Coração Selvagem Resumo | Personagens | Trilha Sonora

Confira o resumo da novela Coração Selvagem desde o primeiro capítulo. Além do resumo você terá informações sobre a história, personagens e trilha sonora. Fique por dentro das novidades das novelas, aqui você encontra o resumo completo de Coração Selvagem e de todas as novelas do SBT.

Sobre a Novela Coração Selvagem

  • Título Original: Corazón salvaje
  • Período de exibição (Original/México): 05/07/1993 a 18/02/1994
  • Nº de capítulos (Original/México): 160
  • Autoria: Caridad Bravo Adams
  • Direção: José Rendón e Alberto Cortés
  • País de origem: México
  • Título no Brasil: Coração Selvagem
  • Período da 1ª exibição (SBT): 04/11/2000 a 12/03/2001
  • Horário (SBT): 17h00
  • Nº de capítulos (SBT): 71

A distinta família Alcazar tem uma mancha em seu brasão, Francisco marido de Sofia teve um caso extra- conjugal com uma mulher da aldeia, e dessa fornicação nasce João que até os 15 anos de idade foi criado por seu padrasto, um homem bêbado e vagabundo que só lhe ensinou malandragens. Francisco, ao saber da existência de seu filho bastardo o procura e o leva para viver com sua esposa e seu outro filho André. Sofia não aceita conviver com a prova do pecado de seu marido, em meio a tantos problemas, Francisco sofre um acidente à cavalo, e morre com a carta que reconheceria João como seu filho legítimo. Irada, Sofia não pensa duas vezes e expulsa João abandonando-o a sua própria sorte.

Passam-se muitos anos e a história se desenrola em um perigoso “quarteto d’amour”, Mônica e Aimé são filhas da viúva Catarina, ainda que irmãs, são totalmente distintas. Aimé foi criada por uma tia na capital, freqüentou escola para moças, e os mais altos saraus da sociedade mexicana tentando encontrar um marido rico, porém suas tentativas eram todas em vão, já que apesar do nome Altamira que ostentava, a sedutora dama não tinha dote, já a doce Mônica, ficou aos cuidados de sua madrinha Sofia com o intuito de preparar uma verdadeira “Senhora” para seu filho André Alcazar que só tinha visto a noiva quando tinha apenas 8 anos de idade. Na capital, André recém chegado da Europa (onde passou mais de 15 anos estudando), conhece sua prima Aimé, e se apaixona por ela. Quando André volta para o povoado, descobre que sua mãe firmou um compromisso de casamento com Mônica, mas o rapaz se nega, e afirma que se casará com Aimé.

Envergonhada por ser trocada pela irmã, Mônica, com dignidade aceita que Aimé se case com André e entra para um convento. Quando Aimé volta para o povoado conhece o pirata João do Diabo, e se apaixona por seus encantos e seu jeito rude de ser, se entrega a uma paixão ardente com requintes de luxúria. Mesmo amando João, Aimé preferiu se casar com André, pela posição social e pelo conforto que o nome Alcazar lhe proporcionaria. Sedento de vingança, João do Diabo passa a odiá-la e atormentar sua vida quando André resolve cumprir o ultimo desejo de seu pai de que nunca desampare o irmão, e agora que André já é um homem, propõe a João que ele viva na fazenda e que tome posse da metade da fortuna dos Alcazar.

Vivendo na fazenda, João conhece Mônica, e se casa com ela para enciumar Aimé, sem amor, Mônica faz mais esse sacrifício para impedir que o pirata contasse para André que era amante de sua irmã. Mas a vida dá voltas e voltas, com o passar do tempo João se descobre apaixonado por sua mulher, e sente nojo da amante Aimé. Por outro lado, André descobre a verdadeira face de Aimé, e se separa, recalcado, agora quer a todo custo se casar com Mônica para reparar este mal, porém Mônica está completamente apaixonada por seu Marido.

Batista, o capataz da fazenda prepara uma armadilha para Aimé, sabota o cavalo da moça que sofre um acidente e acaba morrendo. O caráter de André muda muito, chega ao ponto de tentar violar Mônica, sem sucesso, ele diz ao irmão rival que conseguiu. Honrado, João mesmo acreditando em André não deixa de amar sua esposa.

André se arrepende de ter mentido, e conta toda a verdade para o irmão, quando finalmente se abraçam e esquecem as mágoas do passado.

Mônica e João finalmente são felizes e não lamentam tudo o que sofreram, eles sabem que tudo isso aconteceu por terem um coração selvagem.

Resumo de Todos os Capítulos da Novela Coração Selvagem

** Resumo completo não disponível
** Confira o resumo de alguns capítulos da novela Coração Selvagem.

Capítulo 41 – Segunda – 29/01/2001.
Serafim comenta que Açucena foi trabalhar como empregada na casa do Dr. Marcelo para poder vigiar de perto ao Joaquim e tentar descobrir alguma coisa. João pede a Telma que conte para Aimeé que ele não vai embora com a Mônica e que a aconselhe a voltar para o André. João vai embora da cabana de Telma. Em sua casa, o Dr. Noel conta para Mônica e Catarina o que aconteceu com João do Diabo, o porquê da fuga e o que o capitão Espinola disse para Aimeé. Dona Catarina não gosta nada de saber que Aimeé e João não fugiram juntos. O advogado diz às duas que estão sendo vigiadas. Dona Catarina fica indignada, diz que estão sendo tratadas como delinquentes e culpa João por isso. Mônica sai em defesa do João, diz para a mãe que ele é seu marido, que ela o ama e que se ele quiser o acompanhará até o fim do mundo. Mas, dona Catarina está disposta a tudo para evitar que Mônica e João se reconciliem e diz à filha que vai pedir ao frei Domingo que anule o casamento. João chega na fazenda dos Altamira e ao reencontrar Mônica, a beija apaixonadamente. João diz a Mônica que a ama e que nunca a traiu. Mônica cuida dos ferimentos do marido. Joaquim conta para Açucena por que se viu obrigado a procurar provas contra João do Diabo. Marcelo diz a Amanda que não está disposto a permitir que a fortuna da família passe para mãos estranhas. Comunica sua decisão de se casar com Mariana e, caso ela não aceite, a mandará para um convento. André confessa a Sofia que não entende porque Aimeé e João se portaram tão mal com ele. Ele diz também que sente a morte do João pois não teve tempo de se vingar do que ele lhe fez. Pedro e Segundo, que esperam por João do lado de fora da fazenda dos Altamira, vêem o homem que está vigiando a propriedade. Mônica avisa os amigos de João, que ele não poderá deixar a fazenda por que está muito debilitados e seus ferimentos não estão cicratizados. João conta a Mônica que deixou Aimeé na cabana da Telma e que ela espera um filho do André. Enquanto isso, na cabana, Telma conta para Aimeé que João já foi embora e lhe dá o seu recado. Revoltada, Aimeé diz que prefere vê-lo morto ou na prisão do que ao lado de sua irmã. E garante que ela não será a única infeliz nessa história. Pedro entrega uma carta do Dr. Noel para que Açucena a leve para Amanda. Pedro também avisa a garota para que não se aproxime da taberna pois está sendo vigiada. João diz a Mônica que não a levará com ele.

Capítulo 42 – Terça – 30/01/2001.
Aimeé chega na fazenda dos Altamira e, ao vê-la, Catarina corre para abraçá-la. Se fazendo de vítima ela diz à mãe que João a levou à força e que só está lá por que conseguiu fugir. Aimeé pergunta pela irmã e conta para Catarina que espera um filho de André Alcazar. João diz à Mônica que não pode levá-la porque foi ameaçado por Aimeé. Mônica promove o encontro entre João e Noel. O advogado conta ao João que ele foi dado como morto e que a situação só poderá se reverter se ele aparecer. Catarina vê o João e o expulsa da fazenda. Mônica enfrenta a mãe e ameaça desaparecer para sempre caso ela denuncie o João. Ela suplica à mãe que não comente com Aimeé que João está na fazenda e explica porquê. Açucena entrega à Amanda a carta onde o Dr. Noel diz que procurou por ela durante todos esses anos, confessa que sofreu muito com essa situação e pede perdão. Noel e Mônica saem da fazenda e são seguidos pelos vigias, João sai em seguida, protegido por um cobertor e é ajudado pelo amigo, Segundo. O Dr. Marcelo não gosta nada de ver a fazenda sem vigilância e pede ao capitão Hernandez que mande mais homens . Mas ,o capitão lembra o advogado de que as pessoas do povoado respeitam João do Diabo e não farão nada contra ele. Sofia coloca Amanda contra Açucena dizendo que não deve confiar na garota pois ela é amiga do João do Diabo e que também foi sua mulher. Batista conta ao André que João e Aimeé não estavam no barco que explodiu e que estão vivos. João pergunta pelo paradeiro dos dois. O Dr. Noel decide falar sobre o seu passado, conta a Mônica como foi sua vida quando era jovem e admite que a filha de Amanda pode ser sua filha. Amanda conta para Açucena o que Sofia disse sobre ela. Açucena conta o que Sofia e Alberto fizeram para que João fosse preso e diz que o Dr. Noel pode confirmar a história que ela acaba de contar. Açucena dá para Amanda o endereço do advogado. Sofia diz ao Dr. Marcelo que gostaria muito que seu filho, André, se casasse com Mariana. O advogado informa que a jovem já está comprometida com ele. André cobra uma explicação de Carrera por ele ter ajudado sua mãe e Alberto a prepararem uma armadilha contra o João. Carrera acaba contando como foi a fuga do João e quem ordenou a explosão do seu próprio barco. André ameaça mandá-lo para a prisão caso ele denuncie Sofia e Alberto. Mônica conta para Açucena que João já saiu do povoado e que não querem que ela continue trabalhando para o juiz. Mônica conta para Amanda quem é João do Diabo, que o ama e garante que ele é inocente. Amanda sente não poder ajudá-la pois o Dr. Marcelo nunca ouve seus apelos e confessa que tem medo dele.. Catarina conta ao Alberto que Aimeé está de volta. Telma confirma para Sofia que Aimeé espera um filho do André. Marcelo comenta com Amanda sobre sua conversa com Sofia e pede a ela que conte tudo para Mariana. O tenente Garcia entrega ao Dr. Noel o relatório sobre o carregamento de armas O advogado revisa os papéis e confirma que estão faltando duas caixas. Ele diz que salvou uma pessoa de permanecer presa.

Capítulo 43 – Quarta – 31/01/2001.
Mônica aconselha Aimeé a aproveitar sua gravidez para voltar para o André. Depois, numa conversa com Alberto, Aimeé e Catarina ela afirma que João aparecerá para que possam dar prosseguimento ao processo e provar sua inocência. Mônica garante que não vai permitir a ninguém que continue culpando seu marido. Sofia conversa com Catarina sobre a gravidez de Aimeé. Mônica conta ao André que sua irmã voltou sozinha para a fazenda, explica o que aconteceu, realmente, durante a fuga do João e afirma que ele não queria fugir com Aimeé ,e sim ,com ela porque a ama. Mônica conta que Aimeé espera um filho dele, mas André não acredita. Sofia também não acredita que o filho seja dele. Aimeé diz que desde que se casou com André, João não quis saber mais dela. Confessa que foi ela quem insistiu para que fugissem juntos mas que João do Diabo ama Mônica. Revoltada, ela diz que João a abandonou e que se eles, os Alcazar, não se importam com o filho que espera, ela muito menos. Joaquim diz ao Dr. Noel que Amanda quer falar com ele, mas o aconselha a tomar muito cuidado pois está sendo vigiado. No encontro o advogado diz a Amanda que a procurou por muitos anos. Ela confessa que Amanda é sua filha e diz que a garota não sabe de nada. Amanda conta ao Dr. Noel quais são os planos de Marcelo para não perder a herança da família. Ela confessa que tem medo do advogado pois ele a agride com palavras vive ameaçando contar toda a verdade a Amanda sobre sua origem. O Dr. Noel aconselha Mariana a dizer toda a verdade para a filha, pois só assim ela se livrará das ameaças de Marcelo. João e Segundo chegam ao rancho do Chico e planejam sua reaparição em público. André cobra uma explicação de Sofia e Alberto sobre o que pretendiam fazer com Aimée e João. Eles discutem e André expulsa Alberto de Campo Real. Sofia pede ao filho que preocupe com o bebê que Aimeé espera. Mônica conta ao Dr. Marcelo que João e Aimeé não estão mortos, conta que Alberto e Sofia prepararam uma armadilha para mandar João para a prisão e garante que João não matou o capitão Espinola. Aimeé, inconformada por ter sido abandonada pelo João, diz à Mônica que fará de tudo para incriminá-lo pelo assassinato do capitão e garante que, enquanto ela viver, os dois não poderão ser felizes.

Capítulo 44 – Quinta – 01/02/2001.
Pedro conta ao João a história das armas encontradas na taberna. Amanda conta a Mariana que Marcelo pretende se casar com ela. A garota gosta da idéia. Segundo conta ao João que Açucena está grávida. Aimeé ordena Guadalupe a acusar João do Diabo de ter matado o capitão. Mariana diz ao Dr. Marcelo que o admira muito e que está muito feliz por ele estar interessado nela. O cabo Hernandez conta ao Dr. Marcelo que Aimeé já está na fazenda dos Altamira e que o Dr. Noel foi procurá-lo. Ao voltar para casa, o advogado dá ordens para que vigiem a fazenda dia e noite e que procurem pelo João nas redondezas. André, por sua vez, pede ao Marcelo para não intervir na captura deJoão do Diabo, pois quer matá-lo pessoalmente. Marcelo diz que João deverá pagar, assim como todas as pessoas que o ajudaram na fuga e diz que deverá haver uma investigação já que estão culpando Sofia e Alberto de planejar a prisão do João. Marcelo proíbe Amanda de voltar a ver o Dr. Noel e ela, o proíbe de se casar com Mariana. Açucena conta ao Dr. Noel o que André Alcazar pretende fazer contra o João. João passeia pela praça disfarçado de peão. Ao entrar na igreja ele descobre o rosto, entra no confessionário e revela ao Frei Domingo quem é ele. João conta ao frei Domingo o que realmente aconteceu na noite da fuga. Alberto diz ao André que não existem provas que possam incriminar João do Diabo. André pede a ele que elimine qualquer indício que possa comprometer Sofia. Marcelo procura o Dr. Noel e diz que não gostou que ele tenha ido até sua casa para ver Amanda. O Dr. Noel aproveita o encontro e entrega ao juiz os documentos correspondentes às armas encontradas na taberna. O advogado conta também da falsificação do capitão Espinola , fala sobre o corpo encontrado na taberna diz de quem pode ser e pede a exumação do cadáver para que se possa identificar. Com respeito à morte do capitão Espinola, Noel afirma que João agiu em legítima defesa. Mônica conversa com a mãe e comunica que vai embora pois a convivência entre elas está insuportável. Catarina diz que se ela for embora para se encontrar com o marido deixará de ser sua filha. O cabo Hernandez diz ao Dr. Marcelo que viu quando os homens do capitão Espinola carregavam as caixas de armas, na noite em que João fugiu. João diz a Açucena que deverá deixar o emprego na casa do Dr. Marcelo para ficar ao lado de Mônica. João entra no quarto de Mônica e os dois e abraçam.

Capítulo 45 – Sexta – 02/01/2001.
Marcelo comunica a Amanda e Mariana que o caso de João do Diabo será reaberto. Ele diz a Mariana que o Dr. Noel é um delinquente pois abusa das pessoas e adverte que se ele tentar se aproximar elas devem expulsá-lo. Mariana pede ao Dr. Marcelo que lhe dê o anel de compromisso. Ele não gosta do atrevimento da garota. Joaquim oferece sua amizade a Açucena e ela confessa que não quer ter o bebê que espera. Batista apunhala o cabo Hernandez, que cai mortalmente ferido. Amanda conta à filha que o Dr. Marcelo quer se casr com ela, não por amor, mas porque está pensando na fortuna da família e porque acredita que já é hora de formar uma família. Mônica conta ao João que Mariana é filha do Dr. Noel. João conta a Mônica como morreu e quem matou o capitão Espinola. Mônica pede ao João que a leve com ele pois já não suporta viver com sua mãe. Os dois se beijam. Sofia diz ao médico que Aimeé foi raptada pelos homens de João do Diabo para evitar que o denunciassem. Açucena está na companhia de Joaquim e Amanda quando é raptada pelos homens de Batista, o administrador. O doutor diz a Catarina e Sofia que os sintomas de Aimeé são os de uma mulher grávida. Sofia conta ao filho o que disse o médico e pede a ele que a deixe ficar pelo menos até o parto. Joaquim diz à Mônica e Amanda que suspeita que foi Carrera quem raptou Açucena. Elas contam tudo para o Dr. Marcelo. Mercedes conta ao Dr. Noel sobre o rapto de Açucena. Marcelo fica sabendo da morte do cabo Hernandez. Um homem informa ao Batista que Serafim está sendo vigiado pela polícia e que, portanto, não poderão raptá-lo. João e Segundo chegam à cabana onde está Açucena, se escondem e logo depois chega Carrera. Carrera está perguntando a Açucena sobre o paradeiro de João do Diabo, quando ele entra sigilosamente, aponta a arma contra sua cabeça do inimigo e engatilha a arma. Noel pede ao Dr. Marcelo que mande buscar Açucena. O advogado se nega a atender o pedido e acusa o Dr. Noel de ter abusado de Amanda. Noel diz que assume tudo o que aconteceu no passado e que só Amanda e Mariana podem julgá-lo. Açucena conta que Carrera abusou dela e que ele é o pai do filho que espera. Furioso, João cobra dele uma explicação, mas ele nega ter feito tal coisa. Açucena, revoltada, diz que não quer saber dele nem do bebê. Pressionado por João, Carrera se compromete a cuidar dela e da criança. Açucena não aceita e diz ao João que se casará com qualquer um, menos com Carrera. Carrera diz ao João tudo o que André, Sofia e André planejam contra ele. Conta também que André ordenou ao Batista que raptasse o Serafim Amanda conta para Mariana porque Marcelo quer se casar com ela. O Dr. Noel diz ao André que se Aimeé for chamada para depor, deve negar que esteve na prisão com o capitão Espinola. André diz ao advogado que quer se encontrar com João do Diabo para desafiá-lo a um duelo já que um dos dois deve morrer. Os homens de Batista raptam Serafim. Aimeé diz ao marido que foi procurar o capitão atendendo a um pedido dele.Ela conta que o capitão queria previní-la de que Alberto e Sofia planejavam matar a ela e ao João. André ordena a Aimeé que, caso seja chamada para depor, que negue tudo e afirme apenas que João a obrigou a fugir com ele.Aimeé diz que Sofia ordenou que ela diga que foram os homens de João e não ele. Carrera diz ao Batista que João do Diabo foi para a capital. João confessa a Açucena que toda sua vida gira em torno de Mônica pois está apaixonado por ela. Batista informa ao André que Serafim já foi levado para a fazenda. Carrera depõe no processo do roubo do seu barco e conta como aconteceu a explosão. Ele informa o Dr. Marcelo que viu Açucena na companha de João do Diabo. Batista ameaça torturar Serafim caso ele não conte onde está João do Diabo. O Dr. Noel procura André Alcazar e pede explicações sobre o rapto de Serafim. André diz ao advogado que informe ao João que está disposto a trocar Serafim pelo seu irmão.

Capítulo 46 – Segunda – 05/02/2001.
Carrera está perguntando a Açucena sobre o paradeiro de João do Diabo, quando ele entra sigilosamente, aponta a arma contra a cabeça do inimigo e engatilha a arma. Noel pede ao Dr. Marcelo que mande buscar Açucena. O advogado se nega a atender o pedido e acusa o Dr. Noel de ter abusado de Amanda. Noel diz que assume tudo o que aconteceu no passado e que só Amanda e Mariana podem julgá-lo. Açucena conta que Carrera abusou dela e que ele é o pai do filho que espera. Furioso, João cobra dele uma explicação, mas ele nega ter feito tal coisa. Açucena, revoltada, diz que não quer saber dele nem do bebê. Pressionado por João, Carrera se compromete a cuidar dela e da criança. Açucena não aceita e diz ao João que se casará com qualquer um, menos com o Carrera. Carrera diz ao João tudo o que André, Sofia e Alberto planejam contra ele. Conta também que André ordenou ao Batista que raptasse o Serafim. Amanda conta para Mariana porque Marcelo quer se casar com ela. O Dr. Noel diz ao André que se Aimeé for chamada para depor deve negar que esteve com o capitão Espinola. André diz ao advogado que quer se encontrar com o João para desafiá-lo a um duelo e que um dos dois deve morrer. Os homens de Batista raptam Serafim. Aimeé diz ao marido que foi procurar o capitão atendendo a um pedido dele. Ela conta que o capitão queria previní-la de que Alberto e Sofia planejavam matar a ela e ao João. André ordena a Aimeé que, caso seja chamada para depor, que negue tudo e afirme apenas que João a obrigou a fugir com ele. Aimeé diz que Sofia ordenou que ela diga que foram os homens de João e não ele. Carrera diz ao Batista que João do Diabo foi para a capital. João confessa a Açucena que toda sua vida gira em torno de Mônica pois está apaixonado por ela. Batista informa ao André que Serafim já foi levado para a fazenda. Carrera depõe no processo do roubo do seu barco e conta como aconteceu a explosão. Ele informa o Dr. Marcelo que viu Açucena na companha de João do Diabo. Batista ameaça torturar Serafim caso ele não conte onde está João do Diabo. O Dr. Noel procura André Alcazar e pede explicações sobre o rapto de Serafim. André diz ao advogado que informe ao João que ele está disposto a trocar o Serafim por ele. André dá ordens ao administrador, Batista, para que não faça mal ao Serafim. Catarina, acompanhada por Guadalupe, viaja para Campo Real. O Dr. Noel conta a Joaquim e Mônica que já encontraram Açucena. Ela estava na missa quando foi vista. Todos estão na missa quando João aparece disfarçado de mendigo. O Dr. Noel lhe dá uma esmola. O juiz Marcelo comunica ao Dr. Noel que diante da notícia de que João não está morto, o processo onde consta o seu óbito deverá ser revogado. O Dr. Noel coloca o juiz ao par dos fatos: Conta que Aimeé não fugiu com João do Diabo e que está com André Alcazar. Ele também conta que Açucena já apareceu. O Dr. Marcelo confidencia ao Dr. Noel que Mônica já o colocou ao par de tudo que aconteceu entre João e Aimeé e sobre a armadilha de Alberto e Sofia. O juiz insinua que Noel pode ter sido o autor intelectual da fuga de João do Diabo. Noel assegura que seu amigo não aceita sugestões e, que se ele acredita que alguém está por traz da fuga de João do Diabo que faça ele mesmo as investigações. Frei Domingo comenta com Mônica que ficou sabendo, pelo João, sobre o comportamento de Sofia e pede a ela que convença o marido a desistir da idéia de denunciá-la. André descobre que Batista desobedeceu suas ordens e mantém Serafim preso Indignado, ele exige que o capataz liberte o rapaz das correntes e lhe dê comida. Batista conta ao Serafim que André planeja trocá-lo pelo João O Dr. Noel conta a Mônica que já foi cancelado o processo onde João era dado como morto e que o caso será reaberto. João entra escondido no quarto de Mônica. Lá encontra o Dr. Noel e fica sabendo por ele que André mantém Serafim como refém e que pretende trocá-lo por ele. A revelação deixa Mônica angustiada.

Capítulo 47 – Terça – 06/02/2001.
O Dr. Noel dia ao João que André o desafia para um duelo. João aceita. Começam os depoimentos sobre o caso da fuga de João do Diabo. A primeira testemunha diz que não sabe de nada. Durante o depoimento a testemunha conta ao juiz Marcelo Romero, que André mantém o Serafim como refém e que pretende trocá-lo pelo João. Carrera pede ao Alberto que averigue se Batista realmente sequestrou o Serafim a mando de André Alcazar. Sofia pergunta ao filho o que pretende fazer quando souber onde está o João do Diabo. André explica que os dois se enfrentarão num duelo e que de nada adiantará tentar impedí-lo. Mônica tenta convencer André a desistir do duelo. Em Campo Real, o Dr. Marcelo pede ao André que liberte o Serafim André se nega, enfrenta o juiz, diz que não permitirá que nem ele, nem sua tropas entrem na fazenda e garante que assume total responsabilidade por obstruir o trabalho da justiça. O Dr. Marcelo diz a Aimeé que um cabo a viu na prisão na companhia do capitão Espinola. Aimeé nega ter estado no local e jura não saber nada sobre a fuga de João do Diabo. André ordena ao administrador da fazenda que arme todos os homens e que, caso os policiais tentem entrar que atirem para matar. Sofia garante ao juiz que vai lhe entregar o Serafim. Amanda, muito angustiada, comunica ao Noel que Mariana já aceitou se casar com o Dr. Marcelo. Noel diz que se ela pretende que ele haja como pai terá que dizer toda a verdade para a filha. Aimeé diz a Sofia que vai rezar para que André seja morto no duelo. Sofia pede a Joana que a ajude a encontrar o Serafim. Teodora conta a Joana que o rapaz está escondido na adega e lhe dá as chaves. André vai até São Pedro e diz ao Dr. Noel que marque o duelo para o dia seguinte. O Dr. Noel tenta convencer André a desistir do duelo. Catarina critica a atitude de Aimeé que, em público, desejou a morte do marido no duelo. João nomeia Pedro e Segundo como suas testemunhas no duelo. O Dr. Marcelo previne Sofia para a possibilidade de um escândalo pois o Dr. Noel tem provas de que João do Diabo foi vítima de uma armadilha, que as armas foram colocadas na taberna para comprometê-lo e, que o defunto deixado ao lado do contrabando era um prisioneiro, morto de propósito para incriminá-lo. Sofia nega qualquer participação no episódio. João entra na fazenda dos Alcazar, por uma janela, e, com uma arma ameaça o irmão. João pede a ele que desista do duelo pois seu ódio não tem fundamento, já que ele nunca mais esteve com Aimeé desde que ela se casou. André não acredita no irmão e o expulsa da fazenda.

Capítulo 48 – Quarta – 07/02/2001.
Batista alerta Sofia para que pense muito antes de demiti-lo da fazenda pois ele tem em seu poder a carta deixada por Francisco Alcazar e, João ou Noel podem se interessar por ela. Sofia proíbe o empregado de lhe dirigir a palavra. Segundo diz a Mõnica que João não conseguiu convencer André a desistir do duelo, e os dois e enfrentarão no dia seguinte. Marcelo e Serafim chegam na fazenda de João e Mônica. Serafim se nega a contar ao juiz como aconteceu a fuga. Marcelo fica indignado com o silêncio do rapaz e decide trancá-lo. André já admite que o duelo não seja de morte, mas exige que pelo menos um dos dois seja gravemente ferido. Começam os preparativos para o duelo. Os limites são marcados e um home dita as regras para o encontro, que só deve terminar quando um dos dois não puder mais se defender. O duelo começa e André leva a pior ao ser ferido na mão. Irritado ele pede para continuar mas as testemunhas decidem dar por encerrado o duelo. João manda avisar Mônica e vai até a fazenda dos Alcazar para libertar o Serafim. Batista conta ao André que sua mãe escondeu o Serafim. Alberto informa que talvez ele esteja com o Dr. Marcelo. André vai até a fazenda mas o juiz se nega a entregar o rapaz. Amanda critica a atitude de Marcelo, que por vingança é capaz de destruir pessoas inocentes. Mariana ouve a discussão. Amanda manda avisar Noel e Mônica sobre o que Marcelo pretende fazer. André conta ao Dr. Noel que Serafim é prisioneiro do juiz Marcelo Romero. João diz a Mônica que não está conseguindo lhe dar a vida que lhe prometeu e que logo ela se arrependerá de ter se casado com ele. Mônica diz que isso nunca vai acontecer. O Dr. Marcelo é informado que já foi anulado o atestado de óbito de João do Diabo. Serafim decide falar e conta ao juiz como tudo aconteceu na noite da fuga e garante que João do Diabo não matou o capitão Espinola. Nesse momento entra Mariana e Marcelo a expulsa da sala. O Dr. Noel avisa João de que Serafim já está livre, que Sofia o havia levado para o Dr. Marcelo e a vigilância que havia sobre eles foi retirada. Marcelo critica Amanda pela educação que deu para sua filha. Ela o culpa pelo comportamento da garota e diz que desde Mariana está muito mudada desde que os dois formalizaram o compromisso. Amanda ameaça contar para a filha o verdadeiro motivo pelo qual ele, Marcelo, quer se casar com ela. André diz a Sofia que ela não deveria ter entregado Serafim e garante que agora que foi humilhado em público por João do diabo, não medirá as consequências para acusá-lo de farsante. João diz ao Dr. Noel que se afastará de Mônica pois não conseguiu fazê-la feliz.

Capítulo 49 – Quinta – 08/02/2001.
O advogado tenta convencê-lo a não cometer essa loucura. Aimeé fica irritada quando Alberto diz que João se recusou a matar o irmão, no duelo. André conta para a mãe que pretende pagar a Mônica o valor do barco do João e, que a intenção é povocá-lo. Sofia pede ao Alberto que os dois voltem a ser amigos. Os amigos de João do Diabo não concordam com a sua decisão de assumir a culpa pela morte do capitão Espinola. Batista comenta com Carrera que tem, em seu poder, uma carta deixada por Francisco Alcazar e que, por isso, Sofia não poderá fazer nada contra ele. O Dr. Marcelo conversa com Mônica sobre o processo ao qual responde João do Diabo e a aconselha a convencê-lo a se entregar voluntáriamente. João entra, por uma janela e ouve a conversa. O juiz afirma que foi o João o autor dos disparos que tiraram a vida do capitão. Mônica nega, diz que seu marido foi ferido e perdeu os sentidos. Marcelo pede a Mônica que diga tudo que sabe sobre o assunto. Nesse momento João entra na sala. O juiz reconhece João e o interroga. João se confessa culpado pela morte do capitão Espinola. O Dr. Marcelo não acredita nele. João discute com Mõnica pois ela não cumpriu o que haviam combinado. João diz a Mõnica que, caso ele não consiga sair livre ela deve pedir a anulação do casamento e refazer a sua vida. Mõnica diz que nunca fará isso e ele vai embora. Aimeé pede ao Alberto que não vá embora da fazenda. Ele pede a Aimeé que vá embora com ele. Aimeé não aceita. Joana vai até o quarto de André. Logo depois Aimeé também vai até lá e flagra a moça tirando a roupa e ele deitado na cama. André se irrita com a crise de ciúme de Aimeé e a expulsa do quarto. Aimeé conta a Sofia que flagrou André e Joana juntos. Sofia critica o filho e diz que ele deveria ter procurado outro tipo de mulher. André confessa que foi o primeiro homem na vida de Joana e diz que Aimeé deverá deixar a fazenda assim que a criança nascer. Sofia diz a Joana que ela não poderá ter filhos com o André. Aimeé conta ao Alberto sobre a traição do marido. Batista pede a Mercedes que entregue a Mõnica o dinheiro referente à venda do Satã. O Dr. Marcelo comunica o Dr. Noel que formalizará a indentificação do corpo do prisioneiro Jesus pelo seu irmão Joaquim. Ele informa o advogado que João deverá se entregar às autoridades. João pede a dona Catarina que o ajude a afastar Mônica dele. Mônica pede ao André que desfaça a venda do barco mas ele se nega.

Capítulo 50 – Sexta – 09/01/2001.
André não aceita desfazer o negócio, mesmo assim Mõnica lhe devolve o dinheiro. Catarina diz ao João que se ele pretende deixar sua filha deverá ser para sempre, por isso o aconselha a desiludi-la. Sofia exige que Joana seja sua dama de companhia. Mônica exige que a levem até onde está o João. André volta a devolver o dinheiro do barco e pede a Mercedes que o entregue a Mõnica. O Dr. Noel se encontra com Amanda e Mariana. Amanda diz que pretende contar toda a verdade à filha. Noel pede a ela que encontre o melhor momento e conte tudo. Alberto comunica ao André que rompeu seu compromisso com sofia. Açucena conta ao João que venderam o Satã. Mônica e João se encontram e ela pede desculpas pela venda do barco. João, irritado, não a perdoa e pede a ela que volte para a fazenda dos Altamira. O Dr. Noel entrega ao André o dinheiro do barco e exige que ele desfaça o negócio. André diz que pagará uma indenização ao João pelo barco, que afundou na baía. Catarina diz ao Dr. Noel que vai vender a casa para João do Diabo e pede a ele que providencie a escritura. Batista conta ao Carrera o que fizeram com o barco do João. Amanda e Mariana contam ao Dr. Marcelo que Noel esteve com elas. Marcelo não gosta nada do encontro e diz a Amanda que vai se ver obrigado a dizer toda a verdade para Mariana. Amanda enfrenta o advogado e diz que ele tem medo que, ao saber da verdade, Mariana desista de se casar e ele perca a fortuna. Amanda pede à filha que arrume suas malas pois voltarão para a capital. Mariana não gosta nada da idéia e, nervosa, sai da fazenda. Na rua ela encontra João do Diabo e o reconhece. Joaquim diz a Mariana que João é aquele mendigo ao qual ela deu uma esmola na porta da igreja. João se irrita com o Dr. Noel quando ele pede que não faça nada contra o André. João diz que decidiu deixar a Mõnica porque André nunca permitirá que os dois sejam felizes. Catarina comunica que vai vender a cas etenta convencer a filha a se separar do João pois eles nunca conseguirão ser felizes. Aimeé sente fortes dores no ventre. Sofia diz ao André que Joana se sentará á mesa com eles pois assim se livrarão da presença de Aimeé. Aimeé sofre um aborto mas pede a Guadalupe que não conte nada a ninguém para que não a expulsem da fazenda. Guadalupe conta ao Batista que Joana e André são amantes. Joaquim conta ao juiz Marcelo Romero o que Alberto, Carrera e o capitão Espinola pretendiam fazer com João do Diabo. Ele conta também que foi colocado na fazenda do João para vigiar Mônica. João e dona Catarina fazem a transação da fazenda dos Altamira. Amanda conta para Mariana que Marcelo não quer que ela tome posse da herança de Joaquim Romero por que ela não é sua filha. João, sem ser visto, escuta quando Mõnica confessa ao Dr. Noel que se arrepende de quando reclamou da vida que levava ao lado do marido.

Capítulo 71 – Segunda – 12/03/2001. Resumo do último capítulo da novela Coração Selvagem
: Mônica conta à mãe que está esperando um filho. Dona Catarina pede perdão ao João por tudo que lhe fez. Alberto recebe uma carta da Dolores onde ela termina com o compromisso que havia entre eles. Mônica diz ao João que espera um filho dele. A notícia deixa João ainda mais confuso e, o Dr. Noel o aconselha a não duvidar mais de sua esposa. Mônica ouve quando advogado garante ao João que não houve nada entre ela e o André. Mônica desmaia e, ao acordar jura ao marido que André nunca a tocou e que, por isso, voltou para ele sem nenhum peso na consciência. Sofia fica sozinha. O Dr. Marcelo Romero volta a São Pedro e pede ao Dr. Noel autorização para cortejar sua filha Mariana. Amanda diz ao Dr. Noel que quer transferir todos os seus bens para a filha, Mariana e pede a ele que providencie os papeis. Noel aproveita e pede a Amanda que se case com ele. Ela aceita. Marcela diz a Mariana que está apaixonado por ela. Segundo e Açucena decidem se casar e pedem ao João que seja o padrinho. André vai até a fazenda de João do Diabo e jura que não aconteceu nada entre ele e Mônica. André pede perdão ao João e o chama de irmão. Emocionados eles se abraçam e, com lágrimas nos olhos eles se despedem. André dá ao irmão um relógio e depois vai embora. Livre das dúvidas que o atormentavam João diz a Mônica que nada nem ninguém poderá separá-los. Feliz, Mônica responde que nem a morte vai separá-los. Os dois, abraçados, contemplam a natureza. FIM.

Elenco / Personagens

JOÃO DO DIABO (EDUARDO PALOMO)
É o personagem principal da historia. Filho bastardo de um aristocrata, aprende muito cedo a se defender e amadurece precocemente se transformando em um Robin Hood. ou seja, amado pelos pobres e temido pelos ricos.

MÔNICA ALTAMIRA (EDITH GONZALES)
Jovem, bonita, meiga. É apaixonada por André, que por sua vez escolhe sua irmã Aimé. Possuidora de belos sentimentos, ela prefere se sacrificar para que André seja feliz.

ANDRÉ ALCAZAR (ARIEL LOPEZ PADILLA)
Jovem, bonito ,elegante e rico. Rompe com Mônica com quem tem um compromisso acertado entre suas famílias, ao se entusiasmar por Aimé.

AIMÊ ALTAMIRA (ANA COLCHERO)
Irmã menor de Mônica, é uma garota frívola, ardente e passional. Tem uma aventura com João, mas seu egoísmo e preconceitos fazem com que ela se afaste do rapaz.

SOFIA ALCAZAR (CLÁUDIA ISLAS)
Mãe de André Alcazar. Mulher orgulhosa e má. Culpada por João do Diabo ter crescido no baixo mundo. Com a morte do marido Francisco Alcazar ela expulsa João de sua casa.

CATARINA ALTAMIRA (LUZ MARIA AGUILAR)
Mãe de Mônica e Aimê. Mulher boa que deseja a felicidade de suas filhas. Sofre ao sentir que Mônica é infeliz.

NOEL MANCERA (ENRIQUE ELIZALDE)
Advogado da família Alcazar. Conhece todos os segredos do falecido Francisco Alcazar, inclusive que João do Diabo era filho bastardo de Francisco.

Elenco
Eduardo Palomo – Juan del Diablo
Ariel López Padilla – Andrés
Enrique Lizalde – Noel Mancera
Ana Colchero – Aimeé de Altamira de Alcazar y Valle
Edith González – Monica de Altamira Alcazar y Valle
Claudia Islas – Sofía de Alcazar y Valle
Arsenio Campos – Alberto de la Serna
Luz María Aguilar – Catalina Vda. de Altamira
Ernesto Yáñez – Bautista
Yolanda Ventura – Azucena
Javier Ruán – Guadalupe Cajiga
César Évora – Marcelo Romero
Isaura Espinoza – Amanda
Verónica Merchant – Mariana
Olivia Cairo – Juanita
Emilio Cortés – Zerafin
Ana Laura Espinosa – Lupe
Gerardo Hemmer – Joaquín
Jaime Lozano – Segundo
Adalberto Parra – Capitão Espíndola
Alejandro Rábago – Pedro
Gonzalo Sánchez – Facundo Gómez “El Tuerto”
Mónika Sánchez – Rosa
Indra Zuno – Meche
Antonia Marcin – Dolores
Julio Monterde – Fray Domingo
Queta Lavat – Madre Superiora
Arturo Paulet – Juiz Mondragón
Joana Brito – Ana
Maribel Palmer – Teresa
Queta Carrasco – Doña Prudencia
María Dolores Oliva – Tehua
Juan Antonio Llanes – Juez Esperón
Conchita Márquez – Sor Juliana
Geraldine Bazán
Julián de Tavira – Juan (menino)
Christian Ruiz – Andrés (menino)

Trilha Sonora Nacional e Internacional

Em 1993 a Televisa (FONOVISA) lança trilha de Coração Selvagem contendo todos os instrumentais tocados na novela. Os Temas de Abertura foram dois, Corazón Salvaje cantado por Mijeres e a música instrumental ” Juan del Diablo”, a trilha ainda conta com uma música cantada pela protagonista Edith Gonzáles.
Na sua primeira exibição no Brasil na CNT (GAZETA) a música de abertura foi Corazón Salvaje, já o SBT não apresentou a abertura da novela, só mostrava uma imagem do quarteto principal ao som da canção “Reclamos”.

CORAZÓN SALVAJE(FONOVISA)M.X 1993

01- Corazón salvaje- manuel Mijares 4:02
02- Obertura (Juan del Diablo ) 2:00
03- Romanza ( Tema de Mónica ) 2:32
04- Suspense (Muerte de Alcazar ) 0:56
05- A pesar del mundo 2:20
06- Un vals 1:34
07- Angustia 0:46
08- Reclamos 2:34
09-Te amaré siempre 1:35
10- Reverie / En sueño (Tema de Aimée) 3:36 11- La prisión de San Pedro 0:56
12- Temor 0:37
13- La taberna del tuerto 2:10
14- Vals del pueblo 1:34
15Andante-Allegro 2:33 (Tema de Mónica y Juan )
16- Un paseo en carruaje 1:07
17- Reverie en el mar 2:32
18- Recuerdos 1:04
19- Romanzo en el trio 2:30
20-Mirame a los ojos- Edith González. 3:40

Tema de Abertura:

Corazón Salvaje- Manuel Mijares

Y como cobrarle a la vida
cuando todo te ha salido siempre mal
Como cerrar tantas heridas
si la sangre no ha dejado de brotar
Cuando el precio de la vida
es tan difícil de pagar

Y como rogarle al destino
cuando estoy acostumbrado a arrebatar
Porque hoy que te he encontrado
no te apartes de mi lado
no derrumben nuestros sueños
ni se atreva a separarnos

Voy a exigirle a la vida
que me pague contigo
que me enseñe el sentido del dolor
Porque ya fue suficiente el castigo
de no haberte conocido
Y dejar de ser por siempre un mendigo del amor
Un corazón salvaje

Y como explicar los instintos
que mi búsqueda contigo terminó
Porque los caminos tan distintos
en algun momento el tiempo los unió
quien lo dijera entregar la libertad sin condición

Voy a exigirle a la vida
que me pague contigo
que me enseñe el sentido del dolor
Porque ya fue suficiente el castigo
de no haberte conocido
Y dejar de ser por siempre un mendigo del amor
Un corazón salvaje

Mirame a los Ojos- Edith González

Mirame a los ojos
y dime que me quieres
Ven, ámame otra vez
de forma natural

Dime lo que sientes
descansa en mi por siempre
De dudas y reproches
soy ciega ante este amor

Me entregaré con todo el viento a tu favor
contra del mundo y el temor
y confiaré, dejo mi vida en tus manos
Permitiré que te refugies en mi piel
y no prometas serme fiel
Sin condición, toma de frente tanto amor

Dame lo que tienes
te acepto tal como eres
En medio de murmullos
tú mi única verdad
Te dejé mis sueños
y sé de mi el dueño
por siempre hazme tuya
que ya no mía soy

Me entregaré con todo el viento a tu favor
contra del mundo y el temor
y confiaré, dejo mi vida en tus manos
Permitiré que te refugies en mi piel
y no prometas serme fiel
Igual que yo…
Toma de frente tanto amor

Tanto amor…

0 Comentário para: “Coração Selvagem Resumo | Personagens | Trilha Sonora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *