Escrava Mãe Resumo | Personagens | Trilha Sonora

Confira o resumo da novela “Escrava Mãe” desde o primeiro capítulo. Além do resumo você terá informações sobre a história, personagens e trilha sonora. Fique por dentro das novidades das novelas, aqui você encontra o resumo completo de Escrava Mãe e de todas as novelas da Record.

Sobre a Novela Escrava Mãe

  • Título Original da Novela: Escrava Mãe
  • Período de exibição: 31/05/2016 – atual
  • Nº de capítulos: 140 (previsão)
  • Autoria: Gustavo Reiz – escrita com Aline Garbati, Camilo Pellegrini, Jussara Fazolo, Mariana Vielmond e Valéria Motta
  • Direção geral: Ivan Zettel
  • Emissora: Rede Record
  • Horário: 19:30hs

Algumas histórias são tão marcantes que atravessam gerações. É o caso de A Escrava Isaura, obra de Bernardo Guimarães. A trajetória da escrava de pele clara que vivera perseguida pelo obcecado senhor Leôncio ganhou o mundo pelas páginas e telas, tornando-se uma das mais conhecidas tramas brasileiras.

Mas toda história tem um começo. E nada disso aconteceria sem os personagens e enredos de Escrava Mãe, novela de Gustavo Reiz, livremente inspirada no clássico literário. A história inicia-se em 1789, na região de Angola, na África, principal mercado abastecedor de escravos para as plantações de cana-de-açúcar do Brasil. É de lá que são trazidos os africanos Kamau e Luena, a bordo de um navio negreiro. Ao chegarem em solo brasileiro, os dois conseguem fugir e recomeçam suas vidas em liberdade, mas sempre assombrados pelo terror da escravidão.

Ao dar a luz a uma menina, a escrava fugitiva Luena (Nayara Justino) frustra-se ao notar a pele mais clara da filha, fruto da violência que sofrera durante a travessia do oceano. E os mesmos homens que invadiram sua tribo na África, comandados pelo vilão Osório (Jayme Periard), retornam para buscar a “mercadoria” que haviam perdido. Luena morre ao dar à luz, mas consegue entregar o bebê ao menino Sapião (Sidney Santiago), que foge desesperadamente. Ele é acolhido numa grande fazenda açucareira, a Engenho do Sol, e a menina, que ganha o nome de Juliana, será criada com Teresa (Roberta Gualda) e Maria Isabel (Thais Fersoza), filhas do coronel Custódio (Antônio Petrin) e dona Beatrice Avelar (Bete Coelho).

Em 1808, ano em que a corte portuguesa se transfere para o Brasil, Juliana completa 18 anos e fica conhecendo a verdade sobre seu passado, revelado por Tia Joaquina (Zezé Motta). Grande amiga da sinhá Teresa, de quem sempre fora mucama, Juliana fica completamente perdida ao saber que era fruto de uma violência. Jura a si mesma que jamais deixaria um homem branco tocá-la. E é num momento de desespero que ela conhece o jovem português Miguel (Pedro Carvalho), um viajante em busca de trabalho na Vila de São Salvador e de respostas para um grande mistério que envolvia a morte de seus pais. Ele será o grande amor de Juliana, mas também despertará o interesse de Maria Isabel, que nunca se conformara com o tratamento diferenciado que a escrava recebia de seus pais. Contando com a fiel e sarcástica mucama Esméria (Lidy Lisboa), Maria Isabel não medirá esforços para prejudicar Juliana, jamais aceitando ser afrontada por uma escrava.

Como se não bastasse a perseguição da sinhá, Juliana também enfrentará um obstáculo muito poderoso, o Comendador Almeida (Fernando Pavão). Ao casar com Teresa por um arranjo que tiraria sua família da ruína financeira, Almeida se torna o novo senhor da Engenho do Sol e reacende uma rivalidade histórica com a família do coronel Quintiliano Gomes (Luiz Guilherme), dono da fazenda Doces Campos. Guilherme (Roger Gobeth), filho deste poderoso senhor, correspondia-se às escondidas com Teresa, que também o amava, apesar da inimizade entre seus pais. O casamento de Teresa e Almeida marcará o reinício de uma guerra entre as famílias mais poderosas da região e uma fase terrível na vida de Juliana, pois seu novo senhor ficará completamente obcecado por ela.

Já a pensão Jardineira, taverna liderada por Rosalinda (Luiza Tomé), é o ponto de encontro dos homens do lugar. Por conta disso, um assunto recorrente é a histórica rivalidade entre Rosalinda e dona Urraca de Almeida (Jussara Freire), mãe do comendador Almeida. Urraca sempre se nomeara a defensora da tradição e dos bons costumes, criticando abertamente o comportamento da inimiga e suas florzinhas, Dália (Manuela Duarte), Petúnia (Robertha Portella) e Violeta (Débora Gomes), que vivem com ela na taverna.

A guerra entre as duas geralmente é aplacada pelo capitão Loreto (Junno Andrade), chefe da guarda e responsável por manter a ordem na colônia. Num período em que a circulação de informações e novas ideias poderiam representar uma ameaça à Coroa, quem também se torna um problema para o capitão é o professor Átila (Léo Rosa). Determinado a criar um jornal na vila e espalhar suas ideias abolicionistas, o escritor desperta o interesse de muitos jovens, como a sinhazinha Filipa (Milena Toscano), filha do coronel Quintiliano Gomes. Não satisfeita com a realidade das mulheres da época, ela está à frente de seu tempo e não se conforma com o tratamento dado aos escravos. Lutará pela igualdade e tomará para si a missão de descobrir um mistério que rondava a morte de sua mãe.

Juntos, Juliana e Miguel viverão uma intensa e movimentada história de amor, enfrentando inimigos poderosos e obstáculos aparentemente intransponíveis, como o preconceito de uma época que vive à sombra da escravidão.

Resumo Atual da Novela Escrava Mãe

Capítulo 144, segunda-feira, 19 de dezembro – Esméria pergunta para Kamau de Catarina. Ele diz que ela apenas se sentiu mal. Esméria pergunta se Kamau é o Cavaleiro da Mancha e ele se assusta. No dia seguinte, Loreto vê uma faixa pendurada escrito “Kurimbukisa” e se assusta. Juliana anda na mata e se encontra com Kamau. Tomás conversa com Charles e Nestor sobre Dorinha. Loreto mostra para Nestor um papel com a palavra que estava escrita na faixa e pergunta se alguém sabe o que significa. Quintiliano diz para Filipa se arrumar porque um pretendente virá lhe fazer uma visita. Dr. Pacheco diz para Almeida que a saúde de Catarina está bastante comprometida. Almeida diz que vai vendê-la antes que ela morra em suas mãos. Dr. Pacheco sugere que negocie com Esméria, mas Almeida não aceita. Catarina conversa com Esméria e diz que está disposta a procurar o Cavaleiro da Mancha para sair de lá. Kamau diz para Juliana que tem um plano de fuga para ela, e que não vai permitir que volte a se relacionar com Miguel. Juliana fica chocada. Maria Isabel, que estava escondida atrás de uma árvore, observava a conversa entre Juliana e Kamau. Juliana está espantada diante de Kamau que pede que Juliana prometa nunca mais se envolver com Miguel. Kamau argumenta que o pai de Miguel trouxe ele e sua mãe da África e que ela não sabe de tudo. Juliana diz que Miguel não tem culpa e se afasta de Kamau, que fica atordoado. Esméria está eufórica com a notícia dada por Catarina sobre um plano de fuga. Juliana comenta com Tia Joaquina que Kamau não pode chegar de repente e ordenar que ela esqueça Miguel. Tia Joaquina orienta Juliana a confiar em Kamau. Maria Isabel conversa com Teresa e se interessa para que Kamau continue a ensinar Leôncio e tê-lo por perto. Teresa desconfia do interesse de Maria Isabel. Filipa conversa com Quintiliano e mostra alguns documentos. Quintiliano se aborrece com Filipa e diz que ela não pode chantageá-lo com um casamento arranjado por ele em troca de liberdade de escravos. Filipa diz que não queria aborrecê-lo, mas que era uma boa alternativa para acabar com o comércio de escravos.

Capítulo 145, terça-feira, 20 de dezembro – Quintiliano encerra o assunto e pede que ela se arrume para receber seu futuro marido. Dr. Pacheco visita Urraca para consultá-la e ela se insinua para ele e diz que não quer apenas seus receituários. Urraca se estica toda para ser beijada e derruba uma prataria. Dr. Pacheco tenta fugir, mas Urraca o cerca. Dr. Pacheco diz à Urraca que não pode correspondê-la pois já está comprometido com outra dama. Urraca se espanta. Loreto pede à Rosalinda que mantenha Viriato, (Kamau), na jardineira a noite toda, pois Almeida está desconfiado que ele seja o Cavaleiro da Mancha e proibiu de ensinar o filho. Se durante a noite o Cavaleiro da Mancha voltar a aparecer ficará provado que Viriato não tem culpa de nada. Rosalinda compadece de Loreto.

Capítulo 146, quarta-feira, 21 de dezembro – Guilherme parece inconformado diante de uma agitada Esméria que não quer apoiar a loucura de fugir com Catarina. Kamau caminha na Vila, em direção a pensão. Osório surge atrás dele. Osório quer saber quem colocou a placa na câmara com os dizeres africanos. Kamau diz que não sabe e que é homem livre. Rosalinda parece um pouco tensa diante da presença de Kamau na pensão. Rosalinda diz que pode contratá-lo, mas pergunta se ele já pode começar naquela noite. Filipa está surpresa diante de Quintiliano e Dr. Pacheco que é apresentado como futuro marido, todos um pouco constrangidos. Juliana carrega uma cesta, sendo puxada por Leôncio e Almeida vindo logo atrás.

Capítulo 147, quinta-feira, 22 de dezembro – Leôncio diz que eles precisam ir e achar a menina. Juliana procura disfarçar a tensão e faz um carinho em Leôncio. Beatrice está bastante nervosa diante de Teresa e diz que Dr. Pacheco tentou envenená-la. Kamau próximo de Esméria, enxuga algumas lágrimas e diz que terá que desistir da fuga por causa do problema de saúde de Catarina. Quintiliano está sem graça diante de Dr. Pacheco e pede paciência com Filipa. Filipa revela a Violeta que vai ser difícil se livrar de Dr. Pacheco, sendo ele muito amigo de Quintiliano. A noite está animada na pensão da Jardineira. Rosalinda recebe todos os senhores e Kamau está ali arrumado, perto do palco. Almeida chega e surpreende Rosalinda que não o esperava.

Capítulo 148, sexta-feira, 23 de dezembro – Quintiliano chega também e Rosalinda pede que todos se acomodem. Osório e o Capitão do Mato estão em um local afastado com alguns escravos antes de começar o leilão de escravos. Esméria está escondida e observa tudo. Kamau toca flauta, enquanto alguns senhores conversam. Eles trocam papéis, uns fazem negócios e apertam as mãos. Kamau tenta conter sua ira enquanto toca. Almeida, Quintiliano e os senhores riem e fazem brindes. Osório entra na Câmara com uma pessoa encapuzada, empurrando e enforcando com a corrente. Loreto reage, espantado. Osório diz que capturou o Cavaleiro da Mancha.

Capítulo 149, segunda-feira, 26 de dezembro – Juliana está espantada diante de Maria Isabel que alega que ela ficará na fazenda enquanto Teresa viaja. Esméria diz a Kamau que precisa ir a Câmara para ajudar o Cavaleiro da Mancha. Almeida e Quintiliano chegam na Câmara para ver o Cavaleiro da Mancha. Quintiliano se detém, chocado com o que vê. Guilherme está ali, algemado, ainda com sua roupa de Cavaleiro, sem a máscara, detido por Loreto e alguns soldados. Almeida acusa Guilherme de agir como Cavaleiro para beneficiar Quintiliano com a venda de escravos. Violeta está agitada diante de Tomás e diz que Osório capturou o Cavaleiro da Mancha durante a madrugada e que seu pai está na Câmara. Tomás se levanta e corre para a Câmara. Almeida diz que o bandido tem que ser castigado em praça pública. Quintiliano interrompe e diz que Guilherme é uma pessoa de qualidade e que não pode ser punido de tal forma. Guilherme pede para falar a sós com Loreto. Guilherme diz que não é o verdadeiro Cavaleiro da Mancha e que Loreto precisa acreditar nele. Guilherme revela que estava mascarado porque Esméria estava à procura do Cavaleiro na área do leilão de escravos, e que fez isso para impedi-la de um ato impensado. Genésio está diante de uns escravos acorrentados e enquanto ele fala, surge o Cavaleiro da Mancha por trás dele. Genésio diz ao Cavaleiro que não pode deixar levar os escravos do coronel e os dois iniciam uma luta.

Capítulo 150, terça-feira, 27 de dezembro – Filipa conversa com Bá Teixeira sobre seu casamento com Dr. Pacheco. Ela diz que nunca irá amá-lo. Guilherme se defende na Câmara diante de Loreto, Almeida e Quintilliano, quando de repente, Genésio adentra afobado, gritando e mostra a máscara que tem nas mãos. Ele diz que o Cavaleiro acabou de atacar novamente e libertou os escravos do coronel Quintiliano. Loreto pega a máscara e a reconhece e retira as algemas de Guilherme. Beatrice, Teresa, Sapião e Leôncio se despedem de Juliana. Almeida observa, assim como Maria Isabel. Alguns instantes e Quintiliano se aproxima. Almeida parte em direção a ele. Quintiliano diz que foi até lá a pedido de Beatrice. Ele pega a mão de Beatrice e a beija, comovido. Juliana vai arrumar o quarto de Beatrice. Almeida pede que Juliana coloque novos lençóis, flores e diz que ela dormirá no quarto enquanto Beatrice não voltar da capital. Maria Isabel vem de fora e avisa a Juliana que o inferno dela está só começando.

Capítulo 151, quarta-feira, 28 de dezembro – passados alguns dias, Kamau preocupado, diz a Tia Joaquina, Catarina e Tito Pardo que Juliana precisa fugir com ele, pois ela não vai conseguir lidar com os avanços de Almeida por muito mais tempo. Esméria está brava com Zé Leão que não consegue finalizar o antídoto para salvar Catarina. Maria Isabel tem aulas de música com Kamau quando Juliana surge na sala e o surpreende. Maria Isabel sai e Kamau e Juliana conversam. Juliana diz que Almeida está cada vez mais obcecado e que já dá sinais de que a violência irá voltar. Kamau diz à Juliana que chegou a hora. Ele pede que ela o encontre no Mirante das Lágrimas. Maria Isabel estava escondida, ouvindo tudo, satisfeita. Chega o dia do noivado de Filipa. Ela está com um lindo vestido. Bá Teixeira termina de abotoá-lo e diz que ela está linda e que ficará mais linda ainda quando estiver vestida de noiva. Filipa diz à Bá Teixeira que ela não a verá vestida de noiva para se casar com Dr. Pacheco. Filipa diz que precisa dar um jeito de fugir. Osório está aguardando, de olho na casa-grande enquanto limpa a sua arma. Kamau sai da casa-grande e olha em volta, sem ver Osório. Juliana está no Mirante das Lágrimas bastante emocionada. É quando Miguel chega por trás de Juliana e diz que ela não precisa mais chorar.

Capítulo 152, quinta-feira, 29 de dezembro – Miguel e Juliana se abraçam emocionados e fazem declaração um para o outro. Osório segue atrás de Kamau sem que ele perceba. Tito Pardo pede para Kamau para tomar cuidado e o avisa que Osório está observando seus passos. Esméria revela para Zé Leão e Tozé que foi Maria Isabel quem matou seu próprio pai Custódio. Zé Leão disse que a pedido dela teve que encontrar um escravo para assumir a culpa pelo crime. Um homem que aceitou um valor para libertar sua família, mesmo que isto custasse sua própria vida. Miguel pede para Tia Joaquina a mão de Juliana em casamento. Ela aceita. Maria Isabel tenta colocar Mina contra Juliana. Ela diz que Juliana fala mal dos outros escravos e que vai tomar o lugar de Mina para tomar conta de Leôncio. Filipa está muito triste se arrumando quando Guilherme entra no quarto. Ele diz que é apenas um noivado e que muita coisa ainda pode acontecer até o dia do casamento. Dr.Pacheco mostra para Quintiliano um termo de compromisso para formalizar o noivado com Filipa.

Capítulo 153, sexta-feira, 30 de dezembro – Loreto faz serenata para Rosalinda. Miguel diz para Juliana que conheceu muita gente, inclusive pessoas do passado do comendador e que trouxe documentos que o comprometem em situações muito graves. São denúncias e provas que fazem com que Almeida conceda a liberdade de Juliana e de todos os escravos. Juliana diz para Miguel que não pode deixar uma pessoa para trás e revela que é Kamau, seu pai. Miguel diz que falará com Kamau e que fica feliz por Juliana ter encontrado o seu pai de coração. Miguel diz que vai pedir perdão a Kamau pelos atos desumanos cometidos pelo seu pai. Na Câmara Municipal, Almeida está diante de alguns populares liderados por Nestor. Rosalinda e Dália procuram por Dorinha. Filipa aparece na sala e Quintiliano assina o termo de compromisso. Genésio entra apressado na sala e logo atrás Urraca. Furiosa, Urraca diz que que metade da sociedade das senhoras distintas da Vila já foi cortejada por Dr. Pacheco. Urraca completa dizendo que Dr. Pacheco ainda obrigava as senhoras a emprestar dinheiro que perdia no jogo. Todos na sala ficam espantados. Nestor diz para todos na Câmara que está para acontecer um levante do povo. Neste momento, Almeida pede que o prendam por fomentar contra à Coroa. Dr. Pacheco diz que não tem mais nada a fazer já que o documento estava assinado. Filipa pega o documento das mãos de Dr. Pacheco e o rasga. Neste momento Átila entra na sala, diz que pode explicar tudo para Quintiliano e pede a mão de Filipa em casamento.

Resumo de Todos os Capítulos da Novela Escrava Mãe

Capítulo 01, terça 31/05: África do Sul. Kamau e Luena estão no acampamento e são surpreendidos por Osório e traficantes. Homens e mulheres são capturados e acorrentados. Kamau e Luena são presos e levados para um navio rumo ao Brasil. Os escravos chegam ao Rio de Janeiro, exaustos. Kamau consegue escapar de Osório e resgata Luena. Eles fogem pra mata. Osório e os traficantes tentam encontrá-los e desistem. Após um período, Luena está grávida de seis meses. Luena receia que a criança que espera seja branca. Ela sente as dores do parto.

Capítulo 02, quarta 01/06: Almeida e Miguel continuam se encarando e Juliana está assustada. Teresa e Maria Isabel estão estarrecidas diante de Custódio e Beatrice que planeja o casamento da caçula. Juliana entra correndo na cozinha e diz que tem dois homens do lado de fora. Irani fica nervosa com Nestor por hospedar Miguel. Miguel se apresenta para Custódio e pede emprego. Dr. Pacheco diz a Urraca que o estado de saúde de Custódio é grave. Juliana vai até a casa de Tia Joaquina e Miguel surge em sua frente. Custódio oferece um dote para que Almeida se case com Teresa. Maria Isabel humilha Teresa. Miguel volta para falar com Custódio e dá de cara com Miguel. Os escravos enterram Firmino. Filipa é levada contrariada para dentro da fazenda por Osório sob o olhar de Genésio. Loreto e Rosalinda discutem porque as Florzinhas não podem dançar. Filipa briga com o pai e leva um tapa no rosto. Beatrice consola Teresa. Guilherme revela ao pai que tem interesse em Teresa para espanto de Custódio. Miguel explica a Nestor o motivo que está na cidade e diz que não quer se vingar e sim fazer justiça. Juliana foge de Zé Leão pelo canavial. Ele agarra e beija Juliana no pescoço, ela consegue se desvencilhar pegando o facão na cintura dele e o fere.

Capítulo 03, quinta 02/06: Juliana fere Zé Leão na barriga e na perna. Miguel explica a Nestor que não é assassino e precisa apenas de provas da verdade sobre o que realmente aconteceu. Miguel mostra as marcas nas costas a Nestor que fica estarrecido. Guilherme deseja casar com Teresa e Quintiliano discute com ele. Guilherme argumenta que uniria posses, mesmo sabendo que a esposa é filha do maior rival do pai. Osório diz a Loreto que é o novo feitor de Quintiliano. Sapião está preocupado com o sumiço de Juliana. Juliana chega com Tito Pardo e Zé Leão ferido. Bá Teixeira entra no quarto de Filipa e conversa com ela, porém se aproxima da cama e percebe que está vazia. Filipa vai até a pensão Jardineira disfarçada de homem. Juliana penteia o cabelo de Teresa enquanto conversam sobre o casamento primeiro que Maria Isabel, o motivo de tanta raiva da irmã. Quintiliano visita Custódio e Beatrice fica atordoada. Ele revela que seu filho Guilherme quer se casar com sua filha. Custódio expulsa Quintiliano de sua casa. Maria Isabel se desculpa pela grosseria com Teresa. Ela se faz de coitada para que a irmã abra mão do casamento primeiro que ela e Teresa é enganada. Guilherme fica transtornado com a revelação de Almeida que vai se casar com Teresa apenas pelo dote. No calor da discussão entre Custódio e Quintiliano, Teresa aparece e diz que não pretende se casar. Na pensão Jardineira, Guilherme ao ver Almeida com Petúnia, dá um soco nele. Zé Leão aparece para Custódio e revela que foi atacado. Ele revela que foi Juliana que o atacou.

Capítulo 04, sexta 03/06: Juliana está assustada diante de Zé Leão e do coronel Custódio. Custódio acredita em Zé Leão. Almeida e Guilherme brigam por cauda de Teresa. Violeta descobre que Filipa é irmã de Tomás. Elas fazem um acordo para que Violeta descubra os mistérios de seus pais e em troca, Filipa ajuda Violeta a conquistar seu irmão Tomás. Custódio quer antecipar o casamento de Teresa. Zé Leão tem autorização de Custódio castigar Juliana e Tito Pardo. Tomás, Guilherme, Miguel e Almeida vão parar na delegacia. Bá Teixeira diz a Quintiliano que Filipa tem perguntado muito sobre a mãe. Juliana é acorrentada no tronco. Filipa volta pra casa e entra pela janela, exausta. Urraca e Quintiliano se encontram na delegacia no momento em que vão soltar os filhos. Quintiliano pede que Guilherme esqueça Teresa, pois ela está apalavrada com Almeida. Miguel continua preso. Urraca e Almeida vão a casa de Custódio logo cedo para tratar do casamento. Almeida entrega a proposta para Custódio que assina o papel. Teresa se surpreende ao ver Guilherme entrando na fazenda, ele diz que a ama e sugere que fujam. Custódio sente dor e pede a Beatrice que se algo acontecer com ele, que continue o casamento da filha, ela se assusta. Custódio revela que sua doença é mais grave do que se imagina e que tem pouco tempo de vida. Petúnia vai até a casa de Almeida com um punhal em mãos. Tia Joaquina corre para avisar Teresa que Juliana será açoitada. Guilherme foge com Teresa. Miguel chega a casa de Custódio para pedir emprego e Esméria diz que Maria Isabel quer vê-lo antes. Miguel se prontifica a encontrá-la pela fazenda. Juliana está acorrentada em uma árvore. Custódio e Beatrice ficam desesperados ao saber do sumiço de Teresa. Maria Isabel faz uma proposta a Miguel. Zé Leão solta Juliana e ela cai no chão.

Capítulo 05, segunda 06/06: Esméria vê Juliana no chão e debocha dela. Juliana se levanta e dá um tapa na cara de Esméria. Guilherme sugere a Teresa que se casem escondidos. Beatrice tenta acalmar Custódio que está furioso com uma arma nas mãos. Petúnia chora e ameaça se ferir com a faca e Almeida tenta acalmá-la. Almeida beija Petúnia e ela fica bastante envolvida, ele tira a faca da mão dela. Rosalinda e Loreto continuam discutindo sobre o fechamento da pensão. Petúnia diz que está grávida de Almeida. Custódio pede a Tito Pardo que procure por Teresa. Guilherme e Teresa são pegos pelos Quilombolas e levados vedados ao líder. Miguel ajuda Juliana com os ferimentos nas costas. Urraca repreende Almeida por ter engravidado Petúnia. Tito Pardo tenta resgatar Guilherme e Teresa dos Quilombolas. Juliana está magoada diante do coronel Custódio e Beatrice. Dr. Pacheco visita Custódio e examina-o. Dr. Pacheco aproveita e examina também Maria Isabel que está desacordada sobre a cama. Maria Isabel dá bronca em Esméria por ter chamado o médico. Almeida vai até a pensão e agarra Petúnia pelo pescoço, com raiva. Maria Isabel procura as receitas que Juliana escreveu e que contém o elixir do aborto. Juliana entra e ouve Esméria dizer sobre a gravidez de Maria Isabel, elas se assustam e Juliana descobre tudo.

Capítulo 06, terça 07/06: Maria Isabel está atônita diante de Juliana que descobriu sua gravidez. Guilherme enfrenta Custódio por amor a Teresa. Teresa está arrependida de ter fugido com Guilherme. Maria Isabel planeja algo contra Juliana para que ela impeça de contar o que ouviu. Juliana conversa com Sapião, ele revela ter ciúmes do jeito que ela fala de Miguel. Teresa se desculpa com o pai e afirma que se casará com Almeida conforme o combinado. Juliana avisa Guilherme que Teresa irá se casar. Miguel conversa com Custódio e na saída encontra com Maria Isabel, ela o surpreende com um beijo na boca e o convida para o casamento de Teresa. Maria Isabel arma um plano para Juliana, que ao ir ao quarto se depara com Maria Isabel chorando debaixo do lençol. Ela a culpa por tudo e mostra a Juliana o lençol completamente ensopado de sangue. Juliana se apavora.

Capítulo 07, quarta 08/06: Juliana está completamente chocada diante de Maria Isabel, quando vê o lençol ensopado de sangue. Maria Isabel continua chorando, enquanto Juliana limpa tudo. Petúnia conversa com Violeta, enquanto Átila estuda alguns papéis. O príncipe Dom João VI está na cidade, ele passeia e passa por Urraca, que está elegantemente vestida. Custódio e Almeida estão diante dos escravos, que prestam atenção ao discurso do patrão. Os escravos o cumprimentam, respeitosamente. Almeida dá um leve sorriso e os cumprimenta da mesma forma. Tia Joaquina termina de arrumar o vestido de noiva no corpo de Teresa e Beatrice está ao lado da filha, animada. Juliana termina o ajuste no vestido e Maria Isabel entra, sem ser vista. Juliana se espanta ao ver Maria Isabel ali. Maria Isabel rasga o vestido de Juliana e diz que ela não vai ao casamento, pelo contrário, vai embora de uma vez por todas da fazenda.

Capítulo 08, quinta 09/06: Juliana está assustada diante de Maria Isabel, que tem o vestido rasgado nas mãos. Sapião e Miguel entram na cozinha com tonéis de bebidas. Maria Isabel parece constrangida diante de Átila, ele a olha um pouco, até que sai, deixando Maria Isabel ali, atordoada. Custódio na cama, muito debilitado. Tito pardo pressiona um pano no braço de Custódio, enquanto dr. Pacheco examina a sangria que acabou foi feita. Dr. Pacheco sai do quarto com a expressão grave. Beatrice, Teresa e Maria Isabel aguardavam na sala e se levantam com a chegada dele. Custódio está com os olhos fechados e tem uma expressão bem debilitada. Os quilombolas já alarmados aos ouvirem o barulho dos cavalos se aproximando, todos começam a correr, desesperados. Os homens de Osório descem dos cavalos e prendem os quilombolas. Almeida está vestido com sua roupa de noivo. Teresa está vestida de noiva e bastante emocionada diante de Juliana. Maria Isabel olha para Miguel, que sorri, um tanto envergonhado e já se surpreende com algo que vê na entrada da capela. Alguns escravos começam a tocar seus instrumentos e todos os convidados se levantam, olhando para a entrada da capela. Quando Maria Isabel se vira para olhar, ela vê Juliana entrando, belamente vestida, de mãos dadas com uns molecotes que jogam pétalas de rosas no caminho por onde a noiva passará.

Capítulo 09, sexta 10/06: Juliana caminha até próximo ao altar. Maria Isabel sorri, fingindo emoção ao ver Teresa. Teresa sorri ao ver Juliana. Custódio entrega a filha a Almeida. Teresa olha para trás e se espanta ao ver Guilherme. Ele corre até Teresa. Os convidados ficam estarrecidos. Custódio está furioso diante de Quintiliano. Beatrice parece nervosa, assim como Teresa e Juliana. Almeida também encara Quintiliano, com ódio. Os convidados levantam seus copos e bebem. Alguns instantes e Quintiliano encontra Osório, que também está a cavalo, com uma tocha na mão. Todos aplaudem a dança de Teresa e Almeida. Os escravos param de tocar e o coronel Custódio se dirige a eles. Almeida dá lugar a Custódio, que já sorri e começa a dançar com a filha. Alguns instantes na dança e os dois se olham, emocionados. Almeida e Maria Isabel continuam dançando. Miguel vê Juliana por ali, observando a dança. Juliana fica presa no depósito, ela olha em volta e procura algo que possa usar para arrombar a porta. Juliana aflita, andando de um lado a outro, sem saber o que fazer. É quando ela sente um cheiro de queimado e olha rapidamente pela fresta da madeira, avistando uma tocha jogada no chão e o fogo já se aproximando do depósito. Juliana está suada, aflita, afastando o primeiro barril de pólvora. Miguel tem a carta de Custódio na mão. O coronel custódio está sozinho, arrasado, sentindo dores. O barril explode, lançando Juliana contra a parede. O incêndio se agrava e Juliana desmaia no chão enquanto o fogo se aproxima.

Capítulo 10, segunda, 13/06: Juliana está no chão, enquanto a intensidade do incêndio só aumenta. Sapião e Tito Pardo chegam desesperados. Outros escravos também correm com latas de água. Maria Isabel se encosta numa árvore e chora, compulsivamente. Sapião sai do fogo com Juliana nos braços e o depósito despenca. Teresa está sentada na cama, angustiada, com Beatrice. Ela beija a testa da filha e se prepara para sair. Beatrice entra no quarto e vê o corpo de Custódio no chão, envolto por bastante sangue. Almeida conversa com o Capitão Loreto, enquanto dr. Pacheco termina de examinar o corpo de Custódio. Guilherme dorme no sofá, coberto pela manta que Rosalinda emprestou. Tomás vem da rua e o acorda, aflito. Juliana entra correndo na cozinha e serve água num copo. Quando ela vai sair, se depara com Almeida. Ela se assusta, deixa o copo cair. Almeida subitamente segura o rosto de Juliana, com violência, assustando-a.

Capítulo 11, terça, 14/06: Osório dá um soco em Miguel. Eles brigam violentamente, esbarram nos móveis e quebram objetos. Tomás interfere, se colocando entre os dois, tentando separar a briga. Filipa grita, assustada, ao ver Osório imobilizar Miguel e encostar uma faca em seu pescoço. Caminhando no cortejo, Teresa é amparada por Almeida, que no outro braço tem Urraca. Beatrice segue impávida, não chora, de braço dado com Maria Isabel, que é a mais emocionada. Dr. Pacheco acompanha a família. Juliana muito triste no meio deles. Todos fazem uma reverência respeitosa quando o cortejo passa. Eles se aproximam da pensão jardineira e Urraca vê Rosalinda e suas florzinhas por lá. Juliana vê Miguel, os dois trocam um olhar. É quando Maria Isabel se coloca na frente de Juliana e corre para os braços de Miguel, chorando muito. Maria Isabel dá um beijo no dedo e encosta na boca de Miguel, voltando para o cortejo. Juliana volta a olhar para Miguel, antes de se afastar. O Capitão Loreto interroga Quintiliano. Guilherme está no mesmo local em que o pai estava. Diante do olhar de todos os presentes, Beatrice se aproxima do caixão de Custódio. Quando todos esperam que ela fale, Beatrice abandona o local, sob o olhar surpreso de todos. Miguel fica arrasado diante de Nestor, com a carta do pai nas mãos. Beatrice dá um tapa no rosto de Maria Isabel, que cai no chão.

Capítulo 12, quarta, 15/06: Maria Isabel desfere um tapa no rosto de Esméria, que fica completamente aturdida. Almeida segura Juliana, que tenta se soltar. Tia Joaquina está assustada. Almeida empurra Tia Joaquina, que cai no chão. Juliana se assusta ao vê-la caída. Juliana é trazida pelo braço por Zé Leão. Almeida vem em seguida, observando. Zé Leão estende o chicote para Almeida. Miguel está sujo, visivelmente exausto, carregando a pá. Ele caminha e estranha ao ver alguns soldados na porta do armazém. Ele se esconde e vê Loreto sair lá de dentro e orientar um soldado a ficar por ali. Miguel está tenso e olha em volta, procurando alguma forma de fugir, mas Loreto já se aproxima, assim como outros soldados. Ele se defende com a pá, impedindo que eles se aproximem. Teresa, Almeida, Beatrice, Maria Isabel e Urraca sentados diante do advogado. Mais afastado e em pé, está Tito Pardo. Todos escutam atentamente a leitura do testamento num clima muito solene, sem que se ouça o que dizem. Maria Isabel está em sua carruagem, chorando. Ela leva a mão à barriga. Alguns instantes e ela avista Petúnia chegando com suas trouxas. Juliana e Tia Joaquina separam os objetos pessoais do coronel e os guardam dentro de uma caixa. Juliana mexe nos papéis e se surpreende com um documento assinado pelo coronel. Almeida percebe que ela tenta esconder o papel que tem nas mãos.

Capítulo 13, quinta, 16/06: Almeida avança sobre Juliana e pega o papel. Almeida rasga o papel, para espanto de Juliana e Tia Joaquina. Almeida aproxima o papel da chama de uma lamparina. Juliana se adianta até ele, na esperança de salvar o papel, mas Almeida a empurra violentamente. Juliana chora ao ver o papel ser engolido pelas chamas. Átila procura um lugar para esconder o caderno e o mapa de Miguel. Ele esconde rapidamente os objetos. Tito Pardo encosta um bastão com fogo nos objetos do coronel, sob o olhar de Beatrice e diante da de Teresa. Juliana chega diante do rio e chora. Miguel chega. Eles correm um na direção do outro e se abraçam forte. Juliana chora e Miguel a abraça. Miguel segura o rosto de Juliana com carinho. Guilherme, muito perturbado, andando de um lado para o outro, desabafa com Tomás. Juliana e Miguel são interrogados por Loreto. Filipa está folheando alguns livros, diante de Violeta e Átila, que estão prontos para a aula. Nestor expulsa Osório do armazém com sua espingarda. Almeida faz um carinho em Juliana, quando Esméria entra, com um prato de comida. Ele a imprensa numa parede e a beija, calorosamente, colocando as mãos por baixo das roupas de Esméria, que retribui ao desejo de Almeida. Juliana caminha em direção à casa de Tia Joaquina. Alguns instantes alguém se aproxima, rapidamente, como se corresse na direção dela. Juliana se assusta e, antes que possa gritar, tem a boca tampada. É Osório.

Capítulo 14, sexta, 17/06: Juliana está apavorada, ainda agarrada por Osório. Ela tenta se desvencilhar, mas ele continua com as mãos em sua boca. Juliana tenta escapar e consegue tirar a mão de Osório de sua boca.Tito Pardo acerta um soco em Osório que parte para cima de Tito Pardo com o facão, mas Tito Pardo dá um chute de capoeira na mão de Osório e o facão voa longe. Miguel atrás das grades. Irani e Nestor do outro lado com Loreto. Há um pote de comida com Miguel, que foi entregue por Irani. Miguel tira a camisa e mostra as marcas nas costas. Loreto e Irani se assustam. Nestor observa, contido. Maria Isabel e Petúnia chegam de carruagem, exaustas, diante de um belo sobrado. Elas estão com roupas trocadas; Maria Isabel com roupas mais simples e Petúnia com roupas de sinhá. Juliana visita Miguel. Osório caminha na mata, até que se detém ao ver o soldado e mais dois homens num local ermo. Um deles está cavando por ali, exausto. Alguns instantes e eles ouvem o barulho da pá batendo em algo. O outro homem continua cavando. O soldado cava também. Eles acham um pequeno baú antigo.

Capítulo 15, segunda 20/06: Miguel continua tenso dentro da cela. O soldado está dormindo com a chave da cela em cima da mesa. Osório observa os soldados desenterrando um pequeno baú. Ele se aproxima rapidamente. Osório golpeia os dois soldados com a pá, pega o baú e sai correndo. O baú que estava enterrado está aberto sobre a mesa de Quintiliano. Não é revelado o que está dentro, mas o coronel observa, concentrado. Osório sai e Quintiliano permanece ali, observando o baú. Alguns instantes e ele tira um amarrado com cartas antigas de dentro. Quintiliano com o baú nas mãos olha para os lados, desce as escadas cuidadosamente. Ele pega a chave do bolso, abre a porta e entra rapidamente. Almeida deita Teresa na cama, carinhosamente. Ele beija sua testa e se levanta. Teresa permanece ali, de olhos fechados, até que percebe Almeida abrir a porta do quarto. Almeida já puxa a roupa de Esméria, rasgando e revelando seu corpo. Alguns instantes e ele já avança sobre ela, beijando-a calorosamente e jogando-a sobre a mesa. Teresa parece triste, olhando-se no espelho, vestida com uma bela camisola. Juliana está no canavial, junto a outros escravos, todos com facões nas mãos. Alguns escravos a estranham ali, mas ela se mantém firme. Juliana continua no canavial, cortando a cana com força, enquanto os trabalhadores continuam cantando. Juliana cai no canavial, com a perna sangrando, próxima a uma cobra venenosa.

Capítulo 16, terça 21/06: Tito Pardo procura por Juliana. Almeida está furioso e tenta pegar a carta da boca de Sapião. Almeida procura por Juliana e Esméria diz que ela tentou fugir. Loreto continua a busca por Miguel, que conseguiu fugir. Quintiliano sugere que Guilherme fuja para a corte e Guilherme diz que não é foragido. Beatrice visita Quintiliano. Átila recusa a proposta de emprego de Tomás. Tito Pardo encontra Juliana desmaiada e ferida por uma cobra e grita por Zé Leão. Tia Joaquina e Bá Teixeira conversam sobre a ruindade do coronel Almeida. Beatrice pede desculpas a Quintiliano e avisa que não poderá fazer nada contra a denúncia feita por Almeida. Tito Pardo entra na casa de Tia Joaquina com Juliana nos braços e derrama aguardente no ferimento. Nestor pede a Irani que fique no armazém enquanto ele vai procurar por Belezinha. Almeida revela a Loreto que sabe o paradeiro de Miguel. Loreto, Osório e Almeida vão atrás de Miguel. Nestor observa, tenso. Miguel está na espera, em cima do cavalo, no canto da estrada. Ele avista Belezinha. Miguel percebe que o recado não foi dado a Juliana e diz a Belezinha que precisam sair dali pois correm perigo. Urraca visita Teresa. Osório corre pela mata. Almeida encurrala Miguel. Belezinha corre e se depara com Osório. Miguel continua correndo a cavalo e Loreto atira em sua direção. Belezinha aproveita a distração do tiro e acerta Osório com um galho e foge. Outro tiro dos soldados atingem Miguel no ombro mas ela não para de correr. Dr. Pacheco cuida de Juliana. Miguel é atingido novamente, cai do cavalo e rola numa ribanceira. Tomás procura por Violeta e Rosalinda diz que Violeta está muito ocupada. Violeta está chocada com as revelações de Rosalinda sobre a esposa do Quintiliano que o traiu com um escravo. Osório encontra Miguel, que está fazendo curativo no local do tiro. Belezinha encontra Nestor e diz que só queria ajudar Miguel. Osório revela que o pai de Miguel não deveria ter cruzado o caminho dele e afirma que todo o ouro encontrado no baú é dele também. Ele revela que matou a mãe de Miguel que se enfurece e parte pra cima de Osório. Almeida aparece e Miguel Foge novamente. Miguel é encurralado numa queda d’água e se joga. Juliana desperta, assustada. Osório, Almeida e Zé Leão vão embora e acreditam que Miguel não sobreviverá. Petúnia caminha de braços dados com tia Elza enquanto Maria Isabel acompanha, de mucama. Almeida volta pra casa e diz que Miguel provavelmente morreu e todos se chocam e ainda revela que Juliana fugiria com Miguel. Teresa vai ao encontro de Juliana e chora ajoelhada. Juliana sonha com Miguel que o espera em um cavalo. Juliana vê no sonho que Miguel morre em seus braços por Almeida e ela desperta assustada.

Capítulo 17, quarta 22/06: Juliana fica curiosa sobre notícias do Miguel. Teresa diz que Miguel fugiu da cadeia e foi embora da vila. Juliana chora com a notícia. Almeida joga sabião na senzala. Filipa está revoltada por Quintiliano a mandar para o convento. Tomás e Violeta caminham em direção a pensão e falam que a fuga de Miguel não deveria ter ocorrido. Nestor, Irani e Belezinha ficam assustados com a declaração de Loreto que disse que Miguel preferiu se jogar na queda d`água ao ter que voltar para a prisão e convoca Belezinha a comparecer na Câmara, uma vez que ela era cúmplice. Violeta comenta com Dália que Tomás a beijou. Teresa entra no quarto e comenta com Almeida que Juliana despertou e ele se irrita e diz a ela que deveria se preocupar com seu marido. Ele manda ela tirar o calço que impede que ela manque e deitar na cama, ele se aproxima, senta na cama e desliza a mão sobre o corpo de Teresa ainda vestida. Almeida beija calorosamente Teresa. Almeida visita Sapião na senzala e pede a Zé Leão que tire as correntes dele. Teresa está diante de Juliana, feliz com a sua recuperação. Teresa confessa a Juliana que seu casamento foi consumado e pede para que ela não confronte mais o Almeida. Belezinha teme ser condenada. Violeta conta a Filipa que descobriu alguns segredos sobre seu pai. Quintiliano visita Urraca. Loreto afirma a Almeida que os soldados estão procurando pelo corpo de Miguel e Almeida desconfia que não estejam tão empenhados. Almeida pede que Teresa entre e denuncie Guilherme pelo seu sequestro. Quintiliano pede a Urraca que interceda por Guilherme. Rosalinda lê uma carta que permite reabrir a pensão. Filipa se espanta diante de Violeta, o tom da conversa é de segredo, ela fica confusa com as revelações sobre sua mãe, e agradece Violeta. Guilherme chega a delegacia e se entrega. Esméria revela a Juliana que Miguel está morto. Juliana não acredita e olha para Sapião e Tia Joaquina que estão angustiados. Guilherme sai da delegacia e deixa Teresa abalada e Almeida se incomoda. Sapião conta a Juliana que foi Esméria que estragou o plano de fuga dela com Miguel. Belezinha está na delegacia com Nestor. Filipa se joga nos braços de Quintiliano e chora, sentida, abraçada e ele. Juliana discute com Esméria e elas brigam. Zé Leão chega. Urraca escolhe alguns escravos que vão para sua casa, Sapião está entre eles. Guilherme arruma as trouxas diante de Tomás e Filipa e promete voltar recuperado das frustrações. Quintiliano entra e abraça Guilherme. Esméria e Juliana são levadas até Almeida. Almeida dá a voz para as duas se defenderem e Juliana toma a frente e pede para ser primeira a ser castigada. Miguel está em um local desconhecido, molhado e deitado de bruços, desacordado e é encontrado por um cigano que grita para outros para verem o que encontrou. Eles ajudam a virar Miguel e percebem que Miguel está vivo.

Capítulo 18, quinta 23/06: Juliana encara Almeida que está com o chicote em mãos. Esméria observa, triunfante. Miguel mal consegue manter os olhos abertos diante dos ciganos. Eles colocam Miguel na carroça e de repente se deparam com Osório. Esméria se justifica a Almeida porque não deve ser castigada também. Osório se aproxima da carroça e uma mulher esconde Miguel com uma manta. Osório pergunta se não viram um homem ferido pelo caminho, os ciganos respondem que não e continuam viagem. Para surpresa dos escravos, Almeida solta Juliana e prende Esméria no pelourinho para ser castigada. Alguns meses depois e Almeida e Urraca estão na sede da corte para conhecer o príncipe e conversam sobre como as coisas estão caminhando e sobre a paternidade que está prestes a acontecer com Almeida. Teresa está grávida de pousos meses e sente muitas dores e confessa ao Dr. Pacheco que não quer perder o bebê. Maria Isabel já está com barriga crescida e caminha com Petúnia, ela sente dores e Petúnia vai buscar ajuda. Urraca e Almeida continuam caminhando ao paço e Urraca avista Petúnia correndo, um pouco distante. Almeida diz que vai atrás e pergunta a Urraca se ela tem certeza do que viu e se Petúnia estava grávida. Urraca não consegue distinguir e alerta que não podem chegar atrasados ao encontro e Almeida concorda com Urraca. Petúnia se depara com Miguel ao pedir ajuda aos ciganos. A pensão de Rosalinda está enfeitada. Quintiliano e Filipa recebe um convite para um baile de máscaras. Maria Isabel e Petúnia chegam na casa da tia e Petúnia conta que viu Miguel e Maria Isabel não acredita, pois na carta que recebeu de Teresa dizia que Miguel havia morrido, mas Petúnia insiste em dizer que ele não morreu. Urraca está ansiosa para receber o título do príncipe, ela se abana com o leque. Almeida é condecorado a comendador e condecora Urraca a Baronesa de Barangalha que fica horrorizada. Rosalinda recebe um convite para a inauguração do novo palecete, no baile de máscaras, mas percebe que será no mesmo dia da festa na pensão. Rosalinda tira satisfação com Loreto sobre a data do baile, ele alega que não pode fazer nada. Nestor pede que Irani explique porque ficou tão nervosa quando viu o cesto com pertences indígenas. Rosalinda recebe alguns convidados na pensão. Beatrice convida Quintiliano para jantar e ele aceita. Filipa se veste novamente de homem sob olhar de Bá Teixeira. Tomás visita a pensão e Violeta recusa uma bebiba oferecida a ela, que recusa e lhê dá um tapa. Filipa entra vestida como homem. Loreto caminha pela vila e inspeciona tudo. Beatrice e Quintiliano estão bem próximos e de repente Esméria entra e eles se assustam. Tia Joaquina orienta Juliana a preparar Teresa, pois o filho não irá vingar. Urraca chega em casa com muita raiva, inconformada com o título que recebeu e proíbe Almeida de comentar com alguém. Petúnia leva Maria Isabel ao local em que viu Miguel. Maria Isabel grita por Miguel e sente uma forte dor e leva as mãos a barriga. Teresa cai ao chão, sente dores e chora. Beatrice diz que foi um acidente. Esméria rasgou os laços do calço que Teresa usa, sem que ninguém visse. Beatrice percebe que Teresa está sangrando. Almeida chega correndo e vai junto pra Teresa e segura sua mão, ela chora e pede perdão. Maria Isabel está no chão e vê o vestido já molhado e avisa Petúnia que o filho vai nascer.

Capítulo 19, sexta 24/06: Petúnia está nervosa diante de Maria Isabel, que sente muitas dores e vai buscar ajuda. A cigana se aproxima delas para ajudar. Teresa está no chão e se contorce de dor e Dr. Pacheco tenta acalmá-la. Juliana vai até Irani pedir que ajude Teresa. Irani percebe a gravidade, porém nega a ajuda, mas é convencida por Belezinha e Nestor a socorrer Teresa. Genésio vai até Quintiliano para saber quanto custa sua liberdade. Após muito esforço de Teresa, Irani percebe que bebê não sobreviveu. Maria Isabel é levada a um quarto sujo e depois de muito esforço o bebê nasce. Petúnia se emociona e diz que é uma menina. A cigana conduz a criança para Maria Isabel que nega pegar no colo. Petúnia pega a criança e a abraça enquanto Maria Isabel permanece fria, exausta. Irani vem de dentro do quarto com o Dr. Pacheco. Beatrice, Almeida e Juliana aguardam na expectativa. Dr. Pacheco diz a todos que Teresa perdeu o bebê e todos ficam chocados. Teresa chora e é amparada por Beatrice. Almeida tem um ataque de fúria e quebra tudo a sua volta e Urraca entra, assustada. Almeida culpa Urraca por tê-lo obrigado a se casar com uma mulher defeituosa. Maria Isabel dá de mamar para o bebê, contrariada. Dália pergunta a Rosalinda se Violeta é sua filha, Rosalinda fica nervosa e Átila quer saber se é verdade, uma vez que ela não deixa Violeta se tornar umas das florzinhas da pensão. Rosalinda nega e diz que todas são como filhas e elas fazem as pazes novamente. Juliana consola Teresa que está arrasada. Almeida se aproxima e pergunta se Teresa está bem, ela diz que sim e ele sai, frio. Ele vai até a área dos escravos que estão arrasados com a perda do filho de Teresa. Almeida ordena que voltem ao trabalho, menos Sapião que se defende. Almeida manda Zé Leão prender Sapião na senzala. Almeida acusa Sapião que fez o calço para Teresa usar e por isso ela perdeu o bebê quando caiu ao chão. Sapião está apavorado, aos prantos, diante de Almeida, que tem um machado nas mãos. Zé Leão ao lado deles, impaciente. Zé Leão intercede. Almeida vê a luta entre os escravos e acha sensacional, Zé Leão aconselha que é melhor que rinha de galo. Átila quer escrever a história de Rosalinda, ela não aceita. Urraca não se conforma em não ter recebido o convite para o baile. Nestor exige explicação de Irani ao receber uma caixa de mercadoria com uma flecha fincada no meio. Irani se assusta. Juliana fica assustada diante de Sapião que está acorrentado e teme ser morto por Almeida. Ele chora e ela enxuga as lágrimas e diz que não vai deixar nada de ruim acontecer com ele. Sapião diz que não pode morrer sem antes fazer uma coisa e surpreende Juliana com um beijo. Maria Isabel está sozinha, adormecida, alguém se aproxima. Ela continua deitada, mas percebe a presença de alguém. Quando ela se vira, se surpreende ao ver Miguel a sua frente.

Capítulo 20, segunda 27/06: Rosalinda tira satisfação com Loreto sobre a data do baile, ele alega que não pode fazer nada. Nestor pede que Irani explique porque ficou tão nervosa quando viu o cesto com pertences indígenas. Rosalinda recebe alguns convidados na pensão. Beatrice convida Quintiliano para jantar e ele aceita. Filipa se veste novamente de homem sob olhar de Bá Teixeira. Tomás visita a pensão e Violeta recusa uma bebiba oferecida a ela, que recusa e lhê dá um tapa. Filipa entra vestida como homem. Loreto caminha pela vila e inspeciona tudo. Beatrice e Quintiliano estão bem próximos e de repente Esméria entra e eles se assustam. Tia Joaquina orienta Juliana a preparar Teresa, pois o filho não irá vingar. Urraca chega em casa com muita raiva, inconformada com o título que recebeu e proíbe Almeida de comentar com alguém. Petúnia leva Maria Isabel ao local em que viu Miguel. Maria Isabel grita por Miguel e sente uma forte dor e leva as mãos a barriga. Teresa cai ao chão, sente dores e chora. Beatrice diz que foi um acidente. Esméria rasgou os laços do calço que Teresa usa, sem que ninguém visse. Beatrice percebe que Teresa está sangrando. Almeida chega correndo e vai junto pra Teresa e segura sua mão, ela chora e pede perdão. Maria Isabel está no chão e vê o vestido já molhado e avisa Petúnia que o filho vai nascer. Petúnia está nervosa diante de Maria Isabel, que sente muitas dores e vai buscar ajuda. A cigana se aproxima delas para ajudar. Teresa está no chão e se contorce de dor e Dr. Pacheco tenta acalmá-la. Juliana vai até Irani pedir que ajude Teresa. Irani percebe a gravidade, porém nega a ajuda, mas é convencida por Belezinha e Nestor a socorrer Teresa. Genésio vai até Quintiliano para saber quanto custa sua liberdade. Após muito esforço de Teresa, Irani percebe que bebê não sobreviveu. Maria Isabel é levada a um quarto sujo e depois de muito esforço o bebê nasce. Petúnia se emociona e diz que é uma menina. A cigana conduz a criança para Maria Isabel que nega pegar no colo. Petúnia pega a criança e a abraça enquanto Maria Isabel permanece fria, exausta.

Capítulo 21, terça 28/06: Irani vem de dentro do quarto com o Dr. Pacheco. Beatrice, Almeida e Juliana aguardam na expectativa. Dr. Pacheco diz a todos que Teresa perdeu o bebê e todos ficam chocados. Teresa chora e é amparada por Beatrice. Almeida tem um ataque de fúria e quebra tudo a sua volta e Urraca entra, assustada. Almeida culpa Urraca por tê-lo obrigado a se casar com uma mulher defeituosa. Maria Isabel dá de mamar para o bebê, contrariada. Dália pergunta a Rosalinda se Violeta é sua filha, Rosalinda fica nervosa e Átila quer saber se é verdade, uma vez que ela não deixa Violeta se tornar umas das florzinhas da pensão. Rosalinda nega e diz que todas são como filhas e elas fazem as pazes novamente. Juliana consola Teresa que está arrasada. Almeida se aproxima e pergunta se Teresa está bem, ela diz que sim e ele sai, frio. Ele vai até a área dos escravos que estão arrasados com a perda do filho de Teresa. Almeida ordena que voltem ao trabalho, menos Sapião que se defende. Almeida manda Zé Leão prender Sapião na senzala. Almeida acusa Sapião que fez o calço para Teresa usar e por isso ela perdeu o bebê quando caiu ao chão. Sapião está apavorado, aos prantos, diante de Almeida, que tem um machado nas mãos. Zé Leão ao lado deles, impaciente. Zé Leão intercede. Almeida vê a luta entre os escravos e acha sensacional, Zé Leão aconselha que é melhor que rinha de galo. Átila quer escrever a história de Rosalinda, ela não aceita. Urraca não se conforma em não ter recebido o convite para o baile. Nestor exige explicação de Irani ao receber uma caixa de mercadoria com uma flecha fincada no meio. Irani se assusta. Juliana fica assustada diante de Sapião que está acorrentado e teme ser morto por Almeida. Ele chora e ela enxuga as lágrimas e diz que não vai deixar nada de ruim acontecer com ele. Sapião diz que não pode morrer sem antes fazer uma coisa e surpreende Juliana com um beijo. Maria Isabel está sozinha, adormecida, alguém se aproxima. Ela continua deitada, mas percebe a presença de alguém. Quando ela se vira, se surpreende ao ver Miguel a sua frente.

Capítulo 22, quarta 29/06: Maria Isabel está chocada ao ver Miguel diante dela. Miguel não se recorda de Maria Isabel. Juliana questiona Sapião porque a beijou. Ele diz a Juliana que pode morrer a qualquer momento. Almeida, Zé Leão e Osório acompanham uma luta entre dois escravos. Almeida dá um soco em Osório que reage. Irani justifica para Nestor sobre a flecha e explica tudo que aconteceu no passado, sobre um índio que a assombrava e que ela pertenceria a ele, mas Irani nega. Irani abraça Nestor e pede proteção. Miguel aperta o pescoço de Maria Isabel. A cigana surge e assusta com o que vê. Miguel vê Petúnia com o bebê e larga Maria Isabel. Juliana diz a Sapião que sempre sentiu amor de irmão por ele. Zé Leão chega e empurra Juliana que cai no chão. Almeida vai a pensão e leva Violeta a força para o quarto sem que ninguém perceba. Juliana está no chão, assustada, e Zé Leão se aproxima. Sapião se desespera, acorrentado. Almeida rasga o vestido de Violeta que grita por socorro. Tomás chuta a porta e entra. Almeida parte para cima de Tomás com um candelabro. Almeida desvia e o candelabro cai na cama e pega fogo, eles continuam brigando e não percebem as chamas. Rosalinda e Átila chegam e veem o quarto pegando fogo. Tomás e Almeida percebem as chamas e param de brigar e conseguem apagar o fogo. Rosalinda fecha a porta e não permite ninguém sair sem antes o capitão Loreto chegar. Almeida pede perdão a Violeta e Rosalinda o manda ir embora. Almeida chega, arrasado. Teresa na cama triste, segurando os sapatinhos de bebê que tricotou. Almeida se aproxima de Teresa e lhe dá um beijo. Urraca recebe Rosalinda que conta tudo o que aconteceu na pensão. Zé Leão diz a Almeida que Sapião é bom de luta. Almeida pede pra soltar Sapião e escolher mais alguns escravos e treiná-los. Nestor conta a Loreto que está sendo perseguido por um índio assustador. Juliana vai até o armazém agradecer Irani pela ajuda. Maria Isabel se aproveita do esquecimento de Miguel e diz que juraram fidelidade eterna um ao outro e que estavam noivos. Maria Isabel o abraça forte. Belezinha leva Juliana até o quarto de Miguel. Sapião e outros escravos fortes enfileirados diante de Almeida e Zé Leão. Almeida ordena que lutem. Urraca visita a pensão pra tramar com Rosalinda a respeito do baile. Violeta vai até Átila e faz uma proposta irrecusável. Filipa começa ensinar Quintiliano a ler. Eles recebem uma carta do Guilherme. Miguel diz que quer retomar sua vida e voltar para a vila e pede que Juliana volte com ele.

Capítulo 23, quinta 30/06: Maria Isabel continua firme diante de Miguel. Ela aconselha Miguel a traçar a uma estratégia. Almeida está empolgado, ao lado de Zé Leão, observando uma luta entre dois escravos. Almeida empurra Sapião pra dentro da roda de luta. Filipa lê a carta de Guilherme que diz que em breve pode ser dispensado do serviço militar e obter o perdão do príncipe regente. Violeta tenta convencer Átila a escrever um livro sobre sobre Rosalinda. Urraca e Rosalinda tramam em como atrapalhar o baile. Almeida e Zé Leão estão muito satisfeitos em ver Sapião finalizando a luta com o outro escravo. Teresa diz a Beatrice que não quer que ela se aproxime de Quintiliano. Sapião conta a Tito Pardo que Almeida o obrigou a entrar na luta. Dalia pede a Toze que a ensine a dançar. Violeta agradece a Tomás por ter salvo ela na pensão. Beatrice visita Urraca. Questionada sobre como foi a cerimônia na capital, Urraca disfarça e diz que foi tudo maravilhoso. Juliana diz a Sapião que o que sente por ele é amor de irmão e que ele está confundindo as coisas. Sapião diz a Juliana que a ama mais que tudo. Nestor arruma uns produtos na venda, chega Osório e bate no balcão. Zé Leão chega depois e conversa com Osório sobre a luta entre escravos. Eles discutem e Zé Leão quebra a garrafa na mesa e ameaça Osório com o caco de vidro. Quintiliano na mesa com Filipa e Tomás, terminam o jantar e discutem sobre o Almeida. Almeida diz a Teresa e Beatrice que vai promover alguns jantares, pois acaba de se lançar a presidência da Câmara Municipal.

Capítulo 24, sexta 01/07: Almeida pega na mão de Teresa que abre um sorriso e Beatrice fica constrangida. Urraca pede que Átila a visite. Ela pede que Átila escreva um livro sobre ela, mas Átila não aceita por causa do título, mas quando Urraca menciona valores, ele reconsidera. Dália está exausta diante de Tozé, fazendo um passo de dança. Sapião pergunta pra Tito Pardo se ele acha que tem chance com Juliana, e Tito Pardo pede para ele não misturar as coisas e pede pra ele ter cuidado. Rosalinda serve chá a Loreto com as ervas que comprou no armazém de Nestor e com sugestão de Irani. Loreto sente um calor, e de repente uma vontade de dançar, pular, cantar. Rosalinda pega um instrumento que os músicos deixaram e toca uma melodia. Loreto começa a dançar pela pensão. Rosalinda ri. Loreto sobre no palquinho e começa a tirar a roupa e faz um streao-tease para Rosalinda. Dália chega da rua e se assusta. Nestor está arrumando algumas coisas no depósito, quando ouve um barulho vindo de fora, ele pensa que é o índio que assombra a seu armazém. Loreto está seminu, dançando pelas ruas e gritando com um índio, subindo em bancos, derrubando vasos. O soldado surge e vai prender o arruaceiro, quando puxa, percebe que é Loreto. Petúnia se despede de tia Elza. Maria Isabel perto com o bebê. Juliana ajuda Teresa a se vestir, disposta. Juliana conversa com Teresa e diz que talvez seja o momento de dar uma chance a Sapião. Maria Isabel na carruagem com Petúnia, pede para apanhar Miguel mais a frente que a espera. Maria Isabel diz a Miguel que a felicidade os espera e pede pra ele subir. Miguel encara Maria Isabel, antes de entrar na carruagem e pergunta se ela vai o levar até Juliana.

Capítulo 025, segunda 04/07: Teresa chora e é amparada por Juliana. Tozé está agitado comandando diversos criados na arrumação final do palacete. Rosalinda está terminando os preparativos para a festa quando chega Loreto. Ele puxa Rosalinda para um canto vazio e fala baixo com ela, sobre o episódio ocorrido depois do chá. Loreto reprova e Rosalinda diz pra Loreto ficar despreocupado e que nada irá acontecer. Beatrice muito séria diante de Esméria que nega ter colocado sal no bolo. Beatrice decide vendê-la.

Capítulo 026, terça 05/07: Tia Joaquina avisa Juliana que Maria Teresa voltou e entrega uma lista de coisas para comprar e preparar um banquete de boas vindas. Miguel sai do seu esconderijo devagar e olha tudo ao redor. Zé Leão chega por trás de Miguel, ele vê Miguel e se estranha. Miguel surpreende Zé Leão com um soco que cai no chão desacordado. Urraca fica furiosa com Petúnia. Urraca pergunta se Petúnia quer dinheiro, e ela pede apenas que aceite a neta. Urraca diz a Petúnia que ela pode ficar na hospedaria e que paga tudo, mas Petúnia quer o solar. Petúnia oferece a neta a Urraca que se afasta cheia de aversão. Maria Isabel conversa com Esméria e pede a arma que pediu pra ela guardar, pra provar a inocência do Miguel. Esméria diz a Maria Isabel que Miguel morreu e Maria Isabel diz que ela está enganada e que ele está vivo e que voltou com ela pra vila. Belezinha prepara um máscara e um vestido para Juliana usar no baile. Quintiliano está bravo com Tomás por querer libertar os escravos. Almeida está irritado diante de Zé Leão. Maria Isabel chega e pergunta o que está acontecendo. Zé Leão responde que era Miguel. Maria Isabel diz que seria impossível pois Miguel está morto e Zé Leão garante que ele está mais vivo do que nunca. Juliana experimenta o vestido e Belezinha diz que está perfeita. Nestor chega na hora e fica deslumbrado com Juliana. Esméria procura a arma que escondeu, porém não encontra e fica em pânico. Loreto encontra Almeida que reclama de ouvir sobre um homem parecido com Miguel rondando a fazenda. Loreto diz que reforçará a segurança.

Capítulo 027, quarta 06/07: Maria Isabel vê Miguel por perto e eles conversam. Ela diz a ele que não pode aparecer de qualquer jeito. Miguel questiona porque ela o ajuda e ela diz que faz por amor, eles se beijam. Miguel imprensa Maria Isabel contra a pedra e beija seu pescoço, seu corpo e retira seu vestido. Juliana serve chá a Beatrice. Beatrice libera Juliana para o baile, Maria Isabel chega com a roupa molhada e vê Juliana. Urraca está pronta para a festa e coloca o pozinho dentro de um pingente num cordão. Almeida chega bem vestido e Urraca manda Petúnia se esconder. Almeida experimenta a máscara e ouve um choro. Urraca disfarça. Osório combina com Genésio mais uma luta, Bá Teixieira ouve tudo escondida. Tozé recebe os convidado do baile. Rosalinda recebe alguns homesn mal vestidos. Violeta está deslumbrante. Dália chega ao baile vestida de galinha, Tozé se assusta. Homens renidos na clareira da luta dos escravos. Osório chegando ali com Genésio já pronto pra lutar. Zé Leão cehga com Sapião pelo braço. Rosalinda está na pensão e dispensa Loreto. Átila chega e Rosalinda também o dispensa. Átila fica surpreso com o que vê. Rosalinda olha pra trás e vê Petúnia chegando com o bebê nos braços e fica pasma. Petúnia entrega o bebê a Átila e abraça Rosalinda, emocionadas. Maria Isabel está furiosa diante de Esméria que não encontrou a arma. Juliana chega ao baile num lindo vestido e máscara. Maria Isabel e Emséria reviram o quarto de Zé Leão e encontram o baú com a arma. Maria Isabel sorri, satisfeita, com a arma na mão. Tozé anuncia a entrada da condessa. Quando todas as atenções estão voltadas para o salão, Miguel entra no recinto bem vestido com uma máscara sem que ninguém o veja. Ele avista Juliana sem que ela o veja. Miguel parece hipnotizado ao vê-la.

Capítulo 028, quinta 07/07: Miguel continua olhando para Juliana, que não percebe. Ela espera a entrada da condessa. Juliana parece perceber estar sendo observada e se vira para Miguel. Algumas pessoas entram na frente e Miguel se afasta. Tozé apresenta Rebeca que é sobrinha da condessa. A condessa Catarina surge na entrada iluminada, ela segura um enorme leque branco escondendo seu rosto. Átila com o bebê no colo e Rosalinda e Petúnia felizes. Maria Isabel pede que Esméria deixe a arma no mesmo local que encontrou, pois já tem o culpado. Esméria aconselha Maria Isabel a não incriminar Zé Leão, ela nega e diz que não irá acusar ninguém, quem fará isso é ela. Esméria se espanta. Catarina discursa a seus convidados, mesmo com o leque no rosto. Catarina revela seu rosto para espanto de todos e surpresa de Juliana que se encanta. Urraca se afasta rapidamente. Catarina olha em volta e vê que todos ainda estão estarrecidos. Zé Leão incentiva as apostas em Sapião, enquanto Osório incentiva as apostas em Genésio. Bá Teixeira sai do esconderijo e grita para eles pararem. Osório reage, furioso e pega Bá Teixeira pelo braço e lhe dá um tapa e ela cai no chão. O baile continua e Almeida bajula Catarina. Quintiliano e Tomás se aproximam. Tomás encantado por Rebeca. Por trás deles, Miguel passa discretamente, sem ser notado por nenhum deles. Urraca come um quitute enquanto segura seu pingente com o pó de ervas. Rosalinda e Átila tentam convencer Petúnia a ficar na pensão, depois volta atrás e diz que lá não é um lugar apropriado para o bebê crescer. Catarina se aproxima de Juliana e pede que ela aproveite o baile. Juliana se surpreende e agradece estar ali em nome de Beatrice. Catarina pergunta se Juliana é filha de Beatrice e Juliana diz que é mucama da filha. Catarina fica séria ao questionar se Juliana é uma escrava que foi à festa no lugar de sua sinhá. Juliana se espanta. Juliana constrangida avisa a Catarina que ela pode se retirar do baile caso queira. Catarina interrompe e diz que nunca imaginou que uma convidada pudesse abrir mão do convite e enviar uma escrava no lugar. Catarina pede a Juliana que prometa não deixar que ninguém a trate diferente, caso ocorra que seja avisada e Juliana sorri e promete.

Capítulo 029, sexta 08/07: Tomás e Átila boquiabertos olhando para Rebeca. Ela percebe os olhares e sorri. Átila e Tomás acenam ao mesmo tempo, respeitosos. Almeida se retira da festa e no caminho se depara com Petúnia e o bebê. Almeida fica estático, sem reação. Petúnia o observa, tensa. Almeida se aproxima e ela recua, assustada, protegendo a criança. Almeida a encara, sério. Urraca leva uma taça de vinho para um local mais vazio do salão e, discretamente, despeja o conteúdo do pingente dentro da taça. Almeida tira o bebê dos braços de Petúnia que teme que ele faça algum mal. O bebê chora e Almeida acha que está com fome. Ele coloca o dedo mínimo na boca do bebê que para de chorar e ele sorri. Miguel tira Juliana para dançar. Eles rodopiam pelo salão como se não existisse mais nada em volta. A música acaba e eles se olham, encantados. Miguel aproxima sua mão do rosto de Juliana e retira a máscara dela, devagar. Sapião leva um golpe do oponente e tem sua perna quebrada. Sapião cai no chão, urrando de dor. Osório comemora, enquanto Zé Leão se aproxima e chuta Sapião, que continua desacordado. Miguel retira a máscara de Juliana e Urraca vê Juliana e faz um escândalo. Loreto chega e Miguel sai sem ser notado. Catarina questiona Urraca sobre a sua convidada. Juliana sai pelo mesmo caminho que Miguel. Urraca pede desculpas a Catarina e oferece a taça de vinho. Catarina ignora e se dirige a Loreto. Na confusão entre as taças de vinho, Loreto, Catarina e Urraca bebem da taça sem saber qual está com o pó. Petúnia senta ao lado de Almeida e o acaricia com os pés. Almeida e Petúnia se beijam calorosamente. Beatrice bêbada revela a Maria Isabel e Teresa que ama Quintiliano, elas ficam chocadas.

Capítulo 30, segunda 11/07: Juliana acalma Belezinha e diz que não irá contar nada a sua senhora. Petúnia vai até a pensão de Rosalinda com Jasmim nos braços e diz que Almeida a expulsou de casa. Rosalinda e Violeta amparam Petúnia. Juliana caminha pensativa, pelo mesmo local onde encontrara a máscara de Miguel. Tozé conta a Catarina sobre a bebida que é para ela ter bebido na festa. Catarina promete se vingar. Petúnia pensa em entregar a filha em um convento ou na roda dos enjeitados e Rosalinda não deixa. Miguel fala para Maria Isabel que eles vão contar tudo que sabem ao capitão Loreto para ficar livre de uma vez por todas, Maria Isabel se espanta. Juliana visita Sapião e diz que aceita se casar com ele que fica emocionado. Juliana conta tudo sobre o Miguel, e pede que Sapião conte tudo pra ela também inclusive sobre ele ter se machucado daquele jeito. Osório procura Catarina pois ouviu dizer que ela procura fazer negócios na vila. Átila vai até a casa de Almeida e diz que vai assumir o filha e Petúnia. Tereza está nervosa querendo saber o teor da conversa no gabinete. Juliana está indignada diante de Sapião após saber a verdade e pede para ela não contar a ninguém. Miguel anda apressado, levando Maria Isabel pelo braço. Maria Isabel entra, aos trancos, como que empurrada, assustando Loreto. Miguel entra e Loreto fica espantado. Urraca está de um lado para o outro da casa e sente falta do choro do bebê. Miguel está muito revoltado diante de Loreto e Maria Isabel, que está muito aflita. Os soldados prendem Miguel. Loreto pressiona Maria Isabel para dizer que escrava está com a arma. Almeida discute com Teresa. Genésio diz a Tito Pardo que vai fugir para o quilombo. Urraca vai buscar a neta, mas Rosalinda impede. Irani diz a Nestor que inventou história sobre índio canibal e os dois se beijam. Juliana conta a Teresa que Almeida não é o homem que ela pensa. Urraca e Rosalinda brigam.

Capítulo 31, terça 12/07: Catarina fala a Tozé que Osório pode ser útil. Quinitiliano desconfia de Osório. Osório discute com um homem em uma roda de escravos, quando chegam os homens do capitão. Sapião pede ajuda para Tito Pardo para voltar para a senzala. Esméria acorda e procura seu baú. Juliana conta a Teresa como descobriu que o filho de Almeida é de uma meretriz. Petúnia separa Urraca e Rosalinda. Átila se assusta ao ver Miguel na cela. Zé Leão acorda e vê que Esméria está com a arma que matou o coronel. Zé Leão entrega Esméria, junto com a arma, para Loreto, Almeida e Maria Isabel. Tomás diz a Violeta que quer um duelo com Jean Pierre. Miguel conta a Átila que é inocente e que Maria Isabel é sua noiva. Urraca pede para Dália roubar a criança e entregar a ela. Petúnia diz que ela decidirá o destino de sua filha e Rosalinda pede para que ela não faça nenhuma besteira. Tia Joaquina fala para Juliana ir à sala e conta a Teresa que Miguel está vivo. No meio da confusão, Esméria diz que a arma estava com Juliana e Maria Isabel fala que explicará tudo. Átila diz a Petúnia que cuidará dela e da filha. Maria Isabel sai com Loreto para falar sobre a situação e Teresa conta a Juliana que Miguel está vivo. Maria Isabel diz que Esméria é culpada. Tia Joaquina tenta acalmar Juliana. Sapião conta a Tito Pardo que pediu Juliana em casamento. Maria Isabel fala a Esméria que cuidará de tudo e Loreto diz que Miguel será solto. Tia Joaquina conta a Tito Pardo o que aconteceu, Juliana sai angustiada. Juliana segura a máscara de Miguel e começa a chorar. Loreto libera Miguel da cela. Átila abriga Petúnia e sua filha em sua casa. Maria Isabel ameaça Almeida e diz que levará Miguel para dentro da casa. Violeta conta a Dália sobre o duelo de Tomás e Jean Pierre. Rosalina passa mal e Dália chama o Dr. Pacheco. Dr. Pacheco examina Urraca e a questiona sobre práticas com escravos além do trabalho. Esméria fala a Loreto que sabe sobre rodas de escravos. Teresa pergunta a Almeida se ele teve filho com outra mulher. Maria Isabel diz que Juliana não pode sair da senzala sem autorização de Almeida e conta a Beatrice e Tia Joaquina que está noiva de Miguel. Juliana conversa com Sapião e diz que tem algo sério a contar para ele.Juliana está bastante angustiada diante de Sipião e explica que Esméria tentou jogar a culpa pela morte do coronel Custódio em cima dela. Fora isso, ela revela a Sapião que Miguel está vivo e se diz confusa e pede paciência. Maria Isabel diz a Beatrice que está noiva de Miguel. Loreto está intrigado diante de Esméria, que está dentro da cela. Rosalinda não está bem e Dália corre até a casa de Urraca para chamar o dr. Pacheco.

Capítulo 32, quarta 13/07: Juliana não se conforma ao ouvir de Tia Joaquina que Miguel está noivo de Maria Isabel. Átila sobserva Jasmim no colo de uma mulher negra, que termina de amamenta-la e a coloca na caminha improvisada enquanto Petúnia dorme. Maria Isabel surpreende Miguel com um beijo. Ele resiste um pouco, mas logo se entrega aos beijos ardentes e meio que desperta e encara Maria Isabel que não entende. Juliana fica possessa e conversa com Miguel sobre o que aconteceu e inventa uma história qualquer. Miguel parece confuso diante de Maria Isabel, que parece emocionada, sofrida.

Capítulo 33, quinta 14/07: Maria Isabel diz a Miguel que Juliana foi responsável pela perda de um filho que esperava. Beatrice diz a Teresa que Maria Isabel irá se casar com Miguel, quando Juliana entra sem ser percebida e ouve tudo. Teresa fica sem palavras e bastante constrangida ao ver Juliana. Juliana chora no ombro de Teresa que a consola. Quintiliano denuncia a Loreto a fuga de Genésio. Beatrice toma um chá com Catarina.Bá Teixeira é empurrada pra dentro da senzala.

Capítulo 34, sexta 15/07: Osório entra em seguida e fecha a porta. Ela chora, desesperada, diante da fúria de Osório. Ele desfere um tapa no rosto dela, que cai no chão. Osório já deita sobre ela e começa a tirar a própria roupa. Bá Teixeira chora, sem forças. É quando a porta se abre bruscamente e Genésio entra como fosse empurrado. É Guilherme que capturou Osório. Miguel se ajoelha diante de Maria Isabel e a pede em casamento. Juliana aceita ser esposa de Sapião, que se espanta. Juliana corre e abraça Sipião. Sapião fica frio com Juliana e ela estranha e questiona. Sapião diz que não quer mais se casar com Juliana.

Capítulo 35, segunda, 18/07: Maria Isabel questiona Zé Leão sobre as rodas de apostas de escravo sob ordem de Almeida. Zé Leão fica surpreso. Maria Isabel promete a Zé Leão ganhar mais que qualquer aposta se ele conseguir um escravo que aceite ser incriminado por um assassinato. Teresa fica surpresa diante de Guilherme que não sabia que ele voltou do degredo. Ele quer falar com Almeida que vem de dentro e já estranha. Maria Isabel fica nervosa com a negativa de Zé Leão. Maria Isabel diz que quer ajudar Esméria e Zé Leão se recusa a ajudá-la. Genésio é empurrado pelos soldados para dentro da cela onde está Esméria que se surpreende. Esméria garante que vai provar a inocência de Genésio. Átila escreve em sua mesa e a ama de leite coloca Jasmim no berço enquanto Petúnia dorme. Urraca está irritada com Dália que não levou Jasmim como havia ordenado. Filipa está agoniada diante de Rebeca que pede para convencer Tomás a desistir do duelo. Petúnia visita Rosalinda na pensão que já está bem. Miguel caminha por ali com o mapa na mão. Ele observa em volta, tenta encontrar algo de correspondente no mapa. Quintiliano envia um bilhete a Catarina de um convite para um jantar em sua casa. Miguel caminha pela mata e vê uma pedra parecida com o desenho que está no mapa. Ele verifica, olha o mapa, verifica novamente e sorri satisfeito. Miguel ouve uma voz se aproximando, é Zé Leão que conversa com um homem negro, maltrapilho, e comenta sobre uma proposta irrecusável. Migue se esconde. Almeida visita Catarina para convidá-la para um jantar que responde que já recebeu um convite do Quintiliano. Urraca é recebida por Catarina com extrema cortesia, mas parece incomodada. Catarina explica a Urraca que dará uma recepção para receber uma pessoa ilustre e pede que ela participe ativamente do evento. Urraca se assusta, mas aceita. Um soldado tira Genésio e começa acorrentá-lo e Esméria grita desesperada e pede para não fazer nada com Genésio. Ela ameaça contar tudo que sabe, mas Loreto diz que não acredita nela. Ela promete contar quem é o assassino do coronel caso não faça nada com Genésio. Juliana está limpando o vestido que Maria Isabel usará no jantar. Miguel chama Juliana e ela se espanta quando vira lentamente e vê Miguel.

Capítulo 36, terça, 19/07: Juliana está surpresa diante de Miguel. O clima é tenso. Miguel mostra o mapa para Juliana que pede que ela ajuda para desvendar o símbolo que tem no mapa. Loreto diante de Esméria, que está desesperada. Maria Isabel conta a Almeida que planeja colocar um escravo qualquer para ser julgado pela morte do coronel em troca de uma boa quantia de dinheiro. Rosalinda entrega diversos bilhetes a três molecotes para distribuírem para alguns clientes. Juliana se afasta, com o vestido de Maria Isabel nas mãos. Esméria revela a Loreto que Almeida está envolvido em roda de aposta de luta de escravos. Petúnia vai pedir emprego no comércio de Nestor nega por causa de Irani. Maria Isabel tenta acalmar Miguel que ficou confuso quando falou com Juliana e foi pego por Zé Leão. Miguel mostra o mapa para Maria Isabel que pediu para deixar guardado com ela, por segurança e ele aceita. Petúnia vai a casa de Catarina pedir emprego. Maria Isabel ainda muito abalada pelo encontro com Miguel. Maria Isabel chega furiosa, enquanto Juliana tenta limpar o vestido. Maria Isabel toma o vestido e rasga e dá um tapa em Juliana. Sapião chega a casa de Urraca ainda de muletas e Urraca diz que ele será seu lacaio. Maria Isabel acorrenta Juliana na senzala. Almeida recebe os convidados e chega Miguel. Rosalinda recebe os convidados na pensão. Dália surge no palco gritando, com um pano sobre braço e algumas feridas feitas com tinta e os homens se assustam e correm do local. Quintiliano recebe Catarina e Rebeca para o jantar. Rosalinda fica furiosa com Dália pelo vexame que espantou os clientes. Guilherme entra para jantar e se depara com Catarina e Rebeca e se espanta e pergunta o que uma negra está fazendo em sua casa. Miguel continua falando com os homens, que escutam com atenção. Aleida fica irritado. Os outros senhores concordam em leve burburinho e Almeida explode. Maria Isabel se aproxima, irritada. Teresa e Beatrice vem logo atrás. Loreto entra na sala com dois soldados e prende Almeida e todos ficam surpresos. Juliana acorrentada na senzala tenta alcançar um pode de água. Esméria se aproxima e puxa o pote para mais longe. Esméria pega um chicote e Juliana se espanta.

Capítulo 37, quarta, 20/07: Almeida fica pasmo com a determinação de Loreto. Almeida se irrita com Teresa que tenta ajuda-lo e é empurrada pelo marido. Guilherme não se desculpa por chamar Catarina de negra e se recusa a jantar na mesa com eles e se retira. Dália conversa com Tozé que Rosalinda pretende fazer uma marcha atestando a saúde das florzinhas e que é o momento para eles se apresentarem com a trupe. Esméria ainda tem o chicote nas mãos, mas está balançada pelas palavras de Juliana. Teresa fica furiosa diante de Maria Isabel e Miguel. Beatrice tenta conter a filha. Teresa entra pela senzala correndo e chorando e pergunta por Juliana que se espanta ao vê-la acorrentada. Catarina acorda e pisa levemente quando Bá Teixeira prepara o café da manhã e se surpreende ao vê-la. Catarina diz que ela não a viu ali e pede que Bá Teixeira arrume alguém para leva-la de volta pra casa. Alguém bate na porta e Catarina abre e dá de cara com Beatrice. Filipa abraça Genésio e fica feliz em vê-lo de volta. Filipa desafia Genésio a jogar capoeira. Rosalinda, Violeta e as florzinhas estão prontas para a pesseata. Cartazes, pétals de flores para serem jogadas e panelas para fazerem barulho, todas bem vestidas com os corpos a mostra. Maria Isabel vai até a senzala e vê Juliana solta. Maria Isabel diz a Juliana que por causa de sua desobediência quem vai para o castigo será Tia Joaquina que se assusta.

Capítulo 38, quinta, 21/07: Juliana e Tia Joaquina estão assustadas diante de Maria Isabel. Juliana implora a Maria Isabel que não castigue Tia Joaquina. Beatrice visita Urraca e Sapião pergunta se Juliana está bem. Beatrice não contém as lágrimas. Miguel está na mercearia de Nestor e Osório cehga, os dois se olham. Miguel pede ajuda a Osório para descobrir o significado do símbolo que tem no mapa. Belezinha tenta alertar Miguel. Miguel dá um soco no balcão irritado com o que Osório diz e não acredita que seu pai estava envolvido com escravos. Osório sai dali, rindo, debochado. Nestor alerta Miguel que Osório não vale nada. Tia Joaquina no pelourinho aguarda Maria Isabel para ser castigada. Beatrice está se despedindo de Urraca quando elas ouvem um burburinho do lado de fora. Rosalinda, Violeta e florzinhas todas bonitas e bem vestidas, fazenda balbúrdia durante a manifestação. Elas batem panelas, jogam pétalas de flores pra cima. Almeida, satisfeito, troca cumprimentos com os outros senhores. Quintiliano e Guilherme aborrecidos. Maria Isabel desfere a primeira chibatada em Tia Joaquina, para espanto de todos. Esméria se aproxima de Maria Isabel e põe a mão no chicote e ameaça contar tudo que sabe. Loreto proíbe Rosalinda de continuar a passeata. Petúnia dorme e Jasmim chora no berço. Petúnia acorda irritada e nem se aproxima da criança. Teresa visita Petúnia e pergunta se a criança que está com ela é a filha de Almeida. Genésio agradece Esméria por ter conseguido fazer Maria Isabel parar de castigar Tia Joaquina. Juliana cuida de Tia Joaquina e coloca ervas nos ferimentos dela. Teresa pega Jasmim dos braços de Petúnia e a nina, com delicadeza e Jasmim para de chorar. Petúnia oferece Jasmim a Teresa. Beatrice decide que Juliana volte a casa grande e cuide de tudo até que Tia Joaquina fique boa. Maria Isabel revela a Almeida que Esméria o entregou para livrar Genésio da prisão. Almeida vai até a cozinha, pega uma faca e coloca no pescoço de Esméria. Sapião conta a Juliana o plano de Almeida em ter Maria Isabel como primeira esposa. Maria Isabel se arruma para dormir. Almeida entra, silencioso, e a observa, Maria Isabel se assusta. Almeida conta a Maria Isabel sobre o documento que o pai dela deixou que, se Teresa não puder lhe dar filhos, é ela que teria que dar e que vai se deitar com ela por bem ou por mal.

Capítulo 39, sexta, 22/07: Maria Isabel está assustada diante de Almeida que tem um documento em mãos. Guilherme prende Genésio e pretende marcá-lo com ferro em brasa e de repente entra Quintiliano que se assusta. Guilherme marca o ferro no ombro de Genésio que grita de dor. Almeida mostra o documento a Maria Isabel que tenta arrancá-lo das mãos de Almeida. Juliana abre a porta e os surpreende. Almeida solta Maria Isabel e se volta para Juliana, com raiva. Filipa questiona Quintiliano sobre os gritos que ouviu e pergunta se foi de Genésio. Filipa tenta ir a senzala, mas Quintiliano a detém. Maria Isabel pede a Juliana que pegue o documento do Almeida e diz que em troca dá a ela a liberdade. Chega o dia da votação para o novo juiz da câmara. Teresa mostra para Beatrice seu novo calço. Juliana vasculha o escritório de Almeida a procura do documento. Maria Isabel vai até a câmara e acusa de Almeida pelo sumiço de Miguel. Almeida está furioso porque perdeu a eleição. Quintiliano, Tomás e Guilherme comemoram a vitória enquanto Filipa observa. Rosalinda enfia a torta na cara de Urraca. Maria Isabel diante de Loreto, muito nervosa, pede ajuda para encontrar Miguel que pode estar em perigo. Juliana procura pelo documento nas roupas de Almeida, que chega e a surpreende.

Capítulo 40, segunda 25/07: Teresa mostra para Beatrice seu novo calço. Juliana vasculha o escritório de Almeida a procura do documento. Maria Isabel vai até a câmara e acusa de Almeida pelo sumiço de Miguel. Almeida está furioso porque perdeu a eleição. Quintiliano, Tomás e Guilherme comemoram a vitória enquanto Filipa observa. Rosalinda enfia a torta na cara de Urraca. Maria Isabel diante de Loreto, muito nervosa, pede ajuda para encontrar Miguel que pode estar em perigo. Juliana procura pelo documento nas roupas de Almeida, que chega e a surpreende. Almeida solta o braço de Juliana que está assustada e manda ela tirar a roupa. Maria Isabel irritada diante de Loreto que exige provas para acusar Almeida pelo sumiço do Miguel. Esméria vasculha pastas e gavetas. Almeida entra e Esméria se esconde embaixo da mesa. Alemida tira o paletó e joga sobre a mesa e Esméria consegue ver que o documento está no bolso da roupa. Rosalinda e Urraca estão sujas de torta e Sapião ajuda Urraca a se limpar. Juliana chora diante de Tia Joaquina que tenta consolá-la. Maria Isabel está inquieta, preocupada e anda de um lado para o outro. Maria Isabel pega o mapa de Miguel, ela observa o papel, intrigada. Juliana tem um pesadelo. Maria Isabel surpresa diante de Esméria que tem o documento em mãos. Almeida está nervoso diante de Teresa e pergunta sobre um documento que estava no paletó. Juliana encontra Maria Isabel e diz que assim que Almeida sair do quarto, ela vai procurar o documento. Esméria diz que não precisa mais pois já encontrou. Maria Isabel sai e Esméria encara Juliana, triunfante, antes de ir para a cozinha. Almeida vem do quarto e vê Juliana e já a pega pelo braço.

Capítulo 41, terça 26/07: Catarina recebe Quintiliano e diz que não quer interromper na história entre ele e Beatrice, mas não quer perder sua amizade. Juliana diz a Esméria que não deveria se meter na procura do documento e que agora Almeida desconfia dela e ameaça entregá-la caso Almeida volte a procurar. Osório encontra Genésio, que empilha sacos de açúcar e sente um pouco de dor da queimadura, mas se contém. Guilherme chega na câmara satisfeito, com uma pasta na mão. Loreto observa. Guilherme senta na cabeceira da mesa, no lugar do presidente. Belezinha vai até a fazenda procurar por Juliana e avisa do sumiço de Miguel. Juliana não se empolga muito devido aos últimos acontecimentos. Belezinha diz a Juliana que Miguel perdeu a memória e que só lembra de coisas influenciado por Maria Isabel. Belezinha diz a Juliana que se o ama, talvez esteja na hora de lutar por Miguel. Juliana parece atordoada diante de Belezinha que pede para lutar por Miguel. Maria Isabel procura por Átila para saber do sumiço de Miguel. Dália leva Jasmim até Urraca. Almeida flagra Guilherme e Petúnia se beijando e fica triunfante. Almeida dá um soco em Guilherme que revida. Juliana conversa com Tia Joaquina e se diz que foi injusta com Miguel. Maria Isabel fica interessada diante de Átila que diz que Osório conhecia o pai de Miguel e que também está atrás do mesmo mapa. Guilherme vai até o palacete de Catarina tirar satisfação pela vinda da princesa. Almeida diz a Petúnia que jamais a esqueceu e ela pede que Almeida largue a mulher pra viver com ela. Almeida pede ajuda a Petúnia pra derrubar Guilherme e ela recusa. Almeida conversa com Urraca que pensa em dar um sumiço em Jasmim. Átila vai até Urraca atrás de Jasmim. Osório tira o capuz de Miguel que pede um pouco de água. Osório pega um alicate e mostra pra Miguel, doentio.

Capítulo 42, quarta 27/07: Zé Leão se espanta diante do pedido de Almeida para que mate Miguel. Juliana pede a Tito Pardo que procure por Miguel na mata. Osório ameaça arrancar os dentes de Miguel e pergunta do tesouro. Miguel diz não saber do que se trata e Osório bate em Miguel com o alicate. Rosalinda conversa com Violeta que não confia mais em Petúnia. Juliana está deitada, mas perdida em seus pensamentos. Filipa ensina Quintiliano algumas letras que presta atenção e desenha numa folha alguns fonemas e Filipa sorri. Violeta está espantada diante de Filipa que diz que Tomás quer Jean Pierre para um desafio. Osório caminha pela rua, um tanto receoso, numa área mais deserta, ele confere o papel que recebeu, espera um tempo e Almeida chega. Miguel está machucado, fraco, amarrado e amordaçado. Almeida diz a Osório que ele tem Miguel como cativo. Beatrice muito séria, recebe Catarina. Catarina revela que não há mais nada entre ela e Quintiliano, Beatrice fica brava e expulsa Catarina. Em seguida, Beatrice tem mais uma visita, desta vez, Urraca. Miguel consegue arrebentar a mordaça. Juliana caminha apressada pela mata, ela encontra algo no chão, é uma pulseira que Miguel usa. Juliana ouve gritos e segue na direção, até que alguém a segura, é Osório.

Capítulo 43, quinta 28/07: Osório pergunta o que Juliana está fazendo tão distante do engenho, ela responde que estava levando roupa pra lavar mas que se perdeu na mata. É quando eles ouvem um grito de Miguel por pedido de socorro. Osório se distrai e Juliana foge. Almeida fica nervoso com Loreto que não aceita a denúncia sobre Guilherme com Petúnia na câmara. Filipa vestida como homem diante de Bá Teixeira com uma barba falsa pronta para o desafio contra Tomás. Tito Pardo e Sapião adentram a mata apressados, procurando por Juliana. Osório surpreende e captura Juliana no esconderijo. Catarina vai até a câmara e diz a Guilherme que o encontro com a condessa será somente entre mulheres e que os homens terão que ficar do lado de fora. Osório arrasta Juliana até Miguel e lhe dá um chute fazendo-o calar. Juliana grita e Osório dá um tapa em seu rosto e a amordaça. Tomás avista Violeta chegando com Filipa vestida como Jean Pierre. Juliana e Miguel estão amarrados de costas um para o outro e amordaçados. Osório está furioso diante deles. Rosalinda desfila na vila com sua roupa recatada. Algumas pessoas passam por ela e se espantam. Loreto diz a Rosalinda que ela não poderá fazer a recepção para a condessa. Juliana e Miguel ouvem Sapião gritar do lado de fora, derrubam uma cadeira com pé e fazem barulho. Alguns instantes e Sapião entra e se espantam ao vê-los ali. Maria Isabel confronta Osório para saber onde está Miguel e diz que sabe do tesouro, Osório se interessa. Osório segura o braço de Maria Isabel e diz que o tesouro lhe pertence. Sapião solta Juliana e Miguel. Juliana se aproxima de Miguel e pega em suas mãos. Sapião observa, incomodado.

Capítulo 44, sexta 29/07: Juliana e Miguel se olham nos olhos. Miguel muito fraco e machucado. Sapião incomodado com a troca de olhar entre Juliana e Miguel. Eles fogem do local antes que sejam capturados. Maria Isabel fica irritada diante de Osório por mencionar que Juliana possa saber onde Miguel esteja. Osório vai embora e Maria Isabel grita para prendê-lo, é quando Zé Leão se aproxima e tenta contê-lo e eles brigam. Almeida comenta com Urraca que Quintiliano apontou uma arma pra ele e que agora são inimigos. Quintiliano está diante de Guilherme e pede que renuncie à presidência da Câmara. Guilherme grita e diz que não irá renunciar. Quintiliano dá um tapa em Guilherme e os dois brigam. Catarina está triste com a situação dos escravos e conversa com Tozé e Rebeca e diz que mesmo libertando alguns escravos ainda é muito pouco. Juliana chega ao armazém de Nestor e conta a ele e a Belezinha que encontrou Miguel e que precisa escondê-lo. Zé Leão manda Tito Pardo prender Osório no pelourinho. Miguel é escondido na casa de Nestor. Quintiliano desabada com Tomás e Guilherme vai até a cozinha e pede a chave do quarto misterioso a Bá Teixeira que desconversa. Miguel pergunta de Juliana e diz que quer falar com ela. Sapião diz que Juliana está muito nervosa e ficou na casa de Nestor. Juliana quer ver Miguel e Belezinha pede para esperar um pouco mais. Belezinha ameaça contar tudo o que aconteceu entre ela e Miguel e Juliana fica receosa. Juliana vai até Miguel e ele agradece por ter salvo a vida e diz que se lembra de algumas coisas. Miguel acusa Osório de ter matado seus pais. Juliana fica decepcionada por Miguel não se lembrar do romance entre eles. Juliana a pedido de Miguel conta como se conheceram. Osório continua amarrado no pelourinho, Almeida chega e estranha. Zé Leão conta a Almeida que Osório invadiu a casa e colocou as sinhás em risco. Almeida ordena que soltem Osório. Guilherme, perturbado, cavalga pelo campo e avista Teresa, desolada debaixo de uma árvore. Esméria se espanta ao encontrar Beatrice caída no chão, desacordada e uma garrafa por perto. Osório confessa a Almeida que está com Miguel.

Capítulo 45, segunda 01/08: Quintiliano dá um tapa em Guilherme e os dois brigam. Catarina está triste com a situação dos escravos e conversa com Tozé e Rebeca e diz que mesmo libertando alguns escravos ainda é muito pouco. Juliana chega ao armazém de Nestor e conta a ele e a Belezinha que encontrou Miguel e que precisa escondê-lo. Zé Leão manda Tito Pardo prender Osório no pelourinho. Miguel é escondido na casa de Nestor. Quintiliano desabada com Tomás e Guilherme vai até a cozinha e pede a chave do quarto misterioso a Bá Teixeira que desconversa. Miguel pergunta de Juliana e diz que quer falar com ela. Sapião diz que Juliana está muito nervosa e ficou na casa de Nestor. Juliana quer ver Miguel e Belezinha pede para esperar um pouco mais. Belezinha ameaça contar tudo o que aconteceu entre ela e Miguel e Juliana fica receosa. Juliana vai até Miguel e ele agradece por ter salvo a vida e diz que se lembra de algumas coisas. Miguel acusa Osório de ter matado seus pais. Juliana fica decepcionada por Miguel não se lembrar do romance entre eles. Juliana a pedido de Miguel conta como se conheceram. Osório continua amarrado no pelourinho, Almeida chega e estranha. Zé Leão conta a Almeida que Osório invadiu a casa e colocou as sinhás em risco. Almeida ordena que soltem Osório. Guilherme, perturbado, cavalga pelo campo e avista Teresa, desolada debaixo de uma árvore. Esméria se espanta ao encontrar Beatrice caída no chão, desacordada e uma garrafa por perto. Osório confessa a Almeida que está com Miguel.

Capítulo 46, terça 02/08: Maria Isabel continua desesperada, na expectativa diante de Nestor e Irani. Sapião vem de dentro falando e interrompe ao ver Maria Isabel que se espanta ao vê-lo. Juliana está bem próxima a Miguel. Os dois estão envolvidos, ela hesita um pouco para falar, mas quando alerta que Miguel não pode se casar com Maria Isabel, ela invade o local, desesperada, chora e abraça Miguel. Almeida corre para socorrer Beatrice que está no chão. Guilherme confessa a Teresa que não a esqueceu e Teresa o encara, tensa. Petúnia aparece e observa os dois, escondida. Osório vai até o cativeiro e toma um susto ao notar que não há ninguém. Maria Isabel agradece Juliana e pede ao ouvido dela que se retire, Juliana sai e Miguel a segura pelo braço. Miguel agrade Maria Isabel e pensa que deve esperar um pouco mais antes de se casar. Maria Isabel reage incomodada. Beatrice dorme enquanto Almeida cheira a bebida que estava na garrafa e percebe que era uma cilada para ele e ameaça punir quem fez aquilo, Esméria está por perto, tensa. Osório volta revoltado e Guilherme o encontra, os dois brigam e Guilherme apanha bastante. Genésio parte pra cima de Osório para separar a briga. Almeida acusa Teresa de ter colocado algo na bebida, ela chora. Almeida dá um tapa no rosto de Teresa que cai no chão. Genésio bate em Osório e desconta toda sua raiva até que Guilherme pede para parar. Petúnia vai até a casa de Urraca para visitar a filha e diz que viu Teresa e Guilherme juntos. Filipa aceita o convite de Tozé e integra a trupe de teatro, porém pede a Tozé que não deixe que seu pai descubra. Zé Leão mostra o mapa para Maria Isabel, mas fica confuso, ela pede que Zé Leão copie o mapa e vá para mata encontrar o local indicado. Nestor coloca alguns cestos pra dentro do armazém e quando se vira, já se espanta ao ver Osório, sujo, ferido. Osório pergunta por Miguel. Osório invade o armazém e não encontra Miguel. Maria Isabel faz uma proposta a Teresa para vender Juliana. Miguel chega à casa de Tia Joaquina e procura por Juliana, ela se assusta ao vê-lo e diz que não poderia ter ido lá. Miguel pede desculpas, mas diz que ninguém o viu chegando. Miguel diz que ela se arriscou por ele e era o mínimo que poderia esperar. Na surpresa de Juliana, Miguel se aproxima e dá lhe um beijo.

Capítulo 47, quarta 03/08: Juliana e Miguel se beijam, até que ela se afasta. Miguel pede a Juliana que não desista dele, embora não se lembre do que passaram juntos, mas pede que Juliana confie nele. Teresa está intrigada com Maria Isabel que pretende vendar Juliana. Catarina preocupada com Quintiliano que não encontra Filipa e Rebeca dá pista que Filipa tenha entrado para a trupe de teatro e Quintiliano e revela que os ensaios são feitos na pensão da jardineira. Quintiliano sai correndo. Osório transtornado invade a pensão atrás de Miguel e encontra Filipa ensaiando com Tozé, Dália, Belezinha e Violeta. Miguel vai até Juliana e diz para não entrar em conflito com Maria Isabel. Osório pega Filipa como refém e coloca uma faca em seu pescoço. Quintiliano chega e fica horrorizado com o que vê. Átila procura Urraca e diz que gostaria de ver Jasmim e aproveita para entregar o manuscrito com sua a história de Urraca como baronesa de Barangalha. Almeida vai até Juliana e Miguel se esconde. Juliana orienta Miguel ir embora pela estrada da mata e não da vila para que ninguém o veja. Miguel caminha e Petúnia surge por trás dele, ele a reconhece. Miguel pergunta se Petúnia sabe onde Átila mora e Petúnia ensina o caminho. Zé Leão copia o mapa de Miguel à luz de vela e Esméria chega e avisa que Almeida mandou chamá-lo. Miguel encontra com Átila que pede para que ninguém saiba que está ali. Miguel pede desculpas e diz que se lembra de algumas coisas. Osório se distrai com Rosalinda e Filipa se desvencilha dele e corre. Petúnia diz a Maria Isabel que viu Miguel. Miguel e Átila correm em direção da pensão. Miguel ouve o grito de Almeida e se volta na direção dele e se depara com Quintiliano e Zé Leão a cavalo. Juliana ouve a conversa de Petúnia e Maria Isabel sobre Jasmim e fica chocada. Quintiliano segura Miguel pelo braço e o empurra em direção da pensão. Miguel e Almeida param a briga, assustados com o grito de Quintiliano. Um tiro vem de dentro da pensão e espanta a todos. Juliana chega até o quarto de Maria Isabel e diz que a farsa acabou e que descobriu tudo. Maria Isabel se espanta.

Capítulo 48, quinta 04/08: Maria Isabel está completamente sem ação diante de Juliana, que chora. Rosalinda está apavorada com a arma na mão. Loreto é atingido em uma das nádegas e grita de dor. Osório se afasta. Nestor aponta a espingarda para Osório que foge. Quintiliano agradece Almeida pela ajuda na busca por Filipa. Teresa comenta com Beatrice que Maria Isabel quer vender Juliana. Zé Leão e Genésio correm pela mata a procura de Osório. Zé Leão e Genésio ficam imóveis ao ouvir gritos de Osório. Almeida se irrita com o que escuta de Zé Leão sobre o Osório que foi devorado por um jacaré. Miguel vai até a câmara procurar por Guilherme que tem hematomas no rosto da surra que levou. Rosalinda cuida de Loreto. Urraca vai a casa da condessa para a aula e mostra o brasão que fez para Catarina. Quintiliano conversa com Tomás e diz que não quer mais Guilherme envolvido nos negócios do engenho e Tomás fica incomodado ao saber que Almeida chegará para tratar de negócios com Quintililano. Na mata Genésio procura encontrar a árvore marcada, mas em vão. Quando Genésio chega na beira do rio, encontra uma roupa de Osório ensanguentada. Beatrice sugere uma nova data para o noivado entre Maria Isabel e Miguel. Juliana está em cima de uma árvore pegando frutas. Almeida olha para as pernas dela com interesse. Juliana se desequilibra e cai no colo de Almeida. Juliana tenta se desvencilhar dos braços de Almeida. Miguel chega por ali e se detém ao ver a cena. Miguel se lembra de tudo e vai pra cima de Almeida.

Capítulo 49, sexta 05/08: Miguel fica completamente atordoado diante de Almeida, que tem Juliana no colo e pede que a largue. Almeida acha graça e põe Juliana no chão. Maria Isabel tenta disfarçar ao ouvir que Tia Elza vem passar alguns dias no engenho. Petúnia segue Rosalinda depois que ela se encontra com um molecote e Rosalinda pergunta porque Petunia a está espiando. Rosalinda ameaça Petúnia a não fazer nada contra ela, caso contrário ela se arrependerá. Catarina conversa com Urraca e pede para que ela escolha os escravos que estarão diante da condessa. Sexta 05/08: o capítulo não será exibido em virtude da transmissão da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos.

Capítulo 49, segunda 08/08: Quintiliano conversa com Tomás e diz que não quer mais Guilherme envolvido nos negócios do engenho e Tomás fica incomodado ao saber que Almeida chegará para tratar de negócios com Quintililano. Na mata Genésio procura encontrar a árvore marcada, mas em vão. Quando Genésio chega na beira do rio, encontra uma roupa de Osório ensanguentada. Beatrice sugere uma nova data para o noivado entre Maria Isabel e Miguel.

Capítulo 50, terça 09/08: Catarina vai até a pensão encontrar com Rosalinda. Juliana está trabalhando e Miguel se aproxima, escondido. Almeida entrega alguns documentos a Quintiliano e Tomás se adianta para ler. Miguel revela a Juliana que se lembrou de tudo e diz que precisa recuperar o mapa e terminar tudo com Maria Isabel e para isso precisa manter uma farsa. Esméria troca o mapa que pegou de Juliana e entrega a Maria Isabel em troca de ser uma das escravas a participar da festa da condessa. Maria Isabel furiosa vai até Juliana e pega um facão e ergue na direção de Juliana.

Capítulo 51, quarta 10/08: Juliana está muito assustada diante de Maria Isabel que tem a faca nas mãos que pergunta o que fez de errado. Miguel corre atrás de Petúnia e a alcança que pede informações a ela sobre a tia de Maria Isabel. Petúnia concorda em troca quer dinheiro. Almeida negocia com um homem desconhecido a levar a mercadoria de Quintiliano até o Rio de Janeiro conforme a proposta, mas pede ao homem que a mercadoria nunca chegue ao destino. Guilherme orienta Quintiliano que Almeida vai passá-lo para trás.

Capítulo 52, quinta 11/08: Genésio diz a Esméria que encontrou o tesouro que Osório procurava e pergunta se ela estaria ainda disposta a fugir com ele e Esméria diz que sim. Maria Isabel ameaça Juliana com a faca quando chega Beatrice e Teresa. Catarina diz a Tozé que não vai adiar a vinda da condessa e Tozé diz que não estar preparado para encarnar Carlota Joaquina e que precisa de ensaio. Guilherme assina uma papelada enfadado e se surpreende ao ver Loreto deitado numa maca e carregado por dois soldados. Violeta revela a Rosalinda que não existe nenhum Jean Pierre, é apenas uma farsa para que Tomás sinta ciúmes e que na verdade o Jean é Filipa que se disfarça.

Capítulo 53, sexta 12/08: Rosalinda fica aliviada que Violeta não vai fugir. Miguel vai até Juliana e pede para se encontrarem em um lugar seguro para que possam conversar. Beatrice visita Quintiliano e diz que ficou feliz com a aliança entre os engenhos. Os dois se olham profundamente. Catarina procura um vestido que dê em Tozé. Maria Isabel caminha pela mata com Zé Leão e o mapa. Miguel e Juliana chegam a um local muito bonito. Alguns instantes e Maria Isabel se assusta ao se deparar com Petúnia que diz que Miguel a procurou. Miguel e Juliana se beijam e ouvem um barulho na mata. Miguel verifica e vê que é a tia de Maria Isabel que está vindo para a cidade.

Capítulo 54, segunda 15/08: Miguel conversa com Átila e sugere montar um jornal na cidade. Nestor revela a Irani que já fez parte de uma trupe de teatro, por esse motivo que não quer ver Belezinha na companhia. Petúnia vai até a casa de Maria Isabel e encontra com Zé Leão na entrada que não deixa ela entrar. Petúnia ameaça fazer um escândalo. Genésio conversa com Esméria que está aflita e mostra o baú. Zé Leão interrompe o jantar e chama Maria Isabel que vai até Petúnia. Maria Isabel está furiosa com uma faca na mão. Petúnia exige uma boa quantia de dinheiro e Maria Isabel toma a faca de Petúnia e a ameaça. Almeida está desconfiado de Maria Isabel. Juliana encontra Esméria e Genésio juntos, desconfia e pede o baú. Esméria se descontrola e parte para cima de Juliana. Beatrice está espantada diante de tia Elza que está sonolenta. Tia Elza dia que a mucama de Maria Isabel a trancou no quarto e a obrigou a tomar um chá para relaxar. Juliana briga com Esméria quando Zé Leão entra com Maria Isabel. Genésio vai embora e Maria Isabel olha para Juliana com raiva e manda prendê-la na senzala. Almeida sai de casa e deixa Teresa sozinha. Almeida caminha pela rua e encontra Petúnia. Juliana está prestes a ser acorrentada por Zé Leão quando recebe um golpe por trás e desmaia. Juliana se alivia quando vê que é Miguel. Maria Isabel entra no quarto com o baú e observa tia Elza que parece delirar e percebe que ela fala dormindo. Maria Isabel pega uma almofada e se aproxima de tia Elza. Maria Isabel com a almofada na mão, observa tia Elza. Juliana está assustada diante de Miguel e Zé Leão está no chão desacordado. Juliana diz a Miguel que Genésio encontrou o baú. Violeta ameaça ir embora se Rosalinda não disser a verdade. Rosalinda na pressão diz que é avó de Violeta que fica espantada. Irani e Nestor conversam com Belezinha, que está mexendo em um enxoval. Nestor autoriza Belezinha a fazer parte da trupe de teatro desde que ele participe também. Miguel procura Maria Isabel e pede para devolver o baú. Maria Isabel pede que Miguel abra o baú para saber o que tem dentro. Miguel abre o baú e tem um papiro em branco.

Capítulo 55, terça 16/08: Zé Leão prende Juliana, Maria Isabel chega. Petunia entra na delegacia e denuncia que Jasmim foi sequestrada. Petúnia diz a Loreto que Urraca está com Jasmim. Loreto faz sinal para ela se retirar. Esméria se ajoelha na frente de Tia Joaquina que implora para ser levada para o encontro com a condessa. Miguel encontra Genésio e pede para que o leve até onde encontrou o baú. No solar da condessa, alguns músicos tocam instrumentos e Tozé recebe os convidados. Catarina observa cada escrava. Urraca entra com Gonzalina e está vestida com seu traje exagerado. Rosalinda vem por outro lado, as duas se encontram no meio do salão. Miguel caminha com Genésio pela mata. Beatrice vai acordar tia Elza e volta nervosa e grita por socorro. Maria Isabel dissimulada pergunta o que acontece. Beatrice diz que uma tragédia aconteceu. Beatrice está muito nervosa, Teresa também está em choque. Maria Isabel simula grande choque com a morte de tia Elza. No solar da condessa estão presentes senhoras, escravas e criadas, Catarina está desanimada e conversa com Tozé. Beatrice e Teresa olham para Maria Isabel que chora descontrolada. Miguel encontra Juliana no armazém e conversam sobre o mapa que contém pistas do tesouro. Eles sorriem um para o outro, felizes. Almeida confere se as mercadorias estão prontas para serem despachadas. Tomás conversa com Quintiliano e questiona se não está confiando demais em Almeida para a entrega das mercadorias. Guilherme discute com Loreto sobre uma possível intervenção na recepção da condessa na casa de Catarina. Tozé está em pânico diante de Catarina que o questiona porque ainda não está vestido como Carlota Joaquina. Urraca percebe que Rosalinda está sozinha, chega perto e as duas discutem. Petúnia invade o local e faz um escândalo e acusa Urraca de ter sequestrado sua filha. Rosalinda tenta acalmar Petúnia.

Capítulo 56, quarta 17/08: Quintiliano visita Beatrice que se compadece com o ocorrido. Almeida chega e vê Quintiliano e pede que fique com Beatrice enquanto verifica os últimos detalhes da entrega das mercadorias. Almeida ri e pergunta a Zé Leão se fez tudo como planejado. Teresa chega na hora e questiona o que Almeida planeja contra Quintiliano. É grande a confusão na recepção da condessa. Urraca descontrolada parte para cima de Petúnia e Rosalinda está contida. Loreto e Guilherme adentram o salão e todos se espantam. Violeta está sem palavras com o pedido de namoro de Tomás. Catarina anuncia Carlota Joaquina, todos se curvam no susto. Tozé aparece caracterizado com um vestido vermelho, um turbante com um véu escuro. Maria Isabel vai até a vila do porto a procura de Jasmim. Maria Isabel pega uma criança da ama de leite e carrega nos braços. Um homem orienta as mercadorias que devem ser entregues ao Engenho do Sol e Doce Campos. Maria Isabel fica indecisa em qual deixar a criança.

Capítulo 57, quinta 18/08: Maria Isabel continua tensa com o bebê no colo. Guilherme e Loreto estão no solar da condessa. Tozé caracterizado de Carlota Joaquina. Guilherme e Tozé cumprimentam a condessa que pede para que se retirem do local. Maria Isabel coloca a criança numa caixa e observa um trabalhador que leva as mercadorias. Acontece o velório da tia Elza e Maria Isabel chega perturbada e se surpreende ao ver o que está acontecendo e dentro de casa reclama. Beatrice repreende Maria Isabel e diz que não deveria ter ficado fora de casa no momento difícil. Beatrice mostra um papel para Maria Isabel e diz que é o testamento que tia Elza deixou para a família. Almeida se aproxima e pergunta sobre o que se trata. Beatrice revela que tia Elza deixou Maria Isabel como única herdeira. Belezinha implora para que Miguel convenca Nestor de desistir da trupe de teatro. Belezinha comenta com Miguel que tia Elza morreu e ele fica em choque. Petúnia se esconde na pensão com a ajuda de Dália e Violeta descobre e se espanta. Átila surge no solar da condessa e diz que gostaria de ter uma conferência com ela. Miguel vai até a casa de Beatrice, oferece condolências à família pela morte de tia Elza e pergunta por Maria Isabel. Tozé não atende Átila e se retira. Ao entrar no quarto, já sem peruca, vê Filipa e Rebeca que estão juntas conversando. Tozé suplica para que Filipa não comente nada do que viu. Maria Isabel tem um pesadelo com tia Elza e Custódio. Juliana está deitada na cama, chove muito. Alguém entra no quarto sorrateiramente, Juliana se vira e vê Miguel completamente encharcado. Juliana se assusta e pergunta por que ele está ali. Miguel diz que é porque a ama.

Capítulo 58, sexta 19/08: Juliana fica feliz em ver Miguel. Ela pega uma toalha e pede que ele tire a camisa encharcada. Beatrice está chocada com diante de Maria Isabel que revela ter se entregado a Miguel. Juliana está feliz, ao sentir os carinhos de Miguel. Tia Joaquina conversa com Tito Pardo que Maria Isabel não vai deixar Miguel e Juliana em paz. Guilherme conversa com Dr. Pacheco e diz que teme por Catarina e a condessa de tramarem uma tomada de poder. Zé Leão procura por Petúnia na pensão da jardineira. Petúnia está escondida no quarto de Violeta. Catarina está pensativa e dá um longo suspiro de tristeza. Tozé conversa com Catarina sobre os soldados que estão do lado de fora sob forte chuva e aguardam pela saída da condessa. Catarina não dá atenção a Tozé e se concentra numa outra forma de continuar as buscas pela irmã. Almeida encontra Esméria e manda todos saírem da senzala e acorrenta Esméria. Tito pardo encontra Esméria encolhida num canto que chora sozinha e pergunta o que aconteceu e pede para limpar os pulsos feridos. Miguel está na cama abraçado com Juliana e diz que abrirá uma gráfica com o professor Átila. Juliana conversa com tia Joaquina que reprova o encontro dela com Miguel. Rosalinda está furiosa diante de Dália, Violeta que permitiram que Petúnia se escondesse na pensão. Urraca chega cedo ao velório de tia Elza e Maria Isabel estranha. Filipa conversa com Átila sobre um documento que Rebeca leu sobre os mesmos direitos entre homens e mulheres. Átila reprova e Filipa se decepciona. Miguel caminha pelo porto e contra um pequeno barco e confere com uma numeração. Miguel encontra um homem que conheceu seu pai. Esméria arruma um buquê de flores e Juliana pede pra ajudar. Esméria conta que o buquê é do casamento de Maria Isabel. Juliana se espanta e diz que esse casamento não pode acontecer. Maria Isabel surge por trás. Almeida está com Teresa, Urraca e Beatrice, todos vestidos para o enterro. É quando Quintiliano invade a casa, descontrolado e aponta uma arma para Almeida.

Capítulo 059, segunda-feira, 22 de agosto – Juliana conversa com tia Joaquina que reprova o encontro dela com Miguel. Rosalinda está furiosa diante de Dália, Violeta que permitiram que Petúnia se escondesse na pensão. Urraca chega cedo ao velório de tia Elza e Maria Isabel estranha. Filipa conversa com Átila sobre um documento que Rebeca leu sobre os mesmos direitos entre homens e mulheres. Átila reprova e Filipa se decepciona. Miguel caminha pelo porto e contra um pequeno barco e confere com uma numeração. Miguel encontra um homem que conheceu seu pai. Esméria arruma um buquê de flores e Juliana pede pra ajudar.

Capítulo 060, terça-feira, 23 de agosto – Átila está arrumando uns livros e de repente Miguel chega com uma caixa de documentos e pede para Átila ajuda-lo a decifrar tudo. Juliana tenta ir até Miguel para avisá-lo da pretensão de Maria Isabel, mas tia Joaquina não deixa. Quintiliano chega em casa arrasado e é consolodo por Tomás e Filipa. Rosalinda vai até a casa de Urraca e elas discutem por causa de Jasmim. Urraca está arrasada por causa de Almeida e começa a chorar. Rosalinda se compadece e ampara Urraca. Tia Joaquina procura por Miguel e avisa sobre Juliana que está apaixonada por ele e que não será fácil se desvencilhar de Maria Isabel. Miguel garante a tia Joaquina que não fará mal a Juliana. Almeida está na mesa com Teresa e Beatrice ouve eles conversarem e se aproxima e começam a discutir. Almeida se irrita e de repente Guilherme chega e discutem. Juliana conversa com Sapião e pede desculpas por ter dado esperanças e se abraçam. Maria Isabel chega com o buquê na mão e o pároco ao lado dela. Maria Isabel diz aos dois que o casamento dela com Miguel não vai acontecer, mas o dela com Sapião vai e joga o buquê pra Juliana. Miguel vasculha os documentos diante de tia Joaquina e encontra uma lista de nomes africanos e encontra o nome da mãe de Juliana e ficam chocados.

Capítulo 061, quarta-feira, 24 de agosto – Miguel continua confuso diante do papel com o nome de Luena, entre uma lista de nomes africanos. Tia Joaquina o observa, intrigada e questiona Miguel que desconversa. Juliana e Sapião estão espantados diante de Maria Isabel e o pároco. Sapião se recusa a acompanhar o pároco e diz que não pode se casar com Juliana porque são irmãos de sangue. Teresa, Beatrice e Almeida estupefatos diante de Guilherme, que está nervoso e se adianta até Almeida, Beatrice se coloca na frente. Teresa defende Almeida e Guilherme diz a Teresa que ela deveria agradecer por ter perdido o filho que esperava dele. Teresa dá um tapa em Guilherme que promete não deixar passar batido. O pároco vai embora e Maria Isabel fica olha com ódio para Juliana e Sapião. Juliana agradece a Esméria que também vai embora. Sapião abraça Juliana. Maria Isabel briga com Esméria por não ter mentido ao pároco. Maria Isabel pede para que Esméria chame Genésio e diz que dará a recompensa prometida se contar o que descobriu sobre o tesouro do pai de Miguel. Nestor conversa com Miguel que desconfia que seu pai foi o responsável por trazer a mãe de Juliana como escrava. Almeida agradece a Teresa por o ter defendido das acusações de Guilherme. Beatrice pede a Tito Pardo que descubra como foi feito o transporte da mercadoria no porto. Nestor se prepara para o teste diante de Tozé, Dália e Belezinha.

Capítulo 062, quinta-feira, 25 de agosto – Beatrice chega a casa de Quintiliano e encontra Filipa e pede pra entrar. Catarina procura tia Joaquina e diz que quer conversar. Quintiliano está sério diante de Beatrice e pede a Bá Teixeira que a mande embora. Maria Isabel vai até o armazém e pergunta a Irani se Miguel está. Maria Isabel simula passar mal e Irani diz que vai buscar um copo d?água. Maria Isabel aproveita e entra no quartinho de Miguel e vasculha tudo e encontra uma caixa e vê alguns documentos. Maria Isabel se assusta ao ver que acaba de chegar Juliana, esbaforida. Loreto analisa os documentos que Miguel entrega. Miguel pergunta sobre um documento e Loreto revela que é uma dívida do pai de Almeida e que está válida. Quintiliano discute com Beatrice e diz que não quer vê-la nunca mais. Maria Isabel discute com Juliana e Irani volta com o copo de água e contorna a situação e entrega uma caixa supondo uma encomenda. Tozé finaliza sua apresentação e Tozé aplaude e Belezinha não aceita. Átila chega e entrega o manuscrito para Tozé. Almeida espantado diante de Zé Leão que revela que toda a tripulação do barco conseguiu se salvar e que havia um bebê. Almeida estranha. Tia Joaquina diz a Catarina que não pode ajuda-la e que deveria procurar Miguel que tem mais conhecimento. Almeida está irritado com Urraca e pergunta se entregou a criança no barco que afundou. Maria Isabel empurra Juliana e faz que vai castiga-la com uma tocha. Juliana enfrenta Maria Isabel e diz que a farsa dela vai acabar e que Miguel descobriu toda a verdade.

Capítulo 063, sexta-feira, 26 de agosto – Maria Isabel está furiosa diante de Juliana, que ainda segura um pedaço de madeira em chamas. Urraca briga com Almeida que nega ter colocado Jasmim no barco que afundou. Quintiliano pede a Bá Teixeira que faça a mala de Guilherme e diz que não quer mais vê-lo. Urraca encontra Zé Leão pelo caminho e pergunta da criança. Zé Leão diz que a criança deixada no barco era de uma mãe solteira. Rosalinda reúne as florzinhas e avisa que precisam aumentar o faturamento pois o aluguel da pensão ficará mais caro. Esméria volta para o engenho com Beatrice e encontra Maria Isabel. Esméria diz que Genésio virá a noite para acertar o combinado. Maria Isabel diz a Esméria que é tarde demais e que foi enganada por Miguel. Átila e Miguel estão diante de vários documentos e Átila diz que é improvável que Juliana e Miguel sejam irmãos. Urraca pede a Sapião que vá atrás da ama de leite que levou Jasmim. Teresa está debaixo de uma árvore onde costumava ler, pensativa. Teresa se surpreende com a chegada de Guilherme. Guilherme pede perdão a Teresa que discute e defende o marido. Teresa não se contém e começa a chorar. Guilherme abraça Teresa. Átila está espantado diante de Catarina que revela que Maria Isabel queria queimar o rosto de Juliana. Miguel está na mata, escondido e completamente arrasado ao ver homens e mulheres acorrentados. Maria Isabel chora diante de Beatrice que diz que quer o Miguel mas a Juliana não para de persegui-lo.

Capítulo 064, segunda-feira, 29 de agosto – Loreto cumprimenta respeitosamente a princesa. Carlota Joaquina pede a Loreto que nunca mais interfira em sua vida. Guilherme em frente a Filipa diz que falar com Quintiliano. Tia Joaquina recebe Beatrice que diz procurar um lugar para ter paz. Beatrice pede a tia Joaquina que conte tudo que sabe sobre Juliana e Miguel. Juliana está angustiada, diante de Miguel. Miguel se aproxima de Juliana e diz que o melhor é se manter longe dela. Quintiliano está no quarto e sente fortes dores no peito e começa a perder os movimentos do corpo.

Capítulo 065, terça-feira, 30 de agosto – Miguel vai até a casa de Urraca e mostra um documento de uma dívida de seu finado marido tinha com o pai de Miguel. Miguel diz a Urraca que o documento é legítimo e deve honrar com o compromisso. Urraca se espanta diante de Miguel. Catarina está ansiosa em ver Miguel e recebe um bilhete de um garoto que pensa ser a resposta de Miguel. O bilhete é de Filipa que revela que uma tragédia aconteceu. Beatrice pede sigilo a dr. Pacheco. Guilherme briga com Filipa que não aceita obedecer suas ordens. Urraca faz um acordo com Miguel e promete a alforria de Juliana em troca da dívida. Violeta está em choque e não deixa Tomás tocá-la. Rosalinda e Tomás muito assustados com a reação de Violeta. Filipa parece atordoada quando recebe Catarina e Átila. Filipa pede ajuda a Átila para entrar no quarto que seu pai sempre manteve fechado. Loreto mergulhado em papéis, Petúnia chega sedutora e diz que quer fazer uma denúncia contra Zé Leão que a persegue há dias. Petúnia agarra Loreto, no mesmo instante em Rosalinda entra. Bá Teixeira faz compressa em Quintiliano e Catarina observa. É quando Beatrice surge na porta, contida. Miguel está diante de Maria Isabel que está deitada. Maria Isabel se explica e Miguel diz que nunca mais acreditará nela. Maria Isabel revela que está gravida de Miguel. Juliana conversa com Tia Joaquina e Sapião e desconfia que Miguel pense que o pai dele foi traficante branco que violentou a sua mãe e Juliana se apavora. Juliana atordoada diante de Sapião e tia Joaquina ao pensar que pode ser irmã de Miguel. Urraca revela a Almeida que Miguel troca a dívida pela alforria de Juliana. Almeida se recusa a ajudar Urraca. Filipa e Átila chocados com o que veem no quarto e Filipa chora. Rosalinda parte pra cima de Petúnia e agarra em seus cabelos e se embolam aos gritos. Belezinha, Nestor e Tozé ensaiam e Belezinha dá um beijo em Tozé e Nestor fica pasmo. Miguel sai do quarto e se depara com Almeida que nega pagar o que deve e muito menos entregar Juliana como pagamento.

Capítulo 066, quarta-feira, 31 de agosto – Almeida diante de Teresa que está sentada na cama e fica feliz em saber que Teresa está grávida novamente. Rosalinda e Petúnia brigam novamente na saída da câmara e as pessoas em voltam também observam. Urraca passa por ali e puxa Petúnia pelo braço e leva para o armazém. Urraca questiona o que Jasmim tem a ver com Maria Isabel. Petúnia assegura Urraca que Jasmim não é sua neta. Dália está atônita diante de Violeta que revelou que foi violentada. Filipa abre um baú com várias cartas e algumas anotações de Quintiliano e descobre que seu pai estava aprendendo a ler para saber o que estava escrito nas cartas. Bá Teixeira chega e Filipa a acusa de cúmplice. Guilherme arrasado diante de Loreto, que está em choque com o que acaba de ouvir. Guilherme diz a Loreto que está disposto a renunciar a presidência da câmara. Juliana caminha até o mirante e fica ali pensativa. Alguns instantes e Miguel se aproxima, igualmente condoído, sem ser visto por ela. Loreto confuso diante de Guilherme. Loreto não aceita que Guilherme renuncie a posição. Miguel conta a Juliana que Maria Isabel está grávida e que ele pode ser o pai. Maria Isabel vai ao quarto de Teresa e diz que está grávida. Teresa não reage. Juliana está chocada diante de Miguel. Juliana diz a Miguel que precisam se separar. Juliana vai embora e chora bastante. Rosalinda joga a roupa de Loreto em cima dele e pede para ir embora. Loreto sai de cabeça erguida sob as vaias dos clientes. Violeta ouve os risos e sai do quarto. Dália percebe e vai atrás. Violeta vê o homem que a violentou e se assusta e mostra para Dália. Nestor diz a Miguel que não há outro jeito e que terá que casar com Maria Isabel. Miguel começa a ligar os fatos e percebe que Maria Isabel mentiu quando foi morar na capital e que o filho que seria de Petúnia, na verdade seria dela. Átila pergunta se Jasmim poderia ser filha dele e fica espantado. Maria Isabel pergunta a Almeida quanto ele quer para obrigar Miguel a se casar com ela. Juliana está adormecida encostada numa árvore. Osório se aproxima, todo sujo, molhado e maltrapilho. Juliana entra em pânico.

Capítulo 067, quinta-feira, 01 de setembro – Juliana está assustada diante de Osório, que está molhado, sujo e tem um aspecto apavorante. Osório se aproxima e Juliana bate nele com um galho e sai correndo. Maria Isabel diz a Almeida que está grávida de Miguel e pergunta se vai ajudá-la. Almeida aceita e os dois estendem a mão e selam um acordo. Átila fica apreensivo ao imaginar que Jasmim pode ser sua filha. Juliana corre assustada em alguns instantes esbarra Tito Pardo. Miguel e Nestor tentam conter Átila que quer tirar satisfação com Maria Isabel. Violeta está apavorada e Dália pede que se acalme e diz que vai chamar Loreto para denunciar o criminoso. Violeta pede que não conte a ninguém o que aconteceu. Loreto está bravo e reclama com o soldado que foi expulso por Rosalinda da pensão. Juliana está angustiada diante de tia Joaquina e Tipo Pardo por perto. Juliana diz que tem certeza que era Osório que estava atrás dela. Filipa e Guilherme conversam sobre o passado da mãe. Filipa mostra as cartas que que estavam no baú e Filipa revela que sua mãe se apaixonou por um escravo. Guilherme diz a Filipa que quer vender a pepita para ajudar a pagar as dívidas. Almeida aparece na senzala e arrasta o chicote no chão. Almeida avista alguém deitada e quando dá uma chicotada no ar e quando a pessoa se vira, só então Almeida vê que é Juliana. Esméria se encontra com Genésio e diz que não quer mais ficar na senzala. Almeida segura o rosto de Juliana e avisa que ela cuidará muito bem de Teresa para que não perca a gravidez novamente. Violeta está no quarto com Rosalinda e elas ouvem um barulho na pensão. Rosalinda faz que vai sair para ver o que está acontecendo e Violeta pede não vá. Violeta revela o que aconteceu e diz a Rosalinda que um homem tentou ataca-la e ela se espanta. Violeta diz que o homem está na pensão e pede para não ficar sozinha no quarto. Dália dá uma garrafa com bebida com ervas que trouxe do armazém ao homem que violentou Violeta. Sem saber o homem bebe todo o conteúdo e todos comemoram. Alguns instantes o homem fica mole repentinamente e cai. Átila vai até o engenho do sol e procura por Maria Isabel. Maria Isabel conta uma história pra Átila e revela que Jasmim não é filha dele. Rosalinda mexe no homem com o pé e ele continua caído. Almeida conta a Loreto que Maria Isabel está grávida e pede discrição. Almeida pede que a Loreto que agilize o casamento de Maria Isabel com Miguel.

Capítulo 068, sexta-feira, 02 de setembro – Loreto está surpreso diante do pedido de Almeida para casar Maria Isabel com Miguel. Átila orienta Miguel a se conformar e casar com Maria Isabel. Miguel desconfia e pergunta o que fez mudar de ideia. Miguel diz a Átila que foi enganado mais uma vez. Sapião promete a Juliana que vai encontrar Osório na mata. Catarina encontra Miguel e diz que tem uma pasta com documentos que pode ajudá-lo. Urraca propõe a Nestor e irani que Belezinha vá até sua residência tomar aulas de nobreza. Maria Isabel pede ajuda a Esméria com vestido novamente. Teresa revela a Juliana que está confusa com a gravidez no momento em que Guilherme se reaproximou. Miguel está decepcionado diante de Catarina e os documentos. Miguel comenta com Catarina que precisa comprar a liberdade de Juliana e comove Catarina. Loreto diz a Miguel que não tem como escapar de se casar com Maria Isabel. Dália e outras florzinhas levam o homem para a câmara e na ausência de Loreto pedem ao soldado que prenda o agressor ou o mande para bem longe da vila. Átila conversa com Filipa sobre a saúde de Quintiliano e aproveita para não desperdiçar o que sente um pelo outro e se casarem. Quintiliano mexe um pouco a mão, mas ninguém percebe. Sapião revela a Urraca que Maria Isabel está grávida de Miguel. Maria Isabel serve duas taças de vinho e entrega uma a Almeida e brindam vitória. Miguel entra revoltado e diz a Maria Isabel que jamais se casará com ela. Miguel pede a tia Joaquina que peça pra Juliana se encontrar com ele no local que ela quiser. Tito Pardo revela a Miguel que Osório está solto na mata. Juliana tem um pesadelo com Osório. Esméria busca Juliana e diz que Maria Isabel quer falar com ela. Esméria tranca Juliana no quarto. Miguel recebe um bilhete falso de encontro com Juliana na capela. Maria Isabel está vestida de noiva e aguarda perto do altar. Beatrice com ela. Loreto entra com os soldados e o pároco.

Capítulo 068, sexta-feira, 02 de setembro – Violeta está no quarto com Rosalinda e elas ouvem um barulho na pensão. Rosalinda faz que vai sair para ver o que está acontecendo e Violeta pede não vá. Violeta revela o que aconteceu e diz a Rosalinda que um homem tentou ataca-la e ela se espanta. Violeta diz que o homem está na pensão e pede para não ficar sozinha no quarto. Dália dá uma garrafa com bebida com ervas que trouxe do armazém ao homem que violentou Violeta. Sem saber o homem bebe todo o conteúdo e todos comemoram. Alguns instantes o homem fica mole repentinamente e cai. Maria Isabel conta uma história pra Átila e revela que Jasmim não é filha dele. Rosalinda mexe no homem com o pé e ele continua caído. Almeida conta a Loreto que Maria Isabel está grávida e pede discrição. Almeida pede que a Loreto que agilize o casamento de Maria Isabel com Miguel. Loreto está surpreso diante do pedido de Almeida para casar Maria Isabel com Miguel.

Capítulo 069, segunda-feira, 05 de setembro – Maria Isabel está na expectativa e aguarda pela chegada de Miguel diante de Beatrice, Loreto, o pároco e os soldados. Todos sérios, um tanto constrangidos. Miguel caminha narua apressado e encontra Urraca e Sapião. Dr. Pacheco não tem esperança de reação de Quintiliano e Filipa se desespera. Tomás pede a Filipa que ajude a descobrir porque Violeta terminou o namoro com ele. Juliana continua trancada, nervosa e grita para alguém abrir a porta. Teresa passa por ali e ouve Juliana gritar. Teresa vai buscar a chave e vê a sala toda enfeitada e suspeita. Teresa solta Juliana que sai correndo atrás de Esméria para descobrir o que aconteceu. Filipa vai até a pensão para falar com Violeta. Violeta conta tudo o que aconteceu e pede para não contar a Tomás. Esméria está arrumada e conversa com tia Joaquina. Juliana chega e Esméria se assusta. Teresa discute com Almeida por ter feito parte do esquema do casório com Maria Isabel. Almeida manda Teresa descansar e ela num ataque de fúria destrói todos os arranjos do casório na sala. Miguel chega na entrada da capela e vê Maria Isabel. Esméria impede Juliana de seguir e tia Joaquina tenta parar a briga. Juliana rasga o vestido de Esméria e as duas voltam a brigar. Miguel tenta ir embora ao perceber que caiu em uma armadilha, mas é impedido. Loreto diz a Miguel que caso recusar se casar terá que pagar pelo crime. Beatrice encara Miguel envergonhada. Miguel arrasado entra na capela seguido por soldados. Juliana chega por ali sem ser vista e vê o pároco começar a cerimônia. É quando Miguel vê Juliana e trocam um olhar desesperado. Miguel hesita beijar a noiva. Juliana chora no ombro de tia Joaquina. Maria Isabel e Almeida entram satisfeitos. Miguel vem junto, revoltado. Maria Isabel se assusta ao reparar tudo caído ao chão. Teresa vem de dentro e aplaude Maria Isabel. Bá Teixeira conversa com Quintiliano que continua desacordado. Bá Teixeira sai do quarto e Quintiliano abre os olhos. Teresa conversa com Juliana e diz que ela não pode desistir de Miguel, mesmo ele casado com Maria Isabel. Maria Isabel e Miguel entram no quarto. Ela ri, vitoriosa. Miguel encara Maria Isabel e a enfrenta. Maria Isabel ameaça Miguel a ser um bom marido caso contrário Juliana sofrerá as consequências.

Capítulo 070, terça-feira, 06 de setembro – Miguel e Maria Isabel se enfrentam e diz que ela não fará nada contra Juliana. Teresa pergunta a Juliana como descobrir se ela e Miguel são irmãos. Teresa dá sua palavra a Juliana e promete reverter a história. Almeida e Maria Isabel dançam na sala, triunfantes. Quintiliano está com os olhos abertos, sozinho no quarto. Tomás parece indignado diante de Filipa que diz que não irá esquecer Violeta sem apresentar um motivo convincente. Catarina vai até a câmara falar de Osório que foi dado como morto e que está rondando a vila. Loreto diz que mandará fazer uma busca. Rosalinda chega na pensão furiosa e grita que dr. Pacheco só pode estar de conluio a Petúnia, uma vez que, resolveu aumentar o aluguel da pensão. Irani entra no armazém e resmunga consigo mesma e começa a limpar o balcão. Belezinha chega animada e diz que o encontro com Urraca foi maravilhoso e que aprendeu muito sobre nobreza. Irani dá a notícia que Miguel se casou com Maria Isabel. Átila espantado diante de Nestor ao saber que Miguel se casou enganado. Guilherme sugere a Loreto a dar uma festa pois a vila está muito crítica com os últimos acontecimentos. Esméria vai ao quarto de Miguel deixar alguns lençóis e se oferece para fazer o que pedir. Miguel pede para ver Juliana e Esméria se nega a fazer. Miguel diz a Esméria que é cumplice dos planos de Maria Isabel e a acusa de ser tão ruim e desprezível quanto sua sinhá. Almeida e Maria Isabel entram no gabinete e ela fecha a porta. Maria Isabel interrompe Almeida com um beijo. Dr. Pacheco examina Quintiliano que não responde diante dos filhos ansiosos. Juliana conta a Sapião que pode contar com Teresa novamente. Loreto leva os pertences de Miguel até o engenho. Almeida chega e Miguel discute com ele e os dois brigam. Miguel dá um soco em Almeida. Almeida imobiliza Miguel e diz que quanto mais o enfrentar, sua vida será um inferno. Juliana joga capoeira com Sapião e tia Joaquina observa. Teresa está no quarto com uma armação de ferro na perna defeituosa. Ela aperta a bota, sua perna está quase ferida. Almeida entra e se espanta com o que vê. Almeida arranca a bota e joga fora e proíbe Teresa de voltar a usá-la. Beatrice invade a casa de Quintiliano para visita-lo e fica emocionada ao ver que acordou. Miguel entra no quarto com seus pertences e vê Maria Isabel a sua espera com pétalas espalhadas pelo local. Miguel pega um travesseiro e um lençol e dorme no chão. Amanhece e Juliana se depara com Miguel sentado em sua cama. Urraca feliz em ver Almeida. Beatrice e Teresa tomam café da manhã e Maria Isabel chega e pergunta por Miguel. Maria Isabel se adiante até Juliana e pega no seu braço que se desvencilha.

Capítulo 071, quarta-feira, 07 de setembro – Maria Isabel encara Juliana, surpresa. Beatrice e Teresa levantam, tensas com a discussão entre as duas. Juliana se desculpa e Maria Isabel pede para repetir mais alto. Teresa e Maria discutem e Maria Isabel dá um tapa em Teresa. Na câmara Miguel conversa com Guilherme e diz que foi atraído para a fazenda para casar a força com Maria Isabel. Urraca se desespera diante de Almeida que não quer ajuda-la com a dívida. Dr. Pacheco vai até a pensão com Petúnia e pede que Rosalinda a hospede novamente. Rosalinda nega, mas volta atrás. Beatrice repreende Maria Isabel e pede para ela se comportar ou ir para casa que herdou na capital e Maria Isabel se ofende. Maria Isabel conversa com Esméria e pede que fique o tempo todo perto de Miguel para depois lhe contar tudo. Bá Teixeira faz a higiene em Quintiliano e quando tenta sair ele segura firme e a assusta. Quintiliano tenta falar alguma coisa, mas não consegue. Catarina recebe alguns escravos e diz a Tozé que serão os responsáveis por procurar por Osório. Guilherme diz a Miguel que não pode anular o casamento, mas pode cobrar todas as dívidas que tem em aberto. Miguel quer trocar seus bens pela liberdade de Juliana. Beatrice conversa com Juliana que pensa em enviá-la para a casa da tia Elza. Juliana implora para ficar e avisa que não causará problemas com Maria Isabel. Almeida recusa a oferta de Miguel. Juliana ajuda no ferimento de Teresa e as duas conversam. Miguel bebe água enquanto conversa com Irani e Nestor e diz que caiu em uma armadilha. Loreto está furioso diante do soldado Crisaldo que diz que a condessa Catarina está decidida a encontrar Osório. Petúnia ensaia novos passos de dança para algumas florzinhas e Almeida e Zé leão entram na pensão. Almeida fica fascinado por Petúnia. Almeida quer conversar com Petúnia que diz que é comprometida. Guilherme a cavalo se aproxima e espia o local onde Teresa costuma ler. Teresa aparece. Guilherme diz a Teresa que não conseguiu anular o casamento de Miguel e lhe deseja uma boa gravidez. Eles se abraçam e não percebem Maria Isabel de longe observando tudo. Miguel caminha pela mata e vai até um ponto de encontro de escravos e é cercado por homens armados. Miguel mostra os documentos aos homens que baixam as armas. Beatrice visita Catarina e pede que ela visite Quintiliano e acompanhe sua recuperação. Loreto adentra o palacete e diz que a condessa não pode enviar escravos para capturar Osório. Miguel conversa com os traficantes e escravos e lhes diz que dará a cada um sua carta de euforia e pagará a viagem de volta para aqueles que querem retornar a Africa. Traficantes e escravos emocionados. Esméria está por ali e se emociona também. Juliana está no quarto e escreve emocionada. Almeida entra e Juliana se assusta.

Capítulo 072, quinta-feira, 08 de setembro – Juliana está assustada diante de Almeida que se aproxima devagar. Almeida conta a Juliana que Miguel ofereceu um alto valor para libertá-la, mas recusou. Miguel assina alguns papeis que os escravos têm em mãos. Escravos choram e comemoram e agradecem a Miguel. Maria Isabel ameaça Teresa contar a Almeida sobre o encontro que teve com Guilherme. Teresa dzi que foi encontro de amigos. Maria Isabel quer em troca que Teresa afaste Juliana de Miguel. Almeida pede um beijo a Juliana. Rosalinda discute com Petúnia que revela que Rosalinda deixou uma criança na roda dos enjeitados. Rosalinda parte para cima de Petúnia. Alguns instantes e com ajuda de outras florzinhas, Petúnia e Rosalinda fazem um acordo e se tornam sócias da pensão. Tomás e Filipa estão no quanto misterioso e ficam em choque. Esméria segue Miguel pela mata e entra na cabana onde foi mantido em cativeiro. Osório tem um faca na mão e já avança sobre Miguel. Loreto está irritado diante dos escravos de ganho contratados pela condessa e que seguram bandidos capturados. Miguel briga com Osório e o derruba no chão e toma a faca dele. Miguel obriga Osório contar a verdade. Osório revela que o pai de Miguel nunca se envolveu com uma escrava. Miguel fica aliviado com a resposta e Osório pede a recompensa. Miguel ataca Osório e os dois voltam a brigar. Miguel imobiliza Osório com a faca em seu pescoço. Esméria vê tudo de longe. Osório diz a Miguel que não ele quem matou seus pais. Osório diz a Miguel que seu pai não pagou por um lote de escravos. Miguel tira um saco de moedas e paga a Osório. Miguel entende que Custódio devia a seu pai e deduz que ele seria o autor da morte de seu pai e que Quintiliano também estaria envolvido. Osório também revela que o terceiro participante da morte de seu pai foi Gaspar Almeida, pai de Almeida. Tomás e Átila conversam e Tomás diz que descobriu todo o passado de seu pai e está decepcionado. Sapião diz a Urraca que ouviu de Genésio que Guilherme tem uma pepita de ouro. Guilherme analisa a pepita e percebe a presença de Genésio que estava por ali e fecha o baú. Quintiliano está sentado na cama e consegue fazer um movimento brusco e derruba a moringa no chão. Guilherme está assustado e Quintiliano encara Genésio, com expressão de ódio. Esméria procura por Miguel na mata e Osório a surpreende. Juliana se surpreende com a chegada de Miguel que está ofegante. Miguel revela a Juliana que não são irmãos e propõe a Juliana fugir com ele.

Capítulo 073, sexta-feira, 09 de setembro – Juliana está espantada com a proposta de Miguel em querer fugir e tenta acalmá-lo. Esméria está apavorada diante de Osório e grita por socorro. Genésio vê Guilherme mexer no baú com a pepita de ouro e Quintiliano se despera, porém sem se mexer. Átila e Tomás planejam uma revolução e vão a rua convidar pessoas para participarem de uma reunião. Violeta e Rebeca querem ajudar as mulheres e planejam também convidar pessoas na rua. Maria Isabel invade o quarto de Juliana a procura de Miguel. Juliana conta a tia Joaquina que Miguel descobriu que eles não são irmãos. Miguel procura por documentos nas gavetas do gabinete e encontra alguns documentos e Almeida chega. Urraca visita Guilherme que revela que Quintiliano não está bem e aconselha a voltar outra hora. Guilherme insiste e consegue ver Quintiliano e pede ajuda, mesmo ele estando acamado e imóvel. Teresa está feliz diante de Juliana e diz que se tem alguma intenção de fugir com Miguel, tem o apoio dela. Maria Isabel está irritada diante de Beatrice pois ninguém consegue encontrar Esméria. Dr. Pacheco examina Maria Isabel e revela que está realmente grávida. Catarina abre as gavetas e acha alguns livros de registros no gabinete da casa de Quintiliano. Juliana está pensativa ao descobrir que Maria Isabel está grávida de Miguel. Maria Isabel dá ordem a Juliana que vá atrás a Esméria sozinha. Juliana se nega. Maria Isabel propõe que se Juliana encontrar Esméria pedirá a liberdade a Almeida. Bá Teixeira entende a dor de Catarina e ajuda com alguns documentos. Catarina acha o nome de sua irmã nos documentos e se emociona. Osório solta as amarras de Esméria que está fraca, maltratada. Osório diz que vai levar Esméria para a venda de escravos e Esméria entra em pânico. Maria Isabel diz a Zé Leão que é para seguir Juliana na mata e matá-la. Zé Leão se recusa.

Capítulo 074, segunda-feira, 12 de setembro – Juliana está assustada diante de Almeida que se aproxima devagar. Almeida conta a Juliana que Miguel ofereceu um alto valor para libertá-la, mas recusou. Miguel assina alguns papeis que os escravos têm em mãos. Escravos choram e comemoram e agradecem a Miguel. Maria Isabel ameaça Teresa contar a Almeida sobre o encontro que teve com Guilherme. Teresa dzi que foi encontro de amigos. Maria Isabel quer em troca que Teresa afaste Juliana de Miguel. Almeida pede um beijo a Juliana. Rosalinda discute com Petúnia que revela que Rosalinda deixou uma criança na roda dos enjeitados. Rosalinda parte para cima de Petúnia. Alguns instantes e com ajuda de outras florzinhas, Petúnia e Rosalinda fazem um acordo e se tornam sócias da pensão. Tomás e Filipa estão no quanto misterioso e ficam em choque. Esméria segue Miguel pela mata e entra na cabana onde foi mantido em cativeiro. Osório tem um faca na mão e já avança sobre Miguel. Loreto está irritado diante dos escravos de ganho contratados pela condessa e que seguram bandidos capturados. Miguel briga com Osório e o derruba no chão e toma a faca dele. Miguel obriga Osório contar a verdade. Osório revela que o pai de Miguel nunca se envolveu com uma escrava. Miguel fica aliviado com a resposta e Osório pede a recompensa. Miguel ataca Osório e os dois voltam a brigar. Miguel imobiliza Osório com a faca em seu pescoço. Esméria vê tudo de longe. Osório diz a Miguel que não ele quem matou seus pais. Osório diz a Miguel que seu pai não pagou por um lote de escravos. Miguel tira um saco de moedas e paga a Osório. Miguel entende que Custódio devia a seu pai e deduz que ele seria o autor da morte de seu pai e que Quintiliano também estaria envolvido. Osório também revela que o terceiro participante da morte de seu pai foi Gaspar Almeida, pai de Almeida. Tomás e Átila conversam e Tomás diz que descobriu todo o passado de seu pai e está decepcionado. Sapião diz a Urraca que ouviu de Genésio que Guilherme tem uma pepita de ouro. Guilherme analisa a pepita e percebe a presença de Genésio que estava por ali e fecha o baú. Quintiliano está sentado na cama e consegue fazer um movimento brusco e derruba a moringa no chão. Guilherme está assustado e Quintiliano encara Genésio, com expressão de ódio. Esméria procura por Miguel na mata e Osório a surpreende. Juliana se surpreende com a chegada de Miguel que está ofegante. Miguel revela a Juliana que não são irmãos e propõe a Juliana fugir com ele.

Capítulo 075, terça-feira, 13 de setembro – Juliana está espantada com a proposta de Miguel em querer fugir e tenta acalmá-lo. Esméria está apavorada diante de Osório e grita por socorro. Genésio vê Guilherme mexer no baú com a pepita de ouro e Quintiliano se despera, porém sem se mexer. Átila e Tomás planejam uma revolução e vão a rua convidar pessoas para participarem de uma reunião. Violeta e Rebeca querem ajudar as mulheres e planejam também convidar pessoas na rua. Maria Isabel invade o quarto de Juliana a procura de Miguel. Juliana conta a tia Joaquina que Miguel descobriu que eles não são irmãos. Miguel procura por documentos nas gavetas do gabinete e encontra alguns documentos e Almeida chega. Urraca visita Guilherme que revela que Quintiliano não está bem e aconselha a voltar outra hora. Guilherme insiste e consegue ver Quintiliano e pede ajuda, mesmo ele estando acamado e imóvel. Teresa está feliz diante de Juliana e diz que se tem alguma intenção de fugir com Miguel, tem o apoio dela. Maria Isabel está irritada diante de Beatrice pois ninguém consegue encontrar Esméria. Dr. Pacheco examina Maria Isabel e revela que está realmente grávida. Catarina abre as gavetas e acha alguns livros de registros no gabinete da casa de Quintiliano. Juliana está pensativa ao descobrir que Maria Isabel está grávida de Miguel. Maria Isabel dá ordem a Juliana que vá atrás a Esméria sozinha. Juliana se nega. Maria Isabel propõe que se Juliana encontrar Esméria pedirá a liberdade a Almeida. Bá Teixeira entende a dor de Catarina e ajuda com alguns documentos. Catarina acha o nome de sua irmã nos documentos e se emociona. Osório solta as amarras de Esméria que está fraca, maltratada. Osório diz que vai levar Esméria para a venda de escravos e Esméria entra em pânico. Maria Isabel diz a Zé Leão que é para seguir Juliana na mata e matá-la. Zé Leão se recusa.

Capítulo 076, quarta-feira, 14 de setembro – Zé Leão está pasmo diante da ordem de Maria Isabel. Catarina muito nervosa diante do documento que tem nas mãos. Miguel caminha pela vila e é alcançado por Almeida. Almeida ameaça Miguel e diz que se arrependerá de se intrometer com os grandes senhores da região. Miguel encara Almeida. Zé Leão nega fazer o que Maria Isabel pede. Quintiliano na cama com os olhos fixos em Catarina que está bastante ansiosa. Guilherme chega e se depara com a situação. Guilherme puxa Catarina pelo braço e Bá Teixeira vai atrás. Guilherme pede que Catarina deixe seu pai em paz e que ela está proibida de entrar na casa novamente. Almeida vai até Urraca e diz que Miguel está irredutível em sua decisão e pede que coloque a casa a venda o quanto antes. Urraca diz a Almeida que Guilherme vai salvar o engenho e que tem uma pepita de ouro. Um ourives examina a pepita de ouro diante de Guilherme. O ourives orienta que Guilherme deve deixar a pepita no cofre da câmara por garantia, Guilherme recusa. Almeida reage, incomodado, diante de Urraca. Almeida vai embora e deixa Urraca atônita. Tia Joaquina não deixa Juliana sair pela mata a procura de Esméria. Catarina visita Beatrice e elas conversam sobre Quintiliano. Catarina quer perguntar sobre o falecido marido de Beatrice, mas ela não se sente bem e fica tonta quase desmaia. Catarina grita por ajuda e Tito Pardo aparece para ajudar. Juliana fica sozinha com Catarina e pede para conversar na casa de tia Joaquina. Elas saem e Maria Isabel escuta tudo escondida e as seguem. Petúnia conversa com dr. Pacheco que pergunta se está tudo em paz na pensão. Petúnia responde que está entendendo com Rosalinda e que ela concordou em compartilhar a chefia da pensão. Juliana conversa com Catarina e explica o sumiço de Esméria. Maria Isabel escuta tudo escondida. Catarina conta a Juliana sobre o motivo de sua permanência na vila. Juliana promete que fará tudo para ajudar Catarina encontrar a irmã. Maria Isabel ouve a conversa e lembra de uma conversa com Esméria na infância sobre seu verdadeiro nome. Maria Isabel fica atordoada, ainda escondida. Beatrice está na cama e chora copiosamente e abraça Tito Pardo e tem devaneios com Quintiliano. Catarina pede que Juliana que ajude a encontrar os documentos quando Maria Isabel se revela com raiva. Maria Isabel faz ironia com Catarina já se coloca diante de Maria Isabel e a encara.

Capítulo 077, quinta-feira, 15 de setembro – Maria Isabel discute com Catarina que conversa com Juliana. Maria Isabel vai dar um tapa em Juliana e Catarina segura sua mão. Irani conversa com Zé Leão que parece aborrecido. Irani percebe. Miguel entra na casa de Urraca e pede para deixar o local. Maria Isabel e Catarina se estapeiam. Urraca se humilha diante de Miguel para não ser despeja e Miguel diz que precisa do dinheiro para uma causa nobre. Maria Isabel se descontrola e Juliana tenta ajudá-la. Maria Isabel fica tonta e cai sobre um móvel. Esméria pede a Osório que não a venda. Almeida chega e vê Maria Isabel caída no chão e Juliana se apavora. Maria Isabel diz a Almeida que Catarina esteve no engenho a procura de documentos que revela o paradeiro de sua irmã. Maria Isabel revela a Almeida que Esméria é irmã da condessa e que ela não pode saber. Maria Isabel sente fortes dores na barriga. Zé Leão desabafa diante de Irani. Maria Isabel está deitada e Teresa ao seu lado, Miguel chega e Maria Isabel se faz de coitada. Nestor se irrita com Irani que ajuda Zé Leão que se queimou com uma panela. Dr. Pacheco examina Maria Isabel e diz que ela precisa de repouso. Tomás e Átila se encontram as escondidas e Tomás mostra alguns panfletos sobre atos conta o comércio de escravos. Amanhece e Juliana está bastante tensa diante de Almeida que faz um carinho em seu braço. Almeida puxa Juliana pelo braço e pega uma caixa de instrumentos de tortura.

Capítulo 078, sexta-feira, 16 de setembro – Juliana está apavorada diante de Almeida que mexe nos instrumentos de tortura. Miguel diz a Maria Isabel. Almeida mostra os instrumentos a Juliana e pede que se afaste de Miguel. É grande a animação na pensão. Petúnia no palco, ao lado de Rosalinda, que está tensa. Todos os homens levantam a mão, animados. Rebeca, Filipa e Violeta reúnem as mulheres no solar da condessa para a reunião. Um leilão é feito na pensão e Loreto disfarçado ganha a aposta e tem o direito de uma dança exclusiva com Rosalinda que não percebe que é ele. Quintiliano está no quarto e vê que alguém entra e rouba o baú com a pepita e ele vê tudo, mas finge que dorme. Loreto no quarto se revela para Rosalinda que sorri. Tozé com Catarina tomam café e Tozé revela a Catarina que Rebeca ficou frustrada com a reunião de mulheres. Catarina faz que vai sair e tia Joaquina chega e diz que Juliana foi para a senzala pelo ocorrido no dia anterior. Zé Leão diz a Almeida que Maria Isabel o demitiu porque não fez o que ela queria. Guilherme conversa com Quintiliano que faz um esforço grande e aponta para o armário. Genésio está no mato e encontra o cativeiro de Esméria e não vê ninguém. Guilherme não vê o baú no armário e se desespera. Juliana está acorrentada e Miguel chega até a senzala. Dr. Pacheco examina novamente Maria Isabel e lamenta dizer que ela pode ter perdido o bebê. Miguel pergunta a Tito Pardo onde estão as chaves das correntes. Miguel volta a casa com um instrumento de tortura e assusta Almeida e Zé Leão que estão por ali. Miguel exige que soltem Julliana. Guilherme acusa Almeida de ter roubado a pepita de ouro. Zé Leão solta Juliana diante de Miguel. Guilherme pede para Bá Teixeira chamar Genésio e ela diz que ele fugiu. Guilherme diz que ele então deve ter roubado a pepita. Juliana pede permissão a Almeida para ir a vila tentar ajudar encontrar Esméria e ele autoriza. Miguel leva Nestor, Irani e Belezinha até a casa de Urraca e pergunta se ela tem o dinheiro para pagá-lo e que já tem os novos moradores. Urraca fica em choque ao vê-los e desmaia. Catarina discute com Loreto que não quer enviar os homens para a mata novamente. Juliana vai entrando e ouve Catarina dizer que Esméria é sua irmã.

Capítulo 079, segunda-feira, 19 de setembro – Um leilão é feito na pensão e Loreto disfarçado ganha a aposta e tem o direito de uma dança exclusiva com Rosalinda que não percebe que é ele. Quintiliano está no quarto e vê que alguém entra e rouba o baú com a pepita e ele vê tudo, mas finge que dorme. Loreto no quarto se revela para Rosalinda que sorri. Tozé com Catarina tomam café e Tozé revela a Catarina que Rebeca ficou frustrada com a reunião de mulheres. Catarina faz que vai sair e tia Joaquina chega e diz que Juliana foi para a senzala pelo ocorrido no dia anterior. Zé Leão diz a Almeida que Maria Isabel o demitiu porque não fez o que ela queria. Guilherme conversa com Quintiliano que faz um esforço grande e aponta para o armário. Genésio está no mato e encontra o cativeiro de Esméria e não vê ninguém. Guilherme não vê o baú no armário e se desespera. Juliana está acorrentada e Miguel chega até a senzala. Dr. Pacheco examina novamente Maria Isabel e lamenta dizer que ela pode ter perdido o bebê. Miguel pergunta a Tito Pardo onde estão as chaves das correntes. Miguel volta a casa com um instrumento de tortura e assusta Almeida e Zé Leão que estão por ali. Miguel exige que soltem Julliana. Guilherme acusa Almeida de ter roubado a pepita de ouro. Zé Leão solta Juliana diante de Miguel. Guilherme pede para Bá Teixeira chamar Genésio e ela diz que ele fugiu. Guilherme diz que ele então deve ter roubado a pepita. Juliana pede permissão a Almeida para ir a vila tentar ajudar encontrar Esméria e ele autoriza. Miguel leva Nestor, Irani e Belezinha até a casa de Urraca e pergunta se ela tem o dinheiro para pagá-lo e que já tem os novos moradores. Urraca fica em choque ao vê-los e desmaia. Catarina discute com Loreto que não quer enviar os homens para a mata novamente. Juliana vai entrando e ouve Catarina dizer que Esméria é sua irmã. Loreto está surpreso diante de Juliana e Catarina. Catarina conta como descobriu tudo e Juliana se comove. Osório arrasta Esméria diante dos compradores de escravos que a examinam enquanto Esméria se desespera. Miguel acorda Urraca com tapinhas no rosto, ela briga, esbraveja e Miguel diz ela pode ficar na casa de Nestor. Batidas na porta, Sapião abre é vê Juliana e Catarina que pedem ajuda. Urraca aproveita a oportunidade e implora que Catarina lhe ajude. Miguel também se dispõe a ir até o esconderijo. Juliana explica a Sapião que Esméria é irmã de Catarina. Miguel e Sapião saem rapidamente com elas. Esméria consegue tirar a venda com as mãos amarradas e disfarça e afrouxa as cordas das mãos e dos pés sem ser vista por Osório. Ela vai correr, mas Osório logo percebe e corre atrás dela, mas ele a alcança novamente. Guilherme conversa com um capitão do mato sobre Genésio e oferece uma recompensa para quem captura-lo. Urraca está com a trouxa na mão. Petúnia briga com Rosalinda que não recebeu o valor pelo leilão. Tia Joaquina conversa com Maria Isabel que Esméria continua sumida. Maria Isabel começa a sentir sua falta. Sapião acaba sendo capturado pelos capitães que procuram por Genésio. Miguel, Juliana e Catarina continuam a busca por Esméria e se preocupam com Genésio que se separou. Sapião luta com os homens e Miguel aparece, eles correm. Urraca está diante de Beatrice, que parece surpresa. Gonzalina carrega as trouxas de Urraca. Beatrice aceita Urraca no engenho e ela já se acomoda no sofá. Maria Isabel sente dor e procura se mexer um pouco na cama. Miguel e os demais avistam o local da venda de escravos. Juliana avista Esméria mais afastada, amarrada. Catarina grita que não pode leva-la e Osório se espanta, assim como Esméria que olha para trás e parece reconhecer Catarina.

Capítulo 080, terça-feira, 20 de setembro – Catarina, Esméria e Osório tentam negociar a compra de escravas. Crisaldo anuncia a prisão de Osório. Osório corre e começa tiroteio entre Crisaldo, soldados e traficantes. Miguel foge com juliana em busca de proteção. Catarina tenta ajudar sua irmã Esméria que está amarrada. Juliana confirma que Osório estava envolvido com o rapto de Esméria. Almeida fica enfurecido com Urraca, Beatrice, Tia Joaquina e Gonzalina e pede que Urraca saia da sala. Beatrice impede. Rebeca reclama de Guilherme para Tozé. Filipa conversa com Bá Teixeira sobre Átila. Bá Teixeira diz que os dois formam um lindo casal. Catarina consegue se aproximar de Esméria e tem a ajuda de Sapião para desamarra-la. Catarina se emociona ao reencontrar Esméria e diz que são irmãs. Esméria cai desacordada nos braços de Catarina. Juliana e Miguel, escondidos, conversam. Miguel diz que prometeu a Almeida que ficaria longe de Juliana. Juliana diz que também prometeu a mesma coisa. Juliana diz a Miguel que não devem mais fugir, pois Maria Isabel está esperando um filho. Miguel se espanta. Belezinha diz à Dália que continuará a morar na casa pelo menos enquanto Miguel não acertar a situação com Urraca e com Almeida. Almeida expulsa Urraca de casa. Ela sai de lá humilhada. Gonzalina vai atrás com as trouxas. Juliana diz a Miguel que não podem ficar juntos. Loreto comemora a prisão de Osório e Genésio que estão sendo trazidos por Crisaldo para dentro da cela. Dona Urraca vai para a casa de Quintiliano. Filipa se assusta com a presença dela. Urraca diz que veio para ficar. Catarina diz à Esméria que ela não será mais escrava e que vão morar juntas como uma família. Esméria sai e deixa Catarina muito abalada. Filipa e Guilherme pressionam Genésio para saber se foi ele quem roubou a pepita de ouro. Esméria volta para a casa de Almeida. Maria Isabel pergunta se ela seguiu Miguel e também que não vai descansar enquanto não se vingar de Catarina. Guilherme chega em casa e se assusta com a presença de Urraca. Ele a coloca para fora de casa. Urraca acaba indo para a praça. Rosalinda não perde a oportunidade e vai falar com Urraca. Catarina vai na casa do Almeida para dizer que quer comprar Esméria. Almeida diz que ela não está à venda.

Capítulo 081, quarta-feira, 21 de setembro – Catarina está espantada diante de Almeida. Beatrice e Teresa tensas. Tia Joaquina observa, mas afastada. Miguel se adianta até Almeida e discutem sobre Esméria. Catarina olha para Miguel emocionada. Rosalinda discute com Urraca que está na praça, despejada. Rosalinda cospe no chão e Urraca se descontrola e voa em cima de Rosalinda e puxa seu cabelo e começam a se estapear. Tito Pardo conversa com Esméria que não quer mais saber da condessa. Catarina avança para cima de Almeida e ameaça que se ele não libertar Esméria ela o mata. Rosalinda e Urraca se estapeiam e rolam pelo chão. Loreto se aproxima e apita para que parem. Guilherme conversa com Quintiliano que continua sem conseguir falar. Urraca e Rosalinda entram na pensão. Gonzalinda está de olhos arregalados. Urraca agradece Rosalinda pela hospedagem. Tito Pardo orienta Catarina voltar outro dia para ver Esméria. Juliana pede que Catarina respeite o momento dela. Catarina faz que vai embora e Esméria entra e chama Catarina pelo nome de batismo. Elas se abraçam emocionadas. Filipa visita Átila e eles se beijam calorosamente. Tomás chega e Filipa se assusta, eles não se veem. Loreto vai até a pensão e entra no quarto. Urraca está na cama de Rosalinda completamente coberta. Loreto tira a farda e entra debaixo da coberta. Loreto agarra Urraca e grita ao ver que é Urraca. Loreto cai da cama e tenta fugir, Urraca corre atrás de Loreto pelo quarto, só de ceroulas. Rosalinda entra e depara com a situação. Tozé e Rebeca reagem com espanto do que ouvem de Catarina sobre Almeida não ter negociado a venda de Esméria. Miguel conversa com Teresa e pede que leve Juliana a festa que terá na vila, que é o dia em que vai tentar fugir. Urraca vem de dentro e ouve tudo. Dr. Pacheco orienta Guilherme tirar Quintiliano um pouco da cama e diz que ele está fora de perigo. Catarina está na câmara e Osório preso diz a Catarina que pode ajuda-la tirar Esméria das mãos de Almeida. Esméria está ansiosa diante de Maria Isabel que pensa que ela irá autorizar sua venda. Maria Isabel não deixa Esméria partir e Esméria ameaça que vai contar que foi ela que matou o coronel Custódio.

Capítulo 082, quinta-feira, 22 de setembro – Maria Isabel está espantada diante da ameaça de Esméria. Catarina desconfiada diante da proposta de Osório. Osório pede a Catarina que interfira na sua liberdade em troca ele pode forjar uma identificação de Esméria como compra ilegal. Rosalinda desabafa com Dália e Violeta enquanto tomam o desjejum. Esméria chantageia Maria Isabel que pede ajuda para se deitar. Esméria deita na cama e pede que Maria Isabel lhe sirva um copo d?água. Miguel encontra com Juliana e pede para encontra-lo a tarde e sai. Catarina encontra Almeida e pergunta qual o valor de Esméria. Almeida responde que a escrava não está à venda. Catarina se ajoelha e se humilha para Almeida que a ignora. Irani arruma alguns produtos no armazém e Zé Leão chega ali. Filipa com o baú de cartas de Joana nas mãos, diante de Quintiliano que está sentado em uma cadeira. Filipa lê uma das cartas e Quintiliano se agita, Filipa se espanta e para de ler. Genésio acorrentado e Bá Teixeira chega esbaforida com a bolsa nas mãos. Genésio pede a Bá Teixeira que entregue a pepita a Catarina. Nestor, Dália e Belezinha encenam a peça de teatro e ficam constrangidos com a chegada de Átila. Dr. Pacheco examina Teresa e diz que está tudo bem. Dr. Pacheco revela que Almeida fará uma homenagem a Custódio na festa da vila. Teresa se surpreende e troca um olhar com Juliana. Catarina conversa com Miguel que orienta não confiar em Osório. Bá Teixeira chega e diz que tem algo que pode ajudar a libertar Esméria. Esméria está sentada na cama enquanto Maria Isabel perto da bandeja de frutas. Maria Isabel vai servir frutas para Esméria e rapidamente encosta a faca no pescoço de Esméria que se assusta. Esméria entra em pânico.

Capítulo 083, sexta-feira, 23 de setembro – Maria Isabel ameaça Esméria com uma faca no pescoço. Bá Teixeira vai oferecer ajuda à Catarina para libertar Esméria, em troca pede que Catarina ajude Quintiliano a se recuperar do prejuízo que teve com o barco. Catarina pergunta como pode ajuda-lo e Bá Teixeira entrega a pepita de ouro. Miguel diz que a pepita é solução dos problemas deles. Beatrice e Dr. Pacheco entram no quarto de Maria Isabel e ela disfarça. Eles estranham o fato de Esméria usar um vestido de Maria Isabel. Maria Isabel diz que deu de presente para Esméria. Dr. Pacheco examina Maria Isabel. Almeida fala para Urraca que Miguel blefou quando ameaçou tira-la de casa. Maria Isabel diz para Almeida dar a carta de alforria de Esméria e pede para liberta-la na frente de todos. Maria Isabel diz para Miguel que pediu para libertarem Esméria. Miguel diz que podia fazer o mesmo por ele. Maria Isabel está no quarto com Urraca quando tia Joaquina aparece perguntando se a sinhá quer algo. Maria Isabel pede para chamar Juliana e diz que a quer como mucama no lugar de Esméria. Urraca e Almeida ficam assustados com a chegada de Loreto e alguns soldados. Loreto diz que o motivo de estar ali foi uma denúncia que recebeu. Miguel e Juliana se encontram. Ela insiste em dizer que não podem ficar juntos.

Capítulo 084, segunda-feira, 26 de setembro – Miguel conversa com Teresa e pede que leve Juliana a festa que terá na vila, que é o dia em que vai tentar fugir. Urraca vem de dentro e ouve tudo. Dr. Pacheco orienta Guilherme tirar Quintiliano um pouco da cama e diz que ele está fora de perigo. Catarina está na câmara e Osório preso diz a Catarina que pode ajuda-la tirar Esméria das mãos de Almeida. Esméria está ansiosa diante de Maria Isabel que pensa que ela irá autorizar sua venda. Maria Isabel não deixa Esméria partir e Esméria ameaça que vai contar que foi ela que matou o coronel Custódio. Maria Isabel está espantada diante da ameaça de Esméria. Catarina desconfiada diante da proposta de Osório. Osório pede a Catarina que interfira na sua liberdade em troca ele pode forjar uma identificação de Esméria como compra ilegal. Rosalinda desabafa com Dália e Violeta enquanto tomam o desjejum. Esméria chantageia Maria Isabel que pede ajuda para se deitar. Esméria deita na cama e pede que Maria Isabel lhe sirva um copo d?água. Miguel encontra com Juliana e pede para encontra-lo a tarde e sai. Catarina encontra Almeida e pergunta qual o valor de Esméria. Almeida responde que a escrava não está à venda. Catarina se ajoelha e se humilha para Almeida que a ignora. Irani arruma alguns produtos no armazém e Zé Leão chega ali. Filipa com o baú de cartas de Joana nas mãos, diante de Quintiliano que está sentado em uma cadeira. Filipa lê uma das cartas e Quintiliano se agita, Filipa se espanta e para de ler. Genésio acorrentado e Bá Teixeira chega esbaforida com a bolsa nas mãos. Genésio pede a Bá Teixeira que entregue a pepita a Catarina. Nestor, Dália e Belezinha encenam a peça de teatro e ficam constrangidos com a chegada de Átila. Dr. Pacheco examina Teresa e diz que está tudo bem. Dr. Pacheco revela que Almeida fará uma homenagem a Custódio na festa da vila. Teresa se surpreende e troca um olhar com Juliana. Catarina conversa com Miguel que orienta não confiar em Osório. Bá Teixeira chega e diz que tem algo que pode ajudar a libertar Esméria. Esméria está sentada na cama enquanto Maria Isabel perto da bandeja de frutas. Maria Isabel vai servir frutas para Esméria e rapidamente encosta a faca no pescoço de Esméria que se assusta. Esméria entra em pânico.

Capítulo 085, terça-feira, 27 de setembro – Maria Isabel ameaça Esméria com uma faca no pescoço. Bá Teixeira vai oferecer ajuda à Catarina para libertar Esméria, em troca pede que Catarina ajude Quintiliano a se recuperar do prejuízo que teve com o barco. Catarina pergunta como pode ajuda-lo e Bá Teixeira entrega a pepita de ouro. Miguel diz que a pepita é solução dos problemas deles. Beatrice e Dr. Pacheco entram no quarto de Maria Isabel e ela disfarça. Eles estranham o fato de Esméria usar um vestido de Maria Isabel. Maria Isabel diz que deu de presente para Esméria. Dr. Pacheco examina Maria Isabel. Almeida fala para Urraca que Miguel blefou quando ameaçou tira-la de casa. Maria Isabel diz para Almeida dar a carta de alforria de Esméria e pede para liberta-la na frente de todos. Maria Isabel diz para Miguel que pediu para libertarem Esméria. Miguel diz que podia fazer o mesmo por ele. Maria Isabel está no quarto com Urraca quando tia Joaquina aparece perguntando se a sinhá quer algo. Maria Isabel pede para chamar Juliana e diz que a quer como mucama no lugar de Esméria. Urraca e Almeida ficam assustados com a chegada de Loreto e alguns soldados. Loreto diz que o motivo de estar ali foi uma denúncia que recebeu. Miguel e Juliana se encontram. Ela insiste em dizer que não podem ficar juntos.

Capítulo 086, quarta-feira, 28 de setembro – Miguel diz que eles precisam viver este amor e que o Almeida não está em condições de exigir nada. Juliana se surpreende com o comentário. Loreto revira a casa de Almeida. Loreto encontra a bolsa de Genésio dentro no armário no gabinete e tira a pepita de ouro de dentro. Almeida fica assustado. Miguel conta à Juliana do plano de esconder a pepita. Juliana diz que não agiu certo. Miguel fala que fez isto para que os dois possam fugir durante as festividades. Maria Isabel de longe observa os dois. Almeida diz a Loreto que não roubou nada e diz que foi uma armadilha. Loreto pergunta se Almeida desconfia de alguém e ele olha para Urraca. Juliana diz a Miguel que não pode fugir com ele, pede desculpas e vai embora. Maria Isabel de longe chora de raiva. Urraca discute com Almeida por causa da desconfiança dele. Loreto leva Almeida preso e no caminho Almeida encontra com Miguel e diz que foi ele o responsável. Filipa, Guilherme e Tomás perguntam para Quintiliano se ele sabe quem roubou a pepita. Eles colocam uma sineta na mão do pai para responder a pergunta. Bá Teixeira que também está no quarto fica nervosa com a situação. Catarina entra as pressas e avisa todos que acharam a pepita no Engenho do Sol. Almeida é colocado na mesma cela de Osório. Maria Isabel, com muita raiva e sentindo dores, vai até o quarto de Juliana e pega um chicote. Juliana olha assustada.

Capítulo 087, quinta-feira, 29 de setembro – Juliana está apavorada diante de Maria Isabel e pede que não a machuque. Maria Isabel sente dor e coloca a mão na barriga e Juliana tenta ajudar. Juliana é chicoteada por Maria Isabel. Esméria está furiosa diante de Beatrice que revela que Maria Isabel não quer deixar Catarina comprar sua liberdade. Juliana está caída no chão, com as costas nuas. Maria Isabel tem o chicote nas mãos. Irani embrulha alguns doces e Nestor na rede percebe que ela está irritada e diz que está cansada. Zé Leão chega na casa de tia Joaquina e vê que Juliana está caída, desacordada e se assusta. Quintiliano toca a sinetinha sem parar, muito nervoso na tentativa de avisar que não foi Almeida quem roubou a pepita de ouro e sim Genésio. Bá Teixeira está assustada e corre para buscar água para acalmar Quintiliano. Tomás joga xadrez com Átila e diz que aceitou ensaiar a trupe no lugar de Tozé a pedido de Violeta. Maria Isabel deitada na cama, com o rosto suado sente dores e tem a respiração ofegante. Beatrice e Teresa chegam e tentam ajudar e Maria Isabel pergunta de Miguel. Esméria procura por ajuda e vê Miguel que chega no engenho. Esméria corre para avisar que Juliana precisa de ajuda. Miguel entra desesperado. Zé Leão vela por Juliana ainda inconsciente. Miguel pega Juliana nos braços. A pensão está cheia e músicos tocam para Petúnia executar sua dança. Todos pedem em coro por Rosalinda que olha para Petúnia, vitoriosa. Almeida com ódio, anda de um lado para o outro da cela e diz que vai se vingar de cada um quando sair. Osório está calmo. Osório oferece aliança a Almeida e os dois apertam as mãos. Zé Leão está com medo de ajudar Miguel a fugir. Dr. Pacheco examina Maria Isabel e avisa Beatrice que não há mais nada que possa ser feito. Maria Isabel não sabe de nada ainda e pede a Tito Pardo que encontre Miguel. Esméria conta a Sapião que está livre. Zé Leão diz a Miguel que vai ajudá-lo até metade do caminho. Miguel e Zé Leão carregam Juliana e vão se afastar Tito Pardo chega correndo e pergunta o que estão fazendo.

Capítulo 088, sexta-feira, 30 de setembro – Zé Leão ajuda Miguel a carregar Juliana em uma maca improvisada. Maria Isabel recebe a notícia do Dr.Pacheco que infelizmente não conseguiu salvar o bebê. Maria Isabel chora e, com muita raiva, culpa Juliana pelo o que aconteceu. Tito Pardo conta para Miguel que Maria Isabel perdeu o bebê. Miguel não dá ouvidos e continua a carregar Juliana com a ajuda de Zé Leão e Tito para longe do engenho. Beatrice, Teresa e Tia Joaquina tentam acalmar Maria Isabel. Sem sucesso, pedem que Dr.Pacheco faça algo e ele dá um elixir. Nestor está triste e pensativo. Belenzinha se aproxima e percebe a tristeza do pai. Eles conversam e Nestor tem a ideia de pedir ajuda a Tomás. Rosalinda humilha Petúnia na frente dos homens. Petúnia sai com muita raiva da pensão e acaba se encontrando com Átila na rua. Átila pergunta se Petúnia sabe de Jasmin e ela não se interessa pela conversa e se afasta. Tito Pardo e Miguel carregam Juliana por uma trilha na mata. Juliana muito fraca continua desmaiada. Tito Pardo diz que é melhor encontrar um lugar para passar a noite e indica um caminho. Zé Leão conta para Esméria que Tito Pardo apareceu e levou Juliana junto com Miguel. Esméria diz que não sentirão a falta de Juliana por causa dos acontecimentos com Maria Isabel. Maria Isabel adormece e Beatrice aproveita para perguntar ao Dr.Pacheco se sua filha conseguirá engravidar novamente. O médico diz que provavelmente não.

Capítulo 089, segunda-feira, 03 de outubro – Miguel continua carregando Juliana com Tito Pardo até que eles avistam alguém segurando uma tocha. Eles se deparam com quilombolas e pedem ajuda. É quando um dos quilombolas reconhece Miguel e já se ajoelha diante dele, beijando suas mãos. Ele diz a Líder que foi Miguel quem o libertou junto com outros escravos. Líder leva Juliana para cuidar. Tito Pardo diz a Miguel que precisa voltar para o engenho mas Miguel diz que precisa de mais um favor. Tito Pardo vai até a casa de Irani e pede para ela ajudar a salvar Juliana. Irani sai para ajudar. Irani coloca várias ervas nas costas de Juliana, que está dormindo. Miguel está a seu lado, sofrido. Ambos parecem exaustos. Juliana desperta, bem devagar, ainda sentindo muitas dores. Miguel a beija na testa. Maria Isabel e desperta e pergunta de Miguel e Beatrice diz que Tito Pardo foi busca-lo. Sapião pressiona e Esmeria conta o que aconteceu com Juliana. Tito Pardo diz à Beatrice que não encontrou Miguel na mata. Teresa vai conversar com Guilherme e pede que ele faça justiça com Almeida. Guilherme se surpreende com o pedido e dá um beijo em Teresa. Irani cuida de Juliana que acorda e recebe a notícia que Maria Isabel perdeu o bebê. Maria Isabel pede que Zé Leão traga Juliana viva ou morte. Ele diz que não pode fazer isto. Loreto abre a cela para Almeida sair. Almeida segue para a assembleia, seguido por Loreto. Na câmara municipal Guilherme pede que uma testemunha entre. Almeida se assusta já que não cometeu furto nenhum. Neste momento, Quintiliano aparece. Juliana acorda e recebe o carinho de Miguel. Ela começa a tossir e ele entrega um pano para proteger a boca. Eles se espantam quando veem que há sangue no pano.

Capítulo 090, terça-feira, 04 de outubro – Miguel e Juliana estão espantados, olhando o pano com sangue. Maria Isabel pergunta porque Zé Leão não trouxe Juliana e ele diz a Maria Isabel que Juliana morreu. Quintiliano está na câmara e encara Almeida tocando a sineta quando questionado por Loreto se foi Almeida quem roubou a pepita de ouro. Catarina chega a câmara e discute com Urraca por Almeida não ter dado a liberdade a Esméria. Urraca responde que Esméria já está livre graças a Almeida. Catarina reage espantada. Bá Teixeira explica a Filipa que Genésio pegou a pepita para fugir com a Esméria. Genésio encontra Esméria no solar e diz que está feliz com a sua liberdade. Genésio vai dar um abraço em Esméria e ela se desvencilha. Catarina chega e fica feliz em ver Esméria. Catarina pede a Tozé que providencie um quarto para Esméria e ele responde que não tem nenhum disponível. Esméria pergunta a Rebeca se ela tem quarto que responde que sim. Esméria pede que desocupe seu quarto para ela se hospedar nele, todos se espantam. Filipa vai até a câmara e se diz culpada pelo roubo da pepita para inocentar Genésio e consequentemente Almeida.

Capítulo 091, quarta-feira, 05 de outubro – Irani volta ao armazém e diz a Nestor que precisa pegar algumas coisas e voltar ao quilombo para ajuda-la. Rosalinda espatada diante de Loreto que teve que soltar Osório que havia invadido a pensão anteriormente. Urraca e Almeida brindam com vinho. Almeida diz a Urraca que pedirá para Miguel devolver a casa dela. Miguel está diante de Juliana que dorme, muito enfraquecida. Irani chega e pergunta como ela está. Irani já abre a sacola com as ervas e prepara uma mistura. Miguel agradece Zé Leão. Zé Leão aconselha Miguel a voltar para o engenho antes que desconfiem de seu sumiço. Almeida está diante de Maria Isabel e fica chocado com o que ouve de Maria Isabel que matou Juliana. Irani faz um carinho no rosto de Juliana que geme e murmura. Juliana murmura o nome de Isaura e Irani pergunta quem é Isaura. Juliana responde que é uma filha que um dia terá com Miguel. Almeida está nervoso diante de Maria Isabel e ela diz que Zé Leão pode estar mentindo. Maria Isabel pede para Almeida encontrar os dois a qualquer custo.

Capítulo 092, quinta-feira, 06 de outubro – Almeida conversa com Maria Isabel e diz que ela não deveria ter matado Juliana. Ele diz que está quase se tornando presidente da Câmara e não pode colocar tudo a perder por conta do descontrole da cunhada. Guilherme e Filipa estão muito emocionados diante de Quintiliano que perde perdão aos filhos. Os três se abraçam. Genésio conversa com Bá Teixeira e diz que Esméria o tratou mal. Ele diz que Esméria morreu para ele. Esméria, com ar um tanto pedante, terminade se instalar no quarto. Ela pede a Tozé que a chama de sinhá. Rebeca alerta Catarina sobre Esméria que está maltratando todos. Zé Leão, Sapião e Miguel conversam na senzala sobre o estado de saúde de Juliana. Almeida aparece de surpresa. Zé Leão e Sapião falam que foram procurar Miguel no mato a pedido de Maria Isabel e que Miguel caiu em uma armadilha de quilombolas. Miguel entra em casa e encontra com Teresa. Urraca e Beatrice fazem perguntas sobre o que aconteceu. Miguel explica que caiu em uma armadilha.

Capítulo 093, sexta-feira, 07 de outubro – Sapião conversa com Tia Joaquina e pede que ela confirme a morte de Juliana para Beatrice e Teresa. Miguel vai ver Maria Isabel. Ela o abraça e ele sai de perto. Esméria está no quarto deitada na cama e assustada com uivos lá fora. Catarina aparece, a tranquiliza e começa a cantar uma música africana. Maria Isabel pede para Almeida fazer de Miguel um aliado e passar algumas responsabilidades a ele. Ela diz que se Miguel não tiver qualquer laço com a família, será capaz de tudo. Bá Teixeira serve o café da manhã para Quintiliano, Filipa, Guilherme e Tomás. Beatrice chega de surpresa para uma visita e troca olhares com Quintiliano. Ele se agita e Filipa pede que Beatrice fique na cozinha. Esméria aparece com vestidos e peruca de forma exagerada. Tozé e Rebeca seguram o riso. Esméria fica com raiva e diz que castigará os dois. Irani e Sapião cuidam de Juliana que já apresenta melhoras. No café da manhã, Almeida diz a Miguel que poderiam trabalhar juntos. Miguel desconversa, sai da mesa e vai para a cozinha conversar com Tia Joaquina que o aconselha a ter mais paciência.

Capítulo 094, segunda-feira, 10 de outubro – Dália e Tozé se apresentam na trupe. Em seguida Nestor aparece vestido de arlequim e está muito tenso. Ele começa a cantar e Urraca começa a jogar tomates em todos da trupe. Zé Leão retira Nestor dali e o conduz para o solar. Já em casa, Almeida e Urraca estão indignados com o que aconteceu. Maria Isabel aparece e pergunta por Miguel. Almeida diz que ele saiu mais cedo da Vila. Maria Isabel diz que a aliança entre eles acabou e sai batendo a porta. Catarina, Esméria, Tozé e Rebeca conversam. Esméria está estranha e Catarina pergunta para Rebeca se alguém humilhou Esméria na festividade. Rebeca diz que não viu nada. Rosalinda e as florzinhas são soltas e voltam para e pensão. Rosalinda pega um envelope e pergunta que deixou ali. Petúnia que foi ela em nome do Dr. Pacheco. Ele não gostou nada do que aconteceu e foi pressionado. Falou que Rosalinda e as florzinhas têm dois dias para deixar o lugar. Nestor é consolado por Zé Leão e Irani. Almeida discute com Teresa e pede que ela não se intrometa nos assuntos do engenho. Maria Isabel vai atrás de Átila para saber onde Miguel está. Ele se recusa a dizer. Maria Isabel agarra Átila e o beija. Neste instante Filipa aparece e flagra os dois. Rosalinda discute com Petúnia e diz que vai ter uma conversa séria com a senhora Pacheco. Átila tenta se explicar para Filipa. Maria Isabel piora a situação dizendo que ele a ama. Átila nega e diz que foi beijado a força. Miguel, Juliana, Catarina, Esméria e Tozé conversam sobre um local seguro para deixar Juliana. Catarina diz para ficar na casa dela que ela mesma cuidará de Juliana. Nesta hora batem na porta: é Maria Isabel. Todos ficam chocados.

Capítulo 095, terça-feira, 11 de outubro – Miguel, Juliana, Esméria, Catarina, Rebeca e Tozé estão nervosos, sem ação ao ver Maria Isabel chegar ao solar. Juliana segura a mão de Esméria e pede que não conte que está ali. Átila discute com Filipa por causa de Maria Isabel que foi procurar por Átila. Filipa pede que Átila prove que não tem mais nada com Maria Isabel e faça algo a favor de Miguel. Átila promete contar ao frei Abílio conforme Miguel havia pedido. Rosalinda ameaça Petúnia contar quem é ela para o dr. Pacheco. Maria Isabel vai até a casa de Catarina para falar com Esméria. Miguel e Juliana estão escondidos no quarto. Maria Isabel desconfiada, pede para conhecer o quarto de Esméria. Tozé ouve a conversa e avisa Miguel e Juliana que estão no quarto com Catarina e Rebeca. Esméria diz que Maria Isabel foi embora e todos ficam aliviados. Juliana agradece Esméria. Charles vai até Rosalinda e lhe entrega uma bolsa com pertences de sua filha Marieta que faleceu. Rosalinda chora, muito emocionada. Irani tenta agradar a Nestor que está chateado por ela não ter ido ver sua apresentação e ter se importado com Miguel e Juliana. Miguel vai dormir no chão ao lado da cama de Maria Isabel que se irrita com a situação e discutem. Filipa treina capoeira com Genésio. Frei Abílio está receoso diante de Átila que revela que deveria ter impedido o casamento de Miguel e que Maria Isabel inventou os motivos e explica que se envolveu com ela antes de Miguel. Teresa, Beatrice e Urraca tomam o desjejum e comentam sobre a placa da praça com o nome de Rosalinda. Dália conta a Rosalinda que a mulher do dr. Pacheco faleceu. Guilherme conversa com Quintiliano que se esforça pra dizer que precisa encontrar um pretendente parar Filipa. Irani e Belezinha já se espantam diante de Rosalinda, Dália e Violeta que pedem abrigo. Belezinha intefere e deixa que elas se hospedem. Urraca surge na porta acompanhada de Gonzalina e se espanta com o que vê. Nestor pede a Miguel que deixe ajudar Juliana. Frei Abílio encontra com Miguel e diz que vai dar um jeito de dar entrada no pedido de anulação do seu casamento e Miguel se surpreende. Átila pede a mão de Filipa em casamento a Quintiliano. Tozé vai até a casa de Beatrice para convidar Teresa para um chá conforme pedido de Juliana. Beatrice recusa e Tozé faz que vai sair e deixa cair um rolinho de papel. Maria Isabel se aproxima e pega o papel e diz que pressente que o conteúdo lhe interessa e Tozé entra em pânico.

Capítulo 096, quarta-feira, 12 de outubro – Tozé está espantado diante de Maria Isabel, que segura o rolinho de papel na mão. Beatrice observa e estranha. Maria Isabel lê o papel e reage surpresa. Miguel visita Juliana e a beija. Átila se declara a Filipa. Quintiliano toca a sineta sem parar e com dificuldade responde que não permite o namoro. Nestor está surpreso diante de Irani que atirou um caqui em Urraca. Nestor fica irritado ao ouvir que Irani deixou Rosalinda e as florzinhas se hospedarem no solar. Dr. Pacheco entra na pensão e implora a Rosalinda que confirme que Petúnia passou a noite na pensão, pois está sendo ameaçada de ter matado sua esposa e querem castiga-la na praça. Rosalinda fica indignada em saber que querem apedrejar Petúnia na praça em que tem seu nome. Maria Isabel fica com o papel que Tozé deixou cair e diz que irá cuidar de tudo. Teresa desconfia e se aproxima de Tozé que lhe entrega outro bilhete com o pedido de Juliana. Osório vai até a casa da condessa se desculpar do episódio da venda de Esméria. Catarina tenta fechar a porta mas Osório impede. Osório reage ao ver Miguel vindo do interior da casa. Teresa tem a carta de Juliana nas mãos e se emociona e chora. Maria Isabel está séria com o bilhete de Tozé nas mãos e diz para si mesma que Juliana não sobreviveu e que tudo acabou. Maria Isabel queima o bilhete e observa, de forma doentia. Tomás aconselha Átila ir embora. Guilherme fica irritado diante de Filipa e diz que pensa em casá-la com um senhor de posses e Filipa o interrompe. Guilherme e Filipa discutem mais ainda e Filipa ameaça fugir caso a proíbam de se casar com Átila. Almeida fica surpreso ao ouvir de Osório que viu Miguel na casa da Catarina. Almeida aconselha Osório a entrar de madrugada na casa da condessa sem ser visto e descubra o que Miguel e Catarina escondem por lá. Átila procura Filipa e entra na casa pela janela com uma rosa na boca. Filipa pega a flor e se beijam. Teresa conta a Tia Joaquina que Juliana está viva e está bem, Tia Joaquina se emociona. Petúnia é levada a câmara a força por alguns populares, revoltados.

Capítulo 097, quinta-feira, 13 de outubro – Urraca ouve de Tirinda que Petúnia enfeitiçou Dr. Pacheco e desde que entrou na casa a esposa dele foi de mal a pior. Urraca se anima e apoia o castigo em Petúnia. Rosalinda chega, revoltada. Maria Isabel conta a Beatrice que quer ir embora da Engenho do Sol para viver uma nova vida com Miguel. É grande a confusão na câmara com Petúnia no palanque e Loreto tentando soltá-la. Urraca desrespeita Loreto e Rosalinda interfere. Rosalinda revela a todos que Urraca já frequentou a pensão para atrair um senhor poderoso para debaixo dos lençóis. Todos se espantam e a confusão cessa para ouvirem Rosalinda e que ainda revela que Urraca teve um filho com Quintiliano. Guilherme chega e dispersa a todos e diz que sem provas, não podem acusar Petúnia. Nestor proíbe Irani de sair de casa, porque também está correndo perigo. Teresa está sentada na cama, emocionada, com a carta de Juliana nas mãos e cartas para o filho a seu redor quando Maria Isabel chega. Maria Isabel diz que vai embora com Miguel e se aproxima de Teresa que esconde as cartas. Maria Isabel faz que vai colocar a mão na barriga de Teresa que se esquiva. Maria Isabel estranha e levanta o lençol e encontra as cartas. Maria Isabel lê as cartas e diz que não cartas para o seu bebê e sim uma carta para Juliana, para espanto de Teresa. Maria Isabel se descontrola e pega uma faca que estava por ali e ameaça Teresa caso não revele onde Juliana está escondida.

Capítulo 098, sexta-feira, 14 de outubro – Teresa está apavorada diante de Maria Isabel, que continua com a faca na mão e nega que a carta de Juliana seja recente. Miguel agradece Átila por ter contado a verdade ao frei Abílio sobre sua relação no passado com Maria Isabel. Na câmara Almeida está nervoso e diz que não pode ser irmão de Guilherme que também se recusa a acreditar e Rosalinda confirma o romance entre Urraca e Quintiliano. Petúnia ainda muito abalada, é acolhida por Violeta e Dália na pensão. Petúnia reconhece que foi injusta com Rosalinda. Loreto entrega a carta de renúncia do cargo na câmara e dá um soco em Almeida. Após briga com Maria Isabel, Teresa chora e é consolada por Beatrice. Tito Pardo corre para avisar Beatrice que Maria Isabel está a ponto de fazer uma loucura com Sapião na senzala. Maria Isabel está com uma faca no rosto de Sapião e exige que revele aonde está Juliana e Beatrice chega e interrompe. Urraca revela que teve uma aventura com Quintiliano e Almeida fica chocado. Rosalinda e Petúnia conversam, sérias. Rosalinda diz que vai embora e Petúnia tenta impedir. Dr. Pacheco chega na pensão e ouve o que Rosalinda diz e não a deixa partir e faz uma proposta de transformar a pensão num teatro e Petúnia apoia. Miguel propõe a Beatrice que escreva uma carta para o frei Abílio e explique os motivos das crises de Maria Isabel com o intuito de facilitar o pedido de anulação do casamento. Guilherme chega em casa furioso e pega Quintiliano pela roupa e questiona sobre Almeida. Quintiliano fica chocado, sem reação e Guilherme o sacode com raiva e o joga no chão. Petúnia procura por Átila e diz que precisa contar algo muito importante sobre Maria Isabel. Petúnia revela a Átila que Jasmim é sua filha. Almeida fica furioso ao saber que Maria Isabel ameaçou Teresa com uma faca. Almeida entra no quarto de Maria Isabel, furioso e avança sobre sobre ela segurando o pescoço. Miguel dorme no chão do quarto e acorda assustado.

Capítulo 099, segunda-feira, 17 de outubro – Maria Isabel tenta se desvencilhar de Almeida, que a segura pelo braço enquanto Miguel observa, tenso. Petúnia está bastante atordoada, diante de Átila que continua espantado. Irani fica brava com Belezinha por ter deixado Urraca se hospedar no solar. Urraca chega com Gonzalina e Irani não deixa Urraca ficar na casa e diz que teve uma ideia. Osório entra no solar da condessa Catarina coberto com um capuz. Juliana dorme, mas tem o sono agitado, parece ter um pesadelo. Esméria também dorme. Almeida entra na senzala com Maria Isabel pelo braço, seguido por Miguel. Os escravos estranham e Maria Isabel grita por socorro. Almeida manda os escravos saírem. Almeida pede a Zé Leão as correntes e Miguel tenta impedir e avança pra cima de Almeida e é contido por Zé Leão. Almeida prende Maria Isabel que grita para que Miguel a tire dali. Átila perturbado diante de Petúnia quando chega Filipa e se depara com os dois. Átila pede a Petúnia que vá embora e começa a chorar diante de Filipa que fica surpresa. Loreto conversa com Dr. Pacheco e diz que Rosalinda o pediu em casamento, mas não pode casar com ela porque já é casado. Dália que estava por ali sem ser vista e reage, muito surpresa. Miguel tenta soltar as correntes de Maria Isabel, com algumas chaves, sem sucesso. Almeida proíbe que Beatrice e Teresa saiam do engenho. Miguel vem da senzala e diz a Beatrice que não conseguiu soltar Maria Isabel. Beatrice com raiva culpa Miguel e Tito Pardo tenta contê-la.

Capítulo 100, terça-feira, 18 de outubro – Urraca é levada para a casa antiga de Nestor e olha em volta, com desprezo. Charles encontra Petúnia que chora, triste. Charles tira um lenço do bolso e entrega para Petúnia. Charles conforta Petúnia. Tozé vê Osório dentro de casa e não percebe quem é. Tozé pega um objeto pesado e faz barulho e Osório se vira assustado e Tozé grita por socorro, que tem um ladrão na casa. Esméria e Catarina saem de seus quartos para ver o que acontece. Catarina diz que o suspeito estava à procura de Juliana. Filipa tenta acalmar Átila, que está muito nervoso. Tia Joaquina se aproxima, devagar, com uma cuia na mão. Maria Isabel encara, com ódio. Maria Isabel joga o caldo no rosto de Tia Joaquina. Tomás vai a procura de Violeta que conversa com Charles e fica enciumado. Urraca reclama da cama que dormiu e Átila chega e questiona sobre Jasmim que é sua filha e Urraca se espanta com a declaração de Átila. Filipa chocada diante de Guilherme a saber da possibilidade de ser imrã de Almeida. Juliana desperta e se surpreende ao ver Miguel ali, observando-a. Almeida está diante de Maria Isabel na senzala e segura o chicote. Maria Isabel está assustada, mas procura se manter firme. Almeida solta Maria Isabel e diz que Almeida irá se arrepender do que fez. Esméria corre para ver Maria Isabel que está exausta e pede que Emséria vá embora. Maria Isabel diz que não quer falar com Esméria. Esméria diz que tem algo muito importante para falar com Maria Isabel e que é sobre Juliana. Maria Isabel se surpreende.

Capítulo 101, quarta-feira, 19 de outubro – Esméria vai até o Engenho do Sol para conversar com Maria Isabel. Maria Isabel a princípio a trata com indiferença mas depois pergunta de Juliana. Esméria diz que Juliana não morreu e que ela vai fugir com Miguel. No Solar da Condessa, Miguel e Juliana estão com Catarina e planejam a fuga. Miguel diz que Juliana será levada até o porto dentro de uma caixa. Lá terá um barco os aguardando para viajarem até outro porto para pegar uma embarcação. Juliana fica preocupada de Maria Isabel prejudicar outras pessoas e Miguel conta que a sinhá foi castigada por Almeida. Na câmara, Dr. Pacheco diz para Guilherme entregar a carta de renúncia e ele se elegerá como o presidente. Guilherme concorda ser a melhor atitude. Almeida vai tirar satisfação com Quintiliano e discute com Filipa. Ele diz que, se realmente for filho de Quintiliano, será o mais velho e Filipa deverá obediência a ele. Almeida fica de frente com Quintiliano e pergunta se ele é realmente o seu pai. Belezinha conversa com Urraca sobre o baile que havia prometido. Átila pergunta à Teresa por Juliana e diz que tem um assunto muito grave pra conversar com ela. Maria Isabel está irritada diante de Esméria com a notícia de que Juliana está viva. Esméria diz para Maria Isabel continuar acreditando que ele está morta e deixe o Miguel achar que está tudo bem. Alguns dias depois, manda alguém atrás dele que, na certa, encontrará Juliana. Maria Isabel gosta da idéia. Neste momento, Átila bate na porta do quarto e entra perguntando sobre a filha deles. Todos se espantam. Nestor conversa com Irani e diz que Zé Leão pode ajuda-los a convidar os senhores da Vila para o baile de Belezinha. Tomás vai até a pensão conversar com Violeta. Ele pede sua mão em casamento. Almeida e Quintiliano discutem e num momento de muita raiva Quintiliano diz que Almeida não é seu filho e que ele nunca fará parte de sua família.

Capítulo 102, quinta-feira, 20 de outubro – Violeta diz a Tomás que não aceita se casar porque ele tem de seguir os planos do pai. Tomás se decepciona e se declara à Violeta. Ela diz que não pode se casar com ele. Tomás se decepciona. Átila grita com Maria Isabel para saber sobre a filha Jasmim. Teresa interrompe e diz que Petúnia revelou que a filha era de Almeida. Maria Isabel diz que Átila está descontrolado e mentindo. Átila, furioso, revela saber de toda a história. Todos ficam surpresos. Rosalinda conversa com Petúnia. Petúnia se diz arrependida por ter contato ao Átila sobre Jasmim. Dália corre atrás de Tomás para dizer que Violeta vai voltar atrás na decisão e no final os dois vão se casar. Tomás acredita em Dália mas fica um pouco confuso. Urraca conversa com Miguel e diz que tem uma informação muito importante que ouviu de Átila sobre o bebê que acreditava ser sua neta. Teresa fica chocada com as coisas que Átila falou sobre Jasmim. Urraca conta para Miguel que Petúnia contou a Átila que Jasmim é filha dele com Maria Isabel. Urraca se diz espantada com a atitude de Maria Isabel em abandonar uma criança. Miguel desconfia da bondade de Urraca e vai embora. Teresa conta tudo para Beatrice. Beatrice fica muito preocupada com a situação de Maria Isabel e tenta conversar com a filha. Maria Isabel diz para a mãe que quer ficar sozinha no quarto. Almeida fica muito nervoso com Guilherme e Dr. Pacheco sobre a presidência da câmara.

Capítulo 103, sexta-feira, 21 de outubro – Esméria se encontra com Juliana e conta o que aconteceu com Maria Isabel. Juliana fica assustada. Esméria diz que foi lá para que Juliana conseguisse fugir com Miguel. Juliana desconfia e diz que Esméria sempre será fiel à Maria Isabel. Esméria diz que não importa o passado e que neste momento ela foi fiel à Juliana e Miguel. Juliana agradece Esméria. Miguel se encontra com Átila, Beatrice e Teresa na sala do Engenho do Sol. Átila diz para Miguel que ele estava correto sobre Maria Isabel ter o manipulado. Eles conversam sobre o que Maria Isabel fez e questionam sobre existir mais alguma testemunha. Teresa fala de Tia Elza. Todos ficam em silencio, já que a única prova já faleceu. Catarina conversa com Osório. Ele desconfia porque foi expulso da casa dela. Catarina que as coisas mudaram depois da chegada da irmã. Ela diz que quer comprar escravos para Esméria. Catarina dá um saco de moedas pra Osório e ele diz que não irá decepciona-la. Rebeca conversa com Filipa e pergunta se Guilherme aceitaria se casar com Esméria. Ele escuta tudo. Ele diz que nunca se casará com uma mulher negra. Miguel fala para Beatrice e Teresa darem um documento de liberdade à Juliana e que pediu anulação do casamento. Maria Isabel se faz de boazinha e pede desculpas a Tia Joaquina, Tito Pardo e Sapião. Catarina Tozé e Juliana conversam sobre o tamanho das caixas que serão usadas na fuga Juliana entra em uma caixa para saber o tamanho. Almeida entra sem avisar. Todos se assustam.

Capítulo 104, segunda-feira, 24 de outubro – Almeida volta pra casa seguido por Urraca que tenta o consolar. Almeida esbraveja e começa a chorar ao falar da rejeição do pai. Nestor e Petúnia procuram conter Átila, que continua revoltado. Maria Isabel fala com Zé Leão que sabe que Juliana está viva e que pretende fugir com Miguel. Maria Isabel diz a Zé Leão para seguir Miguel. Dália está revoltada com Belezinha que não vai convidá-la para o baile. Rosalinda confidencia com Loreto e explica o que aconteceu na juventude quando seu pai a flagrou com um namoradinho e a expulsou de casa. Rosalinda relembra quando chegou a vila e chora, Loreto ouve tudo e tenta não chorar. Beatrice encara Maria Isabel e diz que se realmente ela teve um bebê, precisam se juntar a Átila para encontra-lo. Maria Isabel continua a negar. Rosalinda conta que Violeta é sua neta e Loreto abraça Rosalinda e fica surpreso, mas agradece por ter confiado nele. Loreto hesita um pouco, mas toma coragem e revela a Rosalinda que é casado. Rosalinda ataca Loreto e o expulsa da pensão e atira tudo que vê pela frente em Loreto. Petúnia caminha pela rua e se depara com Almeida. Petúnia tenta mudar de calçada, mas Almeida a puxa pelo braço. Miguel está muito surpreso diante do frei Abílio que tem um papel na mão. Frei Abílio diz que seu casamento com Maria Isabel foi anulado e Miguel agradece muito. Átila recebe sua máquina de tipografia. Átila conversa com Filipa e decidem adiar o casamento. Filipa concorda, porém promete fidelidade ao amor de Átila deixando tocar a gráfica junto dele. Átila hesita. Tia Joaquina conversa com Miguel que se despede para fugir com Juliana. Juliana diante de Tozé, Catarina e Esméria pronta para entrar na caixa e partir. Todos se emocionam. Tozé ajuda o carregador a colocar a caixa com Juliana em cima da carroça. Osório passa pelo carregador e observa as caixas com certa curiosidade. Sapião está nervoso, anda de um lado pro outro, enxuga as lágrimas com raiva. Tito Pardo o consola. Maria Isabel dorme. Na mata Miguel abre a caixa e Juliana sai de dentro e eles se abraçam. Eles sorriem um para o outro. Um barulho de tiro e Miguel já sente que foi atingido.

Capítulo 105, terça-feira, 25 de outubro – Juliana fica bastante assustada ao perceber que Miguel está sangrando no ombro. Miguel diz ao capitão que Juliana é uma mulher livre e mostra os papéis. Capitão e Miguel começam a lutar. Tia Joaquina limpa os olhos e o lenço fica sujo de sangue. Sapião fica preocupado. Capitão imobiliza Miguel e tenta pegar Juliana. Ela escapa e acerta capitão com um golpe de capoeira. Osório aparece de surpresa para falar com Catarina e diz que conseguiu as peças antes do tempo. Catarina fica impaciente e pede que Osório se retire. Urraca conversa com Teresa e oferece ajuda. Urraca conta para Teresa que Almeida pode ser filho de Quintiliano. Teresa se assusta ao saber que Almeida e Guilherme podem ser irmãos. Beatrice espera Maria Isabel acordar com uma carta que a filha escreveu para Miguel em mãos. Maria Isabel se assusta com a mãe ao acordar e lhe conta toda a verdade. Beatrice sai do quarto decepcionada com a filha e diz para Maria Isabel fazer o que quiser com a carta. Capitão briga novamente com Miguel e aponta uma arma para Juliana. Miguel cai no chão. Zá Leão aparece por ttrãs do capitão e lhe dá uma coronhada. Capitão cai desacordado. Zé Leão, Juliana e Miguel fogem pelo mato para pegar a embarcação. Teresa e Urraca conversam e Beatrice se aproxima. Urraca conta para Beatrice sobre Almeida ser filho de Quintiliano. Almeida entra na sala e pede para a mãe sair de uma vez por todas de sua vida. Loreto e Dr. Pacheco conversam sobre Rosalinda. Loreto diz que Rosalinda não entende que o casamento dele é só por conveniência. Filipa se aproxima de Quintiliano e diz que quando o pai estiver recuperado precisam conversar. Quintiliano beija a testa de Filipa e diz para ela chamar os irmãos para conversarem e saberem a verdade. Teresa oferece ajuda a Almeida. Ele a trata com rispidez e diz que não é irmão de Guilherme. Almeida reforça que não quer ver Teresa conversando com Guilherme para uma coisa pior não acontecer. Zé Leão pede para Juliana e Miguel esperarem enquanto procura alguma erva para colocar no ferimento de Miguel. Eles não desistem de fugir pra pegar a embarcação.

Capítulo 106, quarta-feira, 26 de outubro – Pacheco diz para Rosalinda que Loreto irá embora da Vila no dia seguinte. Esméria conversa com Tozé e se diz ansiosa pelo primeiro baile da sociedade. Ele diz para Esméria esperar por uma vingança de Almeida depois que Catarina o fez se ajoelhar. Maria Isabel entra na sala em que está Almeida. Ele está muito nervoso e a manda sair de lá. Maria Isabel se insinua a Almeida soltando uma das fitas que prende seu vestido. Miguel conta para Juliana que Beatrice escreveu uma carta de liberdade para ela. Zé Leão coloca ervas no machucado de Miguel. Beatrice diz a Tia Joaquina que vai pedir para um médico cuidar do olho dela. Beatrice lamenta e pede desculpas pelas atitudes de Maria Isabel e chora. Quintiliano conta para todos os filhos já reunidos a mãe deles o traia com escravos. Ele conta que Joana contraiu a peste que era uma doença vinda da Europa e que as pessoas doentes eram expulsas da Vila. Por isto não deixou a notícia da doença se espalhar. Joana achou que tinha virado prisioneira de Quintiliano por mais que ele tentasse explicar a realidade. As correntes foram usadas para que Joana não se machucasse mais tentando fugir. Foi assim que surgiu a história que Quintiliano fez Joana de escrava depois que descobriu a traição. A família se emociona. Maria Isabel se veste e Almeida diz ironicamente que esperava mais dela e que Esméria e Petúnia foram melhores. E diz que até Juliana seria melhor. Maria Isabel ameaça dar um tapa na cara de Almeida. Ele a ameaça. Quintiliano se arruma e diz que vai até o Engenho do Sol. Capitão do Mato vai até o engenho do Sol conversar com Almeida. Tia Joaquina diz para Teresa que coisa boa não é. Maria Isabel pergunta de Miguel para Zé Leão. Ele diz que Miguel deve ter dormido na casa de Nestor. Maria Isabel pede que ele fique lá e espere Miguel sair. Zé Leão diz que não trabalha mais no engenho e que não lhe deve mais obediência. No barco, Juliana e Miguel, felizes, se distanciam da Vila. Capitão do Mato conta para Almeida o que aconteceu e que Zé Leão o bateu para dar cobertura à juliana e Miguel.

Capítulo 107, quinta-feira, 27 de outubro – Almeida revoltado ao saber que Ze Leão ajudou na fuga de Juliana e Miguel. Ele oferece emprego de feitor ao capitão do mato que não aceita. Almeida pede como último favor que despache uma carta para que a informação da fuga chegue a uma determinada pessoa. No porão do navio, Juliana percebe que Miguel está suando muito e fica preocupada. Tia Joaquina na cozinha derruba comida e panela por não enxergar direito. Beatrice acorda e tem alucinações e chama Tito Pardo de Quintiliano. Tito Pardo fica preocupado. Beatrice sai do quarto e pergunta para Maria Isabel sobre seu pai. Tito Pardo diz que Beatrice não está falando nada com nada. Almeida pergunta se Tito Pardo estava no quarto de Beatrice. Maria Isabel acha que a mãe se envolveu com o escravo e fica pensativa. Guilherme convida Catarina e Esméria para um jantar como uma forma de agradecer pelos cuidados de Catarina quando Quintiliano ficou doente. Beatrice sai gritando pelo gramada e Tito Pardo atrás dela. Beatrice acha que Tito Pardo é Quintiliano e o beija. Quintiliano e Filipa chegam em uma charrete e veem a cena. Todos ficam em choque. Teresa se aproxima da mãe enquanto Quintiliano, em choque, fala para Filipa que quer ir embora e se afastam. Beatrice desmaia e Tito Pardo e Teresa a acodem. Rosalinda vai atrás de Loreto que já está aguardando o transporte para sair da Vila. Eles se encontram e Rosalinda diz que o perdoa. Os dois se beijam apaixonados. Maria Isabel vai até a casa de Catarina e diz à Esméria que precisam conversar. Quintiliano fica em casa nervoso com o que viu. Dr. Pacheco diz a Tia Joaquina que ela precisa descansar para o olho melhorar. Maria Isabel pergunta com raiva à esméria sobre o paradeiro de Miguel e Juliana. Esméria diz que não sabe de nada. Maria Isabel a humilha, mas Esméria diz que sabe de seus segredos, inclusive que matou seu próprio pai e a expulsa de casa. Maria Isabel sai humilhada. Zé Leão está no armazém ajudando Nestor. Almeida aparece, puxa Zé Leão pela gola da camisa e pergunta, com muita raiva, para onde fugiram Miguel e Juliana. Filipa encontra com Maria Isabel na direção do galpão. Maria Isabel discute com Filipa e tenta lhe dar um tapa na cara.

Capítulo 108, sexta-feira, 28 de outubro – Filipa se esquiva e acerta um golpe de capoeira em Maria Isabel, que cai em uma poça cheia de lama. Filipa se afasta vitoriosa e Maria Isabel com raiva. Almeida, muito alterado, ameaça Zé Leão. Ele diz que não sabe onde Juliana e Miguel estão e que não trabalha mais para ele. Juliana cuida de Miguel que está mais febril. Zé Leão está nervoso, mas é acalmado por Irani e Nestor. Eles ajudam o amigo oferecendo um emprego no armazém. Almeida recebe um bilhete anônimo marcando um encontro para informar o paradeiro de Juliana e Miguel. Zé Leão prepara uma pasta feita de plantas para fazer a barba do amigo Nestor e depois cortar seu cabelo. Na festa de Belezinha, todas ansiosas para o baile. Nestor aparece todo arrumado mas com o cabelo, barba e bigodes verdes. Urraca dá gargalhadas. Átila prepara os panfletos para serem distribuídos na Vila com a ajuda de Filipa. Estes panfletos pedem ajuda para encontrar Jasmim. Tomás insiste que Violeta se case com ele. Ela diz que tem um segredo para contar. Belezinha se decepciona que não tem ninguém no salão da festa. Esméria é a única que comparece. Tia Joaquina está sendo cuidada por Sapião. Teresa pergunta se Tia Joaquina se sente melhor e também quer saber quando terá notícias de juliana. Sapião diz Miguel e juliana conseguiram fugir. Maria Isabel escuta e solta um grito. Todos se assustam. Almeida vai ao encontro anônimo. Petúnio caminha pela rua e o avista de longe. Petúnia vê um vulto atrás da árvore apontando uma arma para Almeida. Ela grita e um tiro é disparado. O vulto foge e Almeida cai no chão.

Capítulo 109, segunda-feira, 31 de outubro – Petúnia socorre Almeida que está no chão. O vulto escapa rapidamente, Petúnia vê alguém fugindo, com uma capa preta, sem poder identificar. Crisaldo e o soldado correm na direção de Petúnia apontou. Maria Isabel está furiosa com Teresa, Tia Joaquina e Sapião. Ela grita e diz que vai castigar todos. Teresa pede calma. Sapião se impõe e diz que Maria Isabel fez maldade pior com Juliana e Tia Joaquina. Maria Isabel sai dizendo que vai atrás de Juliana até o fim do mundo. Violeta conta a Tomás porque não aceita casar com ele. Conta que um homem a assediou no dia em que ela dançava feliz com o pedido de namoro de Tomás. Tomás compreendeu o motivo e a abraçou. Ninguém vai ao baile de Belezinha. Irani e Nestor ficam preocupados e encontram Dália, triste, esperando na frente do baile, escondida atrás de uma lata de lixo. Dália fica sabendo que não foi ninguém e tem uma ideia. Petúnia leva Almeida para a pensão. Lá dr. Pacheco presta os primeiros atendimentos. Guilherme vai até o Solar Condessa. Rebeca o recebe e diz que não tem ninguém. Rebeca diz que ele tem reservas com pessoas de cor. Guilherme diz que foi a sua criação. Rebeca diz que ele passou por cima de seus ensinamentos quando não deixou claro se casaria com Esméria. Guilherme pergunta se Rebeca está com ciúmes. Eles se olham e Rebeca lhe dá um beijo. Catarina entra e flagra os dois. Dalia corre para a pensão e, para ajudar Belezinha, pega as roupas dos senhores que são usadas nas festividades para vestir alguns bêbados e leva-los ao baile. Dr. Pacheco diz que não foi nada grave o que aconteceu com Almeida e concluem que foi uma emboscada o que aconteceu. Almeida vai embora. Três florzinhas entram disfarçadas como o nobre senhor e seus filhos. Além dos paletós, usam chapéus, bigodes e barbas falsas. As florzinhas fazem uma reverência a Belezinha, que limpa o rosto com pressa e também se curva a eles. Dois mendigos entram ali, só que vestidos de paletó e chapéus. Belezinha faz uma reverência sem desconfiar de nada.

Capítulo 110, terça-feira, 01 de novembro – Maria Isabel conta a Almeida que Teresa sabia da fuga de Juliana. Ela pede que Almeida puna Zé Leão. O baile já está bem cheio. Florzinhas, mendigos e curiosos disfarçados de senhores comem, bebem riem e dançam. Zé Leão entra e fica satisfeito em ver que conseguiram encher a casa. Genésio entra disfarçado na festa e vai até Esméria. Ela se assusta e ele se declara. Ela diz que vai se casar com um senhor e não com um escravo. Ele dá um anel à Esméria e vai embora. Ela fica surpresa e balançada. Urraca começa a desmascarar os convidados, vai arrancando bigodes e chapéus a medida que passa por eles. Florzinhas e mendigos são desmascarados. Belezinha pergunta se Dália tem alguma coisa a ver com isto. Dália diz que sim e que fez isto apenas para a festa não ficar vazia. Miguel compra um caderno no navio e dá de presente para Juliana. Ela diz que fará um diário da viagem para mostrar a Isaura. Beatrice acorda e Tito Pardo conta o que aconteceu no dia anterior. Ela pede desculpas. Bã Teixeira conta a Quintiliano e Filipa que na Vila todos comentam a emboscada a Almeida. Filipa pergunta se o pai tem algo a ver com isto. Nestor briga com Urraca dizendo que ela estragou tudo e que se ela quiser ficar terá de pagar aluguel. Ela diz que não tem como e ele joga um avental para Urraca para que ela trabalhe no armazém. Tozé conta para Catarina e Esméria e movimentação na Vila por causa dos panfletos. Rebeca aparece e conta do atentado a Almeida. Esméria pergunta se Catarina estaria envolvida com isto. Almeida muito alterado diante de alguns senhores, inclusive Guilherme e dr. Pacheco. Ele diz que precisam colocar um capitão urgentemente no lugar e indica o senhor Osório. Todos ficam chocados. O barco em que Miguel e Juliana estão atraca. Eles pegam “as trouxas” mas Miguel se assusta ao reconhecer o homem que afundou o navio de Quintiliano. O homem diz que eles não vão desembarcar porque sabe que Miguel está fugindo com uma escrava. Miguel e Juliana ficam assustados.

Capítulo 111, quarta-feira, 02 de novembro – Miguel se mantém à frente de Juliana, protegendo-a. O homem está parado diante deles, impedindo a passagem. Miguel mostra os documentos que provam que Juliana é livre. Na vila Maria Isabel discute com Zé Leão e diz que ele a traiu ajudando Miguel e Juliana fugirem. Pessoas passam com panfletos na mão e apontam para Maria Isabel. Maria Isabel lê o panfleto e fica indignada com o que Átila escreveu. Almeida nomeia Osório como comandante das tropas e deixa Guilherme e Dr. Pacheco sem palavras. Catarina nega a Rebeca que tenha atirado no comendador, mas confessa a Tozé que foi mais forte que ela e assume o tiro. Teresa diz a Beatrice que vai arrumar uma mucama para acompanha-la e que viu ela e Tito Pardo se beijando. Maria Isabel invade o galpão de Átila com o panfleto em mãos, furiosa. Irani arruma a sala, com vestígios da festa da noite anterior, Belezinha vem de dentro ainda com o vestido do baile e com os olhos inchados de tanto chorar. Irani vê o estado da filha e fica condoída. Maria Isabel encontra com frei Abílio e as pessoas vaiam e cospem o chão perto dela. Maria Isabel se vê cercada por populares revoltados. Miguel está nervoso, junto de Juliana. Ele olha para todos os lados em busca de saída e pensa em se jogar no mar. O homem retorna, com algumas correntes nas mãos e outros homens armados. Miguel e Juliana são acorrentados e presos. Zé Leão e Loreto tentam acalmar as pessoas que insultam Maria Isabel cada vez mais. Uma mulher surge com um balde de dejetos e joga em Maria Isabel que se esquiva, se desequilibra e cai no chão. Almeida chega e afasta as pessoas de Maria Isabel e Osório ordena que todos voltem as suas casas. Maria se limpa com um lenço, revoltada. Almeida com ela. Esméria com o anel que Genésio deu pra ela no dedo. Rebeca tem uns vestidos na mão e fica surpresa com a joia na mão de Esméria. Belezinha vai até a pensão e procura por Dália. Belezinha agradece Dália pela noite anterior, elas se abraçam. Almeida manda Sapião para o pelourinho. Maria Isabel está diante de Sapião que tem ao lado Tia Joaquina presa também. Almeida chicoteia Sapião sob o olhar de Maria Isabel. Osório prende Tito Pardo e Zé Leão por acobertarem a fuga de Juliana com Miguel. Osório prende Átila também e o acusa de perturbar a ordem. Dois soldados pegam Átila com violência. Almeida dá mais uma chibatada em Sapião. Maria Isabel se contém de satisfação. Tia Joaquina começa a bater as correntes que estão em seu pulso, devagar, uma algema na outra. Alguns escravos se entreolham e já pegam foices e machados, batendo também, seguindo o ritmo de Tia Joaquina. Almeida continua chicoteando Sapião e não percebe o movimento, mas Maria Isabel fica intrigada com aquilo. Juliana diante do homem e Miguel inventa que raptou Juliana e que somente ele deve ser castigado. Juliana finge desmaiar e o homem vai acudi-la. Juliana desfere um golpe com a algema no homem que cai. Juliana pega a chave.

Capítulo 112, quinta-feira, 03 de novembro – Miguel consegue tirar as chaves e abre as correntes de Juliana. O homem se levanta e começa a lutar com Miguel. Os escravos estão com as armas para cima, todos bem revoltados. Tia Joaquina encara Maria Isabel com raiva. Almeida e Maria Isabel surpresos, Sapião geme de dor, preso ao pelourinho. Ele começa a cantar, mesmo com dor. Almeida e Maria Isabel se espantam. Alguns instantes depois, todos os escravos levantam suas armas novamente, cantando bem alto. Osório pergunta à Catarina, Esméria, Teresa, Beatrice e Tozé se sabem do paradeiro de Juliana. Todos negam sob o olhar nervoso de Osório. Zé Leão e Tito Pardo estão presos quando os soldados abrem a cela e empurram Átila. Almeida pega Tia Joaquina pelo braço e a ameaça com uma facão no pescoço pedindo que os escravos voltem para a senzala. O olho de Tia Joaquina sangra. O homem aparta uma faca no pescoço e Juliana e Miguel pede para soltá-la e que paga o valor que for. O homem fala para Miguel colocar as correntes de volta. Urraca furiosa com a presença de Rosalinda no armazém fica sabendo ao atentado a Almeida. Guilherme conta para Quintiliano que foi obrigado a renunciar. Quintiliano fica nervoso mas diz a Guilherme que Almeida vai se envenenar sozinho. Almeida solta Tia Joaquina e ela pede que soltem Sapião. O feitor o liberta. Todos recebem a ordem de irem para a senzala, inclusive Tia Joaquina. O homem diz a Juliana e Miguel que está ali a mando de Almeida. Almeida diz para Maria Isabel que mandou conhecidos atrás de Miguel e Juliana. Ela pede que não machuquem Miguel. Rosalinda diz para Tozé que a Jardineira se tornará um ambiente mais familiar a pedido do Dr. Pacheco. Almeida e Maria Isabel se beijam. Miguel e Juliana assustados no porão do navio. Osório diz que precisa falar com Almeida e Teresa o leva até o gabinete. Osório diz que sabe o caminho. Osório flagra Almeida beijando Maria Isabel. Ela se espanta e se afasta de Almeida. Osório pressiona Tito Pardo a falar da fuga.

Capítulo 113, sexta-feira, 04 de novembro – Osório ameaça Átila, Zé Leão e Tito Pardo. Rosalinda discursa para as florzinhas e diz que continuará mandando na jardineira e que Tozé será muito útil. A Jardineira irá se adaptar aos novos tempos com novos números de dança e referências de diversas partes do mundo. Dália se disfarça para falar com Tomás em sua casa. Ela dá a idéia de Violeta se disfarçar de uma donzela que veio de fora para se casar com Tomás. Ela vai embora e ele fica pensativo com esta ideia. Filipa aparece na sala e encontra seu pai e irmãos. Quintiliano pergunta porque está usando um vestido simples. Ela diz que este vestido era de sua mãe. Quintiliano rasga o vestido e todos ficam assustados. Filipa diz que seu pai não pode agir assim com ela. Guilherme peda para ela trocar de roupa e voltar para a sala para receber as convidadas. Tia Joaquina cuida das feridas de Sapião com a ajuda de Mina. Filipa aparece de surpresa no Engenho do Sol. Beatrice, Teresa e Almeida se assustam com a visita inesperada de Filipa. Filipa impõe que chame Maria Isabel. Maria Isabel aparece e Filipa pede que ela vá até a câmara retirar a queixa contra Átila. O soldado Crisaldo entrega, discretamente, um bilhete para Átila. Ele lê e reage bastante surpreso. O bilhete diz que tem pista sobre o paradeiro de sua filha. É de alguém que estava no barco que afundou. O comandante do navio, um tal de Barbudo, era um pirata que foi responsável pela sabotagem. Zé Leão diz que sabe quem é e diz que o reconheceria se o encontrasse novamente. Átila fica esperançoso. O homem acorda Miguel e Juliana. Miguel tenta, pela última vez, entrar em um acordo com o homem. Ele nega e diz que o levarão para a câmara.

Capítulo 114, segunda-feira, 07 de novembro – Miguel e Juliana estão tensos diante do homem. Maria Isabel aceita liberar Átila desde que ele prometa não fazer nada contra ela. Filipa concorda. Catarina e Esméria participam de um jantar na casa de Quintiliano. Bá Teixeira serve frango e Esméria pega uma coxa de frango com as mãos, todos olham. Guilherme também decide pegar o frango com a mão e Tomás faz o mesmo. Quintiliano percebe o anel no dedo de Esméria e pergunta quem lhe deu. Esméria diz que ganhou o anel de presente e Quintiliano se levanta enfurecido. Urraca trabalha no armazém de seu Nestor e bebe toda a bebida das garrafas e acusa Gonzalina. Nestor fica irritado e diz que descontará todo o valor do salário de Urraca. Quintiliano aproveita que Osório chega em sua casa para acusar Esméria de ladra. Esméria diz que foi Genésio quem deu o anel a ela. Osório vai castigar Genésio a pedido de Quintiliano, mas Genésio não deixa e dá uma rasteira de capoeira em Osório e corre. Juliana e Miguel chegam a vila acorrentados. Osório leva Petúnia a casa de Maria Isabel a mando de Almeida. Loreto desabafa com Loreto que recebeu uma carta de sua esposa e que logo ela chegará à vila. Miguel e Juliana são presos na câmara. Maria Isabel está diante de Petúnia, ameaçadora. Osório está ao lado com Almeida. Maria Isabel pede que Petúnia negue que ela teve um filho e Petúnia não obedece. Maria Isabel vai até a área dos escravos e diz que Juliana foi capturada e que todos vão apodrecer no engenho. Maria Isabel encara tia Joaquina e diz que Juliana pagará com a vida. Tia Joaquina desfere um tapa no rosto de Maria Isabel. Almeida chega a câmara e vê Juliana presa. Miguel e Juliana estão diante de um triunfante Almeida.

Capítulo 115, terça-feira, 08 de novembro – Miguel está em uma cela junto com Zé Leão e enfrenta Almeida dizendo que foi só ele o culpado pela fuga. Juliana está bastante nervosa, numa cela com Tito Pardo. Almeida diz para Osório que já sabe exatamente o que fazer com eles. Maria Isabel discute com Tia Joaquina e diz que vai castigar todos por ser a dona de tudo. Quintiliano muito aborrecido diante de Beatice. Ela explica que estava fora de si. Quintiliano diz que quer começar vida nova. Filipa vai conversar com o pirata barbudo para saber o paradeiro do bebê que estava no barco. Ele diz que não sabe de nada. Ela insiste e ele diz que quer negociar. O soldado Crisaldo abre a cela para Tito Pardo ir embora. Juliana pede para avisar a Tia Joaquina que ela está presa. Almeida diz a Miguel que sabe de toda a história. Miguel diz que Almeida pode ser um herói se punir apenas quem perturbou a ordem. Sapião, Guiné, Genésio e outros escravos invadem a casa grande em busca de Maria Isabel. Tia Joaquina tenta acalmá-los. Catarina, Esméria, Tozé e Rebeca estão ansiosos para ter notícias de Miguel e Juliana. Catarina, com raiva, revela que deveria ter acabado com Almeida. Guilherme aparece de surpresa para pedir desculpas pelo o que aconteceu no jantar da noite anterior. Quintiliano está furioso diante de Beatrice. Ela conta que teve uma alucinação e que beijou o escravo pensando que fosse Quintiliano. Beatrice diz que o ama. Mesmo assim, Quintiliano diz que a história deles deve terminar e a coloca para fora de casa. Beatrice vai embora humilhada. O pirata barbudo tenta agarrar Filipa. Ela dá um golpe de capoeira mas ele vai para cima de Filipa novamente. Os escravos invadem o gabinete onde está Maria Isabel. Ela pega uma arma para se defender. Os escravos se aproximam de Maria Isabel e ela atira. Tia Joaquina diz que o escravo morreu. Guiné ameaça Maria Isabel mas Teresa se coloca na frente dela para defende-la. Escravos ficam revoltados.

Capítulo 116, quarta-feira, 09 de novembro – Filipa convence o pirata barbudo a falar e ele diz que só conta o que sabe a um homem. Ela diz que voltará mais tarde e vai embora. Almeida lê a carta e vê que Beatrice assinou. Ele diz que vai falar com Dr. Pacheco para preparar o processo de interdição. Tito Pardo chega na Engenho do Sol e se assusta com a confusão. Ele pergunta por Beatrice e vai atrás dela. Teresa pede aos escravos piedade. Charles conversa com Frei Abilio e diz de seus ideais em apoiar a luta contra maus-tratos aos escravos. Filipa vai até a delegacia falar com Átila e pede que Almeida o solte. Quintiliano aparece e diz para Filipa voltar para casa que aquele assunto é somente para homens. Esméria vai atrás de Guilherme e diz que pode ajudar libertar juliana dizendo o que sabe de Maria Isabel. Guilherme agradece mas diz que fará algo para ajudar os dois. Neste momento Filipa aparece e diz para o irmão correr para a delegacia. Os escravos seguram Maria Isabel e ela diz para levarem Teresa no lugar dela. Teresa fica chocada com o que a irmã diz. Guilherme, Quintiliano e dr. Pacheco sugerem que a punição a Juliana seja na fazenda e não em praça pública. Almeida e Osório decidem que será em praça pública. Maria Isabel é levada pelos escravos com os braços acorrentados. Sapião, Genésio, e Guiné estão com ela, mas Teresa e tia Joaquina observam da varanda assustadas. Almeida diz a Átila que Maria Isabel retirou a queixa e ele será libertado em breve. Dália diz para Belezinha escrever uma carta endereçada a Quintiliano dizendo que é um sheik e que procura um marido para sua filha. Dália entende a intenção de Dália e diz que vai ajudá-la. O homem barbudo acorda com um barulho e pensa que Filipa chegou. Quando abre a porta Osório aparece com uma corda nas mãos. Almeida pede para o soldado retirar Juliana da cela e diz para Miguel que ela será punida em praça pública. Miguel e Juliana se assustam.

Capítulo 117, quinta-feira, 10 de novembro – Almeida tira Juliana da cela para leva-la em praça pública. Miguel se revolta e Zé Leão tenta acalmá-lo. Maria Isabel com as mãos acorrentadas é levada por Sapião, Guiné, Genésio, e outros escravos. Todos na rua se espantam com o que veem. Os escravos cantam uma canção de guerra. A caminhada é observada por todos. Maria Isabel chora com vergonha por causa da humilhação. Beatrice diz a Tito Pardo que se ela morrer ele terá a liberdade. Tito Pardo diz que é fiel a Beatrice e pede para saírem da mata. Ela se emociona e vão embora. Teresa chora muito nervosa e é acalmada por Tia Joaquina. Ela não se conforma que sua irmã quis que a levassem como refém. Miguel, nervoso, pede para Dr. Pacheco o tirar da cela. Ele diz que não pode. Osório aparece e o tira da cela dizendo que Miguel será punido ao lado de Juliana. Miguel e Juliana são observados por todos. D outro lado da praça, Maria Isabel é trazida pelos escravos. Todos riem dela. Quando Almeida a vê, Sapião enfrenta Almeida e diz para trocar Maria isabel por Juliana para uqe nenhuma desgraça aconteça ali. Quintiliano leva Filipa pra casa pelos braços e a tranca no quarto. Ela diz que precisa se encontrar com o pirata que sabe da história da filha de Átila. Guilherme diz à Filipa que vai se encontrar com ele. Almeida pede que soltem Maria Isabel. Sapião pede para fazer a troca. Osório ameaça pegar a arma. Genésio tira a garrucha, aponta para Maria Isabel e diz que se Almeida fizer alguma coisa com Miguel e Juliana a sinhá morre. Esméria presencia a cena e se espanta. Bá Teixeira dá um conselho a Quintiliano mesmo sabendo que pode ser castigada. Ela diz que Quintiliano está errado e que ela não vai deixa-lo fazer isso de novo. Quintiliano se assusta com o que Bá Teixeira diz. Tito Pardo leva Beatrice para casa e Teresa se espanta. Beatrice disse que saiu para pensar e pegou uma trilha na mata.

Capítulo 118, sexta-feira, 11 de novembro – Teresa conta para a mãe tudo o que aconteceu. Ela se assusta. Esméria diz para Genésio baixar a garrucha e ele se nega. Almeida diz Juliana e Maria Isabel foram apenas vítimas e que o verdadeiro culpado é Miguel. Miguel confirma que é ele o culpado. Loreto fala para o soldado Crisaldo libertar Zé Leão. Ele fica receoso mas abre a cela. Bá Teixeira leva água e frutas para Filipa. Filipa diz que vai fugir de casa e se casar com Átila mesmo contra a vontade do pai. Átila pede que o soltem da prisão porque precisa saber do paradeiro de sua filha. Átila convence Loreto que convence o soldado Crisaldo a abrir a cela. Átila vai atrás do pirata que está deitado em uma cama. O pirata não responde as perguntas que Átila faz. Átila pega uma faca e se aproxima do pirata mas ele está morto em cima da cama. Átila olha em volta e vê uma bolsa com alguns papeis para fora. Neste momento Guilherme entra e flagra Átila segurando a faca e se assusta com o que vê. Charles aparece na praça e diz que os escravos são pessoas e que os senhores os torturam. Ele tira de dentro de uma caixa que carregava alguns instrumentos de tortura e mostra para as pessoas que estão ao redor. Esméria não se sente bem quando vê os instrumentos de tortura e Tozé a ampara. Todos se surpreendem com a chegada de Zé Leão que, junto com Loreto, diz que o caminho não é este. Guilherme e Átila conversam e chegam a conclusão que quem matou o pirata foi a mando de Almeida. Na praça, Almeida diz que decidiu o que fazer com Juliana e Miguel. Ele diz que dá uma chance para Juliana e dizer diante de todos que lamenta por esta fuga inconsequente. Juliana olha para Miguel bastante nervosa.

Capítulo 119, segunda-feira, 14 de novembro – Beatrice vai conversar com Maria Isabel que chora compulsivamente. Depois enxuga as lágrimas e diz para a mãe que ela venceu e que mostrará isto aos escravos. Beatrice olha para Maria Isabel com pena. Guilherme conta para Filipa o que aconteceu e que falou para Átila ir embora. Rosalinda começa a atirar vaso e garrafas em Loreto que desvia de tudo desesperado. Almeida se aproxima de Juliana e lhe dá um beijo bem próximo da boca e sai. Catarina conversa com Esméria que diz que a melhor coisa a fazer é superar seus traumas e que hoje se tornou livre. Ela diz que quer ser admirada. Catarina olha para Esméria com orgulho. Átila bate na janela do quatro de Filipa. Bá Teixeira vê quando Filipa abre a janela e ajuda Átila a entrar. Filipa diz para ele ficar até o amanhecer, se beijam e caem na cama. No dia seguinte, Bá Teixeira entra no quarto e pede para Filipa ser rápida porque o pai está se aproximando.

Capítulo 120, terça-feira, 15 de novembro – Nestor leva algo para Miguel comer. Miguel pede que Nestor o ajude a encontrar um doutor em leis para que seu julgamento não seja arbitrário. Nestor diz que Guilherme pode ajuda-lo e que vai procura-lo. Miguel pede que traga notícias de Juliana também. Teresa vai conversar com Juliana e pedir desculpas pelo o que Maria Isabel fez. Ela pede para Juliana desistir do amor por Miguel e que irá pessoalmente falar com Almeida para garantir a segurança no engenho. Maria Isabel fala furiosa com a mãe sobre a carta de alforria para Juliana. Beatrice fica tensa. Bá Teixeira peda para Átila fugir logo, mas não dá tempo dele sair pela janela e se esconde debaixo da cama. Quintiliano entra no quarto e pede para Bá Teixeira sair porque precisa conversar com a filha. Elas se olham assustadas e preocupadas. Nestor vai falar com Guilherme e diz que o destino de um homem está nas mãos dele. Rosalinda vai até a casa de Quintiliano para conversarem. Tomás entra no quarto de Filipa e chama o pai para ir até a sala. Quintiliano sai do quarto e Átila de debaixo da cama. Tomás fica surpreso ao vê-lo mas Átila diz que explica tudo depois e vai embora pela janela. Tomás leva Filipa para a sala. Beatrice com muita raiva discute com Beatrice sobre a carta. Tia Joaquina, Tito Pardo, Sapião, demais escravos e Frei Abílio terminam de sepultar o amigo que morreu. Rosalinda fala para Quintiliano que Violeta é a mulher certa para Tomás e que quer saber o que a filha do sheik tem que Violeta não tem. Violeta pede para Rosalinda ficar quieta e a arrasta para fora da casa. Gonzalina revela que o bolo que Urraca comeu quase inteiro foi preparado com esterco. Urraca fica enojada. Urraca pede que Nestor dê a sentença sobre a atitude de Gonzalina. Ele pede que Gonzalina fale o que aconteceu. Genésio volta para a casa de Quintiliano. Bá Teixeira diz que o senhor está com visita. Genésio volta pra senzala e abraça outros escravos. Neste momento Osório aparece e coloca a mão de Genésio em um toco.

Capítulo 121, quarta-feira, 16 de novembro – Maria Isabel vai falar com Juliana e a ameaça. Juliana pega uma faca que tem na mesa. Guilherme enfrenta Almeida e diz que vai defender Miguel. Almeida debocha de Guilherme por considera-lo incapaz. Maria Isabel e Juliana discutem. Juliana diz que Miguel não é mais marido de Maria Isabel. Maria Isabel fica nervosa e pede para juliana se calar caso contrário nem mesmo o comendador poderá salvá-la. Osório pega um machado e corta as mães de Genésio. Os escravos e Bá Teixeira correm para ajudar Osório que grita de dor. Depois Bá Teixeira corre para contar a Quintiliano o que aconteceu e Osório vai atrás. Osório diz a quintiliano, Filipa e Tomás que simplesmente fez seu trabalho. Nestor dá a setença dizendo que promoverá Gonzalina à administradora do armazém e Urraca como simples balconista. Gonzalina sorri e Urraca fica pasma. Catarina diz que Esméria precisa aprender a ler e a escrever que que Átila poderá ajudFrei Abília vai até a casa de Maria Isabel para avisá-la que o casamento foi feito sob coação e que neste caso pode ser anulado. Maria Isabel fica espantada. Miguel e Guilherme conversam em particular. Quintiliano pede que um escravo vá até a Vila chamar um barbeiro cirurgião. Genésio grita de dor e Filipa o ajuda. Maria Isabel, muito nervosa, expulsa frei Abílio de casa. Juliana diz a Sapião que ama Miguel e que precisa do carinho e cuidado dele sem rancor. Sapião compreende e a abraça sob o olhar de Tia Joaquina. Beatrice pede que Maria Isabel se acalme. Juliana se aproxima vindo do quintal. Maria Isabel vai se aproximar dela e Teresa se coloca na frente. Maria Isabel pede para Teresa parar de defender a escrava e a empurra. Teresa cai e rola escada abaixo. Juliana e Beatrice ficam assustadas.

Capítulo 122, quinta-feira, 17 de novembro – Teresa está caída no chão, sentindo dor. Juliana já corre até a janela e a ajuda. Filipa parece bastante nervosa diante de Quintiliano que pede ajuda para Genésio que sente muita dor. Almeida espantado diante de Osório. Crisaldo entrega um pasta com documentos a Almeida. Miguel está bastante surpreso diante do frei Abílio que contou a Maria Isabel sobre o divórcio. Maria Isabel está furiosa e anda de um lado para o outro, ela olha para a aliança em seu dedo, tira e joga longe, com ódio. Maria Isabel derruba algumas coisas que estão em cima da mesinha, furiosa. Teresa não deixa chamar Dr. Pacheco com receio de que Almeida descubra e Juliana sugere chamar Irani. Tito Pardo chega até o armazém e pede que Irani socorra Teresa. Guilherme vai até a casa de Beatrice e pergunta o que está acontecendo. Beatrice chora e diz que Teresa não está bem e Guilherme se preocupa. Guilherme invade o quarto seguido por Beatrice. Filipa e Tomás observam Genésio desacordado, com o braço enrolado em panos. Bá Teixeira e outros escravos cuidam dele. Guilherme se compadece de Teresa e diz que se for o caso é melhor ir até uma cidade vizinha onde tenha mais recursos para cuidar dela. Guilherme diz que precisa voltar e que assumiu a defesa de Miguel. Teresa fica admirada e Juliana também. Filipa suspeita e revela a Tomás sua desconfiança de que Genésio possa ser seu irmão. Maria Isabel sugere que o escravo Guiné mate Juliana e promete que ninguém saberá do ocorrido. Almeida chega em casa e Teresa diz que caiu da escada. Almeida fica bravo e culpa Teresa de não se cuidar. Teresa diz que foi empurrada e Almeida deduz que foi Maria Isabel. Teresa pede que Almeida se acalme. Miguel na cela, sozinho, impaciente. Alguns instantes e ele já se levanta ao ver Maria Isabel chegar ali. Maria Isabel encara Miguel, com ódio.

Capítulo 123, sexta-feira, 18 de novembro – Maria Isabel está furiosa diante de Miguel que vai até a câmara para falar com ele e promete uma chance de tirá-lo da prisão caso volte atrás da anulação do casamento. Teresa grita de dor e coloca a mão na barriga, Beatrice se desespera e Irani muito assustada, dando chá para Teresa e Almeida entra, assustado. Petúnia confusa diante do pedido de Urraca que pede que Petúnia seduza Almeida, coloque algo em sua bebida e o faça assinar um termo devolvendo o solar a Urraca. Rosalinda irritada, anda de um lado para outro com Petúnia e Urraca na pensão. Dr. Pacheco observa Genésio e Quintiliano se aproxima e o observa, contido, em silêncio. Maria Isabel invade a sala com os senhores e pede piedade a Miguel que foi iludido por uma escrava e Osório a questiona e pede que apelem ao frei que volte atrás da decisão da anulação. Teresa entra em prantos e Almeida a consola, sincero. Maria Isabel chega ao Engenho do Sol e se depara com Beatrice, que parece preocupada. Tito Pardo conversa com Juliana sobre o estado de saúde de Teresa e a acalma. Tito Pardo sai e alguns instantes Guiné entra com uma moringa na mão. Sem que Juliana veja, ele despeja um líquido na cuia dela. Almeida dá chá para Teresa beber, ela está mais calma e com menos dor. Emocionado, Almeida passa a mão na barriga de Teresa. Catarina procura Quintiliano desesperada sobre seu passado e constantes ameaças e é direta ao pedi-lo em casamento. Juliana está caída na senzala, com a moringa perto dela. Sapião chega, se aproxima dela. Sapião se espanta porque Juliana não responde. Maria Isabel entra, dissimulada e pergunta o que aconteceu. Chega o dia do julgamento de Miguel e Guilherme o orienta e diz já saber como agir para livrá-lo. Maria Isabel conversa com Sapião e Guiné entra e diz que fez tudo como combinado e não percebe que Sapião está ali e vai pra cima de Guiné. Beatrice tem uma espécie de surto e vai para o tanque só de camisola. Zé Leão, Tito Pardo e Dr. Pacheco se aproximam e tentam tirá-la de lá antes que a vila inteira a veja naquela situação. Beatrice não aceita e diz que foi Custódio quem mandou eles até ela e joga água neles.

Capítulo 124, segunda-feira, 21 de novembro – Tia Joaquina e Sapião conversam sobre o fato de Juliana dormir tanto. Sapião mostra para Tia Joaquina a moringa que estava ao lado de Juliana e que tem algumas ervas dentro que fazem dormir. Eles concluem que foi Maria Isabel que mandou o Guiné dar esta água para Juliana. Tozé e Rebeca estão preocupados por não encontrarem a carta de alforria. Felipa está revoltada com o que fizeram com Genésio e pede que Quintiliano tome uma atitude. Teresa diz para Irani que quer que seu filho venha ao mundo por suas mãos. Batem na porta e Maria Isabel entra querendo falar com Teresa. Beatrice está dentro da fonte e Dr. Pacheco, Urraca e Zé Leão tentam de todas as formas tirá-la de lá. Ninguém consegue. Tito Pardo fala delicadamente com Beatrice e estende a mão para tirá-la da água. Beatrice o reconhece e sai da água tremendo de frio. Catarina e Quintiliano olham para Genésio que está deitado e desacordado. Catarina diz que um escravo sem mão é um custo para o senhor, mas Quintiliano diz que Genésio não é um escravo qualquer e terá o seu apoio. Miguel aguarda o julgamento. Filipa diz a Tomás que vai até a Câmara tirar satisfação, mesmo sabendo que Miguel será julgado. Maria Isabel provoca Teresa dizendo que ela conseguiu virar o jogo. Maria Isabel diz que Almeida está com ela simplesmente por causa do filho que espera e que ele nunca se sentiu atraído por ela. Maria Teresa diz à Teresa que Almeida sempre a procura em busca dos encantos que a esposa não tem. Teresa fica em choque com o que escuta. Elas discutem. Almeida diz para Dr. Pacheco atestar insanidade de Beatrice. Dr. Pacheco concorda. Almeida sorri satisfeito. Quando os escravos estão trabalhando no canavial, Sapião, furiosos, diz a Guiné que ele tentou matar Juliana. Guiné e Sapião lutam.

Capítulo 125, terça-feira, 22 de novembro – Juliana acorda e diz que precisa defender Miguel no julgamento. Irani e Tia Joaquina pedem para ela se tranquilizar. Começa o julgamento com as presenças de Almeida, Guilherme, Osório, Dr. Pacheco, Miguel, o juiz de fora e outros senhores. Sapião tem a oportunidade de matar Guiné com um facão, mas desiste e ajuda Guiné a se levantar. Todos voltam a trabalhar no canavial. Almeida interrompe o julgamento de Miguel para dizer que tem uns documentos e pede que os soldados do capitão Osório busquem Catarina. Tomás fala ao pai que amanhã chegará a princesa filha do sheik para se casarem. Quintiliano diz que ficará honrado em recebe-la com o pai. Tomás fica confuso sem saber o que fazer. Filipa conversa com Charles para saber se existe alguma pista para provar que foi Almeida que mandou Osório matar o Barbudo. Charles diz que pode ser perigoso, mas Filipa diz decididamente que já sabe o que fazer. Juliana se encontra com Sapião e diz que vai ao julgamento para ser ouvida e tentar ajudar Miguel. Sapião a impede, mas Juliana se solta e sai correndo. Almeida diz que Miguel e Juliana estavam fugindo no porão de um barco quando um homem flagrou a fuga. Guilherme sugere que este homem seja ouvido como testemunha e pede que algum soldado busque este homem na hospedaria. Assustado, Almeida pergunta a Guilherme como ele sabe que este homem está na hospedaria. Filipa e Charles estão na hospedaria em busca de provas quando ela encontra uma. Almeida começa a contar a todos o que aconteceu na hospedaria e diz a Guilherme que a informação chegou até ele e que um dos criminosos fugiu e outro está em sua frente. Guilherme fica chocado. Catarina conta para Esméria que ganhou a liberdade mas o conde não registrou a alforria no cartório porque morreu antes. Neste momento, soldados batem na porta da casa de Catarina. Teresa chama Maria Isabel de traidora e diz que ela seria capaz de eliminar qualquer pessoa que atrapalhe seus planos. Teresa chama Maria Isabel de assassina, que se assusta com o que ouve. Guilherme é levado para uma cela por Osório. Quintiliano aponta uma arma para Osório e pede para soltar Guilherme. Miguel diz que o julgamento foi uma armadilha. Almeida diz que Miguel deve ser condenado à morte. Juliana invade o local, corre para os braços de Miguel e diz que se matá-lo terão que matá-la também.

Capítulo 126, quarta-feira, 23 de novembro – na Câmara, Miguel está nervoso diante de Juliana. Almeida, Dr. Pacheco, o juiz de fora e os senhores ao redor. Almeida sugere que Juliana e Miguel sejam afastados definitivamente. Teresa acusa Maria Isabel de ter se envolvido com Almeida para ter um filho e acusa de ter matado tia Elza. As duas discutem arduamente e Teresa desfere um tapa no rosto de Maria Isabel. Quintiliano ameaça atirar em Osório para que solte Guilherme que foi acusado de ter matado o pirata Barbudo. Filipa chega sem deparar com Quintiliano, apontando uma arma na direção de Osório que rapidamente pega Filipa pelos cabelos. Loreto conversa com Ximena, Rosalinda chega e se enfurece ao ver a cena. Miguel tentam convencer Almeida a vender Juliana e propõe pagar mais que o valor da euforria. Beatrice é consolada por Tito Pardo e os dois se beijam. Após longa discussão, Osório liberta Guilherme da prisão. Almeida está pressionado diante de Juliana, Miguel e Dr. Pacheco. Almeida diz que não vai vender Juliana e alega que Teresa precisa da escrava. Catarina é levada por soldados e está diante do juiz e os senhores, Rebeca com ela, Almeida, Osório e Dr. Pacheco presentes. Almeida entrega alguns documentos a Catarina, que se espanta com o que vê. Almeida diz que Catarina foi vendida a ele a partir daquele momento, a condessa virava escrava dele. Catarina fica chocada. Esméria procura por Maria Isabel e lhe pede ajuda. Maria Isabel diz que quando ela mais precisou Esméria virou as costas. Esméria ameaça contar toda a verdade caso Maria Isabel não a ajude. Teresa vem de dentro e ouve a conversa e pede que Esméria conte toda a verdade. Catarina sai da câmara algemada e furiosa. Miguel e Juliana entram da sala e param diante do juiz, Dr. Pacheco e demais senhores. Almeida e Osório entram em seguida. Almeida diz que confia na justiça e enaltece que os senhores chegaram a um veredito. Dr. Pacheco diz que já tem a sentença e Juliana e Miguel imploram por clemência.

Capítulo 127, quinta-feira, 24 de novembro – Miguel e Juliana estão na câmara, na expectativa. Almeida, Osório, Dr. Pacheco, o juiz de fora e os senhores presentes a ouvir a sentença. Teresa pede que Esméria não se intimida com Maria Isabel e revele o que sabe dela que terá sua ajuda para com Catarina. Catarina chega ao solar e conta a Tozé e Rebeca que foi vendida como escrava para Almeida. Segue o julgamento de Miguel e Juliana e Dr. Pacheco pune Maria Isabel e a proíbe de participações de eventos na vila. Dr. Pacheco sentencia Juliana com uma punição típica de escravo que foge, e será marcada pelo seu senhor. Juliana fica chocada. Miguel é obrigado a desistir de Juliana de uma vez por todas, e também perde todos os bens incluindo o solar e a gráfica. Catarina diz a Tozé que irá fugir com Esméria. Juliana está desesperada e Almeida tenta contê-la. Juliana e Miguel são afastados. Almeida vai até o solar da condessa e permite a ela dormir a última noite no solar antes de ir para senzala. Quintiliano visita Genésio que pede desculpas por ter falado besteira a Filipa. Almeida dá a notícia a Maria Isabel, Beatrice e Teresa sobre as punições. Maria Isabel fica revoltada e Beatrice inconformada em saber que Almeida será seu tutor. Sapião conversa com Tito Pardo que não deixará Almeida marcar a pele de Juliana. Catarina prepara um jantar especial como despedida do solar e convida os soldados que a esperam do lado de fora, eles a primcípio negam, mas não resistem a mesa farta. Almeida pega o ferro de marcação e caminha na senzala até que encontra Juliana. Juliana se levanta tena, ao ver Almeida com o ferro na mão. Almeida esquenta no fogo a letra para marcar o corpo de Juliana. Almeida diz a Juliana que ela deve se entregar a ele. Juliana vai falar alguma coisa e Almeida já a beija.

Capítulo 128, sexta-feira, 25 de novembro – Almeida beija Juliana, que tenta se desvencilhar. Juliana pede que não a machuque e encara Almeida, em pânico. Almeida olha para o ferro no fogo, com a letra F já em brasa. Osório tem uma arma apontada para Miguel e questiona o que ele irá responder para as autoridades sobre seu sumiço. Catarina serve um jantar para os soldados que foram prendê-la, eles comem a vontade até que de repente tossem e caem ao chão desmaiados. Catarina aproveita para fugir. Petúnia vê que Osório está armado, empurrando Miguel com a arma e Petúnia se esconde. Juliana chora apavorada diante de Almeida que larga o ferro em brasa e começa a beijar suas costas e diz que ela é sua escrava e será sua mulher. É quando Maria Isabel surge ali. Maria Isabel ameaça que se ele não a castigar ela o fará. Juliana vê o ferro em brasa, ali no chão, o pega rapidamente e já se vira para Almeida, encostando o ferro na barriga dele para se defender. Catarina e Esméria se vestem com as fardas dos soldados e são ajudadas por Tozé e Rebeca a fugirem . Tito Pardo e Beatrice correm para a senzala e se deparam com Juliana que feriu Almeida. Maria Isabel culpa Juliana e Almeida diz que Juliana pagará com a vida. Sapião se adianta e se coloca na frente de Juliana. Miguel caminha pela mata com Osório, exausto Miguel cai no chão e Osório ordena que levante. Miguel faz que vai levantar e já o surpreende com um movimento rápido que faz a arma de Osório voar longe. Almeida parte pra cima de Sapião com o ferro em brasa. Sapião escapa dos golpes. Teresa ameaça ferir a barriga com o ferro em brasa caso a confusão não acabe e todos se espantam. Juliana foge dali. Almeida prende Maria Isabel no quarto e proíbe que ela saia. Osório luta com Miguel e o rende novamente. Loreto surge por trás e aponta uma arma na cabeça de Osório e manda baixar a arma ou morrerá ali mesmo. Loreto rende Osório. Beatrice sugere que Juliana tenha que partir o quanto antes e ela se assusta em ter que fugir novamente, mas desta vez para uma casa de um parente de quem Custódio estimava muito. Almeida corre para casa de Nestor e Urraca fica assustada ao vê-lo. Almeida tira a camisa, sentindo muita dor e já mostra a marca do ferro. Loreto prende Osório na câmara e Miguel também é levado pra outra cela. Almeida está no sofá, adormecido, com Petúnia ao seu lado, seminua, coberta por um lençol. Ela acaricia os cabelos de Almeida, que desperta, tonto. Urraca vai até Almeida e o beija na testa. Urraca diz que foi uma demonstração de amor pelo presente que ele a deu assinando um documento transferindo o solar para ela definitivamente. Almeida se espanta. Loreto vai até o solar da condessa e encontra os soldados e Crisaldo descordados e deduz que Catarina fugiu. Zé Leão chega ao armazém de Nestor e diz que ouviu um falatório na rua que pegaram escravo tentando fugir e era do Engenho do Sol. Nestor e Sapião acreditam ser Juliana. Zé Leão diz que parece ser uma mulher e está muito ferida e eles reagem espantados.

Capítulo 109, segunda-feira, 28 de novembro – Quintiliano visita Genésio que pede desculpas por ter falado besteira a Filipa. Almeida dá a notícia a Maria Isabel, Beatrice e Teresa sobre as punições. Maria Isabel fica revoltada e Beatrice inconformada em saber que Almeida será seu tutor. Sapião conversa com Tito Pardo que não deixará Almeida marcar a pele de Juliana. Catarina prepara um jantar especial como despedida do solar e convida os soldados que a esperam do lado de fora, eles a princípio negam, mas não resistem a mesa farta. Almeida pega o ferro de marcação e caminha na senzala até que encontra Juliana. Juliana se levanta tensa, ao ver Almeida com o ferro na mão. Almeida esquenta no fogo a letra para marcar o corpo de Juliana. Almeida diz a Juliana que ela deve se entregar a ele. Juliana vai falar alguma coisa e Almeida já a beija. Almeida beija Juliana, que tenta se desvencilhar. Juliana pede que não a machuque e encara Almeida, em pânico. Almeida olha para o ferro no fogo, com a letra F já em brasa. Osório tem uma arma apontada para Miguel e questiona o que ele irá responder para as autoridades sobre seu sumiço. Catarina serve um jantar para os soldados que foram prendê-la, eles comem a vontade até que de repente tossem e caem ao chão desmaiados. Catarina aproveita para fugir. Petúnia vê que Osório está armado, empurrando Miguel com a arma e Petúnia se esconde. Juliana chora apavorada diante de Almeida que larga o ferro em brasa e começa a beijar suas costas e diz que ela é sua escrava e será sua mulher. É quando Maria Isabel surge ali. Maria Isabel ameaça que se ele não a castigar ela o fará. Juliana vê o ferro em brasa, ali no chão, o pega rapidamente e já se vira para Almeida, encostando o ferro na barriga dele para se defender. Catarina e Esméria se vestem com as fardas dos soldados e são ajudadas por Tozé e Rebeca a fugirem . Tito Pardo e Beatrice correm para a senzala e se deparam com Juliana que feriu Almeida. Maria Isabel culpa Juliana e Almeida diz que Juliana pagará com a vida. Sapião se adianta e se coloca na frente de Juliana. Miguel caminha pela mata com Osório, exausto Miguel cai no chão e Osório ordena que levante. Miguel faz que vai levantar e já o surpreende com um movimento rápido que faz a arma de Osório voar longe. Almeida parte pra cima de Sapião com o ferro em brasa. Sapião escapa dos golpes. Teresa ameaça ferir a barriga com o ferro em brasa caso a confusão não acabe e todos se espantam.

Capítulo 110, terça-feira, 29 de novembro – Juliana foge dali. Almeida prende Maria Isabel no quarto e proíbe que ela saia. Osório luta com Miguel e o rende novamente. Loreto surge por trás e aponta uma arma na cabeça de Osório e manda baixar a arma ou morrerá ali mesmo. Loreto rende Osório. Beatrice sugere que Juliana tenha que partir o quanto antes e ela se assusta em ter que fugir novamente, mas desta vez para uma casa de um parente de quem Custódio estimava muito. Almeida corre para casa de Nestor e Urraca fica assustada ao vê-lo. Almeida tira a camisa, sentindo muita dor e já mostra a marca do ferro. Loreto prende Osório na câmara e Miguel também é levado pra outra cela. Almeida está no sofá, adormecido, com Petúnia ao seu lado, seminua, coberta por um lençol. Ela acaricia os cabelos de Almeida, que desperta, tonto. Urraca vai até Almeida e o beija na testa. Urraca diz que foi uma demonstração de amor pelo presente que ele a deu assinando um documento transferindo o solar para ela definitivamente. Almeida se espanta. Loreto vai até o solar da condessa e encontra os soldados e Crisaldo descordados e deduz que Catarina fugiu. Zé Leão chega ao armazém de Nestor e diz que ouviu um falatório na rua que pegaram escravo tentando fugir e era do Engenho do Sol. Nestor e Sapião acreditam ser Juliana. Zé Leão diz que parece ser uma mulher e está muito ferida e eles reagem espantados. Sapião, Zé Leão e Nestor ficam preocupados com o boato de uma escrava que estava fugindo e foi feriada. Desconfiam que seja Juliana. Loreto está espantado diante de Crisaldo e dos soldados que estão somente com as roupas de baixo. Ele chama a atenção de Crisaldo pelo o que fez e sai em direção a Doces Campos para descobrir alguma coisa. Urraca vitoriosa com o documento em mãos. Almeida se veste, irritado. Petúnia o observa, sorrindo, terminando de se vestir também. Almeida vai embora e Urraca feliz por ter conseguido o que queria: voltar à nobreza.

Capítulo 111, quarta-feira, 30 de novembro – Teresa está na cama, preocupada, diante de Beatrice, porque Almeida saiu de casa na noite anterior e não voltou. Beatrice diz que isto é bom porque dá tempo de Tito Pardo e Juliana fugirem. Maria Isabel está trancada no quarto. Petúnia vai atrás de Almeida que a trata com frieza e indiferença. Dr. Pacheco observava com reprovação e diz para Petúnia arrumar suas coisas na pensão e ir embora. Petúnia fica espantada. Tomás, nervoso, diante de Quintiliano, Guilherme, Filipa e Bá Teixeira aguardam a chagada do sheik com sua filha. Nesta hora, batem na porta e é Loreto procurando por Catarina. Guilherme sai apressado com Loreto para procura-la. Almeida já está diante de Miguel e Osório, cada um em uma cela. Alguns soldados por ali, mais afastados. Almeida tira a chave da cela da mão de um soldado, já abrindo a cela de Osório que sai, furioso. Almeida diz que mandar Miguel embora o mais rápido possível. Sapião corre por uma trilha chamando por Juliana e Tito Pardo. Urraca diz para Nestor e Irani que Miguel perdeu todos os seus bens após o julgamento e que Almeida assinou um documento transferindo o solar de volta para ela. Charles entra de repente dizendo que precisa falar urgentemente com Nestor. Neste momento, Belezinha desce as escadas vestida de noiva e se declara para Charles. Enquanto Almeida, Osório levam Miguel algemado, Loreto, Guilherme e Zé Leão aparecem e dizem que Miguel é testemunha que Osório confessou o assassinato do Barbudo mas Almeida diz que a palavra dele não vale nada. Soldados aparecem e dizem que a escrava que fugiu foi esfaqueada. Miguel se assusta pensando que é Juliana.

Capítulo 112, quinta-feira, 01 de dezembro – Charles diz para Belezinha que não está lá para se casar mas para conversar com o pai dela. Capitão seguro o braço de Catarina que grita para soltá-la. Tozé pede para pelo menos cuidar do braço machucado dela. Rebeca diz que tem dinheiro para pagar e o capitão hesita. Catarina percebe que capitão se distraiu e o golpeia fazendo a faca dele cair. Capitão grita para ela parar de correr e aperta o gatilho. Rebeca se joga na frente de Catarina. Catarina, Tozé, Sapião e Esméria se chocam com o que veem. Dália, que está com o rosto coberto por um véu, chega com o sheik, Violeta e mais dois escravos chegam na casa de Quintiliano. Todos vão ajudar Rebeca. Osório segura o braço de Catarina. Rebeca não resiste e morre. Os soldados entregam Miguel algemado para os guardas da Coroa. Alguns instantes e Osório aparece com Catarina e Esméria pelos braços. Catarina está ferida. Juliana desperta na carroça conduzida por Tito Parda já um pouco distante da Vila. Beatrice pede para Almeida soltar Maria Isabel do quarto. Ele abre a porta do quarto e se assusta com muitas cabelos no chão. Osório empurra Catarina para dentro da senzala acorrentada. Tia Joaquina diz para ela resistir. Quintiliano puxa o véu que cobre o rosto de Violeta e se choca. Tomás diz ao pai que quer se casar com Violeta. Quintiliano dá a benção e todos ficam felizes. Almeida conta para Teresa o que aconteceu com Maria Isabel e ela se assusta. Miguel está na mata da África e recebe mais uma carta de Juliana. Ela espera por uma carta de Miguel dizendo que vai voltar. Teresa e Beatrice conversam sobre Leôncio, que já está com seis anos de idade. Ele coloca uma barata morta no meio do livro que Maria Isabel está lendo. Almeida chama por Leôncio pelo canavial até que vê um pedaço de fita verde no chão e acha outro mais na frente. Almeida paralisa ao ver algo no chão que o surpreende.

Capítulo 113, sexta-feira, 02 de dezembro – Almeida continua assustado e se revela diante de Leôncio, um menino de aproximadamente 6 anos. Ele tem algumas fitas e um facão na mão. O garoto observa o pai, impassível. Almeida repreende Leôncio que estava sozinho no canavial. Leôncio encara o pai, em silêncio, antes de sair correndo. No engenho, Sapião retira uns amarrados de cana de um carrinho enquanto fala com Mina e lembra que Juliana gostava do dia da botada, da festa, do banquete. Almeida termina de desamarrar as mãos de um escravo magrinho, que tem os punhos enrolados com a fita verde. Osório, agora feitor do engenho, observa de longe. Teresa repreende Leôncio e Beatrice observa questionando se o garoto é filho de Teresa. Charles conversa com Nestor e Tomás sobre o cartaz a procura de um suspeito que entra nas fazendas para libertar escravos. Genésio entrega algumas cartas de Filipa à Quintiliano. Violeta parece agoniada diante de Rosalinda e revela que já fez de tudo para engravidar e não consegue. Juliana conversa com Tito Pardo sobre as lembranças da fazenda. Maria Isabel diante de uma roda de fiar, com o olhar perdido na roda. Catarina e outros escravos trabalham duro e Catarina está cansada, suada. Esméria serve uma cuia de água para a irmã. Esméria promete que vai arrumar um jeito de libertar Catarina e para isso vai pagar com a mesma moeda com Almeida, tirando o que ele tem de mais valioso que é o filho Leôncio, para a surpresa de Catarina. Filipa conversa com Bá Teixeira sobre a discussão que continua com o pai sobre seus pretendentes que insiste em lhe arrumar.

Capítulo 114, segunda-feira, 05 de dezembro – Juliana está sentada no chão, com alguns escravos à sua volta, crianças, adolescentes, alguns homens e mulheres. Eles estão atentos, sentados em roda, enquanto Juliana conta a história e procura despertar o interesse deles. Na África, Miguel está emocionado diante de um oficial da tropa que diz que ele já cumpriu a pena e que agora será mandado para Luanda, até o Depósito Geral dos Degredados. Miguel pergunta por quanto tempo ainda tem que continuar a pagar a pena, e o oficial responde que apenas o necessário para fazer o registro do término do degredo. Miguel vibra ao saber que pode voltar ao Brasil. Guilherme e Tozé conversam sobre os avanços no solar da condessa que estão ajudando os escravos livres a trabalharem e ainda afirma que falta conseguir a alforria da condessa. Kamau está na Vila e observa por alguns instantes. Nestor se aproxima de Kamau, curioso. Nestor oferece ajuda e Kamau diz que está à procura de trabalho. Tomás e Charles colam os cartazes do Cavaleiro da Mancha nos muros e fachadas. Kamau anda por ali e observa. Esméria hospeda Kamau no solar. Miguel escreve uma carta, dentro de uma cabana improvisada. Acontece uma festa na Vila e a moagem da cana continua, observada por Almeida, Teresa, Beatrice, Leôncio, Tia Joaquina, Sapião, Urraca e demais escravos. Almeida observa Leôncio, que aponta para algo que vê. É Maria Isabel, que se aproxima, devagar, toda de preto. Com sombrinha também preta, observando aquilo. Beatrice fica emocionada a ver a filha, que tem o olhar perdido na moagem. Juliana está cabisbaixa, com Tito Pardo ao seu lado, também triste. Eles estão diante de uma fogueira, numa área dos fundos de uma casa. Tito Pardo diz a Juliana que eles devem voltar para a Engenho do Sol ou então alguém aparecerá para tomar o que Ismael deixou após morrer e levá-los a força. Um sujeito acabara de chegar na Engenho do Sol, em cima de um cavalo, usando uma roupa escura, capa, chapéu e uma máscara no rosto, coberta por alguns retalhos de pano. A máscara é metade negra e metade branca. É o Cavaleiro da Mancha observando a casa grande da Engenho do Sol.

Capítulo 115, terça-feira, 06 de dezembro – o Cavaleiro da Mancha observa a casa grande. Alguns instantes e ele vê Osório se aproximando da casa. Osório se detém, ouve um barulho, olha para a mata. Osório aguarda um pouco, até que se dirige à casa grande, sob o olhar do Cavaleiro da Mancha, por trás da árvore. Juliana está nervosa, diante de Tito Pardo que pede que ela volte ao engenho. Juliana diz que não quer voltar pois quer paz longe do Almeida e de Maria Isabel e que Miguel está prestes a voltar. Esméria está bastante agitada, enquanto conversa com Tozé sobre a vontade de sequestrar o filho do Almeida para livrar Catarina da escravidão. Irani questiona Belezinha sobre o misterioso que a visita às escondidas. Dália está mais bem vestida do que anteriormente, pois virou a estrela da companhia. Ela tem um buquê de flores na mão, enquanto Violeta está ali, triste e comenta com Dália que não consegue engravidar. Quintiliano janta sozinho e se perde nos pensamentos, lembra de Filipa sob olhar de Bá Teixeira. Beatrice conversa com Teresa que não vai ficar para o jantar, pois precisa se recolher. Maria Isabel está fiando, quando percebe Leôncio na porta, observando. Leôncio pergunta se Maria Izabel é uma bruxa e Maria Isabel o encara. A festa dos escravos continua e Tia Joaquina conta as histórias do passado. Catarina percebe alguém escondido, observando tudo. Osório chega e chama por Catarina e diz que ela vai ser apresentada aos convidados do Almeida como escrava que toca instrumentos de gente rica. Catarina fica tensa e observa a todos, humilhada. Loreto pede aos soldados que se o Cavaleiro da Mancha aparecer para avisá-lo imediatamente. Loreto vê Rosalinda caminhar pela rua melancólica. Guiné e outros escravos estão acorrentados. Eles se assustam com a chegada do Cavaleiro da Mancha que faz sinal para eles não fazerem barulho. Guiné pede que o leve para o quilombo, ele assente e faz sinal para se calar. Catarina toca sua harpa, humilhada, diante do olhar de Almeida, Osório, dr. Pacheco, Urraca e demais convidados. Teresa está um pouco mais afastada, Leôncio também por ali, no chão, brincando.

Capítulo 116, quarta-feira, 07 de dezembro – o Cavaleiro da Mancha abre as correntes dos escravos que ficam surpresos sem saberem para onde vão. Miguel parece nervoso diante do oficial e reclama sobre o sumiço do baú que contém os documentos que comprovam o pagamento da pena. O Oficial pede que Miguel siga com a caravana para Luanda, onde fará o registro do fim do degredo, mas Miguel diz não ter como comprovar sem os documentos e o oficial sugere que Miguel recomece a vida onde está. Miguel diz que precisa partir imediatamente. Teresa está nervosa diante de Almeida que diz que Leôncio sumiu. Almeida ordena que todos os escravos procurem Leôncio pelo engenho. Juliana e Tito Pardo fogem em cima de uma carroça. Tito Pardo diz a Juliana que se eles não fugissem dali seriam levados como escravo de outro senhor e Juliana assente, mas se preocupa que Miguel não a encontre quando voltar. Maria Isabel caminha pela mata e percebe um barulho estranho. Leôncio surge por trás de Maria Isabel que se irrita. Maria Isabel caminha pela mata escura com Leôncio que está assustado. Almeida e Sapião estão procurando por Leôncio pela mata. Leôncio corre de Maria Isabel. Catarina volta para a senzala aflita. Osório chega e pergunta onde está o menino e Catarina diz não saber de nada. Osório pega Catarina pelos cabelos e diz que Catarina pretende negociar a liberdade dela em troca do garoto. Catarina diz que Osório está louco. O Cavaleiro da Mancha chega no Quilombo com Guiné e mais um escravo, em dois cavalos. Os quilombolas vibram, aplaudem e começam a cantar em coro. Maria Isabel procura por Leôncio na mata, nervosa. Maria Isabel vê uma tocha e percebe que são Almeida e Sapião. Almeida pergunta de Leôcnio e Maria Isabel diz que estava com ela, mas sumiu. Osório chega correndo e avisa que o Cavaleiro está na fazenda. Almeida pega Maria Isabel pelo braço com ódio e pergunta onde está Leôncio, no espanto de Maria Isabel.

Capítulo 117, quinta-feira, 08 de dezembro – Almeida está furioso com Maria Isabel por querer saber onde está Leôncio. Osório e Sapião perguntam se Leôncio foi para a mata. Neste momento, o menino aparece e abraça o pai. Leôncio, nervoso, diz que quem o trouxe foi a Maria Isabel. Almeida volta para casa e diz para Teresa que Maria Isabel tinha levado Leôncio para a mata. Leôncio confirma que foi a tia que o levou para a mata, mas Tia Joaquina percebe que o menino está mentindo. Almeida discute com Osório e fica revoltado quando sabe da notícia que o Cavaleiro da Mancha pisou em suas terras e levou dois escravos. Almeida pede que Osório não deixe esta notícia se espalhar na senzala, mas Catarina já contou para Sapião. Miguel termina de cumprir a pena e recebe do oficial apenas as cartas de Juliana que estavam no baú. Ele pergunta de seu dinheiro, mas o oficial diz que não encontrou nada no baú. Ele vai embora junto com os outros homens para Luanda. Tito Pardo e Juliana seguem de carroça para o Engenho do Sol. Juliana tem esperança de cuidar do filho de Teresa. Leôncio tenta pegar frutas em uma árvore. Algumas frutas caem em cima de Leôncio. Ele fica irritado e diz que vai mandar um escravo cortar a árvore. De repente uma menina pula da árvore e sai correndo. Leôncio sai correndo atrás da menina. Almeida pede que Osório reúna homens para capturar o Cavaleiro da Mancha sem que os escravos saibam. Tozé diz para Esméria que não a ajudará com o plano que pode libertar Catarina, pois pode dar errado e Esméria pode ser presa. Neste momento, Kamau desce as escadas e diz que todos os homens e mulheres, independentemente da cor, precisam ser livres. Enquanto Quintiliano, Guilherme, Tomás e Violeta tomam café, Dr. Pacheco aparece e diz que precisa falar sofre Filipa. Sapião conta para Tia Joaquina que o Cavaleiro da Mancha foi na senzala e deixou dois pedaços de pano juntos, um preto e um branco, como marca registrada toda vez que liberta um escravo.

Capítulo 118, sexta-feira, 09 de dezembro – Kamau conversa com Esméria e se lembra de quando Osório o levou embora junto com outros escravos deixando para trás seu filho e sua mulher Luena. Teresa vai atrás de Leôncio. Leôncio corre atrás da menina, Dorinha, que tropeça e cai. Ela diz que pegou fruta da árvore porque estava com fome e Leôncio diz que ela estava roubando e vai falar para os pais dela. Ela diz que não tem pai nem mãe e sai correndo. Leôncio volta para a fazenda com Teresa. Dr. Pacheco pede para Quintiliano a mão de Filipa em casamento. Maria Isabel diz para Beatrice que ainda ama Miguel e que vai esperar por ele o tempo que for preciso. Miguel segue na mata e um oficial lhe dá um saquinho com dinheiro. Miguel diz que vai usar o dinheiro para reencontrar Juliana e o agradece. Teresa diz para Leôncio não sair de casa sem avisar os pais. O menino conversa com a mãe e demonstra alguns sinais de maldade com as palavras. Teresa fica preocupada. Esméria diz para Guilherme que precisa libertar Catarina. Genésio e Sapião se encontram. Sapião conta para Genésio que o Cavaleiro da Mancha libertou Guiné. Nestor serve café para Kamau. Em um determinado momento, aparece o símbolo do pai de Miguel na madeira talhada. Almeida diz, com raiva, para Teresa cuidar melhor de Leôncio e que um justiceiro invadiu suas terras. Catarina caminha com um galão nas mãos. Ela se afasta dos outros escravos e despeja um líquido verde sobre a terra. Nestor conta para Kamau que aquele era o símbolo que marcava os escravos trazidos da África pelo pai de um amigo. Osório entra no armazém. Kamau se assusta ao reconhecer Osório.

Capítulo 119, segunda-feira, 12 de dezembro – no armazém, Kamau está em choque observando Osório, que fala com Nestor. Kamau procura esconder o rosto. Com ajuda de Tozé, Catarina continua a envenenar a plantação da fazenda, com o intuito de derrubar a produção e forçar Almeida a vendê-la. Almeida está nervoso diante de uma papelada e reclama de prejuízos com a safra e mais as dívidas. Almeida joga os papéis no chão e Maria Isabel abre a porta. Maria Isabel pressiona Almeida a tomar providências urgentes, caso contrário, Almeida terá que encontrar uma nova fonte de renda. Tomás está trabalhando e Guilherme chega. Guilherme conversa com Tomás e pede para que não deixe Violeta sozinha, já que os dois precisam encarar juntos o fato de ela não engravidar. Charles chega e diz que recebeu informações do Cavaleiro da Mancha. Quintiliano pede à Bá Teixeira que organize o quarto de Filipa, pois ela voltará para a fazenda. Rosalinda e Belezinha conversam e Rosalinda diz que a pensão precisa voltar a ser o local de liberdade que foi em outros tempos. Kamau está atento a explicação de Nestor sobre Miguel que está na África pagando por ter raptado uma escrava. Kamau se emociona e Nestor pergunta se está tudo bem. Kamau diz que a história que ele contou o faz lembrar de um jovem casal que também teve seu destino interrompido. Maria Isabel está em casa, no tear, fiando e pensativa nas lembranças de Miguel. Leôncio se aproxima e pergunta se ela está falando sozinha. Maria Isabel se assusta e só então percebe que Leôncio estava na porta. Urraca finge que está passando mal e Dr. Pacheco cuida dela. Petúnia e Gonzalina estão ali e percebem que é mentira mas prendem o riso. Urraca faz sinal para elas se afastarem, sem que Dr. Pacheco perceba. Kamau caminha pela Vila até que esbarra em Almeida. Os dois discutem e Almeida pede que Kamau mostre os papéis de homem livre. Kamau diz que só fará isso caso ele mostre que é um funcionário da Coroa. Almeida diz que é presidente da Câmara. Os dois se encaram. É quando Rosalinda aparece e contorna a situação e pergunta se estão conversando sobre a apresentação da cantora lírica que se apresentará na vila.

Capítulo 120, terça-feira, 13 de dezembro – Guilherme discute com Almeida que quer aumentar os impostos sobre matéria-prima e mão-de-obra. Urraca fica fuirosa com Zé Leão que não consegue produzir seu perfume pois as mercadorias não estão chegando à vila e que também perdeu a fórmula e suas anotações. Guilherme, Quintiliano, Tomás e Violeta conversam durante o jantar e Quintiliano comenta que Filipa está voltando para a fazenda e Violeta se anima. Quintiliano diz a Tomás e Guilherme que eles precisam apoiar a decisão de que Filipa deve se casar com o homem que ele escolheu. Na África, Átila se emociona ao ver Miguel se aproximando, espantado. Os dois se abraçam, Átila chora, aliviado. Miguel avista uma corrente nos pés de Átila, que não consegue falar, de tanto que chora. Um homem se aproxima, com um chicote nas mãos. O soldado que estava com Miguel faz sinal para o homem, que se detém. Átila diz a Miguel que ficou preso por dívida, enquanto buscava por sua filha desaparecida. Átila pede ajuda à Miguel. Miguel diz à Átila que ele está seguro e promete que levá-lo de volta para o Brasil, custe o que custar. Juliana e Tito Pardo conversam já próximos à fazenda Engenho do Sol. Juliana diz que teme que Almeida queira se vingar por todos os anos que se passaram e que gostaria que Miguel estivesse ao seu lado. Tito Pardo a encoraja e acreditar na força que tem. Átila está aflito em ver Miguel conversando com um líder e conferindo seus documentos. Miguel diz à Átila que vai pagar pela liberdade dele. Um homem se aproxima e abre as correntes de Átila. Guilherme está diante de Nestor que fica estupefado ao ouvir de Guilherme que deseja que Nestor se candidate a um cargo na Câmara. Kamau está diante de Teresa e Beatrice que aguardam enquanto Almeida foi buscar Leôncio para apresentar a Kamau. Teresa comenta com Kamau sobre a educação de Juliana e Sapião chega. Teresa diz que Sapião foi o responsável por salvar a vida de Juliana ainda quando pequena. Kamau encara Sapião, surpreso. Almeida procura por Leôncio na frente da casa-grande. Leôncio aparece e Almeida diz que precisa apresentar-lhe uma pessoa. Leôncio aponta e vê uma carroça chegando. É Juliana e Tito Pardo.

Capítulo 121, quarta-feira, 14 de dezembro – Almeida encara Juliana e se aproxima da carroça onde ela está com Tito Pardo. Leôncio com ele e Mina mais afastada. Juliana sai da carroça e se volta para o menino. Juliana abre os braços para Leôncio, mas o menino sai correndo para o mato de novo. Juliana já corre atrás de Leôncio e se afasta, sob o olhar frio de Almeida. Kamau e Sapião ainda se olham, espantados. Teresa e Beatrice estranham e perguntam se os dois já se conheciam. Sapião fica sem palavras e Kamau procura esconder a emoção e diz que é novo por ali. Nestor e Irani continuam confusos diante de Guilherme que orienta que eles sejam renomados na vila, pois pagam impostos mais que os outros por causa do armazém. Quintiliano encara Filipa. Tomás e Violeta observam. Filipa surpreende Quintiliano com um abraço. Átila e Miguel caminham juntos, mas Átila sempre olha para trás, nervoso. Miguel assegura a Átila que comprou a liberdade dele e que ninguém mais vai persegui-lo. Átila diz a Miguel que sofreu muito no cativeiro e que não conseguiu achar sua filha. Maria Isabel tem uma mantinha nas mãos. Ela fala alto, querendo ser ouvida. Dorinha observa, escondida, por entre as árvores. Maria Isabel percebe sua presença, mas finge que não a viu. Leôncio surge correndo e assusta Maria Isabel que o repreende. Maria Isabel se interrompe, pasma, ao ver Juliana surgir, correndo atrás de Leôncio. Almeida está diante de Kamau, Teresa e Beatrice e pede para voltar uma outra hora para conhecer Leôncio. Kamau anda pela rua e encontra Sapião. Os dois se abraçam, emocionados. Sapião revela a Kamau que fez o que ele ordenou anos atrás, para salvar a menina e cuidar dela a vida inteira. Kamau diz a Sapião que ele já está um homem. Miguel é cercado por homens com facões e foices e Átila pede que o deixem em paz. O líder encara Miguel por um tempo, mas o deixa partir. Quando Miguel e Átila vão passando cautelosamente, um dos homens segura Átila que reage bruscamente e uma luta começa entre eles.

Capítulo 122, quinta-feira, 15 de dezembro – Juliana abraça Tia Joaquina, ambas muito emocionadas. Sapião vem de fora e vê Juliana, ele se emociona e perde as palavras e sorri para Juliana. Os dois se abraçam, felizes. Almeida está em seu gabinete e estranha Maria Isabel de pé diante dele. Maria Isabel pede que Almeida trate a volta de Juliana ao engenho com rigor e que a coloque no lugar dela, para que evitem os erros do passado. Almeida concorda com Maria Isabel e diz que Juliana será tratada como uma escrava qualquer. Quintiliano conversa com Filipa e mesmo contrariada, aceita as condições do pai em arrumar um pretendente. Dr. Pacheco e Guilherme conversam e Dr. Pacheco acha uma loucura que Nestor mesmo sendo um bom sujeito, esteja apto a um cargo na câmara. Kamau volta para o solar e Esméria pergunta por Catarina. Kamau pergunta por Juliana e Esméria diz que ela foi tratada como sinhá. Juliana agradece Beatrice por tudo que ela fez para ajudá-la. Teresa está nervosa diante de Almeida e diz que Juliana continuará sendo sua mucama e Almeida diz para Juliana ficar no engenho, que mantenha distância da casa-grande. Maria Isabel entra no quarto com Juliana, que parece tensa. Maria Isabel pede desculpas a Juliana. Juliana também pede desculpas para Maria Isabel. Maria Isabel abre o armário, e pega um pequeno punhal. Juliana fica tensa. Maria Isabel mostra os calendários ali marcados e diz que Miguel voltará arrependido e correrá para seus braços, e quando isso acontecer, terão uma segunda chance. Juliana fica surpresa diante da expressão firme de Maria Isabel com o punhal na mão.

Capítulo 123, sexta-feira, 16 de dezembro – Juliana está em choque diante de Maria Isabel, que ainda a encara, doentia, com um punhal na mão. Maria Isabel desliza o punhal na parede com o calendário de todos os dias que anotou a espera de Miguel. Ela diz à Juliana que o que sente por Miguel não é apenas amor e sim sentimento de posse. Almeida dá ordem a Osório para capturar o Cavaleiro da Mancha. Teresa diz à Beatrice que Almeida quer proibir Juliana de ajudar a criar Leôncio. Juliana diz à Tia Joaquina que Maria Isabel continua a odiando e esperando por Miguel. Miguel volta de uma trilha e diz a Átila que negociou com uns mercadores que estão a caminho do Brasil e que irão conseguir voltar ao Brasil. Átila abraça Miguel, feliz. Filipa come bolo enquanto conversa com Bá Teixeira e diz que acredita que Átila voltará. Esméria está diante de Kamau e pergunta a ele se Juliana é sua filha. Kamau revela que sim e segura as mãos de Esméria e pede que não revele a ninguém. Esméria promete ajudar Kamau a encontrar Juliana na condição dele ajudar a libertar Catarina. Juliana encontra Catarina e as duas se abraçam. Catarina diz à Juliana que está preocupada com Esméria em seu desespero de livrá-la. Juliana promete conversar com Esméria e acalmá-la. Osório chega e diz que assim como Catarina, Juliana também irá trabalhar, as duas se despendem. Juliana vai para a moenda. Quintiliano está irritado diante de Guilherme que argumenta que colocar o verdureiro Nestor na Câmara não é a solução. Guilherme assegura que outros setores da sociedade terão alguma representatividade pela primeira vez. Rosalinda não quer conversar com Loreto, pois sabe que ele vai mais uma vez se desvencilhar em não querer assumi-la. Loreto diz que não vai desistir de Rosalinda e a segura bem próximo de si. Rosalinda pede a Loreto um filho e ele teme que ela não aguente a gravidez. Rosalinda diz a Loreto que assume os riscos.

Elenco / Personagens

Confira o perfil e conheça os personagens da novela Escrava Mãe

Átila
Leo Rosa
Átila é um professor e escritor. Jovem cheio de planos e ideologias, pretende fundar um jornal na Vila de São Salvador. Crítico ao sistema de produção, Átila tentará, clandestinamente, fazer denúncias contra os senhores e defender os direitos dos escravos. É inteligente, articulado com as palavras, indagador. Átila também é o melhor amigo de Tomás, filho de um dos grandes líderes da cidade, o coronel Quintiliano. Começa a história apaixonado por Maria Isabel. Será amigo de Miguel e o ajudará a se envolver com Juliana, o que provoca a ira de Maria Isabel.

Bá Teixeira
Elina de Souza
Bela e que regula de idade com o coronel. Sempre fora escrava de dentro de casa. Faz o papel de mãe e é respeitada por todos, principalmente pelo coronel Quintiliano. Mulher correta, justa e muito leal ao patrão. Dedicou-se àquela família desde que a sinhá era viva e praticamente assumiu a família depois da morte dela. Tem carinho pela antiga senhora e grande respeito pelo senhor. Quintiliano, por sua vez, tem uma forte gratidão pela mulher – sinal de que foram cúmplices de algo no passado, o que levanta suspeitas sobre a morte da esposa dele.

Beatrice
Bete Coelho
Esposa de Custódio, D. Beatrice é uma mulher educada, culta e sofisticada. Submissa ao marido, ela é a típica figura da dona de casa perfeita. Tem respeito pelos escravos e jamais se intromete nos negócios do marido. No passado, fora o grande amor do coronel Quintiliano, mas escolhera Custódio como marido e companheiro de vida. Por conta do problema físico de Teresa, dera mais atenção à filha caçula, protegendo-a de tudo e todos, o que sempre causara incômodo por parte de sua outra filha, Maria Isabel. Beatrice também protege Juliana, escrava que crescera com suas filhas. Após a morte do marido, Beatrice herdará o escravo Tito Pardo, que será seu grande amigo nos momentos mais difíceis de sua vida.

Belezinha
Karen Marinho
Filha de Seu Nestor e Irani, Belezinha não é uma mulher tão bela quanto considera seu pai. É prendada. Desde cedo, ajudara a mãe nos quitutes e o pai no armazém. É excelente costureira e atende algumas moças da Vila. Sonha em ser uma moça bonita e elegante como Maria Isabel. Acha que todos os homens que frequentam o armazém têm interesse nela e reclama com o pai, o que aumenta os ciúmes de Seu Nestor.

Catarina
Adriana Lessa
Mulher elegante que chega misteriosamente na Vila, habitando um solar que estava abandonado há anos. O local é repleto de lendas e mistérios, que D. Catarina simplesmente ignora.

Charles
Saulo Meneghetti
Charles é o rapaz que ajudará Tomás e Átila na tipografia e que se tornará estudioso com eles. Inspirado pelo processo abolicionista inglês, impulsionado pelos protestantes, vai trazer novas ideias para a Vila e encontrar resistência no Frei Abílio, pároco da Vila. Será engajado na luta contra a escravidão.

Custódio de Avelar
Antonio Petrin
Um dos líderes locais, o coronel Custódio é dono do Engenho do Sol, uma das principais fazendas açucareiras da região e onde trabalha Juliana. Ele é simpático, doce, respeitador e autoritário na medida certa. Trata-se de um homem respeitoso com os escravos e demais trabalhadores. Casado com D. Beatrice, é pai de Teresa e Maria Isabel. Ao descobrir uma doença fatal e na ausência de um herdeiro que cuidaria de seus negócios, Custódio vai arranjar o casamento de uma das filhas com Almeida. Acreditando que Almeida é um homem de confiança e responsável, Custódio vai prepará-lo para assumir tudo à sua maneira.

Dália
Manuela Duarte
Dália é dançarina da pensão Jardineira. Cômica, bonita e exagerada, é uma mulher que ainda está descobrindo seus encantos e que não tem um talento natural para a sedução. É tão afoita para acertar que acaba afastando muitos homens. Seria facilmente expulsa do local, se Rosalinda Pavão não tivesse nela uma amiga e confidente. O sonho de Dália é ser a melhor dançarina do local. Vê Rosalinda como um verdadeiro ídolo. Dália é criativa em seus números musicais, apesar de não ter muito talento artístico.

Esméria
Lidi Lisboa
Escrava bonita, sensual e fogosa, mas de caráter duvidoso. Maldosa, invejosa, dissimulada e eterna rival de Juliana. Mucama de Maria Isabel, Esméria tem inveja da relação que a família dos senhores tem com Juliana, principalmente Teresa, sua sinhá. Sempre tentará prejudicar Juliana. Buscará conquistar o Comendador Almeida quando este se interessar por Juliana. Vive como cão e gato com Sapião; Esméria detesta os senhores e não tem a menor gratidão por eles, sente-se explorada. Será parceira de Maria Isabel em muitas maldades contra o casal Miguel e Juliana.

Fernando Almeida
Fernando Pavão
Vilão da história, Almeida é um sujeito de personalidade forte e caráter duvidoso. Filho de D. Urraca, que procura manipular o filho sempre que pode, Almeida jamais assumira grandes responsabilidades – o que resultou na dilapidação do patrimônio da família, depois da morte de seu pai. Vaidoso, sedutor, de porte e aparência sofisticados, vai se casar com Teresa por interesse, assumindo os negócios no Engenho do Sol. Dissimulado, preconceituoso, frio, calculista, será rival do coronel Quintiliano Gomes, dono da fazenda Doce Campo. O rapaz gosta de jogos e tem fraco por bebida. Vai se revelar um sujeito sanguinário e vingativo, principalmente quando ficar obcecado pela escrava Juliana. Terá em Zé Leão seu capanga e contará com Maria Isabel como sua principal aliada. Quando descobrir sobre o relacionamento de Miguel e Juliana, será capaz de tudo para separar o casal.

Filipa
Milena Toscano
Filha mais nova do coronel Quintiliano e a única mulher na casa (além das escravas, claro), Filipa é o oposto do que se espera das mulheres daquela época. Apesar de fazer todas as atividades geralmente destinadas às mulheres de famílias ricas, Filipa sabe que a vida tem muito mais a oferecer do que apenas se casar e cuidar de uma família. Trata os escravos de igual para igual, gosta de andar de cavalo, praticar esgrima, capoeira com o escravo Genésio e cavalgar. É uma feminista em potencial. É namoradeira como o irmão Tomás, mas vive em pé de guerra com ele por considerar a proteção machista. Respeita Guilherme e tenta tornar o irmão um homem menos conservador. Não admite, mas é apaixonada por Átila, o melhor amigo de Tomás, que lhe trata como uma criança. Para impressioná-lo, Filipa vai se envolver em planos de fugas de escravos, colocando-se em perigo.

Genésio
Rogério Brito
Genésio é um escravo trabalhador e “faz-tudo” na fazenda Doce Campo. Amigo da Bá Teixeira. Tem ânsia de liberdade e faz questão de manter suas raízes africanas. Respeita os senhores, tem uma relação mais próxima com Tomás e Filipa. Desconfia do caráter de Guiilherme e tem medo do coronel Quintiliano, pelos mistérios envolvendo seu passado. Vai se envolver na formação do quilombo da região. É amigo de Sapião, com quem troca informações sobre os senhores e sobre os movimentos de fugas de escravos.

Guilherme
Roger Gobeth
Filho mais velho do coronel, é o sucessor natural do pai nos negócios. Conservador, esforçado e estudioso, Guilherme estudou no exterior e defende o sistema escravista com unhas e dentes. Apesar de ser um homem inteligente, ele é um pouco inseguro e se incomoda com as ideias liberais do irmão Tomás, de quem sempre fora amigo e conversara bastante. O sonho de Guilherme é servir a corte portuguesa, se aproximar da família real a quem admira. Implica um pouco com o jeito extrovertido da irmã, Filipa, e procura ser protetor dela, embora ela não aceite as intromissões do irmão mais velho. Gosta de Teresa, com quem viverá uma conturbada e proibida história de amor.

Irani
Adriana Londoño
É uma mulher simples e trabalhadora, descendente dos índios goitacás, que viviam na região. Irani também é bondosa, bem-humorada, maternal. Ajuda o marido no armazém e é uma quituteira de mão cheia, além de ser a parteira da Vila. Não aceitará a presença de Miguel de imediato, por um motivo mais forte do que parece; ela considera os portugueses dizimadores de seus descendentes. Após um início conturbado com Miguel, ela se transformará numa verdadeira mãe adotiva para ele. Quer que Belezinha mantenha distância das pessoas mais ricas e não verá com bons olhos a aproximação de Miguel com a família do coronel Custúdio.

Juliana
Gabriela Moreyra
Filha de uma escrava africana com o traficante de escravos branco Osório, Juliana é uma bela mulata de expressões delicadas e corpo escultural. Respeitosa, educada e trabalhadora, ela é uma pessoa justa e de caráter incorruptível. Sabe se defender quando precisa, luta por aqueles que ama. Foi criada na fazenda Engenho do Sol e desde cedo trabalhara como mucama de Teresa, filha mais nova de sua sinhá, que regulava de idade com ela. Tem no escravo Sapião um irmão e na Tia Joaquina uma mãe. É grata aos seus senhores e detesta a escravidão pela violência dos feitores e capatazes, homens que lhe causam repugnância. Não compreende como pessoas podem se julgar superiores a outras, mas não se revolta contra o regime, já que crescera nessa realidade. Apesar de sua condição de escrava, Juliana cultiva o sonho de ser livre e viver um grande amor. Viverá um grande dilema quando se apaixonar justamente pelo novo feitor da fazenda, Miguel. Por conta de sua exuberante beleza, desperta a inveja de outras mulheres, como Esméria e Maria Isabel, além da cobiça do Comendador Almeida, que será seu novo senhor, marido de Teresa. Sofrerá bastante nas mãos dele e de Maria Isabel, que se apaixonará justamente por Miguel. Maria Isabel jamais suportará ser rejeitada por Miguel e fará da vida de Juliana um verdadeiro inferno, aliando-se a Almeida contra ela. Sua trajetória será bastante sofrida e com muitos momentos dramáticos até o nascimento de sua filha, a escrava Isaura.

Kamau
Marcelo Batista
Kamau é capturado na África com a mãe de Juliana e ambos são trazidos para o Brasil. Após a morte de Luena, ele é capturado e promete voltar para se vingar de Osório e salvar a filha de Luena, Juliana. Kamau retorna como Viriato, negro livre, professor de música. Ele terá grande importância na vida de Juliana.

Loreto
Junno Andrade
Capitão Loreto é o chefe de polícia da Vila, que procura manter a ordem na região. Tem contatos com poderosos da corte, é quase o prefeito do local. Gosta de saber de tudo que se passa e acompanha de perto o movimento dos jovens e dos escravos. Tem contato direto com o feitor Zé Leão, que cuida dos escravos do Engenho do Sol. Costuma implicar com Rosalinda Pavão por causa da pressão de Urraca. Mas a verdade é que ele é apaixonado por ela. Perseguirá os jovens abolicionistas e terá muitos problemas com levantes de escravos.

Luena
Nayara Justino
Negra bonita que será raptada na África e trazida para o Brasil. Passará por momentos difíceis e será violentada pelo traficante de escravos. Por outro lado, ela terá a proteção de Kamau e conhecerá o grande amor quando trouxer Juliana ao mundo. Morre assim que sua filha nasce.

Mãe Quitéria
Neusa Borges
Mulher sábia e maternal. Cuida de Luena durante a gravidez e será cruelmente morta pelos traficantes de escravos.

Maria Isabel
Thaís Fersoza
Filha mais velha do coronel Custódio, Maria Isabel é uma mulher bonita, sedutora, manipuladora. Ao contrário da mãe e da irmã, Maria Isabel puxou a personalidade forte do pai. É decidida, inteligente, determinada em seus planos. Preconceituosa, segura e fria, é capaz de dizer e fazer as maiores barbaridades sem se exaltar. O defeito físico da irmã sempre fora utilizada por ela como uma forma de inferiorizar Teresa. Tem atração por violência, gosta de observar as punições aos escravos, utilizar os instrumentos de tortura. É uma mulher muito agradável e simpática quando lhe interessa. Por trás de seu sorriso meigo, há uma verdadeira bomba-relógio. Não aceitará ser rejeitada por Miguel e odiará a escrava Juliana por isso. Contará com a fidelidade de sua mucama Esméria para tornar a vida de Juliana um verdadeiro pesadelo. É a paixão do idealista Átila e o usará sempre que lhe for conveniente.

Miguel Sales
Pedro Carvalho
É o herói da história. Jovem português, bonito, atlético, bem educado, com boa formação e bem informado com relação aos acontecimentos da corte e do mundo. Chega à Vila de São Salvador em busca de novas oportunidades. Despertará a atenção das mulheres da cidade, como Maria Isabel. Apesar de ser visivelmente um jovem vindo de família rica, aceita trabalhar no armazém de seu Seu Nestor para se estabelecer na cidade. Aluga um quartinho nos fundos da venda e será praticamente adotado pelos donos do local, Nestor e D. Irani, por quem terá grande carinho e gratidão. Miguel chega ao Brasil sabendo que seus pais morreram no passado por perseguições políticas e que tinham relações com pessoas da região, como os senhores de engenho. O português vai se empenhar na busca por informações sobre os mandantes do crime. Apesar de estar no local para executar sua vingança, Miguel se apaixonará perdidamente por Juliana, o que mudará seus planos. Terá grandes momentos de embate com o Comendador Almeida e será o grande protetor de Juliana, com quem terá uma filha.

Nestor
Cesar Pezzuoli
Homem correto, honesto e trabalhador. Seu Nestor é o responsável pela venda de suprimentos na Vila de São Salvador e sabe de tudo que acontece na região por causa do movimento em seu estabelecimento. Respeita e teme os senhores de terras, irrita-se com a opressão. Casado com Irani, mulher simples e descendente de indígenas, Seu Nestor tem uma proteção exagerada com a filha, Belezinha. Será um verdadeiro mentor para Miguel.

Osório
Jayme Periard
O capitão do mato começa a trama como traficante de escravos, sendo responsável pela captura de Luena, mãe de Juliana. Anos mais tarde, retorna para a Vila e se torna feitor da fazenda Doces Campos, do coronel Quintiliano. A presença de Osório sempre será um terror para os escravos e principalmente para Juliana.

Osório
Jayme Periard
O capitão do mato começa a trama como traficante de escravos, sendo responsável pela captura de Luena, mãe de Juliana. Anos mais tarde, retorna para a Vila e se torna feitor da fazenda Doces Campos, do coronel Quintiliano. A presença de Osório sempre será um terror para os escravos e principalmente para Juliana.

Pacheco
Henri Pagnoncelli
Dr. Pacheco é o físico da Vila e amigo dos grandes senhores da região. Membro da Câmara Municipal, ele participa de todas as decisões políticas da Vila. Trata-se de um homem educado, de grande influência junto aos homens da Corte. Velho amigo dos coronéis Custódio e Quintiliano, conhece a histórica rivalidade e procura apaziguar as brigas frequentes. Desconfia das intenções de Almeida, mas desperta o interesse da mãe dele, D. Urraca. A figura de homem sério e digno pode ficar comprometida por um mistério que movimentará a trama.

Petúnia
Robertha Portella
É uma das dançarinas da Pensão Jardineira. Mulher bonita e sedutora, Petúnia é amante de Almeida e sempre ficara convencida por ser a preferida dele. Dúbia, interesseira e até mesmo um pouco esnobe, Petúnia se acha a florzinha mais bonita da Pensão e entra em bastante atrito com Rosalinda Pavão, que está sempre de olho em suas armações. Petúnia é uma mulher que não mede esforços para conseguir o que deseja e ficará extremamente incomodada com o casamento de Almeida com Teresa. Ela sempre se submetera ao tratamento violento de Almeida por interesse e não o deixará em paz tão facilmente.

Quintiliano Gomes
Luiz Guilherme
Dono da fazenda Doce Campo é tradicional rival do coronel Custódio. Homem bonito, elegante e imponente, é um dos líderes locais mais influentes por ter muitos contatos na corte. Trata os escravos com autoridade, é um defensor do regime escravista e totalmente contrário à abolição. Não se dedica apenas ao cultivo da cana-de-açúcar, mas também à criação de gado e plantação de café. Também participa, clandestinamente, de alguns leilões provenientes do tráfico de escravos. A briga entre os dois senhores vai além do âmbito profissional; Custódio e Quintiliano disputaram o amor de D. Beatrice, que acabou casando com o primeiro. Quintiliano também se casou, mas ficou viúvo e com três filhos: Guilherme, Tomás e Filipa. A morte rápida da esposa de Quintliano levantara suspeitas na população e contribuíra para o clima de mistério que rondava a figura de coronel. Com relação aos filhos, Quintiliano tem em Guilherme seu braço direito, mas sua preferência é por Tomás, justamente o filho que não quer saber dos negócios da família e é contra o sistema escravista. Com Filipa, única mulher da família, a proteção dele é ainda maior.

Rebeca
Mariza Marchetti
Sobrinha da Condessa Catarina, Rebeca é uma mulher bastante independente e viajada, que detestará a vida na nova cidade. Inteligente e madura, ela mexerá com a cabeça dos rapazes da cidade, como os amigos inseparáveis Tomás e Átila que se apaixonarão completamente por ela. Por ser completamente a frente de seu tempo, Rebeca tentará mudar o destino das moças da Vila.

Rosalinda Pavão
Luiza Tomé
Nordestina extravagante e animada, Rosalinda Pavão é dona da Pensão Jardineira, a taberna da Vila. Ou melhor, a casa onde cuida de suas florzinhas, que é como chama as garotas que vivem lá. Rosalinda é uma mulher forte, determinada, que não leva desaforos para casa. Muito à frente de seu tempo, é respeitada pelos homens e odiada pelas outras mulheres. Sabe segredos de todos os homens da cidade e vive cercada por agrados e favores de seus clientes, geralmente os homens mais importantes da Vila. Mas o grande amor de Rosalinda é o chefe de polícia Capitão Loreto, com quem vive uma relação de amor e ódio. A grande oponente de Rosalinda na Vila é D. Urraca, defensora da moral e dos bons costumes. Mesmo sendo uma mulher animada e explosiva, Rosalinda tem seus mistérios, suas tristezas do passado que ela prefere manter em segredo.

Teresa
Roberta Gualda
Filha de Custódio e Beatrice, irmã de Maria Isabel. Filha preferida da mãe, Teresa nascera com um pequeno defeito físico – uma perna maior que a outra – o que a deixara um pouco manca. Mais do que na aparência, tal problema deixara marcas profundas na construção de sua personalidade; Teresa é uma mulher insegura, tímida, que vive reclusa e mergulhada em livros e estudos. Bondosa e até ingênua, sempre se dedicou às tarefas domésticas e detesta eventos sociais. Romântica, tem na escrava Juliana, sua mucama, uma grande amiga e confidente. Na realidade, Juliana é a única amiga de Teresa. Com temperamento oposto ao da irmã, a quem admira e considera a mulher mais bonita da Vila, Teresa aceita de bom grado o casamento arranjado com Almeida. A relação com o marido será difícil, principalmente quando ele se interessar por Juliana. Teresa viverá momentos muito sofridos e um conflito constante, se deixando levar pelos próprios instintos, manipulados por Maria Isabel e sua mucama Esméria.

Tito Pardo
Nill Marcondes
Braço direito do coronel Custódio, o escravo Tito Pardo é alto e forte, com uma aparência um tanto assustadora. Não é de falar muito, é sério e trabalhador. Costuma ser chamado por alguns de “cão de guarda” do patrão, o que incomoda Zé Leão, feitor da fazenda. Tito Pardo tem a liberdade prometida pelo patrão, mas é deixado como herança para D. Beatrice. Pelo testamento de Custódio, Tito Pardo estaria livre após a morte de Beatrice. Tal acontecimento frustra completamente os planos do escravo, que se transforma num homem ainda mais fechado e amargurado.

Sapião
Sidney Santiago
O escravo Sapião é esperto, atlético, trabalhador, carismático e excelente jogador de capoeira. Fofoqueiro, geralmente é responsável pela circulação de informações na fazenda e até mesmo na Vila. É carinhoso com Tia Joaquina e um verdadeiro protetor de Juliana. Foi ele quem salvara sua vida e desde então se sente responsável por ela. Por muitas vezes confunde os sentimentos, principalmente quando Juliana se torna uma mulher muito bonita. Sonha com a liberdade, quer enriquecer e se tornar um senhor de posses. Quando a fazenda se tornar um local violento, será um grande incentivador de fugas e rebeliões de escravos.

Tia Joaquina
Zezé Motta
Tia Joaquina é uma das mais antigas escravas do Engenho do Sol. Respeitada por todos os escravos, ela age como mãe de muitos deles, como é o caso de Juliana e Sapião. É uma mulher bondosa e trabalhadora e que inspira confiança. Cozinheira da Casa Grande, Tia Joaquina conta muitas histórias sobre o seu passado na África, dizendo ser filha de um grande rei que unificara algumas tribos num período entre guerras. Tia Joaquina sabe de tudo que se passa na casa e é uma verdadeira mentora para Juliana, ficando a seu lado nos momentos de dificuldade. Criou as filhas de sua sinhá com muita dedicação e conhece muito bem as duas. Percebe as tramas de Esméria e Maria Isabel e faz de tudo para manter a paz na fazenda.

Tomás
Raphael Montagner
Filho do meio do coronel Quintiliano, Tomás é um rapaz simpático e carismático, comunicativo e agradável. É o oposto do irmão. Idealista, nunca se envolvera com os negócios da família. É crítico quanto ao modo de produção vigente e a crueldade do tráfico de escravos. Tomás é um abolicionista em potencial e desenvolverá seus pensamentos com o melhor amigo, o jornalista Átila, em reuniões secretas. Gosta de ler e conhece as histórias; usa as palavras como armas de sedução. Conquistador nato, Tomás viverá envolvido em confusões amorosas, sendo um verdadeiro Casanova da Vila. Envolve-se com mulheres casadas, solteiras, novas e velhas, o que lhe rende boas confusões e noites na cadeia.

Toze
Cassio Scapin
Fiel serviçal da condessa Catarina, Tozé é bastante educado, vaidoso e se veste com elegância, tendo uniformes de seda, chapéus com penas e acessórios especiais. É quase um mordomo, um lacaio de uma rainha. Tozé agitará a vida cultural na colônia e ajudará a condessa a desvendar um grande mistério – motivo pelo qual estão na Vila de São Salvador.

Urraca de Góis Almeida
Jussara Freire
Mãe de Almeida, Urraca é a grande defensora da moral e dos bons costumes da Vila de São Salvador. Imponente, sofisticada, irônica, ela consegue ser ferina em seus comentários. Urraca veste-se como uma integrante da família real; gosta de chapéus, leques, tudo que lhe dê um ar aristocrático. Sua bengala é usada praticamente como um cetro; Urraca tem a nobreza dentro de si. E apenas isso, já que, na realidade, a mulher está falida e perdera todo o patrimônio deixado pelo marido. Vive de aparências em seu solar e teve que vender seus escravos, principalmente por Almeida ter dilapidado o patrimônio da família com viagens e jogos. O casamento do filho com Teresa será a salvação de sua família. Na Vila, Urraca vive em pé de guerra com Rosalinda Pavão, mulher que ela quer expulsar da cidade. Tem inveja de D. Beatrice, que fora disputada por Custódio e Quintiliano, este por quem fora apaixonada. A revelação dos segredos de Urraca podem mostrar um lado desconhecido dela. Para se proteger, ela mesma pode se surpreender com o que será capaz de fazer.

Velho Tião
Ivan de Almeida
Um dos negros que é capturado na África e decide fugir com Kamau e Luena. Espécie de mentor para Kamau, também será cruelmente morto pelos traficantes de escravos.

Violeta
Débora Gomez
Também moradora da Pensão Jardineira, Violeta é uma mulher muito bonita e atraente. Ao contrário de Dália, ela tem uma sedução natural, algo que desperta a atenção dos homens, mas é proibida por Rosalinda a atendê-los, apesar de ser considerada uma de suas florzinhas. Na realidade, é sua florzinha preferida. Violeta é incentivada a estudar e aprender ofícios que a tornariam uma senhora de família, algo que a garota tenta combater. Ouve os conselhos de Rosalinda, mas quer seguir seus impulsos, ser a florzinha preferida dos homens que frequentam o local. Viverá uma história de amor com Tomás, o grande conquistador da Vila.

Zé Leão
Marcello Scorel
Feitor-mor do Engenho do Sol, Zé Leão é quem administra a produção da fazenda e vigia os escravos para que cumpram todas as ordens do senhor. Responsável também pelas punições, Zé Leão é temido e odiado pelos escravos, que acumulam histórias sobre o homem. Por mais que o coronel Custódio não permita abuso de autoridade, nenhum escravo tem coragem para enfrentá-lo quando isso ocorre. Zé Leão é um sujeito rude e que se torna bastante violento sob efeito do álcool. Tem o caráter duvidoso e será o violento capanga de Almeida quando este se tornar o novo senhor de engenho.

Elenco
• GABRIELA MOREYRA – Juliana
• PEDRO CARVALHO – Miguel Sales
• ANTÔNIO PETRIN – Coronel Custódio Avelar
• BETE COELHO – Beatrice
• THAÍS FERSOZA – Maria Isabel
• ROBERTA GUALDA – Tereza
• LUIZ GUILHERME – Coronel Quintiliano Gomes
• MILENA TOSCANO – Filipa
• ROGER GOBETH – Guilherme
• RAPHAEL MONTAGNER – Tomás
• FERNANDO PAVÃO – Comendador Fernado Almeida
• JUSSARA FREIRE – Dona Urraca
• JAYME PERIARD – Osório
• MARCELO ESCOREL – Zé Leão
• MARCELO BATISTA – Kamal
• NAYARA JUSTINO – Luena
• ZEZÉ MOTTA – Tia Joaquina
• LIDI LISBOA – Esméria
• SIDNEY SANTIAGO – Sapião
• ROGÉRIO BRITO – Genésio
• NILL MARCONDES – Tito Pardo
• ELINA DE SOUZA – Bá Teixeira
• IVAN DE ALMEIDA – Velho Tião
• NEUZA BORGES – Mãe Quitéria
• LUIZA TOMÉ – Rosalinda Pavão
• MANUELA DUARTE – Dália
• ROBERTHA PORTELA – Petúnia
• DÉBORA GOMEZ – Violeta
• KAREN MARINHO – Belezinha
• SAULO MENEGHETTI – Charles
• MARIZA MARCHETTI – Rebeca
• CÁSSIO SCAPIN – Tozé
• CÉSAR PEZZUOLI – Nestor
• ADRIANA LONDOÑO – Dona Irani
• ADRIANA LESSA – Catarina
• LEO ROSA – Átila
• JUNNO ANDRADE – Capitão Loreto
• HENRI PAGNOCELLI – Dr. Pacheco

Trilha Sonora Nacional e Internacional

Tema de Abertura: COMO VAI VOCÊ – Bruno e Marrone

Como vai você?
Eu preciso saber da sua vida
Peça a alguém pra me contar sobre o seu dia
Anoiteceu e eu preciso só saber
Como vai você?
Que já modificou a minha vida
Razão de minha paz já esquecida
Nem sei se gosto mais de mim ou de você

Vem, que a sede de te amar me faz melhor
Eu quero amanhecer ao seu redor
Preciso tanto me fazer feliz
Vem, que o tempo pode afastar nós dois
Não deixe tanta vida pra depois
Eu só preciso saber
Como vai você

Como vai você?
Que já modificou a minha vida
Razão da minha paz já esquecida
Nem sei se gosto mais de mim ou de você

Vem, que a sede de te amar me faz melhor
Eu quero amanhecer ao seu redor
Preciso tanto me fazer feliz
Vem, que o tempo pode afastar nós dois
Não deixe tanta vida pra depois
Eu só preciso saber
Como vai você…

Comentário para: “Escrava Mãe Resumo | Personagens | Trilha Sonora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. souzaTania de

    Não consegui visualizar a trilha sonora desta novela. Tem uma musica que gostei e não consigo saber qual é.