Os Ossos do Barão (1997) Resumo | Personagens | Trilha Sonora

Confira o resumo da novela Os Ossos do Barão (1997) desde o primeiro capítulo. Além do resumo você terá informações sobre a história, personagens e trilha sonora. Fique por dentro das novidades das novelas, aqui você encontra o resumo completo de Os Ossos do Barão (1997) e de todas as novelas exibidas no SBT.

Sobre a Novela Os Ossos do Barão (1997)

◘ Período de exibição: 28/04/1997 – 30/08/1997
◘ Horário: 20h45
◘ Nº de capítulos: 115
◘ Autoria: Walter George Durst e Duca Rachid baseado na obra de Jorge Andrade
◘ Direção: Luiz Armando Queiroz e Henrique Martins
◘ Colaboração de Duca Rachid, Marcos Lazarini e Mário Teixeira
◘ Direção geral: Antônio Abujamra
◘ Supervisão geral: Nilton Travesso

Egisto Ghirotto, um descendente de italianos, foi criado como empregado na fazenda do barão de Jaraguá, e acabou fazendo fortuna durante a Revolução Industrial, em São Paulo, ao contrário do ocorrido com as famílias tradicionais paulistas, que empobreceram devido à decadência do comércio cafeeiro. Ele tem tudo que pertencera ao barão, inclusive seus ossos, que adquirira ao comprar sua urna funerária. Apesar de ter tudo, ele não está feliz, pois sonha em adquirir um título de nobreza. mas isso só poderá ser alcançado se seu filho Martino casar com Isabel, a bisneta do barão.

Entre os quatrocentões, os mais conservadores, como Antenor, o filho do barão, vivem de lembranças e de aparências, e os mais jovens tentam se adaptar à nova realidade. A situação acaba causando conflitos, especialmente entre pais e filhos.

Baseada nas novelas Os Ossos do Barão (Globo, 1973) e Ninho da Serpente (Bandeirantes, 1982)

Resumo de Todos os Capítulos da Novela Os Ossos do Barão (1997)

** Resumo não divulgado

Reedição da mesma novela que Jorge Andrade escrevera para a TV Globo em 1973, com tramas e personagens de outra novela do autor: Ninho da Serpente (Bandeirantes, 1982). Na primeira versão, Paulo Gracindo e Lima Duarte viveram os personagens centrais, agora interpretados por Leonardo Villar e Juca de Oliveira. O próprio Leonardo Villar já havia participado da novela original, vivendo o personagem Miguel.

Os Ossos do Barão foi uma adaptação que o autor fez de duas peças teatrais suas: A Escada e O Ossos do Barão. Da primeira, Jorge tirou os conflitos de pais e filhos, ante a hierarquia familiar e o dilema de colocarem os progenitores, Antenor (Leonardo Villar) e Melica (Cleyde Yáconis), num asilo para velhos. Da segunda, ele desenvolveu as investidas de Egisto Ghirotto (Juca de Oliveira) em sua veemente necessidade de possuir um título de nobreza.

A diferença entre os originais e a adaptação foi o tempo da trama. As duas novelas originais se passavam na atualidade em que foram produzidas, enquanto essa versão foi centrada no início dos anos 50.

Última grande produção do SBT na tentativa de estabelecer seu núcleo de dramaturgia, inciada em 1994 com Éramos Seis.

Esta versão de Os ossos do barão produzida pelo SBT, trazia também tramas de duas outras telenovelas do dramaturgo Jorge Andrade, Gaivotas e Ninho da serpente. O resultado obtido foi uma novela dominada pela história de Os ossos do barão, porém com enredo um tanto quanto confuso.

O ator Leonardo Villar, que nesta versão viveu Antenor, na versão original de 1973 era Miguel, personagem agora interpretado por Othon Bastos.

Foi a última telenovela do ator Thales Pan Chacon, que faleceu em conseqüência da AIDS pouco depois do término da telenovela, em setembro de 1997.

O autor Walter George Durst também faleceu pouco depois do final de Os Ossos do barão, ainda no ano de 1997.

Em Portugal estreou em 2007, sendo transmitida na RTP 1, passando quase despercebida, talvez devido ao horário em que foi transmitida (hora de almoço).

A novela teve estreia simultanea em Angola e Moçambique no dia 10 de fevereiro de 2015 no canal Só Novelas

Iria substituir Maria Esperança, mas decidiram Perola Negra por causa de sua audiência.

Elenco / Personagens

Juca de Oliveira – Egisto Ghirotto
Leonardo Villar – Antenor Camargo Parente de Rendon Pompeo e Taques
Cleyde Yáconis – Melica Camargo Parente de Rendon Pompeo e Taques
Tarcísio Filho – Martino Ghirotto
Ana Paula Arósio – Isabel Camargo Parente Rendon Pompeo e Taques
Othon Bastos – Miguel Camargo Parente Rendon Pompeo e Taques
Jussara Freire – Bianca Ghirotto
Clarisse Abujamra – Verônica Camargo Parente Rendon Pompeo e Taques
Rubens de Falco – Cândido Caldas Penteado
Imara Reis – Guilhermina Caldas Penteado
Laerte Morrone – Carlino
Bárbara Fazio – Ismália Camargo Parente Rendon Pompeo e Taques
Denise Del Vecchio – Rosa
Ewerton de Castro – Luiz Eulálio
Eugênia de Domênico – Maria Clara Camargo Parente Rendon Pompeo e Taques
Antônio Abujamra – Sebastião Caldas Penteado
Yara Lins – Dona Lucrécia
Elizabeth Henreid – Dona Clélia
Cláudio Curi – Cassiano
Bia Seidl – Lavínia
Petrônio Gontijo – Vicente
Mayara Magri – Lourdes Camargo Parente Rendon Pompeo e Taques
Bete Coelho – Norma Caldas Penteado
Dalton Vigh – Luigi
Chica Lopes – Marlene
Gésio Amadeu – Misael
Daniela Camargo – Mariana Camargo Parente Rendon Pompeo e Taques
Paulo Castelli – Henrique
Tânia Bondezan – Giuseppina
Philipe Levy – Dário
Lia de Aguiar – Lupércia
Thales Pan Chacon – Otávio Caldas Penteado
Christiana Guinle – Vilma
Rubens Caribé – Rogério
Otávio Müller – Júlio
Mika Lins – Noêmia Caldas Penteado
Luciano Quirino – Omar
Jerusa Franco – Consuelo
Norival Rizzo – Padre Joaquim
Branca de Camargo – Débora
Renato Caldas – Eduardo
Wagner Santisteban – Ricardo
Paula Bardá – Lídia
Leonardo Medeiros – Egisto Ghirotto (jovem)

Trilha Sonora Nacional e Internacional

SE STIAMO INSIEME – Riccardo Cocciante (tema de Martino e Isabel)
Tema de Abertura: LÁBIOS QUE BEIJEI – Caetano Veloso

0 Comentário para: “Os Ossos do Barão (1997) Resumo | Personagens | Trilha Sonora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *