Ele acha graça. Filomena pergunta a Tito se ele quer fazer alguma coisa com ela, mas ele fala que precisa resolver algumas coisas. Filomena liga para Ellen e diz que precisa da ajuda dela. Arminda conta a Diana sobre a festa e revela que talvez queira se casar com Nicolau. A executiva pede para a adolescente não comentar nada com Joca sobre a festa. Beatriz convida Lincon para a festa e pergunta se ele pode dar uma notinha sobre o evento. O jornalista diz que sim. Ellen comenta com Carmem que está confiante em relação à decisão do juiz. Em reunião da empresa, Arminda conta que o prefeito deixou de apoiar o resort porque ela disse a ele que a Patrimônio Eterno não iria se meter em falcatruas de suborno. Bruno diz a Arminda que vai acusá-la por ter deixado a empresa em uma situação difícil. Léia conta a Sancha que bolou um jeito de afastar Clorís de Flores. Flores diz a Beatriz que vai à festa. Joca ouve a gravação das ligações de Flores.

  291. Capítulo

  292. 07/12: Ellen e Newton se encontram. Flores diz a Ellen que a apresentação dela na audiência foi incrível e ressalta que está otimista em relação à decisão judicial. O professor explica que acredita que eles devem se unir ao Comando Invisível. Joca conversa com Sereno jogando verde, mas o hacker responde com esperteza. Lincon diz a Patrícia que até entende o desejo dela de harmonizar as coisas, mas não admite. Ajuricaba fala para Virgínia que Sônia está o condenando à morte. Filomena revela a Ellen que não transa com Tito. Mateus comenta com Tito que acha que se ele der força à Filomena ela começa a curtir o pára-quedismo. Mateus percebe a indiferença de Tito com a esposa. Ellen diz a Filomena que talvez Tito esteja agindo assim porque está muito envolvido com a pousada. Virgínia explica a Sônia que Ajuricaba não consegue se livrar do ressentimento. Patrícia conta a André que Lincon continua não concordando com a relação dele com Sônia. Ellen avisa a Guilherme que vai tomar um chope com o pessoal do trabalho e ele fica invocado. Ellen e Newton se encontram. Guilherme diz a Carmem que a mãe foi se encontrar com o assassino do pai dele. Carmem fica chocada e fala para o sobrinho que ele ainda vai se arrepender do que está dizendo. Ellen revela a Newton que se comprometeu com Guilherme a não se encontrar mais com ele. Ellen fica escandalizada ao saber por Newton que o casamento de Filó e Tito é de fachada. Sônia liga para André e diz que acha melhor eles darem um tempo mesmo. Joca lê a nota do “casamento” de Nicolau e Arminda e fica muito abatido. Léia tenta consolar o filho. Ellen liga para Filó e marca de conversar com ela. Karina mostra a Célia o vestido belíssimo que comprou para ir à festa na fazenda. Beatriz insiste para Larissa se abrir com ela. Virgínia aconselha Ari a ir à festa para não ficar mal na foto com os políticos que estiverem lá. Célia pergunta a Larissa se ela gostaria de visitar as obras do resort. Ela diz que talvez vá. Nicolau zomba de Ari, que responde à altura. Arminda torce o pé, mas diz a Diana que a dor vai passar e elas vão à festa. Ellen fala para Filomena que Newton lhe contou a verdade sobre o casamento dela. Filó fica surpresa e constrangida.

  293. Capítulo

  294. 08/12: Ellen tenta conversar com Guilherme. Lincon pergunta ao senador Eustáquio se ele lhe daria uma entrevista. Eustáquio diz que sim. Tito, Newton e Iara chegam do rafting com alguns hóspedes. Filomena revela a Ellen que o casamento dela é um acordo. Ela confessa que fez essa loucura por amor. Tito vê um bilhete de Filomena sobre a cama avisando que foi à cidade e joga no lixo. Filomena explica à amiga que Tito deixou claro que não estava apaixonado. Ellen aconselha Filó a dizer o que sente de verdade para Tito. Querêncio chega à festa com Marisa. Nicolau brinda com Karina. Beatriz mostra o escritório de Érico para Flores. Beatriz pergunta ao professor o que ele acha de Nicolau. Ele responde que depois que ouviu o discurso de posse no Senado teve ótimas impressões. A viúva pede ao intelectual que aconselhe seu filho. Ele diz que vai fazer o que estiver ao seu alcance. Arminda chega mancando e é recebida por Nicolau. Nasinho fala para Ari que Querêncio anda espalhando que ele tem um caso com Virgínia. Ari fica furioso. Diana conta sua história para Querêncio e Marisa. Ellen tenta conversar com Guilherme, que a desrespeita e diz que se o juiz perguntar para ele sobre a morte do pai vai dizer que ela está envolvida. Ellen fica chocada. Nicolau pede Arminda em casamento diante de todos os convidados. Arminda hesita, mas aceita. Ellen liga para Newton e conta que Guilherme está sendo muito duro com ela. Nasinho fala para Querêncio que Ari está espalhando que ele pode ter o mapa do Brasil no traseiro, mas traseiro de ouro mesmo é o de Marisa. Querêncio desafia Ari e o convida para um debate político. Ari aceita. Diana conhece Dália, filha de uma funcionária da fazenda. Diana abre a porta do banheiro e vê Nicolau e Karina no maior amasso. Tensa, ela fecha a porta. Enquanto Newton conversa com Joca ao telefone para saber novidades da investigação, Iara anota o número do detetive. Diana diz a Arminda que está passando mal. Nasinho e Nicolau comentam que Diana é bem gostosinha. Nicolau leva Arminda e Diana em casa. Arminda pergunta a Diana o que houve, mas ela não diz.

  295. Capítulo

  296. 09/12: Filomena chora na frente de Sancha. Nicolau vê Dália passando um pano em uma mesinha e diz que ela está bonita. Envergonhada, Dália sai apressada da sala. Filomena diz a Tito que precisa conversar com ele. Ela troca de roupa na frente dele e ele a olha perturbado. Filomena tem dificuldades para dizer o que está a agoniando. Bruno e Célia reparam a cara boa de Karina, que afirma que desencanou de Tito. Filomena explica ao marido que o casamento é de fachada, mas eles não precisam levar as coisas tão ao pé da letra. Tito diz que não seria coerente eles confundirem as coisas, já que a relação é um negócio. Filó se contém. Patrícia comenta com Lincon que não percebe nenhum afeto entre Nicolau e Arminda. Arminda percebe que Diana está estranha e pergunta o que houve. Iara imprime uma foto em que Nasinho conversa com Ferrolho. Ela coloca apenas a parte da foto em que Ferrolho aparece em um envelope e algumas notas de dinheiro junto. Diana conta a Arminda que viu Nicolau e Karina se beijando no banheiro. A executiva acusa a adolescente de estar mentindo e diz que isso só pode ser coisa de Joca. Diana afirma que está dizendo a verdade. Arminda recebe flores de Nicolau e as atira longe. Iara joga no coletor de lixo o envelope pardo. De um orelhão, Iara, sem se identificar, liga para Joca e diz que quer contratar os serviços dele. Ela explica que dentro do coletor de lixo que fica na frente da Folha da Corredeira há um envelope com a primeira parcela do pagamento dele e a foto de um homem. A aventureira deixa claro que quer que ele descubra quem é o homem da foto e fala que entra em contato novamente assim que puder. Filomena chora na frente de Sancha e admite que o casamento vai mal e que está muito infeliz. Ela conta que Tito não gosta dela e pede para Sancha guardar segredo sobre o assunto. Joca pega o envelope e vê a foto de Ferrolho. Virgílio pergunta a Iara onde ela foi e ela não dá satisfação a ele. Arminda liga para Joca e diz que precisa falar com ele. André vai até a casa de Ellen para conversar com Sônia. Arminda chega à casa de Joca e vai entrando, o que deixa Léia furiosa. Arminda fala para Joca que não admite que ele faça a cabeça de Diana. Joca diz a Arminda que não está entendendo nada. Léia se irrita por mais uma vez ter que aturar a grosseria de Arminda.

  297. Capítulo

  298. 10/12: Joca pega sua arma e se prepara para sair. Sônia diz a André que não vai aguentar se acontecer alguma coisa de mal com o pai dela e sugere que eles dêem um tempo. André fica inconformado. Joca deixa claro para Arminda que não falou nada sobre o senador e Karina para Diana. Diana vê André meio cabisbaixo e vai conversar com ele. Ele conta que está sofrendo por amor. Ela anota o telefone dele. Um corregedor da polícia diz a Lincon que vai apurar a verdade sobre Ajuricaba. Lincon conta a Patrícia que está feliz porque estão investigando o delegado. Diana sonha com André. Filomena fala para Ellen que deu tudo errado na conversa com Tito e chora. Karina diz a Zuleide que Nicolau dá em cima dela e ressalta que não vai negar fogo. A patricinha admite que ainda pensa em Tito. Ellen fala para Filó que ela mesma se enganou e aconselha a amiga a lutar pelo amor que sente. Filó diz à amiga que vai mudar e conquistar Tito. Nicolau liga para Arminda, que não atende. Ele liga para o solar e Arminda fala para Elza que não quer falar com ninguém. Filomena tenta participar da conversa de Tito, Mateus, Newton e outros paraquedistas, mas Tito não dá muita atenção a ela. Joca pega sua arma e se prepara para sair. Joca mostra a foto de Ferrolho para Léia e diz que precisa descobrir quem é o cara. Joca vai até a favela onde Mário mora e diz ao amigo que precisa da ajuda dele. Mário vê a foto e diz a Joca que acha que sabe quem é Ferrolho. Filomena procura Arminda e diz que quer mudar o visual. A executiva promete ajudá-la. Mário diz a Joca que Ferrolho é um piloto de avião que trabalhava para traficantes de drogas.

  299. Capítulo

  300. 13/12: Filomena conta a Clorís que vai passar uns dias em São Paulo. Arminda diz a Filomena que elas podem encontrar um estilo que combine com ela, mas que seja elegante e sensual, e pergunta se ela topa ir a São Paulo para mudar de visual com a ajuda dos melhores profissionais. Tito conta a Newton que a conversa que teve com Filomena não foi fácil, mas ressalta que conseguiu colocar as coisas nos devidos lugares. Mário revela a Joca que Ferrolho fazia voos de carregamento de cocaína e que, depois de um tempo preso, sumiu. Ele promete ao detetive que vai tentar achar Ferrolho. Diana sai antes da hora do colégio e encontra André na praça. Ela conta a ele que teve um sonho que indica que os dois vão se apaixonar um pelo outro. André deixa claro que é apaixonado por outra pessoa e aconselha Diana a tirar isso da cabeça. Diana fala para Elza que se apaixonou por um cara e a empregada a aconselha a terminar o namoro com Guilherme. Iara liga para Joca, que conta o que descobriu sobre Ferrolho para ela. A aventureira diz ao detetive que assim que ele descobrir o paradeiro de Ferrolho o serviço estará terminado. Filomena conta a Clorís que vai passar uns dias em São Paulo com Arminda. Em reunião com Bruno, Teixeira e dois executivos, Arminda diz que vai se ausentar de Ribeirão por alguns dias para resolver assuntos pessoais. Tito dá a maior força para Filomena viajar. Arminda comunica a Diana que vai viajar e as duas confessam que vão sentir saudades uma da outra. Mateus fica surpreso ao saber que Filomena é milionária e diz que, pelo jeito, o dinheiro não mudou em nada a cabeça dela. Nicolau vai até o solar, fica sabendo que Arminda foi a São Paulo e sai invocado de lá. André conta a Sérgio que Diana veio com um papo esquisito para cima dele. Sérgio faz piada da história. Diana liga para Guilherme e diz que precisa conversar com ele. Querêncio sonha com Madame Durrel dizendo que ele vai perder a eleição para Ari Jumento. Sereno mostra o site que criou do Comando Invisível para Flores, que adora e diz que agora eles vão influir nas eleições que se aproximam. Querêncio pede ajuda a Lincon para travar um debate político com Ari Jumento. Mário dá o endereço de Ferrolho para Joca. Joca vai até o local, mas fica sabendo que Ferrolho se mudou há algum tempo. Arminda e Filó chegam a um luxuoso salão de beleza. Filó fica encantada com o lugar.

  301. Capítulo

  302. 14/12: Ari recebe Romeu meio a contragosto. Intrigado, Joca tenta entender por que foi contratado para descobrir quem é Ferrolho. O cabeleireiro diz a Filomena que um bom corte vai realçar a beleza dela. Filó começa a fazer as unhas e cortar os cabelos. Nicolau vê Dália voltando da escola e puxa assunto com ela, que responde meio sem jeito. Diana convida Carlos para visitá-la no solar, mas ele diz que não quer confusão com Guilherme. Ari recebe Romeu meio a contragosto. O jardineiro diz ao prefeito que está ali a pedido de Querêncio para saber se ele topa participar de um debate. Ari diz que sim. Bruno e Teixeira dizem a Querêncio que podem prepará-lo para o debate. Léia conta a Sancha sobre o plano que armou para afastar Clorís do professor Flores. Sancha liga para a pousada, diz que é a empregada de Flores e avisa que o professor pediu para Clorís ir à casa dele às cinco horas. Newton dá o recado a Clorís. Diana hesita, mas fala para Guilherme que não o ama mais e que quer terminar o namoro. Sérgio e André conversam sobre o site do Comando Invisível. André diz que quem colocou a página no ar é um hacker. Diana conta a Guilherme que se apaixonou por outro cara. Guilherme fica passado. Diana tenta abraçá-lo, mas ele se desvencilha irritado. Joca vê Léia toda arrumada e pergunta à mãe se ela arranjou um namorado novo. Léia conta a Flores que Joca continua com as investigações sigilosas e o professor fica curioso. Léia e Flores bebem chardonnay depois de transarem. A campainha toca. Achando que é Clorís, Léia abre a porta de toalha. Ela se depara com Ajuricaba, que fica perplexo. Flores dá uma desculpa esfarrapada para explicar para o delegado o que Léia está fazendo tão à vontade em sua casa. Ajuricaba convida o professor para ser o mediador do debate. Flores aceita o convite. Clorís chega à casa de Flores no momento em que Léia e Ajuricaba estão indo embora.

  303. Capítulo

  304. 15/12: Tito diz a Karina que nunca deixou de gostar dela. Ajuricaba joga indiretas para Léia, que dá um jeito de se afastar e ir embora. Flores mostra-se surpreso com a visita de Clorís, mas logo desfaz a confusão. Virgílio agarra Iara, que fica furiosa e diz que, em breve, ele vai ter o que merece. Tito olha uma foto sua com Karina e lembra da ex-noiva. Léia conta o que aconteceu na casa de Flores e Sancha ri. Flores diz a Clorís que Léia costuma ir até a casa dele pedir conselhos. Léia explica a Sancha que prometeu a Flores não falar do relacionamento deles com Joca. Léia admite para Joca que está tendo um caso com o professor. Ele diz à mãe que Flores é perigoso e está se aproveitando dela. Léia revela que está apaixonada. Joca liga para o solar e Diana diz que Arminda foi para São Paulo. O detetive e a estudante marcam um encontro. Ajuricaba conta a Ari e a Virginía que encontrou Léia apenas de toalha na casa do professor. Ellen percebe que Guilherme está triste e tenta conversar com o filho, mas ele pede para ficar sozinho. Virgílio conta a Nasinho que a pousada está se recuperando. Ele fala para o escrevente que eles precisam fazer alguma coisa para reverter essa situação. Tito visita Karina na loja e pergunta como ela está. Karina assume uma atitude superior e diz que está tudo ótimo. Arminda e Filó jantam em um restaurante de luxo. Filomena fica encantada com o local. Karina dá carona para Tito, já que o carro dele está na revisão. Ao se despedir de Tito, Karina vira um pouco o rosto e o beija na boca. Tito diz a Karina que nunca deixou de gostar dela. Joca pega o envelope com seu pagamento no coletor de lixo. Iara liga para a mãe e diz que ela vai ter de fazer o que ela disser. Nicolau dá uma pulseira de presente para Dália e a faz prometer que não vai comentar nada com a mãe. Iara coloca num envelope uma foto em que aparecem Nicolau, Nasinho e Virgílio. Ela guarda o envelope na mochila e sai da pousada.

  305. Capítulo

  306. 16/12: Nasinho explica para Nicolau que Ferrolho desapareceu. Tito pede para Virgílio pegar alguns turistas na rodoviária. Joca liga para Newton e os dois combinam de se encontrar. Chico entrega um envelope para Nicolau. Lincon diz a Ivo e a Lílian que a manchete do jornal vai ser a pergunta de quem cometeu os crimes em Ribeirão. Lincon conta a Querêncio que Ari convidou o professor para ser moderador do debate. Querêncio aprova a ideia. Ari mostra a Ajuricaba e a Virgínia um cartaz de sua campanha eleitoral, com a foto dele ao lado da imagem de um jumento. Ajuricaba deixa claro para Ari que ele pode estar fazendo campanha para o adversário. Querêncio pede para Marisa ficar ao lado dele no debate e diz que já está na hora de eles assumirem o relacionamento. Querêncio e Marisa combinam que se ele ganhar as eleições eles se casam. Nicolau se lembra do envelope e retira de lá a foto que mostra ele, Nasinho e Virgílio. Ele fica transtornado e grita por Chico. Chico diz ao senador que vai perguntar ao pessoal se alguém viu quem deixou o envelope. Nicolau liga para Nasinho e manda ele descobrir o paradeiro de Ferrolho. Diana liga para André e diz que terminou o namoro para ficar livre para ele. André fica perturbado. Ellen pergunta a Zuleide se ela sabe o que aconteceu com Guilherme. Zuleide diz que parece que é problema com a namorada. Nasinho explica para Nicolau que Ferrolho desapareceu. Nicolau mostra a foto para Nasinho, que fica pasmo. Furioso, o senador deixa claro que precisa descobrir quem está por trás disso, ou vai acabar com quem aparecer em sua frente. Larissa diz a Beatriz que vai para o Rio. Beatriz pede para a irmã não abandoná-la. Nicolau fala para Nasinho que é Virgílio quem está o chantageando. Virgílio é rendido por três capangas e é obrigado a entrar num carro, que se afasta velozmente.

  307. Capítulo

  308. 17/12: Joca se surpreende ao ver Diana toda arrumada. Joca conta a Newton sobre a história da mulher misteriosa que o contratou. Virgílio pergunta aos capangas para onde está sendo levado. Encapuzado, ele é levado para um galpão. Um turista liga para a pousada e avisa a Tito que ninguém apareceu para pegá-los. Tito decide ir buscar os hóspedes. Iara fica nervosa ao saber do sumiço de Virgílio, mas tenta disfarçar. Newton agradece a Joca pela informação sobre Ferrolho. Arminda aprova o novo visual de Filomena, que fica muito feliz com o resultado. Karina diz a Zuleide que agora tem certeza de que Tito ainda come em sua mão. Tito se encontra com os turistas e pede desculpas pela demora. Karina liga para Tito e os dois se falam normalmente. Nicolau se aproxima de Virgílio e tira o capuz dele, que logo pergunta o que está acontecendo. Virgílio diz ao senador que não fez nada. Nicolau pergunta a Virgílio por que ele mandou a foto para ele. Virgílio afirma que não tem nada a ver com essa história. Joca vai até a casa de Flores e ambos mentem e desconfiam um do outro. Joca diz ao professor que, se foi a Conspiração Azul que tentou matá-lo, talvez seja uma boa ele se juntar ao Comando Invisível. Nicolau arranca um dente de Virgílio a sangue frio. Virgílio se desespera. Os turistas chegam à pousada. Tito liga para a delegacia e avisa a Marta que Virgílio sumiu. Diana veste uma roupa sofisticada e encara uma personagem adulta e sensual. Joca se surpreende ao ver Diana toda arrumada e diz que ela aparenta ter 18 anos. Diana adora e convida Joca para jantar com ela. Ensanguentado e com muita dor, Virgílio conta a Nicolau que acha que quem está por trás da história da foto é Iara e revela que foi chantageado por ela. Ele explica que a aventureira tem várias fotos deles, inclusive de Ferrolho. Marta fala para Tito que não tem nenhuma notícia de Virgílio até o momento. Virgílio explica para Nicolau que se acontecer alguma coisa com Iara eles vão se dar mal, porque ela montou um dossiê com as fotos e mandou para outra pessoa. Nicolau e Nasinho batem em Virgílio. Diana explica a Joca como usar os talheres.

  309. Capítulo

  310. 20/12: Virgílio chega à pousada todo machucado. Filomena, já transformada, e Arminda passeiam pelo shopping cheias de sacolas. Nicolau diz a Nasinho que até eles terem as coisas sob controle não vê outra saída a não ser negociar com Iara. Tito e Newton, preocupados, imaginam o que pode ter acontecido com Virgílio. Joca diz a Diana e a Elza que nunca comeu tão bem. André fala para Lincon que ele e o delegado conseguiram afastá-lo de Sônia. O jornalista e o filho acabam discutindo. Patrícia interfere na briga. Diana conta a Joca que se apaixonou por um cara mais velho. Ela explica que tem certeza que o cara a ama, mas não acredita que o que sente é amor. Joca aconselha Diana a lutar pelo amor do cara, já que tem certeza que ele gosta dela. Virgílio promete para Nicolau que vai fazer o que ele mandou. Virgílio chega à pousada todo machucado e conta a todos que foi sequestrado, porque os bandidos acharam que ele estava com uma grana alta. Larissa acaba aceitando o pedido de Beatriz e diz que vai ficar na fazenda por causa da irmã. Virgílio presta depoimento na delegacia. Marta afirma que eles estão diante de mais um mistério. Arminda e Filó chegam em Ribeirão. Diana e Elza ficam encantadas ao verem Filomena com o novo visual. Diana e Arminda se abraçam com saudades. Lincon procura Flores para que ele o ajude a definir as regras para o debate dos prefeitos. Ari Jumento desfila em um carro com alto-falantes fazendo campanha eleitoral. Querêncio diz a Célia, Bruno e Teixeira que eles precisam providenciar um carro para a campanha dele. Teixeira explica a Querêncio que por sugestão do senador, Célia vai coordenar a campanha eleitoral e vai ser a principal assessora dele. Iara vai até o quarto de Virgílio, que a xinga muito. Ele explica a aventureira que vai ficar no papel de mediador entre ela, Nicolau e Nasinho. Iara diz que agora está começando a gostar da conversa. Beatriz entra no escritório de Nicolau para dar um recado. Ele a trata mal e pede para ela avisar ao senador Eustáquio que ele não vai a Brasília. Filomena chega à pousada e encontra Mateus, que fica surpreso ao vê-la e a elogia. Newton também se surpreende ao ver Filó. Tito chega e Newton fala para o amigo que ele vai tomar um susto quando encontrar Filomena.

  311. Capítulo

  312. 21/12: Nicolau liga para Arminda e a convida para jantar. Iara diz a Virgílio que só vai dizer quanto quer receber quando Nicolau topar pagá-la. Virgílio liga para Nasinho e diz que Iara garantiu que sairá do circuito depois de receber a grana que precisa. Tito demora a perceber a transformação de Filomena e, quando percebe, não faz nenhum elogio. Filó fica frustrada. Mateus comenta com Newton que acha a relação de Tito e Filomena muito estranha. Filomena dá um casaco de presente para Tito, que agradece, mas não dá muita bola. Nicolau manda Nasinho tirar Virgílio da jogada e deixar claro que de agora em diante só tem jogo se eles negociarem diretamente com Iara. Ari pede para Ajuricaba representá-lo na reunião em que vão ser discutidos os detalhes do debate. Sereno mostra várias mensagens de internautas no site do Comando Invisível e Flores fica impressionado. O professor explica ao hacker que o Comando vai orientar seus seguidores a vaiarem os dois candidatos a prefeito de Ribeirão. Teixeira diz a Bruno que na Europa a expectativa de que haja o embargo das obras do resort é grande e afirma que, se isso acontecer, Arminda perde força. Arminda diz a Diana que acredita na história que ela contou sobre Nicolau e Karina. André e Sérgio decidem agir de acordo com o que o Comando Invisível está sugerindo: badernar o debate. Nicolau liga para Arminda e a convida para jantar, mas ela diz que não vai dar, pois precisa dar atenção à Diana. O senador desliga o telefone furioso. Nicolau fala sem respeito algum sobre Arminda e deixa Beatriz e Larissa horrorizadas. Arminda vai até a casa de Joca, que não está. Mesmo muito irritada, Léia permite que ela entre e o aguarde na sala. A contragosto, Léia serve café para Arminda. Léia propõe a Arminda que ela convença Joca a não se meter na vida dela em troca de ela não se meter mais na relação dos dois. Arminda topa. Joca fica muito feliz ao ver Arminda. Joca conta a Arminda que descobriu que Léia está de caso com Flores. Karina encontra Nicolau em um local escuro e deserto. Karina fala para Nicolau que está insatisfeita por não ter nada de verdade com ele. Ele garante que essa situação é por pouco tempo. Arminda confessa a Joca que está angustiada por não saber o que fazer em relação a Nicolau.

  313. Capítulo

  314. 22/12: Ajuricaba e Lincon começam a discutir. Depois de transar com Nicolau, Karina diz a ele que já percebeu que ele quer colocá-la na reserva, mas ressalta que não é mulher para isso. Karina explode e o senador diz que gosta dela, porque ela é ambiciosa. Os dois beijam-se com ardor. Arminda diz a Joca que talvez seja melhor ela romper o noivado com Nicolau. Newton conta a Mateus que está sendo acusado de ter sabotado o avião. Mateus pergunta para Filomena qual foi a reação de Tito ao vê-la com novo visual. Ela responde que com tantas coisas pra resolver Tito acabou não prestando muita atenção. Flores, Lincon, Teixeira, Célia e Ajuricaba se reúnem para conversar sobre os detalhes do debate. Ajuricaba lê algumas regras para o debate. Lincon ouve impaciente. Ajuricaba e Lincon começam a discutir. Teixeira aparta a briga. Flores suspende a reunião e se responsabiliza pelo debate. Célia vai com Teixeira até a boate para falar com Querêncio. Karina conta a Zuleide que passou a noite com Nicolau e revela que tem grandes chances de levar o relacionamento com ele adiante. Marta explica a Tito que fez o possível na investigação do caso de Virgílio, mas não vai continuar o trabalho, pois não tem nenhuma pista. Virgílio diz a Nasinho que Iara topou negociar diretamente com Nicolau. Nicolau manda Nasinho negociar pesado com Iara. Nasinho chega ao local combinado e Iara o observa escondida. Finalmente, ela resolve ir em direção a ele. Iara passa para Nasinho o valor que quer. Diana conta a Carlos que terminou com Guilherme. Diana pede para Carlos avisar a Elza que ela já volta. André liga para Sônia e diz que quer vê-la, mas ela fala que eles ainda não podem se encontrar. Diana diz a André que se Sônia quer ficar longe dele é porque não o ama de verdade. Diana revela a André que o ama. Beatriz confessa a Nasinho que fica apreensiva toda vez que ele e Nicolau conversam. Nasinho fala para Beatriz que as conversas que tem com o senador são sobre coisas triviais. Beatriz diz que não acredita. Nicolau vê o valor que Iara quer – 100 mil – e diz a Nasinho que é uma merreca. Nicolau manda Nasinho levar a grana para a aventureira. Romeu apressa Sancha para ir ao debate. Lincon e Flores chegam ao Salão Municipal e aprovam a arrumação do local para o debate.

  315. Capítulo

  316. 23/12: Filó apresenta Joca a Mateus. Clorís e Léia se arrumam para ir ao debate. Sancha aconselha Léia a grudar em Flores. Ajuricaba proíbe Sônia de ir ao debate para que ela não encontre André. Sérgio, André e outros jovens se preparam para ir ao debate. André fala para todos que eles devem vaiar, mas sem partir para violência. Flores explica a Querêncio que as regras do debate são flexíveis. Alguns correligionários de Querêncio chegam gritando palavras de ordem. Ari fala para Ajuricaba e Virgínia que está inseguro. Virgínia serve um copo de cachaça para Ari. Beatriz reluta, mas acaba ligando o rádio para ouvir o debate. De forma rude, Nicolau manda Elza chamar Arminda. Arminda ajuda Diana com o dever de casa. A executiva fica furiosa ao saber por Elza que Nicolau a tratou mal. Nicolau diz a Arminda que faz questão que ela o acompanhe no debate. Ari chega ao Salão Municipal e encara Querêncio. Arminda fala para Nicolau que está sem nenhuma vontade de ir ao debate. Ele perde o controle e fala grosseiramente com ela. Nicolau deixa claro para a noiva que ela vai se dar mal se tentar fazê-lo de otário. Arminda fica muito assustada. Joca vê Filomena e diz que ela está linda. Filó apresenta Joca a Mateus. Flores anuncia o início do debate. Querêncio bebe uma dose logo no início. Querêncio e Ari já começam a falar zombando um do outro. O povo ri muito. Zuleide vê Filomena ao lado de Mateus com o novo visual e liga para Karina para contar. Flores pede para os candidatos pararem de se criticar e apresentarem seus planos de governo. Filomena confessa a Mateus que fica triste longe de Tito, mas afirma que está em boa companhia. Karina liga para Tito e diz que quer saber se está tudo bem. A patricinha pergunta por Filomena e ele diz que ela deu uma saída. André, Sérgio e várias outras pessoas invadem o salão e gritam palavras de ordem contra os dois candidatos. Flores tenta conter o tumulto, mas mão consegue. Sereno adere aos gritos e Flores olha tudo, tentando disfarçar sua satisfação. Querêncio começa a responder uma pergunta e os jovens, gritando, o impedem de falar. Marta pede para Cardoso deixar o pelotão de choque de sobreaviso. Sereno pergunta para os dois candidatos se a namorada de Querêncio anda frequentando a cama de Ari. Querêncio parte para cima de Ari. A confusão se generaliza. A transmissão da rádio é interrompida por um tempo e volta com um anúncio local. Clorís e Léia levam Flores para casa com a cabeça machucada. As duas brigam para ver quem vai cuidar do professor.

  317. Capítulo

  318. 24/12: Nasinho entrega o envelope com dinheiro para Iara. Clorís e Léia discutem para ver quem vai cuidar de Flores. O professor agradece às duas, mas diz que prefere ficar sozinho. Léia e Clorís sentam na sala e se encaram. Elas acabam dormindo lá e, quando acordam, brigam mais uma vez. Léia puxa o cabelo de Clorís, que por sua vez, dá uma dentada no braço de Léia. Fátima tenta separar as duas e pede ajuda ao professor. Preocupado, Joca diz a Sancha que Léia não dormiu em casa. Sancha se lembra que Léia disse que ia cuidar do professor e conta a Joca. Flores fala para as duas que a disputa entre elas é um absurdo e ressalta que está muito decepcionado. Mateus comenta com Tito que viu Clorís saindo do debate com o professor. Nicolau manda Nasinho entregar a grana para Iara. Clorís chega mal-humorada à pousada. Joca diz a Léia que sabe que ela passou a noite na casa de Flores e deixa claro que precisa ter uma conversa séria com ela. Sereno conta a Flores que foi Nasinho quem deu a ideia da pergunta que causou a briga entre os candidatos. Joca revela a Léia que quem tentou matá-lo foi o professor Flores. Léia ri e diz ao filho que ele perdeu o juízo. Ela fica furiosa e afirma que não quer ouvir mais nada. Na primeira página da Folha da Corredeira sai uma foto de Querêncio partindo para cima de Ari e uma manchete dizendo que o debate virou luta livre. Sancha diz a Querêncio que Ari deu boas respostas e que o debate terminou empatado. Virgínia diz a Ari que todo mundo ficou muito assustado com a violência. Querêncio fala para Marisa que ela é culpada pelo que aconteceu, pois já deu trela para Ari Jumento. A dançarina deixa claro que a situação faz parte da vida que leva. Nasinho entrega o envelope com dinheiro para Iara e fala para ela não vacilar, porque o senador levantou toda a vida dela. A aventureira, por sua vez, diz que se acontecer algo com ela, o dossiê vai parar na polícia. Nicolau pede para Chico comprar flores e entregar a Arminda. Chico entrega as flores nas mãos de Arminda, que as recebe com frieza. Assim que Chico vai embora, Arminda rasga o cartão sem ao menos abri-lo. Iara diz a Tito que precisa fazer uma pequena viagem para tratar de um assunto relacionado à mãe dela. Chico conta a Nicolau que Arminda não leu o cartão e não esboçou felicidade ao receber as flores. Arminda liga para Nicolau, agradece pelas flores e tenta marcar um encontro com ele, mas ele diz que não pode. Filó fala para Ellen que Tito nem ligou para a mudança de visual dela e chora. Nicolau vai até a loja de Karina e diz à patricinha que tem grandes novidades.

  319. Capítulo

  320. 27/12: Joca diz a Sancha que Léia não dormiu em casa. Clorís e Léia discutem para ver quem vai cuidar de Flores. O professor agradece às duas, mas diz que prefere ficar sozinho. Léia e Clorís sentam-se na sala e se encaram. Elas acabam dormindo lá e, quando acordam, brigam mais uma vez. Léia puxa o cabelo de Clorís que, por sua vez, dá uma dentada no braço de Léia. Fátima tenta separar as duas e pede ajuda ao professor. Preocupado, Joca diz a Sancha que Léia não dormiu em casa. Sancha se lembra que Léia disse que ia cuidar do professor e conta a Joca. Flores fala para as duas que a disputa entre elas é um absurdo e ressalta que está muito decepcionado. Mateus comenta com Tito que viu Clorís saindo do debate com o professor. Nicolau manda Nasinho entregar a grana para Iara. Clorís chega mal-humorada à pousada. Joca diz a Léia que sabe que ela passou a noite na casa de Flores e deixa claro que precisa ter uma conversa séria com ela. Sereno conta a Flores que foi Nasinho quem deu a ideia da pergunta que causou a briga entre os candidatos. Joca revela a Léia que quem tentou matá-lo foi o professor Flores. Léia ri e diz ao filho que ele perdeu o juízo. Ela fica furiosa e afirma que não quer ouvir mais nada. Na primeira página da Folha da Corredeira sai uma foto de Querêncio partindo para cima de Ari e uma manchete dizendo que o debate virou luta livre. Sancha diz a Querêncio que Ari deu boas respostas e que o debate terminou empatado. Virgínia diz a Ari que todo mundo ficou muito assustado com a violência. Querêncio fala para Marisa que ela é culpada pelo que aconteceu, pois já deu trela para Ari Jumento. A dançarina deixa claro que a situação faz parte da vida que leva. Nasinho entrega o envelope com dinheiro para Iara e fala para ela não vacilar, porque o senador levantou toda a vida dela. A aventureira, por sua vez, diz que se acontecer algo com ela, o dossiê vai parar na polícia. Nicolau pede para Chico comprar flores e entregar a Arminda. Chico entrega as flores nas mãos de Arminda, que as recebe com frieza. Assim que Chico vai embora, Arminda rasga o cartão sem ao menos abri-lo. Iara diz a Tito que precisa fazer uma pequena viagem para tratar de um assunto relacionado à mãe dela. Chico conta a Nicolau que Arminda não leu o cartão e não esboçou felicidade ao receber as flores. Arminda liga para Nicolau, agradece pelas flores e tenta marcar um encontro com ele, mas ele diz que não pode. Filó fala para Ellen que Tito nem ligou para a mudança de visual dela e chora. Nicolau vai até a loja de Karina e diz à patricinha que tem grandes novidades.

  321. Capítulo

  322. 28/12: Filomena sonha que salta do avião. Filomena confessa a Ellen que esperava que depois da mudança de visual Tito percebesse que ela é a mulher da vida dele. Carmem chega e vê Filó triste. Filó conta que seu casamento não anda nada bem. Tito conta a Newton que está difícil levar o casamento de fachada, pois Filomena o ama e ele não sente nada por ela. Tito revela que tem pensado muito em Karina. Depois de transar com Nicolau, Karina pergunta para ele que história é essa de que a hora chegou. Antes de explicar, Nicolau pergunta a Karina se ela está disposta a ficar ao lado dele em qualquer circunstância. Ela diz que sim. O senador diz à patricinha que quer ser presidente do Brasil e que ela vai ser a primeira-dama. Nicolau dá a primeira coordenada para Karina, que diz que aguarda a convocação. Nicolau fala para Lílian não se assustar com as notícias que chegarem de Brasília e ressalta que o lugar dela está guardado. Ele a agarra e lhe dá um beijo. Filomena sonha que salta do avião. Iara se despede de Clorís, Tito e Virgílio. Nasinho diz a Nicolau que colocou uma pessoa para ficar na cola de Iara. Mateus convida Filomena para voar com ele e Newton. Ela aceita. O avião decola e Filomena fica muito nervosa. Filó começa a se sentir mal e, assim que o avião pousa, ela corre para vomitar. Constrangida, Filomena pede para Newton e Mateus não contarem nada a Tito. Ajuricaba fala para Virgílio que o caso dele é muito esquisito e que a história da mala com dinheiro não o convenceu. Nicolau diz a Lincon que pretende fazer um anúncio em Brasília de muita importância e que vai mandar uma foto para ser publicada na primeira página da Folha. Andréa avisa a Arminda que tentou falar com o senador, mas ele está em Brasília. Romeu, Alfredo e Querêncio ouvem o jingle da campanha do pintor e ficam animados. Muito preocupado, Ari conta a Ajuricaba e a Virgínia que encomendou uma pesquisa e deu empate técnico. Flores manda Sereno enviar uma mensagem do Comando Invisível mandando os eleitores anularem os votos. Léia diz para Joca deixar de ter ciúmes dela. O detetive fala para a mãe ouvir a gravação do telefone do professor, mas Léia se recusa. Finalmente, Joca consegue colocar o gravador para Léia ouvir. Filomena vai até a boate e mata as saudades do pai. Querêncio pergunta a Filó como está a vida. Ela diz que está tudo bem, mas não consegue conter as lágrimas que descem pelo rosto.

  323. Capítulo

  324. 29/12: Lincon recebe a foto de Nicolau. Léia acaba de ouvir a gravação e diz que com certeza o professor estava brincando. Joca diz a Léia que Flores enganou todo mundo e revela que ele parou de falar coisas sérias ao telefone fixo, pois deve ter percebido que o telefone estava sendo grampeado. Joca afirma que vai conseguir provas para desmascarar o professor. Querêncio diz a Filomena que percebeu que ela está triste. Filó conta a Marisa que fez um passeio de avião. Flores fala ao celular com o general que o aniversário da cidade está chegando e que a morte do traidor vai marcar o início da marcha triunfal. Joca diz a Alfredo Lorota que tudo pode acontecer em Ribeirão. Querêncio vai a Patrimônio Eterno e encontra Teixeira, que diz para ele passar na sala dele quando quiser para saber do andamento do inventário. Querêncio fala para Arminda que está preocupado com Filomena. Arminda afirma que Filó está lutando pelo amor dela e pede para Querêncio não tentar separar a filha do marido. Sancha e Romeu aconselham Querêncio a se acalmar. O pintor liga para Tito e diz que percebeu que a filha está muito triste. O aventureiro afirma que não aconteceu nada de anormal. Querêncio avisa que se ele sacanear Filó vai ter que se entender com ele. Passam-se alguns dias. Nicolau liga para Karina e fala para ela encontrá-lo em Brasília. Célia diz a Bruno que Querêncio tem um carisma insuperável. Karina chega em casa excitada e diz aos pais que vai viajar, mas não diz para onde. Ela fala para a mãe que se acontecer tudo como o planejado a vida dela vai mudar completamente. Célia ajuda Karina a escolher algumas roupas para levar para a viagem. Nicolau recebe Karina e diz a ela que eles têm uma agenda quente para cumprir. Karina e Nicolau são fotografados em frente ao Congresso Nacional. Lincon recebe a foto de Nicolau e conta a Lílian que o senador pediu para que seja publicada na primeira página da Folha da Corredeira. Karina liga para Célia, diz que está em Brasília e pede para a mãe comprar o jornal. Iara chega de viagem.

  325. Capítulo

  326. 30/12: Newton fica pasmo com a determinação de Filó. Célia entrega o jornal a Bruno, que fica perplexo ao ler a notícia de que Karina e Nicolau estão juntos. André provoca Lincon dizendo que o jornal está parecendo uma revista de fofocas e que queria poder escolher a sua noiva. Virgílio aconselha Iara a explorar mais Nicolau para ficar rica e ela diz que esse não é o seu objetivo. Virgílio insiste e Iara pensa na ideia. Virgílio liga para Nasinho, que o orienta a aguardar novas ordens do senador. Elza conta a Diana que Arminda saiu cedo sem ler o jornal. Diana diz a Elza que Arminda não merecia essa humilhação. Arminda chega a Patrimônio Eterno e seus funcionários trocam olhares de apreensão sem que ela perceba. Andréa avisa a Arminda que Teixeira que falar com ela. Clorís mostra o jornal a Tito, Newton e Filomena. Todos ficam perplexos. Visivelmente perturbado, Tito vai se arrumar no quarto. Teixeira mostra a notícia à Arminda, que fica furiosa. Tito relembra de momentos íntimos que viveu com Karina e Filomena entra no quarto. Filomena pergunta a Tito se ele ainda é apaixonado por Karina. Tito tenta convencer Filomena de que não sente mais nada por Karina, mas ela não acredita no marido. Bruno diz a Teixeira que não confia em Nicolau. Joca comemora a notícia. Léia diz ao filho que é contra a paixão dele pela empresária. Joca afirma que vai provar que suas suspeitas em relação a Flores são verdadeiras. Joca liga para Arminda e diz que está cheio de amor para dar a ela. Ela agradece e fica pensativa. Diana faz um trabalho no computador com a televisão ligada e escutando música, quando Arminda entra. Arminda desliga o som e comenta sobre o trabalho de Diana, que logo pergunta como ela está em relação à manchete do jornal. Arminda diz a Diana que Nicolau fez isso para se vingar, porque sabia que ela iria terminar o noivado. Confiante de sua vitória nas urnas, Querêncio comemora no bar. Joca chega ao bar e oferece uma rodada a todos para celebrar. Léia, um pouco insegura, resolve ligar para Flores e diz que precisa conversar pessoalmente com ele. Léia chega à casa de Flores. Tito diz a Clorís que ficou chateado ao saber que sua ex-noiva está com seu inimigo. Filomena diz a Newton que quer saltar de pára-quedas a fim de provar seu amor por Tito e ganhá-lo de vez. Newton fica pasmo com a determinação de Filó. Léia conta a Flores que Joca desconfia de que foi ele o responsável pelo atentado que quase matou o detetive. Flores finge estar chocado com a notícia. Ele a faz prometer que vai monitorar Joca e ela concorda. Léia diz a Joca que terminou seu relacionamento com o professor. Nicolau e Karina chegam de carro em Ribeirão e circundam a praça acenando a todos. As pessoas olham curiosas.

  327. Capítulo

  328. 31/12: Querêncio quer saber se Filó está feliz. Nicolau e Karina chegam à redação da Folha da Corredeira e são recebidos com surpresa pelos funcionários. Nicolau apresenta Karina a Lincon. Querêncio fala com Bruno, Teixeira e Célia que se sente otimista, mas de vez em quando fica desacreditado da vitória. Nicolau e Karina chegam à casa de Bruno, onde está Querêncio. Nicolau cumprimenta Bruno e Célia, que ainda estão se acostumando com o noivado da filha. O senador saúda o seu candidato e diz que Karina vai estar ao lado dele no palanque. Ari diz a Romão e aos membros do comitê de seu partido que vai fazer uma carreata ao invés de um comício. Ari pede uma cachaça ironizando uma homenagem ao seu adversário. Nasinho conversa com Nicolau sobre o noivado. Nicolau disse que noivou com Karina para sacanear Tito e se vingar de Arminda. Karina fala com seus pais que só ficou com Nicolau quando estava solteira e que se apaixonou aos poucos, mas Nicolau já estava apaixonado. Célia fica impressionada quando Karina diz que conheceu o Presidente da República. Querêncio bebe no Já Era e comenta com Romeu que não está confortável com a nova noiva do Senador subindo no palanque, porque acha que Filomena vai ficar chateada. Querêncio vai até a pousada. Clorís o recebe e oferece uma caipirinha. Nicolau fala para sua mãe que terminou com Arminda pelo jornal de propósito. Beatriz e Larissa ficam perturbadas com a atitude de Nicolau e acham que ele não está batendo bem da cabeça. Karina vai até a loja e é recebida por Zuleide, que está animada e quer saber como tudo aconteceu. Querêncio quer saber se Filó está feliz e Clorís se esforça para dizer que está tudo bem. Filomena chega à pousada e vai conversar com o pai no quarto. Querêncio não se conforma que Tito e sua filha dormem em camas separadas. Querêncio conta a Filó sobre as pretensões de Karina na política. Querêncio, de saída, esbarra com Tito e diz a ele em tom de brincadeira, mas falando sério, que Filó merece ser feliz. Filomena sente o clima e alivia o lado de Tito. Clorís e Virgílio provocam Tito dizendo que Querêncio, se for prefeito, pode fechar a pousada. Tito se irrita. Querêncio se aflige com lembranças e teme não estar dando atenção para a felicidade de Filomena. Esculápio pergunta a Marisa se ela pretende cumprir a promessa de se casar com Querêncio se ele ganhar as eleições e a dançarina hesita. Ela torce para que ele perca. Filomena pede para fazer o curso de pára-quedismo escondida de Tito. Querêncio desabafa com Bill e diz que vai precisar de sua sabedoria. Bill fica mudo o tempo todo. Teixeira comenta com Arminda a repercussão negativa na Europa em relação ao rompimento do noivado com o Senador. Arminda pede a Joca para ele fazer sua segurança no comício. Joca estranha, mas aceita, e dá um beijo em Arminda, que acaba se entregando. Querêncio vai ao Solar e diz para Elza que quer ficar sozinho. Elza liga para Arminda e a avisa sobre Querêncio. Ele se lembra da briga com Madame Durrel quando ia vender o quadro. Querêncio vira um resto de cachaça da garrafa, retoma a confiança e decide seguir em frente com sua candidatura.

  329. Capítulo

  330. 03/01: Querêncio desabafa com Bill. Nicolau e Karina chegam à redação da Folha da Corredeira e são recebidos com surpresa pelos funcionários. Nicolau apresenta Karina a Lincon. Querêncio fala com Bruno, Teixeira e Célia que se sente otimista, mas de vez em quando fica desacreditado da vitória. Nicolau e Karina chegam à casa de Bruno, onde está Querêncio. Nicolau cumprimenta Bruno e Célia, que ainda estão se acostumando com o noivado da filha. O senador saúda o seu candidato e diz que Karina vai estar ao lado dele no palanque. Ari diz a Romão e aos membros do comitê de seu partido que vai fazer uma carreata ao invés de um comício. Ari pede uma cachaça ironizando uma homenagem ao seu adversário. Nasinho conversa com Nicolau sobre o noivado. Nicolau disse que noivou com Karina para sacanear Tito e se vingar de Arminda. Karina fala com seus pais que só ficou com Nicolau quando estava solteira e que se apaixonou aos poucos, mas Nicolau já estava apaixonado. Célia fica impressionada quando Karina diz que conheceu o Presidente da República. Querêncio bebe no Já Era e comenta com Romeu que não está confortável com a nova noiva do Senador subindo no palanque, porque acha que Filomena vai ficar chateada. Querêncio vai até a pousada. Clorís o recebe e oferece uma caipirinha. Nicolau fala para sua mãe que terminou com Arminda pelo jornal de propósito. Beatriz e Larissa ficam perturbadas com a atitude de Nicolau e acham que ele não está batendo bem da cabeça. Karina vai até a loja e é recebida por Zuleide, que está animada e quer saber como tudo aconteceu. Querêncio quer saber se Filó está feliz e Clorís se esforça para dizer que está tudo bem. Filomena chega à pousada e vai conversar com o pai no quarto. Querêncio não se conforma que Tito e sua filha dormem em camas separadas. Querêncio conta a Filó sobre as pretensões de Karina na política. Querêncio, de saída, esbarra com Tito e diz a ele em tom de brincadeira, mas falando sério, que Filó merece ser feliz. Filomena sente o clima e alivia o lado de Tito. Clorís e Virgílio provocam Tito dizendo que Querêncio, se for prefeito, pode fechar a pousada. Tito se irrita. Querêncio se aflige com lembranças e teme não estar dando atenção para a felicidade de Filomena. Esculápio pergunta a Marisa se ela pretende cumprir a promessa de se casar com Querêncio se ele ganhar as eleições e a dançarina hesita. Ela torce para que ele perca. Filomena pede para fazer o curso de pára-quedismo escondida de Tito. Querêncio desabafa com Bill e diz que vai precisar de sua sabedoria. Bill fica mudo o tempo todo. Teixeira comenta com Arminda a repercussão negativa na Europa em relação ao rompimento do noivado com o Senador. Arminda pede a Joca para ele fazer sua segurança no comício. Joca estranha, mas aceita, e dá um beijo em Arminda, que acaba se entregando. Querêncio vai ao Solar e diz para Elza que quer ficar sozinho. Elza liga para Arminda e a avisa sobre Querêncio. Ele se lembra da briga com Madame Durrel quando ia vender o quadro. Querêncio vira um resto de cachaça da garrafa, retoma a confiança e decide seguir em frente com sua candidatura.

  331. Capítulo

  332. 04/01: Flores convence Léia a não ir para o comício. Bruno está aflito à procura de Querêncio. O candidato dorme na sala do Solar abraçado a uma garrafa de cachaça e Diana o acorda. Querêncio sai apressado quando lembra que está atrasado para o comício. Bruno, Teixeira, Célia, Sancha e Romeu estão tensos com a demora de Querêncio, que, para o alívio de todos, chega para ir ao comício. Como sempre, ele quer uma dose de cachaça antes do início do evento e Romeu lhe serve. Virgínia pede para que Sonia dirija o carro durante a carreata de Ari. Ela reluta, mas aceita, e pede para que a mãe defenda seu namoro com André. Marta volta a apoiar Ari e todos partem para a carreata. Arminda coloca uma roupa informal para assistir ao comício. Diana quer acompanhá-la e Arminda não a deixa ir. A menina fica revoltada. Enquanto Romeu serve Querêncio com mais doses, Bruno faz um discurso acalorado. Joca acompanha Arminda até o comício. André e Sergio se unem a outros integrantes do Comando Invisível e seguem para o comício. Nicolau chega ao evento com Karina e Arminda observa de longe. Flores convence Léia a não ir para o comício. Ela também não quer que ele vá, mas Flores diz que é um compromisso cívico dele. Clorís vai à casa de Flores, que a acompanhará até o comício. Marisa, muito confusa e tensa com sua promessa de casar-se com Querêncio, reluta, mas decide ir ao evento. Diana se livra de Elza e veste-se rapidamente para ir escondida ao comício. Nicolau começa a discursar. Joca critica o Senador para Arminda. Em outra parte da praça, Flores exalta o discurso de Nicolau para Clorís. Diana consegue sair de casa sem que ninguém a veja. Clarões e relâmpagos no céu de Ribeirão do Tempo indicam que uma tempestade se aproxima. Querêncio continua a beber e sorri quando vê Marisa. Filomena, Tito, Iara, Newton e Mateus falam sobre Querêncio e sobre sua empreitada política em um jantar na pousada. Filó se mostra preocupada com o juízo do pai. Após o jantar todos vão dormir. Filó pergunta para Tito como funciona um pára-quedas e ele a faz desistir da idéia de saltar. Filomena deixa o assunto de lado, mas fica pensativa. Newton e Iara não acham que Filó vai dar seguimento à ideia de saltar de pára-quedas. Mateus acha que ela parecia mais decidida dessa vez. Os três ficam em dúvida sobre ajudar Filomena. Diana se aproxima de André, que fica incomodado com a insistência da menina. O Comando Invisível aguarda Querêncio começar a falar para protestar. Karina termina seu discurso e Bruno dá a palavra a Querêncio.

  333. Capítulo

  334. 05/01: Clorís fica tensa com o clima do comício. Beatriz, preocupada com as atitudes de Nicolau, comenta com Larissa que está pensando em vasculhar as coisas do filho. Larissa, muito assustada, diz para Beatriz não fazer isso. Uma tempestade se aproxima de Ribeirão e Ari Jumento prossegue em carreata. Querêncio discursa calorosamente em meio a raios e trovões e André começa seu protesto junto a ativistas para que todos votem nulo. Ao lado de Lílian, Lincon fotografa o movimento do alto da sacada da Folha da Corredeira. O Comando Invisível começa a incomodar alguns eleitores de Querêncio, e uma briga pode acontecer a qualquer momento. Diana se esconde em meio aos manifestantes, de olho em Arminda. Querêncio se irrita com os manifestantes e pede para que o líder deles apareça. Flores, em meio à multidão junto de Clorís, anima-se com o protesto do Comando Invisível. Clorís fica tensa com o clima do comício. A carreata se aproxima da praça e Ari puxa uma rima de campanha. Ajuricaba liga para informar Virgínia da possível briga e diz que não vai fazer nada, já que está afastado do cargo de delegado. Arminda e Joca se afastam da confusão na praça e o detetive aproveita para jogar seu charme para a empresária. Desta vez, Arminda cede aos apelos de Joca e pede que ele a acompanhe, discretamente, até o Solar. Sérgio atira um ovo em Nicolau. Diana observa admirada. Cardoso, aflito, adentra a delegacia e conta como está a situação na praça à Marta. Ela resolve chamar o batalhão. A carreata chega à praça e Jumento manda seus eleitores partirem para a briga. Elza diz a Arminda que Diana estava estudando e foi dormir. Arminda diz que vai ver como ela está e que Elza pode ir dormir. Arminda descobre que Diana não está na cama e grita por Elza. A tempestade cai e dispersa a briga, todos saem correndo. André pega o carro para fugir com Sérgio e outros integrantes do Comando. Diana, que também foge da chuva, acaba entrando no carro e fica escondida no chão. Arminda dá uma bronca em Elza. Joca liga para Arminda, que pede para ele ajudar a procurar Diana. André se assusta quando percebe que Diana está no carro e diz que ela não precisava de carona, já que mora na praça. Diana confessa que queria conversar com ele. André mais uma vez diz que não quer nada com ela. Flores apresenta Sereno a Clorís e o expulsa disfarçadamente. Querêncio se abriga da chuva na boate. Léia descobre por Romeu que Flores estava com Clorís na praça e fica furiosa. André deixa Diana perto de casa e teme que alguém o veja com ela. Diana, para o pavor de André, diz que o ama.

  335. Capítulo

  336. 06/01: Tito sonha com Filomena e Karina. Sereno conta sobre o seu passado e Marta se admira com o conhecimento que ele tem. Clorís insinua a Flores que quer morar junto dele e o professor se esquiva. Léia liga para Flores enquanto Clorís está na casa dele. Flores dispensa Léia educadamente e diz a Clorís que só estava ajudando uma mãe sofrida. André consegue fazer com que Diana saia do carro e quando ela sai, Joca e Arminda estão observando tudo. Joca se coloca na frente do carro de André, que tenta sair, mas o detetive o ameaça com sua arma e todos vão para o Solar. Cardoso interrompe a conversa de Marta e Sereno, que fica zangado. Marta pede para continuar a conversa outro dia porque precisa trabalhar. Arminda leva Diana para conversar no quarto enquanto Joca conversa com André na sala. André conta o que aconteceu para Joca, que o deixa ir embora. Diana não se conforma com a situação, mas Joca consegue acalmá-la. Arminda consegue conversar com Diana e diz entender o que se passa com a menina. André chega a sua casa e Patrícia, que estava tensa, fica mais tranqüila. Tito sonha com Filomena e Karina nuas e fica na dúvida sobre quem ele quer. Tito acorda gritando e Filomena fica preocupada. Tito resolve ir ao congresso de hotelaria no lugar de Virgílio. Chega o dia da votação em Ribeirão do Tempo. Querêncio toma um café com Sancha, Romeu, Bruno e Teixeira e vai votar. Ari anda de um lado para o outro, tenso com a possibilidade de não se reeleger. Querêncio caminha para votar e o povo o saúda pelas ruas. Arminda acorda Diana, que faz drama, não quer comer nem tomar café. Tito confessa a Newton que vai viajar para dar um tempo da cidade porque tem sonhado com Karina. Tito avisa Filó que vai ao congresso e explica que não a convidou porque vai ser muito chato para quem não entende do assunto. Filomena não argumenta e Tito a leva para votar. Querêncio abraça Marisa depois de votar e diz que ela será a primeira dama de Ribeirão. Marisa tenta evitar o constrangimento. Joca conversa com Carmem sobre André. André conta o aconteceu para Sérgio, que diz que tudo pode piorar se Sônia ficar sabendo da confusão. Arminda se irrita com a forma como Diana fala com ela. Na mesa de café da manhã, Diana confronta Arminda e diz que não agüenta mais tanto controle sobre ela. Joca explica a Carmem o que aconteceu e que Arminda pediu para investigar a vida de André. Tito e Filomena chegam à zona eleitoral e se deparam com Karina, que os cumprimenta.

  337. Capítulo

  338. 07/01: Ajuricaba faz um discurso a favor de Ari. Carmem diz para Joca não se preocupar com André. Logo que Joca sai, Carmem liga para Sônia e pede para se encontrar com ela. Karina fala com Zuleide sobre suas pretensões políticas e seu encontro com Tito na junta eleitoral. Ela diz que percebeu que ele ficou mexido. Karina provoca Tito e Filomena quando eles saem da votação, só para provar a Zuleide que ela mexe com Tito. Filomena pergunta se Tito fica abalado com a presença de Karina e ele nega. Filomena diz que votou nulo porque acha que não vai fazer bem a Querêncio se tornar prefeito. Joca vai à casa de André falar sobre o que houve. Sônia está enjoada, acha que foi algo que comeu. Carmem explica por que Joca quer informações sobre André. Sônia sai do banheiro depois de vomitar. Diz que se sente melhor e continua a conversar com Carmem. Sônia diz que quer saber o que aconteceu da boca de André. Ari acaba de votar e agradece Virgínia pelo apoio. Jumento está confiante na sua reeleição. Querêncio, Bruno, Célia e Teixeira aguardam os resultados da eleição na boate. Marisa ensaia com outras meninas e evita ficar perto de Querêncio. Arminda liga para Joca e pede para que ele converse com Diana para acalmá-la. Joca insiste para que Arminda assuma o que sente por ele. A empresária muda de assunto e o detetive garante que André não fez nada com Diana. Joca diz para Diana que André é apaixonado por Sônia e a menina não aceita. Sônia continua enjoada. Virgínia percebe que a filha não está bem e a quer levá-la ao médico. A menina diz que, por enquanto, não precisa ir ao médico e Virgínia não insiste. Sônia fica remoendo em pensamento as palavras de Carmem sobre Diana e André. Diana começa a aceitar que André não a ama, mas insiste que só ela pode fazê-lo feliz. Joca diz a Arminda que Diana está mais calma. Arminda remarca o seu encontro noturno com Joca. Em um protesto silencioso do Comando Invisível, André conta a Sérgio sobre a visita de Joca. Ajuricaba faz um discurso a favor de Ari no Agito Colonial. Ari discursa para seus correligionários. Sereno fica nervoso, pois não entende o que Flores planeja. O professor explica a Sereno seu plano para desmoralizar a democracia. Nicolau diz a Karina que se Querêncio ganhar começará a segunda parte de um plano secreto. Lincon diz a Lílian que só precisarão fazer uma capa, pois ele sabe de primeira mão quem venceu as eleições. Ari toma um chope para aliviar a pressão e Ajuricaba liga para o fiscal do partido na apuração. Ao telefone, o fiscal diz que vai falar pessoalmente com Ari Jumento, que fica ainda mais nervoso. Na boate, Lincon anuncia a vitória de Querêncio e todos comemoram. Karina recebe por telefone a notícia sobre o resultado e comunica a Nicolau, que vibra. Sônia se arruma para ir falar com André e relembra Carmem falando de André e Diana. Ajuricaba leva Ari para sua casa, desolado e de porre. Ao chegar, percebe que Sônia está de saída. Sônia, irritada, sai sem dizer para onde vai. Ajuricaba fica furioso.

  339. Capítulo

  340. 10/01: Arminda tenta convencer Diana a esquecer André. Querêncio cobra a promessa de Marisa, que está relutante em aceitar casar-se com o novo prefeito de Ribeirão. Bruno, Célia, Romeu, Lincon e correligionários comemoram a vitória de Querêncio. Bruno fica embriagado e deixa Célia constrangida com seu comportamento exagerado. Nicolau e Karina chegam à boate. Lincon sai para preparar a manchete. Querêncio sai do camarim abraçado à Marisa para comemorar a vitória e pede uma rodada na conta de Nicolau para todos antes de fazer seu discurso. Lílian pergunta sobre o Senador a Lincon, que vai para casa e deixa a edição do jornal por conta dela. André bebe com Carmem, Sérgio e o pessoal do Comando Invisível. André vai para casa estudar e os outros ficam. Sancha fala com Léia sobre Flores e Léia fica tensa porque Joca está em casa. Joca chega à sala, mas não ouve nada. Ele diz que tem tarefas urgentes para cumprir e não pode ir a boate comemorar. Querêncio sobe ao palco para discursar enquanto beberica um copo de cachaça. Em vez de falar sobre política, ele pede para Marisa subir ao palco e anuncia que ela será a primeira-dama de Ribeirão. Marisa sobe ao palco constrangida e preocupada. Sônia chega ao bar Já Era à procura de André. Carmem a chama para beber, mas ela diz que precisa falar com André e que anda ruim do fígado. Sônia vai à casa de André e dá de cara com Patrícia e Lincon, que estranham a presença da menina. Marta tenta animar Ari, que faz um drama. Virgínia consegue segurar Ajuricaba, que está louco para ir atrás de Sônia. Ajuricaba, furioso, diz a Ari que de um jeito ou de outro vai acabar com a raça do cachaceiro. Sônia e Lincon discutem e André aparece, preocupado com a gritaria. Os dois vão conversar no quarto e Patrícia detém Lincon, que quer impedi-los de conversar. A sós, Sônia pergunta sobre Diana a André. Patrícia discute com Lincon, que está uma pilha de nervos. Arminda tenta convencer Diana a esquecer André. André tenta convencer Sônia de que não deu bola para Diana. Sônia se descontrola e tem uma crise de choro. André fica sem entender a reação repentina. Carmem recebe uma ligação de Virgínia, que quer saber de Sônia. Carmem inventa que Sônia foi estudar com uma amiga, mas Virgínia e Ajuricaba não acreditam. Patrícia perde a paciência e explode com Lincon, que se assusta. Sônia diz a André que não aguenta ficar mais longe dele e que está adoecendo por conta disso. Patrícia pede para entrar no quarto e André abre a porta. Lincon bufa na sala como uma fera. Patrícia diz que André vai levar Sônia em casa e Lincon entrega as chaves do carro de má vontade. André quer enfrentar Ajuricaba, mas Sônia o convence de que não é uma boa hora. Ajuricaba esbraveja em cima de Sônia, que tem outra crise de choro, Virgínia fica brava com o delegado. Lincon explode e diz que se André insistir com Sônia terá de sair de casa. Patrícia fala que se André for, ela também vai. Querêncio zanza inquieto pela sala de Sancha e Romeu, pois Marisa quer dormir sozinha. Arminda e Joca conversam depois de transar. O detetive faz suas juras de amor e diz quer morar com Arminda, que o rejeita como sempre. Tito faz as malas e acorda Filomena para se despedir. Filomena pergunta a Newton e Mateus se eles vão dar ou não o curso de salto para ela. Newton diz que se ela estiver firme, eles irão ajudá-la.

  341. Capítulo

  342. 11/01: Ellen liga para Newton e o recrimina. Nasinho diz a Virgílio para denunciar anonimamente às autoridades aéreas que Newton está respondendo a processo na Justiça. Assim ele não poderá trabalhar como instrutor de saltos de paraquedas e a pousada ficará prejudicada. Filomena fica tensa com a explicação das etapas do curso de salto transmitidas por Newton. Lincon espera André para conversar no café da manhã. O rapaz não dá bola para o pai e diz que vai à casa de Ajuricaba tentar resolver a situação de uma vez. Ajuricaba espera indócil Sônia acordar e desconfia que ela tenha fugido novamente. Virgínia vai ao quarto da filha para evitar outro confronto entre os dois. Sônia não está passando bem e resolve ir ao médico com a mãe. Iara se diverte com o medo de Filomena, que é parabenizada pela primeira aula com Newton. Querêncio conversa com Marisa sobre o casamento e ela, mesmo hesitante, prossegue com a promessa. Querêncio e Marisa vão dar entrada nos papéis do casamento e encontram com Sereno e depois com Fátima, que o parabenizam pela vitória. Filomena conta a Ellen que vai aprender a saltar de paraquedas. A ambientalista fica espantada. icolau pede para que Karina modernize a casa da fazenda. Beatriz não gosta da ideia, mas deixa a modista dar a sua opinião. A sós, Nicolau coloca uma arma na mão de Karina e pergunta se ela é capaz de usá-la para remover obstáculos que atrapalhem seus planos. Karina diz que, com o apoio dele, topa tudo. Nasinho liga para Nicolau e conta as armações que combinou com Virgílio. O senador diz para Nasinho continuar enrolando Virgílio. Karina pergunta sobre o quê era a ligação e Nicolau diz que, por enquanto, ela ainda não precisa saber de tudo. Querêncio toma uma cachaça no bar Já Era e Filomena chega para dar os parabéns pela eleição. Ellen liga para Newton e o recrimina por ensinar Filomena a saltar, já que ela não tem o perfil e só está fazendo isso por Tito. Newton e Ellen marcam de se encontrar escondidos para conversar melhor. Filomena diz para Querêncio ficar atento para não ser enganado por ninguém. Ele diz para Filó não preocupar, porque ele é mais inteligente e esperto que todos. Diana conversa com Carlos sobre André. Carlos conta para Diana que Guilherme está mal, tirando notas baixas e sem falar com ninguém. Diana pensa em falar com Guilherme. Ellen conversa com Newton em um motel. Querêncio, Teixeira, Bruno e Célia dizem que a Patrimônio Eterno pode bancar a nova moradia dele com Marisa, mas depende da aprovação de Arminda. Querêncio vai falar com Arminda. Ajuricaba continua querendo falar com Sônia. Virgínia o impede e ele sai irritado. Sérgio e André marcam um encontro na praça. Ajuricaba visita a delegacia e fica sabendo que a corregedoria ainda não se manifestou sobre o seu caso. Querêncio diz a Arminda que precisa de dinheiro. Sérgio espera por André na praça lendo um jornal e Ajuricaba senta ao lado dele sem que ele perceba. Quando o rapaz vê o delegado, entra em pânico.

  343. Capítulo

  344. 12/01: Ajuricaba tira satisfações com Sérgio. Carlos diz a Elza que Diana pediu para ela ligar para o celular dela. Diana chega à casa de Guilherme para conversar. Ajuricaba tira satisfações com Sérgio por tê-lo enganado. André vê Ajuricaba pressionando o amigo e se esconde atrás de um carro. Dr. Renato conta a Virigínia e Sônia que suspeita de que a menina esteja grávida. Estarrecida, Virgínia desmaia. Diana e Guilherme acabam discutindo quando a menina começa a falar que amadureceu. Diana atende a ligação de Elza e diz que está na casa de um amigo, mas que já está indo para casa. Ajuricaba faz ameaças e manda Sérgio avisar André para que se afaste de sua filha. Virgínia se recupera e Sônia vai tirar uma amostra de sangue. Arminda diz a Querêncio que a empresa pagaria o aluguel, mas insiste que ele more no Solar. O pintor diz que moraria lá se Arminda e Diana permanecessem na casa com ele. Arminda aceita o convite. Bruno vai a uma reunião e assim que ele sai, Célia e Teixeira se beijam. Célia afirma que vai se separar do marido e Teixeira diz para ela esperar a situação de Bruno e Arminda se firmarem na Patrimônio. Bruno relembra a conversa que acabara de ter com Célia e Teixeira e entra na empresa com um ar sombrio. Bruno encontra Querêncio saindo da empresa e pergunta o que ficou resolvido com Arminda, mas o pintor não entra em detalhes. André diz a Sérgio que Lincon e Ajuricaba vão se dar mal. Arminda é forçada por Bruno a contar o que Querêncio decidiu fazer em relação à moradia. Bruno diz que vai consultar a diretoria na Europa sobre Arminda morar com o dono da empresa. Marisa deixa que Querêncio decida sobre a moradia e diz que ela decide se vai parar de dançar ou não. Ajuricaba vai à Prefeitura, estranha a demora de Virgínia no médico e vai falar com o prefeito. Ari reclama a ausência da secretária e Ajuricaba liga para casa. Virgínia e Sônia decidem contar sobre a gravidez a Ajuricaba só depois que sair o resultado do exame. O telefone toca e Virgínia vai atender tensa. Arminda conta a Diana que Querêncio vai morar com eles e a menina reclama do cheiro de cachaça dele. Sônia diz a André que ela não tem nada sério e ele conta sobre a prensa que o pai dela deu em Sérgio. Assustada e insegura, Sônia pergunta a André se ele a ama e se nunca a abandonaria. Apesar de estranhar a pergunta, ele diz que a ama muito. Virgínia convence Ajuricaba que Sônia só está estressada. Querêncio, Filomena, Romeu e Sancha conversam. Querêncio fica incomodado com a viagem de Tito, mas Romeu consegue mudar de assunto. O pintor conta sobre o casamento com Marisa para a Filomena. Marisa diz a todos da boate que decidiu aceitar o pedido de casamento. Ela diz que vai parar de dançar e quer uma festa de despedida. Filomena aprova a mudança de Querêncio para o Solar. Karina conta aos pais que é evidente que vai se casar com Nicolau e que a ambição dos dois vai além de um simples relacionamento. Flores diz a Nicolau para não confiar tanto em Karina. O Senador assegura que ela é perfeita para seus planos. Flores e Nicolau comemoram o início da segunda etapa da conspiração e fazem um brinde ao Presidente da República.

  345. Capítulo

  346. 13/01: Filomena tem um pesadelo com Tito. Lorota conta a Joca que vai ser padrinho do casamento de Querêncio. Newton chega ao bar Já Era para conversar com Joca. Virgílio tenta convencer Iara a pegar mais dinheiro de Nicolau e ela manda ele a deixar em paz, mas Virgílio insiste que Nicolau vai arrumar um jeito de inutilizar as denúncias que ela tem em mãos. Joca diz a Newton que não achou Ferrolho. Newton teme ser preso injustamente pela morte do seu melhor amigo. Iara se lembra de quando Nasinho disse que Nicolau fez um levantamento de toda a vida dela. Filomena chega e percebe a tensão de Iara, que desconversa dizendo que sua mãe está doente e pergunta se Filó está pronta para o primeiro salto. Filomena confessa que está tensa, mas confirma que vai saltar. Filomena tem um pesadelo com Tito e acorda dando um grito abafado pelas cobertas. Newton, Mateus e Iara comentam que Filó deve estar atrasada porque desistiu de saltar e está com vergonha descer do quarto. Virgínia tenta ler o jornal, mas não consegue se concentrar. Ajuricaba chega na sala dizendo que Sônia não está no quarto. Sabendo que a filha deve ter ido pegar o resultado dos exames, diz ao marido que ela deve ter ido à escola mais cedo e fica irritada com a marcação cerrada de Ajuricaba. Os resultados do exame constatam que Sônia está grávida. Filomena liga para Tito para dizer que vai saltar de paraquedas, mas não consegue. Newton e Mateus já estão impacientes quando Filomena finalmente aparece e se diz pronta para o primeiro salto. Virgínia tem um ataque com a insistência de Ajuricaba e o manda parar de pegar no pé de Sônia. Assim que ele sai resmungando, Virgínia liga para Dr. Renato, que não diz o resultado a pedido de Sônia, mas Virgínia conclui que o resultado é positivo. Sônia lê o resultado mais uma vez, pega um ônibus e lembra-se do primeiro beijo que André lhe deu. Sônia liga para André e pede para ele a encontrar na floresta, onde se beijaram pela primeira vez. Mateus diz a Filomena que gostou dela assim que a viu e a admira muito. Filó fica encabulada, mas diz que também simpatizou com ele. Mateus diz que deu azar de Tito tê-la encontrado primeiro. Filomena fica mais perturbada ainda e muda de assunto. Mateus vai checar o motor do avião. Karina lê para Zuleide um e-mail de Tito dizendo que sente sua falta. Karina diz que vai se encontrar com Tito para mostrar a Filomena que ele ainda come na sua mão. Ela diz à amiga que vai trair o Senador só dessa vez e que ele só vai ficar sabendo se ela contar. Newton e Iara passam as últimas instruções de segurança para Filoemena. Bill observa Sônia na floresta. André chega. Eles se beijam e começam a conversar. Bill vaga pela mata murmurando e sorrindo. Filomena se assusta quando o avião começa a taxiar, mas Iara e Newton a ajudam a se controlar. Lincon liga para a corregedoria para saber sobre o caso de Ajuricaba e descobre que o resultado já saiu, mas só a delegacia pode informá-lo. Sônia entrega o resultado do exame para André, que fica pasmo ao ler. O avião se aproxima da altura de salto e Filomena mostra uma expressão de pânico.

  347. Capítulo

  348. 14/01: Marisa quer homenagear a cidade. Sônia fica com medo de que André ache que ela engravidou de propósito ou que a mande abortar. André diz que não quer abortar e que eles vão resolver tudo juntos. Newton e Iara pulam junto de Filomena e, depois de um tempo de queda livre, Newton puxa o paraquedas de Filó. Mateus comemora o salto agitando a asa do avião. Newton conversa pelo rádio com Filomena para saber se está tudo certo e Filó diz que está adorando. Filomena pousa em segurança e mal consegue falar de tanta excitação. Eles tiram uma foto de Filó, que pede não mostrar nada a Tito antes de ela terminar o curso. Sônia diz a André que sua mãe já deve estar sabendo pelo médico, mas que não deve ter falado nada para seu pai. Sônia tem medo de que Ajuricaba e Lincon a forcem a abortar. O rapaz diz que eles não podem fazer isso. Marta, que não sabia da decisão da corregedoria, olha rapidamente no computador e informa a Lincon que Ajuricaba continua como delegado. Lincon se revolta com a decisão. Sônia conta a Virgínia o resultado do exame por telefone e diz que vai encontrá-la na prefeitura. Virgínia murmura as suas mazelas quando Ari a chama para sua casa. Sem paciência, ela diz não querer ouvir as reclamações dele. Ari engrossa o tom e ela entra na sala. Ari começa a reclamar da vida. Virgínia discute com ele dizendo que tem problemas muito maiores que os dele. Dália avisa Nicolau que Karina chegou. O Senador se aproxima maliciosamente da menina e diz que vai dar outro presente a ela quando eles se encontrarem na fonte. Inocente, Dália concorda. Nicolau observa a menina com um olhar maldoso quando ela sai do escritório. Karina mostra algumas opções de tecidos e cortinas para Beatriz e Larissa. A modista começa a falar sobre algumas mudanças, que não agradam Beatriz, que fica prestes a falar poucas e boas para ela. Nicolau chega e beija Karina de forma que deixa Beatriz e Larissa constrangidas. Mateus dá os parabéns a Filomena e os dois se divertem quando ele finge entrevistá-la. Na pousada, todos comemoram e Filó pede segredo absoluto mais uma vez. Nicolau diz a Karina que vai levá-la para conhecer o professor Flores. Ela estranha. Beatriz e Larissa reclamam das atitudes de Nicolau e acham cafonas as ideias de Karina. André e Sônia vão à livraria contar para Patrícia sobre a gravidez. Lincon volta à redação do jornal revoltado e decide dar uma manchete escandalosa contra o delegado. Marta e Cardoso dão a notícia pessoalmente ao delegado, que se emociona de tanta felicidade. Patrícia fica nervosa ao receber a notícia e precisa se sentar. Ajuricaba brinda com Marta e Cardoso, que pergunta sobre o romance de Sônia e André. O delegado faz cara feia, mas Marta consegue mudar de assunto e salvar a pele de Cardoso. Patrícia diz que vai ajudar Sônia e André. Marisa quer homenagear a cidade na sua despedida. Arminda se despede de uma ligação internacional e logo depois Joca liga para dizer que está preocupado com ela. Arminda diz que quer conversar com ele no Solar. Virgínia recebe uma ligação de Patrícia e as duas combinam de se encontrar. Iara fala com sua mãe ao telefone e fica preocupada. Newton percebe e oferece ajuda à Iara, que diz estar tudo bem. Iara começa a considerar os conselhos de Virgílio. Patrícia e Virgínia dizem uma à outra que não sabem o que fazer.

  349. Capítulo

  350. 17/01: Bill observa Sônia na floresta. Lorota conta a Joca que vai ser padrinho do casamento de Querêncio. Newton chega ao Já Era para conversar com Joca. Virgílio tenta convencer Iara a pegar mais dinheiro de Nicolau e ela manda ele a deixar em paz, mas Virgílio insiste que Nicolau vai arrumar um jeito de inutilizar as denúncias que ela tem em mãos. Joca diz a Newton que não achou Ferrolho. Newton teme ser preso injustamente pela morte do seu melhor amigo. Iara se lembra de quando Nasinho disse que Nicolau fez um levantamento de toda a vida dela. Filomena chega e percebe a tensão de Iara, que desconversa dizendo que sua mãe está doente e pergunta se Filó está pronta para o primeiro salto. Filomena confessa que está tensa, mas confirma que vai saltar. Filomena tem um pesadelo com Tito e acorda dando um grito abafado pelas cobertas. Newton, Mateus e Iara comentam que Filó deve estar atrasada porque desistiu de saltar e está com vergonha descer do quarto. Virgínia tenta ler o jornal, mas não consegue se concentrar. Ajuricaba chega na sala dizendo que Sônia não está no quarto. Sabendo que a filha deve ter ido pegar o resultado dos exames, diz ao marido que ela deve ter ido à escola mais cedo e fica irritada com a marcação cerrada de Ajuricaba. Os resultados do exame constatam que Sônia está grávida. Filomena liga para Tito para dizer que vai saltar de pára-quedas, mas não consegue. Newton e Mateus já estão impacientes quando Filomena finalmente aparece e se diz pronta para o primeiro salto. Virgínia tem um ataque com a insistência de Ajuricaba e o manda parar de pegar no pé de Sônia. Assim que ele sai resmungando, Virgínia liga para Dr. Renato, que não diz o resultado a pedido de Sônia, mas Virgínia conclui que o resultado é positivo. Sônia lê o resultado mais uma vez, pega um ônibus e lembra-se do primeiro beijo que André lhe deu. Sônia liga para André e pede para ele a encontrar na Floresta, onde se beijaram pela primeira vez. Mateus diz a Filomena que gostou dela assim que a viu e a admira muito. Filó fica encabulada, mas diz que também simpatizou com ele. Mateus diz que deu azar de Tito tê-la encontrado primeiro. Filomena fica mais perturbada ainda e muda de assunto. Mateus vai checar o motor do avião. Karina lê para Zuleide um e-mail de Tito dizendo que sente sua falta. Karina diz que vai se encontrar com Tito para mostrar a Filomena que ele ainda come na sua mão. Ela diz à amiga que vai trair o Senador só dessa vez e que ele só vai ficar sabendo se ela contar. Newton e Iara passam as últimas instruções de segurança para Filoemena. Bill observa Sônia na floresta. André chega. Eles se beijam e começam a conversar. Bill vaga pela mata murmurando e sorrindo. Filomena se assusta quando o avião começa a taxiar, mas Iara e Newton a ajudam a se controlar. Lincon liga para a corregedoria para saber sobre o caso de Ajuricaba e descobre que o resultado já saiu, mas só a delegacia pode informá-lo. Sônia entrega o resultado do exame para André, que fica pasmo ao ler. O avião se aproxima da altura de salto e Filomena mostra uma expressão de pânico.

  351. Capítulo

  352. 18/01: Sônia tem medo de que Ajuricaba e Lincon a forcem a abortar. Sônia fica com medo de que André ache que ela engravidou de propósito ou que a mande abortar. André diz que não quer abortar e que eles vão resolver tudo juntos. Newton e Iara saltam junto de Filomena e, depois de um tempo de queda livre, Newton puxa o paraquedas de Filó. Mateus comemora o salto agitando a asa do avião. Newton conversa pelo rádio com Filomena para saber se está tudo certo e Filó diz que está adorando. Filomena pousa em segurança e mal consegue falar de tanta excitação. Eles tiram uma foto de Filó, que pede não mostrar nada a Tito antes de ela terminar o curso. Sônia diz a André que sua mãe já deve estar sabendo pelo médico, mas que não deve ter falado nada para seu pai. Sônia tem medo de que Ajuricaba e Lincon a forcem a abortar. O rapaz diz que eles não podem fazer isso. Marta, que não sabia da decisão da corregedoria, olha rapidamente no computador e informa a Lincon que Ajuricaba continua como delegado. Lincon se revolta com a decisão. Sônia conta a Virgínia o resultado do exame por telefone e diz que vai encontrá-la na prefeitura. Virgínia murmura as suas mazelas quando Ari a chama para sua casa. Sem paciência, ela diz não querer ouvir as reclamações dele. Ari engrossa o tom e ela entra na sala. Ari começa a reclamar da vida. Virgínia discute com ele dizendo que tem problemas muito maiores que os dele. Dália avisa Nicolau que Karina chegou. O Senador se aproxima maliciosamente da menina e diz que vai dar outro presente a ela quando eles se encontrarem na fonte. Inocente, Dália concorda. Nicolau observa a menina com um olhar maldoso quando ela sai do escritório. Karina mostra algumas opções de tecidos e cortinas para Beatriz e Larissa. A modista começa a falar sobre algumas mudanças, que não agradam Beatriz, que fica prestes a falar poucas e boas para ela. Nicolau chega e beija Karina de forma que deixa Beatriz e Larissa constrangidas. Mateus dá os parabéns a Filomena, e os dois se divertem quando ele finge entrevistá-la. Na pousada, todos comemoram e Filó pede segredo absoluto mais uma vez. Nicolau diz a Karina que vai levá-la para conhecer o professor Flores. Ela estranha. Beatriz e Larissa reclamam das atitudes de Nicolau e acham cafonas as idéias de Karina. André e Sônia vão à livraria contar para Patrícia sobre a gravidez. Lincon volta à redação do jornal revoltado e decide dar uma manchete escandalosa contra o delegado. Marta e Cardoso dão a notícia pessoalmente ao delegado, que se emociona de tanta felicidade. Patrícia fica nervosa ao receber a notícia e precisa se sentar. Ajuricaba brinda com Marta e Cardoso, que pergunta sobre o romance de Sônia e André. O delegado faz cara feia, mas Marta consegue mudar de assunto e salvar a pele de Cardoso. Patrícia diz que vai ajudar Sônia e André. Marisa quer homenagear a cidade na sua despedida. Arminda se despede de uma ligação internacional e logo depois Joca liga para dizer que está preocupado com ela. Arminda diz que quer conversar com ele no Solar. Virgínia recebe uma ligação de Patrícia e as duas combinam de se encontrar. Iara fala com sua mãe ao telefone e fica preocupada. Newton percebe e oferece ajuda à Iara, que diz estar tudo bem. Iara começa a considerar os conselhos de Virgílio. Patrícia e Virgínia dizem uma à outra que não sabem o que fazer.

  353. Capítulo

  354. 19/01: Sônia toma café da manhã apreensiva e abatida. Iara procura Virgílio para ajudá-la a extorquir Nicolau. Virgílio diz que vai intermediar a negociação e que Iara vai ter que sumir depois que pegar o dinheiro. Ela desconfia que o vigarista possa traí-la, mas decide seguir em frente com o plano. Iara vai ao bar da pousada e pensa em uma forma de enganar Virgílio. Sônia e André ficam preocupados com o futuro. Virgínia e Patrícia discutem como vão ajudar seus filhos e contar aos seus maridos sobre a gravidez. Comemorando sua volta, Ajuricaba fica de porre e decide prender e agredir Lincon. Marta e Cardoso ficam preocupados com a agitação do delegado. Ajuricaba quer saber onde estão sua esposa e filha. Patrícia tem uma ideia ousada de como contar a notícia a Lincon e Ajuricaba. Filomena conta a Romeu e Sancha que pulou de paraquedas e pede segredo. Karina diz a Zuleide que não tem por que ela ficar sozinha e fala que Nasinho seria uma boa opção. Zuleide aceita marcar um encontro. Nasinho se diverte com Vera na boate e pede para ela chamar mais uma amiga. Ajuricaba canta feliz da vida quando Virgínia e Sônia chegam. Ele as beija e dá a notícia sobre a decisão da corregedoria. Virgínia, irritada com bebedeira do marido, vai fazer um café forte. André e Patrícia chegam e Lincon, irritado com a volta do delegado, começa a beber. Sozinho no quarto, André fica desanimado com a insistência do pai em odiar o delegado. Patrícia entra no quarto e diz a ele que está tudo bem. Joca chega ao Solar e começa a agarrar Arminda, que se desvencilha e diz para eles subirem. Diana escuta vozes. Joca tenta beijar Arminda mais uma vez e ela diz que antes quer conversar sobre a mudança de Querêncio para o Solar. Joca brinca dizendo que quer ir morar no Solar com Arminda. Diana bate na porta do quarto de Arminda, que manda Joca se esconder debaixo da cama. A menina diz que está triste por causa de André e Arminda a consola. Joca sente a tristeza na voz de Diana e fica irritado debaixo da cama. Léia fica tensa por estar enganando Joca e Flores a convence de que é para o melhor do seu filho e que assim eles poderão se casar. Diana pede para dormir com Arminda, que tenta dizer que não, mas a menina já vai se acomodando na cama. Joca se desespera. Nasinho se diverte com Vera e Silvia, mas as duas não parecem estar se divertindo. Marisa diz a Querêncio que vai sentir falta do mundo dela, da boate e da dança. Arminda acorda Joca, que levanta reclamando que sempre tem que se esconder. Para calar o detetive, ela toma a iniciativa e lhe dá um beijo caprichado. Ajuricaba comemora a manchete do jornal que fala mal dele mesmo, porque mostra que Lincon está furioso. Sônia toma café da manhã apreensiva e abatida. André diz à mãe que não conseguiu dormir direito porque teve pesadelos. Lincon chega para tomar café da manhã e tenta comemorar a capa do jornal, mas Patrícia e André não dão bola para ele. Na delegacia, Ajuricaba pede para Marta tirar uma foto dele para enviar a Lincon. Virgílio começa o seu jogo e vai conversar a sós com Nasinho. Ao telefone, Nasinho conta as exigências de Iara para Nicolau. Nicolau chama Nasinho para conversar pessoalmente e dar um ponto final nessa história. Virgínia vai até a redação do jornal falar com Lincon. Patrícia vai à delegacia falar com Ajuricaba. Iara liga para Joca como a contratante desconhecida e diz que precisa encontrar Ferrolho, pois é uma questão de vida ou morte. O detetive diz que fez de tudo para encontrá-lo. Ele tenta convencê-la a contar toda a história. Iara diz que vai pensar e desliga. Joca fica intrigado para saber quem é a contratante desconhecida.

  355. Capítulo

  356. 20/01: Virgínia diz que Sônia está grávida de André. Virgínia pede para que Lincon fique disposto a conversar civilizadamente. Patrícia impõe-se educadamente para que Ajuricaba a trate bem e escute o que tem a dizer. Marta e Cardoso ficam intrigados com a conversa de Patrícia e o delegado. Virgínia diz que Sônia está grávida de André e Lincon fica chocado. Virgínia pede dois copos de água com açúcar pelo interfone da sala. Ajuricaba se exalta mais. Com a mão no peito como se estivesse passando mal, ele esbraveja incrédulo. Marta entra na sala alarmada e pede calma ao delegado. Virgínia se ofende com a postura agressiva de Lincon e antes que eles comecem a brigar, Lílian intervém. Nasinho conversa com Nicolau para saber o que fazer com Iara e Virgílio. O Senador conclui que os dois estão juntos e acha que se Newton for a júri popular, podem surgir provas contra ele. Nicolau decide dar o dinheiro aos dois, mas planeja uma queima de arquivo assim que tudo ficar mais calmo. Virgílio diz a Iara que à noite deve ter uma resposta do Senador através de Nasinho. Sônia e André conversam pelo telefone ansiosos para saber notícia de suas mães sobre a conversa. Patrícia e Virgínia se encontram para falar da conversa que tiveram com os maridos. Elas começam a se ofender, mas percebem que precisam ficar unidas e se desculpam. Newton prepara Filomena para o seu segundo salto e Iara fica isolada, pensativa. Filó consegue fazer o segundo salto com sucesso. Sônia fica preocupada que a conversa tenha piorado ainda mais a situação. Ajuricaba entra em casa acompanhado de Marta e senta em uma poltrona parecendo passar mal. Marta conta à Sônia e Virgínia a reação do delegado com Patrícia. Lincon diz que Sônia quer dar o golpe da barriga em André, que na discussão acerta um soco no pai e vai para o quarto. André entra em desespero ao pensar em sua realidade. Querêncio conversa com Joca e Romeu sobre nomeação de cargos e diz que será surpresa. Virgílio chega para falar com Nasinho, que confirma o trato e diz que será igual ao anterior. Joca observa Virgílio e Nasinho desconfiado. Mateus bebe uma cerveja com Filomena e conta que já foi casado, mas que se separou por falta de companheirismo. Filó se solidariza com a história pensando em Tito. Virgílio explica como o dinheiro será entregue. Iara fica tensa porque Nasinho vai ficar dentro do carro, diferentemente da última vez. Mateus joga charme para Filó e a convida para ver uma revista que está em seu quarto. Filomena deixa para ver a revista outro dia e vai para seu quarto. Filó entra em seu quarto e se abana acalorada e perturbada com seus pensamentos. Iara pega a bicicleta para encontrar Nasinho. Virgílio deixa claro que não quer ser enganado. Iara chega ao local e ao chegar perto do carro, descobre que Nicolau é quem está no carro. Ele pede que Iara entre no carro. Ela hesita, mas acaba cedendo. No carro, Nicolau entrega o dinheiro, mas diz que ela vai transar com ele por bem ou por mal. Iara tenta fugir, mas o senador a segura firme. Ela desiste de lutar e sugere um lugar na floresta, garantindo que não vai resistir. Quando chega ao local, Iara dá um chute nas partes íntimas de Nicolau e começa a surrá-lo. Nicolau fica ensangüentado e Iara exige que nada aconteça com ela. Nicolau concorda com as exigências de Iara. Gemendo de dor, o senador liga para Nasinho e manda encontrá-lo no local marcado.

  357. Capítulo

  358. 21/01: Karina vai a fazenda falar com Nicolau. Na livraria de Patrícia, Sereno compra dois exemplares de um livro, um deles para presente. André carrega uma mochila cheia de roupas e diz à mãe que vai sair de casa porque a relação com seu pai está impossível. O rapaz diz que vai passar uns tempos na casa de Sérgio e Patrícia concorda que talvez seja mesmo uma boa ideia até tudo se acalmar. Ari se despede dos representantes do presidente e Virgínia diz que tem que sair para resolver problemas pessoais. Ari se ofende porque ela não diz do que se trata. André conta a Sérgio por que deu um soco em seu pai. Mateus e Newton conversam com um grupo de hóspedes quando Iara chega com pressa. Newton estranha quando a chama para uma trilha e ela diz que não vai dar. Nasinho socorre Nicolau, que conta como tudo aconteceu e pede para chamar um médico conhecido dele. Patrícia diz a Virgínia que André agüentou muitas grosserias do pai, o que justifica a agressão. Ari liga para Virgínia, que sem paciência diz que não vai atendê-lo. Escorrem lágrimas no rosto do prefeito, que fica magoado em sua sala, sentindo-se rejeitado por todos. Patrícia e Virgínia ficam impacientes com a negação de seus maridos, pois querem preparar o casamento o quanto antes e resolver de vez essa história. Patrícia vai falar com Lincon, que esbraveja que não quer ser incomodado sem ver que é ela quem entra. A esposa se impõe e diz que ele vai ter que escutá-la. Virgínia entra na sala de Ajuricaba para conversar e pede para Marta que leve a arma do delegado. Ajuricaba fica invocado e Virgínia manda que ele escute o que ela tem a dizer. Patrícia dá o ultimato a Lincon. Ou ele aceita perder a esposa e o filho de vez ou aceita o casamento de André e Sônia. Virgínia faz o mesmo com Ajuricaba. Nicolau chega à fazenda impaciente e manda Nasinho contar o que aconteceu para Beatriz e Larissa. Nasinho inventa que o senador caiu em um barranco. Iara diz a Virgílio que, ao invés de Nasinho, o senador estava no carro. Ela conta que deu uma lição em Nicolau e que se ele não ligar ela vai entregar as provas que tem. Karina liga para Nicolau e Beatriz atende. Ela diz que seu filho está ocupado e pediu para não ser incomodado. Karina fica desconfiada de que Beatriz estava mentindo e quer descobrir o porquê. Filomena está esperando, preparada para saltar, e Mateus joga charme para ela, que fica sem graça. Iara pede que Newton não a deixe vacilar no salto porque anda estressada por causa da mãe e pode cometer algum erro. Marisa diz a Querêncio que a papelada do casamento está liberada e que quer casar na igreja da praça. Arminda diz a Diana que, se perder o cargo na empresa, vai ter que voltar para a Europa. Diana fica nervosa, mas Arminda diz que ela iria junto. A menina quer saber se ela vai levar Joca e Arminda dá a entender que ele não irá junto. Diana levanta a voz e Arminda manda a menina ir para o quarto fazer seus deveres. Arminda fica pensativa na sala. Diana manda uma mensagem pelo celular contando tudo para Joca. O detetive lê a mensagem e fica triste e irritado com Léia, que percebe que se tratava de Arminda e implica com ele. Nicolau quer matar Iara e Nasinho o convence de que ainda não é a hora, mas dá certeza de que quando a poeira baixar ela vai morrer. Iara recebe a ligação de Nicolau e comemora. Virgílio respira aliviado. Karina vai a fazenda falar com Nicolau. Beatriz mente que ele acabou o que estava fazendo e pode recebê-la. Quando Karina sai, Beatriz comenta com Larissa que não acredita na história que Nasinho contou. Karina vê o estado de Nicolau e ele diz que se machucou, mas que ainda não pode falar como. O senador diz que, em breve, ela vai se encontrar com seu mestre, Flores. Filomena fala com Tito ao telefone e Mateus observa. Tito diz que vai fazer uma trilha que sempre quis e que vai demorar mais alguns dias para voltar. Mateus fala com Filó e percebe a decepção dela. Ele a olha, interessado. Filomena sente o olhar de Mateus. .

  359. Capítulo

  360. 24/01: André e Sônia vão até o meio da praça e se beijam. Joca implica com Léia e quer saber aonde ela vai. O detetive vai ao banheiro e Léia aproveita para ler uma mensagem no celular dele. Quando Joca volta, Léia guarda rapidamente o celular, se despede e vai embora. Léia vai à casa de Flores e encontra tudo escuro. Ela telefona para ele, que não atende. Léia fica incomodada e vai para a casa de Sancha, que não entende a visita inesperada. Léia explica tudo o que aconteceu. Flores está com Clorís na cama, com as luzes apagadas. Clorís pergunta se o professor está se escondendo de alguém. Flores diz que não quer ser incomodado. Clorís cai na conversa dele. Léia conta a Sancha que Flores a pediu em casamento. Sancha diz a Léia para aceitar o pedido, mas ela diz que por enquanto não vai poder porque precisa resolver umas coisas. Sancha pergunta se ela ficará cheia de mistérios e Léia fica sem jeito. Newton e Mateus remarcam o horário do salto de Filomena. Mateus vai avisá-la e a encontra no quarto com a porta entreaberta. Ele entra e vê Filó chorando. Os dois conversam sobre o casamento com Tito. Mateus se declara para Filomena e ela pede que ele vá embora. Marisa e Querêncio conversam com o padre a respeito do casamento. Querêncio se anima porque o nome do padre é o mesmo do padroeiro da cachaça, Benedito. Vírginia e Patrícia conversam sobre o casamento de Sonia e André. André dá um beijo em Sônia, que fica apreensiva. O rapaz diz que eles não precisam mais se esconder. Patrícia e Virgínia acham que o casamento de Querêncio e Marisa irá tirar a atenção do casamento de André e Sônia. Elas têm medo da reação dos maridos na hora do casamento e querem escolher um local neutro. André e Sônia vão até o meio da praça e se beijam para todos verem. Sereno aplaude os dois. André diz para Sereno espalhar a todos que eles vão se casar, e Sereno diz que fará o que ele pediu. Esculápio pergunta a Querêncio e Marisa sobre a conversa com o padre Benedito. Querêncio diz a Marisa que a quer de branco no casamento. Ela diz que não vai dar, porque o branco é o símbolo da pureza virginal. Querêncio diz que ela é a criatura mais pura de Ribeirão, porque a pureza está no coração, e comenta com Esculápio que o padre quer que ele case sem beber. Nasinho conta a Virgílio que Iara bateu no senador e ele fica apavorado. Nicolau almoça com Beatriz e Larissa. O senador diz a elas que quem manda na casa é ele e, futuramente, sua noiva. Virgílio vai tirar satisfações com Iara e diz que vai embora da cidade. Iara o impede e diz que eles ficarão até o fim juntos. Karina incentiva Zuleide a seduzir Nasinho. Nasinho conta a Nicolau sobre sua conversa com Virgílio e o senador diz que Iara vai ter o que merece. Newton vai buscar Carlos para ir a sua casa. Karina, Nasinho e Nicolau conversam sobre a infância de Nicolau. Zuleide chega e todos continuam conversando. Carlos e Newton chegam à pousada, encontram Filomena e resolvem jantar. Nicolau, Karina, Nasinho e Zuleide conversam sobre a visita do presidente a Ribeirão do Tempo. Zuleide pede a Nicolau para ser convidada caso tenha uma cerimônia para o presidente e ele diz que ela irá com Nasinho. Eles brindam e Nasinho leva Zuleide em casa, que o convida pra entrar. Os dois tomam um drinque e Nasinho beija Zuleide. Mateus dá uma flor a Filomena. Sérgio conta a Diana que André irá se casar. Romeu e Joca conversam. Querêncio convida todos para o show de despedida de Marisa.

  361. Capítulo

  362. 25/01: Joca e Arminda trocam olhares. Ajuricaba e Ari combinam de ir à despedida de Marisa na boate. Virgínia diz que Ajuricaba não está falando com Sônia e Patrícia conta que André saiu de casa. As duas decidem adiar um pouco mais o casamento para que seus maridos se acalmem. Elas pensam em procurar uma casa para André e Sônia. Lílian entra no Agito Colonial com Lincon e cumprimenta André. O rapaz diz para ela não fazer isso, já que ele agora é o inimigo número um de seu chefe e vai embora. Marisa diz a Querêncio que está se sentindo mal por ter de parar de dançar. Tito volta à pousada e conversa com Iara, Newton e Mateus, só depois procura Filomena. Filomena conta para Sancha e Léia sobre o trato que seu pai fez com Marisa para se casar. Ela diz que Marisa só fez isso porque achou que Querêncio perderia a eleição. Sem saber que Tito já está na pousada, Filomena convida Mateus para a festa de Marisa. O piloto diz a ela que Tito já voltou e ela corre para vê-lo. Mateus fica irritado por ser deixado de lado. Quando Filomena encontra Tito, fica chateada por ser tratada com o mesmo descaso e não se anima em contar sobre o salto de páraquedas. Beatriz comenta com Nasinho que está preocupada com Nicolau e ele tenta amenizar a situação. Nicolau diz a Nasinho que desconfia de que Querêncio convidou-o para a despedida a contragosto. Joca chama Arminda para acompanhá-lo na despedida de Marisa. Ela diz que vai como executiva e que ele não vai poder chegar perto dela. Léia diz a Joca que não vai a despedida. Joca desconfia de que ela irá se encontrar com o professor. Flores diz a Querêncio que não vai a despedida, pois precisa trabalhar. Newton dá uma bronca em Tito quando ele diz que não vai a despedida e aconselha o amigo a dar mais atenção para Filomena. Tito reconsidera sua decisão. Filomena fala com Mateus ao telefone para acompanhá-la na despedida de Marisa quando Tito chega e diz que vai. Mateus escuta tudo e quando Filomena faz o convite ele recusa, sentindo-se em segundo plano. Marisa conversa sobre Heleninha com Vera e não segura o choro. Querêncio chega e fica sem saber o que dizer. Vera diz para ele não dizer nada. Nicolau, Karina, Nasinho e Zuleide chegam à boate para a apresentação. Teixeira e Arminda se despedem de Diana e vão para a boate. Tito e Filomena chegam ao evento e cumprimentam Nicolau e Karina, que olha para Tito de rabo de olho. Filó percebe e fica tensa. Aflito, Esculápio avisa Querêncio e Marisa que Ari e Ajuricaba chegaram à boate. Zuleide estranha a presença de Ari e Nicolau explica que o Jumento já pastou no mesmo capim, ou seja, Marisa. Karina lança mais olhares para Tito e Filomena fica irritada, mas se segura. Marisa pede para Querêncio não arrumar confusão com Ari. Querêncio reclama com Romeu e Alfredo da presença de Ari Jumento. Sereno liga para Flores e diz que Joca está na boate. O professor pede para ele ficar de olho e avisar quando Joca sair. Marisa começa sua apresentação, que tem o Enforcado como tema. Flores chega à casa de Léia e os dois se dirigem ao quarto de Joca. Joca e Arminda trocam olhares durante a apresentação. Flores tira a pistola de um esconderijo e mostra a Léia.

  363. Capítulo

  364. 26/01: Nicolau faz um discurso. Continua a apresentação de Marisa. Ari provoca a dançarina, Querêncio fica irritado e ameaça bater nele. Romeu, Alfredo e Joca impedem o futuro prefeito. Karina observa Tito, que finge não ver. Filomena percebe e não gosta dos olhares. Newton comenta com Mateus sobre a força que deu para Tito sair com Filomena. Mateus fica indignado com a falta de atenção de Tito com Filó. Newton percebe o interesse dele em Filomena e pergunta se ele está gostando dela. Mateus diz que sim. Newton o alerta para não mexer com mulher de amigo. Flores mostra para Léia a arma de Joca e seus equipamentos de grampo. Léia não gosta de ver as armas e Flores a tranqüiliza dizendo que a obsessão de Joca é ele. O professor a ensina a tirar as balas do pente. Flores diz a Léia que Joca como detetive é uma piada muito perigosa.e ela concorda. Ao fim da coreografia, Marisa agradece a presença de todos e se despede explicando que irá se casar. Ela tira algumas partes de sua fantasia e joga ao público. Ari, bêbado, grita para tirar tudo e Querêncio ameaça bater nele. Jumento diz que já viu Marisa pelada. Querêncio empurra Ajuricaba, que tenta detê-lo, e dá um soco em Ari. Joca e outros presentes seguram Querêncio. Ajuricaba prende Querêncio. Nicolau e Nasinho encorajam Querêncio a continuar brigando. Marisa fica chateada com a confusão no final do show e Vera tenta consolá-la. Filomena pede ajuda à dançarina porque seu pai está sendo preso. Marisa fica revoltada e nega ajuda a Querêncio. Marta diz a Ajuricaba que ele está abusando de sua autoridade. Filomena tenta convencer o delegado a não prender seu pai. Ajuricaba diz que Querêncio só será liberado com habeas corpus e ameaça prender Joca. Bruno e Nicolau tentam resolver o problema de Querêncio através de telefonemas. Arminda e Teixeira conversam e ela decide ir embora sozinha. A caminho de casa, um malandro se engraça com Arminda. Joca chega e a salva. Ajuricaba tranca Querêncio com gosto na cela. Querêncio diz que ele não aceita sua vitória na eleição. Joca leva Arminda em casa e pede para ela deixá-lo entrar. Ela diz que não. Joca insiste e consegue um beijo apaixonado de Arminda. Ari reclama da vida com Virgínia quando recebe uma ligação da emissora local de TV. Ajuricaba oferece um brinde para comemorar. Joca conta a sua mãe o que aconteceu na boate. Léia fica horrorizada. Joca desconfia de que mexeram nas suas coisas. Léia fica nervosa e desconversa. Tito e Filomena aguardam notícias na delegacia. Nicolau chega com o habeas corpus, seguido por manifestantes a favor do futuro prefeito. Marta e Filomena abrem a cela e observam o desenho que Querêncio fez na parede. Nicolau faz um discurso. O pintor diz algumas palavras e vai procurar Marisa. Nasinho, Karina e Zuleide aguardam Nicolau dentro do carro, que chega e os convida para comemorar em sua fazenda. Querêncio vai à boate atrás de Marisa. O futuro prefeito dá um beijo em sua amada e é recebido sem entusiasmo. Marisa diz que não quer mais se casar. Ele fica angustiado, os dois conversam e depois se beijam. Filomena diz a Tito que não gostou dos olhares de Karina e ele não quer conversar. Ela agradece o apoio dele na delegacia. Nicolau, Karina, Nasinho e Zuleide chegam à fazenda. Beatriz e Larissa se assustam com o barulho. Beatriz vai tirar satisfação com o filho e todos ficam sem graça. Nicolau dá um fora na mãe e manda ela se retirar. Bruno e Teixeira aconselham Querêncio a escolher logo o seu secretariado, mas ele diz que só resolverá após seu casamento. Querêncio e Marisa vão ao Solar para conhecer seus aposentos. Querêncio decide mostrar a casa, se depara com o quadro que fez de sua mãe e fica pensativo. Ari diz a Virgínia que está tendo seu último ato como prefeito, escrever seu testamento.

  365. Capítulo

  366. 27/01: Zuleide e Karina vão ao encontro de Tito. Arminda e Diana conversam. Num impulso, Diana abraça e beija Arminda, que fica emocionada. Virginia tenta levantar o astral de Ari. Ele ensaia seu discurso de despedida e interrompe para atender um representante da TV local. Marisa conta seus sonhos a Querêncio. Ele diz que realizará todos os sonhos de sua amada e os dois se beijam apaixonadamente. Karina conta a Zuleide seu plano para se vingar de Tito e Filomena. Newton e Mateus perguntam a Filomena quando ela contará a Tito que se tornou paraquedista. Quando ela vai falar para Tito, ele a dispensa e a trata com descaso. Filó fica decepcionada. Tito diz que vai resolver alguns assuntos na rua e Filó se dispõe a ir com ele, mas o aventureiro não faz questão da companhia dela. Ari é convidado para ser comentarista político na emissora de TV local. Arminda comunica a Elza que Querêncio e Marisa darão as ordens na mansão. Querêncio retruca e diz que Arminda continuará no comando do Solar. Ela fica meio confusa com a situação. Karina liga para Tito e marca um encontro com ele. Beatriz vai tirar satisfações com Nicolau a respeito da bagunça do dia anterior. O senador diz à mãe que as coisas começaram a mudar, como havia prometido. Beatriz comenta com Larissa o que aconteceu com Nicolau. Larissa convida sua irmã a ir embora de casa. Ela conta que existem segredos perigosos por trás do comportamento de Nicolau. Beatriz tenta saber o que é, mas Larissa diz que só irá falar quando estiverem longe dali. Beatriz diz que nunca saberá, pois não pretende sair de casa. Joca liga para Arminda e os dois marcam de se encontrar para conversar. Joca vai encontrar Arminda e se depara com Bruno saindo da sala dela. Bruno diz a Teixeira que Arminda e Joca têm um caso. Joca diz a Arminda que ela não irá sair do Brasil e ela o beija de surpresa. Ele fica perplexo com a situação e continua dizendo seus motivos para que ela não vá. Arminda cala Joca com outro beijo. Querêncio arruma suas coisas para se mudar. Romeu pergunta ao pintor a respeito de sua despedida de solteiro e ele diz que pensará no caso. Romeu pergunta a Querêncio se ele está feliz por estar se mudando. Ele diz que sim e que só faltava Filomena estar com ele. Iara pergunta a Filó se ela já contou a Tito sobre seu voo de paraquedas. Ela diz que não achou o momento certo. Iara diz que ela não deveria contar e sim mostrar. Tito diz que não vai jantar porque irá falar com um agente de viagens de São Paulo. Karina e Zuleide se preparam para por o plano em prática e quando estão saindo da loja, Nicolau chega e convida Karina para sair. Karina diz que ia fazer outra coisa com Zuleide e quando questionada sobre o que, ela fica sem saber o que responder. Tito aguarda Karina. As duas conseguem convencer Nicolau de que irão fazer uma visita à Dona Cesinha. O senador não gosta de ser trocado, mas é convencido por Karina. Zuleide e Karina vão ao encontro de Tito. Karina pára o carro e pede a Zuleide que desça para Tito não desconfiar do plano. Karina chega e Tito vai para o carro dela. Ao entrar, eles se beijam. Zuleide fotografa tudo de seu esconderijo. O dois vão para um local mais tranqüilo para conversar. Mateus e Filomena estão conversando quando ela recebe um telefonema anônimo falando para não confiar em Tito. Ela fica intrigada com a ligação. Karina mente para Tito dizendo que ainda o ama. Ele acredita e também diz a ela que nunca deixou de amá-la. Karina o convida para ir ao motel e ele hesita, mas decide ir. Mateus conta a Newton o vacilo que deu com Filomena. Filó fica perturbada com a ligação e lembra o que Tito disse antes de sair de casa. Tito diz a Karina que está nervoso.

  367. Capítulo

  368. 28/01: Querêncio e Marisa chegam ao Solar e se beijam. Querêncio diz a Arminda que está mais nervoso com o casamento do que com a posse na prefeitura. O pintor avisa que não vai dormir no solar, pois fazer sua despedida de solteiro. Nicolau vai visitar Lilian. Os dois se beijam na sala de Lincon e são flagrados pelo mesmo. Lincon mostra uma foto de Marisa em uma pose sensual e diz que é a única que tem para publicar. Ele acha que Querêncio não vai gostar. Nicolau diz para publicar mesmo assim. Tito não consegue transar com Karina, fica constrangido e decide ir embora. Karina comenta ao telefone com Zuleide, sem entrar em detalhes, sobre o encontro com Tito. Querêncio tem um pesadelo onde é condenado à forca. Ele acorda confuso e acha que tem algum significado. Querêncio vai à casa de Sancha e Romeu. Os dois não o deixam beber. Léia, que também está na casa, entrega a ele o jornal com a manchete do casamento. Querêncio não se importa. Ajuricaba vai à prefeitura, esbraveja com Virgínia que o jornal é uma baixaria e quer falar com Ari. Jumento gosta da foto e diz que sentiu saudades das curvas de Marisa. Ari comenta que pretende estar presente no casamento de Marisa, mas não na cerimônia. Newton já está arrumado para o casamento e pergunta a Filomena sobre Tito. Ela diz que ele ainda está dormindo porque chegou tarde e que não sabe se ele vai ao casamento. Filomena, sem graça, vai acordá-lo. Ela diz a Tito que ele não precisa ir se não quiser. Tito havia esquecido e diz que vai ao casamento sim. Beatriz não quer ir ao casamento e quer saber qual o segredo que Larissa esconde. Larissa diz que depois do casamento revela seu segredo. Nicolau chega e exige que as duas estejam presentes no casamento. Arminda, Diana e Elza se preparam para ir ao casamento. Flores explica para Léia ao telefone que ela é a mulher de sua vida, mas precisa ir ao casamento com Clorís. Querêncio e seus amigos esperam o padre chegar para ir até o altar. Marisa se prepara para ir à igreja quando Ari chega em um carro e lhe entrega um embrulho enorme. Marisa agradece. Ari diz que ela está linda, dá os parabéns pelo casamento e vai embora. Marisa entra no carro a caminho da igreja. Todos aguardam o início do casamento. Marisa chega à porta da igreja e fica nervosa com a ausência de Esculápio, que vai acompanhá-la até o altar. Esculápio chega. Toca a marcha nupcial e Marisa entra emocionada na igreja. Sônia e André conversam no banco da praça sobre morar junto e o casamento deles. Lincon chega para o casamento e dá de cara com os dois. André pega Sônia e se afasta. Lincon fica irritado. Tito conversa com Filomena impaciente com o calor que faz na igreja. Mateus percebe a distância entre os dois. Ari improvisa uma apresentação para o seu programa na TV. O padre declara Querêncio e Marisa como marido e mulher. O casal recebe os cumprimentos de todos. Querêncio joga a gravata para o alto e diz que quem pegar vai ser o próximo a se casar. Sereno pega e fica animado. Marisa joga o buquê, que é pego por Vera. Querêncio e Marisa chegam ao Solar e se beijam apaixonados.

  369. Capítulo

  370. 31/01: Querêncio vai até a floresta atrás de Bill. Sereno pergunta a Joca se ele fará parte do governo de Querêncio e ele nega. Sereno debocha de Joca. Alfredo comenta com o detetive que sentirá falta de Querêncio no bar. Joca diz a Alfredo que é capaz de o pintor mudar o gabinete para o bar e os dois brindam. Os mais íntimos de Querêncio e Marisa comemoram o casamento deles e Filomena propõe um brinde ao casal. Sancha diz a todos que sentirá falta do pintor em sua casa. Esculápio diz que sentirá falta de Marisa na boate e Vera concorda. Diana também decide fazer um brinde e implica com Arminda, que disfarça. Querêncio diz a todos que sua vida será diferente do que era antes. Marisa conta a Querêncio que não se sente à vontade indo morar no Solar e que não tem vocação para ser dona de casa. Ele a convida para trabalhar na prefeitura e ela diz que quer distância de política. Karina pede para Zuleide mostrar as fotos dela com Tito. Zuleide alerta Karina de que as fotos podem cair na mão do senador e Karina diz que caso aconteça ela saberá sair da saia justa. Zuleide pergunta a Karina sobre seu encontro com Tito. A modista diz que foi frustrante. Tito e Filomena voltam do casamento. Ele se sente incomodado com o assunto amor. Iara, Newton e Filomena planejam como irão contar a Tito sobre o salto. Marisa se levanta durante a noite e deixa Querêncio dormindo. Ela pede para que Elza chame Arminda e as três conversam a respeito da nova função da dançarina. Arminda tranqüiliza a futura primeira-dama. Virgílio propõe a Iara que acelerem o plano e ela fica em dúvida. Nicolau pede conselho a Flores para acabar com a chantagem que está sofrendo. O professor propõe eliminar a chantagista e o senador gosta da ideia. Iara lembra dos olhares ameaçadores que recebeu de Nicolau e decide imprimir as fotos. Querêncio fica preocupado com a escolha do novo secretariado da prefeitura. Iara, Newton e Mateus começam a por em prática o plano de Filomena. Newton, Iara, Mateus e Tito aguardam a nova paraquedista para decolar com o avião. A nova paraquedista entra sem falar muito para que Tito não desconfie. Ele tenta puxar assunto com ela, sem sucesso. Bruno fica preocupado com o sumiço de Querêncio e Marisa o tranqüiliza. Querêncio vai até a floresta atrás de Bill. A misteriosa paraquedista revela que é Filomena e Tito fica confuso com a situação. Mateus e Newton riem da cara de preocupação de Tito, que continua sem entender nada. Ele fica entusiasmado com Filó e diz que eles precisam comemorar. Querêncio pede conselhos a Bill e o convida para ser seu secretário. Bruno diz a Teixeira que acha um absurdo ter Querêncio como prefeito. Mateus e Newton falam sobre o entusiasmo de Tito com o salto de filó. Tito conta, encantado, a novidade a Clorís. Ela fica animada com o salto da nora. Mateus e Newton se juntam a eles, que erguem a cadeira de Filó comemorando. Querêncio, Teixeira e Bruno começam a decidir o secretariado. Ari fala com Ajuricaba sobre seu programa de TV. Virginia sugere que os dois tomem cachaça para comemorar. Joca conversa com sua mãe e recebe outra ligação misteriosa. Iara marca com Joca, sem se identificar, para que ele pegue uns documentos. Querêncio vai até a casa de Sancha e lhe faz um convite.

  371. Capítulo

  372. 01/02: Virgílo desconfia de Iara. Bruno e Teixeira convidam Célia para ser secretária de turismo e ela aceita. Querêncio convida Sancha para ser sua chefe de gabinete. Ela acha que é brincadeira dele e depois pensa sobre o assunto. Joca vai até a estrada atrás do documento deixado pela pessoa misteriosa. Clorís, Filomena, Tito, Virgílio, Iara e Newton conversam a respeito do salto de Filomena. Virgílo desconfia de Iara e a ameaça. Léia vai até Flores pedir conselhos sobre seu filho e reclama com ele sobre ele andar de braços dados com Clorís. Joca chega em casa com o envelope e certifica de que não há ninguém em casa. Ele abre o envelope e vê uma foto de Nicolau com Nasinho e Virgílio e duas fotos com Nasinho, Virgílio e Ferrolho. Joca desconfia de que os quatro tenham armado a queda do avião. Flores insinua a Léia que Joca possa ter esquizofrenia. Ela fica desesperada com a possibilidade de seu filho estar doente e ele a tranqüiliza. Patrícia e Virgínia planejam o casamento dos filhos para depois da posse do prefeito. André e Sérgio conversam quando Rosa chega e começa a dar em cima de Sérgio. André incentiva a aproximação dos dois. Querêncio, Marisa, Arminda e Diana conversam a respeito do secretariado e da posse do prefeito. Bruno os interrompe dizendo que precisa falar com o futuro prefeito. Vera diz a Esculápio que está com saudades de suas antigas companheiras. Marisa liga para Vera e diz que está com saudades. Célia diz a Teixeira que tem evitado Bruno e que os dois precisam contar logo sobre o caso deles. Teixeira a aconselha a esperar a herança de Madame Durrel, o caso do resort e a situação de Arminda se resolverem. Bruno conta a Querêncio que convidou Célia para ser secretária de turismo e ele apóia a indicação. Patrícia pede a Ellen que ceda sua casa para o casamento de seu filho. Ajuricaba diz a Virgínia que ninguém irá o convencer de que André mereça sua filha e que só aceita o casamento se acontecer na casa da noiva. Bruno vê Teixeira acariciando Célia, sem ser notado. Célia diz a Teixeira para ele dizer a Bruno que estava lá o aguardando para saber sobre a indicação ao cargo na prefeitura. Bruno entra na sala e diz para os três comemorarem a indicação de Célia. Querêncio e Arminda conversam a respeito das obras do resort. Ele diz que não deixará Arminda ser afastada. Filomena conta a Tito como resolveu se tornar paraquedista. Ele fica animado e os dois ficam de frente para o outro. Um clima surge, mas Tito se afasta e vai falar com Iara. Filó fica decepcionada. Tito conta a Newton que quase deu um amasso em Filomena, mas que saiu de lá antes que pudesse fazer qualquer coisa. Newton pergunta o que o amigo está esperando para fazer isso e diz que Filó venceu o medo por ele. Tito fica confuso. Tito acaricia filó enquanto ela está dormindo. Karina vê as fotos que Zuleide tirou. Célia chega e ela esconde rápido. Nicolau vai à casa de Karina e ela mostra os desenhos para modificação da fazenda. O senador dá a ideia de mostrar para sua tia e sua mãe. Karina mostra para as duas como ficará a fazenda depois da reforma. Dália leva um balde de gelo para Nicolau colocar na bebida e ele pisca para a menina, que fica tímida. Karina reclama com o senador que ficou constrangida com a polidez de Beatriz e Larissa. A patricinha pergunta a Nicolau sobre seus planos alucinados e ele rebate que são muito lúcidos. O senador diz a ela que após a posse do prefeito irá conversar com Flores a respeito dos próximos passos do plano. Larissa conta a Beatriz que seu filho matou Érico e ela custa a acreditar. Querêncio, bêbado, conversa com o quadro de sua mãe. Bill caminha em direção à cidade.

  373. Capítulo

  374. 02/02: Flores fala ao telefone com o General. Querêncio acorda assustado com a ventania e fala com Marisa, que não está ao lado dele. Depois de perceber a ausência da esposa, o futuro prefeito grita por ela. Elza chega à casa de Marisa e Querêncio contando sobre o caos que está na cidade. Querêncio acha que a natureza não está gostando da sua vitória e fica preocupado com a chuva em seu primeiro dia de mandato. Ari chega à prefeitura com dificuldade e fica feliz de encontrar Virgínia. O prefeito diz a ela que essa é a ultima vez que entrará em sua sala. Virgínia pergunta a Ari como a meteorologia não previu o vendaval e ele diz que o vento é coisa do inferno. Ari chora e pergunta quem ele será depois que acabar seu mandato. Tito diz aos hóspedes que por causa da chuva as atividades foram suspensas. Filomena convida seu marido para ir a posse de Querêncio. Mateus interrompe o casal e pergunta se Tito vai faltar à cerimônia. Ele diz que não e Filó e Mateus ficam surpresos. Bruno e Teixeira ficam preocupados com a solenidade. Querêncio os tranqüiliza, diz que vai se despedir de sua amada e que irá passar no Já Era. Bruno e Teixeira dizem ao futuro prefeito que caso não pare de ventar, a festa irá ser cancelada. Querêncio pergunta a Bruno onde estão os operários que irão armar a festa e ele responde que só estão esperando o vento passar. Bruno, Teixeira e Querêncio chegam ao bar e encontram tudo fechado. O futuro prefeito bate na porta e Alfredo abre. Todos ficam ouvindo Ventania contar o porquê de seu apelido. Ari diz a Ajuricaba o quanto está triste de passar a faixa de prefeito. O delegado manda o amigo parar de fazer drama. Sereno diz a marta que chegou mais cedo porque quer ficar perto de pessoas vips como ela. Ari fica preocupado com o atraso do futuro prefeito e diz que a ventania é um sinal de que ele não irá assumir. Beatriz conta a sua irmã que não fará nada que seu filho pedir enquanto não esclarecer as coisas. Nicolau promete a Dália que irá levá-la na cachoeira e que dará um presente a ela. Dália diz que ficará esperando. Beatriz e Larissa avisam a Nicolau que não vão à posse de Querêncio. Ele fica irritado e declara guerra às duas. O senador manda Beatriz e Larissa tomarem cuidado e elas ficam apavoradas. Joca liga para Arminda para falar a respeito das fotos que recebeu. Os dois marcam de conversar depois da posse. Nicolau convida Karina para se mudar para a fazenda antes de se casarem. Sancha fica nervosa e Léia pergunta o que irá acontecer. Ela diz que não pode falar. Todos ficam preocupados com a demora de Querêncio. Ele chega e manda Romeu ir atrás de Bill. Todos ficam tranqüilos. Romeu leva Bill para a posse. Ari faz seu discurso de despedida e passa a faixa para Querêncio. Karina diz a Zuleide que irá falar com Tito e Filomena e ela diz à amiga para não aprontar. Querêncio promete surpresas para seu mandato. Karina implica com Filó e Tito e os convida para passarem na boutique. Ela diz que eles são adultos e podem ser amigos. Bill entra na cerimônia e fica espantado. Flores fala ao telefone com o General. Querêncio diz que irá cumprir sua missão começando por Ribeirão. Todos aplaudem. Arminda recebe a ligação de Andréa, que diz que chegou uma correspondência do Doutor Seixas. Ela sai, Joca percebe e vai atrás. Querêncio nomeia Sancha como chefe de gabinete. Léia fica invocada porque Sancha não tinha contado nada a ela. Joca chega à empresa e pede para falar com Arminda. Arminda conta a Joca que saiu a decisão do juiz e que as obras do resort provavelmente serão interrompidas. Joca tenta consolá-la e ela chora. Querêncio chama Requião ao palco, dizendo ser mais um de seu secretariado. O pintor anuncia Bill como secretário do silêncio e todos ficam surpresos. Querêncio e seu secretariado seguem para a sala do prefeito. Ari, Ajuricaba e Rebelo ajustam os detalhes do programa de Jumento e brindam. Querêncio tira foto na cadeira do prefeito para coroar a posse. Sereno e André se encontram na praça e o vento começa a cessar. Sereno fica aterrorizado.

  375. Capítulo

  376. 03/02: Flores comemora a decisão do juiz com Sereno. Querêncio se reúne com seus secretários e Lincon tira algumas fotos. A ventania na cidade diminui. Querêncio pede para Virgínia levar cada secretário para sua sala, mas pede para Bill e Sancha permanecerem com ele. Newton e Iara estranham a atitude seca de Filomena quando perguntam sobre a posse de Querêncio e comentam com Tito. Ele diz que Karina foi falar com os dois só provocar Filomena. No quarto, Filó relembra o encontro com Karina na posse e chora de raiva e tristeza. Newton e Iara dizem para Tito conversar com Filomena e quando ele está a caminho, Virgílio aparece com um problema urgente da pousada e os dois vão para o escritório. Ajuricaba e Ari ligam para Virgínia e querem saber sobre o que Querêncio está conversando. Ela diz que não trabalha para os dois e sim para o povo. Querêncio oferece uma casa na cidade para Bill, que faz que não com a cabeça. Ele pede para Sancha tomar conta de Bill. Ela ri sem entender nada e diz que está tudo bem. Quando Bill sai da sala, Virgínia leva um susto e desliga o telefone. Bill a olha sério. Teixeira exige falar com Arminda, que pediu para não ser incomodada. Arminda está aos beijos com Joca na sala quando o interfone toca. Arminda diz para o detetive sair. Teixeira conta a Arminda que a decisão final de fechar o resort foi dada e exige que ela faça alguma coisa a respeito. Flores comemora a decisão do juiz com Sereno. Arminda se recompõe e coloca Teixeira na parede dizendo que ele e Bruno queriam esse resultado para prejudicá-la. Arminda quer segurar a notícia o máximo de tempo possível. Teixeira adverte Arminda de que não se sabe até quando a diretoria será dela. Flores avisa Nicolau da decisão e os dois marcam de se encontrar no dia seguinte para comemorar. Nicolau, que bebe com Karina, Zuleide e Nasinho conta, eufórico, a novidade. Querêncio conversa com Marisa sobre o seu dia na prefeitura e eles se arrumam para a festa da posse. Célia e Bruno conferem se está tudo pronto para a festa quando chega um caminhão que traz um barril gigante de cachaça. Teixeira chega e chama Bruno e Célia para conversar reservadamente. Teixeira dá notícia aos dois e diz que falou com seu amigo na Europa. Eles esperam que Bruno seja nomeado no lugar de Arminda com a ajuda desse amigo, Thomas. Elza diz a Diana que Arminda não parece bem. A menina vai conversar com Arminda, que diz que talvez elas tenham que ir para a Europa. Diana fica aflita e pergunta sobre Joca. Arminda tenta acalmá-la. As duas se abraçam tristes com a situação. A festa continua. André e Sônia dançam. Sereno toma cachaça. Mateus, Newton e Iara esperam Tito para ir à festa. Tito vai conversar com Filomena para ver se a anima. Mateus demonstra interesse sobre o que está acontecendo com o casal e Newton o corta. Filomena confessa a Tito que ficou magoada com a atitude de Karina e os dois têm uma longa conversa sobre o acordo. Tito se declara para Filó. Karina confirma com Zuleide o plano de enviar as fotos para Filomena. Tito e Filó se beijam apaixonadamente. Rosa chama Sergio para dançar. Iara bate na porta de Filomena e Tito. Eles dizem através da porta que Iara pode ir porque eles vão ficar em casa. Tito deita Filomena na cama e a beija.

  377. Capítulo

  378. 04/02: Beatriz diz a Larissa que vai confrontar Nicolau. Iara diz a Newton e Mateus que Filó e Tito estão trancados no quarto fazendo as pazes. Mateus tenta disfarçar a amargura. Sereno vai pedir um beijo para Fátima, que o empurra. O rapaz, que já tomou umas e outras, fica exaltado e acaba falando que ninguém sabe do que ele é capaz. Elza sai com Fátima sem entender nada. Sereno segue Fátima até a casa do professor e a agarra por traz quando entra. Ele diz que quer fazer coisas com ela. Fátima ri e chama pelo professor para rir com ela. Léia fica assustada com a gritaria de Fátima e Flores desce. Sereno continua descontrolado tentado agarrar Fátima, que se desvia. Flores diz para Sereno parar com isso e dá uma bronca nele. Rosa dá em cima de Sérgio. O rapaz fica nervoso porque é virgem e tenta inventar uma desculpa para ir embora. Joca conta a Newton que Virgílio pode estar envolvido na sabotagem do avião. O instrutor pede para ver as provas. O detetive diz que ainda não pode mostrar e manda Newton ficar de olho em Virgílio. Mateus confessa a Iara que não desistiu de Filomena. Querêncio pede para que todos dancem em roda. O povo, bêbado, dança junto. Depois de relacionar com Filomena, Tito dorme. Filomena relembra da declaração de seu amado e sorri triunfante. Nicolau e Karina estão para ir embora e a modista comenta a ausência de Filomena e Tito. Filomena prepara o café da manha para Tito e conversa com Iara sobre a festa. Tito fica sem graça com o café da manhã na cama. Marisa tenta acordar Querêncio porque Arminda quer conversar com ele. Querêncio senta à mesa do café da manhã para conversar com Arminda. Ari conta a Ajuricaba sobre a decisão judicial e comemora. Arminda fala sobre o embargo e suas conseqüências a Querêncio, que fica preocupado. Flores dá uma bronca em Sereno e diz que tem um trabalho urgente para ele: postar um protesto contra o desemprego com o fechamento do resort no site do Comando Invisível. Fátima chega de ressaca na sala de Flores e também leva uma bronca do professor. Iara liga para Joca, combina o local de pagamento e reforça o pedido de sigilo com as fotos. Beatriz diz a Larissa que vai confrontar Nicolau sobre o que ele disse. Beatriz entra sem bater na sala de Nicolau, que está ao telefone. Ela diz que quer falar sobre a morte de Érico. Lincon chega para falar com Nicolau e Larissa manda que Dália avise. Beatriz começa a falar e Dália bate à porta. Nicolau diz que depois conversa com Beatriz e chama Lincon. Joca vai falar com Arminda e aguarda ser chamado. Iara pede para falar com Virgílio. Bruno sai da sala de Arminda e é arrogante com Joca ao perguntar o que ele faz ali. Joca diz que não é de sua conta e Bruno comenta que esse tipo de situação vai acabar. Joca fala com Arminda sobre o comentário de Bruno e ela diz que ele veio fazer ameaças. Iara fala para Virgílio que está na hora de pedir a grana alta.

  379. Capítulo

  380. 07/02: Rosa paquera Sérgio. Iara diz a Newton e Mateus que Filó e Tito estão trancados no quarto fazendo as pazes. Mateus tenta disfarçar a amargura. Sereno vai pedir um beijo para Fátima, que o empurra. O rapaz, que já “tomou umas”, fica exaltado e acaba falando que ninguém sabe do que ele é capaz. Elza sai com Fátima sem entender nada. Sereno segue Fátima até a casa do professor e a agarra por trás quando entra. Ele diz que quer fazer coisas com ela. Fátima ri e chama pelo professor para rir com ela. Léia fica assustada com a gritaria de Fátima e Flores desce. Sereno,descontrolado, tenta agarrar Fátima que desvia. Flores diz para ele parar com isso e dá uma bronca. Rosa paquera Sérgio, o rapaz fica nervoso porque é virgem e tenta inventar uma desculpa para ir embora. Joca conta a Newton que Virgílio pode estar envolvido na sabotagem do avião. O instrutor pede para ver as provas. O detetive diz que ainda não pode e manda Newton ficar de olho em Virgílio. Mateus confessa a Iara que não desistiu de Filomena. Querêncio pede para que todos dancem em roda. O povo todo bêbado dança junto. Depois de passar a noite com Filomena, Tito dorme. Filomena relembra a declaração de seu amado e sorri triunfante. Nicolau e Karina, ao ir embora da festa, sentem a ausência de Filomena e Tito. Filomena prepara o café da manha para Tito e conversa com Iara sobre a festa. Tito fica sem graça com o café da manhã na cama. Marisa tenta acordar Querêncio porque Arminda quer conversar com ele. Querêncio toma café da manhã com Arminda. Ari conta a Ajuricaba a decisão judicial e comemora. Arminda fala sobre o embargo e suas conseqüências a Querêncio, que fica preocupado. Flores diz a Sereno que tem um trabalho urgente para ele: postar um protesto contra o desemprego com o fechamento do resort no site do Comando Invisível para incitar a revolta na cidade. Fátima chega de ressaca na sala e também leva uma bronca do professor. Iara liga para Joca e combina o local de pagamento. Beatriz diz à Larissa que vai confrontar Nicolau sobre o que ele disse. Beatriz entra sem bater na sala de Nicolau, que está ao telefone. Ela diz que quer falar sobre a morte de Érico. Lincon chega para falar com Nicolau e Larissa manda que Dália o avise sobre a visita. Beatriz começa a falar e Dália bate à porta. Nicolau diz que depois conversa com Beatriz e chama Lincon. Joca vai falar com Arminda e aguarda ser chamado. Iara pede para falar com Virgílio. Bruno sai da sala de Arminda e é arrogante com Joca ao perguntar o que ele faz ali. Joca diz que não é de sua conta e Bruno comenta que esse tipo de coisa vai acabar. Joca fala com Arminda sobre o comentário de Bruno e ela diz que ele veio fazer ameaças. Iara fala para Virgílio que está na hora de pedir a grana alta.

  381. Capítulo

  382. 08/02: Bruno e Teixeira alfinetam Arminda. Arminda desabafa com Joca e quase diz que considera Diana como filha. Joca também desabafa com Arminda a respeito das fotos e da investigação, e ela fica perplexa. Iara diz a Virgílio que, se não agirem logo, vão acabar muito mal. Preocupado, Virgílio quer mais informações sobre Iara. Diz que é melhor agilizar a fuga e que um não saiba aonde o outro vai. Joca conta a Arminda que as mesmas pessoas que estão por trás do atentado contra ele são responsáveis pelos assassinatos do senador e de Heleninha, além da sabotagem do avião. Ela o alerta para ir mais devagar. Newton vai à casa de Ellen, diz que não agüenta mais essa situação e que quer conversar com Guilherme. Ela fica em dúvida, mas acaba concordando. Diana vai falar com Guilherme, que chateado, é grosso com ela. Ela o lembra como era legal a época em que andavam juntos. Ele fica mexido e a convida para tomar um sorvete na praça. Querêncio chega à prefeitura e Virgínia diz que a chefe de gabinete é invocada. Ele acha graça, diz que ela late, mas não morde. Querêncio conta a Sancha sobre o problema do resort, que fica incrédula. Ela o aconselha a ir falar com Bill. O prefeito gosta da idéia e a manda ir junto. Nicolau combina com Lincon o que farão em relação à paralisação das obras do resort. O senador diz que, quanto mais polêmica, melhor. Arminda chega à reunião e conta que irá recorrer da decisão do juiz. Bruno e Teixeira alfinetam Arminda e dizem que ela não está em condições de continuar no cargo e seria melhor pedisse demissão. Ela fica irritada e avisa que não precisa de conselheiros. Querêncio conta seus problemas para Bill e Sancha não o leva a sério. Mas Bill o escuta com atenção. Guilherme tenta conversar com Newton. Ellen e Patrícia conversam sobre o casamento de Sonia e André, ela conta o problema com seu filho. Newton conta a Guilherme que descobriu uma pista e pede um voto de confiança de sua mãe e Carlos. Ele deixa escorrer uma lágrima e aperta a mão de Newton. Lincon espera para entrevistar Arminda. Ele fala para Lilian que irá conseguir o teor da sentença do juiz. Filomena conta à Iara e a Mateus que ela e Tito estão conversando mais. Mateus fica incomodado. Karina diz a Zuleide que planeja enviar as fotos a Filomena. Newton conta a Tito sobre sua conversa com Guilherme. Tito fica feliz pelo amigo e conta que não deveria ter transado com Filó. Newton o chama de enrolado e diz que uma hora ela dará um pé na bunda dele. Tito fica pensativo. Lincon entrevista Arminda. Virgínia conta a Patrícia as condições que seu marido impôs ao casamento de seus filhos. Virgínia fica irritada com a situação e diz que irá conversar com Lincon. Sônia conta a André as condições que seu pai deu e ele fica revoltado. Rosa pergunta a André e Sônia se Sérgio é gay. Nicolau está de saída para Brasília e Beatriz diz que ele não irá antes que eles terminem de conversar. Nicolau pergunta se ela está desconfiada de que ele matou seu pai. Ele pega a arma e diz que se ele for culpado Deus o matará. Nicolau pega uma arma da gaveta e deixa somente uma bala e gira o tambor. Ele coloca na sua própria cabeça e aperta o gatilho. A arma não dispara. Ele aponta a arma para a mãe e na hora de atirar, mira em algo próximo. A arma dispara e Beatriz desmaia. Larissa e Dália escutam o barulho e vão até lá para ver o que aconteceu. Romeu e Alfredo conversam sobre o novo prefeito. Romeu pergunta se Alfredo sabe sobre o programa de TV do jumento. Bruno conta a Querêncio sobre a obra do resort. Virginia os interrompe para mostrar o programa de Ari na TV. Patrícia tenta conversar com Lincon, que a interrompe para ver TV. Ari na TV diz que ninguém se livrou dele.

  383. Capítulo

  384. 09/02: Larissa leva um médico para ver sua irmã. Ari critica Querêncio na TV, que fica irritado. Querêncio diz que Jumento terá o que merece. Ajuricaba e Rebelo ficam entusiasmados com o programa de Jumento. Patrícia conta que o delegado quer que o casamento seja na casa dele. Lincon fica inconformado e diz que não entra lá de jeito nenhum e ela busca forças para agüentar. Ari recebe os parabéns pelo programa e fala que se o pintor acha que se livrou dele, é um engano. Larissa leva um médico para ver sua irmã, e este recomenda a ela repouso. Ela se levanta e conversa com Larissa, que implora para que ela descanse. Beatriz diz a Larissa que Nicolau está louco e não pode responder mais pelos seus atos. As duas ficam desesperadas. Nasinho leva Zuleide para passear. Os dois conversam com Karina sobre as obras do resort. Querêncio chega em casa e pergunta a Elza se as pessoas viram o programa de Jumento e diz que espera que ninguém acredite nas asneiras dele. O prefeito chega em casa e conversa com Marisa a respeito do programa de Ari. Ela o aconselha a pensar mais em seus atos e ele diz que nada de mal pode acontecer a ele. Bruno e Teixeira contam a Célia o que aconteceu na empresa. Os dois falam que o importante é tirar Arminda do poder. Arminda, Marisa, Querêncio e Diana conversam no jantar. O prefeito conta a Arminda que Bruno foi conversar com ele, na prefeitura. Arminda conta o plano dele e de Teixeira para tirá-la do poder. André conversa com Sérgio sobre Rosa. André propõe que o amigo resolva o problema com ela imediatamente e ele desconversa. Virgínia conta a Sônia que os preparativos do casamento pararam. Ela acusa a filha de escolher o namorado de propósito, só para chamar atenção. Patrícia conta a André que os preparativos do casamento pararam, ele fica irritado e resolve tirar satisfações com o pai. Carmem conta a Ellen que Guilherme está enfiado no quarto e ela resolve ir ver o filho. Guilherme conta a sua mãe que deu um voto de confiança a Newton e que se cansou de ficar com raiva do mundo. Ellen fica feliz e os dois se entendem. André diz que se casa com o pai indo ou não e tem o apoio de sua mãe. Lincon diz que não irá. Nasinho convida Zuleide para ir à boate. Ela diz que não, mas acaba concordando em ir. Nasinho convida Zuleide para fazer sexo a três com Vera. Ela fica ofendida e deixa a boate, seguida por Nasinho. Ele tenta falar com ela, mas Zuleide o manda embora. Teixeira vai à prefeitura falar com o prefeito. Arminda liga para Joca para marcar um encontro. Teixeira conta a Querêncio que sua herança pode estar ameaçada se ele continuar apoiando Arminda. Léia pergunta o que Joca acha sobre Sancha ser chefe de gabinete. Ele diz que ela está com inveja de Sancha. Léia, preocupada com seu filho, quer saber como ele se sente e recomenda que ele vá ao médico. Ele diz que quem precisa de uma consulta é ela. Joca se encontra com Arminda. Ele conta que não pode confiar mais na mãe e ela concorda. Bruno e Teixeira comemoram a suspensão das obras do resort. Patrícia diz a Virgínia que já podem realizar o casamento de seus filhos.

  385. Capítulo

  386. 10/02: Nicolau liga para Flores para confirmar o encontro. Bruno e Teixeira conversam sobre a obra embargada e debocham de Arminda. Bruno vai falar com Arminda, ela não está e ele não gosta. Arminda diz a Joca que acha que a destituição está perto e que, se perder o cargo, voltará para a Europa. Ele fica tenso e nervoso, mas tenta convencê-la do contrário. O detetive diz para ela parar de renunciar a seus sentimentos como se eles fossem fraqueza. Ela fica tensa e enxuga as lágrimas. Diana diz a Guilherme que talvez tenha que ir embora do Brasil, e que não quer ir. Ela revela que acha que vai ter que fugir novamente. Arminda fala a Joca que não pode abandonar tudo por sentimentalismos e que ele tem uma visão romântica da vida. Ele fica triste e diz que ela indo embora estará arruinando a vida dele, de Diana e a dela própria. Ela pede para que ele a beije para esquecer os problemas. Virgínia e Patrícia acertam os últimos detalhes do casamento. Virgínia diz a Patrícia que ela tem que convencer seu filho a morar na casa dela. Ajuricaba bebe e pede a Cardoso que não conte a ninguém sobre o casamento de sua filha e o motivo de ela estar se casando tão rápido. Lincon desabafa seus problemas com Ellen e ela tenta colocá-lo para cima. André e Sônia tiram a sorte no realejo. Felizes os dois dançam no meio da praça. Flores diz a Sereno para ele mandar o comando invisível instigar os operários a se revoltarem por perder o emprego. E diz que irá fazer uma visita ao novo prefeito. Flores pergunta a Virgínia sobre o governo de Querêncio e ela prefere não opinar. Bruno diz ao mestre de obras que o trabalho paralisadas e pede para que ele não confirme o boato. Flores entrega o quadro a Querêncio e o aconselha a por em todos os lugares da cidade. Joca diz a Arminda que acha que Flores está por trás de todos os crimes da cidade e que ele não esá sozinho. Ela diz para ele não se meter com esse tipo de gente e tomar cuidado. Flores, Sancha e Querêncio conversam sobre a obra do resort. Sancha diz que os operários não aceitaram a notícia quietos. Flores aconselha o prefeito a acusar o governo federal e estadual e ele gosta da idéia. Bruno, Teixeira, Célia, Querêncio e Arminda conversam sobre o resort. Bruno conta que a carta de paralisação chegou e que os operários estão inquietos com a notícia. Querêncio conta a todos o conselho do professor. Sérgio e André passam a Carmem a ordem do comando invisível e todos resolvem se manifestar. Léia vai até casa de Flores falar sobre seu filho. Arminda diz a Querêncio que acha engraçado o conselho do professor, sendo que foi ele que provocou a situação. Teixeira diz que o conselho é inútil e o prefeito fica sem saber o que fazer. Arminda diz para ele se preparar para dias difíceis na prefeitura. Clóris vai à casa de Flores e Fátima inventa uma desculpa para mandá-la embora. Léia diz ao professor sobre o caso de Joca e Arminda. Ele pede para que ela continue a deixá-lo a par de tudo. Beatriz e Larissa conversam sobre Nicolau. Beatriz tem a idéia de pedir ajuda ao professor Flores para dar um jeito em seu filho. Zuleide conta a Karina sobre o encontro com Nasinho. O senador chega de Brasília e convida a dona da boutique para um jantar e ela aceita. Zuleide encontra Nasinho no caminho de casa e ele a convida para ir até o Agito. Eles conversam e conseguem se entender. Nasinho propõe um brinde à primeira briga do casal. Nicolau liga para Flores para confirmar o encontro. Karina fica ansiosa porque vai conhecer quem é o misterioso professor. Iara propõe a Filó que ela se torne uma instrutora de saltos e ela diz que é demais para ela. Filomena troca de roupa e Tito a chama para saltar com ele amanhã. Ela diz que não e ele se aproxima e dá um beijo em sua esposa.

  387. Capítulo

  388. 11/02: Joca mexe no grampo que fez no casarão. Nasinho encontra Virgílio na boate. Nasinho diz para ele continuar de olho nos movimentos de Iara e ele concorda. Nicolau apresenta Flores a Karina. Os três vão à biblioteca para conversar. Nasinho diz a Vera que está quase convencendo Zuleide de fazer sexo a três. Ela diz que é paga para satisfazer a freguesia. Karina diz que quer participar da revolução que Flores está preparando. Ele e Nicolau explicam todo o plano para moça. Querêncio diz a Marisa que está sentindo o peso da responsabilidade. Ela o aconselha a não perder as esperanças em relação ao resort e se beijam. Karina pergunta se flores quer matar o presidente com um tiro. Ele diz que não, que ele tem que morrer de uma forma bem brasileira. O professor diz que vai ser uma execução difícil. Sonia diz à mãe que não queria se casar em casa. Virgínia explica que, devido à situação, quanto mais simples melhor. Ela ainda reclama que não quer morar com seu pai depois do casamento. Virgínia diz que o dinheiro que ela e Patrícia ganham não dá pra sustentar um aluguel. As duas dizem que a criança virá com uma grande missão de paz. André e seu pai brigam por causa do casamento. Lincon se arrepende e chama o filho para ter uma conversa. Ele aconselha o filho a tomar cuidado com Ajuricaba. Karina agradece a Flores por confiar nela. Nicolau diz a Karina que ela tem que ir morar o mais rápido possível na fazenda. Ela diz que não pode sair de casa de uma hora para outra e ele a tranqüiliza dizendo que vão preparar a chegada dela. Célia conta a Bruno que o prefeito pretende fazer o dia da cachaça em Ribeirão. Ele recebe um telefonema da obra e fica assustado. O mestre de obras do resort diz a Bruno que os operários estão inquietos com a notícia da paralisação. Ele fica nervoso e diz que vai correndo até lá. Bruno pede para Célia ligar para Arminda e pedir para ela ir até a obra. Arminda conta a Querêncio o problema no canteiro de obras. Ele decide ir falar com os funcionários. Marisa e Arminda o aconselham a não ir, mas ele diz que é do povo e vai até eles. Bruno e Matias ficam desesperados enquanto um operário discursa para o resto. O professor mostra uma bomba artesanal para sereno. Flores diz a Sereno que pretende explodir a prefeitura. Ele diz que o Comando Invisível tem que falar para os operários virem em marcha para a cidade e invadirem a prefeitura. Sereno vai repassar a ordem para o Comando. Querêncio chega a obra para conversar com os trabalhadores. Bruno e Matias ficam mais tranqüilos. Léia conta a Joca sobre a ira dos operários e que o prefeito foi até lá apaziguar a situação. Ele quer saber seArminda foi também e sua mãe diz que não. Querêncio começa a discursar e Jorge o interrompe. O prefeito o chama de companheiro e o operário diz que ele não é companheiro de bacana. A confusão se alastra e todos gritam que vão quebrar as coisas. Lincon chega com sua máquina e pergunta a Bruno o que está acontecendo. Joca mexe no grampo que fez no casarão. Flores arma a bomba. Ele vai até a janela e vê Joca andando disfarçando. Ele diz que a hora de Joca está chegando. Joca troca as fitas do gravador sem ser percebido. Ele vai até o trabalho de Arminda. Ela conta a Joca os problemas com os operários. Ele diz que o professor vai aproveitar da confusão para tentar alguma coisa. Ela fica preocupada e pede para que ele tome cuidado e eles se beijam. Flores diz ao general que eles conseguiram e que ele está empenhado em fazer os trabalhadores reagirem. Completa que ele terá uma notícia bombástica. Querêncio fica chateado por não ter conseguido nada com os operários. Matias diz a ele que Jorge é representante do Comando Invisível. Jorge propõe aos outros operários irem para cidade fazer uma passeata. Karina diz a Zuleide que mandou as fotos para Filomena. Virgílio recebe a encomenda de Filó e põe no quarto dela. Filó chega à prefeitura e Sancha diz a ela que o pai foi até o canteiro tentar resolver a situação com os operários.

  389. Capítulo

  390. 14/02: Flores arma a bomba. Nasinho encontra Virgílio na boate. Nasinho diz para ele continuar de olho nos movimentos de Iara e ele concorda. Nicolau apresenta Flores a Karina. Os três vão à biblioteca para conversar. Nasinho diz a Vera que está quase convencendo Zuleide de fazer sexo a três. Ela diz que é paga para satisfazer a freguesia. Karina diz que quer participar da revolução que Flores está preparando. Ele e Nicolau explicam todo o plano para moça. Querêncio diz a Marisa que está sentindo o peso da responsabilidade. Ela o aconselha a não perder as esperanças em relação ao resort e se beijam. Karina pergunta se flores quer matar o presidente com um tiro. Ele diz que não, que ele tem que morrer de uma forma bem brasileira. O professor diz que vai ser uma execução difícil. Sonia diz à mãe que não queria se casar em casa. Virgínia explica que, devido à situação, quanto mais simples melhor. Ela ainda reclama que não quer morar com seu pai depois do casamento. Virgínia diz que o dinheiro que ela e Patrícia ganham não dá pra sustentar um aluguel. As duas dizem que a criança virá com uma grande missão de paz. André e seu pai brigam por causa do casamento. Lincon se arrepende e chama o filho para ter uma conversa. Ele aconselha o filho a tomar cuidado com Ajuricaba. Karina agradece a Flores por confiar nela. Nicolau diz a Karina que ela tem que ir morar o mais rápido possível na fazenda. Ela diz que não pode sair de casa de uma hora para outra e ele a tranqüiliza dizendo que vão preparar a chegada dela. Célia conta a Bruno que o prefeito pretende fazer o dia da cachaça em Ribeirão. Ele recebe um telefonema da obra e fica assustado. O mestre de obras do resort diz a Bruno que os operários estão inquietos com a notícia da paralisação. Ele fica nervoso e diz que vai correndo até lá. Bruno pede para Célia ligar para Arminda e pedir para ela ir até a obra. Arminda conta a Querêncio o problema no canteiro de obras. Ele decide ir falar com os funcionários. Marisa e Arminda o aconselham a não ir, mas ele diz que é do povo e vai até eles. Bruno e Matias ficam desesperados enquanto um operário discursa para o resto. O professor mostra uma bomba artesanal para sereno. Flores diz a Sereno que pretende explodir a prefeitura. Ele diz que o Comando Invisível tem que falar para os operários virem em marcha para a cidade e invadirem a prefeitura. Sereno vai repassar a ordem para o Comando. Querêncio chega a obra para conversar com os trabalhadores. Bruno e Matias ficam mais tranqüilos. Léia conta a Joca sobre a ira dos operários e que o prefeito foi até lá apaziguar a situação. Ele quer saber seArminda foi também e sua mãe diz que não. Querêncio começa a discursar e Jorge o interrompe. O prefeito o chama de companheiro e o operário diz que ele não é companheiro de bacana. A confusão se alastra e todos gritam que vão quebrar as coisas. Lincon chega com sua máquina e pergunta a Bruno o que está acontecendo. Joca mexe no grampo que fez no casarão. Flores arma a bomba. Ele vai até a janela e vê Joca andando disfarçando. Ele diz que a hora de Joca está chegando. Joca troca as fitas do gravador sem ser percebido. Ele vai até o trabalho de Arminda. Ela conta a Joca os problemas com os operários. Ele diz que o professor vai aproveitar da confusão para tentar alguma coisa. Ela fica preocupada e pede para que ele tome cuidado e eles se beijam. Flores diz ao general que eles conseguiram e que ele está empenhado em fazer os trabalhadores reagirem. Completa que ele terá uma notícia bombástica. Querêncio fica chateado por não ter conseguido nada com os operários. Matias diz a ele que Jorge é representante do Comando Invisível. Jorge propõe aos outros operários irem para cidade fazer uma passeata. Karina diz a Zuleide que mandou as fotos para Filomena. Virgílio recebe a encomenda de Filó e põe no quarto dela. Filó chega à prefeitura e Sancha diz a ela que o pai foi até o canteiro tentar resolver a situação com os operários.

  391. Capítulo

  392. 15/02: Os operários chegam à praça em passeata. Sancha pergunta a Filomena se ela pretende contar a seu pai sobre seu salto de paraquedas. Filó acha que seu pai ficará zangado com a notícia e Sancha a aconselha a esperar seu pai voltar para contar. Querêncio volta para a prefeitura e é recebido por Sancha e sua filha. Os três conversam sobre o problema na obra. O novo prefeito, decepcionado, conta que esperava outra reação dos operários e Sancha o adverte que ele não faz mais parte do povo. Filó deixa para contar a novidade outro dia. Bruno conta a Arminda que os trabalhadores saíram do canteiro de obras e a adverte que sabia que a situação ia acabar assim. Filomena encontra Karina e as duas trocam alfinetadas. Filó conta a ela que está bem com seu marido e que até pulam de paraquedas juntos. Karina fica irritada e diz para ela temer os perigos da terra e não do céu. Tito conta para sua mãe que o congresso nacional de turismo de aventura vai ser em Ribeirão e que será ótimo para pousada. Clorís diz a seu filho que fica feliz por ele e sua esposa estarem se entendendo. Tito diz a ela que talvez o relacionamento dê certo. Mateus comenta com Newton que acha que não tem chances com a Filomena e o amigo o aconselha a investir em outra garota. Os operários chegam à praça em passeata. Sereno vê e vai contar a Flores. Joca e Alfredo estão conversando no bar e escutam o barulho dos trabalhadores na praça. Romeu chega contando que os operários estão na praça protestando. Joca pede uma cachaça para acompanhar de perto a bagunça. Arminda pede ajuda á polícia para proteger a empresa. Ela diz a Teixeira que tem medo de ficar com papel de Judas e ele diz a ela que isso não terá, pois foi um problema de responsabilidade e competência. Flores chega a praça animado, Sereno aparece carregando uma sacola grande e Joca observa os dois sem ser visto. Ajuricaba diz que não pode resolver o problema de Arminda e pede para que Marta peça ajuda a polícia militar. Ela diz que eles não poderão ajudar e o delegado explode. Sônia, André, Sérgio e Carmem estão no Agito e Sérgio decide ler o manifesto do comando invisível. Todos resolvem ir à praça ver e Rosa pede para que Sérgio fique. Jorge instiga os trabalhadores a tirarem satisfações com o prefeito. Romeu apressado vai avisar a Sancha. Ele avisa a Sancha e Virgínia que os trabalhadores pretendem invadir a prefeitura. Virgínia com medo liga para Ajuricaba. Sancha tenta convencer Querêncio que os trabalhadores estão enfurecidos. Ele diz que não tem problema, mas ela diz para ele pensar na época em que ele era do povo. O prefeito fica sem reposta. Virgínia avisa que já telefonou para delegacia. Nicolau aconselha Karina a fechar a loja e diz que suspeita que o mestre apronte alguma coisa. Filomena chega trazendo notícias sobre a cidade. Ao chegar no quarto, ela vê o envelope vermelho com as fotos. Ela abre o envelope e fica chocada com que vê. Karina diz a Zuleide que encontrou Filó. Ela diz que Filó virou paraquedista, e que acha que ela não viu as fotos ainda. Filomena não consegue acreditar nas fotos que vê. Os funcionários do resort começam a se manifestar e Sereno caminha discretamente entre eles. Flores observa de um ponto distante e não percebe que está sendo observado por Flores. Ellen espera para falar com o prefeito. Os operários invadem e saem arrastando o que tem na frente. Sereno entra com sua sacola e vai até um móvel grande. Querêncio pergunta o que está acontecendo e é atropelado pelos operários. Jorge entrega a carta para Querêncio levar ao governador e ao presidente. Flores acompanha tudo, da praça, fingindo ler o jornal. Joca continua observando Flores. Arminda chega e pergunta a Joca sobre os acontecimentos. Ele a atualiza e diz que está na cola do professor. Ellen e Virgínia tentam acalmar os operários. Sereno, sem que ninguém perceba, põe uma caixa de madeira com a bomba embaixo do móvel grande. Virgínia aconselha Ellen a ir embora, mas ela diz que vai esperar mais um pouco. Filomena, irritada, vai até Tito, diz que precisa falar com ele e que o está esperando no quarto. Ela mostra para Tito as fotos do envelope vermelho. Romeu, Sancha Querêncio ainda tentam conversar com os trabalhadores. Ajuricaba chega a prefeitura tentando por ordem no local. Ellen diz a Cardoso que ficará aguardando para falar com o prefeito. Ajuricaba entra no gabinete, mas Querêncio diz que já está tudo resolvido. A bomba e explode e todos ficam apavorados.

  393. Capítulo

  394. 16/02: Jorge presta depoimento a Marta e Cardoso. Querêncio, Ajuricaba, Sancha, Jorge e os outros ficam nervosos com toda a fumaça. O prefeito tenta descobrir o que aconteceu. O delegado diz que foi uma bomba. Sancha acha uma mulher ferida, reconhece Ellen e pede ajuda para socorrê-la. Flores observa a prefeitura sombrio. Arminda assustada pergunta a Joca o que foi que aconteceu e ele explica que foi uma explosão na prefeitura. Ele observa o professor, e o vê trocando olhares com Sereno, que desaparece na multidão.. Arminda o chama para ir lá ver, mas ele diz que está observando o professor Flores. Ela o manda parar de obsessão e o convence a ir até lá. Sancha faz procedimentos de primeiros socorros em Ellen e diz que ela está bem, apesar do estado de choque. Ajuricaba prende Jorge como principal suspeito do atentado a prefeitura. Arminda e Joca chegam a prefeitura e ficam assustados com o que vêem. Filomena pede explicações sobre as fotos de Karina e Tito. Ele não consegue se explicar, mas confessa que é ele nas fotos. Ele explica e Filomena quer saber onde ele foi depois do beijo. Tito prefere não dizer. Filó chora e ele fica desesperado, sem saber o que fazer. Newton pergunta a Mateus por que Filomena estava tensa daquele jeito. Ele diz que não sabe, mas que acha que algum barraco irá rolar. Iara chega e os três começam a tentar saber o que está acontecendo. Tito tenta conversar com Filomena. Ela diz que não quer conversa e só quer saber se ele transou com Karina. Ele tenta desconversar e acaba confessando. Filó fica irritada e diz que acabou tudo entre os dois. Ela o acusa de quebrar o trato, o expulsa do quarto e, quando ele sai, cai no choro. André, Sérgio, Sônia e Carmem chegam a prefeitura e vêem o caos que está. Sérgio pergunta a Alfredo o que aconteceu, ele diz a Carmem que acha que a irmã dela se machucou e conta sobre a bomba. Ela vai atrás da irmã. Flores entra na prefeitura sem falar com ninguém. Joca diz a Arminda que garante que o professor está por trás do atentado. E ela o manda falar baixo. Carmem chora ao ver a irmã. Sancha e Romeu a amparam. Ajuricaba algema Jorge e Flores tenta interceder a favor do operário. Ajuricaba pede para que ele não interfira no trabalho dele. Sereno escreve outro recado do comando invisível. Lincon chega a praça e começa a fotografar o acontecimento. Sancha diz a Carmem que a irmã dela ficará boa e ela confessa que está com medo. Romeu também a ajuda. Lincon fotografa os três e Carmem fica irritada escondendo o rosto. Flores passa apressado por Lincon, que pergunta a ele sua opinião sobre o caos. Ele diz que isso é trabalho da conspiração azul e diz que tem um trabalho urgente a fazer. E o fotógrafo fica pensativo. Newton, Iara e Mateus conversam quando Tito aparece atordoado. Eles tentam saber o que aconteceu. Tito reluta, mas acaba explicando que pisou feio com Filomena. Iara diz que vai até ela e ele concorda. Newton e Mateus ficam preocupados. Iara chega ao quarto de Filó e a vê os prantos. Ela tenta ajudar, mas a amiga diz que não quer conversar. Iara insiste dizendo que amigos servem pra isso e então Filó mostra a fotos, fazendo com que ela fique perplexa. Newton e Mateus tentam acalmar Tito. Mateus percebe que está sobrando e se despede. Newton então insiste para que o amigo conte e Tito acaba desabafando. Ele desconfia que Karina armou tudo isso e fica indignado. Newton tenta acalmá-lo e diz para ele pensar em Filó. Virgílio chega e conta sobre a bomba na prefeitura. Os dois ficam chocados com a notícia. Larissa conta a Beatriz que explodiu uma bomba na prefeitura, e ela fica nervosa. Ela tenta contar a Nicolau, que diz que já sabe de tudo e que está indo até lá prestar socorro às vítimas, e tomar uma providência. Sua mãe diz para ele ter cuidado. Karina vai até a empresa e tenta falar com seu pai. Joca continua dizendo a Arminda que foi o professor Flores o culpado da explosão e ela pede para que ele, antes de falar, ache provas para não ser acusado de difamação. Ela o manda embora, mas antes que Joca saia, eles se beijam. Célia, Bruno e Teixeira conversam sobre a explosão. Karina chega dizendo que está assustada com a movimentação. Bruno recebe uma ligação da Europa e é aconselhado a dizer que precisa mudar o comando no Brasil. Querêncio chega em casa e é recebido por Marisa e Arminda. Ele diz que Ellen está sendo operada e que sabe que nenhum dos operários é o terrorista. Diana escuta Querêncio e pede para ir visitar Guilherme. Arminda tenta impedir, mas ela diz que pode ser tarde demais. Guilherme Carmem, Virgínia e Ajuricaba aguardam notícias sobre Ellen. Carmem pergunta a um médico como está sua irmã. Ele não diz muita coisa. Newton chega atordoado, tentando conseguir alguma informação. Ele e Ajuricaba acabam discutindo dentro do hospital. O delegado ameaça prendê-lo, mas Virgínia o leva para fora. Guilherme vai até Newton, que o abraça. Flores manda Sereno mandar uma mensagem em nome do comando invisível, acusando a conspiração azul. Iara conversa com Tito a respeito de Filomena. Ele diz que vai conversar com ela, mas ela o aconselha a não ir. Filó arruma uma mala e lembra da conversa que teve com Tito aos prantos. Clóris conversa com Tito e Iara quando Filomena aparece com as malas, dizendo que vai embora. Ele pede para que ela fique, mas ela já está decidida a ir. Jorge presta depoimento a Marta e Cardoso, afirmando que não tem culpa de nada. Ajuricaba pergunta a Marta sobre o depoimento e ela diz que Jorge afirma que não sabe quem pôs a bomba e que desconfia da conspiração azul. Ele reclama dizendo que isso é para enlouquecê-lo. Lincon está no jornal resolvendo a manchete, quando chega Nicolau. Ele conta ao senador que recebeu um comunicado da conspiração azul assumindo a responsabilidade do atentado. Guilherme fica revoltado com a situação de sua mãe e Carmem tenta consolá-lo. Ele recebe uma ligação de Diana. Virgínia fica preocupada achando que Sônia estava lá. Elas conversam sobre o casamento. Virgínia para a conversa para ver o programa de Ari na televisão. Querêncio e Marisa assistem o programa de Ari e ele diz que anotará tudo para devolver na hora certa.

  395. Capítulo

  396. 17/02: Teixeira conta a Bruno que Arminda deixará o cargo. Joca está no bar conversando com Romeu e Alfredo e conta que sabe quem é o responsável pela bomba, mas que só poderá dizer quando reunir as provas. Querêncio acaba de assistir ao programa de Jumento irritado. Filomena chega com uma mala e Querêncio e Marisa ficam surpresos. Ela é questionada o porque de estar lá. Filó responde que foi um problema na pousada. Seu pai fica desconfiado e tenta saber o problema. Ela decide falar que foi um desentendimento com Tito. Marisa providencia um quarto para Filó. Ela decide visitar Ellen. Tito, irritado, liga para Karina para tirar satisfações, mas não consegue falar nada. Karina está com Célia, Bruno e Nicolau. Ela atende, ninguém responde e ela fica satisfeita ao ver o número de Tito no visor. Os outros continuam conversando e Nicolau faz uma pergunta a Karina, mas ela está absorta em seus pensamentos e não responde. Ele pergunta novamente e ela se atrapalha para responder. Clorís, Iara, Mateus e Virgílio conversam sobre as coisas que andaram acontecendo em Ribeirão. Tito passa por eles dizendo que está apressado e precisa resolver um assunto. Sua mãe fica preocupada e pede para que ele fale o que é, mas ele sai e a deixa falando sozinha. Filomena e Arminda decidem ir até o hospital ver Ellen. Querêncio diz a elas que não poderão vê-la, pois o estado dela é grave. Arminda diz que o importante é ela saber que estiveram lá. Tito vai até a casa de Karina, furioso, e diz que tem que conversar com ela. Bruno e Senador se levantam tentando proteger Karina. Tito é grosso e diz que seu papo é com ela e ninguém tem que se meter. Nicolau vai para cima dele e os dois começam a brigar. Bruno tenta separar e acaba levando as sobras. Os dois são separados e Tito diz a Bruno e Célia que a filha deles mandou fotos para sua esposa. Bruno e um empregado levam o detetive para fora e Karina fica triunfante e satisfeita com que viu. Nicolau pergunta a Karina que fotos são essas que Tito falou. Ela se sente ofendida e inventa uma história. Nicolau fica só a observando. Filomena e Arminda chegam ao hospital e perguntam informações sobre Ellen, prestando solidariedade. Tito chega todo machucado. Filomena desvia o olhar. Karina pergunta a Nicolau se ele ficou irritado com ela por causa de Tito. Ele diz que não, porque ela mostrou que não leva desaforo para casa. O senador diz que os dois vieram para cavar o abismo e espalhar o horror e Karina fica excitada. Ela tira roupa e vai para cima dele. Carmem conta a todos o que presenciou na prefeitura. Filomena se oferece para buscar um café para ela. Tito vai atrás de sua esposa e tenta conversar. Ela diz que não tem o que conversar e que, quando ela sentir que pode falar, ela o chamará. Eles terminam de vez. Ela o deixa sozinho e vai entregar o café para Carmem. Arminda diz que é preciso se revezar no hospital, que não adianta ficar todo mundo lá. Newton diz que vai ficar e fala para Guilherme e Carmem irem para casa, que assim que tiver notícias ele ligará. Tito oferece para levá-los, mas Filó diz que Arminda veio de carro. Tito fica observando angustiado. Filomena se oferece para dormir com Carmem e Guilherme, mas ela diz que não precisa. Ela segue com Arminda comentando como está preocupada com Guilherme. Arminda pergunta a ela sobre o casamento dela com Tito. Ela hesita e diz que Tito pisou na bola com ela. Arminda diz que, se precisar pode contar com ela. As duas ficam em silencio. Elza diz a Arminda que o quarto de hóspedes está com infiltração. Ela diz que Diana ofereceu seu quarto para ela dormir e já se instalou no quarto de Arminda. Arminda oferece algo para comer a Filó, que diz que só quer tomar um banho e dormir. Filomena se prepara pra deitar e lembra da briga com Tito e começa a chorar. Tito conta a Newton que, no dia que foi ao motel com Karina, eles não transaram, pois ele percebeu que não tinha mais nada a ver os dois juntos. Newton diz que pode ser tarde demais. Tito percebe que estava falando de seus problemas e não perguntou nada a seu amigo. Newton diz que é bom para esquecer os problemas e conta que quase bateu no delegado. Teixeira fala ao telefone. Arminda chega e ele a cumprimenta debochado. Teixeira conta a Bruno que Arminda deixará o cargo e os dois comemoram. Arminda chega a sua sala e fala com Andréa sobre os afazeres do dia, ela resolve checar seus emails e fica preocupada com a notícia que acaba de chegar. Célia e Sancha tentam convencer Virgínia a sair de sua sala e dividir com Bill, ela se recusa. Célia recebe a ligação de Teixeira, que diz que Arminda perdeu seu posto na empresa. Ela pergunta se um substituto foi nomeado e ele diz que não é para ela ao contar a ninguém sobre isso. Arminda, Bruno e Teixeira se reúnem para dar a notícia oficial a Arminda que ela terá que deixar o cargo. Bruno diz que ele ocupará o cargo provisoriamente. Sonia, Virgínia e Patrícia conversam sobre o casamento e decidem que o casório será no dia seguinte. Sônia fica surpresa. André vai até o jornal tentando convencer seu pai, mais uma vez, de ir ao seu casamento. Ele se nega e os dois acabam discutindo. Arminda conta a Filomena que foi destituída do seu cargo no Brasil e ela pergunta a amiga o que ela fará agora. Teixeira vai até a prefeitura e conta a Querêncio que Arminda deixou seu cargo e ele fica perturbado com a notícia. A dama de ferro liga para Joca e pede para que ele a encontre imediatamente. Teixeira aconselha o prefeito a não interferir no problema de Arminda, para que ele não tenha perigo de perder a herança. Ele não gosta de não poder se meter e pede a opinião de Sancha e Bill, que estão ouvindo toda a conversa. Ela fica pensativa e Bill dá um leve sorriso. Joca chega a casa de Arminda e ela lhe dá um beijo avassalador, Ele pergunta o que aconteceu. Ela, com um olhar perdido, diz a Joca que perdeu o cargo e vai ter que ir embora do Brasil.

  397. Capítulo

  398. 18/02: Joca decide levar Arminda ao Já Era. Joca tenta convencer Arminda a permanecer no Brasil, mas ela diz que não vai se submeter a Bruno. Sônia diz a André que eles vão se casar no dia seguinte e quer saber se ele vai morar junto dela na casa de Ajuricaba até o bebê nascer. André concorda e diz para avisar Ajuricaba. Os dois ficam felizes e apreensivos ao mesmo tempo. Virgínia arruma a sala de casa para o casamento, enquanto Ajuricaba resmunga e diz que nunca é consultado. Arminda demora a chegar em casa e Marisa pede a Elza para servir o jantar. Querêncio diz a Filomena que tentou ajudar Arminda, mas Teixeira disse que ele poderia atrapalhar mais do que ajudar. Diana e Filomena insistem com Querêncio, e dizem que não confiam no “varapau”. Léia liga para Joca, ele diz que está de campana e desliga. A mãe do detetive acha que ele está delirando, como Flores havia dito. Diana conversa com Filomena sobre o casamento com Tito e ela diz que acabou de vez. Newton tenta convencer Tito de que ele se envolveu com Filomena e o aventureiro diz que não está mal por isso, mas por não ter cumprido o acordo do casamento. Filó vai conversar com Sancha, que percebe sua tristeza. Joca diz a Arminda que não tem porquê eles se esconderem mais, já que ela vai embora de Ribeirão. Para surpresa de Joca, Arminda concorda e sugere ir beber alguma coisa no centro histórico. Quando descem do carro na praça, algumas pessoas estranham o casal. Joca decide levar Arminda ao Já Era. Romeu, Cardoso e Ivo estão no boteco quando o casal entra. Perplexidade geral. Léia conta a Flores que Joca sumiu. O professor diz que ele pode estar envolvido em alguma organização clandestina e Léia fica nervosa. Flores pede para ela contar tudo quando Joca reaparecer. Lorota pede para todo mundo voltar a beber, ou vão deixar Arminda sem graça. Clorís discute com Tito sobre o empréstimo e o casamento. Filomena desabafa com Sancha. O médico diz a Guilherme que sua mãe está estabilizada e vai melhorar. Patrícia conta a Carmen o que o médico disse e ela fica mais calma. Léia está sentada no colo de Flores quando Sereno entra sorrateiro e tenta contar uma fofoca, mas o professor o bota para fora. Joca deixa Arminda no Solar e tenta mais uma vez convencê-la a ficar no Brasil. Ela diz que vai tentar ficar até o final do semestre para não atrapalhar os estudos de Diana. Joca sai e Arminda relembra o dia em que o conheceu. Arminda e Querêncio conversam sobre a destituição do cargo e Diana fica angustiada. André se despede do pai e pede mais uma vez para ele ir ao casamento. Lincon diz que é impossível e Patrícia ajuda o filho com as malas. Ajuricaba resmunga sobre a decoração do casamento. Virgínia estoura de raiva acumulada e diz que ele destruiu o sonho dela e da filha de um casamento digno na igreja. Virgínia sai e Ajuricaba fica em graça e pensativo. Diana conta para Carmen que já esqueceu André, e Guilherme tenta disfarçar a felicidade. Bruno e Teixeira aguardam Arminda, que está trancada na sala ao telefone. Ajuricaba diz a Ari que não acha que o líder dos operários seja o responsável pela bomba. O delegado implica com Sérgio, dizendo que ele é um ator. Virgínia se emociona ao ver Sônia vestida para casar. Sônia usa um vestido elegante, mas não de noiva. Lincon resmunga sobre o casamento do filho para Lilian. Começa o casamento de Sônia e André.

  399. Capítulo

  400. 21/02: Virgínia se emociona ao ver Sônia vestida para casar. Joca tenta convencer Arminda a permanecer no Brasil, mas ela diz que não vai se submeter a Bruno. Sônia diz a André que eles vão se casar no dia seguinte e quer saber se ele vai morar junto dela na casa de Ajuricaba até o bebê nascer. André concorda e diz para avisar Ajuricaba. Os dois ficam felizes e apreensivos ao mesmo tempo. Virgínia arruma a sala de casa para o casamento, enquanto Ajuricaba resmunga e diz que nunca é consultado. Arminda demora a chegar em casa e Marisa pede a Elza para servir o jantar. Querêncio diz a Filomena que tentou ajudar Arminda, mas Teixeira disse que ele poderia atrapalhar mais do que ajudar. Diana e Filomena insistem com Querêncio, e dizem que não confiam no “varapau”. Léia liga para Joca, ele diz que está de campana e desliga. A mãe do detetive acha que ele está delirando, como Flores havia dito. Diana conversa com Filomena sobre o casamento com Tito e ela diz que acabou de vez. Newton tenta convencer Tito de que ele se envolveu com Filomena e o aventureiro diz que não está mal por isso, mas por não ter cumprido o acordo do casamento. Filó vai conversar com Sancha, que percebe sua tristeza. Joca diz a Arminda que não tem porquê eles se esconderem mais, já que ela vai embora de Ribeirão. Para surpresa de Joca, Arminda concorda e sugere ir beber alguma coisa no centro histórico. Quando descem do carro na praça, algumas pessoas estranham o casal. Joca decide levar Arminda ao Já Era. Romeu, Cardoso e Ivo estão no boteco quando o casal entra. Perplexidade geral. Léia conta a Flores que Joca sumiu. O professor diz que ele pode estar envolvido em alguma organização clandestina e Léia fica nervosa. Flores pede para ela contar tudo quando Joca reaparecer. Lorota pede para todo mundo voltar a beber, ou vão deixar Arminda sem graça. Clorís discute com Tito sobre o empréstimo e o casamento. Filomena desabafa com Sancha. O médico diz a Guilherme que sua mãe está estabilizada e vai melhorar. Patrícia conta a Carmen o que o médico disse e ela fica mais calma. Léia está sentada no colo de Flores quando Sereno entra sorrateiro e tenta contar uma fofoca, mas o professor o bota para fora. Joca deixa Arminda no Solar e tenta mais uma vez convencê-la a ficar no Brasil. Ela diz que vai tentar ficar até o final do semestre para não atrapalhar os estudos de Diana. Joca sai e Arminda relembra o dia em que o conheceu. Arminda e Querêncio conversam sobre a destituição do cargo e Diana fica angustiada. André se despede do pai e pede mais uma vez para ele ir ao casamento. Lincon diz que é impossível e Patrícia ajuda o filho com as malas. Ajuricaba resmunga sobre a decoração do casamento. Virgínia estoura de raiva acumulada e diz que ele destruiu o sonho dela e da filha de um casamento digno na igreja. Virgínia sai e Ajuricaba fica em graça e pensativo. Diana conta para Carmen que já esqueceu André, e Guilherme tenta disfarçar a felicidade. Bruno e Teixeira aguardam Arminda, que está trancada na sala ao telefone. Ajuricaba diz a Ari que não acha que o líder dos operários seja o responsável pela bomba. O delegado implica com Sérgio, dizendo que ele é um ator. Virgínia se emociona ao ver Sônia vestida para casar. Sônia usa um vestido elegante, mas não de noiva. Lincon resmunga sobre o casamento do filho para Lilian. Começa o casamento de Sônia e André.

  401. Capítulo

  402. 22/02: Ajuricaba discursa e se emociona. Filomena relembra um beijo de Tito e chora. Sônia e André trocam alianças. Lincon sai a passos largos da redação. Lilian esboça alguma reação, mas ele a manda cuidar do jornal. André e Sônia recebem os parabéns quando Lincon entra correndo. Ele cumprimenta o filho dá os parabéns ao casal. André fica feliz com a presença do pai. Lincon e Ajuricaba fingem que não se vêem. Diana quer que Carlos faça as pazes com Guilherme. Ajuricaba discursa e se emociona. Lincon também discursa.. Arminda entrega o cargo e Bruno faz um discurso de posse dizendo que faltou pulso firme na administração. Arminda se retira discretamente. Andréa se despede, emocionada, de Arminda. Iara e Mateus percebem que Tito está triste. Tito senta-se na cama e relembra o dia em que ele e Filomena ficaram na cama e não foram para a festa na Praça do Enforcado. Ele recosta na cama, com uma expressão de sofrimento. Mateus liga para Filomena e quer marcar para encontrá-la. Ela o chama para tomar um sorvete. Arminda dispensa o motorista e volta para casa a pé. Ela passeia pelo centro histórico, sentindo-se livre e leve. Ela liga para Joca e o chama para tomar um sorvete. Joca chega e dá um beijo em Arminda, que pela primeira vez não o empurra. O detetive estranha e ela pede para ele relaxar. Arminda se diz mais leve. Tito conta para Newton que está sentindo falta de Filó e está triste. Diana não quer que Elza a busque mais na escola. Mateus chega ao Solar. Diana diz que ele é um gato e o piloto devolve o elogio, dizendo que nesse castelo só tem princesa. Diana pergunta se ele tem namorada e Elza a leva para o quarto. Filó pergunta sobre Tito e Mateus diz que ele anda calado. O piloto pergunta se é definitivo e Filó assente. Tito caminha pela praça amargurado. Mateus limpa o rosto de Filomena que está sujo de sorvete e rola um clima entre os dois, mas Elza interrompe. Tito está na porta e Filomena manda Elza deixá-lo entrar. Newton pressiona Zuleide porque suspeita que ela esteja envolvida nas fotos de Karina e Tito. Zuleide nega e Newton diz que essa brincadeira custou o casamento deles. Zuleide pede para ele ficar com Carlinhos e Newton aceita. Ela vai saindo e ele a segura, dizendo que ainda não terminou. Mateus fala que está de saída e deixa Filó com Tito. Newton diz para Zuleide não envolver Carlinhos nas armações de Karina, que chega e eles disfarçam. Tito pede que Filomena volte para a pousada para que possam ser ao menos amigos. Filó diz que vai pensar e Tito fica esperançoso. André e Sônia saem do Bar Colonial e Rosa aproveita para puxar Sérgio. Ela pede para que o rapaz fique mais um pouco e vá embora com ela. Ele tenta despistar a moça que é direta: quer ir ao motel tomar uma saideira com ele. Patrícia diz a Lincon para admitir que foi ao casamento de André para não decepcioná-lo. Ele esboça um sorriso encabulado, abraça Patrícia e lhe dá um beijo. Iara fala para Virgílio agitar o plano para tirar o dinheiro do Senador e fugir. Ajuricaba diz a Virgínia que André vai ter que ajudar nas tarefas de casa, já que não paga aluguel. Ela diz que seria um absurdo Sônia pagar aluguel para morar na própria casa. Os dois chegam e Ajuricaba lança um olhar desafiador para o rapaz.

  403. Capítulo

  404. 23/02: Karina ameaça demitir Zuleide. Virgílio liga para Nasinho e marcam de se encontrar no dia seguinte. Virgínia tenta aliviar o clima tenso entre Ajuricaba, Sônia e André. Ajuricaba tenta conversar em particular com seu novo genro para explicar as normas de conduta da casa, mas é cortado por Virgínia e Sônia. André diz a Sônia que fará o possível para não aceitar as provocações do delegado. Filomena desabafa com Arminda sobre a traição de Tito. A dama de ferro tenta aconselhar a amiga, que fica pensativa. Tito comenta com Iara, enciumado, a visita de Mateus a Filomena no Solar. Iara pergunta a Tito se Filó topou voltar à pousada e ele diz que ela ficou de pensar. Mateus chama Tito para tomar uma cerveja. Mateus pergunta a Tito sobre sua conversa com Filomena e leva um fora do paraquedista. Filomena se lembra das coisas que Mateus disse e fica pensativa. Zuleide confessa a Nasinho que ficou curiosa para saber como é sexo a três. Ele a convence a assistir Vera dançar. Nasinho diz a Vera que Zuleide a está convidando para ir a sua casa tomar um drinque. Zuleide fica sem graça com a proposta. Marisa liga para Esculápio para saber sobre a boate. Ao desligar o telefone, a primeira dama fica pensativa. André acorda, deixa Sônia dormindo e vai tomar café. Ajuricaba aproveita que o genro está sozinho e tenta ter a conversa do dia anterior. Sônia chega e pergunta o que está acontecendo. André explica que ele e Ajuricaba concordaram que a melhor política de convivência é o respeito entre eles. Zuleide chega atrasada na boutique e Karina pergunta o que aconteceu. Ela tenta desconversar, mas Karina a obriga a contar tudo. Zuleide fica sem graça. Virgílio diz a Nasinho que Iara pediu um milhão de reais para que o assunto se encerre de uma vez por todas. Ele fica irritado e diz que o senador ficará furioso. Virgílio concorda. Karina ameaça demitir Zuleide caso ela não conte os detalhes de sua noite com Nasinho e Vera. Ela não acredita, mas Karina a manda pagar para ver e ela decide contar. Filomena vai até o hospital dar uma força a Carmem. As duas conversam sobre o estado de Ellen e sobre o casamento de Filó. Filomena volta para o Solar e, encontra Mateus e o convida para entrar. Mateus diz que Tito não gostou de ele tê-la visitado. Filomena diz para ele não ligar, pois são amigos. Ele aproveita e diz que gostaria de ser mais que um amigo. Ela diz que ainda gosta de Tito e ele diz que a espera. Nasinho conta a Nicolau que Iara quer um milhão. Ele diz que essa chantagem tem que acabar e que o primeiro passo é matar Iara. Virgílio e Iara pensam em um plano reserva, caso o senador resolva fazer algo. O senador dá a ordem para Nasinho acabar com Virgílio e Iara.

  405. Capítulo

  406. 24/02: Newton dá uma bronca em Mateus. Beatriz fica curiosa com as freqüentes visitas de Nasinho a Nicolau. Ela pede para acompanhar mais de perto as documentações e o senador a corta. Ela tenta conversar com Nicolau a respeito de suas atitudes e reclama que a casa também é dela. Nasinho vai até a boate atrás de Vera, que pergunta se ele quer outro programa. Ele diz que não, que só está aguardando um cliente. Joca e Romeu conversam sobre a explosão na prefeitura e o detetive diz que tem um suspeito. Ele avista Virgílio saindo do carro e vai apressado, atrás dele. Virgílio pergunta a Nasinho se ele tem uma resposta do senador e ele diz que tem mais que uma resposta. O que deixa Virgílio intrigado. Joca entra como quem não quer nada, e observa os dois de longe. Querêncio reclama de não poder fazer nada na prefeitura. Filomena pergunta ao pai sobre os problemas da empresa. Diana aproveita o assunto e implora para que Querêncio não deixe que Arminda volte para Europa. Nasinho diz a Virgílio que o senador lhe dará dois milhões para matar Iara. Ele fica confuso, mas Nasinho o convence. Arminda diz a Diana para não se meter com a sua viagem para a Europa. Diana diz que não irá sem o Joca e ameaça a fugir. Arminda pede um voto de confiança. Joca e Arminda se encontram escondidos, ele tenta beijá-la e ela desvia. Joca conta que viu Nasinho conversando com Virgílio na boate, e decide ligar para Newton. O detetive pede para que Newton fique de olho em Virgílio, sem que ele desconfie. Nicolau conta a Flores seu plano para acabar com a chantagem de Iara. O professor ajuda, fazendo planos para quando o dossiê vier à tona. Newton dá uma bronca em Mateus por ter ido visitar Filomena. Newton chama Virgílio para tomar uma cerveja, que pergunta sobre Iara. Newton o observa desconfiado. Tito não consegue dormir e lembra da transa com Filomena. Arminda conversa com Joca sobre a ida dela para a Europa. Ele diz que não acredita que ela vá embora e Arminda diz que já se decidiu. Eles se beijam e se despedem. Léia diz a Joca que Arminda irá para Europa e o largará aqui. Ele fica irritado, faz um discurso sobre amor e vai se deitar. Aflita, ela diz que o professor tem razão que seu filho está delirando e que é tudo por causa de Arminda. Querêncio não fica contente com seus afazeres como prefeito. Virgílio diz a Iara que conversou com o senador e inventa uma desculpa para ela. Ela vai pegar outro paraquedas e ele o manuseia pensando no que Nasinho o disse no dia anterior. Com a presença de jornalistas, Querêncio, que está bêbado, recebe Quintas, o representante da presidência, e eles conversam a respeito da visita. Virgílio está resolvendo com Tito problemas da pousada e sai para receber um telefonema misterioso. Querêncio cai bêbado na frente de todos os fotógrafos. Filomena vai até a pousada para ter uma conversa com Tito.

  407. Capítulo

  408. 25/02: Mateus convida Filomena para saltar de paraquedas. Querêncio não entende como caiu diante do representante da Presidência. Sancha o avisa que foi por causa da cachaça e o adverte a largar a bebida, pois é o prefeito da cidade. O prefeito fica indignado e custa a acreditar. Filomena diz a Tito que vai voltar a morar na pousada, ele alegre tenta beijá-la. Ela o corta, diz que não é como ele está pensando e ele fica sem entender. Mateus conta a Newton que ficou triste em ver Filó e Tito juntos de novo. Filomena explica a Tito que só ficará na pousada para transformá-la num empreendimento de sucesso. Ele tenta explicar que não é mais os negócios que estão em jogo, mas ela está decidida. O paraquedista fica surpreso com a reação de sua esposa. Ari recebe as fotos de Querêncio bêbado no chão. Jumento mostra ao delegado as fotos que recebeu. E Ajuricaba o incentiva a mostrá-la em seu programa. Iara, Newton, Mateus e Tito voltam dos saltos e encontram com Filomena. Tito pergunta a Filó aonde ela vai. Ela diz a Tito que vai ao solar e ele se oferece para levá-la. Ela recusa e pede para que Mateus a leve. Tito não gosta da idéia. Mateus pergunta a Filomena sobre a sua volta à pousada. Ela explica que só voltou como amiga e Mateus fica entusiasmado com a notícia. Filomena conta a Diana que está voltando para pousada. Arminda conversa com Filomena a respeito de sua volta para pousada. Filó explica o motivo de estar voltando e a pergunta sobre sua história com Joca. Arminda fica incomodada com o assunto, mas diz que voltará para Europa de qualquer maneira. Ari se prepara junto com Marta e Ajuricaba para começar mais um programa. Jumento mostra em seu programa a foto que recebeu anonimamente. Querêncio fica indignado com que vê e ameaça acabar com Ari. Bruno, Teixeira e Célia tentam acalmá-lo. Marisa observa a cena, calada. Todos comentam sobre o mico de Querêncio na prefeitura. Marisa fica irritada e tenta aconselhar o marido. Querêncio diz que o povo não vai se deixar levar pelo Jumento, mas Célia diz que é exatamente do povo que ela tem medo. Tito pergunta sobre Filomena e Mateus, mas ninguém tem notícias dos dois. Mateus investe mais uma vez em Filomena, que pede para que ele não seja apressado. Filó pede para que eles sejam bons amigos e ele concorda. Marisa pede para Querêncio parar de beber e ele fica angustiado com o pedido. Tito pergunta a Filomena porque ela demorou. Ela conta que foi tomar um sorvete com Mateus e ele fica com ciúmes. Guilherme conta a Newton e Carmem que sonhou que o assassino de seu pai tinha sido preso. Newton dá força a ele e diz que tem que focar na recuperação de sua mãe. Iara conversa com Virgílio sobre o plano de extorsão. Tito chama Iara, que deixa o paraquedas aberto. Virgílio percebe que é sua chance de por seu plano em ação. Mateus convida Filomena para saltar de paraquedas. Newton, Guilherme, Carmem e Patrícia recebem a notícia que Ellen saiu do coma e Guilherme vai vê-la.

  409. Capítulo

  410. 28/02: Filomena aceita saltar. Mateus tenta convencer Filomena a saltar, mas ela está insegura. Tito chega e não gosta de ver a intimidade entre os dois. Filomena aceita saltar, Mateus se anima e Tito fica com ciúmes. Virgílio troca as linhas do paraquedas de Iara, sem que ninguém perceba. Elza conta a Arminda que saiu Querêncio de uma maneira bem estranha. Querêncio diz a Virgínia que muita coisa irá mudar na cidade. Newton fica emocionado com a recuperação de Ellen. Guilherme conta a ele que sua mãe está muito bem e pede para que entre para vê-la. Newton explica o acidente para Ellen e se beijam. Iara arruma o paraquedas sem saber que ele foi sabotado. Iara manda Virgílio ligar para o senador para cobrar uma resposta. Ele diz para ela não se preocupar e a incentiva a ir saltar de paraquedas. Tito conta a Iara que Filomena irá saltar e ela fica animada com a notícia. Querêncio conta a Sancha, Célia e Bill que somente irá beber uma vez na semana e que vai criar uma lei regulando o consumo da cachaça. A Lei Úmida diz que ninguém pode beber durante seis dias da semana e que no sétimo, todos são obrigados a beber. Célia e Sancha ficam chocadas com a nova lei mas Querêncio diz que não está brincando. Ele pede que Virgínia entre em contato com Rebelo para anunciar a nova lei na tevê. Sancha e Célia o aconselham a pensar bem antes de anunciar a lei. Filomena, Iara e Mateus conversam sobre manutenção de paraquedas. Iara tranqüiliza Filó sobre a segurança do equipamento. Virgílio olha apreensivo o avião decolar, e torce que Iara morra logo. Virgílio liga para Nasinho e conta que, a qualquer momento, Iara vai saltar com um paraquedas sabotado. Nasinho diz que ele só deveria dizer isso quando Iara estivesse morta e que, caso ela sobreviva, quem morrerá será ele. Virgílio espera ansiosamente a queda de Iara. Iara, Tito e o aluno saltam do avião. Tito e o aluno abrem seus paraquedas. Iara abre o seu, que começa a girar alucinadamente. Tito assiste apavorado. Filomena e Mateus, do avião, vêem Iara rodopiando e ficam alarmados. Tito fala pelo rádio com Mateus que acha que Iara desmaiou e não tem como ajudar. Filomena decide saltar para tentar salvá-la. Mateus a aconselha a não fazer isso, mas ela está decidida. Filomena salta e posiciona o seu corpo para pegar mais velocidade. Ela a alcança, solta o paraquedas defeituoso e aciona o reserva de Iara. Mateus e Tito vibram com a façanha de Filó. Mateus liga para ambulância e pede o resgate. Todos pousam seguros e Tito corre até Iara, que ainda está desmaiada. Ela acorda um pouco confusa e Filomena começa a chorar de alegria. Célia vai a empresa contar a Bruno e Teixeira a mais nova invenção de Querêncio. Sancha vai ao bar e conta a Romeu e Alfredo sobre a Lei Úmida. Diana pede ajuda a Joca para não deixar Arminda ir para Europa. Elza diz a Arminda que Diana não foi à escola e ela pede que a empregada se acalme porque já sabe onde a menina está. Arminda vai ate à casa de Joca, mas ele não está. Léia pede para que as duas tenham uma conversa e a puxa para dentro de sua casa pelo braço.

  411. Capítulo

  412. 01/03: Sereno dá em cima de Fátima. Diana vai ao solar com Joca. Elza conta a Diana que Arminda ficou furiosa quando soube que ela matou aula. Ela diz que estava com Joca. Arminda tenta sair da casa de Joca, mas Léia a impede e Arminda decide ouvir o que Léia tem a dizer. Ela pede que Arminda deixe seu filho em paz e alega que ele está perdendo a sanidade por sua culpa. Arminda diz que não é culpada de nada e que Joca está muito lúcido. Léia então fala para ela ir embora para Europa. Arminda diz que sua ida de Ribeirão é só uma questão de tempo e pede que ela deixe-a sair porque tem mais o que fazer. Marisa conta a Joca e Diana que sente falta de dançar. Arminda chega e dá uma bronca em Diana e Joca. Marisa dança em frente ao espelho, para, e lembra o dia seu casamento com um ar de melancolia. Diz a si mesma que realizou os dois maiores sonhos da vida de uma mulher, casar e ser rica, mas se pergunta se era isso mesmo o que queria. Elza diz a Diana que Arminda e Joca estão brigando por causa dela. Diana diz que eles sempre se entendem e porque Joca é o amor da vida de Arminda. Arminda diz a Joca que ele não pode ajudar Diana a descumprir suas ordens. Ele diz que Diana foi até ele porque está desesperada com a possibilidade de ir para Europa. Arminda afirma que é o melhor que faz para a menina. Ele a acusa de querer deixar Diana infeliz como ela própria e a puxa para perto de si. Ela se desvencilha e dize que não quer que ninguém os veja junto. Ele diz que não a deixará ir embora. Perturbada, ela muda o assunto e conta sobre sua conversa com Léia. Joca diz que Flores está pondo ideias na cabeça de sua mãe. Arminda vai replicar, mas Querêncio aparece sóbrio e ela nota a diferença da atitude e pergunta se aconteceu alguma coisa. Ele diz que a cidade inteira saberá e pede para que vejam a TV à noite. Querêncio pede ajuda a Marisa para escolher uma roupa para um pronunciamento na televisão, que fica sem entender. Querêncio diz que logo ela entenderá. Explica que tem a ver com os seus conselhos e que não bebe desde a noite anterior. Marisa fica feliz e pede um beijo. Arminda manda Joca ir embora, ele insiste em ficar, mas ela ameaça chamar os seguranças. Ele a agarra e beija. Elza vê e sai apressada. Arminda nota que ela estava ali e dá uma bronca em Joca, que vai embora dizendo que o amor deles é maior que tudo. Virgílio vê que Nasinho está ligando em seu celular e não atende. Ele explica a Clorís o ato heróico de Filomena, tentando disfarçar a irritação. Newton avisa que já estão trazendo Iara do médico sem nenhum arranhão. Iara acalma Clorís e diz que está bem. Tito diz que ainda não entendeu como o paraquedas deu problema. Ela diz que não sabe explicar e encara Virgílio que desvia o olhar. Querêncio se prepara para fazer seu pronunciamento. Célia tenta fazê-lo mudar de ideia, mas ele está decidido. Ari, Ajuricaba, Marta, Virgínia, André e Sônia sentam para ver o pronunciamento do prefeito. Ari acha que Querêncio vai rebater sua denúncia. Ele explica a Lei Úmida na televisão. Joca e Alfredo ficam chocados com a notícia. Sereno dá em cima de Fátima, que leva na brincadeira e o provoca. Eles escutam a gargalhadas de Flores e Sereno vai até ele para ver o que está acontecendo. Ele conta sobre a nova lei para sereno, que pergunta se isso é bom. Flores diz que sim, e os dois começam a rir. Nasinho furioso, pergunta a Virgílio se Iara morreu. Ele receoso conta sobre o ato heróico de Filomena. Iara visita Ellen no hospital. Elas conversam com Newton sobre a queda de Iara e os se abraçam emocionados. Nicolau convida Dália para irem à fonte e ela diz que sim. Beatriz vai falar com Nicolau e nota um clima entre eles e dália se afasta. O senador reclama com sua mãe para não entrar sem bater e ela tenta saber por que ele precisa de intimidade com a menina. Iara liga anonimamente para Joca e os dois marcam um encontro. Nasinho conta a Nicolau que Iara continua viva e ele fica irritado. Beatriz tenta descobrir com Dália sobre os dois conversavam e ela mente. Ela conta a Larissa o que viu e fica preocupada. Nicolau manda Nasinho dar um jeito em Iara e Virgílio, porque ele está de saco cheio. Joca encontra Iara e ficar chocado ao saber que ela é a mulher misteriosa. Iara pergunta se joca está disposto a encarar e ele diz que sim.

  413. Capítulo

  414. 02/03: Ajuricaba manda prender Joca. Nicolau diz a Lincon que o jornal apoiará a decisão de Querêncio. Ele tenta retrucar, mas o senador diz que não adianta discutir, irá apoiar. Iara diz a Joca, que precisa de sua ajuda urgente. Ela explica a situação para o detetive, que está disposto a ajudar. Marisa diz a Querêncio que não apóia a Lei Úmida. Ele tenta justificar em vão. Querêncio levanta-se num rompante dizendo que tem que tomar sérias medidas. Marisa quer saber o que é, mas o pintor diz que não pode falar e que precisa fazer um desenho urgente. Tito tenta achar uma solução para o caso de Iara e é interrompido por sua mãe. Ele pede para que ele a deixe, pois precisa resolver um caso muito sério. Ela curiosa tenta saber o que é, mas Tito não conta. Ela fica alarmada, achando que seu filho não está bem. Iara vai tirar satisfações com Virgílio, que finge não ter nada a ver com o acidente dela. Ela finge que acredita e diz que não suspeita dele. Ele fica contente por achar que não é suspeito pelo acidente. Flores diz a Nicolau e Karina que o presidente não deixará de ir a festa de 250 anos de Ribeirão do Tempo. Nicolau pergunta sobre o plano de matar o presidente e Flores diz que já tem um plano. O professor diz a Karina que precisará de sua ajuda e ela fica animada e eles brindam. Sancha, Léia e Joca conversam sobre a Lei Úmida. Quando Joca vai embora, Léia diz a Sancha que acha que seu filho não está bem das idéias. Joca vai a delegacia falar com Ajuricaba. Ele mostra as fotos para O delegado e para Marta e afirma que as pessoas da foto estão envolvidas com a queda do avião da pousada. Ajuricaba fica irritado e manda prender Joca. Tito diz a Newton e Mateus que Iara não saltará por um tempo e todos brincando a sacaneiam. Marta enfrenta Ajuricaba e diz que o caso de Joca tem que ser investigado. Ela mostra Ferrolho ao delegado e explica quem é. Ajuricaba fica sem ação diante das explicações de Marta. Ela garante ao detetive que o caso será investigago e o delegado fica espumando de ódio. Nicolau comunica a Beatriz e Larissa que Karina irá morar na fazenda. Elas não gostam da Notícia. Nicolau encontra Dália, diz que a levará na fonte e pede para que ela a encontre no mesmo local onde se encontraram da outra vez. Eles se encontram e o senador a leva pela floresta. Nicolau conta uma história para Dália e mostra uma jóia a menina. Ele diz que se ela provar ser uma boa menina ganhará o presente. Ele complementa que ela tem que se mostrar para ele e a segura pelo braço. Ela pede para que ele a deixe ir embora, mas ele diz que só depois que ele a transformar em princesa. Joca liga para Iara e conta que já fez a denúncia. Joca vai até a empresa procurar por Arminda. Marta e Ajuricaba conversam a respeito das fotos. Ele pede para que Marta envie um convite para o senador comparecer a delegacia. Ela diz que ele não irá até lá e que o delegado tem que ir até o senador. Joca conta a Arminda que deixou as fotos na delegacia. Ela fica apavorada e ele conta que a cliente misteriosa era Iara. Ele diz que se o jornal não fosse controlado pelo senador denunciaria também por lá e Arminda o incentiva a falar com Lincon. Beatriz está conversando com o jardineiro e Dália passa toda tremula e amarrotada. Ela pede para que a menina se aproxime e pergunta o que aconteceu. Ela tenta desconversar, mas ao ser questionada se estava com o senador, ela fica assustada e sai correndo. Beatriz fica pensativa querendo saber o que aconteceu com Dália. Ela conta a Larissa sobre o que presenciou e as duas desconfiam de Nicolau. Chico conta a Nicolau que viu sua mãe e Dália conversando, que não gosta muito da notícia. Ari, revoltado, conversa com Jumento sobre a nova lei de Querêncio. O prefeito manda fazer a roupa de seu quadro. Ele conta a Sancha a nova ideia que teve. Filomena e Mateus conversam. Tito para e não gosta do que vê.

  415. Capítulo

  416. 03/03: Arminda se encontra com Joca as escondidas. Beatriz vai ao quarto de Nicolau conversar sobre Dália e ele fica furioso. Dália diz a sua mãe que não está se sentindo bem, que fala para filha descansar um pouco. Beatriz quer saber se Nicolau abusou de Dália, que fica irritado com a acusação e a manda sair do quarto. Ela diz que não terminou a conversa, mas ele a pega pelo braço e diz que se ela não sair por bem sairá por mal. Mateus e Filomena continuam conversando. Tito segurando o ciúme se aproxima dos dois e participa da conversa. Ele aproveita e convida Filó para descer o rio, que recusa. Ele então desiste e deixa os dois conversando. Mateus convida Filó para um banho de piscina. Tito conversa com Newton sobre Mateus e Filomena. Querêncio mostra a Sancha os desenhos do novo monumento que ele quer inaugurar no dia da visita do presidente. Ela diz ao prefeito que uma forca não irá pegar muito bem e ele a tranqüiliza. Vera visita Marisa. Marisa conta a Vera que sente falta da boate. Ela tenta animar à amiga. Beatriz conta o problema com Dália para Larissa. Ajuricaba vai à casa do senador para fazer uma visita e as duas ficam apreensivas. O delegado mostra as fotos para Nicolau que leva um baque quando as vê. Joca liga para Newton e pede para que eles se encontrem. Ele completa que suas investigações estão avançando e Newton agradece a ajuda. Nicolau se recupera do susto e pede explicações para o delegado. Ajuricaba explica a acusação e é intimidado por Nicolau. Arminda está de saída e avisa que não irá jantar em casa. Diana curiosa tenta saber aonde a Tia vai, sem sucesso. Arminda se encontra com Joca as escondidas. Eles vão a casa de Lincon e Patrícia, que estranham a visita. Marisa e Diana estão conversando. A menina pede para que Marisa a leve a boate, que nega, alegando que lá não é lugar para ela. Ela pergunta por que era para ela, Marisa hesita em responder e é salva pela chegada de Querêncio, todo sério. Marisa pergunta sobre como vão as coisas na prefeitura e se os dois poderão conversar. O prefeito diz que as coisas vão caminhando e que só poderão conversar mais tarde. Sancha e Romeu conversam a respeito de Querêncio. Ela conta a ele sobre o novo monumento que o prefeito deseja fazer. Joca e Arminda mostram as fotos para Lincon e Patrícia, que ficam chocados ao saber que o senador tem a ver com a queda do avião e a morte do piloto. Nicolau conta a Nasinho que as fotos foram parar na polícia e que o delegado foi até a sua casa pedir explicações. Ele diz que tem que bolar uma história consistente para explicar a existência das fotos. Nasinho fica apavorado. Lincon explica que não tem mais autonomia para fazer uma denúncia dessas no jornal, pois o acusado é seu sócio. Arminda e Joca tentam convencê-lo que o povo de Ribeirão precisa saber. E sua esposa concorda com os dois. Ajuricaba e Marta tentam achar soluções para o caso que Joca apresentou. Tito tenta descobrir sobre o dia de Filomena. Ela diz que ficou na piscina com Mateus. Ele fica com ciúmes, mas se controla e pede para ter uma conversa sobre os dois. Ela pede para que ele espere um pouco e ele fica tenso. Mateus bebe no bar e Iara pergunta por que ele ainda não foi dormir. Ele alega que está com insônia por causa de Filomena. Tito pergunta para Filó se ela tem alguma coisa com Mateus. Ela diz que ainda não, que eles são só amigos e que ele não precisa se preocupar, pois o casamento é só de fachada. Ele tenta não se contradizer e tenta contornar a situação. Nicolau e Karina falam a Célia e Bruno que ela irá morar na fazenda com ele. Eles ficam recuados no inicio, mas depois de Nicolau dizer que precisa de ajuda com a mãe, eles acabam concordando. Sereno procura Marta na delegacia, para entregar-lhe um livro. Ele pede para dormir com Marta que fica assustada com o pedido. Nicolau e Karina vão a casa de Flores. A mãe de Dália diz a Beatriz e Larissa que a filha está doente e as duas se olham preocupadas. Nicolau explica sua situação a flores que o acalma dizendo que depois da visita do presidente tudo irá mudar.

  417. Capítulo

  418. 04/03: Joca sonha com Arminda indo embora. Sereno pergunta novamente se Marta pensará em dormir com ele. Ela diz que não e pede para ele ir embora. Marta diz a Cardoso que Sereno está apaixonado por ela. Ele tira sarro dela e diz que ela realmente é um mulherão. Newton vê Mateus dormindo com uma garrafa de bebida na sala e o acorda dizendo para ele ir dormir no quarto. Filomena e Tito não conseguem dormir. Ele tenta falar com Filó, que finge estar dormindo e não responde. Marisa custa a acreditar que Querêncio usará a farda diariamente. Ele diz que a farda o ajudará a governar melhor. Marisa diz que só fala para o bem dele, que concorda. Ela o questiona a respeito da bebida. Ele diz que não pôs nenhuma gota de álcool na boca. Ela pergunta se parar de beber assim, não está fazendo mal. Ele diz que não e que compensará no Dia Úmido. Marisa fica preocupada. Joca convence Arminda a ir para seu quarto. Arminda tenta explicar a Joca, de forma carinhosa, que está mais maleável porque vai embora de Ribeirão e que ele tem que se conformar para se magoar. Joca diz para ela não se preocupar porque no final eles irão ficar juntos. Arminda endurece o tom e Joca diz para ela não se preocupar porque ele está preparado. Joca sonha com Arminda indo embora e chora enquanto dorme. Arminda, irrita, acorda Joca e o manda ir embora. Joca fica impressionado com seu sonho. Elza se assusta ao ver Joca saindo do Solar. Em seguida, Arminda aparece e diz a Elza que ela não viu ninguém. Ela concorda e sai apressada. Matilde, empregada da casa de Nicolau e mãe de Dália, fala com Beatriz sobre o estado de saúde de sua filha. Beatriz fica preocupada. Ela conversa a Larissa que essa história precisa ser esclarecida e que conversará com Nicolau. Ela tira satisfações com Nicolau. Ele diz que acabará com essa mania de interrogação de sua mãe e não vai demorar. Ele a pega pelo braço e a põe para fora da sala. Ari e Ajuricaba conversam a respeito das trapalhadas de Querêncio. Jumento diz que se ele continuar assim, ele precisará dobrar o número de programas. O prefeito se reúne com seu secretariado para falar sobre o novo monumento da praça. Querêncio diz que a forca é para quem pisar na bola na cidade. Célia diz que isso vai causar pânico e debandada na cidade. Todos riem e de repente Bill dá uma gargalhada e todos se calam olhando para ele, que para de rir e se vira para parede. Nicolau desliga o telefone e fica pensativo. Ele sente que há mais alguém na sala, quando ele se vira percebe que Dália está ali. Ele pergunta o que ela quer. Dália chorando, ergue o braço direito com o punho fechado e o sacode, ameaçando Nicolau, que fica impressionado. Ela se retira da sala e ele fica perturbado. Ela passa por Chico, que estranha seu comportamento. Ela vai para o rio, se aproxima e entra na água deixando a correnteza a levar. Iara e Newton levam os hóspedes para fazer rafting. Bill senta para olhar o rio, vê alguma coisa sendo carregada velozmente pela correnteza e começa a gritar pedindo ajuda. Newton e Iara escutam os gritos e vão até ele. Eles vistam o corpo na água e vêem Bill, as margens do rio, correndo e apontando para o corpo. Eles alcançam o corpo e conseguem puxar dália pra dentro do bote. Eles perguntam algumas coisas e ela hesita em responder. Eles perguntam onde ela mora e ela diz que mora na fazenda. Newton e Iara se olham. Ela pergunta se é na fazenda de Nicolau e ela se assusta ao escutar esse nome. Iara se oferece para levá-la em casa. Dália pede para não ir. Iara diz que a levará para sua mãe e a acaricia. Matilde pergunta para Beatriz e Larissa por Dália. Ela acha que aconteceu alguma coisa de ruim com a menina. Nicolau irritado manda todas cuidarem de suas vidas e diz que ela deve estar brincando. Iara diz que a levará para sua mãe e a acaricia. Matilde pergunta para Beatriz e Larissa por Dália. Ela acha que aconteceu alguma coisa de ruim com a menina. Nicolau irritado manda todas cuidarem de suas vidas e diz que ela deve estar brincando. Iara e Newton levam Dália para fazenda. Matilde fica aliviada em ver a menina bem. Nicolau encara Iara. Ela recomenda que leve a menina ao médico. Marta e Ajuricaba conversam a respeito do caso do senador. Virgílio lê a intimação que recebeu da delegacia. Iara e Newton contam todos da pousada sobre o ocorrido no rio. Eles comentam o fato de Bill ter falado. Karina preocupada com Nicolau liga para ele, que olha o visor e não atende. Ela fica pensativa. Lincon diz a patrícia que tomou uma decisão em relação a denúncia de Joca. Beatriz tenta falar com Nicolau que a ignora. Nicolau vai a casa de Dália. Ela e sua mãe ficam assustadas com a visita. Ele manda a menina para dentro e fica a sós com Matilde.

  419. Capítulo

  420. 07/03: Joca convence Arminda a ir para o seu quarto. Sereno pergunta novamente se Marta pensará em dormir com ele. Ela diz que não e pede para ele ir embora. Marta diz a Cardoso que Sereno está apaixonado por ela. Ele tira sarro e diz que ela realmente é um mulherão. Newton vê Mateus dormindo com uma garrafa de bebida na sala e o acorda dizendo para ele ir dormir no quarto. Filomena e Tito não conseguem dormir. Ele tenta falar com Filó, que finge estar dormindo e não responde. Marisa custa a acreditar que Querêncio usará a farda diariamente. Ele diz que a farda o ajudará a governar melhor.Ela o questiona a respeito da bebida. Ele diz que não pôs nenhuma gota de álcool na boca. Marisa pergunta se parar de beber de uma hora para outra não está fazendo mal. Ele diz que não e que compensará no Dia Úmido. Marisa fica preocupada. Joca convence Arminda a ir para o seu quarto. Arminda tenta explicar a Joca, de forma carinhosa, que está mais maleável porque vai embora de Ribeirão e que ele tem que se conformar. Joca diz para ela não se preocupar porque eles irão ficar juntos. Arminda endurece o tom e Joca diz para ela que está preparado. Joca sonha com Arminda indo embora e chora enquanto dorme. Arminda, irritada, acorda Joca e o manda ir embora. Joca fica impressionado com seu sonho. Elza se assusta ao ver Joca saindo do Solar. Em seguida, Arminda aparece e diz a Elza que ela não viu ninguém. Elza concorda e sai apressada. Matilde, empregada da casa de Nicolau e mãe de Dália, fala com Beatriz sobre o estado de saúde da filha. Beatriz fica preocupada. Ela diz a Larissa que essa história precisa ser esclarecida e que conversará com Nicolau. Beatriz tira satisfações com Nicolau. Ele diz que acabará com essa mania de interrogação, a pega pelo braço e a põe para fora da sala. Ari e Ajuricaba conversam sobre as trapalhadas de Querêncio. Jumento diz que se ele continuar assim precisará dobrar o número de programas. O prefeito se reúne com seu secretariado para falar sobre o novo monumento da praça. Querêncio diz que a forca é para quem pisar na bola na cidade. Célia diz que isso vai causar pânico e debandada na cidade. Todos riem e de repente Bill dá uma gargalhada. Todos se calam olhando para ele, que para de rir e se vira para a parede. Nicolau desliga o telefone e fica pensativo. Ele sente que há mais alguém na sala e quando se vira percebe que Dália está ali. Ele pergunta o que ela quer. Dália, chorando, ergue o braço direito com o punho fechado e o sacode, ameaçando Nicolau, que fica impressionado. Ela se retira da sala e ele fica perturbado. Dália passa por Chico, que estranha o seu comportamento. Ela vai até o rio e entra na água, deixando a correnteza a levar. Iara e Newton levam os hóspedes para fazer rafting. Bill senta para olhar o rio, vê alguma coisa sendo carregada velozmente pela correnteza e começa a gritar pedindo ajuda. Newton e Iara escutam os gritos e vão até ele. Eles avistam o corpo na água e vêem Bill, as margens do rio, correndo e apontando para o corpo. Eles alcançam o corpo e conseguem puxar Dália para dentro do bote. Eles perguntam algumas coisas e ela hesita em responder, mas diz que mora na fazenda. Newton e Iara se olham. Iara pergunta se é na fazenda de Nicolau e Dália se assusta ao escutar o nome dele. Iara se oferece para levá-la em casa. Dália pede para não ir para a fazenda. Iara diz que a levará para sua mãe e a acaricia. Matilde pergunta para Beatriz e Larissa por Dália. Ela acha que aconteceu alguma coisa de ruim com a menina. Nicolau, irritado, manda todas cuidarem de suas vidas e diz que Dália deve estar brincando. Iara e Newton levam Dália para fazenda. Matilde fica aliviada ao ver a menina bem. Nicolau encara Iara. Ela recomenda que levem a menina ao médico. Marta e Ajuricaba conversam a respeito do caso do senador. Virgílio lê a intimação que recebeu da delegacia. Iara e Newton contam a todos da pousada sobre o que aconteceu no rio. Eles comentam o fato de Bill ter falado. Karina, preocupada com Nicolau, liga para ele, que olha o visor e não atende. Ela fica pensativa. Lincon diz a Patrícia que tomou uma decisão em relação à denúncia de Joca. Beatriz tenta falar com Nicolau, que a ignora. Nicolau vai à casa de Dália. Ela e sua mãe ficam assustadas com a visita. Ele manda a menina para dentro e fica a sós com Matilde.

  421. Capítulo

  422. 08/03: Nasinho recebe a intimação. Larissa fica preocupada com o comportamento de Beatriz. Nicolau fala para Matilde que ela precisa ir embora de Ribeirão com suas filhas e que lhe dará bastante dinheiro para começar a vida em outro lugar. Ele retira do paletó dois bolos de dinheiro e Matilde fica atônita. Lincon chama Lílian para conversar sobre a acusação de Joca e decide publicar a acusação. Arminda diz a Querêncio que o presidente não vai entender o monumento na Praça do Enforcado. Marisa concorda com Arminda. Querêncio diz que faz parte da história da cidade e que o presidente terá que entender. Ari começa seu programa na televisão. Querêncio assiste, enquanto Marisa folheia uma revista. Querêncio se irrita e discute com a TV. Marisa desliga a televisão e diz que infelizmente concorda com algumas coisas que Ari disse. Ela fala para Querêncio tomar cuidado para não enlouquecer. Ele liga a televisão e se joga na cama, magoado. Beatriz conversa com o quadro de Érico e relembra a infância de Nicolau. O Senador chega à sala e Beatriz pergunta onde ele estava. Nicolau diz que tem coisas que ela precisa saber e que eles terão uma conversa definitiva. Nasinho recebe a intimação para prestar depoimento na delegacia. Ele tenta ligar para Virgílio, mas o celular está desligado. Zuleide convida Nasinho para sair e é dispensada. Virgílio tira satisfações com Iara por ter recebido uma intimação para depor. Nicolau conta para sua mãe que deu bastante dinheiro para Matilde ir embora de Ribeirão. Beatriz fica perdida, a ponto de enlouquecer de vez. Virgílio exige explicações de Iara, que se faz de desentendida e manda ele perguntar a Nasinho. Larissa pergunta a Beatriz como foi a conversa com Nicolau. Ela diz que foi uma ótima conversa entre mãe e filho e que irá se deitar porque está cansada. Larissa a observa, perplexa. Joca conversa com Newton sobre a morte de Silvio quando avista Lincon. Ele diz ao jornalista que vai provar a inocência de Newton e pergunta o que ele decidiu fazer com a denúncia. Lincon diz para eles comprarem a Folha da Corredeira do dia seguinte. Newton agradece aos dois e os oferece uma rodada de cachaça. Patrícia conta a André e Sônia sobre a decisão de Lincon. Joca diz a Arminda que Lincon vai publicar sua denúncia. André parabeniza o pai pela atitude e Lincon diz que vai se dar mal por isso, mas que cumpriu seu dever de jornalista. Lílian não consegue avisar Nicolau sobre a denúncia no jornal e fica apreensiva. Célia e Bruno conversam sobre a Lei Úmida e perguntam a Karina por que ela está arrumando as malas. Karina diz que vai morar na casa de Nicolau. Célia a questiona e Karina diz que está entusiasmada. Nicolau diz para Karina se mudar bem cedo, antes do café da manhã. Arminda diz que está preocupada e Joca diz para ela ficar tranqüila porque ele teve uma ideia. Nicolau e Karina se imaginam tomando posse da presidência da República. Larissa fica angustiada ao presenciar Beatriz delirando na sala. Newton conta a Tito que saiu uma denúncia contra o senador no jornal. Ele diz que Joca conseguiu fotos em que aparecem Nasinho e Virgílio conversando com Ferrolho. Tito fica assustado. Mateus pede a Filomena para ter uma conversa a sós. Lílian vai à casa de Nicolau, mas quando chega Larissa a aconselha ir embora. Ela insiste e diz que vai esperar no escritório. Alfredo e Romeu ficam assustados com a notícia sobre Nicolau.

  423. Capítulo

  424. 09/03: Larissa sugere que Beatriz vá ao médico. Nicolau conversa com Karina sobre a sua mudança para a fazenda. Larissa avisa a Nicolau que Lílian o espera no escritório. Ele se irrita e diz que ela vai esperar mais. Léia lê o jornal e liga para Flores. Ele promete deter Joca e Léia o agradece. Joca, Alfredo e Romeu conversam a respeito da denúncia na Folha da Corredeira. Alfredo e Romeu mandam Joca se preparar para as conseqüências e o detetive diz que está preparado. Larissa diz a Nicolau que Beatriz está enlouquecendo. Nicolau se irrita com a tia. Ele vai ao escritório e manda Lílian falar logo o que quer. Ela mostra a manchete do jornal e o senador se irrita ainda mais. Nicolau diz que Lincon vai se dar mal, chama Lílian de incompetente e a pega pelo braço com força. Patrícia e Lincon estranham o senador ainda não ter se manifestado. O jornalista comenta que provavelmente Lílian já contou a sobre a matéria e que, a qualquer momento, Nicolau aparecerá para matá-lo. Patrícia diz que ele fez o que era certo. Filomena comenta com Mateus e Newton que está orgulhosa do seu amigo Joca e que ele provou a todos que é um ótimo detetive. Tito fica enciumado com a proximidade entre Filó e Mateus. Newton comenta que agora tem mais chances de ser inocentado. Tito diz que vai até a delegacia saber mais sobre a investigação. Filomena diz para ele procurar Joca, que deve saber mais que o delegado. Iara pergunta sobre Virgílio e ninguém sabe responder. Mateus comenta que é difícil incriminar um senador. Beatriz surta e age como se tudo estivesse normal. Ela diz a Chico que Matilde e Dália foram embora porque não estavam contentes na fazenda. Larissa observa aflita como Beatriz está ignorando a realidade. Beatriz cumprimenta amorosamente Karina, que fica sem entender nada e depois comenta com Nicolau que sua mãe não está bem. Ele diz que Beatriz está bem, mas Karina insiste e ele a despista. Larissa sugere que Beatriz vá ao médico, mas a irmã diz que nunca se sentiu melhor. Larissa fica mais aflita. Tito tenta saber mais sobre a investigação com Ajuricaba, sem sucesso. Nasinho e Virgílio combinam seus depoimentos para não caírem em contradição. Joca mostra as fotos para Tito. Ele fica indignado ao ver Virgílio com Nicolau e Ferrolho. Nicolau discursa na TV e tenta culpar a Conspiração Azul. Flores assiste o discurso com Sereno, que está ansioso para ver a hora em que Flores vai eliminar o senador. Tito conta a Clorís sobre as fotos que Joca tem e ela o aconselha a demitir Virgílio. Tito diz que ainda não sabe o que vai fazer. Virgílio vai à delegacia depor e ao ser questionado por Ajuricaba sobre fotos, inventa algumas histórias. Marta fica atenta ao depoimento. Querêncio, reunido com seu secretariado, lembra que é o primeiro dia da Lei Úmida e quer tratar de alguns detalhes. Célia diz que tem algumas sugestões. Sancha diz que sua sugestão é que todos se preparem para o dia seguinte. Querêncio fica irritado. Clorís vai sair e Mateus a alerta que é o primeiro dia de Lei Úmida. Ela diz que está saindo por isso mesmo. Mateus comenta que Filó também foi para a cidade conversar com seu pai a respeito da nova lei. Filomena aconselha Querêncio a suspender enquanto há tempo. Ele diz que Marisa, Sancha, Arminda e ela estão entendendo a situação ao contrário. Ela pergunta se ele acha que todos estão errados e só ele está certo. Querêncio confirma e Filomena desiste de argumentar. Virgínia diz que a nova lei será um sucesso. Filomena diz a Sancha que tentou convencer seu pai a cancelar a lei, mas o esforço foi em vão. Filomena diz que não vai participar. Sancha e Célia também. Querêncio vai chamar Alfredo e Romeu para a inauguração da Lei Úmida. Teixeira diz a Bruno e Célia que a Câmara de Vereadores que anular a nova lei. Querêncio discursa na praça, dando abertura ao Dia Úmido. Ele chama Flores para discursar também e os dois são aplaudidos pelo povo. Filomena vai ao Solar conversar com Marisa sobre Querêncio. Clorís chega à praça e é obrigada a beber por um funcionário da prefeitura. Ari vê a cena e fica indignado. O funcionário o convence a beber também. Jumento brinda com Clorís.

  425. Capítulo

  426. 10/03: Clorís flerta com Ari. Marisa conta a Filomena que as coisas entre ela e Querêncio não estão muito bem. Ela conta que Querêncio mandou fazer uma farda para ele, mas que se ele andar com ela na rua ela vai embora do solar. Bruno diz a Teixeira que não é o amigo dele que vem da Europa, mas uma pessoa ligada à Arminda. Teixeira não gosta da notícia e fica irritado, dizendo que isso atrapalhará a vida dos dois. Bruno fica preocupado. Arminda fala ao telefone e fica animada. Em seguida, decide ligar para Joca. Ela conta que recebeu uma ligação da Europa e que enviarão uma pessoa de sua confiança. Eles marcam de se encontrar. Flores vai para casa com Léia e os dois conversam sobre Joca. Ela comenta que está preocupada com seu filho, principalmente depois das denúncias. O professor a tranqüiliza dizendo que ela tem que se preocupar com o desequilíbrio de Joca e não com as denúncias. Ele completa dizendo que se as denúncias forem confirmadas, ele vira herói e se não forem, irão alegar insanidade e ao invés de ir para cadeia ele vai para um sanatório. Léia fica com pena de seu filho. Lincon conta a Lílian que não chegou mais cedo porque estava esperando pelo senador que não apareceu, o que o deixou mais tenso. Ela conta que Nicolau foi para Brasília. Lincon pergunta se ela contou para ele. Ela diz que foi até a fazenda contar. Ele afirma que está preparado para as conseqüências. Clorís fica bêbada com Ari no Dia Úmido. Clorís flerta com Ari, dizendo que ele ficou mais bonito quando saiu da prefeitura. Ela faz carinho no rosto de Ari. Ele diz que ela é gentil em dizer isso e os dois vão tomar mais cachaça. Ajuricaba diz a Virgínia que está com vontade de prender todas as pessoas que estão na praça. André e Sônia chegam bêbados. Virgínia pergunta a Sônia se ela esqueceu que estava grávida. Ela diz que um dia só não vai fazer mal. André diz que se esqueceu da criança. Ajuricaba não gosta do que escuta. Ele diz que se Ari não votlar logo para a prefeitura em breve eles assistirão o fim de Ribeirão. Rosa aproveita que Sérgio está bêbado e diz que o levará para o motel. Querêncio, bêbado, conversa com o quadro de sua mãe e ao ver que ela não está respondendo, grita por Marisa. Marisa vê que ele está gritando e vai ver o que ele quer. Ela o encontra dormindo no sofá e o deixa lá. Marisa não gosta do que vê. Rosa e Sérgio vão ao motel. Ela o agarra e ele tenta desconversar. Ela tenta de novo e ele diz que prefere fumar e conversar um pouco antes. Rosa então pede o cigarro e vai tirar a roupa dele. Sônia se insinua para André, que não agüenta e se joga na cama, que quebra e desaba. Ajuricaba fica nervoso com o barulho e que ir lá ver o que aconteceu, mas Virgínia o proíbe. Sérgio tem um ataque de tosse enquanto Rosa faz um strip-tease. Ela dá alguns tapinhas nas costas dele e o leva até a cama. Ele fica nervoso e Rosa pergunta se é a primeira vez dele. Sérgio confirma. Ela diz que ele nunca irá se esquecer dessa noite e começa a despi-lo. Sérgio, num impulso, a puxa para perto e a beija com paixão. Virgílio se lembra de Ajuricaba mostrando as fotos. Newton chega e exige explicações de Virgílio. Ele se faz de desentendido e tenta escapar, mas Newton vai atrás dele derrubando tudo. Filó acorda Tito e eles vão ver o que está acontecendo. Newton consegue agarrar Virgílio e o soca contra a parede. Tito, Filomena, Mateus e Iara chegam para conter a briga. Virgílio tenta se explicar, dizendo que é inocente. Tito pede para Newton se acalmar e que Virgílio vá para o seu quarto. Ele lança um olhar terrível para Iara. Joca e Arminda chegam ao Solar e se deparam com Querêncio bêbado no sofá. Joca quer saber mais sobre o cara que vem da Europa para salvá-los. Ela diz que ele não precisa se preocupar com isso e os dois se beijam apaixonadamente. Ari e Clorís acordam nus na mesma cama sem entender nada. Um acusa o outro de abuso sexual. Os dois se olham sem saber o que fazer. Sérgio e Rosa acordam no motel, ficam felizes e se beijam. Newton vai visitar Ellen.

  427. Capítulo

  428. 11/03: Requião e alguns operários constroem a forca. Ari e Clorís acordam no quarto de motel. Constrangidos, decidem tomar café da manhã para depois pensarem em alguma forma de sair daquela situação. Sérgio, que está no quarto ao lado com Rosa, bate na parede e espera uma resposta de alguém. Ari dá um soco na parede. Sérgio e Rosa decidem ir embora, mas percebem que só tem dinheiro para pagar a conta do motel e não vai sobrar nada para o táxi. Newton conta à Ellen que por pouco não brigou com Virgílio. Ela diz que Joca deverá comprovar o envolvimento do administrador da pousada no assassinato de Silvio. Virgílio discute com Iara, já que ela entregou fotos que o comprometem. Ela retruca dizendo que quase morreu com a sabotagem em seu paraquedas, culpando-o. Guilherme diz à Ellen e Newton que Zuleide está envolvida com Nasinho. Newton aconselha o garoto a conversar com Carlos para tentar reverter essa situação. Sérgio e Rosa esperam na estrada por alguém que lhes dê carona. Ari sai do motel com Clorís em seu carro. Apesar da situação constrangedora entre tio e sobrinha, o casal leva os jovens de volta para Ribeirão. Marisa discute com Querêncio porque ele voltou bêbado na última noite e dormiu no sofá da sala. Elza conta para Arminda e Diana que a cidade está um caos devido aos resultados da última noite causados pela Lei Úmida. Marisa diz à Querêncio que ele pode estar enlouquecendo vislumbrado com o poder que possui. Ari deixa Clorís na pousada e o casal se despede em clima de romance. Iara tira sarro da mãe de Tito, deixando-a desconcertada. Requião e alguns operários constroem a forca. Querêncio se aproxima e os presentes ficam na dúvida se o monumento deve ter corda ou não. Sereno sugere que algum cadáver seja pendurado, mas não é levado a sério pelo prefeito, que ri junto com os operários. Sancha e Virgínia comunicam que a Câmara de Vereadores pretende acabar com a Lei Úmida. O prefeito se irrita. Elas contam ainda que o dia úmido foi uma tragédia, já que a cidade estava um caos, com pessoas em coma alcoólico e urina para todos os lados. Guilherme conversa com Carlos e aconselha que ele fale com sua mãe sobre o perigo que seu namorado pode representar. Nasinho pede à Zuleide que não o prejudique se for chamada para depor. Assim que Nicolau volta de Brasília, Larissa diz que Beatriz continua delirando, mas ele não dá a menor importância. Nasinho vai até a delegacia atendendo à convocação para depor. Joca fala com Arminda ao telefone e conta que colocará seu plano em ação. Marta se aproxima do detetive e ele a chama para entrar em seu carro, assim, poderão conversar em outro local. Flores instrui Sereno a colocar o veneno na bebida do presidente. Joca conta para Marta que Flores representa grande perigo. Beatriz diz a Nicolau que recebeu uma mensagem de Érico comunicando que ele não vai demorar para voltar. Joca afirma para Marta que possui provas incriminando Flores tanto no atentado contra sua vida como na bomba da prefeitura. Nasinho começa a prestar depoimento na presença de Ajuricaba. Nicolau vai até a redação do jornal da cidade e pressiona Lincon. O senador diz que Lílian vai assumir a editoria. Lincon sai da sala batendo a porta. Mateus chama Filomena para uma conversa.

  429. Capítulo

  430. 14/03: Beatriz dá boas vindas a Karina. Joca, Romeu e Alfredo reclamam da Lei Úmida. Lincon chega e pede uma rodada para todos do bar para comemorar. Alfredo diz que vai abrir uma exceção porque quer saber o motivo de tanta alegria. Lincon diz que Nicolau o tirou do jornal e que agora ele é um homem livre. Nicolau anuncia que Lílian será a nova editora-chefe do jornal. Ari conta a Ajuricaba sobre a noite com Clorís e o delegado diz que a viúva não é de se jogar fora. Jumento diz que nunca daria continuidade a essa história. Clorís conta o que aconteceu a Iara, que acha graça. Clorís diz que teve a impressão de ter gostado, mas não se lembra de nada e não sabe o que dizer a Flores. Filomena conta a Mateus que o seu casamento com Tito é fruto de um acordo financeiro. Antes que Mateus possa reagir, Tito chega. Filomena diz que eles estão em uma conversa séria. Tito diz que vai deixá-los a sós. Tito entra no quarto, irritado, e lembra do dia em que Filomena viu as fotos dele com Karina. Filomena termina de contar sobre o acordo e Mateus diz que está disposto a esperar, mas que resta saber se ela quer que ele espere. Filomena não sabe o que responder. O alfaiate leva a farda de Querêncio para a prefeitura. Sancha debocha de Querêncio, que pede para ela dar uma volta. Lincon brinda sua liberdade com Patrícia. Ele diz que é sócio minoritário do jornal e que não vai vender sua cota. Lincon pensa em criar um blog e continuar seu trabalho jornalístico sem dever nada a ninguém. Karina termina de arrumar suas malas e Célia pondera se ela não está agindo impulsivamente. Nicolau espera Karina e confirma a Bruno que tirou Lincon do jornal. Querêncio chega no Solar carregando a farda e Marisa observa preocupada. Arminda fala com Diana sobre Claudel, executivo francês da Patrimônio Eterno que vem ao Brasil. Ela diz que ele tem poderes de fazer o que quiser, inclusive mudar a diretoria. Diana acha que Joca vai ficar com ciúmes de Claudel, que, segundo Arminda, é um homem bonito. Arminda confessa estar preocupada com as investigações de Joca. Arminda explica a Querêncio o que Claudel vem fazer no Brasil. Beatriz delira sobre uma possível volta de Érico e se irrita quando Larissa diz que ele está morto. Nicolau chega e proíbe Larissa de falar de agora em diante. Beatriz dá boas vindas a Karina em sua loucura e Larissa fica cada vez mais angustiada. Zuleide toma um uísque com Nasinho. Carlos chega e diz para sua mãe que Newton e Guilherme acham que Nasinho e Nicolau estão envolvidos na queda do avião. Nasinho fica furioso e Zuleide manda Carlos ir para o seu quarto. Marisa reclama da farda de Querêncio e diz que ele tinha mais juízo quando bebia todos os dias. Ela sai do quarto batendo a porta e Querêncio se olha no espelho procurando alívio em sua farda de libertador. Marisa liga para a boate para desabafar com Vera e elas combinam de conversar melhor no dia seguinte. Nasinho, sombrio, toma uma caipirinha sozinho na boate. Filomena se prepara para dormir e chama por Tito, que finge estar dormindo. Tito abre os olhos, angustiado e sofrido. Karina faz as mudanças na decoração da fazenda. Beatriz gosta de tudo e, em sua loucura, diz que Érico vai adorar as mudanças. Larissa, horrorizada, chama a irmã para conversar a sós, que reluta, mas acaba indo. Larissa tenta trazer Beatriz de volta à realidade e ela diz que vai reclamar com Nicolau se ela continuar implicando. Sereno admira a forca na cidade e diz que só falta um enforcado. Filomena fica atormentada com o monumento. Ellen diz a Filó que está quase boa e a amiga diz que terminou com Tito. Newton comenta com Mateus sobre suas conversas com Filomena. Tito, irritado, observa Mateus enquanto conversa com alguns hóspedes. Nasinho reclama com Nicolau que até Carlos colocou banca para cima dele. O senador diz para ele esquecer o moleque porque eles precisam conversar. Nicolau diz que vai à delegacia. .

  431. Capítulo

  432. 15/03: Clorís e Léia começam a brigar. Filomena conta a Ellen sobre a declaração que Mateus fez. Tito, enciumado, pergunta a Newton se ele estava conversando com Mateus sobre Filomena. Newton aconselha Tito a desencanar de Filó, já que ela tentou conquistá-lo e ele não deu bola. Nasinho diz a Nicolau que conseguiu enganar Ajuricaba em seu depoimento. Nicolau diz que vai aproveitar para reforçar o depoimento dado. Eles conversam sobre dar um jeito de calar Joca. Nicolau passa pela obra do monumento da Praça do Enforcado e Bill o encara firmemente. Nicolau não agüenta e sai andando. Ari liga para Clorís e propõe um encontro no Agito Colonial para desfazer o mal entendido do motel. Nicolau vai até a delegacia e ameaça Ajuricaba. Ele o manda escolher ficar ao lado dele ou contra. Nicolau completa dizendo que ele não iria quer um inimigo como ele infernizando sua vida. Ajuricaba fica desnorteado. Marta aconselha o delegado a mandar as fotos para o Supremo Tribunal. Ele diz que vai pensar. Joca conta a Arminda que conversou com Marta e que ela está disposta a ajudar. Flores diz para Lincon tomar cuidado, pois não se sabe o que pode estar por trás dessa denúncia. Ele explica que se deve desconfiar de todos e deixa Lincon confuso dizendo que Joca pode fazer parte de uma dessas conspirações clandestinas. Marta elogia Lincon pela coragem de publicar a denúncia. Ele diz que é uma pena o professor Flores não ter apoiado a atitude e conta que ficou decepcionado. Marta conclui que Joca pode ter razão. Flores fala com o General e diz que a revolução não tardará. Clorís está indo para o Agito e se depara com Flores no meio do caminho. Ela diz que está indo ao bar e Flores diz que está livre e que irá acompanhá-la. Ela aceita a companhia, sem graça. Eles chegam ao bar e Ari não gosta de vê-los juntos. Marta marca um encontro com Joca. Clorís tenta despistar Flores, que insiste que ela vá para sua casa. Ela é convencida a ir, mas faz sinais para Ari que liga depois. Ari segue os dois pela praça e vê Clorís entrando na casa de Flores. Ao entrar em casa, eles dão de cara com Léia. Clorís e Léia começam a brigar. Sereno zomba de Jumento. Marta encontra Joca e conta sobre sua conversa com Lincon. Ela afirma que as suposições de Joca têm fundamento e que existe um caminho para investigar Flores. O professor pede a ajuda de Sereno para escolher o lugar onde o presidente sofrerá o atentado. Marta diz a Joca que seduzirá Sereno para tentar descobrir as falcatruas de Flores. Clorís chega à pousada e tenta ligar para Ari, mas não consegue. Querêncio fica irritado com as coisas que Ari diz em seu programa. Célia, Sancha e Virgínia especulam sobre a ida do presidente a Ribeirão. Ajuricaba diz a Marta e Cardoso que os agentes federais estão preocupados com a segurança de Ribeirão. Filomena e Mateus conversam, Tito chega e Filó o convida para Jantar. Ele tenta disfarçar o rancor. .

  433. Capítulo

  434. 16/03: Marta fica cheia de amores com Sereno. Iara incentiva Clorís a investir em Jumento. Filomena e Mateus percebem que Tito sente ciúmes quando estão juntos. Filó decide perguntar a ele se é verdade. Tito nega e Filomena diz que contou a Mateus sobre o trato. Ellen diz a Newton que está preocupada com Filomena. Filomena conta a Tito que Mateus perguntou se tinha alguma chance com ela. Tito fica tenso e pergunta qual foi a resposta de Filó. Ela diz que só explicou sobre o trato. Ele diz que os dois estão dando bandeira demais e pede descrição. Filomena fica sem graça e se desculpa. Nicolau diz a Karina que Flores os aguarda para planejar a visita do Presidente. Ele pergunta se ela está disposta a encarar a situação. Karina diz que está pronta para o que der e vier. Beatriz chega para o jantar com roupa de festa e cheia de jóias. Larissa fica chocada e pergunta pra que ela se arrumou. Beatriz diz que Erico chegará e que ele gosta de vê-la arrumada. Larissa fica sem reação. Teixeira diz a Célia que não esperava que mandassem outra pessoa da Europa e diz que tentará trazer essa pessoa para o seu lado. Célia diz que está preocupada com o casamento de Karina e Nicolau e que ele a deixa arrepiada. Nicolau, Karina, Beatriz e Larissa jantam. Beatriz diz que Érico não chegou. Nicolau entra no delírio da mãe e justifica o atraso do pai. Ela fica irritada e diz que ele ouvirá poucas e boas. Larissa e Karina ficam constrangidas com a situação. Nasinho ameaça Joca dizendo que ele vai se dar mal por causa do que inventou. Flores recebe Nicolau e Karina e pergunta se a moça está preparada para a grande responsabilidade. Ela diz que sim e vão para biblioteca planejar o atentado ao presidente. Marta fica cheia de amores com Sereno. Ele fica entusiasmado com a maneira como ela o trata. Flores diz a Nicolau e Karina que convenceu Querêncio a dar ao presidente uma garrafa da melhor cachaça de Ribeirão do Tempo e que nela terá um elemento que fará com que ele morra. Querêncio sonha que está nu na Praça do Enforcado e que todos riem dele. Ele acorda sem entender o que o sonho quer dizer. Arminda, Diana e Marisa tomam café juntas. Diana diz que irá desfilar quando o presidente estiver na cidade e que queria dançar com ele. Ela diz que Marisa irá dançar para ele. Marisa diz que sente falta de dançar. Arminda diz que queria saber o que o presidente vai achar da forca. Querêncio veste a farda de libertador e elas ficam perplexas com o que vêem. Marisa pede para que ele tire a roupa, estressada. Ele pede para conversar civilizadamente e diz que não irá tirar. Marisa diz que se ele sair de casa com a farda ela sairá de casa e não irá voltar, porque não irá enlouquecer com ele. Marisa vê Querêncio sair de casa com a farda e chora. O prefeito pede a opinião das pessoas sobre seu traje. Sancha e Virgínia levam um susto ao ver Querêncio com a farda. Ele diz que o povo aprovou. Elas ficam atônitas. Marisa liga para Filomena e diz que precisa falar com ela. Clorís se encontra com Ari em um restaurante vazio. .

  435. Capítulo

  436. 17/03: Filó fica preocupada com as maluquices do pai. Ari convida Clorís para ir ao motel novamente. Ela se finge de ofendida e diz que as coisas devem acontecer naturalmente. Querêncio acerta os últimos detalhes para a visita do presidente. Virgínia pergunta se ele pretende receber o presidente de farda. Ele diz que não. Requião pergunta o que significa o traje. Querêncio explica que é um traje simbólico e é uma homenagem a todos os heróis que lutaram pela liberdade. Marisa chega à pousada e vai conversar com Filomena. Querêncio posa de farda para os fotógrafos. Marisa conversa com Filó sobre as maluquices de Querêncio e diz que está pensando em se separar. Filomena pede para Marisa esperar um pouco, porque ela jantará com os dois e quem sabe as duas juntas conseguem por juízo em Querêncio. Lincon faz um blog e André o apoia. Ele fala mal de Nicolau e fica assustado com as respostas imediatas. Lincon diz que Nicolau nunca mais vai ter sossego na vida. Flores diz a Sereno para mandar o Comando Invisível fazer uma passeata pela paz quando o presidente estiver na cidade. Diana foge do ensaio da banda escolar e vai até a casa de Joca para conversar. Bruno, Teixeira e Arminda discutem sobre a vinda de Claudel e do presidente a Ribeirão. Diana diz a Joca para tomar cuidado com Claudel, pois ela desconfia de que ele e Arminda são mais que amigos. Arminda alerta Bruno sobre o inventário estar parado. Ela pergunta se Bruno confia em Teixeira. Ele se lembra de Teixeira com Célia e fica com pensamentos sombrios. Diana e Joca ligam para Arminda e pedem para que ela se encontre com eles. Clorís diz a Iara que quer levar Ari para o altar e pede para que ela investigue a vida financeira dele. Ari diz a Ajuricaba que quer se casar com Clorís. O delegado pergunta a Marta se ela não acha melhor prender Joca de maneira preventiva enquanto o presidente estiver na cidade. Joca e Diana explicam a Arminda a verdadeira preocupação deles com a vinda de Claudel. Diana diz que sem os dois juntos ela não pode ser feliz. Arminda fica acuada com a situação. Filomena pede ao pai para conversar a respeito da farda. Marisa não agüenta ver Querêncio fantasiado, sai de casa e liga para Vera. Filomena tenta aconselhar Querêncio e os dois acabam brigando. Ele pede para que ela não se meta em seu casamento. Filó fica preocupada com as maluquices do pai. Marisa diz a Vera que vai se separar de Querêncio. Vera pede para que a amiga pense bem no que vai fazer. Karina diz a Nicolau que está nervosa com o plano de Flores. Nicolau a acalma dizendo que não terá problema. Flores mostra a Sereno o líquido que colocará na bebida do presidente. Ele diz que o plano está certo e que Joca cairá como um patinho. Beatriz pede a Nicolau para falar com o Presidente. Marisa diz a Querêncio que esperará a visita do presidente e irá se separar dele.

  437. Capítulo

  438. 18/03: Mateus não gosta da atitude de Tito. Filomena diz a Tito que está preocupada com seu pai e comenta que Marisa vai se separar dele. Tito questiona o fato de os dois se amarem. Filó diz que até o amor tem limites. Marisa reafirma que irá se separar de Querêncio se ele não mudar. Flores diz a Sereno que a revolução conta com ele e pede para ele prestar atenção em sua missão. Flores liga para Léia e diz que Joca pode ter um surto com a visita do presidente. Ele pede para que ela tire as balas da arma de Joca. Ela vai escondida até o quarto de Joca e retira as balas. André conta a Sônia que o Comando Invisível disse para eles irem para a visita do presidente sem fazer manifestações. Ele pede para que Sônia não participe por causa da gravidez. Joca certifica-se de que a arma está no armário e não tem ideia de que ela está sem bala. Nicolau sonha que está usando a faixa presidencial e está andando pela praça, quando de repente avista Dália. Ele fica apavorado e pede para que ela o deixe em paz. Marisa, Querêncio, Arminda e Diana se preparam para a chegada do presidente. Flores vai até a prefeitura e faz perguntas sobre a cerimônia de boas vindas. O professor liga para Nicolau e diz que a cachaça está na sala de Bill e dá as coordenadas para ele passar a Karina. Larissa pede ajuda a Nicolau para impedir Beatriz de ir à cerimônia com o Presidente. Nicolau passa as instruções para Karina, que fica insegura. Léia pede para que Joca não vá à solenidade. Ele pede para que sua mãe fique tranqüila e que ninguém mais duvidará de seu valor. Romeu e Joca conversam a respeito da chegada do presidente. Sereno assiste a tudo escondido e diz que Joca irá ver o que é bom. Bruno passa para Teixeira e Arminda as coordenadas para a visita do presidente à empresa. Romeu e Alfredo conversam sobre Querêncio e a visita do presidente. Larissa pede mais uma vez para Beatriz não ir. Ela diz que vai e que se tiver oportunidade conversará com o presidente. Ajuricaba diz a Cardoso que se Joca fizer algo irá preso na hora. Sônia, André, Sérgio e Carmem se preparam para ir até a praça. Mateus se oferece para ir com Filomena ver o presidente e Tito diz que ele precisa ficar na pousada. Mateus não gosta da atitude de Tito. Virgílio diz a Clorís que não tem culpa de nada. Querêncio e seus secretários se reúnem para ver o que falta para a chegada do presidente. Virgínia avisa que ele está a caminho e Querêncio vai recebê-lo. O presidente chega e é aplaudido pelo povo. O presidente diz a seu assessor que está ansioso para provar a cachaça da cidade. Querêncio vai receber o presidente com Célia. Querêncio cumprimenta o presidente e o leva para dentro da empresa. Flores, de longe, acompanha tudo.

  439. Capítulo

  440. 21/03: Marisa reafirma que irá se separar de Querêncio. Filomena diz a Tito que está preocupada com seu pai e comenta que Marisa vai se separar dele. Tito questiona o fato de os dois se amarem. Filó diz que até o amor tem limites. Marisa reafirma que irá se separar de Querêncio se ele não mudar. Flores diz a Sereno que a revolução conta com ele e pede para ele prestar atenção em sua missão. Flores liga para Léia e diz que Joca pode ter um surto com a visita do presidente. Ele pede para que ela tire as balas da arma de Joca. Ela vai escondida até o quarto de Joca e retira as balas. André conta a Sônia que o Comando Invisível disse para eles irem para a visita do presidente sem fazer manifestações. Ele pede para que Sônia não participe por causa da gravidez. Joca certifica-se de que a arma está no armário e não tem ideia de que ela está sem bala. Nicolau sonha que está usando a faixa presidencial e está andando pela praça, quando de repente avista Dália. Ele fica apavorado e pede para que ela o deixe em paz. Marisa, Querêncio, Arminda e Diana se preparam para a chegada do presidente. Flores vai até a prefeitura e faz perguntas sobre a cerimônia de boas vindas. O professor liga para Nicolau e diz que a cachaça está na sala de Bill e dá as coordenadas para ele passar a Karina. Larissa pede ajuda a Nicolau para impedir Beatriz de ir à cerimônia com o Presidente. Nicolau passa as instruções para Karina, que fica insegura. Léia pede para que Joca não vá à solenidade. Ele pede para que sua mãe fique tranqüila e que ninguém mais duvidará de seu valor. Romeu e Joca conversam a respeito da chegada do presidente. Sereno assiste a tudo escondido e diz que Joca irá ver o que é bom. Bruno passa para Teixeira e Arminda as coordenadas para a visita do presidente à empresa. Romeu e Alfredo conversam sobre Querêncio e a visita do presidente. Larissa pede mais uma vez para Beatriz não ir. Ela diz que vai e que se tiver oportunidade conversará com o presidente. Ajuricaba diz a Cardoso que se Joca fizer algo irá preso na hora. Sônia, André, Sérgio e Carmem se preparam para ir até a praça. Mateus se oferece para ir com Filomena ver o presidente e Tito diz que ele precisa ficar na pousada. Mateus não gosta da atitude de Tito. Virgílio diz a Clorís que não tem culpa de nada. Querêncio e seus secretários se reúnem para ver o que falta para a chegada do presidente. Virgínia avisa que ele está a caminho e Querêncio vai recebê-lo. O presidente chega e é aplaudido pelo povo. O presidente diz a seu assessor que está ansioso para provar a cachaça da cidade. Querêncio vai receber o presidente com Célia. Querêncio cumprimenta o presidente e o leva para dentro da empresa. Flores, de longe, acompanha tudo.

  441. Capítulo

  442. 22/03: Karina se esconde num depósito da sala de Bill. Todos aguardam ansiosamente a chegada do presidente à prefeitura. Nicolau, Karina e Beatriz chegam e são cumprimentados por Flores formalmente. Beatriz pergunta a respeito de Érico e todos ficam confusos. O presidente e Querêncio vão a Patrimônio Eterno e Bruno, Teixeira e Arminda os recebem. Joca chega à prefeitura e Flores diz a Nicolau que a sorte está lançada. Léia comenta com Romeu que não gosta da ideia de Joca de querer virar herói. O presidente fala sobre Madame Durrel com Querêncio. Karina recebe de Nicolau a ampola e finge que vai ao banheiro para colocar o plano em ação. Karina vai até a sala de Bill, não acha a garrafa de cachaça e fica aflita. Bill fica irritado porque Sancha está falando dele e sai emburrado. Sancha pede para que Joca vá atrás de Bill. Karina se esconde num depósito da sala de Bill. Joca tenta convencer Bill a voltar para onde estão todos reunidos. O detetive diz que se ele não for também não irá. Nicolau fica tenso porque Karina ainda não voltou e Flores o tranquiliza. Joca convence Bill a ir ao encontro de todos. Assim que eles saem, Karina retira da bolsa a seringa. Ari e Clorís se encontram no meio da multidão. Lincon diz a Patrícia que fez um blog e que postará fotos da visita do presidente. Karina injeta o veneno na cachaça e fica feliz por ter cumprido a sua parte no plano. Nicolau pergunta a Karina se ela conseguiu fazer sua parte. Ela diz que sim. Flores troca olhares com Nicolau. Flores e Joca se encaram. O presidente chega à prefeitura e Nicolau tenta roubar a cena. Querêncio pede para Virgínia pegar a cachaça. Virgílio pede conselhos a Nasinho para ganhar a confiança do senador. Nasinho diz para ele matar Iara. Querêncio e Nicolau discursam e o prefeito dá a garrafa de cachaça ao presidente. Ele diz que beberá depois da solenidade na praça. O presidente discursa e bebe um gole da cachaça. Ele passa mal e todos acham que é brincadeira. Logo a cidade percebe que não é brincadeira e começa a confusão. Sancha tenta acudir o presidente e Flores observa tudo de longe. Sancha diz que o presidente está morrendo. Nicolau e Karina assistem a tudo, tensos. Flores observa, satisfeito. Todos conversam sobre o que aconteceu com o presidente e Joca diz que se ele morrer, haverá uma confusão enorme em Ribeirão do Tempo. Marta conta a Cardoso o que aconteceu e comenta que a Polícia Federal tomará conta do caso. Os médicos dão a suspeita de que o presidente foi envenenado. .

  443. Capítulo

  444. 23/03: Flores chama Ajuricaba para uma conversa em sua casa. Todos ficam muito agitados com o atentado. Ivo decide postar uma notícia sobre o acontecimento na internet, mesmo sem a aprovação do Senador. Um médico atende o presidente ainda na praça. Querêncio pergunta se existe alguma chance de sobrevivência. O prefeito recebe uma resposta negativa. O médico pede que um agente leve a cachaça para a perícia. Jairo, agente da Polícia Federal, diz à Querêncio que ele deve prestar depoimento imediatamente, já que a bebida foi dada de presente pelo próprio prefeito. Flores chama Ajuricaba para uma conversa em sua casa. Lincon corre apressado para dar a notícia do atentado em seu blog. Léia arrasta Joca para casa e o impede de descobrir indícios sobre o acontecimento. Em depoimento, Querêncio conta que a cachaça ficou guardada na sala de Bill. O agente decide que deve falar com o secretário do silêncio. Flores diz à Ajuricaba que suspeita de Joca como principal envolvido no envenenamento da cachaça, mas pede total discrição. O delegado vai até Jairo e diz que conhece o culpado pelo atentado. Fingindo estar emocionado, Nicolau anuncia que o presidente faleceu. O senador diz aos jornalistas que ainda não existem certezas sobre o acontecimento. Joca liga para Arminda e diz que tem certeza da participação de Flores no envenenamento. O detetive conta ainda que buscará meios para incriminar os culpados. Carmem afirma para André e Sérgio que a Conspiração Azul deve estar envolvida no atentado. Lincon mostra para Patrícia que a morte do presidente teve grande repercussão em todo o mundo. Sereno avisa a Flores que já postou o comunicado do Comando Invisível acusando a Conspiração. O professor diz que Nicolau continua sendo o próximo alvo de seus planos. Ajuricaba guia Jairo até a casa de Joca. Eles decidem revistar o carro do detetive antes de entrar na casa. Léia tenta, em vão, convencer seu filho a ficar em casa. Nicolau decide que o jornal do dia seguinte terá como notícia principal o seu depoimento. O Senador decide também que vai escrever um editorial acusando a Conspiração Azul pelo crime. Os agentes encontram uma ampola de cianureto no carro de Joca. Tudo é documentado e fotografado. O veneno é levado para análise. Ajuricaba bate na porta de Léia e pede para conversar com Joca. Ela ganha tempo enquanto seu filho sobe para o quarto e foge pela janela. Os agentes entram, mas se dão conta que o detetive já fugiu. Ajuricaba diz para Léia que Joca matou o presidente.

  445. Capítulo

  446. 24/03: Joca foge da Polícia Federal. Joca foge dos agentes da Polícia Federal. Léia fica histérica e possessa com Ajuricaba por ter acusado seu filho. Jairo e outros agentes atiram contra Joca, que tenta revidar, mas sua arma está descarregada. Ele pula um muro e corre aparentemente ferido para a mata. Léia grita desesperada e desmaia no colo de Ajuricaba. Os agentes acham uma poça de sangue e a arma. Eles seguem pelo matagal à procura de Joca. Jairo comunica que Querêncio e os outros estão liberados e podem ir para casa. O agente diz que já tem um suspeito e que provavelmente já o capturaram. Virgínia procura por Ajuricaba, que saiu sem avisar nada. Repórteres pedem informações a Marta e ela diz que a investigação está sendo feita pela Polícia Federal. Ajuricaba chega à delegacia e diz aos repórteres que os federais já sabem quem matou o presidente. Ajuricaba conta a Marta que Joca é o suspeito. Marta acha absurda a acusação e o delegado dá o assunto como encerrado. Tito conta a Filomena que a pousada está perdendo hóspedes por causa do assassinato. Jairo anuncia à imprensa que Joca é o principal suspeito. Léia fica aflita ao ver a foto de Joca na televisão como um procurado e Sancha tenta acalmá-la. Flores, Nicolau e Karina comemoram a morte do presidente. Newton se revolta com a notícia de que Joca é suspeito e Ellen tenta acalmá-lo. Querêncio conta a todos do Solar que Joca está sendo acusado de matar o presidente. Diana chora com medo de que machuquem o detetive. Arminda pensa em uma forma de ajudar Joca a se livrar da acusação. Beatriz delira sobre a morte do presidente, dizendo que ele foi enforcado. Nicolau diz para Larissa dar um calmante forte a ela. Larissa comenta que Nicolau recebeu ligações de pessoas importantes elogiando o seu discurso. O senador diz que irá à Brasília. Karina diz a Nicolau que ainda está nervosa por ter colocado o veneno na cachaça do presidente. Excitados com o feito, os dois começam a se despir. Arminda e Diana conversam aflitas sobre a situação de Joca quando Elza anuncia que agentes da PF estão à porta. Jairo anuncia que fará uma busca na casa e que ninguém pode impedi-lo, por ter um mandado judicial e se tratar de um caso de segurança nacional. Iara avisa a Tito que Filomena chegou à pousada e está conversando com Mateus. Tito fica irritado por Filó não ter ido conversar direto com ele e Iara tenta aliviar. Tito é ríspido com Filomena e dá um fora em Mateus. Ajuricaba reclama que os agentes usaram sua sala e nem agradeceram. Marta recebe uma ligação de Arminda, que quer marcar um encontro para tentar ajudar Joca. Ajuricaba volta para casa e pergunta a André o que o Comando Invisível está dizendo sobre o Joca. Ele diz que não viu nada sobre o detetive. Flores conversa com o General. Pela primeira vez, ouve-se a voz dele. Filomena reclama com Tito da forma como ele falou com Mateus. Arminda começa a conversar com Marta e diz que Joca é inocente.

  447. Capítulo

  448. 25/03: Jairo encontra Bill e o leva preso. Matheus fica irritado com a atitude de Tito. Newton o aconselha a esperar que Filomena e Tito se resolvam. Filomena pede para Tito demonstrar menos sua irritação, pois o trato dos dois está acabando e logo ele terá sua liberdade. Arminda e Marta estão preocupadas com Joca e pensam em uma maneira de inocentá-lo. Diana pede informações de Joca a Arminda e pede para que a Tia assuma que o ama. Jairo encontra Bill em sua caverna e o leva preso. Joca entra na garagem de Marta escondido e pede ajuda a ela. Marta pergunta se ele está ferido. Joca a acalma dizendo que a bala passou de raspão. Ele comenta que sua arma estava sem balas e estranha. Marta cuida dos ferimentos de Joca. Jairo tenta fazer Bill falar, sem sucesso. Joca conta seu plano para Marta na tentativa de convencê-la a ajudar. Nicolau convida Karina para ir ao enterro do presidente e diz que precisa fazer discursos arrasadores. Ela o incentiva. Nicolau diz a Beatriz que seu pai quer que ele seja o novo presidente da República. Alfredo e Romeu conversam sobre a manchete de Jornal. Alfredo elogia uma mulher que passa por eles, sem saber que é Joca disfarçado. A mulher misteriosa vai ao solar, sem que ninguém note. Marisa está preocupada com a situação de Querêncio e Elza tenta acamá-la. A mulher misteriosa entra no quarto de Arminda e a beija. Arminda se assusta e Joca revela que é ele. Flores manda Sereno mandar outra mensagem em nome do Comando Invisível. Ele diz que precisa que Nicolau seja eleito presidente para abrir portas para a revolução. Beatriz acusa Larissa de estar apaixonada por Érico. Sancha diz a Querêncio que prenderam Bill. Joca pede a Arminda para escondê-lo no solar até achar uma solução. Ela hesita, mas acaba concordando. Marta diz a Jairo que a prisão de Bill não tem cabimento. Querêncio ordena que Jairo solte Bill. Arminda pede para que Joca fique em silêncio e diz que proibirá as empregas de entrar em seu quarto. Joca no quarto relembra do dia em que os federais foram atrás dele. E Joca se dá conta que caiu na armadilha de flores.

  449. Capítulo

  450. 28/03: Jairo encontra Bill em sua caverna. Filomena discute com Tito por causa de sua implicância com Matheus. Matheus fica irritado com a atitude de Tito. Newton o aconselha a esperar que Filomena e Tito se resolvam. Filomena pede para Tito demonstrar menos sua irritação, pois o trato dos dois está acabando e logo ele terá sua liberdade. Arminda e Marta estão preocupadas com Joca e pensam em uma maneira de inocentá-lo. Diana pede informações de Joca a Arminda e pede para que a Tia assuma que o ama. Jairo encontra Bill em sua caverna e o leva preso. Joca entra na garagem de Marta escondido e pede ajuda a ela. Marta pergunta se ele está ferido. Joca a acalma dizendo que a bala passou de raspão. Ele comenta que sua arma estava sem balas e estranha. Marta cuida dos ferimentos de Joca. Jairo tenta fazer Bill falar, sem sucesso. Joca conta seu plano para Marta na tentativa de convencê-la a ajudar. Nicolau convida Karina para ir ao enterro do presidente e diz que precisa fazer discursos arrasadores. Ela o incentiva. Nicolau diz a Beatriz que seu pai quer que ele seja o novo presidente da República. Alfredo e Romeu conversam sobre a manchete de Jornal. Alfredo elogia uma mulher que passa por eles, sem saber que é Joca disfarçado. A mulher misteriosa vai ao solar, sem que ninguém note. Marisa está preocupada com a situação de Querêncio e Elza tenta acamá-la. A mulher misteriosa entra no quarto de Arminda e a beija. Arminda se assusta e Joca revela que é ele. Flores manda Sereno mandar outra mensagem em nome do Comando Invisível. Ele diz que precisa que Nicolau seja eleito presidente para abrir portas para a revolução. Beatriz acusa Larissa de estar apaixonada por Érico. Sancha diz a Querêncio que prenderam Bill. Joca pede a Arminda para escondê-lo no solar até achar uma solução. Ela hesita, mas acaba concordando. Marta diz a Jairo que a prisão de Bill não tem cabimento. Querêncio ordena que Jairo solte Bill. Arminda pede para que Joca fique em silêncio e diz que proibirá as empregas de entrar em seu quarto. Joca no quarto relembra do dia em que os federais foram atrás dele. E Joca se dá conta que caiu na armadilha de flores.

  451. Capítulo

  452. 29/03: Léia é liberada. Sancha tenta acalmar Querêncio. Jairo permite que o prefeito converse com Bill e tente convencê-lo a falar. Querêncio vai até a cela de seu secretário e Bill diz que, se não for solto, contará o grande segredo que destruirá a cidade. Nicolau discursa na tribuna do senado e exige que a justiça seja feita. Ele insulta a polícia de Ribeirão. Flores assiste ao discurso pela TV e liga para o General. O professor decide que chegou o momento de lançar Nicolau para presidente da República. Sérgio assiste ao discurso com Andréa, Carmem e Sônia. Ele se impressiona com a semelhança entre as palavras do prefeito e o recado do Comando Invisível. Querêncio pede que Virgínia localize o Doutor Ventania para libertar Bill. Jairo dá entrevista a uma equipe de televisão e diz que a polícia já está procurando por Joca, que se encontra foragido. Léia não se conforma por ser obrigada a prestar depoimento. Ela exige um telefonema e Cardoso acata. Léia liga para Flores e, desconsertada, diz não saber o que fazer. O professor decide ir até a delegacia. Arminda confia um bilhete a Andréa e pede que seja entregue para Marta. Flores chega na delegacia e a investigadora pede que ele aguarde enquanto Jairo toma um depoimento. Ela sai para dar uma volta e pede que Cardoso cuide de tudo. Andréa chega e entrega o bilhete para Marta. No papel está escrito que Joca está a salvo e que manterão contato através de sua secretária. Filomena chama Mateus para acompanhá-la até a cidade. Querêncio vai até o bar e diz para Alfredo e Romeu que tem algo para contar. Léia é liberada. Desorientada, é guiada por Flores até sua casa. Querêncio fala com seus companheiros de bar sobre a ameaça de Bill e o misterioso segredo que pode acabar com a cidade. Clorís conversa com Iara e diz que manterá Ari e Flores em banho-maria para depois decidir quem vai merecê-la. Arminda chega em sua casa e pede que Elza leve o jantar em seu quarto. Ela entra no quarto e beija Joca, que a aguardava. .

  453. Capítulo

  454. 30/03: Clorís e Ari conversam no Agito. Clorís liga para Flores e o convida para sair. Ele recusa dizendo que está cansado. Sancha tenta acalmar Léia. Ela diz que Flores não acredita na inocência de Joca e acha que ele entrou em surto. Arminda diz a Joca que a notícia repercutiu no mundo inteiro e que mostraram sua foto na televisão. Ari diz a Iara que não duvida de que Querêncio tenha envenenado o presidente. Iara acha que foi mais de uma pessoa. Clorís diz a Ari que estava preocupada com ele e pede para que ele a convide para sair. Diana estranha Arminda comer no quarto. Arminda conta a Joca sobre o discurso de Nicolau. Ela diz que teve a impressão de que ele planeja algo. Filomena e Mateus vão à casa de Sancha saber notícias de Léia. Sereno diz a Flores que a mensagem do Comando Invisível está rodando o mundo. O professor fica feliz por seus planos estarem dando certo. Clorís e Ari conversam no Agito. Flores chega e Clorís diz para Ari que o professor está lhe paquerando. Ari fica irritado. Ela convida Flores para sentar. Filomena diz a Léia que Joca não é um assassino e a abraça. Flores, Ari e Clorís conversam sobre o pronunciamento de Nicolau e sobre a fuga de Joca. O detetive fica preocupado com sua mãe. Arminda sugere que ele a avise que está bem, mas ele diz que não pode confiar em Léia. Flores e Ari querem levar Clorís para casa e ela sugere que eles tirem na sorte. Filomena chega à pousada com Mateus e Tito não gosta de vê-los juntos. Flores e Ari tiram cara ou coroa, o professor ganha e leva Clorís para casa. Filomena reclama com Tito sobre a implicância com Mateus. Tito diz que seu lance com Mateus é estritamente profissional. Mateus diz a Iara e Newton que não aguentará mais provocações de Tito. Flores pergunta a Clorís se ela está tendo algo com Ari. Ela diz que ele deu em cima dela e que a pediu em casamento. Clorís completa que caso o professor não a peça em casamento ela vai ceder à insistência de Ari. Clorís liga para Jumento e diz que Flores a pediu em casamento. Ari, transtornado, diz que ele não desistirá dela. Clorís fica satisfeita com a reação de Ari. Karina conta a Célia, Bruno e Teixeira que Nicolau é muito respeitado em Brasília. Jairo pega Bill pelos cabelos e o sacode na tentativa de fazê-lo falar. Bill diz que se contar o segredo, a cidade vai acabar. Ventania diz a Marisa e Querêncio que logo conseguirão soltar Bill. Ele completa que talvez o país volte para a ditadura militar e que a morte do presidente é positiva financeiramente para o turismo de Ribeirão. Marisa diz a Querêncio que se ele usar a farda novamente irá embora de casa. Diana bate na porta de Arminda, que se assusta. Joca pergunta se não é melhor contar a ela que ele está escondido. Arminda diz que não, pois ela é uma criança. Diana fica triste com o sumiço de Joca e Arminda decide dar notícias para menina. Ela diz que Joca está bem e que ela precisa manter segredo. Beatriz diz para Karina tomar cuidado, pois logo Nicolau a matará.

  455. Capítulo

  456. 31/03: Bill é solto graças a um habeas corpus. Célia conversa com Bruno e demonstra estar preocupada com a relação de Karina com Nicolau. Ela sugere que eles pressionem o senador para forçar a união matrimonial do casal. Karina conversa com Nicolau e diz que Beatriz avisou que ele irá matá-la. O senador ignora, devido ao estado mental de sua mãe. Sereno vai até Marta e pergunta se eles já podem dormir juntos, como já tinha sugerido antes. A investigadora desconversa e o convence a jantar na sua casa em breve, com o objetivo de descobrir seus segredos. No café da manhã, Querêncio fala com Diana e Arminda sobre a ameaça do segredo de Bill. O prefeito se retira da mesa e vai até seu quarto. Quando chega ao local, se depara com Marisa, reflexiva. Ela diz que pensa em várias coisas, entre elas, a separação. Bill é solto graças a um habeas corpus obtido pelo advogado Ventania. Incomodado com a presença dos policiais na cidade, Querêncio decide improvisar um mini-comício abstendo todos os integrantes de seu governo da culpa. Os populares aplaudem. Flores vibra ao ver no jornal matérias elogiando o discurso de Nicolau. Ele liga para o senador e lhe dá as boas notícias. Lincon se irrita ao ler a notícia no jornal e decide iniciar um movimento para desmascarar Nicolau. Iara adverte Clorís e diz que ela deve escolher um de seus pretendentes para não causar problemas com Ari e Flores. A mãe de Tito decide que aquele que ligar primeiro será o escolhido. Na mesma hora, o seu celular e o telefone da pousada tocam. Iara atende o fixo e dispensa Flores. Clorís fala com Ari e o chama para um encontro. Lincon vai até Alfredo e Romeu para pensar em uma forma de derrubar Nicolau. Patrícia fala com Arminda e conta que seu marido pretende reunir pessoas que conhecem a índole do senador para desmascará-lo. A executiva concorda em participar. Lincon chama André para conversar e pergunta o que está sendo noticiado pelo Comando Invisível. O jornalista abre os olhos de Sônia e André para que não se deixem enganar. Arminda conta para Joca que há um plano em ação visando levar Nicolau à presidência da República.

  457. Capítulo

  458. 01/04: Joca fica com ciúmes de Arminda. Léia vai até a casa de Flores e é recebida por Fátima. A empregada diz que Joca fez bem ao envenenar o presidente, deixando Léia furiosa. O professor chega e pede que a empregada se retire. Joca se revolta com a notícia sobre Nicolau e fica ansioso para sair e tentar resolver a situação. Arminda o impede. Léia se mostra muito nervosa e diz a Flores que precisa conversar seriamente. Ela avisa que não quer mais ouvir do professor que seu filho é louco, já que graças a ele, muitos da cidade realmente acreditam nisso. Flores promete que vai ajudá-la a inocentar o detetive e anuncia que logo se casarão. Joca conversa com Arminda e decide que pedirá ajuda para Filomena. A filha do prefeito deve falar com Léia e convencê-la de que Flores é mau caráter. Mateus leva Filomena para acompanhá-lo em uma decolagem com alguns paraquedistas. Arminda fala com Lincon e o convence a conversar com Jairo para fazer com que todos saibam quem é Nicolau. O jornalista vai até a delegacia e diz ao agente federal que possui informações concretas que incriminam o senador. Jairo fica pensativo e decide investigar. O agente vai até a redação do jornal para conversar com Nicolau. O senador se esquiva das perguntas e direciona a culpa para André, já que ele está ligado ao Comando Invisível. Jairo conversa com Ajuricaba e pede que traga André para uma conversa. Clorís se prepara para se encontrar com Ari. O ex-prefeito vai até a pousada e fica encantado quando vê sua amada. Newton presencia o encontro e vai tirar sarro com Tito. O clima pesa entre os amigos e o dono da pousada quase briga com seu companheiro. Bruno tenta, em vão, descobrir por que Teixeira tem tanto medo de Monsieur Claudel. Joca fica com ciúmes ao ver Arminda conversar com Claudel. A executiva sai de casa para dar andamento ao plano contra Nicolau. Andréa fala com seu pai, junto de Sônia, que seu filho é menino. Ajuricaba chega ao local levando a intimação da Polícia Federal. Arminda vai até a pousada para falar com Filomena.

  459. Capítulo

  460. 04/04: Joca fica com ciúmes de Arminda. Léia vai até a casa de Flores e é recebida por Fátima. A empregada diz que Joca fez bem ao envenenar o presidente, deixando Léia furiosa. O professor chega e pede que a empregada se retire. Joca se revolta com a notícia sobre Nicolau e fica ansioso para sair e tentar resolver a situação. Arminda o impede. Léia se mostra muito nervosa e diz a Flores que precisa conversar seriamente. Ela avisa que não quer mais ouvir do professor que seu filho é louco, já que graças a ele, muitos da cidade realmente acreditam nisso. Flores promete que vai ajudá-la a inocentar o detetive e anuncia que logo se casarão. Joca conversa com Arminda e decide que pedirá ajuda para Filomena. A filha do prefeito deve falar com Léia e convencê-la de que Flores é mau caráter. Mateus leva Filomena para acompanhá-lo em uma decolagem com alguns paraquedistas. Arminda fala com Lincon e o convence a conversar com Jairo para fazer com que todos saibam quem é Nicolau. O jornalista vai até a delegacia e diz ao agente federal que possui informações concretas que incriminam o senador. Jairo fica pensativo e decide investigar. O agente vai até a redação do jornal para conversar com Nicolau. O senador se esquiva das perguntas e direciona a culpa para André, já que ele está ligado ao Comando Invisível. Jairo conversa com Ajuricaba e pede que traga André para uma conversa. Clorís se prepara para se encontrar com Ari. O ex-prefeito vai até a pousada e fica encantado quando vê sua amada. Newton presencia o encontro e vai tirar sarro com Tito. O clima pesa entre os amigos e o dono da pousada quase briga com seu companheiro. Bruno tenta, em vão, descobrir por que Teixeira tem tanto medo de Monsieur Claudel. Joca fica com ciúmes ao ver Arminda conversar com Claudel. A executiva sai de casa para dar andamento ao plano contra Nicolau. Andréa fala com seu pai, junto de Sônia, que seu filho é menino. Ajuricaba chega ao local levando a intimação da Polícia Federal. Arminda vai até a pousada para falar com Filomena.

  461. Capítulo

  462. 05/04: Lincon e Ajuricaba quase brigam. Lincon e Ajuricaba quase brigam. André decide acompanhar o delegado para prestar depoimento. Filomena chama Arminda para conversar em seu quarto. Flores conversa com Nicolau e Karina. O grupo ergue suas taças e todos brindam pelo plano que caminha conforme o combinado. Tito fala ao telefone quando Iara chega e ouve o final da conversa. O dono da pousada diz que está se movimentando para substituir Mateus. Arminda conta para Filomena que Joca está escondido em seu quarto. Ela pede que converse com Léia para convencê-la sobre as reais intenções de Flores. Sônia começa a passar mal e Lincon decide levá-la para o hospital. Jairo começa a interrogar André. O agente o pressiona querendo saber quem envia as ordens do Comando Invisível. O filho de Lincon afirma desconhecer o líder e se nega a entregar os outros seguidores do movimento. Sônia fica no hospital com Virgínia e Lincon parte para a delegacia. Jairo pressiona André com mais rispidez e ainda assim não obtém nenhuma informação. O agente decide prender o rapaz. Sérgio conta para Carmem e Rosa que André está atrás das grades. O grupo decide se separar para não causar suspeitas. Marta convence Ajuricaba a ir ao hospital. Jairo permite que Lincon converse com seu filho. Ele dá a notícia de que Sônia está internada. O médico diz para Virgínia e Patrícia que Sônia precisa de repouso absoluto para se recuperar. Marisa diz à Arminda que está cada vez mais difícil a convivência com Querêncio. A executiva diz a Joca que Filomena aceitou participar do plano. Nicolau tem um pesadelo com Dália. Filomena vai à casa de Léia e diz que Joca está bem, mas pede que Flores não saiba. Virgílio se faz de vítima para Clorís e diz não estar envolvido em nenhum crime. Monsieur Claudel chega em Ribeirão do Tempo.

  463. Capítulo

  464. 06/04: André é solto. Lincon decide permanecer na delegacia até que André seja solto. Marta vai conversar com Jairo, na tentativa de libertar o filho do jornalista. A investigadora apela para o agente federal e se responsabiliza pelo rapaz. Nasinho liga para Nicolau e avisa que irá se encontrar com Virgílio. O Senador diz que já tomou sua decisão. André é solto e vai de encontro ao seu pai. Emocionados, os dois se abraçam. Claudel conversa com Arminda e conta que veio ao Brasil para avaliar a situação da empresa. Fala também que, se for necessário, tomará algumas atitudes. Claudel vai até a sala de Bruno e Teixeira para marcar uma reunião no dia seguinte. Nicolau entra no quarto e pega uma caixa, de onde tira um revólver. Virgílio conversa com Nasinho e diz que deixará Ribeirão do Tempo. Ele pede ao escrivão que consiga uma quantia em dinheiro com o Senador para que possa sair da cidade. André vai até o hospital visitar sua esposa. Ajuricaba chama Lincon para conversar fora do quarto. O delegado propõe um pacto de convivência pacífica para que seu neto não seja prejudicado. Larissa se mostra cada vez mais incomodada com a falta de lucidez de Beatriz. Nicolau encarrega Nasinho de acabar com a vida de Virgílio. O escrivão entra em pânico, mas o Senador o acalma e explica o plano. Zuleide conversa com sua melhor amiga e diz que não quer se envolver em confusões por causa de seu namorado. Nicolau diz a Nasinho que Karina vai ajudá-lo a executar o plano. Iara conta para Newton que Tito está buscando um novo piloto. Filomena fala para Querêncio que vai se separar de Tito. O prefeito pergunta se ela ainda o ama e a moça fica insegura. Nicolau chama Karina para contar o plano. Larissa vai até a casa de Flores procurando uma solução para a loucura de sua irmã. Nasinho liga para Virgílio e marca um encontro. Karina se dirige com o escrivão até o local onde foi marcado o encontro. Eles chegam ao ponto de encontro e Nasinho se prepara.

  465. Capítulo

  466. 07/04: Nasinho atira em Virgílio. Larissa fala com Flores sobre os delírios de sua irmã. O professor propõe que pensem juntos para ajudar Beatriz. Clorís segue para a casa de Flores. Virgílio chega ao ponto de encontro. Nasinho, que já o aguardava, o convence a ir até a mata com o pretexto de entregar o dinheiro. O escrivão saca a arma. Virgílio percebe o nervosismo de Nasinho e tenta se aproximar para acalmá-lo. O comparsa de Nicolau toma coragem e descarrega o revolver em seu alvo. Karina ouve os tiros e se desespera. Rosa chega ao agito colonial e leva uma bronca de seu tio por ter saído. Ela conta que viu Clorís indo até a casa do professor. Fátima recebe Clorís e vai avisar seu patrão. Atordoado, ele manda que Fátima peça que ela espere um instante. Nasinho liga para Karina e diz que Virgílio já está morto. Ela avisa que vai buscá-lo. Antes de partir, a moça abre sua bolsa e pega uma luva de plástico. Em seguida, pega um pano no qual está embrulhada uma arma. Karina vai até o escrivão e se certifica que o serviço foi feito. A noiva de Nicolau avisa que recebeu ordens para acabar com Nasinho. Ele ainda tenta sacar sua arma, mas Karina é mais rápida e o acerta no peito. Flores leva Larissa até a porta enquanto Clorís aguarda. A mando de Nicolau, Karina prepara a cena do crime para simular que um atirou no outro. Ela liga para seu noivo e avisa que tudo correu como o combinado. Clorís discute com Flores e sai dizendo que vai repensar sua relação com ele. Sancha aconselha Léia a acreditar no seu filho e não nas palavras do professor. Todos na pousada percebem a ausência de Virgílio imaginam o que pode ter acontecido. Cardoso recebe uma ligação com a denúncia de dois homens mortos no meio da mata e se dirige ao local com Marta. Arminda se arruma para o jantar com Claudel, deixando Joca com ciúmes.

  467. Capítulo

  468. 08/04: Flores reforça a denúncia contra o detetive. Bruno e Célia se preparam, ainda em sua casa, para o jantar com Monsieur Claudel. Nicolau bate à porta e o casal, que já estava de saída, deixa que ele suba até o quarto para ver sua noiva. Karina fica aliviada ao conversar com seu futuro marido. Marta e Cardoso partem para a cena do crime. Claudel chega ao Solar e é bem recebido por todos, exceto por Diana, que fica com ciúmes. Tito vê Filomena e Mateus jantando e aparentemente envolvidos. O dono da pousada se aproxima do piloto de avião e diz que precisam conversar no dia seguinte. Marta e Cardoso chegam à cena do crime. Da forma como a cena foi montada, deduzem que Nasinho e Virgílio atiraram um no outro. Nicolau, Flores e Karina brindam por mais uma etapa concluída em seus planos. O professor aconselha o Senador a noticiar em seu jornal os homicídios. Durante o jantar com Claudel, Querêncio bebe um pouco além da conta e começa a falar sobre sua suposta missão. Incomodada, Marisa se retira. Lílian vai até a delegacia na tentativa de conseguir informações sobre as mortes. Ajuricaba avisa que não sabe de nada. O delegado recebe uma ligação de Marta. Flores conta para Nicolau que Larissa foi procurá-lo. O professor aconselha o Senador a ir até a redação do jornal para obter novas informações sobre Nasinho e Virgílio. Tito e Filomena discutem no quarto. Newton chega e avisa o casal que o administrador da pousada foi encontrado morto. Lílian fala para Nicolau sobre os homicídios e o Senador finge consternação. Ele diz que, provavelmente, foi Joca que matou os dois e decide incriminar o detetive com uma manchete de seu jornal. Karina vai até a casa de Zuleide para avisar que Nasinho foi encontrado morto. Marta liga para Arminda e pede que ela conte à Joca sobre os homicídios. Romeu recebe o jornal e mostra as notícias para Léia e Sancha, que ficam apavoradas. Flores chega neste momento. A mãe de Joca se irrita e expulsa o professor de sua casa, dizendo que não acredita mais em suas palavras. Flores vai até Ajuricaba e reforça a denúncia contra o detetive.

  469. Capítulo

  470. 11/04: Claudel dá duas opções para os herdeiros de Durrel. Flores avisa Ajuricaba que Joca provavelmente não saiu da cidade. Ele convence o delegado a conversar com Jairo. O objetivo é fazer uma busca em Ribeirão. Claudel conta para os herdeiros de Durrel que Teixeira usa uma identidade falsa. Na verdade, seu nome é Edward Briggs. O falsário teve problemas na Europa e Madame Durrel o ajudou a escapar para o Brasil. Devido à falsa identidade, Querêncio e Filomena podem ter problemas com a herança, já que Teixeira é o inventariante. Tito conversa com sua mãe e se mostra preocupado, já que ocorrerá um grande evento de turismo justamente quando a cidade passa por várias turbulências. Mesmo assim, conversa com Iara e Newton e chega à conclusão que o evento será mantido. Marisa avisa à Elza que está indo embora do Solar. Claudel dá duas opções para os herdeiros de Durrel. Afastar Teixeira do inventário ou deixar tudo como está. Porém, existe o risco de tudo ser descoberto e o documento ser anulado. Filomena e Querêncio decidem que vão pensar antes de tomar alguma atitude. Eles concordam que o francês dê a notícia para Arminda e Bruno. Ajuricaba convence Jairo a buscar Joca pela cidade. Lincon conta para Patrícia e André que o vice-presidente logo renunciará. Marisa retorna para a boate. Claudel revela para Arminda e Bruno a verdadeira identidade de Teixeira. Marta fica sabendo que começaram as buscas para encontrar Joca. Ela telefona para Arminda e a alerta. . ilomena conversa com seu pai e os dois entram num impasse, já que Teixeira era protegido de Durrel por algum motivo. Sônia deixa o hospital. Arminda deixa o local da reunião e pede que Andréa avise a todos. Bruno discute com Teixeira porque não aceita sua mentira. Jairo e seus agentes invadem o Solar. Joca ouve a confusão e fica sem saber o que fazer. Arminda chega ao local e presencia a tudo. Nicolau inicia um discurso na tribuna.

  471. Capítulo

  472. 12/04: Arminda vai ao encontro de Marta. Nicolau discursa na Câmara. Zuleide e Karina assistem ao pronunciamento pela TV. O Senador afirma que as mortes em Ribeirão têm o objetivo de prejudicá-lo. Jairo mostra para Arminda o mandado que autoriza a busca por Joca em sua casa. Os agentes se dirigem ao quarto da empresária e encontram a porta trancada. Jairo pede que Arminda use sua chave. Marta fica indignada com o fato de Ajuricaba levar o recado de Flores para os federais. Ela fala sobre a possível morte de Joca e faz o delegado se sentir culpado. Arminda abre a porta e Jairo entra no quarto. Eles revistam o cômodo e não encontram ninguém. Joca fica deitado no telhado da casa, imóvel, esperando que a polícia vá embora. Todos cuidam de Sônia, seguindo as recomendações médicas. Lincon chama André para uma conversa. O jornalista pede que seu filho deixe a casa de Ajuricaba. Ele sugere que André convença Sônia a morar em sua casa, pelo menos até o bebê nascer. O jovem avisa sua esposa que voltará a morar com seus pais. Jairo e seus agentes deixam a casa de Arminda. Marisa confessa para Vera seu arrependimento de ter se casado com Querêncio. Tito chama Mateus para seu escritório e avisa que já chamou outro piloto para substituí-lo. Antes de sair da sala, Mateus o provoca e pergunta se essa decisão foi influenciada por seu lado emocional. O piloto fala com Iara e Newton que foi demitido. O paraquedista tenta reverter a situação com Tito. Léia vai ao Já Era e Romeu conta que ficou sabendo através de Elza que os agentes federais fizeram uma busca na casa de Arminda, sem sucesso. Flores fala com Sereno que já tem informações sobre a renúncia do vice-presidente do Brasil. Arminda avisa à Querêncio que Marisa foi embora do Solar. Joca liga para sua amada e avisa que está a salvo, no telhado. Arminda vai ao encontro de Marta e diz que Joca está se arriscando muito ao ficar no seu quarto. Querêncio vai à boate tentar trazer sua amada de volta. Ela pede um tempo para pensar. Arminda liga para a Marisa e pede que ela ajude a esconder Joca. Filomena fica sabendo através de Iara e Newton que Mateus foi demitido e, furiosa, vai tirar satisfações com Tito.

  473. Capítulo

  474. 13/04: Patrícia discute com Lincon. Vera sugere que Joca fique hospedado na casa de Adriana. A moça é nova na cidade e não tem nenhuma ligação com o detetive. Por isso, não levantará suspeitas. Marisa liga para Arminda e avisa que conseguiu um lugar para Joca. Ela só precisa que o levem ao local. Tito e Filomena discutem. Ela demonstra sua insatisfação com a demissão de Mateus. A moça é incisiva e diz que a partir daquele momento, a única coisa que os une é o contrato. Mateus vai embora da pousada. Antes de sair, Filomena despede-se dele. O piloto diz que ainda ficará alguns dias em Ribeirão e que eles ainda podem se encontrar. Ajuricaba chega em casa e fica sabendo que André foi embora. O delegado vai ao quarto de sua filha e criticado duramente por ela. A jovem diz que também está pensando em sair de casa. Patrícia discute com Lincon por ter convencido seu filho a sair da casa de seus sogros e ter deixado Sônia. Tito se lembra dos bons momentos com Filomena e se arrepende de suas atitudes. Querêncio bebe demais devido à ausência de Marisa. Diana vai até o prefeito e avisa que Claudel chegou para o jantar. Querêncio oferece cachaça para o francês. Arminda chega e Claudel, que começou a ficar alterado graças à bebida, se anima com a empresária. Bruno conta para Karina e Célia, o segredo de Teixeira. Ele diz que o advogado engravidou uma jovem na Europa. A menina abortou, e graças à uma complicação, morreu. Por esse motivo, Teixeira começou a ser perseguido. Depois da reunião, Querêncio sobe para dormir. Claudel pede à Arminda que mostre sua casa. Diana acompanha o casal e sugere que o francês veja o quarto de Arminda. Na saia justa, a empresária bate na porta, dando sinal para que Joca se esconda. O detetive vai para baixo da cama. Marisa e Adriana aguardam no ponto de encontro que combinaram com Arminda. Elas estranham a demora e decidem ligar para a empresária. Arminda consegue dispensar Claudel e vai ao quarto, levar algumas coisas para Joca, que está faminto. Em seguida, o detetive sai pelo telhado e encontra a empresária, que o espera com o carro ligado. Nicolau assina um cheque para Lincon e pede que Lílian leve junto com a rescisão de contrato para o jornalista. O Senador recebe um telefonema do presidente de seu partido e toma conhecimento que o vice Presidente da República renunciou.

  475. Capítulo

  476. 14/04: Arminda fica com ciúmes. Célia e Bruno tentam impedir que Karina saia para se encontrar com seu noivo. A jovem os convence sobre a importância de sua presença ao lado de seu futuro esposo e o casal acata. Arminda leva Joca até o ponto de encontro combinado com Marisa para esconder o detetive. O casal discute no trajeto porque a empresária não assume o relacionamento que possuem. Eles chegam ao local e Adriana vai logo abraçando Joca, para o espanto de Arminda. Marisa explica que a dançarina é nova na cidade e o detetive não correrá nenhum risco já que a moça não levantará suspeitas. Arminda fica com ciúmes ao ver a proximidade do casal. Antes de partir, a empresária chama Joca para conversar reservadamente. Dominada pelo ciúme, ela tenta, em vão, convencê-lo a se hospedar em outro local. Marisa chama o detetive e os três partem. Nicolau fala com Lilian e Ivo sobre a manchete da renúncia do vice-presidente que sairá na próxima edição de seu jornal. Karina fala com Flores sobre sua insegurança em ser a futura primeira dama. O professor não perde tempo e canta a moça. Sereno vai ao encontro de Marta. Para obter informações sobre Flores, a investigadora convence o ajudante do intelectual a ir até sua casa. Jairo surge e avisa Marta que fará uma diligência. O casal desmarca o encontro e deixam para o dia seguinte. Iara discute com Tito e demonstra sua insatisfação com a demissão de Mateus. Tito chama Filomena para uma conversa, mas a moça o dispensa. O dono da pousada a segue até o quarto. Ele se aproxima para tentar a reconciliação, mas ela não aceita conversar e vai para o banheiro. Adriana se insinua para Joca, mas o detetive se esquiva de todas as investidas da moça. Jairo vai até a casa de Léia procurando mais uma vez pelo detetive foragido. Ele interroga a mãe de Joca mais uma vez. A dona de casa se nega a dizer qualquer coisa e os agentes iniciam uma busca na residência. Arminda liga para o detetive e não consegue disfarçar o ciúme que sente. Claudel conta para a empresária que Briggs foi condenado à prisão na Europa. Teixeira conversa com Célia e explica os acontecimentos de seu passado. Conta inclusive que já teve um caso com Madame Durrel. Lílian vai até a casa de Lincon e leva o cheque com a rescisão do contrato do jornal. Furioso, o jornalista diz que vai avaliar a proposta. André vai até a casa de Sônia e ela demonstra sua vontade em sair de casa.

  477. Capítulo

  478. 15/04: O senador comemora o progresso do seu plano. Sancha diz a Querêncio que entende por que Marisa o abandonou e ele fica invocado. Virgínia anuncia pelo interfone que Célia quer falar com o prefeito, que pede para ela esperar. Bruno reclama que Célia não preparou o café da manhã e diz a Teixeira que confirmou sua presença na reunião com Claudel. Ele aproveita para provocar o advogado e o chama de “Doutor Briggs”. Teixeira pode para Bruno não brincar com isso e que explicará tudo na reunião. Lincon lê para Patrícia um artigo que fez sobre Nicolau e deixa sua esposa aflita. Sônia diz a André que ainda está pensando se vai morar com ele na casa de Lincon. Adriana joga mais charme para Joca, que se desvencilha delicadamente. A dançarina conta sua história para o detetive e oferece um strip-tease. Joca se assusta e diz que não precisa. Discretamente, Arminda pergunta a secretária se Marta ligou e ela diz que não. Aflita em sua sala por falta de notícias, Arminda pega o celular. Marisa confessa a Vera que ama Querêncio, mas diz que não pode se iludir. A primeira-dama da cidade fala com Arminda ao telefone. A empresária fica sabendo que Adriana ainda não chegou à boate e fica enfurecida depois que desliga o celular. Tito apresenta Hélio, o novo piloto da pousada, para Iara e Newton, que pede para falar a sós com o aventureiro. Newton é agressivo ao falar com Tito, que fica na bronca. Eles se encaram raivosos. Iara fala para Filomena que está preocupada com a irritação de Newton com Tito e pede para ela acompanhá-la. Eles discutem feio, mas Iara e Filó entram para encerrar a discussão. Diana, Carlos e Guilherme conversam sobre os assassinatos e Mateus chega. Diana vai falar com o piloto e Carlos brinca que Guilherme está com ciúmes. Filomena alerta Tito para que ele não perca os amigos por causa de orgulho bobo. Lincon e Alfredo estão no Já Era quando Romeu chega dando a notícia de que vários “carrões” de placa azul estão indo em direção à fazenda de Nicolau. Lincon quer começar uma manifestação contra a Lei Úmida e puxa Sérgio para chamar os jovens da cidade. Karina avisa Nicolau sobre a chegada da cúpula da presidência com alguns jornalistas. O senador comemora o progresso do seu plano e pede que Karina os enrole um pouco, e também, que não desgrude de Beatriz. Ari diz a Ajuricaba que não sabe se vai à reunião que Nicolau o convidou. O delegado diz para ele comparecer porque é possível que o senador vire presidente. Querêncio diz que não vai a reunião do partido na fazenda. Sancha e Célia ficam preocupadas. Karina conversa com o presidente do partido, quando Nicolau sai de sua sala e cumprimenta a todos. O senador diz ao que está à disposição do partido. Adriana chega à boate e Marisa pergunta o motivo de seu atraso. A nova dançarina da boate confessa que estava “mimando” Joca. Marisa pede para ela não complicar ainda mais a situação. Querêncio se lamenta com Arminda, que tenta animá-lo quando ambos são chamados para a reunião com Bruno. Nesta, todos chegam à conclusão de que Teixeira deve renunciar ao inventário da herança, à assessoria da empresa, e sumir do mapa. O advogado diz que vai pensar. ]O presidente do partido anuncia que Nicolau deverá assumir a presidência da República. Beatriz chama Ari para conversar afastado de todos e conta que Érico quer que ele seja vice-presidente. Filomena encontra Mateus no Agito Colonial e o convida para jantar com seu pai. Eles trocam olhares sorridentes. Jairo reclama da cidade com Marta quando Sereno chega perguntando se o jantar deles está confirmado. Marta o recebe sorridente e confirma.

  479. Capítulo

  480. 18/04: O detetive marca um encontro com Iara. Ari vai à pousada. Aflito, ele diz que talvez será candidato à vice-presidência. Nicolau e Karina chegam à Folha da Corredeira com a comitiva do partido. Lincon vai à redação do jornal e exige que lhe paguem o que é devido. O Senador convida o jornalista para uma conversa em sua sala. Lincon tenta negociar para obter uma parte maior do jornal. Clorís avisa Ari que ele será impedido de pôr os pés na pousada, caso aceite o suposto convite de Nicolau. Diana começa a estranhar o comportamento de Arminda. Filomena vai ao Solar acompanhada de Mateus para conversar com Querêncio. Ela conta para seu pai que vai se separar de Tito. Nicolau não aceita a proposta de Lincon. Esbravejando, o jornalista é levado para fora pelos seguranças. O Senador anuncia aos repórteres sua candidatura à presidência do Brasil. Joca acompanha as notícias pela internet e deduz que Nicolau irá se livrar de Iara. Impaciente, o detetive pega sua mochila e sai. Marta leva Sereno a sua casa. Arminda se irrita porque Joca não atende o celular. O detetive marca um encontro com Iara. Marta serve um jantar para Sereno e faz perguntas, sem levantar suspeitas, para tentar extrair alguma informação relevante. Arminda convida Claudel ir à boate de Ribeirão do Tempo. Sereno começa a ficar incomodado com as perguntas de Marta e, subitamente, decide ir embora. Arminda e Claudel chamam Marisa para acompanhá-los em um drinque. Joca avisa Iara que ela corre risco de vida e ela conta sobre chantagem que fez com Nicolau. Mateus sae em um carro do Solar acompanhado de Filomena. Ele encosta o carro e diz que eles devem assumir o que sentem.

  481. Capítulo

  482. 19/04: Arminda tem um pesadelo. Termina o coquetel de boas-vindas para os agentes de turismo na pousada e Filomena chega acompanhada de Mateus. Tito fica furioso, mas se controlar. Já no quarto, ele demonstra sua insatisfação e Filó fica irritada. Arminda, ainda preocupada, mergulha em pensamentos sobre o que Joca deve estar fazendo. O celular dela toca em seguida. É o detetive. A empresária fica mais tranqüila e dorme. Arminda tem um pesadelo onde vê Joca se casando com outra mulher. Ela desperta furiosa e soca o travesseiro. Mateus liga para Filomena, que o convida para assisti-la saltar. Arminda e Bruno cogitam a possibilidade de Teixeira revelar seus segredos para prejudicar todos. Em um passeio com Célia, Teixeira diz que talvez seja hora de sair do Brasil e a convida para fugir com ele. Ela aceita, mas se preocupa com a reação do marido. Mateus observa o avião que leva Filomena para decolar. Tito se aproxima do piloto e eles quase brigam. Newton interfere. Ari conta a Ajuricaba que Beatriz falou sobre sua possível candidatura à vice-presidência. O delegado cai na gargalhada e fala sobre a falta de lucidez da mãe de Nicolau. O Senador avisa Karina que fará um comício em Ribeirão do Tempo. Adriana tenta seduzir Joca fazendo uma massagem. O detetive se deixa levar por alguns instantes, mas subitamente, tem uma ideia para acabar com os planos de Nicolau e pede a ajuda da dançarina. Claudel comunica à Arminda que talvez ela tenha que voltar para a Europa. O francês a convida para tomar um sorvete e começa a cortejá-la. Lincon adverte os militantes do Comando Invisível expondo sua suspeita sobre o movimento. Sônia deixa um bilhete para seus pais avisando que está saindo de casa. Sereno termina o comunicado do Comando Invisível. Ele vai até Marta e diz que não guardará mais segredos.

  483. Capítulo

  484. 20/04: Querêncio e Teixeira fazem as pazes. Flores e Nicolau conversam ao telefone sobre os preparativos para sua chegada à presidência. Marisa e Sereno saem da delegacia e ele diz que está disposto a conversar. Claudel conversa com Arminda no Agito Colonial jogando charme. Joca entra no restaurante disfarçado de turista americana e pede um sorvete sem que os dois percebam. Joca fica invocado quando Claudel diz que ainda vai convencer Arminda a se casar com ele. Sônia chega a casa de André com suas malas. Joca escuta escondido uma conversa de Nicolau com Flores no celular. O detetive liga para Iara. Diz que está preocupado com os movimentos do senador e pede a ajuda dela para uma ação de improvisada. Sereno diz a Marta que só conta seus segredos depois que ela dormir com ele. Ivo avisa a Nicolau que uma amiga de Virgílio quer falar com ele ao telefone. Relutante, acaba recebendo a ligação. Iara marca um encontro com Nicolau, que aceita. Ao desligar, ele pega uma arma na gaveta da mesa. Marta diz a Arminda que não consegue falar com Joca e que ela tem que tomar uma decisão urgente para conseguir provas importantes, se entregar para um homem. Célia diz a Bruno que Teixeira vem falar com algo com ele. Querêncio e Teixeira se abraçam e fazem as pazes dos seus desentendimentos. Teixeira diz que enganou Durrel depois de morta mas que vai consertar seu erro. Arminda desce as escadas apressada. Nicolau dá instruções a Vitor, um de seus capangas. O senador se encontra com Iara e Joca se prepara para fotografá-los. Nicolau finge que vai pegar uma pacote de dinheiro e saca uma arma. Iara joga o pacote na cara de Nicolau e corre. Quando ele se prepara para atirar, toma uma paulada de Joca disfarçado de turista. Vitor atira e Joca corre. O detetive consegue fugir com Iara. Virgínia entrega o bilhete de Sônia para Ajuricaba que esbraveja furioso. Sereno escreve um comunicado para o site do Comando Invisível e sai apressado. Flores desconfia da atitude dele. Marta pergunta a Sereno se a promessa está de pé. Ele confirma. Marta tira a blusa e fica de sutiã.

  485. Capítulo

  486. 21/04: Ajuricaba e Lincon discutem. Nicolau decide Ligar para Flores pedindo conselhos sobre o que fazer em relação à Joca. Mateus diz a Filomena que está louco para beijá-la e a deixa sem graça. Após transar com Marta, Sereno fica imerso em seus pensamentos. Marisa fica preocupada com Joca. Querêncio visita Marisa na boate. Querêncio diz a Marisa que está sentindo sua falta. A dançarina diz que também, mas que por enquanto os dois continuam separados. Iara e Joca chegam a salvos na casa de Adriana. Sereno diz a Marta que chegou o momento de ver se pode confia nela. Ele explica se ele contar o que ele faz na internet pode ser muito perigoso, mas mesmo assim Marta insiste em saber. Flores fica assustado com o estado de Nicolau. Claudel pergunta a Diana se ela está preparada para morar na Europa. Ela diz que quer continuar morando em Ribeirão do Tempo. Joca liga para Arminda para dar notícias. Ela, furiosa, dá uma bronca no detetive. Marisa diz a Querêncio que não voltará a casar com ele, mas que talvez eles possam namorar. Sereno confessa a Marta que ele, Nicolau, Karina e o professor mataram o presidente. Flores diz a Nicolau que ele precisa matar Iara e Joca. Teixeira e Célia contam a Bruno que estão apaixonados. Bruno quer conversar sozinho com Célia e Teixeira os deixa. Ajuricaba sai de casa furioso e Virgínia o acompanha para tentar segurar seus ânimos. Marta tenta tirar mais informações de Sereno que sai correndo, de repente. Flores acalma Nicolau dizendo que Iara não tem como provar que o dinheiro do suborno veio dele. Ari toma um chope com Clorís e confessa que quer se casar com ela. Filomena confessa a Mateus que ainda tem sentimentos por Tito e que parte dela quer seguir em frente, mas o que ela teve por ele não vai sumir repentinamente. Tito confessa a Newton que está mal por causa de Filomena. Ajuricaba chega a casa de Lincon e discute com André. Patrícia convence seu filho a ir para seu quarto. Ajuricaba e Lincon discutem sobre quando ele poderá ver sua filha. Patrícia e Virgínia dizem que elas que vão decidir como as coisas serão daqui para frente.

  487. Capítulo

  488. 22/04: Sereno é agressivo verbalmente com Flores. Newton conta a Filomena que seu advogado talvez consiga segurar o processo até que a história com o senador seja esclarecida. O instrutor, preocupado, pergunta sobre Iara para Filó, que diz não saber onde ela está. Sereno assusta Alfredo ao dizer que as águas do rio vão subir e acabar com a cidade. Marta procura Arminda para entrar em contato com Joca. Ela diz que tem revelações arrasadoras, mas não pode revelar nada ainda. Filomena diz a Tito que chegou ao fim o prazo para o fim da relação. Iara decide sair do esconderijo. Tito está prestes a pedir que Filomena continue com ele quando é interrompido por Newton. Eles decidem continuar a conversa mais tarde. Arminda combina com Marisa um encontro com Joca no esconderijo. Sereno está intempestivo e começa a discutir com Fátima. Flores interrompe e Sereno continua irritado, diz estar namorando um empregada de outra rua. Flores desconfia. Karina diz para Nicolau que vai pensar uma maneira de se livrar de Iara. O presidente do partido diz a Nicolau que sua imagem está ótima em Brasília. Lincon implica com Sônia e André discute com o pai. Patrícia tenta apaziguar. Ajuricaba faz drama porque sente falta de sua filha e Virgínia fala para ele ser menos dramático. Karina diz ao seu pai que ele deveria ter tomado alguma atitude em relação a traição de Célia. Bruno disse que pretende deixar por isso mesmo. Teixeira/Briggs pede que Arminda convoque uma reunião para ele comunicar sua decisão. Marta e Arminda encontram Adriana e eles decidem entrar pelos fundos da casa. Arminda tenta disfarçar a irritação com que Adriana fala de Joca. Elas se encontram com Joca e Adriana se retira. Marta vai atender uma ligação e Arminda aproveita para dar uma bronca em Joca por ele ter se arriscado. Jairo se irrita quando Cardoso diz que entrou em contato com Marta e que ela disse estar em uma investigação sigilosa. Marta revela tudo o que Sereno disse a Joca. O detetive sugere que Marta peça a Sereno que grave uma conversa com Flores. Sereno é agressivo verbalmente com Flores. Celular de Sereno toca e ele não atende, diz ser sua namorada. Sereno liga para Marta fora da casa, mas Flores observa tudo da janela. Sereno diz a Marta que não chegou a nenhuma conclusão e a policial pede para vê-lo. Marisa vai a prefeitura falar com Querêncio e diz que sente saudades. Marta recebe Sereno em sua casa.

  489. Capítulo

  490. 25/04: Lincon implica com Sônia. Newton conta a Filomena que seu advogado talvez consiga segurar o processo até que a história com o senador seja esclarecida. O instrutor, preocupado, pergunta sobre Iara para Filó, que diz não saber onde ela está. Sereno assusta Alfredo ao dizer que as águas do rio vão subir e acabar com a cidade. Marta procura Arminda para entrar em contato com Joca. Ela diz que tem revelações arrasadoras, mas não pode revelar nada ainda. Filomena diz a Tito que chegou ao fim o prazo para o fim da relação. Iara decide sair do esconderijo. Tito está prestes a pedir que Filomena continue com ele quando é interrompido por Newton. Eles decidem continuar a conversa mais tarde. Arminda combina com Marisa um encontro com Joca no esconderijo. Sereno está intempestivo e começa a discutir com Fátima. Flores interrompe e Sereno continua irritado, diz estar namorando um empregada de outra rua. Flores desconfia. Karina diz para Nicolau que vai pensar uma maneira de se livrar de Iara. O presidente do partido diz a Nicolau que sua imagem está ótima em Brasília. Lincon implica com Sônia e André discute com o pai. Patrícia tenta apaziguar. Ajuricaba faz drama porque sente falta de sua filha e Virgínia fala para ele ser menos dramático. Karina diz ao seu pai que ele deveria ter tomado alguma atitude em relação a traição de Célia. Bruno disse que pretende deixar por isso mesmo. Teixeira/Briggs pede que Arminda convoque uma reunião para ele comunicar sua decisão. Marta e Arminda encontram Adriana e eles decidem entrar pelos fundos da casa. Arminda tenta disfarçar a irritação com que Adriana fala de Joca. Elas se encontram com Joca e Adriana se retira. Marta vai atender uma ligação e Arminda aproveita para dar uma bronca em Joca por ele ter se arriscado. Jairo se irrita quando Cardoso diz que entrou em contato com Marta e que ela disse estar em uma investigação sigilosa. Marta revela tudo o que Sereno disse a Joca. O detetive sugere que Marta peça a Sereno que grave uma conversa com Flores. Sereno é agressivo verbalmente com o Flores. Celular de Sereno toca e ele não atende, diz ser sua namorada. Sereno liga para Marta fora da casa, mas Flores observa tudo da janela. Sereno diz a Marta que não chegou a nenhuma conclusão e a policial pede para vê-lo. Marisa vai a prefeitura falar com Querêncio e diz que sente saudades. Marta recebe Sereno em sua casa.

  491. Capítulo

  492. 26/04: Joca pula o muro e foge. Arminda se irrita com a proximidade entre Joca e Adriana. Sereno revela para Marta o medo que sente só de imaginar a reação de Flores, caso descubra que seus segredos foram revelados. Ele começa a ficar nervoso, mas a investigadora o tranquiliza. Em seguida, Marta detalha o plano para desmascarar Flores. Querêncio fica angustiado quando Marisa comunica que vai pedir a separação formal. Nicolau e Lílian organizam os últimos preparativos para o comício e o senador decide esperar Karina antes de ir à praça dar início ao evento. Flores conversa com o General ao telefone sobre os próximos estágios de seus planos. O misterioso mentor da conspiração levanta a suspeita sobre Sereno e Flores diz ter total controle da situação. Marta conta a Sereno que somente seu depoimento não é capaz de deter o professor e que é preciso gravar a confissão de Flores. O hacker aceita participar do plano. Teixeira comunica à Arminda, Bruno e Claudel que vai se demitir e que renunciará à condição de inventariante do testamento de Durrel para sair do Brasil. Joca se disfarça de mendigo e circula pela cidade. Sereno vai a casa de Flores, que pede para que ele lance um manifesto do Comando Invisível afirmando sua independência política. Karina chega e vai com Nicolau para o comício. Iara decide contar seus segredos para todos e vai até o quarto de Tito, mas encontra Filomena. A filha do prefeito avisa que está deixando a pousada. O comício se inicia. Joca se aproveita da ocasião e se aproxima da casa de Flores. O professor está bêbado, inebriado ao ditar o manifesto para Sereno, que aproveita um momento de distração e liga o gravador. Ele induz Flores a falar sobre seus crimes. Todos ficam tristes com a notícia de que Filomena vai embora. Newton tenta convencer Tito a fazer com que Filó fique, mas o dono da pousada já se deu por vencido. Alfredo corteja Léia. Bem tocado pela bebida, Flores fala sobre todas as mortes e assassinatos. Devido ao nervosismo, Sereno sua demais. O professor estranha e pede que se o rapaz se enxugue. Quando Sereno pega um lenço de seu bolso, deixa gravador cair. Flores fica perplexo enquanto Sereno pega o gravador e guarda no bolso. Ele sai correndo enquanto Flores, muito bêbado e descontrolado, pega um revólver para correr atrás de Sereno. Flores começa a disparar, mas não o acerta. Os dois saem correndo da casa. Joca vê a cena e decide intervir. Jairo, que acompanhado de alguns agentes, escuta os tiros. Sereno chega a beco sem saída. Quando Flores vai disparar, Joca interfere e os dois começam a brigar. O hacker aproveita a briga e foge. O professor lembra do comício perto de sua casa e começa a gritar por socorro. Jairo, que está próximo, ordena que seu agente atire no suposto terrorista. Joca pula o muro e foge. Jairo e seus agente correm atrás do detetive.

  493. Capítulo

  494. 27/04: Joca é escoltado até a delegacia. Flores se recompõe da briga com Joca. Ferido, decide ir até o comício de Nicolau. O professor sobe no palanque e se junta à Karina. Durante a fuga, Joca encontra Sereno mancando. Ele pede que o hacker entregue o gravador para Marisa. Os agentes federais se aproximam e o detetive continua em sua fuga. Flores pede a palavra para Nicolau e começa a discursar. O professor afirma que sofreu um atentado. Joca tropeça durante a fuga e os agentes federais conseguem prendê-lo. Teixeira avisa à Querêncio que deixará de ser inventariante do testamento de Durrel. O advogado convoca todos para comunicar algo. Célia chama Bruno para uma conversa e avisa que além da separação, pedirá metade de seus bens. Durante seu discurso, Flores diz que Joca atentou contra sua vida. Jairo e seus agentes conduzem o detetive até a delegacia. Filomena se despede de Tito. Sentida, ela diz que ficará hospedada no Solar. Filó se despede de todos da pousada antes de sair. Romeu propõe um brinde e Alfredo corteja Léia novamente, que fica constrangida. Elza chega esbaforida e diz que Joca foi preso. Léia desmaia no mesmo instante. Marta se desespera com a falta de notícias sobre Sereno. Joca é escoltado até a delegacia. Ajuricaba acredita que finalmente os agentes federais deixarão a cidade. Durante a reunião, Teixeira conta que queimou um documento deixado por Durrel, onde indicava Arminda como sua sucessora na presidência internacional da empresa. Jairo começa a interrogar Joca. O agente federal não acredita nas palavras do detetive e começa a se irritar. Arminda fica possessa ao pensar na atitude de Teixeira. Claudel avisa que a diretoria na Europa já tinha tomado a mesma decisão, logo a atitude do advogado não faz diferença. Nicolau e Karina ficam preocupados ao ouvirem o relato de Flores, sobre a gravação de sua conversa. Marisa liga para Arminda e conta que Joca foi levado pela polícia. Flores diz para Ajuricaba que Sereno está envolvido no suposto plano terrorista. O hacker entrega o gravador para Marta. Jairo não deixa que Ventania converse com Joca e decide levar o detetive para Brasília. Marta leva o gravador para a delegacia.

  495. Capítulo

  496. 28/04: Joca e Arminda assumem seu amor. O momento de viver a felicidade com plenitude irá chegar para Joca (Caio Junqueira) e Arminda (Bianca Rinaldi). O detetive e sua amada vão preferir morar cada um na sua casa, mas estarão sempre juntos e desfrutando de um clima de muito romance e paixão de dar inveja. O astral será de carinho eterno, para alegria de Diana (Letícia Medina), que irá comemorar como nunca a união das duas pessoas que mais gosta neste mundo. Querêncio é feliz ao lado de Marisa e muda a vida do povo de Ribeirão. Querêncio (Taumaturgo Ferreira) irá transformar a cidade com sua fortuna. E quem esperava que ele fosse parar de beber e assim transmitir uma mensagem de superação terá uma grande surpresa. O personagem mais popular de Ribeirão continuará tomando os seus drinques, mas sem exageros. E a bela Marisa (Daniela Galli) voltará para ele, após as mudanças que ele promoverá na região, sobretudo junto aos mais pobres. Há ainda uma grande possibilidade de Querêncio voltar a pintar retratos e se tornar um artista famoso projetando bem mais a região como reduto ecológico, histórico e das artes. Um final feliz para ele e Marisa.

  497. Capítulo

  498. 29/04: Tito e Filó viverão aos beijos. Depois de tanto tempo fazendo jogo de esconde esconde, Tito (Ângelo Paes Leme) e Filó (Liliana Castro) se darão o direito ao grande amor. Certo dia, a jovem diz a Tito que chegou ao fim o prazo estipulado por eles para o casamento e que agora poderão se separar legalmente e cada um ir para o seu lado. O rapaz fica sem ação e ela vai embora para o solar. Os dias passarão até ele se dar conta de que a vida ficou insuportável sem a presença de sua lindinha. Ele corre atrás de Filó declara os seus sentimentos e reconquista a jovem. Os dois logo tratam de recuperar o tempo perdido trocando mil beijinhos e carinhos o tempo todo. Quando ela voltar para a pousada será uma festa. Nicolau morre. Apaixonado por Marta (Flávia Monteiro), Sereno (Cássio Scapin) passa para o lado da lei. Ele grava uma conversa de Flores (Antonio Grassi) na qual o crápula confessa todos os seus crimes e revela como se aliou a Nicolau (Heitor Martinez) e Karina (Juliana Baroni). Essa será a prova que faltava para inocentar Joca. É certo que os três assassinos serão punidos. Mas a Nicolau caberá o pior destino. O senador será morto. Flores deverá ir pra trás das grades, assim como Karina. Marta dará uma chance para Sereno. As duas noites que passaram juntos foram suficientes para Marta ficar apaixonada por Sereno. Depois que o hacker ajuda a esclarecer os crimes da cidade, ele é perdoado pela Justiça. Assim, poderá juntar-se à policial que ama há muito tempo em segredo. Teixeira vai embora do Brasil com Célia. Teixeira (Victor Fasano) conta para todos na Patrimônio Eterno que queimou um documento deixado por Madame Durrel (Jacqueline Laurence) no qual a milionária indicava Arminda como sucessora na presidência internacional da empresa. O advogado pede demissão e renuncia à condição de inventariante do testamento de Eleonora. Logo em seguida, deixa o país com Célia (Mônica Torres). Arminda assume o cargo que lhe cabe por direito e a fortuna de Querêncio continua nas mãos dele.

  499. Capítulo

  500. 02/05: Resumo do último capítulo da novela Ribeirão do Tempo – Encurralado pela Polícia Federal, o grande vilão, senador Nicolau (Heitor Martinez), após o partido decidir tirar sua candidatura à presidência da república, se enforcou na praça central da cidade. Karina (Juliana Baroni) foi parar na cadeia, por conta das maldades praticadas ao lado de Nicolau. Outro que não teve um fim feliz foi o Professor Flores (Antonio Grassi). Apesar de ter despistado a polícia, ele foi enganado pelo general que, insatisfeito com o trabalho de Flores, armou uma emboscada e o atirou no meio do oceano do alto de um helicóptero. O grande segredo da cidade enfim foi revelado por Bill (Gilson Moura). Ele fez Querêncio (Taumaturgo Ferreira) descobrir com as próprias mãos que a fundação dos prédios do centro histórico de Ribeirão do Tempo é toda feita de ouro. Ao imaginar o que poderia acontecer com a cidade caso o segredo fosse revelado, ele preferiu se manter em silêncio, para evitar a destruição do local pelos próprios moradores. Ele também decidiu deixar a prefeitura e viver ao lado de Marisa (Daniela Galli). Para que tudo terminasse bem, só faltava Arminda (Bianca Rinaldi) e Joca (Caio Junqueira) se acertarem. Embora ela tivesse ameaçado terminar tudo no penúltimo capítulo da trama, tudo se acertou no final.

Elenco / Personagens

Confira o perfil e conheça os personagens da novela Ribeirão do Tempo

JOÃO CARLOS PELAGO (JOCA) – Caio Junqueira: Inteligente, sensível, boa gente, seu único senão é o trabalho, aspecto da vida em que ainda não conseguiu se firmar. Abandonou a faculdade de Direito e já trabalhou como contínuo, balconista, ajudante de caminhão, etc. Atualmente faz as vezes de guia turístico na cidade. Mas a profissão em que está apostando todas as suas fichas é a de detetive particular, por conta de um curso por correspondência que fez. Joca mora com a mãe, Léia, e conseguirá ser contratado pelo Doutor Flores para elucidar o brutal assassinato da sua mulher.Será através desta investigação que o detetive conhecerá a mulher por quem se apaixonará, Arminda, e descobrirá uma misteriosa conspiração política que colocará a sua vida e da sua família em risco.

LÉIA – Angelina Muniz: Viúva, é mãe de Joca e aposentada do serviço público. Trabalhava na burocracia do município. Viciada em jogo, embora honesta e honrada, sabe que o “jeitinho brasileiro” é o que preside a vida nacional. Vai se tornar assistente do filho em suas atrapalhadas investigações.

ARMINDA – Bianca Rinaldi: É a mulher que comanda o conglomerado de empresas de Eleonora Durrel. Pessoa excessivamente fria, racional, que só se preocupa com o trabalho, mas esconde uma torrente de paixões, o que provocará uma virada total na sua vida. Foi casada, separou-se. Sem que consiga entender os próprios sentimentos, terá uma atração irresistível por Joca, o simplório detetive. A atração será recíproca.

ELEONORA DURREL – Jacqueline Laurence: Ricaça misteriosa recém-chegada da Europa. Ninguém sabe, mas ela nasceu em Ribeirão do Tempo e ali viveu quando jovem e pobre. Nesta época, abandonou o filho e se juntou a um homem que a levou para a Europa, onde se casou. Depois que o marido morreu, ela decidiu voltar para encontrar o filho perdido.

DR. VALTER TEIXEIRA – Victor Fasano: Advogado de Eleonora Durrel, que a ajudará a descobrir o paradeiro de seu filho e se envolverá num rumoroso caso extraconjugal.

FILOMENA – Liliana Castro: Filha de Querêncio, é órfã de mãe, que morreu no parto. Não é uma moça charmosa, mas é simpática, inteligente e carismática. Tem consciência de que possui poucos atrativos. Até mesmo brinca com a própria falta de jeito com os rapazes. Ela e sua amiga Carmem estão acostumadas a sair sozinhas. Para sobreviver e manter a casa onde mora com o pai, trabalha como garçonete no bar Agito Colonial. Sua amizade com Karina será abalada quando Filomena se envolver com Tito, noivo da moça. Paralelamente, Filomena tem que lidar com seu maior problema: o pai.

QUERÊNCIO – Taumaturgo Ferreira: Pai de Filomena, viúvo, é o pau d’água folclórico na cidade. Engraçado, espirituoso e maluco. Mesmo quando sóbrio, os parafusos não se ajustam, pois cultiva a mania de grandeza. Só a bebida tem o poder de tirá-lo destes delírios e fazê-lo pôr os pés no chão. Está sempre sem dinheiro. O pouco que ganha, gasta em noitadas.Os figurões da cidade e as crianças divertem-se às suas custas. Todas as despesas da casa são custeadas pela filha, embora ele viva dizendo que dará um jeito. Às vezes, se arrepende da vida que leva, promete parar de beber, mas não consegue cumprir.

MARISA – Daniela Galli: Dançarina de boate e, às vezes, garota de programa, por quem Querêncio é apaixonado. Trabalha na boate da cidade. Desdenha e zomba de Querêncio, embora lhe tenha um afeto genuíno.

ALFREDO LOROTA – Tião D’Ávilla: Barman do botequim que Querêncio frequenta.

TITO – Ângelo Paes Leme: Praticante de esportes radicais. Todas as mulheres suspiram por ele. Ambicioso e batalhador, tem bom caráter e é amigo, apesar de ser muito vaidoso. Passou grande parte da juventude no exterior dedicando-se aos seus esportes preferidos (rafting, paraquedismo, mergulho e montanha). Voltou ao Brasil depois da morte do pai e assumiu os negócios da família. Descobre que uma fazenda que pertencia ao pai foi apropriada pelo senador Érico e seu filho. Tito consegue reaver a propriedade, ganhando a inimizade dos dois, e instala uma empresa que oferece turismo ecológico e esportes de aventura. Noivo de Karina.

CLORÍS – Patricya Travassos: Mãe de Tito, Clorís é sofisticada e oriunda de uma família tradicional. Mantém-se como casta viúva, mas no fundo seu maior sonho é casar-se de novo. Implica com Karina, a noiva de Tito, porque não quer que o filho se case antes de resolver a situação financeira da família.

IARA – Ana Paula Tabalipa: É administradora da pousada e da empresa de esportes radicais, dos quais pratica algumas modalidades. Não gosta de Virgílio, de quem desconfia, inclusive porque ele a paquera, secreta e grosseiramente. Mas não conseguirá se livrar dele, por conta de determinadas informações que ele terá.

VIRGÍLIO – Raymundo de Souza: Foi amigo do pai de Tito. Pessoa da absoluta confiança de Tito, mas que guarda seus segredos e pode ser perigoso, apesar da aparência tranquila e inofensiva. Separado há anos, é secretamente apaixonado por Clorís, por quem é rejeitado.

ÉRICO – Henrique Martins: Nascido em Ribeirão, Érico é Senador da República. Político desde a juventude, já foi de todos os partidos e ocupou praticamente todos os cargos possíveis, exceto presidente. Ninguém se elege prefeito na cidade sem o apoio dele. É muito conceituado e respeitado entre os chefes políticos, que sabem do seu poder. Fez fortuna na política. Apesar de não ter tradição rural, comprou uma fazenda na região, para “se enraizar ainda mais” como diz. Casado com Dona Beatriz é um pai de princípios frouxos. Seu filho, Nicolau é seu suplente.

BEATRIZ – Iris Brüzzi: Casada com Érico, Beatriz nunca teve vida própria, não passando de uma sombra do marido. Mas isso vai mudar radicalmente com a evolução dos acontecimentos.

NICOLAU – Heitor Martinez: Filho de Érico e Beatriz, sempre foi um problema para a família. Meteu-se em negociatas e, não fosse a interferência do pai, teria se dado mal. Teve um casamento conturbado e há anos vive sozinho. Érico fez dele seu suplente como tentativa de pôr ordem na vida alucinada. Quando não está em viagem ao exterior, gastando o dinheiro da família, Nicolau fica em Ribeirão com o amigo Nasinho. Juntos, frequentam os bares, as prostitutas e divertem-se com brincadeiras perversas com pessoas simples. Dos negócios da família, o único pelo qual se interessa é a pendenga judicial com Tito. Nicolau o detesta e faz de tudo para tomar-lhe a propriedade. Vive um caso amoroso com Lílian, a secretária do pai. Nicolau vai se envolver na trama política e revelará seu lado mais sinistro, tornando-se uma ameaça.

NASINHO – Thelmo Fernandes: Escrevente. Amigo do peito de Nicolau. Bajulador emérito, mas sacana, cínico e debochado. Sujeito sem nenhum caráter.

LÍLIAN – Bruna Di Tullio: Funcionária do Senado e secretária de Érico, Lílian mantém com Nicolau um secreto e tumultuado caso de amor. No fundo, tem a expectativa de que ele se case com ela.

LARISSA – Rejane Goulart: Irmã de Beatriz e sua confidente. Acompanhará as transformações que ocorrerão na casa e se verá diante de opções graves.

HELENINHA – Adriana Prado: Dançarina, garota de programa, amante do Senador Érico

FLORES – Antonio Grassi: Desde jovem destacou-se pelo interesse em causas sociais. Esteve preso durante a ditadura. Apoiou a luta armada para “fazer frente à violência maior”, embora não tenha se envolvido diretamente. Retirou-se para Ribeirão do Tempo, abandonando a política partidária e dedicou-se ao magistério secundário e à divulgação dos princípios igualitários. Casou-se em 1970 com Dona Dirce. Por sua pregação contra a ditadura, tornou-se uma figura conhecida, nacional e até internacionalmente. Considerado um ícone de 1968. É conhecido e venerado em Ribeirão do Tempo, tendo se tornado uma referência cultural e até turística. Sempre foi opositor ferrenho do Senador Érico, seu contemporâneo, acusando-o de representante das forças mais retrógradas e corrupto.. Além da aposentadoria, vive do dinheiro da mulher, que alguns anos atrás recebeu uma polpuda herança. Volta à política de maneira clandestina e surpreendente.

SERENO – Cassio Scapin: Depois que sua mãe morre, Sereno é acolhido por Flores, a quem devota fidelidade. Costuma vagar pelas ruas da cidade, onde é objeto de brincadeiras e deboches. Aparentemente inofensivo, revelará uma inesperada e misteriosa faceta perversa.

DIRCE – Françoise Forton: Esposa de Flores, Dirce é assassinada misteriosamente nos primeiros capítulos.

KARINA – Juliana Baroni: Filha do Dr. Bruno e de Célia, Karina é orgulhosa e odeia o populacho. Filha de família tradicional e decadente, tentou a carreira de modelo, mas não foi adiante. Abriu uma boutique na cidade. Namora Tito desde que ele chegou à cidade. Hoje são noivos. Até os perigosos esportes radicais encara, só para agradar ao amado. Seu objetivo inicial é casar bem e Tito satisfaz o ideal. A “traição” que sofre ativa todos os seus sentidos para a defesa do que julga ser seu. A partir daí, se torna perigosa.

CÉLIA – Mônica Torres: Mulher bonita e elegante, Célia é mãe de Karina, de quem é confidente. Foi modelo na juventude. Considera-se mulher cosmopolita e nutre certo desprezo pelo “povo” de Ribeirão, provinciano e atrasado, segundo seu ponto de vista. Afirma que sacrificou sua vida pelo marido, indo morar naquele fim de mundo. Tem esperança no casamento da filha. Vai se envolver num tórrido caso extraconjugal.

BRUNO – Giuseppe Oristanio: Pai de Karina e marido de Célia, Bruno nasceu em Ribeirão, mas morou com a família boa parte da vida no Rio de Janeiro. Volta a Ribeirão por falta de perspectivas profissionais. Sua vida muda com a chegada da Patrimônio Eterno, de Madame Durrel. Foi contratado para gerenciar a obra, subordinado diretamente à Arminda. É correligionário político do prefeito da cidade.

ELLEN – Alinne Borges: Mãe de Guilherme e irmã de Carmem, Ellen é funcionária do Instituto do Meio Ambiente na cidade. Militantes das causas ecológicas. A morte do marido vai abalá-la profundamente, mas terá que se esforçar para superar o trauma.

SÍLVIO – Rodrigo Phavanello: Piloto de avião, Silvio é casado com Ellen e pai de Guilherme. Sujeito boa praça e amigo solidário. Batalhador incansável, inteligente. Veio das camadas mais baixas da sociedade. Superou as dificuldades, estudou e se formou. Ter-se tornado piloto de avião foi a realização do seu sonho máximo. Vai morrer, mas o personagem deixará marcas que influenciarão os acontecimentos até o fim da novela.

GUILHERME – Caio Vydal: Filho de Sílvio e Ellen.

ROMEU – Zé Dumont: Morador do bairro da Saúva, Romeu é casado com Dona Sancha e melhor amigo de Querêncio. Homem simples e ingênuo, é uma espécie de faz-tudo. Tem Querêncio como um ídolo e se dispõe a acompanhá-lo seja em que maluquice for. Tem conflitos com a mulher por causa dessa amizade.

SANCHA – Solange Couto: Mulher de Romeu, com quem vive às turras, Sancha tolera Querêncio mas implica com Filomena.

LINCON – Eduardo Lago: Marido de Patrícia e pai de André, Lincon é jornalista e proprietário do pequeno jornal Folha da Corredeira. Lincon odeia o delegado da cidade por tê-lo prendido na época da ditadura. Vive um casamento falido e terá uma paixão jovem, carregada de conflitos.

PATRÍCIA – Silvia Salgado: Mulher de Lincon, mãe de André. Dona de uma livraria no centro da cidade. Vive uma relação desgastada com o marido e vai procurar alternativas ao longo da história

ANDRÉ – Vitor Facchinetti: Filho de Lincon e Patrícia. Estudante ativista político. Apaixona-se por Sônia, filha do maior desafeto do seu pai.

CARMEM – Carol Bezerra: Irmã de Ellen e melhor amiga de Filomena, Carmem é sem jeito como sua amiga. Estuda jornalismo e trabalha como estagiária na Folha da Corredeira. Vai sentir forte atração pelo chefe, Lincon.

NEWTON – Rafael Calomeni: Instrutor de rafting da Radical Livre, Newton é separado e pai de Carlos. É também mecânico de aeronaves. Sofrerá muito por causa de falsas acusações. Por isso, vai perder o emprego, o crédito e os amigos. É secretamente apaixonado por Ellen. A ex-mulher Zuleide guarda mágoa profunda dele e fará de tudo para afastá-lo do filho e prejudicá-lo

ZULEIDE – Mariana Hein: Mãe de Carlos e ex-mulher de Newton, Zuleide trabalha na boutique de Célia. Guarda mágoas da separação com o marido e sonha com um novo amor.

CARLOS – Kaleo Maciel: Filho de Newton e Zuleide, Carlos mora com a mãe, que sempre tenta envenená-lo contra o pai. Seu maior amigo é Guilherme. Ao lado de Guilherme e Diana viverá empolgantes aventuras.

AJURICABA – Umberto Magnani: Delegado de Ribeirão. Casado com Virgínia e pai de Sônia. Sua única preocupação é a aposentadoria que está próxima. Os crimes que ocorrerão na cidade vão deixá-lo quase louco. Há 30 anos prendeu Lincon como subversivo. Os dois não se bicam até hoje. Mas seus filhos vão se apaixonar.

VIRGÍNIA – Stella Freitas: Mulher de Ajuricaba, mãe de Sônia. É funcionária municipal, atualmente trabalhando como secretária do prefeito.

SÔNIA – Louise D’ Tuani: Filha de Ajuricaba e Virgínia, Sônia se apaixona por André, filho do inimigo do seu pai. É estudante.

MARTA – Flávia Monteiro: Investigadora de polícia, que trabalha com Ajuricaba. Apesar de viver entre os homens, mantém sua feminilidade. Apaixonada pelo trabalho, não mede esforços para fazer o melhor. Vai viver uma paixão improvável.

ARI NETO, vulgo ARI JUMENTO – André De Biase: Prefeito da cidade e proprietário do bar Agito Colonial. Figura engraçada e folclórica. É companheiro de partido do Senador Érico. Apesar de famoso pela burrice, ou por isso mesmo, é muito popular na cidade.

DIANA – Letícia Medina: Órfã fugida, que se faz passar por menino, sob o nome de Tião. Menina de rua, refugiou-se em Ribeirão. Cortou o cabelo e veste-se como menino. Diana é uma menina doce e delicada, mas por exigências da vida difícil que teve é obrigada a mostrar-se dura. A fértil imaginação faz dela uma mentirosa das boas.

BILL – Gilson Moura: Ermitão, que vive quase como um fantasma nos arredores da cidade. Diz-se que ele guarda um terrível segredo, que quando revelado destruirá a cidade.

ELZA – Jossana Vaz: Empregada da mansão de Madame Durrel.

FÁTIMA – Jaqueline Macoeh: Empregada do Dr. Flores.

ELENCO
Bianca Rinaldi – Arminda Caligari
Caio Junqueira – João Carlos Pelago (Joca)
Juliana Baroni – Karina Santos Fernandes
Heitor Martinez – Senador Nicolau Feitosa
Ângelo Paes Leme – Tito Gomes do Arrepio
Liliana Castro – Filomena Miranda Durrel (Filó)
Taumaturgo Ferreira – Querêncio Miranda Durrel
Victor Fasano – Mr. Edward Briggs (Dr. Teixeira)
Antônio Grassi – Prof. Milton Flores
Angelina Muniz – Léia Pelago
André de Biase – Ari Neto (Ari Jumento)
Mônica Torres – Célia Santos Fernandes
Patrycia Travassos – Clorís Fortunato Souza Gomes
Zé Dumont – Romeu Fulgêncio
Cássio Scapin – Sereno Flores
Giuseppe Oristanio – Bruno Fernandes
Umberto Magnani – Delegado Luiz Ajuricaba
Solange Couto – Sancha Fulgêncio
Flávia Monteiro – Marta Naidin
Ana Paula Tabalipa – Iara Macêdo
Íris Bruzzi – Beatriz Feitosa
Eduardo Lago – Lincon Rocha
Sílvia Salgado – Patrícia Rocha
Stella Freitas – Virgínia Ajuricaba
Aline Borges – Ellen Ribeiro Braga
Raymundo de Souza – Virgílio Carvalho
Rafael Calomeni – Newton da Costa Pereira
Rodrigo Phavanello – Sílvio Braga
Daniella Galli – Marisa Miranda
Thelmo Fernandes – Nasinho
Tião D’Ávila – Alfredo Lorota
Gilson Moura – Bill
Bruna di Tullio – Lílian Salgado
Mariana Hein – Zuleide Lima
Vitor Facchinetti – André Rocha
Louise D’Tuani – Sônia Ajuricaba
Carolina Bezerra – Carmem Ribeiro
Rejane Goulart – Larissa Castro
Jossana Vaz – Elza
Jaqueline Macoeh – Fátima
Letícia Medina – Diana P. Silva (Nome falso: Tião)
Kaleo Maciel – Carlos da Costa Pereira Lima
Caio Vydal – Guilherme Ribeiro Braga
Caco Baresi – Investigador Cardoso

Trilha Sonora Nacional e Internacional

01 – “Sou Fã” – Christian e Cristiano
02 – “Você é Má” – Zeca Baleiro
03 – “Nova Paixão” – Saulo Roston
04 – “Vou mais Longe” – Banda Vega5
05 – “Quem sou eu ?” – Tchê Garotos
06 – “Naquela mesa” – Otto
07 – “Por quê?” – Rodrigo Faro
08 – “Selva de Feras” – Falamansa
09 – “Perdeu, perdeu” – Alcione
10 – “Luzes da Ribalta (Limelight)” – Ataíde & Alexandre
11 – “Cabecinha no ombro” – Wando
12 – “Evidências” – Tony Francis
13 – “Pique do Tempo” – Tom Zé
14 – “Ela é a tal” – Paula Lima
15 – “Pipoca” – Playmobille
16 – “Dente no dente” – Rodrigo Vellozo
17 – “Bordados de Psicodélisa” – Dulce Quental
18 – “Nessun dorma” – Carlos Slivskin
19 – “Formigueiro” – Dominguinhos
20 – “Se o Seu Medo é de Amor” – Karla Sabah
21 – “Pra não dizer que não falei de flores” (Caminhando) – Fagner

0 Comentário para: “Ribeirão do Tempo Resumo | Personagens | Trilha Sonora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *