O Direito de Nascer Resumo | Personagens | Trilha Sonora

Confira o resumo da novela O Direito de Nascer desde o primeiro capítulo. Além do resumo você terá informações sobre a história, personagens e trilha sonora. Fique por dentro das novidades das novelas, aqui você encontra o resumo completo de O Direito de Nascer e de todas as novelas exibidas no SBT.

Sobre a Novela O Direito de Nascer

◘ Período de exibição: 21/05/2001 – 02/10/2001
◘ Horário: 18h15
◘ Nº de capítulos: 116
◘ Autoria: Aziz Bajur e Jaime Camargo baseada no original de Félix Caignet
◘ Direção: Roberto Talma e José Paulo Vallone
◘ Direção geral: Roberto Talma
◘ Colaboração: Alcione Carvalho
◘ Supervisão de texto: Crayton Sarzy

A novela se passa em Cuba, nas cidades de Havana e Santiago, no período de 1899 à 1945.

A trama se inicia com o caso de amor entre Maria Helena de Juncal e Alfredo Martins. Ela, filha de dona Conceição e Dom Raphael Zomora de Juncal, um dos homens mais importantes e poderosos de Havana, e ele filho de Dom Ramiro Martins, ex-sócio e inimigo do pai da moça.

O casal se encontra sempre às escondidas, a única pessoa que sabe desses encontros é mamãe Dolores, a confidente de Maria Helena e empregada da família Juncal há muitos anos. Em uma de suas conversas com Dolores, Maria Helena revela o que Dolores já desconfiava, a menina estava grávida de Alfredo. As duas se desesperam, pois Dom Raphael jamais aceitaria esse neto.

O casal Juncal começa a desconfiar das atitudes de Maria Helena, pois a menina começa a passar mal constantemente, e é examinada pelo médico da família, que descobre que ela está grávida mas nada revela aos seus pais.

Maria Helena pede a Dolores que leve uma carta a Alfredo, marcando um encontro entre eles. No encontro Maria Helena se surpreende, pois Alfredo diz que não irá aceitar o filho, sugerindo um aborto.

Maria Helena confessa a Dolores que terá seu filho de qualquer maneira. Seus pais ficam sabendo e Dom Raphael revoltado exige saber o nome do amante da filha. Maria Helena não diz, ele a surra e amaldiçoa o próprio neto.

Dom Raphael procura Dr. Pezzi e o médico o aconselha a fazer o casamento da filha com o amante. Dom Raphael descobre que o pai da criança é Alfredo Martins, obrigando o rapaz a casar com sua filha, mas Maria .Helena não aceita e ele diz que irá interná-la em um manicômio.

Dolores e Conceição imploram a Dom Raphael para que ele não faça isso, sem opção, ele manda a negra Dolores e Maria Helena, para uma de suas fazendas, onde ninguém poderá descobri-las.

Dom Raphael instrui seu criado Bruno para que o chame apenas dias antes do parto.

A criança nasce, um menino que é chamado de Albertinho. Dom Raphael ordena que Bruno mate o bebê. Enquanto Maria Helena e mamãe Dolores dormem, Bruno rouba o bebê e foge para o cafezal. Dolores desperta e pressentindo o que esta para acontecer, sai correndo pela casa, rouba uma arma de Dom Raphael e vai atrás de Bruno pelo cafezal. Dolores encontra Bruno com uma faca tentando matar Albertinho no meio da mata. Ela atira em Bruno, que cai desmaiado, enquanto ela foge com o bebê. Maria Helena acorda, procura por Dolores e Dom Raphael diz que ela fugiu com a criança, e que já ordenou Bruno a procurar por toda região. Durante a fuga Dolores encontra Basília, que acaba de perder a irmã e o sobrinho. Ela leva Dolores para sua casa em Santiago.

Maria Helena volta para a casa dela em Havana e não é mais a mesma menina, está triste e angustiada, não se conforma com o ato de Dolores. O casal Juncal faz de tudo para que ela se alegre e esqueça do passado.

Maria Helena conhece Jorge Luís, afilhado da Condessa Vitória, uma das maiores fortunas de Havana. Apesar de namorar Emília, melhor amiga de Maria Helena, Jorge Luís se apaixona por Maria Helena e marcam o casamento. A família Juncal está novamente feliz, pois parece que Maria Helena encontrou seu caminho.

Mas, ela acaba contando seu segredo a Jorge Luís e ele não suporta, o casal rompe. Dom Raphael fica irado e na mesma noite, abandona Maria Helena na porta de um convento. Jorge Luís e Emília se casam.

Dez anos se passam, Dolores e Albertinho continuam morando em Santiago e começam a surgir problemas: na escola os amigos de Albertinho vivem dizendo ao garoto que Dolores não é sua mãe pois ela é negra e ele branco. Apesar de tudo Albertinho ama muito Dolores e a trata como mãe. Dom Raphael descobre Dolores e Albertinho, e eles fogem para Havana.

Maria Helena, já uma freira, continua muito triste pensando em seu filho. Na mansão dos Juncal ocorre os preparativos para o casamento de Dora Juncal e Ricardo Monte Verde.

Por uma coincidência, Jorge Luís se encontra com Albertinho, que lhe presta um favor. Albertinho convida Jorge Luís para ir a sua casa. Convivendo com a família, começa a desconfiar que ele é filho de Maria Helena. Jorge Luís acompanha o crescimento e banca os estudos de Albertinho em Havana que se torna um famoso médico.

Dom Raphael sofre um acidente grave precisando de transfusão de sangue. Albertinho ouve a notícia no rádio, se oferece como doador e salva a vida do avô.

Jorge Luís conta a Albertinho sua verdadeira história. Maria Helena e Albertinho se conhecem e ela perdoa Dolores. A família Juncal é eternamente grata a Albertinho. Sabendo do parentesco com Albertinho, Dom Raphael envergonhado, pede perdão à sua filha.

Jorge Luís pede Maria Helena em casamento.

Resumo de Todos os Capítulos da Novela O Direito de Nascer

Capítulo 1: No primeiro Reveillon do Século XX, uma festa na casa da família Juncal reúne toda a aristocracia de Havana. A Condessa Vitória está eufórica pois quer apresentar seu sobrinho Jorge Luiz, que acaba de chegar de Espanha, a Maria Helena com quem quer vê-lo casado. Maria Helena, a filha mais velha de Conceição e Rafael, aguarda ansiosa pela chegada de Alfredo Martins, o jovem por quem está apaixonada e que prometeu, nessa noite, pedir a sua mão em casamento. Alfredo é filho de Dom Ramiro, sócio de Dom Rafael. Maria Dolores, a ama de Maria Helena, não entende a pressa que a menina tem em se casar e desconfia de que ela está a esconder alguma coisa. Mas, Alfredo Martins é um jovem irresponsável e mulherengo que não tem a menor intenção de cumprir o que prometeu. E, enquanto Maria Helena faz planos ele diverte-se no bordel de Madame Lina. Os pais de Alfredo chegam sozinhos à festa. Maria Helena pergunta por ele e Ramiro diz que o seu filho não irá.

Capítulo 2: Dom Rafael pressiona a filha para que ela lhe diga o que está a esconder. A menina, assustada, não sabe o que responder mas é ajudada por Maria Dolores que mente ao patrão dizendo que Maria Helena não queria que ele soubesse que andou a beber champagne sem a sua permissão. No dia seguinte, toda a sociedade de Havana comenta sobre o escândalo na casa da família Juncal. Maria Dolores vai a casa de Alfredo Martins para lhe entregar a carta de Maria Helena. Alfredo Martins não está em casa. Dom Ramiro maltrata Maria Dolores e tenta tirar-lhe a carta mas ela foge antes que ele consiga arrancá-la das suas mãos. Emília, irmã de Horácio, está muito impressionada com Jorge Luiz e convida-o para almoçar em sua casa. O convite irrita a condessa Vitória, que insiste em controlar a vida do sobrinho, mas não consegue. Maria Dolores começa a procurar Alfredo Martins por toda a cidade e acaba encontrando-o no borde de madame Lina. Ela fica chocada ao ver o rapaz completamente bêbado e rodeado de mulheres semi- nuas.

Capítulo 3: Dom Rafael pergunta o que está a acontecer e Maria Dolores, mais uma vez, dá uma desculpa que convence o patrão. Ela diz que dona conceição estava a pedir-lhe um chá e Dom Rafael acaba pedindo um para ele também, Alfredo Martins passa o resto da noite no bordel de madame Lina. Ele conta o que aconteceu a Cecília que critica a sua atitude e diz que foi por culpa de um canalha como ele que ela acabou por se tornar uma prostituta. Desesperada pelo abandono e com medo da reação do seu pai quando souber da sua gravidez, Maria Helena tenta suicidar-se com um punhal mas é impedida por Maria Dolores, que por um triz consegue evitar uma tragédia. Dona Conceição volta a pressionar a filha para que lhe diga o nome do seu namorado mas Maria Helena diz que não pode dizer quem ele é. Nesse momento chega Maria Dolores mas também se nega a dizer o que sabe. Conceição avisa a filha que depois do pequeno almoço vai levá-la ao médico para descobrir o porquê do seu desmaio. Maria Helena fica desesperada pois não vai poder esconder sua gravidez.

Capítulo 4: Maria Helena diz que Alfredo Martins não pretende casar- se com ela. Dom Ramiro vai ao banco onde tem uma conta conjunta com o seu sócio, Dom Rafael, e retira todo o dinheiro. Frederico, o diretor do banco e marido da condessa Vitória, comunica a Dom Rafael sobre o levantamento. Acompanhado pelo delegado vão atras de Dom Ramiro para tentar prendê-lo. Enquanto isso, Dom Ramiro prepara-se para deixar o país. Dona Conceição decide procurar Alfredo Martins e pedir-lhe que repare o erro que cometeu. Ele faz-se de desentendido e diz que nunca teve nada com Maria Helena. Conceição pressiona-o e ele acaba admitindo que não pode casar-se com ela senão o seu pai o deserdará.

Capítulo 5: Jorge Luiz critica a tia por ter tratado mal Emília e sua mãe e pergunta o que ela pretendia colocando Emília e Maria Helena frente a frente. Vitória diz que queria que ele percebesse a enorme diferença que existe entre as duas e que a filha dos Juncal é a mulher ideal para ser sua esposa. Jorge Luiz deixa bem claro para sua tia que não permitirá que ela conduza a sua vida. O delegado informa D. Rafael que não foi possível prender Dom Ramiro pois quando chegaram á estação de comboio já tinha partido. Maria Dolores está a cuidar dos ferimentos causados pelas chicotadas de Dom Rafael, quando ele entra no quarto para informar Maria Helena que obrigará Alfredo Martins a casar com ela para salvar a honra da família. Conceição conta ao marido que foi procurar Alfredo Martins para pedir-lhe que assumisse o seu erro mas que o rapaz se recusou a casar com Maria Helena. Enfurecido, Dom Rafael pega no seu revólver, vai a casa da família Martins e, apontando uma arma contra a cabeça do rapaz, ameaça matá-lo caso ele não cumpra com a sua obrigação.

Capítulo 6: Maria Helena coloca-se na frente de Alfredo Martins para evitar que o seu pai cometa um crime. D. Rafael expulsa o rapaz de sua casa mas antes ameaça matá-lo caso comente com alguém o que aconteceu entre ele e a sua filha. Para evitar que um escândalo envolva o nome da família mais importante de Havana, Dom Rafael diz para a esposa que a criança não pode nascer. Conceição defende a filha e argumenta que ela tem o direito de ter esse filho. Depois, Dom Rafael conversa em particular com Maria Helena e diz que não permitirá que ela jogue lama na reputação dos Juncal por isso, ela não poderá ter essa criança.

Capítulo 7: A condessa Vitória está indignada por Maria Helena não ter aceito o convite para o chá pois o seu objetivo é aproximá-la de Jorge Luiz. Alfredo Martins passa os seus dias bebendo e divertindo-se no bordel de Madame Lina. Jorge Luiz pede à sua madrinha que providencie o encerramento da sua tutela para que ele possa assumir os seus bens e a direção do banco. A condessa demonstra alívio por se livrar da tutela mas, por outro lado, diz que os seus bens estão fundidos com os dele e lembra o afilhado de que foi graças ao dinheiro que ela investiu no banco que seus negócios prosperaram. Vitória sugere um período de transição para que ele vá tomando conhecimento do funcionamento do banco e garante que assim que ele estiver apto ela renunciará à tutela. Jorge Luiz aceita a proposta.

Capítulo 8: A parteira pede mil pesos adiantados para realizar o aborto. Dom Rafael paga imediatamente e diz que volta em seguida com a paciente. Maria Helena, apesar do desespero, está disposta a obedecer às ordens do pai. Frei Estevão aconselha-a a ter a criança. Dom Rafael chega a casa e pergunta pela filha e Conceição entra em pânico quando o marido a proíbe de acompanhar Maria Helena. Emília volta do almoço que teve com Jorge Luiz e, feliz, conta à mãe e ao irmão que o rapaz quer casar com ela. A mãe entusiasma-se com a notícia de que sua filha está comprometida com um banqueiro e sonha com isso resolver todos os seus problemas financeiros.

Capítulo 9: Conceição revolta-se com a decisão do marido mas não pode fazer nada diante da prepotência de Dom Rafael. Dom Rafael vai ao quarto da filha e diante dela, de Maria Dolores e Conceição diz que a levará para um hospício. Maria Helena reage e chorando muito diz que não está louca. Dom Rafael diz que vai mandá-la para o hospício porque prefere que chamem a sua filha de louca do que de prostituta. Maria Helena pede perdão ao pai por lhe desobedecer.

Capítulo 10: A viagem até à fazenda é longa e cansativa e Maria Helena chega sentindo fortes dores. Emília vai a casa dos Juncal perguntar por Maria Helena. Conceição justifica a ida da filha para a fazenda dizendo que ela está com problemas nos pulmões. Na fazenda, Dom Rafael promete recompensar muito bem Bruno, seu capataz, caso ele cumpra rigorosamente as suas ordens. Ele explica que a sua filha está grávida e pede-lhe que não comente com ninguém que ela é uma Juncal. Dom Rafael dá ordens ao capataz que o avise assim que sua filha sentir as primeiras dores. Ele entrega ao capataz metade das notas e promete dar a outra metade quando ele terminar o serviço e ameaça matá-lo caso alguém descubra o que está acontecendo na fazenda.

Capítulo 11: Dom Rafael diz a Maria Helena que ela ainda é jovem e está a tempo de corrigir o seu erro. Maria Helena jura que está disposta a reparar o mal que fez à família e promete ao pai que nunca ninguém vai saber que ela engravidou. Maria Helena, pergunta a Dom Rafael como vão fazer para levar a criança para Havana sem que ninguém desconfie. Ele esquiva-se da resposta, diz que no dia seguinte vai regressar a Havana e que depois pensará no assunto. Maria Helena, inocente, conta ao pai que tem uma solução para o problema mas, é interrompida bruscamente por Dom Rafael que afirma que depois do parto ele, e só ele, decidirá o que fazer.

Capítulo 12: Jorge Luiz pergunta à madrinha porque está a renunciar à sua tutela. Ela responde que é para que ele possa assumir definitivamente a direção do banco mas impõe uma condição: como sócia maioritária poderá interferir nas suas decisões, caso contrário, retirará todo seu património da instituição. Na fazenda Maria Helena conta os meses que faltam para ter o seu filho. Dona Conceição continua ressentida com Dom Rafael por a proibir de ver a filha mas, às escondidas, começa a fazer o enxoval do neto. Cinco meses depois… Maria Helena está prestes a dar a luz. Alfredo Martins continua a frequentar o bordel de madame Lina mas nem sempre pode estar com Cecília pois ela tem que dar atenção ao seu misterioso protetor. Numa dessas visitas Alfredo, completamente bêbado, invade o quarto da prostituta e descobre que o seu protetor é Dom Frederico. Depois de ser agredido pelo banqueiro, Alfredo ameaça contar toda a verdade à condessa mas Frederico não se deixa intimidar e diz que irá contar a Dom Rafael todas as manobras financeiras dele e do seu pai.

Capítulo 13: Maria Dolores conversa com Frei Estevão sobre as suas preocupações em relação ao futuro da criança que Maria Helena espera. Ela confessa ao religioso que teme que Dom Rafael faça algo de mal com ao bebé. Maria Helena sente a mesma coisa e vive tendo terríveis pesadelos onde lhe arrancam o filho dos braços. Emília, arrasada, conta à mãe que se encontrou com a condessa no clube e foi muito humilhada por ela. Laura aconselha a filha a ter paciência pois o que Vitória quer é separá-la de Jorge Luiz. Frei Estevão despede-se de Maria Helena e pede a Maria Dolores que cuide bem dela e a ajude a tirar da cabeça os maus pressentimentos que tanto a atormentam.

Capítulo 14: Bruno encontra Marcelina na varanda da casa e pergunta o que está ali a fazer a essa hora. Ela dá uma desculpa e Bruno vai dormir sem suspeitar de nada. Jorge Luiz tenta consolar Emília pelo incidente com sua madrinha e entrega-lhe um lindo anel de noivado. Maria Helena e Maria Dolores passam a noite à procura da cabana que Marcelina indicou. Assim que amanhece Bruno pede à esposa que vá acordar as hóspedes. Marcelina finge que vai ao quarto e volta dizendo que elas não estão lá. Ao perceber que as duas fugiram, Bruno sai a cavalo para as procurar.

Capítulo 15: A condessa pede ao mordomo que siga o seu marido. Bruno e seus capangas arrancam Maria Helena à força da cabana para a levar de volta para a fazenda. Enquanto isso, Dom Rafael chega à fazenda e pergunta pela filha. Marcelina conta o que aconteceu e ele culpa Maria Dolores pela fuga da filha. O caminho de volta é longo e Maria Helena começa a sentir fortes dores. Maria Dolores percebe que a menina está em trabalho de parto e Bruno é obrigado a interromper a viagem. Dona Conceição está muito aflita e decide procurar o Frei Estevão. Ela conta-lhe todas as suas preocupações e o religioso acaba por contar que a sua filha está com muito medo que lhe arranquem o filho dos braços. Conceição desespera pois sabe que sua filha precisa de ajuda e ela não pode fazer nada.

Capítulo 16: Maria Helena dá a luz a um lindo e robusto menino. Dom Rafael assiste a tudo sem se aproximar. Dom Rafael culpa Bruno pela fuga da filha e depois lembra ao capataz que deve desaparecer com a criança em 24 horas. Maria Dolores aproxima-se do patrão com a criança nos braços, mas ele se recusa a olhar para o neto. Demonstrando sentir ódio pela criança, Dom Rafael ordena a Maria Dolores que suma com o bebé na sua frente. Apavorada, ela pergunta o que pretende fazer com a criança e ele, friamente, diz que vai acabar com ela. A Condessa Vitória dá ordens ao afilhado para que destitua Frederico da direção do banco e lhe dê uma função que não tenha nenhum poder de decisão.

Capítulo 17: Maria Dolores desespera diante da situação e não sabe como contar a Maria Helena o que o seu pai pretende fazer com a criança; A Condessa Vitória pensa que está deixando Frederico à sua mercê ao destituí-lo do cargo, mas está muito enganada. Ele confessa ao Jorge Luiz que durante todos esses anos em que administrou a conta pessoal da esposa, arranjou uma maneira de se garantir financeiramente. Ele revela também que existe uma conta em nome de um cliente fantasma onde deposita todos os seus lucros. Emília começa a investigação sobre a misteriosa morte do seu pai e vai procurar o Dr. Pezi para lhe perguntar o que ele sabe sobre o assunto. O médico fica surpreendido quando ela pergunta em que condições se deu a morte do seu pai. Depois ele explica que a arma disparou acidentalmente enquanto ele a limpava. Emília sai do consultório sem se deixar convencer pela versão contada pelo médico.

Capítulo 18: Dom Rafael acusa Maria Dolores de ter roubado a criança e promete a Maria Helena que vai encontrá-la. Depois dá ordens ao capataz e aos peões da fazenda para que a capturem. Enquanto isso, Maria Dolores tenta afastar-se o mais rápido possível das terras de Dom Rafael pois tem a certeza que ele não descansará enquanto não a encontrar. Maria Dolores, que pensa ter matado o capataz, sabe que fez isso para proteger o filho de Maria Helena e está determinada a evitar que algo de mal aconteça à criança. Depois de muitas horas de caminhada, Maria Dolores consegue chegar à cabana de dona Afonsa mas encontra-a morta ao lado do filho que também está morto.

Capítulo 19: Maria Helena enfrenta o pai e diz que precisa de conversar seriamente com ele. Ela acusa-o de ser o responsável por Maria Dolores ter roubado a criança. Furioso, Dom Rafael, diz que o que aconteceu na fazenda faz parte do passado e proíbe-a de voltar a falar sobre o assunto. Depois, ordena à filha que arrume as suas coisas porque irão regressar a Havana. Maria Dolores continua na estrada tentando fugir das garras de Dom Rafael. Basília começa a desconfiar que ela roubou a criança.

Capítulo 20: Maria Dolores fica desesperada ao ver o aspeto da criança e acredita que ela não irá sobreviver. Por isso, no meio da estrada, as duas mulheres decidem batizar o bebé e Dolores dá-lhe o nome de Alberto. Logo depois, como por um milagre, a criança reage. Laura reúne os filhos para enaltecer as qualidades do marido e proíbe a filha de continuar a investigar sobre a morte do pai. Emília enfrenta a mãe e diz que não vai descansar enquanto não descobrir toda a verdade.

Capítulo 21: Basília pede a Maria Dolores que conte toda a verdade ao Sr. José. Maria Dolores não sabe como explicar o que lhe aconteceu. Basília acaba contando a história da amiga e pede ao vizinho que a ajude pois se o seu ex-patrão a encontrar é capaz de a matar. Cecília vai à joalharia avaliar o colar que ganhou de Dom Frederico. O homem reconhece a joia e desconfia que ela a tenha roubado da condessa Vitória. Carmela, a empregada da condessa, conta que Maria Helena já voltou da fazenda.

Capítulo 22: A condessa Vitória não entende a reação de Maria Helena que, sem dizer uma palavra, corre para o quarto. Os pais desculpam-se e justificam a atitude da filha por ela estar muito deprimida pela morte de Maria Dolores. Emília ao visitar Maria Helena, conta sobre seu romance com Jorge Luiz mas diz que a condessa não aceita a relação pois pretende que ela, Maria Helena, seja a esposa de seu afilhado. Dom Rafael diz a Conceição que deve aceitar o convite da condessa pois nesse baile Maria Helena poderá encontrar um pretendente.

Capítulo 23: Horácio comenta com Alfredo Martins que irá ao baile que comemora os dezoito anos de Maria Helena de Juncal. Maria Dolores bate de casa em casa à procura de trabalho mas a criança que carrega nos braços se transforma num obstáculo e ela volta para casa sem conseguir emprego. Conceição aconselha a filha a esquecer o que aconteceu e a tentar ser feliz. Ela insiste com Maria Helena para que aceite o baile que a condessa lhe oferece mas ela recusa-se a participar em qualquer acontecimento social. A volta de Maria Helena à capital faz Alfredo pensar que ela se livrou do filho que esperava.

Capítulo 24: Vitória chega a casa de Laura acompanhada por dom Frederico e obriga o marido a contar o que aconteceu no passado. Dom Frederico conta que se envolveu com Laura quando os dois ainda eram solteiros. A condessa garante que, mesmo depois de estarem casados, os dois nunca deixaram de ser amantes. Ela conta que ao descobrir a traição enviou um telegrama ao comandante e ele voltou imediatamente ao país. Os dois encontraram os amantes na cama e o comandante, revoltado, tenta matar Frederico. Vitória tenta impedir que ele atire sobre Frederico, a arma dispara atingindo a condessa na perna e ferindo mortalmente o comandante.

Capítulo 25: A condessa insiste em criticar Emília e a sua família o que acaba provocando uma discussão entre ela e o afilhado. Cansado da intromissão da madrinha na sua vida pessoal, Jorge Luiz decide sair de casa. Dom Rafael insiste com Maria Helena para que ela aceite o baile que a condessa oferece para comemorar o seu aniversário. Maria Helena acaba por concordar com a festa em sua homenagem. Maria Dolores consegue um emprego onde possa levar o bebé, mas a patroa, ao perceber que a criança é completamente branca, desconfia que ela a tenha roubado e ameaça chamar a polícia caso ela não apresente a certidão de nascimento. Assustada, Maria Dolores foge antes que a polícia apareça.

Capítulo 26: Jorge Luiz acaba por assustar Maria Helena que passeia distraída pelo jardim de inverno. Ele desculpa-se e dá-lhe uma flor. Os dois trocam algumas palavras e depois Maria Helena vai-se embora. Madame Lina descobre que Cecília decidiu ir-se embora com Alfredo Martins e vai procurá-la em casa dele. Cecília diz que não mudará de ideia mas madame Lina pede-lhe que volte para o bordel caso contrário terá que fechar a casa. A festa continua. Jorge Luiz esquece que está acompanhado e convida Maria Helena para dançar. Emília não gosta nada de ver o seu namorado a dançar com a sua melhor amiga, mas a Condessa Vitória festeja a aproximação dos dois .

Capítulo 27: Emília pressiona Jorge Luiz para que explique o seu comportamento durante o baile. Ele diz que já não tem a certeza dos seus sentimentos e Emília, ao perceber que Jorge Luiz está a apaixonar-se por Maria Helena, entra em desespero. Maria Helena confessa a Frei Estevão que ficou muito impressionada com Jorge Luiz e que, por um instante, sonhou em tê-lo para sempre ao seu lado. Mas depois, com enorme tristeza, diz ter consciência de que nunca mais poderá amar e muito menos formar uma família.

Capítulo 28: Jorge Luiz comunica a Emilia que vai deixar a casa da família Gonzalez e pede-lhe para desfazer o compromisso. Emília tem uma crise nervosa e, gritando, diz que odeia Jorge Luiz e Maria Helena. Dulce e José entrega a Maria Dolores a certidão de nascimento que comprova que Albertinho é seu filho. A condessa Vitória visita Maria Helena e, entusiasmada, diz que Jorge Luiz está apaixonado por ela. Maria Helena descarta qualquer possibilidade de um romance entre eles e lembra a condessa que o seu afilhado é noivo de Emília Gonzalez.

Capítulo 29: A condessa volta para casa irada e prometendo vingar-se de Laura Gonzalez. Dom Frederico aproveita-se da situação, dá-lhe um chá para que a esposa durma profundamente e sai para se divertir. Conceição pergunta a Maria Helena o que ela achou de Jorge Luiz. Maria Helena demonstra que gostou do rapaz mas lembra a mãe que o amor está proibido para ela. Dom Frederico vai ao bordel procurar Cecília e, depois de uma noite de amor, ele sofre um ataque cardíaco e morre nos braços da prostituta.

Capítulo 30: Conceição conversa com Dom Rafael e conta ao marido que a filha pretende dizer toda a verdade a Jorge Luiz. Maria Dolores chega a casa e logo depois é surpreendida pela chegada da polícia e das mulheres que a acusam de ter roubado o bebé. Maria Dolores jura que é a mãe da criança e mostra ao guarda a certidão de nascimento. Mesmo com o documento nas mãos, o polícia dá voz de prisão a Maria Dolores. Basília chega nesse momento e salva a amiga dizendo ao polícia que ela é a verdadeira mãe do Albertinho.

Capítulo 31: O mordomo da condessa vai a casa de Laura Gonzalez buscar as roupas de Jorge Luiz. Laura rasga as roupas antes de as entregar. Vitória fica furiosa com o comportamento da inimiga. Alfredo e Cecília planeiam partir no próximo navio para Espanha. Jorge Luiz comunica à condessa que Frederico o nomeou seu herdeiro. A notícia apanha Vitória de surpresa pois não esperava que o seu marido tivesse feito um testamento. Embora a condessa jure que o seu marido não possui nenhum patrimônio, Jorge Luiz diz que tudo leva a crer que ele deixou uma grande fortuna e para vários herdeiros.

Capítulo 32: Ao ver a sua maior inimiga entrar em sua casa, a condessa indignada tenta expulsar Laura e Emília. Jorge Luiz impede a madrinha de impor a sua vontade e comunica que ela não é a única dona da casa pois Frederico deixou a parte que lhe pertencia para outra pessoa. Jorge Luiz começa a leitura do testamento onde Frederico afirma que usará a pequena fortuna que conseguiu ao longo da sua vida para agradecer a algumas mulheres que marcaram a sua vida. Para Madame Lina, de quem foi amante na juventude, deixa uma casa onde ela possa viver tranquila o resto dos seus dias.

Capítulo 33: Maria Helena pede desculpas a Jorge Luiz pela demora. Depois do jantar os dois conversam a sós e ele pergunta a Maria Helena se decidiu aceitar o seu amor. Maria Helena demonstra estar interessada mas pergunta o que será de Emília. Jorge Luiz explica que terminou o seu compromisso com ela e acaba por convencer Maria Helena a permitir que ele lhe faça a corte. Vitória continua inconformada com o testamento do marido e pede a Jorge Luiz que veja o que é necessário fazer para que ela compre a parte de Emília. Jorge Luiz comunica à madrinha que tudo está bem entre ele e Maria Helena. A condessa, entusiasmada, já começa a fazer planos para o casamento.

Capítulo 34: Dom Rafael vai ao banco dizer a Jorge Luiz que gostaria que ter a honra de passar a recebê-lo em sua casa todas as terças e quintas. Horácio chega, completamente bêbado, e interrompe a conversa dos dois. Ele começa a ofender Jorge Luiz e tenta agredi-lo. Dom Rafael defende o futuro genro e dá um soco no rapaz. Conceição visita a condessa para levar as suas condolências pela morte de Dom Frederico e fica surpreendida com a maneira como Vitória se refere ao marido. As duas conversam sobre o relacionamento de Maria Helena e Jorge Luiz. Cecília volta para o bordel e comunica a todos que decidiu ficar em Havana e a casa vai continuar a funcionar. Maria Helena conta ao Frei Estevão que aceitou a corte de Jorge Luiz e diz que só contará o seu segredo depois, quando sentir que a relação entre eles está sólida. Um mês depois… Maria Helena e Jorge Luiz já são namorados e estão cada vez mais apaixonados. Laurita volta do colégio e conta que vai haver uma festa na casa dos Juncal para anunciar o noivado de Maria Helena e Jorge Luiz. Emília fica furiosa com a noticia. Apesar de estar feliz com o noivado, Maria Helena não consegue disfarçar a tristeza que carrega por ter perdido o seu filho.

Capítulo 35: Jorge Luiz fala, entusiasmado, em antecipar a data do casamento e Maria Helena não tem coragem de lhe dizer a verdade. Laura planeia vingar-se da condessa e de Jorge Luiz revelando o que acaba de descobrir sobre o passado de Maria Helena. Horácio pede-lhe que pense melhor antes de dizer o que sabe, mas Laura está decidida a vingar-se. Laura envia uma carta anónima á condessa e dentro do envelope está a carta que Maria Helena escreveu para Alfredo Martins.

Capítulo 36: Jorge Luiz insiste em saber mais sobre o passado de Maria Helena. Ela tenta mudar de assunto, mas é pressionada por Jorge Luiz que garante que o noivado, o casamento e o futuro dos dois depende do que ela tem para contar. Maria Helena insiste que não tem nada para dizer. Jorge Luiz pergunta se houve outro homem na sua vida e, quando ela responde que não, ele mostra a carta que Maria Helena escreveu para Alfredo Martins. Maria Helena desmaia. Enquanto isso, do lado de fora, a condessa Vitória diz a Dom Rafael que dependendo da conversa não haverá mais casamento. Maria Helena volta a si e tenta contar toda a verdade a Jorge Luiz mas ele, muito decepcionado, nega ouvir qualquer explicação.

Capítulo 37: Certo de que Alfredo Martins não cumpriu a sua palavra, de manter em segredo o que aconteceu entre ele e Maria Helena, Dom Rafael ameaça matá-lo. Alfredo defende-se e jura que não disse nada a ninguém. Dom Rafael dá-lhe um prazo de 24 horas para deixar Cuba ou o matará. Horácio presencia tudo e volta para casa apavorado. Ele conta à mãe o que aconteceu no bordel com Jorge Luiz e entre Dom Rafael e Alfredo Martins. Emília ouve a conversa e vai ao bordel de madame Lina procurar o ex-noivo. Jorge Luiz, completamente bêbedo, leva Emília para o quarto e os dois fazem amor. Na manhã seguinte, Jorge Luiz pede Emília em casamento. Uma semana depois… Jorge Luiz e Emília casam-se. Albertinho é batizado. Maria Helena recebe o hábito e passa a chamar-se Irmã Helena da Caridade.

Capítulo 38: Dez anos depois… Albertinho enfrenta o preconceito dos colegas de escola por ter uma mãe negra. Jorge Luiz enfrenta sérios problemas no casamento pois Emília vive obcecada por ter um filho. Depois de passar dez anos a viver em Espanha, Maria Helena volta para Havana e é recebida carinhosamente pelo frei Estevão. Albertinho volta para casa todo sujo e magoado mas nega-se a contar o motivo da briga. Maria Dolores e Basília pressionam o menino e ele acaba por contar sobre o preconceito que vem sofrendo por ter uma mãe negra. Maria Helena confessa ao frei Estevão que durante todos esses anos não pensou noutra coisa a não ser no seu filho. Maria Helena vai a casa dos pais. Conceição emociona-se ao ver a filha mas Dom Rafael , ao contrário, é agressivo e expulsa-a de sua casa. Maria Helena enfrenta a fúria do pai e exige que ele lhe diga onde está o seu filho. Apesar de tantos anos se terem passado, Bruno, o capataz da fazenda, continua procurando Maria Dolores. Ele sai com os peões da fazenda para mais uma busca e acaba por descobrir à beira do rio a cova onde foram enterrados os corpos de Afonsa e do bebé.

Capítulo 39: Bruno desenterra os corpos, encontra uma corrente que pertencia a Maria Dolores e conclui que os ossos são dela e do filho de Maria Helena. Apesar de toda a dedicação à vida religiosa, Maria Helena nunca conseguiu disfarçar a falta de vocação. A madre superiora preocupa-se com a presença dela no convento e confessa isso ao frei Estevão. Laurita e Dorinha continuam sendo grandes amigas. Seguindo os passos da mãe e da irmã, Laurita envolve-se com o sobrinho da condessa Vitória e, é claro, terá muitos problemas quando ela descobrir. Dorinha, por sua vez, está apaixonada pelo seu professor de piano. Conceição percebe que existe algo mais entre os dois e preocupa-se. Dorinha confessa que os dois estão apaixonados e a mãe pede-lhe que esqueça o rapaz pois o seu pai nunca permitirá o namoro entre os dois. A professora de Albertinho decide conversar com a sua mãe sobre o seu comportamento na escola. Ao descobrir que a mãe do menino é negra, a professora sente-se mal. Maria Dolores mostra a certidão que comprova a maternidade. A professora informa que vai cancelar a matrícula do Albertinho pois a escola é só para brancos. Bruno vai á capital e entrega a Dom Rafael a medalha que pertencia a Maria Dolores e informa que os dois estão mortos. Conceição ouve a conversa e desespera ao saber que o seu neto está morto. Emília diz à mãe que decidiu procurar uma curandeira para tentar engravidar pois o seu casamento depende desse filho.

Capítulo 40: Ricardo de Monte Verde, sobrinho da condessa, volta para Havana. O rapaz não passa de um nobre falido, ambicioso e mulherengo que pretende refazer a sua vida com a ajuda da tia rica. Vitória insiste com Jorge Luiz para que observe o comportamento de Emília pois ela começa a dar sinais de que está a ficar louca. Ela conta também que Emília está a frequentar a casa de uma curandeira. Albertinho agora está convencido de que, apesar de ser branco, sua alma é negra e por isso quer ir para uma escola onde só estudem crianças negras. Conceição vai ao convento onde vive Maria Helena e conta-lhe que o seu filho está morto e entrega-lhe a medalha que pertencia a Maria Dolores. Maria Helena fica em estado de choque e tem uma crise nervosa. Conceição e frei Estevão tentam confortá-la. A condessa recebe o sobrinho com frieza e deixa claro ao rapaz que não pretende ajudá-lo a saldar as suas dívidas e dá-lhe duas opções: ou fica em sua casa e lhe obedece ou volta para os Estados Unidos onde certamente irá para a prisão por não pagar as seus credores. Ela deixa claro também que o rapaz não vai viver às suas custas e aconselha-o a casar com uma moça rica para resolver todos os seus problemas. Emília vai a casa da sua mãe e conta que desconfia que está grávida.

Capítulo 41: A condessa ordena ao mordomo que siga os passos do seu sobrinho. Ele cumpre as ordens da patroa e volta com a informação de que Ricardo foi à casa da família Gonzalez e lá foi recebido carinhosamente por Laurita. Ele comenta também que os dois se beijaram no meio da rua. A notícia de que seu filho está morto deixa Maria Helena arrasada e traz à tona todas as lembranças do passado. Frei Estevão tenta confortá-la. Indignada com o envolvimento do sobrinho com Laurita, Vitoria expulsa Ricardo da sua casa e promete deserdá-lo e repudiá-lo publicamente para que não possa mais usar o título de conde. Ricardo conversa com a tia e tenta fazer com que mude a sua posição. A condessa aceita voltar atrás na sua decisão desde que o sobrinho termine o namoro com Laurita. Emília anuncia a todos que está grávida. A condessa aconselha Jorge Luiz a pedir a anulação do casamento antes que ela enlouqueça. Acontece um baile na cidade e toda a alta sociedade se encontra lá. A condessa apresenta o sobrinho a Dom Rafael. Dorinha vai ao baile com a intenção de ver o seu professor de piano, que está a tocar na festa. Conceição percebe as intenções da filha e não permite que ela saia da mesa. Os dois trocam olhares a noite toda. Laura Gonzalez chega ao baile acompanhada de Horácio e Laurita. Ao ver Ricardo sentado à mesa com os Juncal, Laurita decide ir até lá pedir explicações. A condessa exige que Ricardo vá ao encontro de Laurita e coloque um ponto final no relacionamento.

Capítulo 42: Dom Rafael é extremamente violento com a filha. Dorinha enfrenta o pai e diz que ela e Luiggi estão apaixonados e querem se casar. Do Rafael fica ainda mais furioso, tranca a filha no quarto e proíbe-a sair de casa seja qual for o pretexto. Enquanto isso, no baile, Ricardo e Luiggi bebem para esquecer a noite que tiveram. A condessa aproxima-se, ouve a conversa dos dois e conclui que o seu sobrinho é a melhor solução para Dom Rafael se livrar do professor de piano. Dom Rafael culpa a esposa pelo comportamento da filha e jura que a história não se vai repetir. Conceição tenta fazer com que o marido não seja muito duro com Dorinha mas ele já decidiu que dentro de um mês ela estará casada com um homem digno de fazer parte da família Juncal. Ricardo e Horácio encontram-se no bordel de madame Cecília e só não partem para a briga porque Luiggi e Cecília não permitem. O pianista sugere que Ricardo conte a verdade a Horácio. Os dois conversam e Ricardo conta porque teve que terminar o compromisso com Laurita. Horácio entende e os dois acabam amigos. Frei Estevão vai ao convento e pede à madre superiora que dê abrigo a um menino perdido que apareceu na sua igreja. A freira diz que não pode ficar com ele pois não tem ninguém que possa cuidar do menino. Frei Estevão sugere que irmã Helena da Caridade se encarregue de cuidar da criança. O menino tem mais ou menos a mesma idade do filho que Maria Helena perdeu, por isso, ao vê-lo imediatamente aflora o seu sentimento maternal.

Capítulo 43: A condessa Vitória está decidida a casar o seu sobrinho, Ricardo, com Dorinha de Juncal e depois mandá-los para o Brasil. Maria Helena continua a cuidar do garoto que frei Estevão encontrou. Juan está muito assustado e confessa ter medo de que o seu pai o encontre. Frei Estevão chega ao convento acompanhado pelo pai do garoto. O homem é rude, grosseiro e não demonstra nenhum carinho pelo filho. Juan vai-se embora a chorar e Maria Helena desconfia do homem que levou o menino. Albertinho é um menino doce, preocupado com todos, a sua meiguice conquista o coração de todos que o conhecem. Anselmo e Clementina vivem na vizinhança e atravessam uma terrível crise conjugal. Depois de ter um filho roubado, Anselmo se transformou num homem violento que quer obrigar a esposa a abortar o filho que esperam. Albertinho, com seu jeito conciliador, consegue conquistar o coração de Anselmo e unir novamente o casal. Dando início ao plano para se livrar do sobrinho, a condessa Vitória compra uma fazenda no Brasil para onde pretende mandar Ricardo e Dorinha depois do casamento. Ricardo vai a casa de Laurita e abre o jogo com ela. Ele explica que precisa ceder à pressão da condessa ou, caso contrário, terá que voltar aos Estados Unidos onde certamente será preso. Ricardo confessa que a ama e pede que tenha paciência pois no futuro ele será o único herdeiro da condessa e os dois poderão ser felizes.

Capítulo 44: A condessa leva para Dom Rafael o contrato de compra e venda da fazenda de café onde existe uma cláusula que determina que Dorinha e Ricardo deverão mudar-se para o Brasil para administrar a propriedade. Dom Rafael interessa-se pela compra mas não concorda em mandar a sua filha viver num país tão distante. Vitória insiste e acaba convencendo-o a aceitar a sociedade. O garoto Juan continua a sofrer maus tratos e não suporta mais viver amarrado como se fosse um animal. Durante a noite ele consegue libertar-se e foge mais uma vez. Dr. Pezi conversa em particular com Jorge Luiz e fala sobre a sua preocupação com a saúde de Emília. A condessa Vitória comunica a Ricardo que em breve ele se casará com Dorinha de Juncal e proíbe o sobrinho de voltar a ver Laurita Gonzalez. Dolores gasta todo o dinheiro do aluguer, ao comprar remédios para Basília e o proprietário ameaça despejá-las. Juan chega ao convento e conta às freiras o que o pai faz com ele. Mas, a tranquilidade do menino dura muito pouco pois o pai aparece e leva-o. Irmã Helena decide ir atrás, presencia os maus tratos que o menino sofre e descobre que aquele homem não é seu pai verdadeiro. Uma senhora conta que esse homem roubou o menino para viver às suas custas pois obriga-o a se passar por aleijado e pedir esmolas pelas ruas da cidade. Maria Helena convence a mulher que lhe deu a informação a acompanhá-la até à delegacia para o denunciar. Maria Dolores caminha pela cidade carregando uma trouxa de roupas quando tropeça e é socorrida pelo Dr. Pezi.

Capítulo 45: O médico não reconhece Maria Dolores e estranha que ela o tenha chamado pelo nome. Ela vai-se embora rapidamente mas antes disso o Dr. Pezi lembra-se que ela foi a ama de leite de Maria Helena de Juncal. Ela garante que nunca esteve em Havana e afasta-se antes que ele possa fazer mais perguntas. Maria Helena vai à delegacia e denuncia Sancho Perez por rapto de menores. Ao voltar para o convento, irmã Helena é castigada pela madre superiora por ter saído sem permissão. Ela ficará três dias na solitária a pão e água. Dom Rafael e a condessa pedem a Jorge Luiz que assine como testemunha no contrato que acabam de realizar. Ele nega-se pois garante que a transação é ilegal pois envolve terceiros. Mas, pressionado pela madrinha ele acaba por assinar… mesmo contra sua vontade. Sancho é levado para a delegacia e, depois de horas de tortura está prestes a confessar toda a verdade. O Dr. Pezi chega a casa da condessa e diz a Jorge Luiz que não traz boas notícias.

Capítulo 46: O Dr. Pezi informa Jorge Luiz que recebeu o histórico médico de Emília onde consta que a operação de apêndice que ela fez quando era adolescente a deixou estéril. O médico garante que ela nunca poderá ser mãe e que sua gravidez é psicológica. Jorge Luiz fica arrasado perante a notícia e pergunta o que acontecerá quando Emília perceber que não está grávida. O Dr. Pezi diz que se ela não aceitar a realidade poderá enlouquecer. A condessa ouve a conversa estarrecida. Sancho confessa que há sete anos roubou o menino Juan na cidade de Santiago. Frei Estevão pede à madre superiora que dê abrigo ao menino Juan e que permita que a irmã Helena cuide dele. A madre superiora não entende o motivo do pedido e frei Estevão decide contar-lhe o segredo de Maria Helena. Depois de ouvir a história a religiosa dá o seu consentimento. Desesperado com o estado mental de Emília, Jorge Luiz pede ao frei Estevão que vá visitá-la.

Capítulo 47: Laura decide aceitar o convite para o sarau. Os filhos tentam fazê-la mudar de ideia mas ela insiste em enfrentar a inimiga. Antes de saírem para a festa em casa da condessa, Dom Rafael presenteia a filha com um lindo colar. Jorge Luiz conversa seriamente com Ricardo e pede-lhe que pense bem antes de obedecer às ordens da tia pois a sua decisão poderá trazer a infelicidade não só para ele como para Dorinha. Começam a chegar os convidados para o sarau. A condessa dá um jeito para que Dorinha e Ricardo conversem em particular. Dorinha, que já conhece o rapaz por ser o namorado da sua melhor amiga, conta, entusiasmada, que quando ele se casar com Laurita ela será a madrinha. Ricardo percebe que Dorinha não sabe de nada preocupa-se. Nesse momento chega a família Gonzalez. Anselmo e Clementina são informados, pela polícia, que o seu filho foi encontrado. Depois do sarau a condessa e Dom Rafael comunicam a todos o noivado de Dorinha e Ricardo.

Capítulo 48: A condessa revela a Laurita que o comandante não é seu pai. Laura chega nesse exato momento e é obrigada a confirmar o que Vitória está a dizer. Laurita pergunta quem é o seu verdadeiro pai e a mãe revela que ela é filha de Frederico. Dorinha, inconformada com o noivado com Ricardo de Monteverde, tem uma crise nervosa e, diante de todos os convidados, rasga toda a sua roupa. Dom Rafael esbofeteia a filha diante de todos. Ricardo chega ao bordel completamente bêbado e conta ao Luiggi que acaba de ficar noivo de Dorinha. O rapaz sente-se traído e agride Ricardo. O delegado vai ao convento e pede permissão à madre superiora para que a irmã Helena o acompanhe até Santiago para entregar Juan aos seus verdadeiros pais. A religiosa permite e pede à irmã Helena que prepare tudo para a viagem. Enquanto isso, em Santiago, Maria Dolores e Basília ajudam Clementina e Anselmo a preparar a festa para receber o garoto. Laurita vai a casa dos Juncal visitar Dorinha.

Capítulo 49: Laurita vai visitar Dorinha. Dom Rafael permite que as duas se vejam mas proíbe Laurita de fazer qualquer comentário sobre a vida pessoal da sua filha. Ao ver a sua melhor amiga, Dorinha abraça-a, pede desculpas pelo que aconteceu e jura que não sabia de nada. Laurita tenta tranquilizá-la e entrega-lhe um bilhete do Luiggi. Anselmo e Clementina preparam uma festa para receber o filho. Maria Dolores, com medo de ser reconhecida por algum convidado, decide não participar. Dorinha escreve um bilhete para o namorado e, junto com Laurita fazem planos para evitar o casamento. Dom Rafael, depois de ouvir toda a conversa, lê o bilhete e, furioso, expulsa Laurita de sua casa. Dom Rafael avisa Conceição que Dorinha está proibida de sair do quarto e só sairá de casa para se casar com Ricardo e conta que depois do casamento Dorinha e Ricardo se mudarão para o Brasil. A condessa informa o sobrinho sobre o acordo firmado com Dom Rafael. Ricardo recusa-se a viver no Brasil e Vitória ameaça deserdá-lo caso ele aceite a sua decisão. Laura Gonzalez entrega a Jorge Luiz a autorização para que a sua filha possa movimentar a sua herança antes de completar dezoito anos.

Capítulo 50: Ricardo desconfia que Laurita é herdeira de uma fortuna deixada pelo seu pai e comunica à tia que não pretende casar-se com Dorinha e muito menos viajar para o Brasil. A condessa ameaça deserdá-lo e tirar-lhe o título de conde. Dorinha enfrenta o pai, diz que não ama Ricardo de Monteverde e que não pretende casar-se com ele. Dom Rafael fica furioso com o atrevimento da filha e diz que ela terá que lhe obedecer. Dorinha não se intimida e diz que prefere ir par um convento como a sua irmã Maria Helena do que se casar com Ricardo. Dom Rafael dá ordens para que Dorinha não saia do quarto até o dia do casamento. Um jornalista vai à Vila interessado em publicar a história do menino Jua, que na verdade se chama Rodrigo. Ele diz à irmã Helena que pretende publicar o caso para alertar a sociedade. Albertinho apresenta Basília à irmã Helena e ela parte antes que Maria Dolores volte. Ricardo vai a casa de Laurita e pergunta-lhe se Frederico lhe deixou uma herança. Surpresas com a pergunta, mãe e filha negam a existência de uma herança e garantem que Dom Frederico deixou apenas a casa onde vivem. Maria Helena despede-se de Albertinho e vai-se embora sem encontrar Maria Dolores.

Capítulo 51: Ricardo percebe o espanto da tia e de Jorge Luiz e pergunta se eles conhecem a freira mencionada na reportagem. Jorge Luiz pergunta se poderia ser Maria Helena e a condessa confirma que se trata da mesma pessoa. Ela revela ao sobrinho que Maria Helena é irmã de Dorinha. Emília ouve a conversa, preocupa-se com o regresso da rival e decide procurá-la no convento. Jorge Luiz procura frei Estevão para se certificar de que a irmã Helena da Caridade é mesmo Maria Helena. O religioso confirma e pede-lhe que não tente reviver o passado e preocupa-se apenas com Emília. Dorinha, com a ajuda de Rufina, consegue ler o jornal e descobre que a sua irmã está em Havana.

Capítulo 52: O encontro com Emília faz Maria Helena perceber que apesar de todos os anos que se passaram ela ainda ama Jorge Luiz. Certa de que não se deve afastar da sua missão religiosa, Maria Helena pede a Deus que tire Jorge Luiz dos seus pensamentos. Dorinha lê a carta de Luiggi. Nela o rapaz confessa o seu grande amor e propõe que os dois fujam para a Itália. Luiggi diz que tem um plano e, caso ela concorde em fugir com ele, deve colocar uma toalha branca na janela. Albertinho lê a sua certidão de nascimento e fica muito dececionado ao saber que é filho de pai desconhecido.

Capítulo 53: Dorinha fica a saber que o pai viajou para a fazenda e sai às escondidas para se encontrar com o namorado. Maria Dolores continua a ter problemas com Albertinho e pede ajuda á virgem para que lhe dê forças para nunca revelar a verdade ao menino. Dorinha encontra-se com Luiggi em casa de Laurita e, com a ajuda da amiga, eles planeiam a fuga. Laura Gonzalez aconselha o casal a marcar a fuga para a véspera do casamento com Ricardo pois todos estarão muito ocupados com os preparativos e a vigilância será menor. Dorinha diz que antes de tomar uma decisão precisa encontrar-se com a sua irmã, e pede ao Luiggi que a leve até ao convento. Conceição percebe que a filha fugiu e pressiona Rufina para que lhe diga onde está Dorinha. A empregada fica relutante mas acaba dizendo que a menina foi encontrar-se com o namorado em casa de Laurita.

Capítulo 54: Depois de ouvir o drama de Dorinha, Maria Helena aconselha a irmã a fazer o que o seu coração mandar, mas pede aos dois que se casem antes de fugir . Ela oferece-se para preparar tudo para que frei Estevão abençoe a união dos dois. Laura e Jorge Luiz procuram a melhor maneira de dizer a Emília que a sua gravidez não passa de uma fantasia. Emília lê o atestado médico onde consta que depois da cirurgia de apêndice ela ficou impossibilitada de engravidar mas, mesmo assim, ela insiste em afirmar que está à espera de um filho. Maria Helena pede a Dorinha e a Luiggi que se casem antes de fugir para Itália e oferece-se para conversar com Frei Estevão e preparar tudo para o casamento. Conceição chega ao convento e leva Dorinha…

Capítulo 55: A notícia da morte de Emília choca a todos e deixa Laura e Jorge Luiz desolados. Frei Estevão encarrega-se de avisar Maria Helena da morte da sua amiga de infância. Maria Helena vai ao enterro e, depois de dez anos, reencontra Jorge Luiz. Bruno e os seus capangas chegam a Santiago com a missão de encontrar Maria Dolores e o menino. A condessa Vitória decide não respeitar o luto pela morte de Emília e confirma o casamento de Ricardo e Dorinha para a data que já haviam marcado. Albertinho vai ao hotel da cidade entregar roupa lavada e lá conhece Bruno. Sem imaginar que se trata do filho de Maria Helena, o capataz faz várias perguntas ao menino para tentar encontrar pistas sobre Maria Dolores e a criança. Conceição pressiona o marido para que ele lhe conte o que descobriu sobre o neto na viagem que fez à fazenda. Dom Rafael conta que agora tem a certeza de que o menino está vivo, mas garante que é por pouco tempo…

Capítulo 56: Dom Rafael conta que mandou Bruno a Santiago para encontrar o menino e por-lhe fim à vida. Conceição fica chocada com a crueldade do marido e chama-lhe monstro. Dom Rafael ameaça agredi-la mas acaba por se controlar. Depois de reencontrar o grande amor da sua vida, Maria Helena sente-se muito perturbada e, como punição, se auto-flagela. A dor pela perda da filha deixa Laura ainda mais descontrolada e se entrega à bebida. Jorge Luiz retoma as suas atividades no banco para tentar superar o momento difícil pelo qual está a passar. Maria Helena é castigada pela Madre Superiora por se ter auto–flagelado sem a permissão dos seus superiores. Frei Estevão vai à casa dos Juncal para tentar convencer Dorinha a não cometer a loucura de se casar com o Luiggi e depois fugir para Itália. Ele aconselha-a a obedecer ao seu pai pois, caso contrário, Luiggi pode correr risco de vida.

Capítulo 57: A carta de Dorinha deixa Luiggi arrasado e ele decide mostrá-la ao frei Estevão. Depois de ler a carta desesperada que Dorinha enviou ao namorado, o religioso teme que ela cometa uma loucura. Luiggi deixa claro que não a vai abandonar e jura que se não houver outra saída ele e Dorinha acabarão com as vidas. Preocupado com o que possa acontecer, Frei Estevão decide procurar Luiggi para dizer que decidiu celebrar o casamento dos dois. Jorge Luiz chega a Santiago e no hotel conhece Albertinho. Ele impressiona-se com a honestidade do rapaz que lhe devolve a carteira que tinha perdido e ainda se nega a aceitar a gratificação que ele lhe oferece. Os dois conversam bastante e Jorge Luiz fica encantado com o menino.

Capítulo 58: Dolores mostra a Jorge Luiz a certidão do menino mas, mesmo assim, não consegue convencê-lo de que é a sua verdadeira mãe. Jorge Luiz tenta tranquilizá-la dizendo que só a quer ajudar a dar um futuro melhor ao menino. Basília aconselha Dolores a contar toda a verdade a Dom Jorge Luiz. Ela acaba por confessar que não é a mãe do Albertinho mas não entra em detalhes. Albertinho fica revoltado ao descobrir toda a verdade e, apesar dos conselhos de Jorge Luiz , não consegue perdoar Dolores e pede-lhe que nunca mais o chame de filho. Albertinho quer saber o nome dos seus verdadeiros pais mas Dolores nega-se a dizer. Ricardo e Laurita encontram-se num bar da cidade. Ricardo confessa o seu amor e propõe-lhe que fujam da cidade. Laurita não aceita pois não acredita na sinceridade dele e pensa que ele só está interessado no dinheiro dela.

Capítulo 59: Chega o dia do casamento de Dorinha e de Luiggi. Maria Helena conta à madre superiora o drama da sua irmã e pede permissão para assistir ao casamento. Bruno chega à Vila onde vive Dolores e surpreende-a à beira do rio lavando roupas. Ao vê-lo, Dolores sai desesperada procurando Albertinho. Os vizinhos correm para a ajudar e conseguem evitar que o capanga de Dom Rafael chegue a ela e ao menino. Albertinho chama a polícia e Bruno é preso. Dolores diz a Basília que terá que deixar a cidade o mais rápido possível pois sabe que assim que sair da cadeia, Bruno vai informar Dom Rafael onde pode a encontrar.

Capítulo 60: Basília insiste com Maria Dolores para que conte toda a verdade a Albertinho, Maria Dolores, decidida a nunca revelar a verdade sobre a origem do menino, conta-lhe que o encontrou à porta de casa dentro de uma cesta e que, por isso, não sabe quem são seus pais. Frei Estevão está a celebrar o casamento de Dorinha e de Luiggi quando Dom Rafael invade a igreja. Ele agride frei Estevão, culpa Maria Helena pela atitude da irmã. Dorinha, num pranto, pede ao pai para que não faça nada de mal a Luiggi. Mas, ele não ouve o apelo da filha e agride violentamente o rapaz. Maria Dolores está decidida a deixar Santiago. Basília e Albertinho convencem-na a viajar para Havana e procurar dom Jorge Luiz. Frei Estevão é transferido de igreja como punição por ter concordado em realizar um casamento às escondidas. Dom Rafael convida o bispo para realizar o casamento de Dorinha e Ricardo. Maria Dolores, Basília e Albertinho chegam a Havana e a primeira pessoa que encontram é Dom Rafael de Juncal.

Capítulo 61: Dolores, apavorada, esconde-se na carroça enquanto Albertinho aborda Dom Rafael e a condessa para perguntar por Jorge Luiz. Dom Rafael simpatiza com o menino e oferece-se para o acompanhar ao banco. Dorinha vai ao convento e pede a Maria Helena que cante no seu casamento. Bruno vai a casa de Dom Rafael para dizer que encontrou Maria Dolores e o menino mas que eles fugiram sem deixar vestígios. Conceição ouve a conversa e emociona-se ao saber que o seu neto está vivo. Dom Rafael, furioso, despede o capataz e diz que ele mesmo se encarregará de os encontrar. Albertinho encontra Jorge Luiz e conta-lhe tudo o que aconteceu em Santiago. Dom Rafael informa a filha que mandou soltar Luiggi e que sairá de Havana no primeiro navio. Jorge Luiz instala Maria Dolores, Basília e Albertinho numa casa confortável e se coloca à disposição para o que precisarem. Chega o dia do casamento de Dorinha e Ricardo. A presença de Maria Helena perturba Jorge Luiz que aproveita a oportunidade para lhe pedir perdão pela decisão que tomou há dez anos atrás. Conceição conta a Maria Helena que Maria Dolores e o seu filho estão vivos. Luiggi assiste, escondido, ao casamento da mulher que ama. Dezoito anos depois… Albertinho está prestes a receber o seu diploma de médico. Dom Rafael está mais rabugento do que nunca. Albertinho socorre um rapaz e leva-o para o hospital. Lá conhece o Dr. Pezi.

Capítulo 62: O caso do marinheiro parece grave e Albertinho diagnostica que ele está com meningite. O Dr. Pezi percebe a gravidade da situação que pode se transformar numa epidemia e pede ao jovem médico que o ajude como voluntário. Rapidamente vários casos da doença são registados na cidade. A epidemia espalha-se e Maria Helena oferece-se para trabalhar como voluntária no mesmo hospital onde Albertinho também está a trabalhar.

Capítulo 63: Havana está em estado de emergência. A madre superiora começa a sentir os sintomas da doença. Nas ruas da cidade os moradores são proibidos de deixar o local para não espalhar a doença. Maria Helena e Albertinho encontram-se no hospital e olham-se de uma maneira muito especial. O jovem médico encanta-se com a maneira como a freira trata o menino doente. Dom Rafael passa pelas ruas, indiferente ao sofrimento das pessoas e negando ajuda a quem precisa. Logo depois ele sofre um acidente com a charrete batendo com a cabeça violentamente. Frei Estevão, que está a passar pelo local, encontra dom Rafael inconsciente e leva-o para o hospital. Enquanto ele procura o Dr. Pezi para contar o que aconteceu, o destino se encarrega de colocar Maria Helena diante do seu pai e ela fica desesperada ao vê-lo ferido. O Dr. Pezi informa a família que o estado de dom Rafael é muito grave e que ele precisa de ser operado com urgência.

Capítulo 64: O Dr. Pezi explica que Dom Rafael está com uma hemorragia interna e precisa de uma transfusão de sangue pois, caso contrário, não resistirá à operação. Ninguém da família tem o tipo sanguíneo de dom Rafael e o Dr. Pezi decide colocar um apelo na rádio para encontrar um dador. Albertinho ouve a notícia e, mesmo contra a vontade da mãe, vai ao hospital oferecer-se como doador. Frei Estevão conta que passou os últimos dezoito anos numa pequena paróquia numa aldeia de pescadores. Conceição e Maria Helena agradecem ao frei por ter socorrido dom Rafael apesar de todo o mal que ele lhe fez. A madre superiora, sentindo que o seu fim está próximo, confessa a Maria Helena que sempre soube do seu drama e a compreendeu porque passou pela mesma experiência. Ela conta que foi para o convento sem vocação depois de lhe terem arrancado o filho dos seus braços. Jorge Luiz confessa à condessa que continua a amar Maria Helena e culpa-a pela sua infelicidade. Albertinho chega ao hospital e oferece-se como dador para salvar a vida de dom Rafael de Juncal.

Capítulo 65: Albertinho doa o seu sangue para dom Rafael sem imaginar que aquele homem é seu avô. Depois de passar a noite recebendo o sangue do neto, dom Rafael reage e finalmente poderá ser operado. O Dr. Pezi tranquiliza a família e diz que um jovem corajoso arriscou a sua vida para salvar a de dom Rafael. Conceição quer saber o nome do dador para lhe poder agradecer mas o médico informa que o rapaz pediu sigilo. Conceição conta a Maria Helena que a sua neta Isabel Cristina virá visitá-la nas férias. A jovem é filha de Dorinha e de Ricardo e estuda nos Estados Unidos. Maria Helena ainda não desistiu de encontrar o seu filho e pergunta à mãe se nesses anos teve alguma notícia dele e de Maria Dolores. Conceição, com o coração partido, diz que não sabe nada do neto. Rafael é operado com sucesso. Albertinho volta para casa debilitado pela transfusão. Jorge Luiz pergunta se ele sabe o nome da pessoa a quem deu sangue. Quando Albertinho responde que se trata de dom Rafael de Juncal, Maria Dolores desmaia de susto.

Capítulo 66: O desmaio de Maria Dolores é atribuído à noite que passou em claro esperando pelo filho e ninguém desconfia do verdadeiro motivo. Dom Rafael recupera os sentidos e já começa a dar sinais de melhora. Alberto pede a Jorge Luiz que não conte a ninguém que ele é o doador que salvou a vida de Dom Rafael. Ele diz que prefere manter-se no anonimato para que ninguém pense que agiu por interesse. Maria Helena emociona-se ao ver que o pai está fora de perigo mas não se atreve a aproximar dele. Jorge Luiz comete uma indiscrição e conta à madrinha que Alberto Limonta é o doador que salvou a vida de Dom Rafael. Ele pede á condessa que não comente com ninguém o que acaba de saber. Dom Rafael insiste em saber o nome do rapaz que lhe salvou a vida mas o Dr. Pezi diz que não pode revelar a sua identidade. Apesar da sua intenção de manter o sigilo, Albertinho é surpreendido pela notícia de que a sua namorada, Julinha, informou à rádio o nome do dador. A condessa Vitória vai à Santa Casa visitar Dom Rafael.

Capítulo 67: A condessa continua a negar revelar o nome do dador. A condessa chega nesse momento mas também se nega a dizer o nome dele. Ela tenta tranquilizar Dom Rafael garantindo-lhe que levará o rapaz à sua casa. Albertinho diz a Jorge Luiz que está apaixonado pela Julinha e que pretende casar-se com ela. Jorge Luiz lembra Albertinho que terá que contar à família da jovem que é filho de pais desconhecidos e que foi criado por uma negra. A condessa pede a Jorge Luiz o endereço do Dr. Alberto para tentar convencê-lo a visitar Dom Rafael de Juncal. Ele nega-se a dar a informação e a condessa ameaça a usar o seu poder para o encontrar. A Madre Superiora reage e já está fora de perigo. Alberto conversa com a namorada e, fazendo suposições, tenta descobrir como ela e a sua família receberiam uma pessoa que não tivesse nem pai nem mãe. Ela, categórica, diz que essa pessoa não entraria em sua casa. A epidemia de meningite já está controlada e o Dr. Pezi dispensa o serviço voluntário do Dr. Alberto. Dom Rafael recebe alta. Jorge Luiz vai a casa de Jorge Luiz para tentar convencê-lo a visitar Dom Rafael porque ele não descansará enquanto não o encontrar. Alberto decide ir a casa de Dom Rafael. Maria Dolores ouve a conversa e, desesperada, pede ao filho que não vá pois poderá acontecer uma desgraça…

Capítulo 68: Jorge Luiz diz que conhece a persistência de Dom Rafael e aconselha-o a procurá-lo antes que ele ou a condessa descubra o seu endereço e apareça em sua casa. Maria Dolores, desesperada, suplica ao filho que não vá ver Dom Rafael de Juncal pois ele pode fazer-lhe muito mal. Jorge Luiz fica surpreendido com a reação de Maria Dolores e percebe que o seu passado está ligado a Dom Rafael. Apesar do apelo da mãe, Alberto decide visitar Dom Rafael de Juncal. Jorge Luiz comunica à condessa que vai criar um fundo para amparar as viúvas e órfãos da epidemia. Vitória, é claro, não concorda com a ideia. Maria Dolores está angustiada com a decisão do filho e Basília aconselha a não comentar que foi criado por uma negra pois a família Juncal é muito preconceituosa. Conceição recebe Alberto carinhosamente e agradece por ele ter salvado a vida do seu marido. Dom Rafael emociona-se ao conhecer o Dr. Alberto e demonstra todo seu agradecimento num abraço muito afetuoso. Irmã Helena recebe no orfanato a pequena Marta, uma menina de sete anos que perdeu a mãe na epidemia. Apesar de muito debilitado, Dom Rafael conversa longamente com Alberto e não se cansa de agradecer o seu gesto. Ele oferece-lhe o apoio e a sua amizade e diz que sente que entre eles existe um laço muito forte que os une. Dom Rafael diz que gostaria que ele o considerasse como um avô. Conceição vai mais além e pede ao rapaz que a chame de avó. Dom Rafael sabe que o rapaz não aceitaria nenhuma recompensa pelo que fez, por isso, decide presentear a sua mãe e pede que lhe entregue um valioso colar de rubis e diamantes. Alfredo Martins volta a Havana.

Capítulo 69: Alfredo Martins volta a Havana acompanhado por Osvaldo, seu filho. Maria Dolores fica angustiada com a demora do filho. Alberto recusa-se a receber o presente. Dom Rafael diz que quer conhecer a sua mãe e assim lhe entregar pessoalmente o colar. Alberto desculpa-se e diz que a sua mãe fez a promessa de nunca mais sair de casa. Dom Rafael não se dá por vencido e decide visitá-la assim que estiver restabelecido. Carmela volta para casa assustada e conta à condessa que acaba de ver Alfredo Martins. Alberto conversa com Jorge Luiz sobre a sua conversa com Julinha e a sua decepção porque ela demonstrou ser uma pessoa interesseira e preconceituosa. Alfredo Martins enfrenta muitos problemas com o seu filho Osvaldo. O rapaz é boémio, irresponsável e mulherengo, exatamente como ele há vinte anos. Ele também fala da sua visita a Dom Rafael e da boa impressão que teve dele. A condessa Vitória visita Dom Rafael e conversam sobre a visita do Dr. Alberto. Conceição diz que pretendem visitar a mãe do jovem médico. A condessa comenta que é uma mulher muito misteriosa e que, há vinte anos, ela recusa seus convites. Vitória conta também que Alfredo Martins está de volta. A notícia deixa Dom Rafael muito nervoso e agitado. Alberto chega a casa e conta que ficou muito bem impressionado com Dom Rafael e que ele e dona Conceição pediram para que lhes chamassem de avós.

Capítulo 70: Maria Dolores fica desesperada ao ouvir o filho falar bem de Dom Rafael e afirmar que pretende voltar a vê-lo. Alberto comenta com Basília que está muito preocupado com o descontrole emocional da mãe. A condessa comenta com Jorge Luiz que Dom Rafael ficou muito bem impressionado com o Dr. Alberto. Ela conta também que Alfredo Martins está de regresso a Havana. No bordel, Cecília observa Osvaldo e o seu comportamento a lembra-se de Alfredo Martins. Ela fica perturbada ao saber que o seu grande amor está de volta. O Dr. Pezi examina dom Rafael e diagnostica que o seu quadro clínico piorou e é provável que ele sofra um ataque cardíaco. Alfredo, velho e doente, sofre com a hostilidade do filho e luta para o transformar num homem de bem. Maria Dolores nega-se a acompanhar o filho ao jantar em casa da família de Julinha. Alberto não consegue entender o comportamento da mãe e ela volta a pedir ao filho que não comente com ninguém que a sua mãe é negra. Alfredo passa a noite em claro esperando pelo filho. Osvaldo chega completamente bêbado deixando o pai muito preocupado. Alfredo percorre as ruas de Havana e, diante da casa da família Juncal, relembra o passado e pergunta a si próprio o que terá acontecido com Maria Helena. Alfredo vai ao banco falar com Jorge Luiz.

Capítulo 71: O encontro entre Jorge Luiz e Alfredo não é nada amigável. Depois de depositar toda a sua fortuna no Banco de Cuba, Alfredo pergunta sobre Maria Helena. Jorge Luiz, indignado, diz que há muito tempo não sabe nada de Maria Helena mas, mesmo que soubesse, não lhe diria. Alfredo admite que errou mas atribui o seu comportamento á pouca idade e garante que voltou a Havana para reparar os seus erros. Jorge Luiz acusa-o de ter destruído a sua vida e a de Maria Helena e diz que nunca o perdoará por isso. Alfredo visita Frei Estevão, confessa estar arrependido de todo o mal que fez a Maria Helena e diz que está disposto a reparar o seu erro. Ele pede ao frei que lhe diga onde pode encontrar Maria Helena. O religioso diz não ter autorização para revelar o paradeiro da irmã Helena mas garante que ela está bem. O Dr. Pezi volta a examinar Dom Rafael e recomenda repouso absoluto. Conceição conversa com o Dr. Pezi e pede-lhe que dê uma oportunidade para que o Dr. Alberto possa começar a sua carreira de médico. Ela pede também que ele não comente que está atendendo a um pedido seu. Alberto fica muito feliz com o convite e garante que se vai empenhar ao máximo para não o dececionar. Maria Helena continua percorrendo a cidade em busca de donativos para o orfanato mas garante a frei Estevão que não pretende aceitar nenhuma ajuda de Jorge Luiz.

Capítulo 72: Dolores preocupa-se ao saber que o filho vai trabalhar com o Dr. Pezi. Basília aconselha-a a acabar de uma vez com esse sofrimento e contar toda a verdade a Albertinho. Irmã Helena vai com Frei Estevão a casa da condessa Vitória e lá reencontra Jorge Luiz. Osvaldo comenta com o pai que foi ao bordel e lá conheceu madame Cecília. A notícia deixa Alfredo abalado e faz-lhe relembrar a única mulher que amou na vida. Apesar de fraco e doente, Dom Rafael não aceita o regresso de frei Estevão à paróquia e está decidido a falar com o bispo. Irmã Helena e Frei Estevão levam as crianças do orfanato a cantar em casa da condessa e conseguem sensibilizá-la. Eles pedem-lhe que organize um sarau para que possam angariar fundos para o orfanato e Vitória aceita ajudá-los. Alberto chega com Jorge Luiz a casa de Julinha. Ele se desculpa pela ausência da mãe dizendo que ela não está a sentir-se bem. Desconfiado de que ouve algo entre o seu pai e Cecília, Osvaldo vai ao bordel e tenta conquistá-la. Alberto conta à namorada que foi criado por uma negra e que não sabe quem foram os seus pais. A revelação deixa a jovem muito dececionada.

Capítulo 73: Julinha continua inconsolável mas recusa-se a contar aos pais o que aconteceu. Alberto e Jorge Luiz são convidados a retirarem-se e o rapaz está inconformado com a reação da namorada. Jorge Luiz aconselha-o a dar tempo ao tempo. Dom Rafael piora e Conceição chama o Dr. Pezi. Ele pede ao Dr. Alberto que o acompanhe à casa dos Juncal. Alberto confessa a Jorge Luiz que está arrependido de ter contado a verdade a Julinha. Ela, por sua vez, sai do quarto mas continua negando-se a contar o que aconteceu entre ela e o namorado. Osvaldo Martins envolve-se com um grupo de jogadores profissionais e aposta muito dinheiro no jogo. Osvaldo volta para casa completamente bêbado e não provoca o pai. Ele diz que esteve com madame Cecília e que lhe contou que seu pai, Alfredo Martins, matou a sua mãe. Alfredo perde o controlo e agride o filho.

Capítulo 74: Osvaldo insiste em acusar o pai de ser o responsável pela morte da sua mãe. Alfredo, desesperado, jura que tudo não passou de um acidente mas não consegue convencê-lo. Depois da conversa com o filho, Alfredo decide procurar Cecília e contar-lhe a sua versão dos factos. Irmã Helena começa a ensaiar as crianças que vão cantar no sarau da condessa Vitória. Depois de examinar Dom Rafael, o Dr. Pezi conversa com a assistente e com o Dr. Alberto e diz que o fim de seu paciente está próximo. O Dr. Alberto tenta convencer o médico a mudar o seu tratamento mas não é ouvido. Conceição liga desesperada a Maria Helena para dizer que o seu pai está muito mal. O reencontro de Cecília e Alfredo é cheio de emoção mas, ao mesmo tempo, muito distante. Alfredo conta a sua versão da história, confessa que não foi feliz no casamento e jura a Cecília que ela foi o único amor da sua vida. Cecília emociona-se mas deixa que Alfredo se vá embora sem saber que ela também não o esqueceu. Maria Helena pede permissão à Madre Superiora para visitar o seu pai e confessa que ainda tem a esperança de ser perdoada por ele. Albertinho lembra-se de um caso parecido com o de Dom Rafael e, sem dizer para quem é, pede para a mãe que lhe ensine o remédio caseiro com o qual ela salvou a vida do seu vizinho há muitos anos. O pai de Julinha decide investigar a vida de Jorge Luiz e estranha muito ao conhecer o lugar onde ele mora.

Capítulo 75: Mariano, pai da Julinha, descobre o endereço do Dr. Alberto, conhece Maria Dolores e ao descobrir que a mãe do jovem médico é uma negra, não perde a chance de a humilhar e até de a agredir. Basília chega a tempo de impedir que a magoe e expulsa Mariano de sua casa. Ele vai-se embora indignado, taxando Alberto de caça-dotes. Enquanto isso, Alberto vai a casa dos Juncal conversar com dona Conceição. Ele fala francamente sobre o estado de Dom Rafael, diz que ele está à beira da morte e pede a autorização dela para o tentar salvar. Alberto explica que está ali sem autorização do Dr. Pezi e que está decidido a arriscar o seu futuro como médico só para tentar salvar a vida de D. Rafael. Ele aplica em Dom Rafael, um método rudimentar que aprendeu com a sua mãe. Cecília e Alfredo estão dececionados com o encontro que tiveram. Tanto um quanto o outro esperavam que fosse menos formal. Mariano, pai de Julinha, procura Jorge Luiz e, indignado, exige que ele lhe diga quem é a mãe de Dr. Alberto. Jorge Luiz confirma que Maria Dolores é a mãe do rapaz, que o criou desde menino e que ele não sabe quem são seus verdadeiros pais.

Capítulo 76: Jorge Luiz oferece-se para levar o convite e vai-se embora sem dizer à condessa onde vive Alberto e a sua mãe. Osvaldo está decidido a conquistar a única mulher que seu pai amou na vida e vai ao bordel assediar Cecília. Ela nega ter sido amante de Alfredo Martins e expulsa o rapaz de sua casa. Alberto vai visitar Julinha e é expulso pelos pais da rapariga que não aceitam o namoro dos dois. Dom Rafael já está melhor e Conceição conta-lhe que o Dr. Alberto salvou a sua vida, mais uma vez. Frei Estevão vai visitar Dom Rafael. Apesar de ainda não ter perdoado o religioso pelo que fez há dezoito anos, ele agradece ao frei por tudo que fez quando o encontrou caído na estrada. Alberto volta para casa arrasado com o que aconteceu em casa da namorada e pergunta a Maria Dolores quem são os seus verdadeiros pais.

Capítulo 77: Revoltado com tudo o que aconteceu, Alberto confessa a Maria Dolores que odeia a sua verdadeira mãe. Mesmo vendo o sofrimento do filho, Maria Dolores continua determinada a não quebrar a promessa que fez de nunca revelar a verdade a Albertinho. Basília tenta, mais uma vez, fazê-la mudar de ideias e diz que por sua causa Alberto vai perder a mulher que ama. Porém, não há argumento que possa convencer Maria Dolores e ela insiste em permanecer calada. Osvaldo perde muito dinheiro no jogo. Alfredo fica preocupo com a vida que o filho leva mas sabe que o rapaz é exatamente como ele na juventude. O Dr. Pezi visita Dom Rafael e está convencido de que as suas melhoras se deve ao tratamento aplicado por ele. A cada dia que passa, cresce a admiração de Conceição e Dom Rafael pelo Dr. Alberto. Alfredo recebe um convite para o Sarau na casa da condessa e decide aceitar com a intenção de que Vitória lhe dê notícias de Maria Helena de Juncal. Isabel Cristina, filha de Dorinha e Ricardo, chega a casa dos avós.

Capítulo 78: Isabel Cristina é uma jovem de ideias muito avançadas para o seu tempo e provavelmente vai escandalizar o avô com a sua maneira de agir e pensar. Alfredo visita a condessa Vitória mas não consegue saber nada sobre Maria Helena. Basília continua aconselhando Maria Dolores a revelar toda a verdade antes que seja tarde demais. Mas, Maria Dolores é teimosa e jura que nunca quebrará a promessa que fez à virgem. Dom Rafael fica feliz ao rever a neta. Jorge Luiz chega a casa e encontra Alfredo Martins. Ele presencia o momento em que Carmela assusta-se ao rever o ex-patrão e depois pergunta o que Alfredo lhe fez para que tenha tanto medo dele. Alberto caminha pelas ruas de Havana completamente distraído e quase é atropelado pelo carro conduzido por Isabel Cristina. Carmela começa a contar tudo o que aconteceu naquela época e acaba por dizer que Alfredo Martins é um canalha pois abandonou Maria Helena grávida. O Dr. Pezi vai a casa da condessa e acaba por descobrir que Dom Rafael está a ser tratado pelo Dr. Alberto Limonta. Depois de ouvir toda a história contada por Carmela, Jorge Luiz vai a casa de Maria Dolores e pergunta o que ela sabe sobre Maria Helena de Juncal.

Capítulo 79: Maria Dolores fica surpreendida com a pergunta de Jorge Luiz e tenta negar os factos. Ele insiste, faz um relato de como imagina que tudo aconteceu e ameaça contar o que sabe a Alberto caso Maria Dolores continue negando a lhe dizer a verdade. Apavorada com a possibilidade do seu filho descobrir a verdade, ela acaba por contar tudo a Dom Jorge Luiz. Depois de ouvir, estarrecido, a dramática história de Maria Dolores Jorge Luiz pede-lhe que conte a verdade a Maria Helena. Dolores nega-se e Jorge Luiz diz que não pretende compartilhar de seu segredo. Osvaldo começa a envolver-se com Rosário e cada vez perde mais dinheiro no jogo. Dolores suplica a Jorge Luiz que não conte nada a Albertinho pois tem medo de que Dom Rafael o mande matar. Jorge Luiz conta que Maria Helena está no convento e pede-lhe que conte a verdade para acabar com o sofrimento de vinte e oito anos. Dolores insiste em não dizer nada nem a Alberto nem a Maria Helena. Alberto chega no momento em que os dois estão a conversar mas Jorge Luiz acaba respeitando a vontade de Maria Dolores e não diz nada. Isabel Cristina procura frei Estevão e pede-lhe que a leve ao convento para conhecer a sua tia Maria Helena. Jorge Luiz vai ao convento e pergunta a Maria Helena porque nunca lhe disse que teve um filho.

Capítulo 80: A princípio, Maria Helena tenta negar a gravidez mas Jorge Luiz tranquiliza-a e diz que tem boas notícias sobre o seu filho. Maria Helena emociona-se quando ele conta que o seu filho está vivo, que foi criado por Maria Dolores e que se transformou num rapaz admirável. Maria Helena pede para que Jorge Luiz a leve ao seu filho, mas ele nega-se a dizer quem ele é e onde vive. Jorge explica que o seu filho desconhece a sua verdadeira história e se um dia vier a descobrir poderá acontecer uma tragédia. Maria Helena pede a Jorge Luiz que volte sempre ao convento para lhe trazer notícias do seu filho. O Dr. Pezi chega furioso ao hospital e chama Alberto e Carmem de traidores. Para a Dr.ª, ele dá uma outra oportunidade desde que não volte a desobedecer às suas ordens. Já com Alberto ele é mais rigoroso, demite o rapaz e diz que vai denunciá-lo à Ordem dos Médicos como curandeiro. Basília insiste com Maria Dolores para que vá até ao convento e conte a verdade a Maria Helena. Dolores, teimosa como sempre, continua determinada a nunca revelar o seu segredo a ninguém. Alberto defende-se e usa argumentos que fazem o Dr. Pezi mudar de ideias. Ele garante que não vai denunciá-lo à Ordem dos Médicos e pede um tempo para pensar se vai readmiti-lo.

Capítulo 81: Isabel Cristina escandaliza os avós com as suas atitudes. Dom Rafael tenta controlar os seus passos, mas parece impossível. Alberto, desolado com o rompimento do namoro e com a demissão do hospital, vai ao Cuba Livre e Rosário aproxima-se da mesa dele. Osvaldo chega, encontra a moça com Alberto e parte para a agressão. Osvaldo leva a pior e acaba com um ferimento na cabeça. Alberto socorre o rapaz, sem saber que se trata do seu irmão. Nervoso com o incidente no bar, Alberto vai ao bordel de madame Cecília. A condessa Vitória diz a Jorge Luiz que se Alberto e a mãe não confirmarem a presença no sarau, ela irá buscá-los pessoalmente. Isabel Cristina conta à avó que vai visitar a tia no convento. Conceição é contra mas não consegue deter a neta. O encontro de Isabel Cristina e Maria Helena é repleto de emoção. Isabel pergunta à tia o porquê do seu avó não querer nem ouvir falar no seu nome. Maria Helena evita falar do assunto e diz que o que aconteceu entre eles faz parte do passado. Alberto pede a Jorge Luiz que vá a casa de Julinha para saber o que ela decidiu sobre o futuro dos dois. Maria Dolores não suporta ver o sofrimento do filho e decide sair de casa, depois de dezoito anos, e procurar a família Monteiro para tentar resolver o caso de Alberto e Julinha.

Capítulo 82: Maria Dolores invade a casa dos Monteiro e apresenta-se como mãe adotiva do Dr. Alberto Limonta. Ela defende o namoro de Julinha e Alberto. Mercedes humilha-a dizendo que a sua filha não se pode envolver com alguém que não sabe a sua origem.. Irritada, Dolores acaba por confessar que sabe quem são os pais de Albertinho e que em suas veias corre sangue nobre. Nesse momento chega Jorge Luiz e leva Dolores embora da casa dos Monteiro. Dom Rafael continua inconformado com a independência de Isabel Cristina e fica furioso quando ela conta que foi ao convento visitar a sua tia. Ele proíbe a neta de voltar a vê-la e acaba passando mal. O Dr. Pezi chega para o examinar mas ele insiste para que Conceição chame o Dr. Alberto. Osvaldo envolve-se noutra briga no Cuba Livre ao encontrar Rosário com outro homem. Ramon, que seguiu o rapaz a pedido de Alfredo, presencia a cena. Isabel Cristina volta a insistir com a avó para que lhe conte o que aconteceu entre o seu avó e Maria Helena. Conceição recusa-se a falar sobre o assunto.

Capítulo 83: Julinha pede ao motorista do seu pai que entregue uma carta ao Dr. Alberto. Ramon entrega ao patrão as informações que conseguiu sobre Osvaldo e Alfredo decide procurar Rosário, pois acredita que a prostituta está a levar o seu filho para o jogo. Isabel Cristina, irreverente como sempre, diz aos avós que vai com a condessa ao convento. Dom Rafael fica furioso com a desobediência da neta. Alberto recebe a carta da namorada onde ela diz que vai procurá-lo porque tem algo muito importante para lhe dizer. Dolores fica apavorada pois tem a certeza que a jovem vai comentar sobre o que ela disse quando foi a casa dos Monteiro. Julinha pergunta a Alberto porque escondeu dela que seus pais são nobres.

Capítulo 84: Julinha vai a casa de Alberto e pergunta-lhe porque nunca lhe disse que era filho de nobres. Alberto surpreende-se com a pergunta e Julinha diz-lhe que peça explicações a Maria Dolores. Os pais de Julinha descobrem que ela foi procurar o namorado e vão buscá-la. Mercedes e Mariano ameaçam deserdá-la caso ela decida ficar com Alberto e Julinha acaba por se ir embora com os pais. Alberto pressiona Dolores para que lhe conte a verdade sobre a sua origem. Ela confessa que sabe quem são eles mas diz que não pode revelar o segredo pois quebraria uma promessa que fez à virgem. Alberto dececionado com Maria Dolores diz que vai descobrir sozinho quem são seus verdadeiros pais. Dolores ameaça desaparecer da cidade caso ele continue com a ideia fixa de encontrar os pais.

Capítulo 85: Rosário , cínica, não aceita a oferta de Alfredo Martins e diz que ficará com Osvaldo porque ele está prestes a receber uma grande fortuna. Dom Rafael recebe a visita de Alberto e pede-lhe que seja seu médico pessoal. Alberto aceita o convite. Isabel Cristina começa a reformular o seu quarto e Rafael preocupa-se com a ousadia da neta. Alberto continua revoltado com a atitude de Maria Dolores e já não a trata com se fosse a sua mãe. Chega o dia do sarau de beneficência, em casa da condessa Vitória.

Capítulo 86: Alberto, muito deprimido com o abandono de Julinha e com a deceção que teve com Dolores, agora não sai da “cuba livre”. Lá reencontra Osvaldo Martins e os dois voltam a brigar. Apesar de todo o sofrimento com a indiferença do filho, Maria Dolores continua a negar dizer a verdade. Alberto volta para casa completamente bêbado e pede a Maria Dolores que não lhe volte a dirigir a palavra, a menos que seja para revelar o nome dos seus verdadeiros pais. Osvaldo exige que o pai não se meta na sua vida. Alfredo tenta alertar o filho dizendo que Rosário só está interessada no seu dinheiro, mas Osvaldo está apaixonado e acredita que ela também o ama. Jorge Luiz vai a casa de Dolores e diz-lhe que a madrinha a espera para o sarau. Dolores diz que não irá mas Alberto exige que ela o acompanhe.

Capítulo 87: Alberto dá permissão a Dom Rafael para que vá ao sarau da condessa e diz que irá acompanhado da sua mãe. Alfredo corta a mesada do filho para tentar distanciá-lo do jogo e de Rosário. Dolores finge-se de doente para não ir ao sarau. Alberto percebe o truque, convida Basília para o acompanhar e diz a Dolores que não precisa mais da presença dela na sua vida. Os convidados começam a chegar ao sarau da condessa e Alberto comparece com a madrinha. Dolores, desesperada com o desprezo do filho, aproveita que está sozinha e decide ir-se embora para longe. Ela caminha horas à beira mar e depois embarca num pequeno barco.

Capítulo 88: Maria Dolores decide ficar na praia e acaba por adormecer na areia. No sarau da condessa, Basília conhece Dom Rafael e Maria Helena conversa com Albertinho sem imaginar que se trata do seu próprio filho. Ele oferece-se para cuidar das crianças do orfanato. Alberto e Isabel Cristina voltam a encontrar-se e, mais uma vez, trocam farpas. Maria Helena conta à mãe que o seu filho está vivo. Conceição conversa com Basília e diz que qualquer dia vai fazer uma visita a Maria Dolores. Alfredo Martins comparece ao sarau da condessa e reencontra Maria Helena.

Capítulo 89: Surpreendido ao ver que Maria Helena se transformou numa freira, Alfredo Martins sente-se mal. Maria Helena emociona-se ao vê-lo e não consegue continuar regendo o coral. Frei Estevão encarrega-se de continuar a apresentação. Dom Rafael e Alfredo ficam frente a frente mas não trocam nem uma palavra. Jorge Luiz conta a Maria Helena que Alfredo está viúvo e que voltou a Havana acompanhado pelo filho, Osvaldo. Jorge pergunta a Maria Helena se durante todos esses anos continuou a pensar em Alfredo Martins. Ela responde que sim e deixa Jorge arrasado. Maria Helena percebe a deceção dele e esclarece que pensou em Alfredo apenas como pai do seu filho e nada mais. A condessa pede ao Dr. Alberto que examine Alfredo Martins. Jorge Luiz, emocionado, pede a Maria Helena que não fuja mais dos seus sentimentos. Os dois trocam olhares e quase se chegam a beijar, não fossem interrompidos por uma das crianças do coral. Alfredo fica impressionado com o Dr. Alberto e pede-lhe que seja o seu médico pessoal.

Capítulo 90: Isabel Cristina comenta com os avós que não suporta o Dr. Alberto e os dois saem em defesa do rapaz. Alberto e Basília voltam para casa e não encontram Maria Dolores. Alberto preocupa-se e culpa-se por ter sido tão cruel com ela. Basília também culpa o afilhado pelo desaparecimento de Dolores. Maria Dolores é encontrada, tremendo de frio, por um pescador. Alfredo continua chocado com o facto de Maria Helena se ter transformado numa freira e culpa-se pelo destino dela. Ele decide procurá-la para pedir perdão por todo mal que lhe causou.

Capítulo 91: Maria Dolores vai à estação decidida a comprar um bilhete para Santiago. Enquanto isso, Basília e Alberto procuram-na pelas ruas de Havana. Dom Rafael retoma as suas atividades e fica furioso ao descobrir que a fazenda do Brasil, administrada pelo seu genro, está passando por sérios problemas. Uma vizinha traz notícias de Marai Dolores. Basília e Alberto vão buscá-la à estação. Maria Dolores esconde-se quando vê Albertinho. O chefe da estação confunde-a com uma ladra, chama a polícia e Maria Dolores é levada para a delegacia. A condessa Vitória vai ao convento das Carmelitas acompanhada de Jorge Luiz. Na delegacia, Dolores mente ao polícia e afirma que vive sozinha em Santiago O delegado percebe que a mulher está a mentir e dá-lhe voz de prisão. Conceição fica chocada com a reforma que Isabel Cristina fez no quarto que era da sua mãe. Jorge Luiz conversa com Maria Helena e fala dos seus sentimentos. A condessa Vitória e Frei Estevão ouvem a conversa.

Capítulo 92: Maria Helena e Jorge Luiz encontram-se no convento e falam sobre o que aconteceu no sarau. Maria Helena diz que ele ultrapassou todos os limites ao tentar beijá-la. Ele se justifica dizendo que foi um ato impulsivo. Frei Estevão e a Condessa Vitória ouvem o final da conversa. Maria Helena confessa ao Frei Estevão que ela e Jorge Luiz quase se beijaram. O religioso aconselha-a a esquecer o passado e com ele o homem a quem amou. Ramon segue as ordens de Alfredo Martins e vai buscar o dr. Alberto para que examine o seu patrão. Rubens, o jogador, pressiona rosário e dá um prazo de vinte e quatro horas para que Osvaldo pague a sua dívida, caso contrário, ele sofrerá um “acidente”.

Capítulo 93: Jorge Luiz sai com Alberto para procurar Maria Dolores. Osvaldo procura Rosário e ela avisa que Rubem anda atrás dele para que pague a dívida de jogo . Ele diz que só terá o dinheiro quando receber a herança a que tem direito. Rosário aconselha-o a conseguir o dinheiro o mais rápido possível pois ele nem imagina do que o Rubem é capaz. Ela garante que o jogador costuma eliminar os maus pagadores. A condessa Vitória examina as contas da fazenda. Dom Rafael culpa Ricardo pela queda na produção e insinua que ele esteja desviando dinheiro. Diante do sócio, a condessa insiste em defender o sobrinho mas, depois de Dom Rafael se ir embora, ela amaldiçoa-o e acha muito provável que Ricardo esteja a roubar os dois. Osvaldo insiste com o pai para que lhe dê um adiantamento da herança que receberá em breve, mas não consegue o dinheiro que precisa.

Capítulo 94: Bruno reconhece Maria Dolores e garante que assim que sair da prisão vai avisar Dom Rafael. Dom Rafael continua indignado com a conduta desonesta do genro. Conceição preocupa-se com o que ele possa fazer para o punir. Osvaldo entrega o colar ao Rubem para pagar a dívida de jogo. Dolores passa a noite apavorada pois tem a certeza de que desta vez Dom Rafael a irá encontrar… Na manhã seguinte, Bruno é posto em liberdade e garante que vai direto à casa de Dom Rafael contar o que acaba de descobrir. Ramon pressiona Osvaldo para que devolva o colar antes que o seu pai descubra o que ele fez. O rapaz diz que não pode ter o colar de volta porque o entregou para pagar uma dívida de jogo. Ramon, contrariando as ordens do patrão, dá dinheiro a Osvaldo para que pague o que deve e traga o colar de volta.

Capítulo 95: Dom Rafael fica furioso com a intromissão da neta nos assuntos da família e promete punir Isabel Cristina. Desesperada com o que o pai possa fazer com o seu filho, irmã Helena pede permissão à Madre Superiora para sair do convento. Dolores está com um princípio de pneumonia e recebe os cuidados de Albertinho. Ela comunica ao filho que quando estiver melhor se irá embora para sempre pois só assim lhe evitará constrangimentos por ter uma mãe negra. Alberto pede perdão por tudo o que lhe disse e implora a Maria Dolores que fique sempre a seu lado. Dolores aceita ficar mas com a condição de que Alberto nunca volte a perguntar quem são seus pais verdadeiros. Isabel Cristina chega a casa e é chamada de judas pelo avô. Dom Rafael critica a neta por ter ouvido a conversa dele com o Bruno e, principalmente, por ter ido ao convento contar tudo à tia. Mas, Isabel Cristina com a sua irreverência e teimosia acaba dobrando o velho rabugento.

Capítulo 96: Osvaldo tenta pagar a dívida com o dinheiro que Ramon lhe emprestou e assim recuperar o colar que pertenceu à sua mãe. Rubem o desafia para um tudo ou nada. Osvaldo aceita e acaba perdendo a joia no jogo. Apesar da saúde debilitada, Alfredo decide ir ao convento para pedir perdão a Maria Helena. Alberto conta a Carmem que foi criado por Maria Dolores e que não sabe quem foram os seus pais. A condessa Vitória conversa com Isabel Cristina sobre a honestidade de Ricardo e ela confessa que não pode confiar nele pois o seu pai leva uma vida muito irregular. Maria Helena fica frente a frente com o homem que destruiu a sua vida. Alfredo, emocionado, pede-lhe perdão. Alfredo admite todos os seus erros e diz que não foi nada fácil criar coragem para procurar e implorar pelo seu perdão para poder morrer em paz. Maria Helena comove-se com a fragilidade de Alfredo e tenta encorajá-lo dizendo que sempre há uma razão para continuar a viver e fala sobre o filho que tiveram.

Capítulo 97: Alfredo não entende o que Maria Helena quis dizer e pensa que ela se está a referir a Osvaldo. Ela acha melhor não dizer mais nada e continuar ocultando que os dois tiveram um filho. Ramon pressiona Osvaldo e ameaça contar tudo a Dom Alfredo caso ele não devolva o colar. Alberto vai ao convento atendendo a um chamado da irmã Helena para que examine Martinha. Maria Dolores fica apavorada ao saber que Alberto foi ao convento. Enquanto o Dr. Alberto examina a menina, Isabel chega ao convento. Maria Dolores confessa a Basília que sente muita falta de Maria Helena e diz que um dia a vai procurar para lhe contar toda a verdade. Maria Helena pede a Isabel Cristina que leve o Dr. Alberto até ao hospital e, desta vez, o encontro dos dois é mais amistoso. Jorge Luiz comunica à condessa que Dom Rafael, fazendo uso da procuração que ela lhe deu, bloqueou todas as contas da fazenda do Brasil. Alberto comenta com Maria Dolores que esteve com a irmã Helena, diz que sente um cainho muito especial por ela e que gostaria que as duas se conhecessem. Indignada com a atitude de Dom Rafael, a condessa vai a casa dos Juncal para pedir explicações. Os dois se enfrentam, discutem e Dom Rafael expulsa Vitória de sua casa.

Capítulo 98: Ramon, inconformado com a irresponsabilidade de Osvaldo, diz que vai colocar Dom Alfredo a par da situação. Isabel Cristina pressiona Rufina, a empregada da casa, e ela acaba por contar que Maria Helena foi para o convento depois de romper o seu noivado com Jorge Luiz A condessa cancela a procuração que deu a Dom Rafael para que ele cuidasse dos negócios da fazenda da qual são sócios. Isabel Cristina procura Jorge Luiz e pergunta o que aconteceu entre ele e Maria Helena e o que provocou o fim do noivado. Jorge Luiz diz que não pode dizer nada sem o consentimento de Maria Helena e aconselha-a a conversar com a tia sobre o assunto. Alberto visita Dom Rafael e encontra Isabel Cristina. Ramon comunica a Alfredo que o filho apanhou o colar que pertenceu à sua mãe para pagar uma dívida de jogo. Ele fica furioso e decide procurar Rubem e exigir que lhe devolva o colar. Alfredo chega ao Cuba Livre e encontra Rosário na companhia do Rubem. Rubem nega-se a devolver a joia. Alfredo tenta comprá-la e acaba descobrindo que a peça foi toda desmontada.

Capítulo 99: Dom Rafael critica a atitude da neta por ter convidado o Dr. Alberto para sair. Ele também deixa claro que se opõe a um relacionamento entre os dois pois ele não pertence à mesma classe social. Isabel defende o médico e diz que não acredita em barreiras sociais. O Dr. Alberto medica Alfredo Martins e diz que ele precisa de acompanhamento médico. Alfredo se desculpa com o Dr. Alberto e pede-lhe que volte a ser seu médico particular. Alberto aceita. Alberto volta para casa eufórico e conta à mãe e à madrinha que está apaixonado. Maria Dolores fica apavorada quando ele diz que a jovem por quem está interessado se chama Isabel Cristina de Juncal. Alfredo decide tomar providências para evitar que o filho perca toda a fortuna no jogo. Ele entra com uma petição declarando que o filho é um irresponsável e não está apto a cuidar do dinheiro. Bruno começa a procurar Maria Dolores por toda a cidade. Ele oferece muito dinheiro ao garçon do Cuba Livre por qualquer informação. Dom Rafael pergunta a Isabel Cristina o que ela pretende com o Dr. Alberto. Ela diz que ainda não sabe. Osvaldo comemora o seu aniversário com Rosário sem imaginar que não poderá colocar as mãos na herança. Maria Helena confessa a Frei Estevão que está muito confusa depois da visita de Alfredo Martins e diz que teve vontade de lhe contar que tiveram um filho.

Capítulo 100: Maria Helena admite que ainda sente muito ódio por Alfredo Martins. Alberto conta a Jorge Luiz que está apaixonado pela neta de Dom Rafael de Juncal. A revelação deixa Jorge Luiz muito preocupado. Osvaldo vai ao banco para sacar o dinheiro da herança e descobre que não está autorizado a fazer nenhum levantamento. Jorge Luiz mostra-lhe a ordem judicial onde o seu pai o declara incapaz de administrar a própria fortuna. Osvaldo volta para casa furioso e exige que o pai lhe entregue o dinheiro que herdou da sua mãe. Alfredo mantém a sua decisão e o filho vai-se embora de casa. Alberto conta a Isabel Cristina toda a verdade sobre a sua origem e ela, apesar de surpresa, diz que não se preocupa com o sobrenome dele. Dom Rafael procura Jorge Luiz, diz que concorda com o relacionamento da neta com o Dr. Alberto e pede a ele que intervenha no caso e peça ao Alberto que se afaste de Isabel Cristina, caso contrário, terá que cortar relações com ele. Jorge Luiz, indignado com a decisão de Dom Rafael, deixa claro que não fará nada para o ajudar. Dom Rafael decide resolver o problema pessoalmente e pede a Jorge Luiz o endereço do Dr. Alberto. Alberto leva Isabel Cristina para almoçar a sua casa.

Capítulo 101: Isabel Cristina não consegue esconder a sua surpresa ao descobrir que a mãe adotiva do Albertinho é uma negra, mas desculpa-se com Maria Dolores e trata-a de igual para igual. Jorge Luiz tenta convencer Dom Rafael a não procurar Maria Dolores, mas quando percebe que não vai conseguir acaba por contar que Alberto é filho de pais desconhecidos. A revelação deixa Dom Rafael chocado. Maria Dolores pede a Isabel Cristina que não comente com ninguém que ela é negra pois isso poderia prejudicar a carreira do Albertinho. Dom Rafael volta para casa furioso e conta a Conceição o que acaba de descobrir. Ele sente-se traído pelo jovem médico que nunca comentou que desconhecia a sua origem e diz a Conceição que vai proibir a entrada dele em sua casa. Rosário expulsa Osvaldo de sua casa. Isabel vai-se embora encantada com a família do Dr. Alberto. Dom Rafael proíbe a neta de voltar a ver Dr. Alberto. Alfredo conta ao Dr. Alberto os problemas que tem com o seu filho e diz que Osvaldo precisa de um amigo. Isabel Cristina desobedece às ordens do avô e volta a encontrar-se com Alberto. Dorinha e Ricardo chegam a Havana.

Capítulo 102: Dorinha e Ricardo perguntam pela filha. Ricardo fica furioso ao saber que Isabel Cristina saiu com um desconhecido. Dolores diz a Basília que decidiu ir-se embora para evitar que Dom Rafael descubra que Albertinho é filho de Maria Helena. Cecília visita Alfredo e os dois relembram, emocionados, o quanto foram felizes no passado. Ricardo tenta escapar de uma conversa com o sogro mas não consegue. Ele explica que os negócios vão de mal a pior e culpa o sogro e a tia pela falta de investimentos na propriedade. Dom Rafael não aceita as justificações e chama ladrão ao genro. Alberto vai com Isabel ao Cuba Livre e lá encontra Osvaldo completamente bêbado e evita que ele leve uma surra de Rubem. Ricardo insiste em dizer que não há irregularidades na fazenda. Dom Rafael ameaça colocá-lo na cadeia caso encontre as provas que procura. Ricardo é cínico com o sogro e diz que não pode levar em conta as ameaças de uma pessoa tão idosa. Isabel conta a Alberto que seu avô é contra o relacionamento dos dois. Alberto diz que a ama e que está disposto a enfrentar qualquer obstáculo para tê-la a seu lado. Os dois passeiam pela praia e trocam o primeiro beijo. Ricardo diz a Dorinha que arranjou um bom partido para a filha no Brasil.

Capítulo 103: Ricardo diz que se trata de um casamento de negócios pois o rapaz é filho de um dos mais ricos fazendeiros do Brasil. Isabel Cristina volta para casa e se surpreende com a presença dos pais. Ricardo é violento, agride a filha e proíbe-a de voltar a ver o Dr. Alberto. Ele ameaça deixá-la aleijada caso se atreva a desobedecer-lhe. Alberto conta à mãe que Dom Rafael se opõe ao namoro dele com Isabel Cristina. Osvaldo, completamente bêbado, envolve-se numa briga com um dos clientes de Rosário e leva a pior. Isabel diz à mãe que não vai permitir que o seu pai interfira nos seus sentimentos. Dorinha conta à filha que o seu pai já lhe arranjou um pretendente. Alberto encontra Osvaldo no hospital e ele pede ao médico que não comente nada com o seu pai.

Capítulo 104: Ricardo coloca a tia a par da situação da fazenda e insiste em dizer que a única saída para retomar a produção será fazendo um grande investimento na propriedade. Isabel Cristina vai ao convento e conta a Maria Helena que namora com o Dr. Alberto. Ela aproveita para perguntar à tia sobre o seu romance com Jorge Luiz. Maria Helena nega-se a falar sobre o assunto mas acaba confessando que foi apaixonada por ele. Alberto visita Alfredo Martins e ele fala sobre as preocupações com o seu filho, Osvaldo. Alfredo confessa ao Dr. Alberto que gostaria muito de ter um filho como ele. Alberto retribui a gentileza e diz que também gostaria de ter um pai como ele. Alberto fala com mágoa do seu pai verdadeiro e conta que foi renegado antes de nascer. Vitória pressiona Ricardo e ele acaba admitindo que roubou muito dinheiro da fazenda. Isabel Cristina vai ao hospital e conta a Alberto que o seu pai se opõe ao namoro dos dois e que chegou até a agredi-la por isso. Alberto fica indignado com a violência do pai da namorada e diz que vai procurá-lo para pedir permissão para o namoro. Alberto leva Isabel para casa. Dom Rafael, ao vê-lo, deixa claro que é contra o relacionamento dos dois. Dom Rafael culpa Maria Helena pelo comportamento da neta e decide ir ao convento falar com a filha.

Capítulo 105: Dom Rafael ouve o que não quer e acaba por ficar mal. Maria Helena diz que fará tudo o que estiver ao seu alcance para que a sua sobrinha se case com o homem que ama e possa ser feliz. Ricardo volta para casa furioso, diz que odeia Alberto e proíbe a filha de voltar a vê-lo. Isabel enfrenta o pai, diz que ele não manda nas suas emoções e que se casará com o homem que ela escolher. Ricardo informa que já escolheu o homem com quem ela se irá casar. Jorge Luiz aconselha Alberta o esquecer Isabel Cristina pois ela pertence às duas famílias mais poderosas de Cuba e nunca permitirão o namoro dos dois. Isabel Cristina conta a frei Estevão que a família se opõe ao seu namoro com o Dr. Alberto. Frei Estevão se comove com o drama da jovem e acaba contando que aconteceu o mesmo com Dorinha. Ramon, a pedido de Alfredo, procura Osvaldo por toda a cidade mas não consegue localizá-lo. Dorinha coloca fora toda a mágoa do passado e culpa a mãe por ter sido tão omissa com ela e com Maria Helena. Isabel pergunta à mãe sobre Luiggi, mas ela desconversa. Isabel conversa com a mãe sobre Alberto e diz que está disposta a enfrentar todos para lutar pelo seu amor.

Capítulo 106: Dorinha tenta defender a filha e acaba por apanhar do marido. Ricardo é extremamente violento com ela e proíbe-a de apoiar o namoro de Isabel. Cecília volta a casa de Alfredo. Ele fala dos problemas que tem com Osvaldo e do remorso que guarda por ter destruído a vida de uma jovem que por sua culpa se transformou numa freira. Maria Helena chega nesse momento e Cecília fica surpreendida ao vê-la. Maria Helena conta a Alfredo que teve um filho dele. Alfredo fica emocionado com a notícia. Ricardo vai ao Cuba Livre, conhece Bruno e fica a saber que o sogro está à procura do seu neto, o filho de Maria Helena. Ele oferece muito dinheiro para que o capataz o informe primeiro sobre o paradeiro da negra e do rapaz. Homero, o garçon do bar, diz desconfiar que Basília saiba alguma coisa sobre o paradeiro da negra fugitiva. Bruno encarrega-se de ir atrás dela e Ricardo ameaça matá-lo caso passe qualquer informação a Dom Rafael. Dorinha conversa com Dom Rafael e tenta interceder a favor da filha. Ela confessa que é muito infeliz e pede ao pai que não permita que aconteça o mesmo com Isabel. Maria Helena conta ao Alfredo que o filho deles corre perigo de vida e pede a sua ajuda para o tentar encontrar. Ricardo conta à condessa o que descobriu e diz que agora tem uma arma para usar contra o sogro.

Capítulo 107: Alfredo está muito feliz por saber que tem outro filho e pensa numa maneira de o encontrar para poder pedir perdão e assumir a paternidade para que ele possa ter direito à sua herança. Maria Dolores continua decidida a ir-se embora de Havana, caso Alberto insista na ideia de se casar com Isabel Cristina. Ela quer evitar que Dom Rafael descubra que Alberto é filho de Maria Helena. Osvaldo sai do hospital, perambula pelas ruas da cidade e acaba por adormecer à porta da igreja. No dia seguinte é encontrado pelo frei Estevão mas, ao ser reconhecido, vai-se embora sem dizer nada. Completamente desnorteado e sem dinheiro, Osvaldo decide procurar o Dr. Alberto e vai a casa dele. Ricardo faz observações pejorativas sobre Maria Helena e Conceição desconfia que ele sabe alguma coisa sobre o passado dela. Rosário desconfia que está grávida e vai ao hospital. Alberto examina-a e confirma as suspeitas. Osvaldo desmaia à porta de casa do Dr. Alberto. Dolores socorre o rapaz, percebe que ele está muito fraco e oferece-lhe um prato de comida. Isabel Cristina fala com a mãe sobre Maria Helena e pergunta se ela não quer ir ao convento para a rever. Apesar do medo de ser descoberta, Dorinha decide acompanhar a filha e reencontrar a sua irmã. Osvaldo agradece a hospitalidade de Maria Dolores e acaba comentando com ela que Alberto é o médico particular do seu pai. Ela fica apavorada quando Osvaldo diz que o seu pai se chama Alfredo Martins. Maria Helena e Dorinha reencontram-se depois de quase vinte anos. A condessa Vitória conta a Jorge Luiz que Maria Helena teve um filho…

Capítulo 108: Jorge finge não acreditar na história e tenta convencer a condessa a não dar ouvidos a fofocas. Rosário comunica a Rubem que está grávida e ele exige que ela faça um aborto. Bruno volta ao Cuba Livre na esperança de encontrar Basília. Alberto vai ao convento cumprimentar a irmã Helena pelo seu aniversário e lá encontra Isabel Cristina com a mãe. Dorinha abre o seu coração e fala com Maria Helena sobre o inferno em que a sua vida se transformou depois de ter sido obrigada a casar-se com Ricardo. Alberto propõe a Isabel que fujam do país, mas ela lembra que é menor de idade e a sua família colocaria a polícia atrás dele. Isabel jura que ainda vai convencer o avô a aceitar o namoro dos dois. Maria Helena conta à irmã o grande segredo da sua vida. Dorinha fica perplexa diante da revelação. Basília vai entregar salgados no Cuba Livre e é reconhecida por Bruno. Ele segue-a. Maria Helena entrega um terço a Alberto e pede-lhe que o entregue à sua mãe.

Capítulo 109: Dom Rafael fica furioso quando descobre que Isabel e Dorinha foram ao convento visitar Maria Helena. Isabel enfrenta o avô, chama-o autoritário e deixa claro que vai cuidar pessoalmente da sua felicidade. Alberto chega a casa e encontra Maria Dolores muito nervosa. Ela pede que se afaste de Alfredo Martins e Alberto não consegue entender a preocupação da mãe. Bruno descobre o endereço de Maria Dolores e vai ao Cuba Livre passar as informações a Dom Ricardo, que fica furioso ao saber que o Dr. Alberto Limonta é neto de Dom Rafael. Rosário não tem coragem de fazer o aborto. Ricardo mata o capataz para não ter que lhe pagar o que havia prometido pelas informações e, principalmente, para evitar que ele contasse a Dom Rafael o que descobriu. Ricardo chega, completamente bêbado, a casa da tia e conta a ela o que descobriu. Alberto entrega à mãe o terço que irmã Helena lhe mandou e diz que gostaria muito que as duas se conhecessem. Ricardo conta à condessa que matou o capataz. Ela percebe que o sobrinho é capaz de qualquer coisa para conseguir o que quer e teme pela sua vida. Ricardo volta para casa da família Juncal e encontra Dom Rafael furioso. Ele comunica ao genro que está a tomar todas as providências para o mandar para a prisão.

Capítulo 110: Ricardo é extremamente agressivo com Dorinha e espanca-a violentamente. Dom Rafael ouve os gritos da filha e quer invadir o quarto do casal, mas é impedido pela esposa. Conceição culpa o marido pela infelicidade das filhas e tenta convencê-lo a não repetir o erro com Isabel Cristina. Vitória, com medo de ser morta pelo sobrinho, entrega uma carta a Jorge Luiz e pede a ele que a anexe ao testamento. A condessa conta ao afilhado que a carta deve ser aberta após a sua morte e diz que nela acusa Ricardo de ser o responsável. Depois de passar a noite em claro pensando em tudo que Conceição lhe disse, Dom Rafael decide ir a casa do Dr. Alberto para tentar descobrir alguma coisa sobre a sua origem. Osvaldo tenta passar a noite no banco da praça, desacata um polícia e vai parar à delegacia. Lá ele informa que está sozinho na cidade e pede que avisem o Dr. Alberto. Albertinho vai à delegacia e consegue libertá-lo. Dom Rafael chega a casa do Dr. Alberto e reconhece Maria Dolores. Furioso, ele tenta agredi-la mas Dolores reage e aponta uma faca a Dom Rafael. Maria Dolores chama Dom Rafael de assassino e conta que Alberto é seu neto. Dom Rafael oferece dinheiro para que ela não revele o segredo…

Capítulo 111: Maria Dolores fica indignada com a atitude de Dom Rafael e diz tudo o que pensa dele. Dom Rafael começa a sentir-se mal e pede ajuda, mas Dolores expulsa-o de sua casa. Antes de sair Dom Rafael pergunta se Alberto sabe a verdade e Dolores responde que se depender dela ele nunca saberá a sua origem. Dom Rafael vai-se embora arrasado. Dolores acredita que Alberto irá saber toda a verdade e fica desesperado com a ideia de perder o filho para a sua verdadeira família. Madame Lina encontra Osvaldo perambulando pelas ruas e leva-o para o bordel. Basília encontra Dolores em estado de choque. Dom Rafael chega a casa passando mal e tenta contar a Conceição que Alberto é filho de Maria Helena. Mas, quando ele pronuncia o nome do neto sofre um ataque e cai inconsciente. Conceição, desesperada, pede que chamem um médico. Alberto é obrigado a atender a chamada, já que o Dr. Pezi não se encontra no hospital.

Capítulo 112: Alberto chega para atender Dom Rafael mas é impedido por Ricardo que o expulsa da casa dos Juncal. Dom Rafael, apesar de paralisado, está consciente. Ele assiste à cena aflito, mas não consegue falar nem impedir que o genro expulse o seu neto. Isabel Cristina comenta com Alberto que o seu avô passou mal depois de ter ido conversar com Dolores. Ela conta que ele teve o ataque depois de pronunciar o seu nome. Cecília tenta convencer Osvaldo a voltar para casa e conta ao rapaz que no passado ela e Alfredo foram apaixonados. A condessa Vitória recebe uma misteriosa carta anónima e passa mal. O Dr. Pezi examina Dom Rafael e comunica à família que ele sofreu um derrame cerebral e não tem muito tempo de vida. Alberto chega a casa e pergunta à mãe o que aconteceu entre ela e Dom Rafael. Dolores mente e diz que ela a maltratou por causa da sua cor. Alberto fica revoltado com a atitude de Dom Rafael.

Capítulo 113: Ricardo comemora a paralisia do sogro pois assim ninguém ficará a saber que ele roubou a fazenda. O Dr. Pezi e os outros companheiros de jogo da condessa recebem cartas anónimas iguais à que ela recebeu. Dom Rafael, apesar de paralisado, está completamente lúcido e sofre por não poder contar a ninguém o que acaba de descobrir. O Dr. Pezi desengana Dom Rafael e comenta com Jorge Luiz que não acredita que ele viva mais de uma semana. Alberto não concorda com o diagnóstico do médico. Rosário pede ao Dr. Alberto que faça um aborto. Ele recusa e tenta convencê-la a não cometer esse crime. Jorge Luiz visita Dolores e conta o que aconteceu com Dom Rafael. Ricardo aproveita-se da paralisia de Dom Rafael e diz-lhe barbaridades. Dom Rafel faz um esforço sobre humano para falar e acaba passando mal. Conceição expulsa o genro do quarto. Frei Estevão também recebe uma carta anónima com a seguinte pergunta: Condessa Vitória, santa ou pecadora? A condessa recebe outra com a mesma frase.

Capítulo 114: A condessa fica abalada com a carta anónima e culpa o sobrinho pela autoria. Alberto comenta com Isabel Cristina que acredita que Dom Rafael sofreu o derrame ao descobrir que a sua mãe é negra. Ele comenta também que Dom Rafael ofendeu a sua mãe. Osvaldo vai ao hospital e Alberto conta que Rosário espera um filho dele. Osvaldo fica feliz com a notícia e Alberto aconselha-o a procurá-la. Isabel Cristina procura Dolores e pede desculpas em nome do avô. Osvaldo decide procurar Rosário e os dois se reconciliam. Ricardo está cada vez mais autoritário e violento. Isabel Cristina enfrenta o pai e diz que tem vergonha de ser sua filha. Isabel chama o pai de ladrão e ele agride-a. Maria Helena chega e consegue evitar que Ricardo agrida a filha. Alberto visita Alfredo Martins e conta-lhe que Rosário espera um filho do Osvaldo. Alfredo não gosta nada da notícia e diz que não vai permitir que a criança nasça. Alberto argumenta e tenta convencê-lo do contrário, mas é em vão. Ao ficar sozinho, Alfredo pensa em tudo que disse ao Dr. Alberto e decide procurá-lo para se desculpar. Alfredo chega a casa de Alberto e de Dolores e apresenta-se como a mãe do Dr. Alberto. Ele reconhece-a.

Capítulo 115: Maria Dolores apresenta-se como a mãe do Dr. Alberto e Alfredo, imediatamente, percebe que o rapaz é seu filho. Alfredo acusa Maria Dolores de ter roubado a criança no dia em que ela nasceu. Dolores defende-se e acusa-o de assassino por ter pedido à Maria Helena que fizesse um aborto. Alfredo ouve tudo sem dizer nada e chora. Dom Rafael faz um grande esforço para tentar falar. Ele consegue balbuciar a palavra neto mas Conceição não entende o que ele quer dizer. Ricardo percebe que o sogro já sabe que Alberto é o seu neto e planeia matá-lo caso ele continue tentando falar. Frei Estevão procura a condessa e mostra a carta que recebeu. Vitória finge não se importar com o conteúdo e pede ao frei que não se preocupe. Dolores conta a Alfredo Martins como tudo aconteceu e culpa-o por todo o sofrimento de Maria Helena. Dolores pede-lhe que não conte a Albertinho que é seu pai pois ele tem ódio do homem que o renegou e se descobrir a verdade vai desprezá-lo. Alberto chega e Alfredo segue o conselho de Dolores e vai-se embora sem dizer nada. Alfredo volta para casa muito balado com tudo que acaba de descobrir e diz a Ramon que vai sofrer em silêncio, mas nunca revelará a Alberto que é seu pai. Alfredo decide contar a verdade a Maria Helena. Rubem aparece em casa de Rosário e conta a Osvaldo que ela era sua cúmplice. Osvaldo agride-o e Rosário ameaça mandá-lo para a cadeia caso continue se intrometendo na vida dos dois. Maria Dolores confessa a Basília que pensa em procurar Maria Helena e contar-lhe toda a verdade.

Capítulo 116: Alfredo continua a pensar que Rosário só está interessada na herança de Osvaldo e não aceita o filho que ela espera. Alfredo lê no jornal a notícia sobre o estado de saúde de Dom Rafael e decide adiar a sua ida ao convento. As cartas anónimas falando do passado da condessa espalham-se pela cidade. Basília conta a Dolores que Alberto e Maria Helena se encontraram há quase vinte anos em Santiago, na festa de boas vindas do menino Rodrigo. Ela comenta que os dois ficaram encantados um pelo outro. Dr. Pezi volta a examinar Dom Rafael e percebe que ele está consciente. Dom Rafael consegue mexer a mão e segura a mão do médico com força. Mesmo assim, Dr. Pezi acredita que é apenas um reflexo. Dom Rafael consegue dizer o nome do Dr. Alberto. Maria Helena pede ao Dr. Pezi que deixe o Dr. Alberto examinar o seu pai. Ricardo ofende Maria Helena, acusa-a de ter desonrado a família e, diante de todos, conta que Maria Helena é mãe solteira e que o seu filho foi criado pela Maria Dolores. Maria Helena desmaia e Isabel Cristina chega à conclusão de que Alberto é o filho de Maria Helena. Conceição enfrenta o genro e ameaça chamar a polícia caso ele não se retire. Isabel Cristina conversa com a mãe sobre o filho de Maria Helena e Dorinha conta toda a história à filha. Maria Helena volta para o convento arrasada com tudo o que Ricardo lhe disse.

Capítulo 117: Frei Estevão diz a Maria Helena que ela terá problemas com a Ordem das Carmelitas e que o seu futuro está nas mãos da Madre Superiora. Ricardo decide ir-se embora antes que a polícia apareça. Conceição exige que o Dr. Pezi traga o Dr. Alberto e peça a sua opinião sobre o caso. Ele entrega o seu paciente nas mãos do Dr. Alberto. Isabel visita Dolores e diz-lhe que sabe quem é a mãe verdadeira de Alberto. Dolores confirma as suspeitas de Isabel Cristina. O Dr. Alberto examina Dom Rafael, diz que em nenhum momento ele perdeu a consciência, garante que o derrame foi brando e que ele poderá recuperar. Isabel pergunta a Maria Dolores o nome do pai de Alberto e ela decide contar toda a história. Depois de ouvir tudo, ela diz a Dolores que vai contar a verdade à tia. Dolores pede que não diga nada e diz que vai ao convento conversar com Maria Helena. Vitória acusa Ricardo pelas cartas anónimas que a estão difamando por toda a cidade. Ele jura que não tem nada a ver com o assunto. Osvaldo e Rosário decidem casar e convidam Alberto para padrinho. Vitória coloca Jorge Luiz a par do que está acontecendo e pede-lhe que diga quem é o autor misterioso. O contador coloca Conceição a par das investigações que fez sobre a fazenda no Brasil e lentrega-lhe as provas que incriminam Ricardo. Ele conta que Ricardo usou a fazenda como garantia de um empréstimo pessoal. Ele não pagou a dívida e perdeu a fazenda. O contador revela também que alguém falsificou a assinatura de Dom Rafael. Isabel Cristina vai a casa de Alfredo Martins, apresenta-se como namorada do Dr. Alberto e diz que sabe que ele é seu filho. Ricardo entra no quarto de Dom Rafael e tenta matá-lo.

Capítulo 118: Ricardo tenta asfixiar Dom Rafael com o travesseiro. Alberto chega a tempo de impedir que ele o mate. Isabel pergunta a Alfredo porque ainda não revelou a Alberto que é seu pai. Ele confessa que não pretende fazê-lo pois isso o afastaria do filho para sempre. Dom Rafael fica muito agitado depois de quase ter sido morto pelo genro. Alberto tenta acalmá-lo e pergunta se Ricardo o tentou matar. Ele responde, com a cabeça, que sim. Jorge Luiz e Basília tentam convencer Dolores a procurar Maria Helena e contar toda a verdade. Ricardo confessa à tia que tentou matar Dom Rafael e pede a sua ajuda. A condessa proíbe a entrada dele em sua casa. Alberto chega a casa e, eufórico, conta que está a cuidar de Dom Rafael. Ele diz que a sua recuperação está sendo muito rápida e garante que em breve ele voltará a falar. Dolores fica apavorada com a notícia. Ricardo chega a casa completamente bêbado e Dorinha diz-lhe que quer a separação. Indignado com o atrevimento da esposa, ele tenta agredi-la. Dorinha empurra-o e Ricardo acaba por cair e bater com a cabeça. Ele perde os sentidos. O passado de Vitória vem à tona. O jornal publica uma matéria contando a história de uma jovem cozinheira que se casou com o Conde de Fuentes. Vitória, mais uma vez, desconfia do sobrinho. Isabel vai ao hospital e diz a Alberto que Alfredo Martins é o seu pai. Alberto fica chocado com a revelação e recusa-se a acreditar. Isabel Cristina tenta convencê-lo a procurar o pai, mas ele não aceita.

Capítulo 119: Isabel Cristina insiste e consegue convencê-lo a procurar o pai. Alfredo chega a casa e fica surpreendido ao ver Alberto e Isabel. Alberto deixa claro que só está lá por insistência da namorada e diz que não será mais seu médico particular. Alberto trata o pai com desprezo e acusa-o pelo abandono. Alfredo não se defende, assume todos os seus erros e diz ao filho que ele tem todo o direito de o odiar. Alberto pergunta quem é a sua mãe, mas Alfredo diz que não pode dizer. Ao saber que Ricardo tentou matar o seu pai, Dorinha decide acabar definitivamente com o casamento. Dom Rafael consegue pronunciar algumas palavras e chama pela filha, Maria Hlelena. Alfredo conta ao filho que a sua mãe não sabe que ele é seu filho e diz que está disposto a corrigir os erros do passado, casando-se com a sua mãe e reconhecendo-o com filho. Apesar de todo o ressentimento, Alberto chama Alfredo de pai e os dois abraçam-se emocionados. Dom Rafael diz a Maria Helena que sabe quem é o seu filho. A emoção toma conta de pai e filha e Maria Helena perde os sentidos. Dom Rafael pede a Conceição que denuncie Ricardo à polícia. Ricardo ouve a conversa da sogra ao telefone pedindo ao comandante que prenda o genro. Imediatamente, ele rouba roupas, jóias, documentos e dinheiro e vai-se embora. Maria Helena volta a si e , diante da filha, conta ao Dr. Alberto que ele é seu avô.

Capítulo 120: A emoção toma conta de todos com a revelação de Dom Rafael. Dom Rafael admite a culpa pela separação da mãe e do filho e pede perdão ao neto. Ricardo, depois de roubar jóias e dinheiro da família Juncal, tenta esconder-se em casa da tia. Jorge Luiz oferece-lhe a passagem de volta ao Brasil, mas ele quer a sua parte na herança da condessa. Toda a polícia de Havana está na captura de Ricardo de Monteverde. Jorge Luiz entrega a Ricardo uma passagem com nome falso para que ele possa fugir do país. Alberto e Maria Helena conversam longamente. Maria Helena pede ao filho que a chame mãe e emociona-se quando ele atende o seu pedido. Osvaldo volta para casa feliz e conta a Rosário que arranjou emprego nas docas. Maria Helena diz que precisa de conversar com Maria Dolores e pede ao filho que a leve a casa. Maria Dolores, de joelhos, pede perdão a Maria Helena e explica porque levou o menino. Alberto fica perplexo quando Dolores conta que Dom Rafael mandou matar a criança.

Capítulo 121: Dolores conta a Maria Helena como tudo aconteceu. Maria Helena emociona-se mas, mesmo assim, culpa Maria Dolores por tantos anos de sofrimento pois nunca foi capaz de lhe dar notícias sobre o seu filho. Dolores defende-se dizendo que estava presa a um juramento. Maria Dolores pede perdão a Maria Helena. Ricardo pega na arma que pertenceu a Frederico e diz à tia que só vai embarcar depois de matar o Dr. Alberto. Maria Helena perdoa Dolores e as duas se abraçam emocionadas. A Madre Superiora comunica à irmã Helena que ela terá que deixar o hábito e voltar para a vida civil.

Capítulo 122: Ricardo invade a casa do Dr. Alberto e ameaça matá-lo, mas Osvaldo chega a tempo de o impedir. Ao tentar desarmá-lo, a arma dispara e Ricardo é atingido mortalmente. Osvaldo descobre que ele e Alberto são irmãos. Isabel Cristina, desesperada, pergunta a Alberto porque o seu pai morreu em sua casa. Ele conta como tudo aconteceu e Isabel fica arrasada. Dom Rafael pede para ver Maria Dolores. Maria Helena deixa o convento e volta para a casa dos pais.

Capítulo 123: Maria Dolores volta a casa da família Juncal depois de trinta anos. Conceição recebe-a emocionada e Dom Rafael pede para conversar a sós com ela. Ele agradece por ela ter salvado a vida do seu neto e pede perdão por todo o mal que lhe causou. Dom Rafael pede a Maria Dolores que volte a viver em sua casa. Alguém convida todos os amigos da condessa para uma festa em sua casa. Ela surpreende-se com a presença deles e fica ainda mais surpreendida com a chegada da sua maior inimiga. Laura Gonzalez desmascara-a diante de todos revelando o seu passado na Aldeia de Fuentes. Frei Estevão casa Osvaldo e Rosário. Alfredo assiste à cerimónia sem que o filho perceba. Maria Dolores morre. Três meses depois…. A condessa Vitória está cada vez mais desequilibrada mentalmente.

Capítulo 124: O Dr. Pezi decide aposentar-se e convida o Dr. Alberto para ocupar o cargo de diretor do hospital. Roma envia a sua decisão a respeito da situação da irmã Helena. Eles consideram seus votos nulos mas autoriza a fazer novos votos e voltar á vida religiosa. Maria Helena pede um tempo para pensar. Alfredo confessa a Cecília que ainda a ama mas que terá que se casar com Maria Helena para corrigir o erro do passado. Jorge Luiz tenta reconquistar Maria Helena. Ele confessa que ainda a ama e pede que se case com ele. Ela também admite que o ama e pede um tempo para decidir o que fará da sua vida.

Capítulo 125: Dom Rafael pede perdão a Dorinha por a ter obrigado a casar com um homem que não amava. Dorinha diz ao pai que vai enviar uma carta a Luiggi. Alfredo Martins volta a casa da família Juncal depois de trinta anos e pede a Dom Rafael a mão de Maria Helena em casamento para reparar o seu erro do passado. Dom Rafael diz que essa é uma decisão que só Maria Helena poderá tomar. Alfredo diz a Dom Rafael que pretende dar o seu nome a Alberto e torná-lo seu herdeiro. Dom Rafael coloca a filha a par da decisão de Alfredo e diz a ela que essa seria a melhor solução. Alberto diz que pretende manter o sobrenome Limonta numa homenagem à mãe Dolores. Alfredo vai a casa de Osvaldo e entrega ao filho a herança da sua mãe. Depois, pai e filho reconciliam-se. Alberto e Isabel Cristina casam. Maria Helena decide fazer novos votos e volta a ser irmã Helena da Caridade.

Elenco / Personagens

Maria Dolores (Ducilene Moares) – Determinada, abnegada, visão realista da vida, impulsiva, instintiva, alegre, bondosa, extrovertida, grande calor humano. No início é muito maternal com Maria Helena. Depois se apega a Albertinho, na tentativa de substituir o amor da mãe verdadeira, a Maria Helena.

Maria Helena (Guilherme Nina Guinle) – Uma garota romântica, sonhadora e caprichosa, que depois de trágicos acontecimentos se transforma numa mulher madura, determinada e corajosa. Quando se torna uma freira mostra-se amorosa, altruísta e compreensiva, mas sem nunca esquecer do filho e do maior responsável por sua tragédia pessoal, Dom Rafael, seu pai.

Dom Rafael de Juncal (Luiz Guilherme) – Autoritário, violento, extremamente moralista, defensor dos valores da nobreza tradicional e decadente. No transcorrer da novela se humanizará e ao final deixará que os sentimentos do seu coração falem mais alto, se redimindo de todos os seus erros.

Jorge Luiz Desmonte (João Vitti) – Jovem criado na Espanha, que traz valores nobres e românticos para Cuba. Torna-se um homem de grande caráter, honesto, ele é um perfeito cavalheiro. Sofre a novela inteira por ter frustado o seu grande e único amor, Maria Helena.

Alfredo Martins (Fernando Eiras) – No início, jovem irresponsável, aventureiro e impulsivo. Mais tarde, sofre com uma esposa infiel e com um filho que reedita o seu comportamento de juventude. Ao final da novela, tenta resgatar os seus erros.

Alberto Limonta (Jorge Pontual) – Gentil, afável, bem humorado e carinhoso, sofre por desconhecer a sua verdadeira origem. Recém- formado, torna-se logo um grande profissional, abnegado, atendendo a quem precisa.

Isabel Cristina de Monteverde (Ana Cecília Costa Santos) – Jovem moderna para o seu tempo, decidida e romântica. Corajosa, enfrenta a oposição e a intransigência, do pai e do avô para realizar o seu sonho de amor com Alberto Limonta

Maria Helena (Guilherme Nina Guinle) – Uma garota romântica, sonhadora e caprichosa, que depois de trágicos acontecimentos se transforma numa mulher madura, determinada e corajosa. Quando se torna uma freira mostra-se amorosa, altruísta e compreensiva, mas sem nunca esquecer do filho e do maior responsável por sua tragédia pessoal, Dom Rafael, seu pai.

Dom Rafael de Juncal (Luiz Guilherme) – Autoritário, violento, extremamente moralista, defensor dos valores da nobreza tradicional e decadente. No transcorrer da novela se humanizará e ao final deixará que os sentimentos do seu coração falem mais alto, se redimindo de todos os seus erros.

Jorge Luiz Desmonte (João Vitti) – Jovem criado na Espanha, que traz valores nobres e românticos para Cuba. Torna-se um homem de grande caráter, honesto, ele é um perfeito cavalheiro. Sofre a novela inteira por ter frustado o seu grande e único amor, Maria Helena.

Alfredo Martins (Fernando Eiras) – No início, jovem irresponsável, aventureiro e impulsivo. Mais tarde, sofre com uma esposa infiel e com um filho que reedita o seu comportamento de juventude. Ao final da novela, tenta resgatar os seus erros.

Alberto Limonta (Jorge Pontual) – Gentil, afável, bem humorado e carinhoso, sofre por desconhecer a sua verdadeira origem. Recém- formado, torna-se logo um grande profissional, abnegado, atendendo a quem precisa.

Isabel Cristina de Monteverde (Ana Cecília Costa Santos) – Jovem moderna para o seu tempo, decidida e romântica. Corajosa, enfrenta a oposição e a intransigência, do pai e do avô para realizar o seu sonho de amor com Alberto Limonta.

ELENCO:
Guilhermina Guinle – Maria Helena de Juncal (Irmã Helena da Caridade)
Dhu Moraes – Mamãe Dolores
Jorge Pontual – Albertinho Limonta
Dênis Derkian – dom Ricardo
Ana Cecília Costa – Isabel Cristina
Luiz Guilherme – dom Rafael de Juncal
Elaine Cristina – Conceição
Fernando Eiras – Alfredo Martins
João Vitti – dom Jorge Luís
Ana Kutner – Dora
Angelina Muniz – condessa Victória
Esther Góes – Laura Gonzales
Vera Zimmermann – Cecília
Marcelo Mansfield – Frederico
Antônio Petrin – frei Estevão
Fernando Alves Pinto – Oswaldo
Gustavo Haddad – Horácio
Imara Reis – Mercedes
Sônia Lima – Basília
Márcia Maria – sóror Tereza
Miguel Magno – comendador
Ariel Moshe – dr. Pezzi
Olivetti Herrera – Luigi
Cynthia Benini – Emília
Paulo Ivo – Bruno
Bruna Marcotti – Laurita
Bruna Teddy – Verinha
Jerusa Franco – Rosário
Lavínia Pannunzio – Marcelina
Lui Strassburg – General
Milhem Cortaz – Homero
Octávio Mendes – Jonas
Osmar de Pieri – general
Sofia Papo – Dulce
Tabata Queirós – Dorinha
Kaíto Ribeiro – Albertinho
Renato Borghi – dom Ramiro Martins
Geórgia Gomide – Luiza
Paula Ribas – Irmã Fátima

Trilha Sonora Nacional e Internacional

Tema de abertura: AMOR ETERNO – Du Moraes

Comentário para: “O Direito de Nascer Resumo | Personagens | Trilha Sonora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. MARIA ROSA

    hoje acordei com sdds dessa novela que assisti a tempos atras e nao me lembrava li o resumo achei perfeito ….adorei